SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 193
DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL
ANOS INICIAIS




                        CADERNO DE PLANEJAMENTO E DIÁRIO DE CLASSE



                               PROFESSOR ALFABETIZADOR – 1º ANO




Prefeito                                           Secretária Executiva dos conselhos
Denílson Luiz Padilha                              Professora Cléia Meurer Koerich
Vice-prefeito                                                           Assistente Técnico Administrativo
João Pedro Velho                                                        Marisa Ferreira de Castro

Secretária da Educação
Professora Sandra Derli Costa de Souza

Suporte pedagógico da Educação Infantil e Assessoria                             Elaboração
Professora Mary Karley Lehmkuhl Oliveira

Suporte Pedagógico Do Ensino Fundamental                                Suporte Pedagógico de Apoio ao Ensino
Professora Rosangela Maria Baldessar                                    Claudete da Luz de Oliveira Farias

Suporte Pedagógico da Educação Infantil e Assessoria                             Colaboração
Professora Cláudia Pires Costa

Suporte Pedagógico de Projetos                                          Secretária da Educação
Professora Ana Luzia dos Santos de Liz                                  Professora Sandra Derli Costa de Souza

Suporte Pedagógico de Estatística                                       Suporte Pedagógico do N. M. Profª “Adilha Matias Faria”
Cláudia Patrícia Meurer                                                 Daysi Zibell Duarte

Suporte Pedagógico de Apoio ao Ensino                                   Supervisora Escolar da E.B.M. “Pedro Álvares Cabral”
Claudete da Luz de Oliveira Farias                                      Marisa Terezinha Hamann de Oliveira

Gerente de Recursos Humanos                                             Suporte Pedagógico da E.B.M. “ Marechal Rondon”
Patrícia Souza Valente                                                  Eliane Deboite Sabino

Suporte Pedagógico de Educação Especial                                 Supervisora Escolar da E.B.M. “ Catarina Furhmann”
Professora Cristiane Soares Zimmermann                                  Neusi Madalena Masselai

Gerente de Planejamento e Merenda Escolar                               Suporte Pedagógico da E.B.M. “Traços e Letras”
Marinez Ferreira da Costa                                               Kátia Elisiane Hebel

Suporte Pedagógico de Transporte Escolar
Professora Vera Lúcia L. Erthal

Suporte Pedagógico de Tecnologias e Informática Educacional
Professor Maykon Israel Velho da Silva


                                                              IDENTIFICAÇÃO
ESCOLA: ___________________________________________________________________________________________________________

GESTORES:_________________________________________________________________________________________________________

SECRETÁRIA:______________________________________________________________________________________________________

SUPERVISOR/SUPORTE PEDAGÓGICO:______________________________________________________________________________

PROFESSOR ( A) :___________________________________________________________________________________________________

ANO: _______________                 TURMA:_____________________              TURNO:_____________________________

TOTAL DE ALUNOS:________________

Nº DE ALUNOS DEFICENTES:____________________             TIPO DA DEFICIÊNCIA: ___________________________________




                                        Otacílio Costa, agosto de 2012
FOTO DA TURMA




CARO(A) PROFESSOR(A)
Esperamos que este caderno ajude não apenas a planejar seu dia a dia com seus alunos, mas, principalmente, a tornar este primeiro ano da
escolaridade um ano de experiências de sucesso que torne as crianças confiantes na sua capacidade de aprender e os professores seguros em suas
competências de ensinar.
        Nele, você poderá registrar o seu planejamento semanal, as informações sobre seus alunos e colocar os dados das sondagens das hipóteses
de escrita e matemática. Há também espaço para você refletir sobre suas atividades e avaliá-las.
        Embora este material seja pessoal, é muito importante que você possa compartilhar o conteúdo dele com os demais professores e com sua
supervisora ou suporte pedagógico. Para que se possa ensinar cada vez melhor, é fundamental registrar, refletir, avaliar e discutir sobre o que se
faz em sala de aula e , coletivamente, é possível avançar ainda mais.
        Ele não deve constituir-se em mais um papel a ser preenchido: espera-se que, ao final do semestre, este caderno revele alguns percursos
de aprendizagem: o seu, como professor (a), o de sua turma e de cada um de seus alunos. Mas torná-lo significativo depende sobretudo de você.




