SlideShare uma empresa Scribd logo
Diário Oficial Poder Executivo - Seção Iquinta-feira, 1º de janeiro de 2015 São Paulo, 125 (1) – III
O Instituto de Tecnologia de Alimentos
(Ital), da Secretaria de Agricultura e Abas-
tecimento, lançou a publicação eletrôni-
ca Série Trends 2020: Brasil Ingredients
Trends 2020, em português. O livro de 394
páginas foi produzido em parceria com a
UBM (United Business Media).
A publicação traz visão ampla sobre
os fatores que influenciarão o futuro do
mercado de ingredientes, alimentos, bebi-
das e suplementos alimentares nos próxi-
mos anos. Mostra também a formação de
tendências e plataformas de inovação que
deverão ser mais exploradas pelas empre-
sas do setor de ingredientes.
Assim como as demais publicações da
Série Trends 2020, o estudo pretende estimu-
lar as pesquisas no Ital, no setor privado e em
outras instituições. “Com certeza, irá servir
como instrumento para a inclusão tecnológica
das micro e pequenas empresas, nas quais o
acesso a informações sobre tendências e opor-
tunidades de mercado ainda não é tão facilita-
do”, explica o diretor do Ital, Luis Madi.
O livro eletrônico do Brasil Ingredients
Trends 2020 teve também apoio de empresas
privadas patrocinadoras da Plataforma de
Inovação Tecnológica do Ital. Participaram
da elaboração do estudo 16 autores, entre
pesquisadores do instituto e especialistas em
alimentos. A publicação está disponível para
download em www.brasilingredientstrends.
com.br, onde também constam outras infor-
mações sobre a Série Trends 2020.
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial
Tendências e inovação no setor de ingredientes
Biológico: produção
recorde de antígenos
Produção de
imunobiológicos do
instituto garante o
diagnóstico preciso dos
animais e alimento seguro
para a população
proximadamente 70% das doen-
ças humanas têm origem nos ani-
mais.” É assim que o médico
veterinário Ricardo Spacagna Jor-
dão explica a importância dos tra-
balhos realizados pelo Instituto Bio-
lógico na área dos antígenos, pro-
dutos para diagnóstico de tubercu-
lose e brucelose, doenças que ata-
cam diversos animais no campo,
inclusive os bovinos. Em 2014, o
Biológico bateu recorde na produ-
ção dos kits disponibilizados aos
pecuaristas brasileiros: foram 3,7
milhões de doses desses imunobio-
lógicos, o que representa aumento
de 34% em relação a 2013. Com
essa produção, é possível diagnosti-
car um milhão de animais a mais
do que no ano anterior.
O fato é de extrema importância
para a pecuária nacional, pois o
Biológico, vinculado à Secretaria Es-
tadual de Agricultura e Abasteci-
mento, é um dos dois únicos labora-
tórios brasileiros que produzem
essas substâncias. O outro é o para-
naense Tecpar, de Curitiba.
Fabricar mais – É o quinto
ano consecutivo que o instituto pau-
lista, cuja sede fica na Vila Mariana,
capital, bate recordes na produção de
imunobiológicos, os quais são estra-
tégicos para o Programa Nacional de
Controle e Erradicação da Brucelose e
Tuberculose Animal. Os antígenos
garantem o diagnóstico preciso e ali-
mento seguro para a população. “Estáva-
mos mantendo o ritmo de crescimento de
7% ao ano, porém, em 2014, participamos
de uma reunião no Ministério da Agri-
cultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa)
e nos foi pedido que aumentássemos ainda
mais a produção”, explica o diretor-geral do
Biológico, Antônio Batista Filho.
O veterinário Jordão, responsável pela
produção, informa que a estratégia do insti-
tuto foi fabricar mais, visto que os estoques
não estavam suprindo a demanda. Mesmo
com o aumento expressivo, a produção
brasileira ainda é insuficiente para atender
às necessidades crescentes devido a novas
adesões dos Estados ao programa nacional.
A falta do produto no campo gera prejuízos
diretos e indiretos à cadeia do setor, aos
