SlideShare uma empresa Scribd logo
Turismo no Espaço Rural Escola Secundária Fernão Mendes Pinto Ano Lectivo 2010/2011 Disciplina de Geografia A Professor João Paulo Curto
O que é o Turismo no Espaço Rural? Conjunto de actividades e serviços de alojamento e animação em empreendimentos de natureza familiar, realizados e prestados a turistas, mediante remuneração, no espaço rural.  O seu principal objectivo é oferecer aos turistas a oportunidade de conviver com as práticas, as tradições e os valores da sociedade rural, valorizando as particularidades das regiões no que elas têm de mais genuíno, desde a paisagem à gastronomia e aos costumes.
Características do Turismo no Espaço Rural (TER) ,[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object]
Factores de Desenvolvimento Rural (derivados do TER) ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
Razões do aumento da procura do TER ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
As modalidades do TER
 
Turismo de habitação É um serviço de hospedagem de natureza familiar, situado em casas antigas particulares que, pelo seu valor arquitectónico, histórico ou artístico são representativas de uma determinada época histórica, como é o caso dos solares e das casas apalaçadas. Casa das Obras, solar setecentista.
Turismo Rural  É um serviço de hospedagem em casas rústicas particulares, utilizadas simultaneamente como habitação do proprietário, que dinamiza também a estadia dos visitantes, existindo em muitos casos actividades organizadas e a possibilidade de alugar o equipamento necessário. Utiliza materiais construtivos da região e mobiliário simples, integrando-se na arquitectura típica regional (valor etnográfico). Casas do Pico, na Ilha dos Açores.
Agroturismo É um serviço de hospedagem prestado em casas particulares integradas em explorações agrícolas permitindo aos hóspedes conhecer as práticas agrícolas e participar nos trabalhos do campo, de acordo com as regras estabelecidas pelos responsáveis das casas. Umas das actividades mais praticadas são a vindima, a apanha da fruta, a desfolhada, a ordenha, a alimentação de animais e o fabrico de queijo, vinho e mel. Monte Horta do Cano, no Alentejo.
Turismo de Aldeia É um serviço de hospedagem prestado num empreendimento composto por, no mínimo, cinco casas particulares inseridas em aldeias que mantêm, no seu conjunto, as características arquitectónicas e paisagísticas tradicionais da região. Envolvendo toda a aldeia, esta modalidade é uma das que melhor poderá promover a conservação e valorização do património edificado. Aldeia de S.Gregório, no Alentejo.
Casas de Campo É um serviço de hospedagem prestado em casas rurais e abrigos de montanha, independentemente do proprietário lá residido. Integram-se na arquitectura e ambiente característicos da região, pela sua traça e pelos materiais de construção. Monte da Vilarinha, em Bordeira.
Condições Determinantes para o Sucesso ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object]
Trabalho Realizado pelas alunas do 11º6: ,[object Object],[object Object],Obrigada pela atenção.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Turismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais seTurismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais se
mariajosantos
 
Indústria e desenvolvimento rural 11 4
Indústria e desenvolvimento rural 11 4Indústria e desenvolvimento rural 11 4
Indústria e desenvolvimento rural 11 4
Joao Paulo Curto
 
Agricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantesAgricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantes
Idalina Leite
 
Modalidades de turismo ter 11 4
Modalidades de turismo ter 11 4Modalidades de turismo ter 11 4
Modalidades de turismo ter 11 4
Joao Paulo Curto
 
Turismo em espaço rural
Turismo em espaço ruralTurismo em espaço rural
Turismo em espaço rural
Joana Filipa Rodrigues
 
A Politica AgríCola Comum
A Politica AgríCola ComumA Politica AgríCola Comum
A Politica AgríCola Comum
Maria Adelaide
 
Características da população agrícola
Características da população agrícolaCaracterísticas da população agrícola
Características da população agrícola
Maria Adelaide
 
eografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanaseografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanas
bruno oliveira
 
