SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
'Deus não vê como o homem vê,
o homem vê a aparência,
mas Deus sonda o coração”
(I Samuel 16:7)
Dubai, 26-11-2017
Por Patrícia Farias
PARTE 3ª - DAS LEIS MORAIS
CAPÍTULO I / DA LEI DIVINA OU
NATURAL
2. Origem e conhecimento da lei natural.
Questão 622 a 625
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
622. Confiou Deus a certos homens a missão de
revelarem a Sua lei?
CONHECIMENTO DA LEI NATURA
“Indubitavelmente. Em todos os tempos houve
homens que tiveram essa missão. São Espíritos
superiores, que encarnam com o fim de fazer
progredir a Humanidade.”
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
623. Os que hão pretendido instruir os homens na
lei de Deus não se têm enganado algumas vezes,
fazendo-os transviar-se por meio de falsos
princípios?
CONHECIMENTO DA LEI NATURA
“Certamente hão dado causa a que os homens se
transviassem aqueles que não eram inspirados por Deus e
que, por ambição, tomaram sobre si um encargo que lhes
não fora cometido. Todavia, como eram, afinal, homens de
gênios, mesmo entre os erros que ensinaram, grandes
verdades muitas vezes se encontram.”
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
624. Qual o caráter do verdadeiro profeta?
CONHECIMENTO DA LEI NATURA
“O verdadeiro profeta é um homem de bem,
inspirado por Deus. Podeis reconhecê-lo pelas
suas palavras e pelos seus atos. Impossível é que
Deus se sirva da boca do
mentiroso para ensinar a verdade.”
625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao
homem, para lhe servir de guia e modelo?
“Jesus.”
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a
que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo
oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que
ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque,
sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na Terra, o
Espírito Divino o animava.
Quanto aos que, pretendendo instruir o homem na lei de
Deus, o têm transviado, ensinando-lhes falsos princípios,
isso aconteceu por haverem deixado que os dominassem
sentimentos demasiado terrenos e por terem confundido as
leis que regulam as condições da vida da alma, com as que
regem a vida do corpo. Muitos hão apresentado como leis
divinas simples leis humanas estatuídas para servir às
paixões e dominar os homens. (Allan Kardec)
CONHECIMENTO DA LEI NATURA
O Sermão do Monte
Mateus - Cap 5-7
“O coletor de Cafarnaum (Levi)
aproximou-se e os saudou
transbordante de alegria,
compreendendo que o ensino do
Mestre, em toda a sua luz, abrangia o
porvir infinito do mundo.” H.C.
– Levi, meu coração se rejubila hoje
contigo, porque são também bem-
aventurados todos os que ouvem e
compreendem a palavra de
Deus!...(Jesus)GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
CONHECIMENTO DA LEI NATURA
11- O Sermão do Monte
CAPÍTULO V
BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS
INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS
23. A desgraça real - Delfina de Girardin. (Paris,
1861.)
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
Nasceu Delphine Gay em Aix-La-Chapelle em
26 de janeiro de 1804, o mesmo ano
do Codificador e desencarnou na capital
francesa em 29 de junho de 1855.
Foi poetisa que frequentou os salões de Mme
Récamier. Casou-se com Émile de
Girardin, jornalista e político francês, passando
então a ser conhecida como
sra. Émile de Girardin.
A DESGRAÇA REA
24. Toda a gente fala da desgraça, toda a gente já a sentiu e
julga conhecer-lhe o caráter múltiplo. Venho eu dizer-vos que
quase toda a gente se engana e que a desgraça real não é,
absolutamente, o que os homens, isto é, os desgraçados, o
supõem. Eles a vêem na miséria, no fogão sem lume, no credor
que ameaça, no berço de que o anjo sorridente desapareceu,
nas lágrimas, no féretro que se acompanha de cabeça
descoberta e com o coração despedaçado, na angústia da
traição, na desnudação do orgulho que desejara envolver-se em
púrpura e mal oculta a sua nudez sob os andrajos da vaidade. A
tudo isso e a muitas coisas mais se dá o nome de desgraça, na
linguagem humana. Sim, é desgraça para os que só vêem o
presente; a verdadeira desgraça, porém, está nas
consequências de um fato, mais do que no próprio fato.
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
A DESGRAÇA REA
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
“Sim, é desgraça
para os que só
vêem o
presente; a
verdadeira
desgraça,
porém, está nas
consequências
de um fato, mais
do que no
próprio fato.”
Para julgarmos de qualquer coisa, precisamos ver-lhe as
consequências. Assim, para bem apreciarmos o que, em
realidade, é ditoso ou inditoso para o homem, precisamos
transportar-nos para além desta vida, porque é lá que as
consequêcias se fazem sentir. Ora, tudo o que se chama
infelicidade, segundo as acanhadas vistas humanas, cessa com
a vida corporal e encontra a sua compensação na vida futura.
GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
A DESGRAÇA REA
Que, pois, o Espiritismo vos esclareça
e recoloque, para vós, sob verdadeiros
prismas, a verdade e o erro, tão
singularmente deformados pela vossa
cegueira! Agireis então como bravos
soldados que, longe de fugirem ao
perigo, preferem as lutas dos
combates arriscados à Paz que lhes
não pode dar glória, nem promoção!
Que importa ao soldado perder na
refrega armas, bagagens e uniforme,
desde que saia vencedor e com glória?
Que importa ao que tem fé no futuro
deixar no campo de batalha da vida a
riqueza e o manto de carne, contanto
que sua alma entre gloriosa no reino
celeste?
A DESGRAÇA REA
Primeiro domingo de cada mês, reuniões em inglês,
convide seus amigos!
Domingo, 03-12-2017 ás 8:30pm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O céu e o Inferno
O céu e o InfernoO céu e o Inferno
O céu e o Infernoigmateus
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaGraça Maciel
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioGraça Maciel
 