pecuaristas e ao controle e à erradicação
das duas mais importantes enfermidades
que atingem o rebanho nacional.
Zoonoses – A brucelose, transmitida
pela bactéria Brucella abortus, causa orqui-
te no macho (inflamação nos testículos),
reduzindo a reprodução. Na fêmea, diminui
a produção de leite. A tuberculose, provoca-
da pelo micro-organismo Mycobacterium
bovis, provoca problemas respiratórios e
perda de peso no animal contaminado. Em
ambos os casos, se a doença evoluir muito
leva à morte. Outra agravante: os dois males
são classificados como zoonoses, porque
também atingem o ser humano, pela inges-
tão de leite cru (sem ferver) ou queijo.
Jordão informa que o diagnóstico das
doenças é feito de maneira diferente. Para
detecção de brucelose, a análise de con-
firmação é realizada em laboratórios cre-
denciados pelo Mapa, a partir da amostra
do soro do sangue do animal suspeito de
estar doente. O manuseio do bovino pode
ser na própria fazenda do produtor, com
o mínimo de estrutura para o veterinário
trabalhar. Se o resultado apontar a presen-
ça de anticorpos no sangue, é sinal de que
o animal já teve contato com a bactéria e
está em algum estágio (pouco ou muito
infectado) da doença.
Plantel em movimento – Para a
tuberculose, conta o veterinário Jordão, o
antígenoéinjetadonapele.Dependendo
da reação verificada no local, é possível
saber se o animal está contaminado.
Nas duas enfermidades, o procedimen-
to de diagnóstico é sempre responsabi-
lidade de um veterinário homologado
pelo ministério. O processo para detec-
ção ocorre sempre que um proprietário
vender ou transportar sua criação.
“Nessas situações de movimentos do
plantel, o diagnóstico é exigido para evi-
tar que as doenças se alastrem e atinjam
outros animais que estejam sadios”,
explica o veterinário do Biológico.
Cada frasco produzido pelo Instituto
Biológico contém 5 mililitros de antígeno
eévendidonos40escritóriosregionaisda
Coordenadoria de Defesa Agropecuária,
da Secretaria da Agricultura, espalha-
dos pelo Estado. Depois de São Paulo, o
Estado que mais consome o antígeno do
Biológico é o Rio Grande do Sul. Jordão
observa que, quando há excedente, ele é
distribuído em todo o Brasil e até para o
exterior, a exemplo do Chile, Venezuela e
Guiné Equatorial.
Incremento na produção – Os
custos para manter a boa saúde do reba-
nho são bem menores do que as perdas
que essas doenças provocam. “Nosso tra-
balho tem grande influência no controle
e na erradicação da tuberculose e da bru-
celose, beneficiando a pecuária nacional
e contribuindo para torná-la competiti-
va”, explica Jordão. Alguns países, como a
Rússia, por exemplo, não importam carne
de locais com risco dessas doenças. O
laboratório do Biológico obteve a certifica-
ção ISO 9001/2000, que garante a quali-
dade dos produtos que saem de seus tubos
de ensaio e provetas.
Segundo Jordão, em 2014, o Minis-
tério da Agricultura estimou a necessida-
de de o Brasil produzir mais de 11 milhões
de doses dessas substâncias. “Esse incre-
mento de fabricação que temos no Bio-
lógico, ano a ano, demonstra que pode-
mos contribuir ainda mais com o Progra-
ma Nacional”, afirma.
Além da preocupação com a carne
saudável, existe também o controle des-
sas doenças para a produção de leite. No
Paraná, os produtores terão de comprovar
a qualidade em todo o rebanho leiteiro e
apresentar a certificação de vacinação con-
tra a brucelose ao fornecer o produto.
Otávio Nunes
Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial
Assessoria de Imprensa da Agência Paulista de
Tecnologia do Agronegócio (Apta)
“A
Custos para manter a boa saúde
do rebanho são bem menores do
que as perdas ocasionadas pela
tuberculose e brucelose
Jordão: produção brasileira é insuficiente
Biológico: quinto recorde consecutivo
FOTOS:FERNANDESDIASPEREIRA