Produção agrícola nacional- Alentejo
Produção agrícola nacional- AlentejoProdução agrícola nacional- Alentejo
Produção agrícola nacional- Alentejo
Davide Ferreira
 
A organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanasA organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanas
Ilda Bicacro
 
Correção teste 3 dez-07
Correção teste 3 dez-07Correção teste 3 dez-07
Correção teste 3 dez-07
manjosp
 
As áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºanoAs áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºano
Rita Pontes
 
As disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricasAs disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricas
Ilda Bicacro
 
2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político
cattonia
 
Ppt4
Ppt4Ppt4
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Ilda Bicacro
 
Algarve - Região Agrária
Algarve - Região Agrária Algarve - Região Agrária
Algarve - Região Agrária
Miguel Sargento
 
Áreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte IÁreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte I
abarros
 
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º AnoProblemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
713773
 
Região agrária do Ribatejo e Oeste.
Região agrária do Ribatejo e Oeste.Região agrária do Ribatejo e Oeste.
Região agrária do Ribatejo e Oeste.
Mariana Costa
 

Mais procurados (20)

Turismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais seTurismo nos espaços rurais se
Turismo nos espaços rurais se
 
Indústria e desenvolvimento rural 11 4
Indústria e desenvolvimento rural 11 4Indústria e desenvolvimento rural 11 4
Indústria e desenvolvimento rural 11 4
 
Agricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantesAgricultura: fatores condicionantes
Agricultura: fatores condicionantes
 
Modalidades de turismo ter 11 4
Modalidades de turismo ter 11 4Modalidades de turismo ter 11 4
Modalidades de turismo ter 11 4
 
Turismo em espaço rural
Turismo em espaço ruralTurismo em espaço rural
Turismo em espaço rural
 
A Politica AgríCola Comum
A Politica AgríCola ComumA Politica AgríCola Comum
A Politica AgríCola Comum
 
Características da população agrícola
Características da população agrícolaCaracterísticas da população agrícola
Características da população agrícola
 
eografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanaseografiaA organização das áreas urbanas
eografiaA organização das áreas urbanas
 
Produção agrícola nacional- Alentejo
Produção agrícola nacional- AlentejoProdução agrícola nacional- Alentejo
Produção agrícola nacional- Alentejo
 
A organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanasA organização das áreas urbanas
A organização das áreas urbanas
 
Correção teste 3 dez-07
Correção teste 3 dez-07Correção teste 3 dez-07
Correção teste 3 dez-07
 
As áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºanoAs áreas rurais - geografia 11ºano
As áreas rurais - geografia 11ºano
 
As disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricasAs disponibilidades hídricas
As disponibilidades hídricas
 
2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político2.1 estratificação social e poder político
2.1 estratificação social e poder político
 
Ppt4
Ppt4Ppt4
Ppt4
 
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
Gestão e valorização do litoral e do espaço marítimo (1)
 
Algarve - Região Agrária
Algarve - Região Agrária Algarve - Região Agrária
Algarve - Região Agrária
 
Áreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte IÁreas Rurais - Parte I
Áreas Rurais - Parte I
 
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º AnoProblemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
Problemas no espaço urbano - Geografia 11º Ano
 
Região agrária do Ribatejo e Oeste.
Região agrária do Ribatejo e Oeste.Região agrária do Ribatejo e Oeste.
Região agrária do Ribatejo e Oeste.
 

Semelhante a Turismo no espaço rural 11-6

Grupo Da Nair
Grupo Da NairGrupo Da Nair
Grupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 B
Grupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 BGrupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 B
Grupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 B
Ministério da Educação
 
Agroturismo
AgroturismoAgroturismo
Agroturismo
Sandrina Tralhão
 
27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais
profcarladias
 
Turismo
TurismoTurismo
Turismo Pp Grupo Da Carolina
Turismo Pp Grupo Da CarolinaTurismo Pp Grupo Da Carolina
Turismo Pp Grupo Da Carolina
Ministério da Educação
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
Karyn XP
 