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a HumanidadeEspiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidadeigmateus
 
Provas e expiações
Provas e expiações  Provas e expiações
Provas e expiações Mima Badan
 
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5   diferentes categorias de mundos habitadosRoteiro 5   diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitadosBruno Cechinel Filho
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosTiburcio Santos
 
Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)
Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)
Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)Marcos Antônio Alves
 
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteEse   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteHumberto E. Hasegawa
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósRicardo Azevedo
 
O natal com jesus! ( Leonardo Pereira).
O natal com jesus! ( Leonardo Pereira). O natal com jesus! ( Leonardo Pereira).
O natal com jesus! ( Leonardo Pereira). Leonardo Pereira
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamentoLorena Dias
 

Mais procurados (20)

O céu e o Inferno
O céu e o InfernoO céu e o Inferno
O céu e o Inferno
 
Provas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riquezaProvas da pobreza e da riqueza
Provas da pobreza e da riqueza
 
O homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafioO homem de bem, grande desafio
O homem de bem, grande desafio
 
Esquecimento do passado
Esquecimento do passadoEsquecimento do passado
Esquecimento do passado
 
Palestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciênciaPalestra Espírita - A paciência
Palestra Espírita - A paciência
 
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a HumanidadeEspiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
Espiritismo - Uma Nova Era para a Humanidade
 
Provas e expiações
Provas e expiações  Provas e expiações
Provas e expiações
 
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5   diferentes categorias de mundos habitadosRoteiro 5   diferentes categorias de mundos habitados
Roteiro 5 diferentes categorias de mundos habitados
 
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitosPalestra ESE cap17 Sede perfeitos
Palestra ESE cap17 Sede perfeitos
 
Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)
Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)
Meu Reino não é deste mundo (Palestra Espírita)
 
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebesteEse   capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
Ese capítulo 26 – dar de graça o que de graça recebeste
 
O bem e mal sofrer
O bem e  mal sofrerO bem e  mal sofrer
O bem e mal sofrer
 
O Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nósO Deus de cada um de nós
O Deus de cada um de nós
 
O natal com jesus! ( Leonardo Pereira).
O natal com jesus! ( Leonardo Pereira). O natal com jesus! ( Leonardo Pereira).
O natal com jesus! ( Leonardo Pereira).
 