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...
Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...
Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...
Renata Victal Garcia
 
Pitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado Doutorado
Pitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado DoutoradoPitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado Doutorado
Pitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado Doutorado
granjeiropa
 
Desafios sanitários de suínos e aves no Brasil
Desafios sanitários de suínos e aves no BrasilDesafios sanitários de suínos e aves no Brasil
Desafios sanitários de suínos e aves no Brasil
Marília Gomes
 
2009 brasil vigilancia saude zoonoses
2009 brasil vigilancia saude   zoonoses2009 brasil vigilancia saude   zoonoses
2009 brasil vigilancia saude zoonoses
Jhoy Alves Leite
 
Febre maculosa jun 2013 ses rj
Febre maculosa jun 2013 ses rjFebre maculosa jun 2013 ses rj
Febre maculosa jun 2013 ses rj
Hosana maniero
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020
Gazeta Santa Cândida
 
Mastite
MastiteMastite
Mastite
Fmodri3
 
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e ComercializaçãoPapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
Instituto Qualittas de Pós Graduação
 
Professor iveraldo
Professor iveraldoProfessor iveraldo
Professor iveraldo
Renato Villela
 
Mastite vacas 3
Mastite vacas 3Mastite vacas 3
Mastite vacas 3
Fmodri3
 
Mastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio iiMastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio ii
Thalita Maciel de Melo
 
Pós dipping milkpoint
Pós dipping milkpointPós dipping milkpoint
Pós dipping milkpoint
BeefPoint
 
Forum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimalForum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimal
Renato Villela
 
Criação de bezerras de leite
Criação de bezerras de leiteCriação de bezerras de leite
Criação de bezerras de leite
Marília Gomes
 
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Herbert Dos Anjos
 
Costa et al. 2008 mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...
Costa et al. 2008   mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...Costa et al. 2008   mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...
Costa et al. 2008 mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...
BeefPoint
 
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Rural Pecuária
 
Mastite bovina e o uso de antissépticos
Mastite bovina e o uso de antissépticosMastite bovina e o uso de antissépticos
Mastite bovina e o uso de antissépticos
Rural Pecuária
 
Mastite
MastiteMastite
Mastite
Fmodri3
 
Verminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e OvinosVerminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e Ovinos
Natália Borges
 

Mais procurados (20)

Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...
Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...
Jornal do Brasil - Ciência e Tecnologia - Relatório diz que Rio teve 416 caso...
 
Pitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado Doutorado
Pitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado DoutoradoPitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado Doutorado
Pitch ProbioFull Fiemg Lab Mestrado Doutorado
 
Desafios sanitários de suínos e aves no Brasil
Desafios sanitários de suínos e aves no BrasilDesafios sanitários de suínos e aves no Brasil
Desafios sanitários de suínos e aves no Brasil
 
2009 brasil vigilancia saude zoonoses
2009 brasil vigilancia saude   zoonoses2009 brasil vigilancia saude   zoonoses
2009 brasil vigilancia saude zoonoses
 
Febre maculosa jun 2013 ses rj
Febre maculosa jun 2013 ses rjFebre maculosa jun 2013 ses rj
Febre maculosa jun 2013 ses rj
 
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020
GAZETA DO SANTA CÂNDIDA, JULHO DE 2020
 
Mastite
MastiteMastite
Mastite
 
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e ComercializaçãoPapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
PapoVet - Riscos Alimentares na Produção, Distribuição e Comercialização
 
Professor iveraldo
Professor iveraldoProfessor iveraldo
Professor iveraldo
 
Mastite vacas 3
Mastite vacas 3Mastite vacas 3
Mastite vacas 3
 
Mastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio iiMastite bovina fisio ii
Mastite bovina fisio ii
 
Pós dipping milkpoint
Pós dipping milkpointPós dipping milkpoint
Pós dipping milkpoint
 
Forum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimalForum inovacao saudeanimal
Forum inovacao saudeanimal
 
Criação de bezerras de leite
Criação de bezerras de leiteCriação de bezerras de leite
Criação de bezerras de leite
 
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
Documentos65+sanidade+nutricao+reproducao+falta+catalogar 000g4o78ppy02wx5ok0...
 
Costa et al. 2008 mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...
Costa et al. 2008   mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...Costa et al. 2008   mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...
Costa et al. 2008 mastites por leveduras em bovinos leiteirod do sul do est...
 
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
Staphylococcus coagulase-negativos no leite de vacas com mastite tratadas com...
 
Mastite bovina e o uso de antissépticos
Mastite bovina e o uso de antissépticosMastite bovina e o uso de antissépticos
Mastite bovina e o uso de antissépticos
 
Mastite
MastiteMastite
Mastite
 
Verminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e OvinosVerminoses em Caprinos e Ovinos
Verminoses em Caprinos e Ovinos
 

Destaque

Wordpress
WordpressWordpress
Wordpress
twiligth0409
 
Documento de prueba
Documento de pruebaDocumento de prueba
Documento de prueba
doradonaldjruiz
 
Dia do professor nac
Dia do professor nacDia do professor nac
Dia do professor nac
Meio & Mensagem
 
Real ag 12.10.15
Real ag   12.10.15Real ag   12.10.15
Real ag 12.10.15
prrfm
 
Aval 8 ano(dig_resp)recup_2
Aval 8 ano(dig_resp)recup_2Aval 8 ano(dig_resp)recup_2
Aval 8 ano(dig_resp)recup_2
Ercio Novaes
 
Mi autobiografía
Mi autobiografíaMi autobiografía
Mi autobiografía
Iván Aron
 
Las raices cuadradas
Las raices cuadradasLas raices cuadradas
Las raices cuadradas
manu_delatorre00003
 