Turismo Rura L Grupo Da Catia
Turismo Rura L Grupo Da CatiaTurismo Rura L Grupo Da Catia
Turismo Rura L Grupo Da Catia
Ministério da Educação
 
ae_geo11_pt_ppt9.pptx
ae_geo11_pt_ppt9.pptxae_geo11_pt_ppt9.pptx
ae_geo11_pt_ppt9.pptx
alessandraleal20
 
Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1
mariajosantos
 
Trabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - MértolaTrabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - Mértola
carolinagomesss
 
Turismo rural
Turismo ruralTurismo rural
Turismo rural
Cairo Aparecido Campos
 
Fundamentos do Turismo (I): aula 09
Fundamentos do Turismo (I): aula 09Fundamentos do Turismo (I): aula 09
Fundamentos do Turismo (I): aula 09
Aristides Faria
 
Agroturismo.pptx
Agroturismo.pptxAgroturismo.pptx
Agroturismo.pptx
PHENIXX1
 
13 turismo
13  turismo13  turismo
13 turismo
Mayjö .
 
Turismo no Espaço Rural
Turismo no Espaço RuralTurismo no Espaço Rural
Turismo no Espaço Rural
Karyn XP
 
turismo
turismoturismo
turismo
Catia Silva
 
Sustentabilidade do turismo 11 4
Sustentabilidade do turismo 11 4Sustentabilidade do turismo 11 4
Sustentabilidade do turismo 11 4
Joao Paulo Curto
 
Sustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluidoSustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluido
mariajosantos
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)
Aristides Faria
 

Semelhante a Turismo no espaço rural 11-6 (20)

Grupo Da Nair
Grupo Da NairGrupo Da Nair
Grupo Da Nair
 
Grupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 B
Grupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 BGrupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 B
Grupo Mariajoao Ines Christina Melissa E Mafalda 11 B
 
Agroturismo
AgroturismoAgroturismo
Agroturismo
 
27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais27889847 areas-rurais
27889847 areas-rurais
 
Turismo
TurismoTurismo
Turismo
 
Turismo Pp Grupo Da Carolina
Turismo Pp Grupo Da CarolinaTurismo Pp Grupo Da Carolina
Turismo Pp Grupo Da Carolina
 
Geografia
GeografiaGeografia
Geografia
 
Turismo Rura L Grupo Da Catia
Turismo Rura L Grupo Da CatiaTurismo Rura L Grupo Da Catia
Turismo Rura L Grupo Da Catia
 
ae_geo11_pt_ppt9.pptx
ae_geo11_pt_ppt9.pptxae_geo11_pt_ppt9.pptx
ae_geo11_pt_ppt9.pptx
 
Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1Turismo rural 11º lh1
Turismo rural 11º lh1
 
Trabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - MértolaTrabalho de Geografia A - Mértola
Trabalho de Geografia A - Mértola
 
Turismo rural
Turismo ruralTurismo rural
Turismo rural
 
Fundamentos do Turismo (I): aula 09
Fundamentos do Turismo (I): aula 09Fundamentos do Turismo (I): aula 09
Fundamentos do Turismo (I): aula 09
 
Agroturismo.pptx
Agroturismo.pptxAgroturismo.pptx
Agroturismo.pptx
 
13 turismo
13  turismo13  turismo
13 turismo
 
Turismo no Espaço Rural
Turismo no Espaço RuralTurismo no Espaço Rural
Turismo no Espaço Rural
 
turismo
turismoturismo
turismo
 
Sustentabilidade do turismo 11 4
Sustentabilidade do turismo 11 4Sustentabilidade do turismo 11 4
Sustentabilidade do turismo 11 4
 
Sustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluidoSustentabilidade do turismo_concluido
Sustentabilidade do turismo_concluido
 
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)
Disciplina Fundamentos do Turismo (I) (IFSP Campus Cubatao) (aula 09)
 

Mais de Joao Paulo Curto

Turismo[1]
Turismo[1]Turismo[1]
Turismo[1]
Joao Paulo Curto
 
Transportes públicos em almada1
Transportes públicos em almada1Transportes públicos em almada1
Transportes públicos em almada1
Joao Paulo Curto
 