ReconciliaçãO Com Os AdversáRios
ReconciliaçãO Com Os AdversáRiosReconciliaçãO Com Os AdversáRios
ReconciliaçãO Com Os AdversáRios
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
Motivos de resignação
Motivos de resignaçãoMotivos de resignação
Motivos de resignação
 
Lei de causa e efeito
Lei de causa e efeitoLei de causa e efeito
Lei de causa e efeito
 
Meu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundoMeu reino não é deste mundo
Meu reino não é deste mundo
 
Flagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerrasFlagelos destruidores e guerras
Flagelos destruidores e guerras
 

Semelhante a LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24

Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25Patricia Farias
 
Da lei do progresso
Da lei do progressoDa lei do progresso
Da lei do progressoHelio Cruz
 
Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)
Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)
Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)Jorge A. Ferreira
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3Fernando Pinto
 
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24Patricia Farias
 
Da lei do progresso
Da lei do progressoDa lei do progresso
Da lei do progressoHelio Cruz
 
Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7
Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7
Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7Patricia Farias
 
D 5 Reencarnação
D 5 ReencarnaçãoD 5 Reencarnação
D 5 ReencarnaçãoJPS Junior
 
Consolação e Codificação
Consolação e CodificaçãoConsolação e Codificação
Consolação e CodificaçãoRicardo Azevedo
 
Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11
Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11
Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11Patricia Farias
 
FEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdf
FEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdfFEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdf
FEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdfgalerinhamineblox
 

Semelhante a LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24 (20)

Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
Livro dos Espíritos Q625 e ESE Cap. 5 item25
 
Da lei do progresso
Da lei do progressoDa lei do progresso
Da lei do progresso
 
D 02 Jesus
D 02   JesusD 02   Jesus
D 02 Jesus
 
Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)
Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)
Teologia da Revelação (Revelação Universal de Deus)
 
A genese revisao capitulos 1 2 3
A genese revisao capitulos 1 2  3A genese revisao capitulos 1 2  3
A genese revisao capitulos 1 2 3
 
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
Livro dos Espiritos 530 e ESE -cap4 item24
 
ESE - cap1 item 2 a 4
ESE - cap1 item 2 a 4ESE - cap1 item 2 a 4
ESE - cap1 item 2 a 4
 
Da lei do progresso
Da lei do progressoDa lei do progresso
Da lei do progresso
 
LE 808 ESE_cap10
LE 808 ESE_cap10LE 808 ESE_cap10
LE 808 ESE_cap10
 
esciritismo3.pdf
esciritismo3.pdfesciritismo3.pdf
esciritismo3.pdf
 
O que é o espiritismo
O que é o espiritismoO que é o espiritismo
O que é o espiritismo
 
Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7
Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7
Livro dos Espiritos 221 - Evangelho Cap XVI - item 7
 
D 5 Reencarnação
D 5 ReencarnaçãoD 5 Reencarnação
D 5 Reencarnação
 
leis_morais_vida
leis_morais_vidaleis_morais_vida
leis_morais_vida
 
Consolação e Codificação
Consolação e CodificaçãoConsolação e Codificação
Consolação e Codificação
 
Ano Novo 2017
Ano Novo 2017Ano Novo 2017
Ano Novo 2017
 
ESE cap1 item9
ESE cap1 item9ESE cap1 item9
ESE cap1 item9
 
Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11
Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11
Livro dos Espiritos 224 Evangelho 16; 11
 
As 3 revelações
As 3 revelaçõesAs 3 revelações
As 3 revelações
 
FEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdf
FEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdfFEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdf
FEB-ERV.Vt-Turma-7-Livro-I-Temas-3.4.4XVII-ao-XVIII.pdf
 

Mais de Patricia Farias

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxPatricia Farias
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxPatricia Farias
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaPatricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...Patricia Farias
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7Patricia Farias
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5Patricia Farias
 