14 Simpósio de Geologia da Amazônia
14 Simpósio de Geologia da Amazônia 14 Simpósio de Geologia da Amazônia
14 Simpósio de Geologia da Amazônia
Astrid Siachoque
 
Simão botelho era filho do corregedor domingos botelho
Simão botelho era filho do corregedor domingos botelhoSimão botelho era filho do corregedor domingos botelho
Simão botelho era filho do corregedor domingos botelho
Estudante
 
Daniela zamora emprendimiento
Daniela zamora emprendimientoDaniela zamora emprendimiento
Daniela zamora emprendimiento
oscartooo
 
Humberto e kaick choque septico
Humberto e kaick   choque septicoHumberto e kaick   choque septico
Humberto e kaick choque septico
Icaro Soares
 
DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...
DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...
DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...
Feria Fincas Banco Conocimientos Inmobiliarios
 
Sesión 08
Sesión 08Sesión 08
Sesión 08
leirch_23_92
 
Aker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio Braziliense
Aker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio BrazilienseAker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio Braziliense
Aker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio Braziliense
ROBERTO BENTO
 
mates 2ºMates 2ª
mates 2ºMates 2ªmates 2ºMates 2ª
mates 2ºMates 2ª
manu_delatorre00003
 
AGUA IMPORTANCIA
AGUA IMPORTANCIAAGUA IMPORTANCIA
AGUA IMPORTANCIA
andresxd99
 
Presentacion power
Presentacion powerPresentacion power
Presentacion power
Ivan Lopez Garcia
 
Recursos web 2.0
Recursos web 2.0Recursos web 2.0
Recursos web 2.0
diegoguevarista
 
Mapa conceptual2
Mapa conceptual2Mapa conceptual2
Mapa conceptual2
hubertferrer
 
Evolucion de la web
Evolucion de la web Evolucion de la web
Evolucion de la web
Alejandra TB
 

Destaque (20)

Wordpress
WordpressWordpress
Wordpress
 
Documento de prueba
Documento de pruebaDocumento de prueba
Documento de prueba
 
Dia do professor nac
Dia do professor nacDia do professor nac
Dia do professor nac
 
Real ag 12.10.15
Real ag   12.10.15Real ag   12.10.15
Real ag 12.10.15
 
Aval 8 ano(dig_resp)recup_2
Aval 8 ano(dig_resp)recup_2Aval 8 ano(dig_resp)recup_2
Aval 8 ano(dig_resp)recup_2
 
Mi autobiografía
Mi autobiografíaMi autobiografía
Mi autobiografía
 
Las raices cuadradas
Las raices cuadradasLas raices cuadradas
Las raices cuadradas
 
14 Simpósio de Geologia da Amazônia
14 Simpósio de Geologia da Amazônia 14 Simpósio de Geologia da Amazônia
14 Simpósio de Geologia da Amazônia
 
Simão botelho era filho do corregedor domingos botelho
Simão botelho era filho do corregedor domingos botelhoSimão botelho era filho do corregedor domingos botelho
Simão botelho era filho do corregedor domingos botelho
 
Daniela zamora emprendimiento
Daniela zamora emprendimientoDaniela zamora emprendimiento
Daniela zamora emprendimiento
 
Humberto e kaick choque septico
Humberto e kaick   choque septicoHumberto e kaick   choque septico
Humberto e kaick choque septico
 
DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...
DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...
DECRET 259/2003, de 21 d'octubre, sobre requisits mínims d'habitabilitat en e...
 
Sesión 08
Sesión 08Sesión 08
Sesión 08
 
Aker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio Braziliense
Aker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio BrazilienseAker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio Braziliense
Aker International Trainee in Brazilian Newspaper Correio Braziliense
 
mates 2ºMates 2ª
mates 2ºMates 2ªmates 2ºMates 2ª
mates 2ºMates 2ª
 
AGUA IMPORTANCIA
AGUA IMPORTANCIAAGUA IMPORTANCIA
AGUA IMPORTANCIA
 
Presentacion power
Presentacion powerPresentacion power
Presentacion power
 
Recursos web 2.0
Recursos web 2.0Recursos web 2.0
Recursos web 2.0
 
Mapa conceptual2
Mapa conceptual2Mapa conceptual2
Mapa conceptual2
 
Evolucion de la web
Evolucion de la web Evolucion de la web
Evolucion de la web
 

Semelhante a Do recorde produção 1.1.15

Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdfManual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
Alexandrefelau1
 
Medicamentos Biotecnológicos para o SUS
Medicamentos Biotecnológicos para o SUSMedicamentos Biotecnológicos para o SUS
Medicamentos Biotecnológicos para o SUS
Ministério da Saúde
 