Meio ambiente em almada
Meio ambiente em almadaMeio ambiente em almada
Meio ambiente em almada
Joao Paulo Curto
 
População e urbanização
População e urbanizaçãoPopulação e urbanização
População e urbanização
Joao Paulo Curto
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Organização administrativa
Organização administrativaOrganização administrativa
Organização administrativa
Joao Paulo Curto
 
Transportes públicos em almada
Transportes públicos em almadaTransportes públicos em almada
Transportes públicos em almada
Joao Paulo Curto
 
Atividades económicas
Atividades económicasAtividades económicas
Atividades económicas
Joao Paulo Curto
 
Transportes aéreos 12 7
Transportes aéreos 12 7Transportes aéreos 12 7
Transportes aéreos 12 7
Joao Paulo Curto
 
Transporte rodoviário 12 7
Transporte rodoviário 12 7Transporte rodoviário 12 7
Transporte rodoviário 12 7
Joao Paulo Curto
 
Transporte de eletricidade 12 7
Transporte de eletricidade 12 7Transporte de eletricidade 12 7
Transporte de eletricidade 12 7
Joao Paulo Curto
 
Transp maritimos 12-7
Transp maritimos 12-7Transp maritimos 12-7
Transp maritimos 12-7
Joao Paulo Curto
 
T ferroviario 12 7
T ferroviario 12 7T ferroviario 12 7
T ferroviario 12 7
Joao Paulo Curto
 
Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4
Joao Paulo Curto
 
Desenvolvimento rural 11 4
Desenvolvimento rural 11 4Desenvolvimento rural 11 4
Desenvolvimento rural 11 4
Joao Paulo Curto
 
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Joao Paulo Curto
 
Turismo em ter 11 4
Turismo em ter 11 4Turismo em ter 11 4
Turismo em ter 11 4
Joao Paulo Curto
 
Desenvolver a silvicultura 11 6
Desenvolver a silvicultura 11 6Desenvolver a silvicultura 11 6
Desenvolver a silvicultura 11 6
Joao Paulo Curto
 
Indústria e desenvolvimento rural 11-6
Indústria e desenvolvimento rural 11-6Indústria e desenvolvimento rural 11-6
Indústria e desenvolvimento rural 11-6
Joao Paulo Curto
 
Energias renováveis 11-6
Energias renováveis 11-6Energias renováveis 11-6
Energias renováveis 11-6
Joao Paulo Curto
 

Mais de Joao Paulo Curto (20)

Turismo[1]
Turismo[1]Turismo[1]
Turismo[1]
 
Transportes públicos em almada1
Transportes públicos em almada1Transportes públicos em almada1
Transportes públicos em almada1
 
Meio ambiente em almada
Meio ambiente em almadaMeio ambiente em almada
Meio ambiente em almada
 
População e urbanização
População e urbanizaçãoPopulação e urbanização
População e urbanização
 
Ambiente
AmbienteAmbiente
Ambiente
 
Organização administrativa
Organização administrativaOrganização administrativa
Organização administrativa
 
Transportes públicos em almada
Transportes públicos em almadaTransportes públicos em almada
Transportes públicos em almada
 
Atividades económicas
Atividades económicasAtividades económicas
Atividades económicas
 
Transportes aéreos 12 7
Transportes aéreos 12 7Transportes aéreos 12 7
Transportes aéreos 12 7
 
Transporte rodoviário 12 7
Transporte rodoviário 12 7Transporte rodoviário 12 7
Transporte rodoviário 12 7
 
Transporte de eletricidade 12 7
Transporte de eletricidade 12 7Transporte de eletricidade 12 7
Transporte de eletricidade 12 7
 
Transp maritimos 12-7
Transp maritimos 12-7Transp maritimos 12-7
Transp maritimos 12-7
 
T ferroviario 12 7
T ferroviario 12 7T ferroviario 12 7
T ferroviario 12 7
 
Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4Produtos de qualidade 11 4
Produtos de qualidade 11 4
 