Mais de Patricia Farias (20)

evangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptxevangelho_cap16_item8.pptx
evangelho_cap16_item8.pptx
 
evangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptxevangelho_cap16_item7.pptx
evangelho_cap16_item7.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptxevangelho_cap16_item4_parte3.pptx
evangelho_cap16_item4_parte3.pptx
 
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptxevangelho_cap16_item4_parte2.pptx
evangelho_cap16_item4_parte2.pptx
 
evangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptxevangelho_cap16_item4.pptx
evangelho_cap16_item4.pptx
 
evangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptxevangelho_cap16_item1.pptx
evangelho_cap16_item1.pptx
 
evangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptxevangelho_cap15_item4.pptx
evangelho_cap15_item4.pptx
 
evangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptxevangelho_cap15_item1.pptx
evangelho_cap15_item1.pptx
 
Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1Evangelho cap14 item1
Evangelho cap14 item1
 
Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7Evangelho cap14 item7
Evangelho cap14 item7
 
Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9 Evangelho Cap14 item9
Evangelho Cap14 item9
 
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da ViuvaEvangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
Evangelho Cap13 item 5 - O Obulo da Viuva
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...CAPÍTULO XIII   NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
CAPÍTULO XIII NÃO SAIBA A VOSSA MÃO ESQUERDA O QUE DÊ A VOSSA MÃO DIREITA -...
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 9
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 7
 
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
CAPÍTULO XII – AMAI AOS VOSSOS INIMIGOS - item 5
 
Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1Evangelho cap12 item1
Evangelho cap12 item1
 
Evangelho cap11 item13
Evangelho cap11 item13Evangelho cap11 item13
Evangelho cap11 item13
 
Evangelho cap11 item11
Evangelho cap11 item11Evangelho cap11 item11
Evangelho cap11 item11
 

Último

Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Priscilatrigodecamar
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 

Último (14)

Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 

LE Q.623 a 625 e ESE Cap.5 item 24

  • 1. 'Deus não vê como o homem vê, o homem vê a aparência, mas Deus sonda o coração” (I Samuel 16:7) Dubai, 26-11-2017 Por Patrícia Farias
  • 2. PARTE 3ª - DAS LEIS MORAIS CAPÍTULO I / DA LEI DIVINA OU NATURAL 2. Origem e conhecimento da lei natural. Questão 622 a 625
  • 3. GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 622. Confiou Deus a certos homens a missão de revelarem a Sua lei? CONHECIMENTO DA LEI NATURA “Indubitavelmente. Em todos os tempos houve homens que tiveram essa missão. São Espíritos superiores, que encarnam com o fim de fazer progredir a Humanidade.”
  • 4. GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 623. Os que hão pretendido instruir os homens na lei de Deus não se têm enganado algumas vezes, fazendo-os transviar-se por meio de falsos princípios? CONHECIMENTO DA LEI NATURA “Certamente hão dado causa a que os homens se transviassem aqueles que não eram inspirados por Deus e que, por ambição, tomaram sobre si um encargo que lhes não fora cometido. Todavia, como eram, afinal, homens de gênios, mesmo entre os erros que ensinaram, grandes verdades muitas vezes se encontram.”
  • 5. GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar 624. Qual o caráter do verdadeiro profeta? CONHECIMENTO DA LEI NATURA “O verdadeiro profeta é um homem de bem, inspirado por Deus. Podeis reconhecê-lo pelas suas palavras e pelos seus atos. Impossível é que Deus se sirva da boca do mentiroso para ensinar a verdade.” 625. Qual o tipo mais perfeito que Deus tem oferecido ao homem, para lhe servir de guia e modelo? “Jesus.”
  • 6. GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar Para o homem, Jesus constitui o tipo da perfeição moral a que a Humanidade pode aspirar na Terra. Deus no-lo oferece como o mais perfeito modelo e a doutrina que ensinou é a expressão mais pura da lei do Senhor, porque, sendo ele o mais puro de quantos têm aparecido na Terra, o Espírito Divino o animava. Quanto aos que, pretendendo instruir o homem na lei de Deus, o têm transviado, ensinando-lhes falsos princípios, isso aconteceu por haverem deixado que os dominassem sentimentos demasiado terrenos e por terem confundido as leis que regulam as condições da vida da alma, com as que regem a vida do corpo. Muitos hão apresentado como leis divinas simples leis humanas estatuídas para servir às paixões e dominar os homens. (Allan Kardec) CONHECIMENTO DA LEI NATURA
  • 7. O Sermão do Monte Mateus - Cap 5-7
  • 8. “O coletor de Cafarnaum (Levi) aproximou-se e os saudou transbordante de alegria, compreendendo que o ensino do Mestre, em toda a sua luz, abrangia o porvir infinito do mundo.” H.C. – Levi, meu coração se rejubila hoje contigo, porque são também bem- aventurados todos os que ouvem e compreendem a palavra de Deus!...(Jesus)GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar CONHECIMENTO DA LEI NATURA 11- O Sermão do Monte
  • 9. CAPÍTULO V BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS INSTRUÇÕES DOS ESPÍRITOS 23. A desgraça real - Delfina de Girardin. (Paris, 1861.) GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar Nasceu Delphine Gay em Aix-La-Chapelle em 26 de janeiro de 1804, o mesmo ano do Codificador e desencarnou na capital francesa em 29 de junho de 1855. Foi poetisa que frequentou os salões de Mme Récamier. Casou-se com Émile de Girardin, jornalista e político francês, passando então a ser conhecida como sra. Émile de Girardin.
  • 10. A DESGRAÇA REA 24. Toda a gente fala da desgraça, toda a gente já a sentiu e julga conhecer-lhe o caráter múltiplo. Venho eu dizer-vos que quase toda a gente se engana e que a desgraça real não é, absolutamente, o que os homens, isto é, os desgraçados, o supõem. Eles a vêem na miséria, no fogão sem lume, no credor que ameaça, no berço de que o anjo sorridente desapareceu, nas lágrimas, no féretro que se acompanha de cabeça descoberta e com o coração despedaçado, na angústia da traição, na desnudação do orgulho que desejara envolver-se em púrpura e mal oculta a sua nudez sob os andrajos da vaidade. A tudo isso e a muitas coisas mais se dá o nome de desgraça, na linguagem humana. Sim, é desgraça para os que só vêem o presente; a verdadeira desgraça, porém, está nas consequências de um fato, mais do que no próprio fato. GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar
  • 11. A DESGRAÇA REA GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar “Sim, é desgraça para os que só vêem o presente; a verdadeira desgraça, porém, está nas consequências de um fato, mais do que no próprio fato.”
  • 12. Para julgarmos de qualquer coisa, precisamos ver-lhe as consequências. Assim, para bem apreciarmos o que, em realidade, é ditoso ou inditoso para o homem, precisamos transportar-nos para além desta vida, porque é lá que as consequêcias se fazem sentir. Ora, tudo o que se chama infelicidade, segundo as acanhadas vistas humanas, cessa com a vida corporal e encontra a sua compensação na vida futura. GECD - Grupo Espírita Cristão DespertarGECD - Grupo Espírita Cristão Despertar A DESGRAÇA REA
  • 13. Que, pois, o Espiritismo vos esclareça e recoloque, para vós, sob verdadeiros prismas, a verdade e o erro, tão singularmente deformados pela vossa cegueira! Agireis então como bravos soldados que, longe de fugirem ao perigo, preferem as lutas dos combates arriscados à Paz que lhes não pode dar glória, nem promoção! Que importa ao soldado perder na refrega armas, bagagens e uniforme, desde que saia vencedor e com glória? Que importa ao que tem fé no futuro deixar no campo de batalha da vida a riqueza e o manto de carne, contanto que sua alma entre gloriosa no reino celeste? A DESGRAÇA REA
  • 14. Primeiro domingo de cada mês, reuniões em inglês, convide seus amigos! Domingo, 03-12-2017 ás 8:30pm