Consea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicos
Consea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicosConsea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicos
Consea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicos
João Siqueira da Mata
 
Palestra ib
Palestra ibPalestra ib
Palestra ib
pecsaa
 
Palestra ib batista
Palestra ib   batistaPalestra ib   batista
Palestra ib batista
pecsaa
 
Bvd linkedin
Bvd linkedinBvd linkedin
Bvd linkedin
Renato Villela
 
Bvd linkedin
Bvd linkedinBvd linkedin
Bvd linkedin
Renato Villela
 
Antimicrobianos dbo março
Antimicrobianos dbo marçoAntimicrobianos dbo março
Antimicrobianos dbo março
Renato Villela
 
Agricultores são reféns do clima dr carbonell
Agricultores são reféns do clima   dr carbonellAgricultores são reféns do clima   dr carbonell
Agricultores são reféns do clima dr carbonell
Agricultura Sao Paulo
 
Controle de brucelose e de tuberculose
Controle de brucelose e de tuberculoseControle de brucelose e de tuberculose
Controle de brucelose e de tuberculose
Renato Villela
 
Artigo abmba v2_n2_2014_01
Artigo abmba v2_n2_2014_01Artigo abmba v2_n2_2014_01
Artigo abmba v2_n2_2014_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf
53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf
53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf
LUCIENECRISTALDOALBU
 
Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Artigo abmba v2_n1_2014_01
Artigo abmba v2_n1_2014_01Artigo abmba v2_n1_2014_01
Artigo abmba v2_n1_2014_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Jaguariuna 05062012 bettiol
Jaguariuna 05062012 bettiolJaguariuna 05062012 bettiol
Jaguariuna 05062012 bettiol
I Workshop INPAS - 2012
 
Artigo abmba v3_n2_2015_01
Artigo abmba v3_n2_2015_01Artigo abmba v3_n2_2015_01
Artigo abmba v3_n2_2015_01
Flávio Henrique Ferreira Barbosa
 
Secretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológico
Secretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológicoSecretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológico
Secretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológico
Agricultura Sao Paulo
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
Universidade Federal de Sergipe - UFS
 
InformaPET
InformaPET   InformaPET

Semelhante a Do recorde produção 1.1.15 (20)

Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdfManual-do-PNCEBT-Original.pdf
Manual-do-PNCEBT-Original.pdf
 
Medicamentos Biotecnológicos para o SUS
Medicamentos Biotecnológicos para o SUSMedicamentos Biotecnológicos para o SUS
Medicamentos Biotecnológicos para o SUS
 
Consea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicos
Consea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicosConsea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicos
Consea divulga documento com propostas para enfrentar agrotóxicos
 
Palestra ib
Palestra ibPalestra ib
Palestra ib
 
Palestra ib batista
Palestra ib   batistaPalestra ib   batista
Palestra ib batista
 
Bvd linkedin
Bvd linkedinBvd linkedin
Bvd linkedin
 
Bvd linkedin
Bvd linkedinBvd linkedin
Bvd linkedin
 
Antimicrobianos dbo março
Antimicrobianos dbo marçoAntimicrobianos dbo março
Antimicrobianos dbo março
 
Agricultores são reféns do clima dr carbonell
Agricultores são reféns do clima   dr carbonellAgricultores são reféns do clima   dr carbonell
Agricultores são reféns do clima dr carbonell
 
Controle de brucelose e de tuberculose
Controle de brucelose e de tuberculoseControle de brucelose e de tuberculose
Controle de brucelose e de tuberculose
 
Artigo abmba v2_n2_2014_01
Artigo abmba v2_n2_2014_01Artigo abmba v2_n2_2014_01
Artigo abmba v2_n2_2014_01
 
53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf
53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf
53-Texto do Artigo-160-1-10-20171020.pdf
 
Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01Artigo abmba v7_n2_2019_01
Artigo abmba v7_n2_2019_01
 
Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01Artigo abmba v6_n1_2018_01
Artigo abmba v6_n1_2018_01
 
Artigo abmba v2_n1_2014_01
Artigo abmba v2_n1_2014_01Artigo abmba v2_n1_2014_01
Artigo abmba v2_n1_2014_01
 
Jaguariuna 05062012 bettiol
Jaguariuna 05062012 bettiolJaguariuna 05062012 bettiol
Jaguariuna 05062012 bettiol
 
Artigo abmba v3_n2_2015_01
Artigo abmba v3_n2_2015_01Artigo abmba v3_n2_2015_01
Artigo abmba v3_n2_2015_01
 
Secretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológico
Secretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológicoSecretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológico
Secretaria de Agricultura lança programa de incentivo ao controle biológico
 
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
REVISTA DE BIOLOGIA E CIÊNCIAS DA TERRA ISSN 1519-5228 - Artigo_Bioterra_V25_...
 