Desenvolvimento rural 11 4
Desenvolvimento rural 11 4Desenvolvimento rural 11 4
Desenvolvimento rural 11 4
 
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4Desenvolvimento da silvicultura 11 4
Desenvolvimento da silvicultura 11 4
 
Turismo em ter 11 4
Turismo em ter 11 4Turismo em ter 11 4
Turismo em ter 11 4
 
Desenvolver a silvicultura 11 6
Desenvolver a silvicultura 11 6Desenvolver a silvicultura 11 6
Desenvolver a silvicultura 11 6
 
Indústria e desenvolvimento rural 11-6
Indústria e desenvolvimento rural 11-6Indústria e desenvolvimento rural 11-6
Indústria e desenvolvimento rural 11-6
 
Energias renováveis 11-6
Energias renováveis 11-6Energias renováveis 11-6
Energias renováveis 11-6
 

Último

iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
andressacastro36
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
Manuais Formação
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
MateusTavares54
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 

Último (20)

iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdfiNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
iNTRODUÇÃO À Plantas terrestres e Plantas aquáticas. (1).pdf
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdfUFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
UFCD_5420_Integração de sistemas de informação - conceitos_índice.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - AlfabetinhoAtividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
Atividades de Inglês e Espanhol para Imprimir - Alfabetinho
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 

Turismo no espaço rural 11-6

  • 1. Turismo no Espaço Rural Escola Secundária Fernão Mendes Pinto Ano Lectivo 2010/2011 Disciplina de Geografia A Professor João Paulo Curto
  • 2. O que é o Turismo no Espaço Rural? Conjunto de actividades e serviços de alojamento e animação em empreendimentos de natureza familiar, realizados e prestados a turistas, mediante remuneração, no espaço rural. O seu principal objectivo é oferecer aos turistas a oportunidade de conviver com as práticas, as tradições e os valores da sociedade rural, valorizando as particularidades das regiões no que elas têm de mais genuíno, desde a paisagem à gastronomia e aos costumes.
  • 3.
  • 4.
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8.  
  • 9.  
  • 11.  
  • 12. Turismo de habitação É um serviço de hospedagem de natureza familiar, situado em casas antigas particulares que, pelo seu valor arquitectónico, histórico ou artístico são representativas de uma determinada época histórica, como é o caso dos solares e das casas apalaçadas. Casa das Obras, solar setecentista.
  • 13. Turismo Rural É um serviço de hospedagem em casas rústicas particulares, utilizadas simultaneamente como habitação do proprietário, que dinamiza também a estadia dos visitantes, existindo em muitos casos actividades organizadas e a possibilidade de alugar o equipamento necessário. Utiliza materiais construtivos da região e mobiliário simples, integrando-se na arquitectura típica regional (valor etnográfico). Casas do Pico, na Ilha dos Açores.
  • 14. Agroturismo É um serviço de hospedagem prestado em casas particulares integradas em explorações agrícolas permitindo aos hóspedes conhecer as práticas agrícolas e participar nos trabalhos do campo, de acordo com as regras estabelecidas pelos responsáveis das casas. Umas das actividades mais praticadas são a vindima, a apanha da fruta, a desfolhada, a ordenha, a alimentação de animais e o fabrico de queijo, vinho e mel. Monte Horta do Cano, no Alentejo.
  • 15. Turismo de Aldeia É um serviço de hospedagem prestado num empreendimento composto por, no mínimo, cinco casas particulares inseridas em aldeias que mantêm, no seu conjunto, as características arquitectónicas e paisagísticas tradicionais da região. Envolvendo toda a aldeia, esta modalidade é uma das que melhor poderá promover a conservação e valorização do património edificado. Aldeia de S.Gregório, no Alentejo.
  • 16. Casas de Campo É um serviço de hospedagem prestado em casas rurais e abrigos de montanha, independentemente do proprietário lá residido. Integram-se na arquitectura e ambiente característicos da região, pela sua traça e pelos materiais de construção. Monte da Vilarinha, em Bordeira.
  • 17.
  • 18.
  • 19.