InformaPET
InformaPET   InformaPET
InformaPET
 

Mais de Agricultura Sao Paulo

Usina de Lixo Verde tem expectativa de desfecho
Usina de Lixo Verde  tem expectativa de desfechoUsina de Lixo Verde  tem expectativa de desfecho
Usina de Lixo Verde tem expectativa de desfecho
Agricultura Sao Paulo
 
Laboratórios de ponta são inaugurados no IAC
Laboratórios de ponta são inaugurados no IACLaboratórios de ponta são inaugurados no IAC
Laboratórios de ponta são inaugurados no IAC
Agricultura Sao Paulo
 
Globo Rural Responde: Laranja atacada
Globo Rural Responde: Laranja atacadaGlobo Rural Responde: Laranja atacada
Globo Rural Responde: Laranja atacada
Agricultura Sao Paulo
 
IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019
IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019
IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019
Agricultura Sao Paulo
 
Chuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e Agosto
Chuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e AgostoChuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e Agosto
Chuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e Agosto
Agricultura Sao Paulo
 
Nova variedades no campo
Nova variedades no campoNova variedades no campo
Nova variedades no campo
Agricultura Sao Paulo
 
Batata-Semente produzida no ar
Batata-Semente produzida no arBatata-Semente produzida no ar
Batata-Semente produzida no ar
Agricultura Sao Paulo
 
Nova técnica para cultivo de maracujá no PR
Nova técnica para cultivo de maracujá no PR Nova técnica para cultivo de maracujá no PR
Nova técnica para cultivo de maracujá no PR
Agricultura Sao Paulo
 
Captação de água em debate
Captação de água em debateCaptação de água em debate
Captação de água em debate
Agricultura Sao Paulo
 
Novas Cultivares de uvas para região sul
Novas Cultivares de uvas para região sul     Novas Cultivares de uvas para região sul
Novas Cultivares de uvas para região sul
Agricultura Sao Paulo
 
Globo Rural Responde:manchas brancas em limoeiro
Globo Rural Responde:manchas brancas em limoeiroGlobo Rural Responde:manchas brancas em limoeiro
Globo Rural Responde:manchas brancas em limoeiro
Agricultura Sao Paulo
 
Captação de água em debate
Captação de água em debateCaptação de água em debate
Captação de água em debate
Agricultura Sao Paulo
 
Chuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agosto
Chuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agostoChuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agosto
Chuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agosto
Agricultura Sao Paulo
 
Extremistas não terão vez na agricultura paulista
Extremistas não terão vez na agricultura paulistaExtremistas não terão vez na agricultura paulista
Extremistas não terão vez na agricultura paulista
Agricultura Sao Paulo
 
Amendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custo
Amendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custoAmendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custo
Amendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custo
Agricultura Sao Paulo
 
Para ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimento
Para ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimentoPara ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimento
Para ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimento
Agricultura Sao Paulo
 
As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados
As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados
As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados
Agricultura Sao Paulo
 
Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019
Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019
Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019
Agricultura Sao Paulo
 
A importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPB
A importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPBA importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPB
A importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPB
Agricultura Sao Paulo
 
Nematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviais
Nematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviaisNematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviais
Nematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviais
Agricultura Sao Paulo
 

Mais de Agricultura Sao Paulo (20)

Usina de Lixo Verde tem expectativa de desfecho
Usina de Lixo Verde  tem expectativa de desfechoUsina de Lixo Verde  tem expectativa de desfecho
Usina de Lixo Verde tem expectativa de desfecho
 
Laboratórios de ponta são inaugurados no IAC
Laboratórios de ponta são inaugurados no IACLaboratórios de ponta são inaugurados no IAC
Laboratórios de ponta são inaugurados no IAC
 
Globo Rural Responde: Laranja atacada
Globo Rural Responde: Laranja atacadaGlobo Rural Responde: Laranja atacada
Globo Rural Responde: Laranja atacada
 
IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019
IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019
IAC/SAA apresenta o censo de irrigação na cana para 2019
 
Chuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e Agosto
Chuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e AgostoChuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e Agosto
Chuvas de Maio de 2019 & previsões para Junho, Julho e Agosto
 
Nova variedades no campo
Nova variedades no campoNova variedades no campo
Nova variedades no campo
 
Batata-Semente produzida no ar
Batata-Semente produzida no arBatata-Semente produzida no ar
Batata-Semente produzida no ar
 
Nova técnica para cultivo de maracujá no PR
Nova técnica para cultivo de maracujá no PR Nova técnica para cultivo de maracujá no PR
Nova técnica para cultivo de maracujá no PR
 
Captação de água em debate
Captação de água em debateCaptação de água em debate
Captação de água em debate
 
Novas Cultivares de uvas para região sul
Novas Cultivares de uvas para região sul     Novas Cultivares de uvas para região sul
Novas Cultivares de uvas para região sul
 
Globo Rural Responde:manchas brancas em limoeiro
Globo Rural Responde:manchas brancas em limoeiroGlobo Rural Responde:manchas brancas em limoeiro
Globo Rural Responde:manchas brancas em limoeiro
 
Captação de água em debate
Captação de água em debateCaptação de água em debate
Captação de água em debate
 
Chuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agosto
Chuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agostoChuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agosto
Chuvas de Abril de 2019 & previsões para junho, julho e agosto
 
Extremistas não terão vez na agricultura paulista
Extremistas não terão vez na agricultura paulistaExtremistas não terão vez na agricultura paulista
Extremistas não terão vez na agricultura paulista
 
Amendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custo
Amendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custoAmendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custo
Amendoim na palha, o caminho para reduzir erosão e custo
 
Para ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimento
Para ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimentoPara ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimento
Para ter raiz profunda é preciso também aprofundar o conhecimento
 
As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados
As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados
As tecnologias do negócio cana-de-açúcar gerando os melhores resultados
 
Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019
Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019
Águas de Março de 2019 & previsões para abril a junho de 2019
 
A importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPB
A importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPBA importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPB
A importância do manejo dos insumos e agua: desafios na produtividade de MPB
 
Nematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviais
Nematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviaisNematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviais
Nematoides são responsaveis por perdas de até 30% dos canaviais
 

Do recorde produção 1.1.15

  • 1. Diário Oficial Poder Executivo - Seção Iquinta-feira, 1º de janeiro de 2015 São Paulo, 125 (1) – III O Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), da Secretaria de Agricultura e Abas- tecimento, lançou a publicação eletrôni- ca Série Trends 2020: Brasil Ingredients Trends 2020, em português. O livro de 394 páginas foi produzido em parceria com a UBM (United Business Media). A publicação traz visão ampla sobre os fatores que influenciarão o futuro do mercado de ingredientes, alimentos, bebi- das e suplementos alimentares nos próxi- mos anos. Mostra também a formação de tendências e plataformas de inovação que deverão ser mais exploradas pelas empre- sas do setor de ingredientes. Assim como as demais publicações da Série Trends 2020, o estudo pretende estimu- lar as pesquisas no Ital, no setor privado e em outras instituições. “Com certeza, irá servir como instrumento para a inclusão tecnológica das micro e pequenas empresas, nas quais o acesso a informações sobre tendências e opor- tunidades de mercado ainda não é tão facilita- do”, explica o diretor do Ital, Luis Madi. O livro eletrônico do Brasil Ingredients Trends 2020 teve também apoio de empresas privadas patrocinadoras da Plataforma de Inovação Tecnológica do Ital. Participaram da elaboração do estudo 16 autores, entre pesquisadores do instituto e especialistas em alimentos. A publicação está disponível para download em www.brasilingredientstrends. com.br, onde também constam outras infor- mações sobre a Série Trends 2020. Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial Tendências e inovação no setor de ingredientes Biológico: produção recorde de antígenos Produção de imunobiológicos do instituto garante o diagnóstico preciso dos animais e alimento seguro para a população proximadamente 70% das doen- ças humanas têm origem nos ani- mais.” É assim que o médico veterinário Ricardo Spacagna Jor- dão explica a importância dos tra- balhos realizados pelo Instituto Bio- lógico na área dos antígenos, pro- dutos para diagnóstico de tubercu- lose e brucelose, doenças que ata- cam diversos animais no campo, inclusive os bovinos. Em 2014, o Biológico bateu recorde na produ- ção dos kits disponibilizados aos pecuaristas brasileiros: foram 3,7 milhões de doses desses imunobio- lógicos, o que representa aumento de 34% em relação a 2013. Com essa produção, é possível diagnosti- car um milhão de animais a mais do que no ano anterior. O fato é de extrema importância para a pecuária nacional, pois o Biológico, vinculado à Secretaria Es- tadual de Agricultura e Abasteci- mento, é um dos dois únicos labora- tórios brasileiros que produzem essas substâncias. O outro é o para- naense Tecpar, de Curitiba. Fabricar mais – É o quinto ano consecutivo que o instituto pau- lista, cuja sede fica na Vila Mariana, capital, bate recordes na produção de imunobiológicos, os quais são estra- tégicos para o Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose Animal. Os antígenos garantem o diagnóstico preciso e ali- mento seguro para a população. “Estáva- mos mantendo o ritmo de crescimento de 7% ao ano, porém, em 2014, participamos de uma reunião no Ministério da Agri- cultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e nos foi pedido que aumentássemos ainda mais a produção”, explica o diretor-geral do Biológico, Antônio Batista Filho. O veterinário Jordão, responsável pela produção, informa que a estratégia do insti- tuto foi fabricar mais, visto que os estoques não estavam suprindo a demanda. Mesmo com o aumento expressivo, a produção brasileira ainda é insuficiente para atender às necessidades crescentes devido a novas adesões dos Estados ao programa nacional. A falta do produto no campo gera prejuízos diretos e indiretos à cadeia do setor, aos pecuaristas e ao controle e à erradicação das duas mais importantes enfermidades que atingem o rebanho nacional. Zoonoses – A brucelose, transmitida pela bactéria Brucella abortus, causa orqui- te no macho (inflamação nos testículos), reduzindo a reprodução. Na fêmea, diminui a produção de leite. A tuberculose, provoca- da pelo micro-organismo Mycobacterium bovis, provoca problemas respiratórios e perda de peso no animal contaminado. Em ambos os casos, se a doença evoluir muito leva à morte. Outra agravante: os dois males são classificados como zoonoses, porque também atingem o ser humano, pela inges- tão de leite cru (sem ferver) ou queijo. Jordão informa que o diagnóstico das doenças é feito de maneira diferente. Para detecção de brucelose, a análise de con- firmação é realizada em laboratórios cre- denciados pelo Mapa, a partir da amostra do soro do sangue do animal suspeito de estar doente. O manuseio do bovino pode ser na própria fazenda do produtor, com o mínimo de estrutura para o veterinário trabalhar. Se o resultado apontar a presen- ça de anticorpos no sangue, é sinal de que o animal já teve contato com a bactéria e está em algum estágio (pouco ou muito infectado) da doença. Plantel em movimento – Para a tuberculose, conta o veterinário Jordão, o antígenoéinjetadonapele.Dependendo da reação verificada no local, é possível saber se o animal está contaminado. Nas duas enfermidades, o procedimen- to de diagnóstico é sempre responsabi- lidade de um veterinário homologado pelo ministério. O processo para detec- ção ocorre sempre que um proprietário vender ou transportar sua criação. “Nessas situações de movimentos do plantel, o diagnóstico é exigido para evi- tar que as doenças se alastrem e atinjam outros animais que estejam sadios”, explica o veterinário do Biológico. Cada frasco produzido pelo Instituto Biológico contém 5 mililitros de antígeno eévendidonos40escritóriosregionaisda Coordenadoria de Defesa Agropecuária, da Secretaria da Agricultura, espalha- dos pelo Estado. Depois de São Paulo, o Estado que mais consome o antígeno do Biológico é o Rio Grande do Sul. Jordão observa que, quando há excedente, ele é distribuído em todo o Brasil e até para o exterior, a exemplo do Chile, Venezuela e Guiné Equatorial. Incremento na produção – Os custos para manter a boa saúde do reba- nho são bem menores do que as perdas que essas doenças provocam. “Nosso tra- balho tem grande influência no controle e na erradicação da tuberculose e da bru- celose, beneficiando a pecuária nacional e contribuindo para torná-la competiti- va”, explica Jordão. Alguns países, como a Rússia, por exemplo, não importam carne de locais com risco dessas doenças. O laboratório do Biológico obteve a certifica- ção ISO 9001/2000, que garante a quali- dade dos produtos que saem de seus tubos de ensaio e provetas. Segundo Jordão, em 2014, o Minis- tério da Agricultura estimou a necessida- de de o Brasil produzir mais de 11 milhões de doses dessas substâncias. “Esse incre- mento de fabricação que temos no Bio- lógico, ano a ano, demonstra que pode- mos contribuir ainda mais com o Progra- ma Nacional”, afirma. Além da preocupação com a carne saudável, existe também o controle des- sas doenças para a produção de leite. No Paraná, os produtores terão de comprovar a qualidade em todo o rebanho leiteiro e apresentar a certificação de vacinação con- tra a brucelose ao fornecer o produto. Otávio Nunes Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial Assessoria de Imprensa da Agência Paulista de Tecnologia do Agronegócio (Apta) “A Custos para manter a boa saúde do rebanho são bem menores do que as perdas ocasionadas pela tuberculose e brucelose Jordão: produção brasileira é insuficiente Biológico: quinto recorde consecutivo FOTOS:FERNANDESDIASPEREIRA