Bom trabalho!




                                               Secretaria Municipal da Educação – Otacílio Costa
                                                 Departamento de Ensino Fundamental




                                                                            A IMPORTÂNCIA DO 1º ANO
A frequência neste primeiro ano configura-se em uma transição,       relação com a realidade e o mundo social. Embora seja um processo longo,
seja para aquele aluno que entrará na escola pela primeira vez, seja para     a capacidade de conceituação.
aquele que vem da Educação Infantil. Em qualquer um dos casos, é
necessário assegurar-lhes o direito à infância, pois os alunos não deixarão            Já aparece nesta fase, permitindo que a criança estabeleça relações
de ser crianças pelo simples fato de estarem regularmente matriculados no     e generalizações. Há um desenvolvimento acentuado de habilidades, como
Ensino Fundamental. A criança do 1º ano deve ter garantido seu direito à      a atenção e a memória, que se tornam mais conscientes e intencionais. A
educação em ambiente próprio e com rotinas adequadas que possibilitem a       curiosidade e a necessidade de saber sobre e compreender o mundo são
construção de conhecimentos, considerando as características de sua faixa     visíveis, ainda que as associações e as relações sejam regidas por critérios
etária, integrando o cuidar e o educar. Cuidar e educar são princípios        subjetivos. Essa forma de pensar, no entanto, confere originalidade e
básicos da educação nesta faixa etária.                                       poesia ao pensamento infantil, como vemos no exemplo abaixo.

        Cabe ressaltar que a ampliação do Ensino Fundamental visa dar                  Uma menina já próxima aos seis anos respondeu, assim, à seguinte
continuidade ao trabalho desenvolvido nas escolas de Educação Infantil,       pergunta:
ou garantir àqueles que nunca frequentaram a escola um início de              “Por que a Lua não cai em cima da Terra?”
escolaridade tranquilo e promissor. A unidade escolar deverá, então,          – A Lua... né... ela já foi impedida várias vezes... é... com o Sol. Aí a Lua
assegurar um trabalho pedagógico que envolva experiências em diferentes       fica mais alta que o Sol pra poder os dois não brigar. Porque... é... a Lua já
linguagens e suas expressões, buscando uma metodologia que favoreça o         tinha nascido antes do Sol... aí começou uma briga de quem era mais
desenvolvimento social, afetivo e cognitivo dessas crianças.                  velho... daí por isso que a Lua foi pra cima.
                                                                              – E como é que ela foi impedida?
        Nesta perspectiva, a ampliação do Ensino Fundamental assegura         – Impedida por a mãe do Sol... falou que ele era mais velho e aí a mãe do
às crianças um período maior para as aprendizagens próprias desta fase,       Sol arrastou muitas vezes a Lua, né... aí a Lua se machucou e não pode
inclusive da alfabetização, permitindo que elas avancem para os anos          mais andar... aí ela ficou lá no mesmo lugar.
seguintes de forma segura e confiante em relação aos seus processos de
construção de conhecimento.                                                           A consideração desse modo peculiar de pensar o mundo, quando
                                                                              incorporada pelos educadores, possibilita conhecer a criança, planejar
A criança e suas especificidades                                              atividades significativas, propiciar uma produção infantil rica e
                                                                              original e ampliar seus conhecimentos.
        A criança dessa faixa etária possui um grande repertório de
conhecimentos construídos a partir das experiências cotidianas que
vivenciou. Pode estabelecer novos e diferentes vínculos afetivos e se         A ação do professor
interessa cada vez mais pelas atividades em grupo, o que amplia suas
habilidades sociais.                                                                 Considerar as crianças como seres únicos, provenientes de
        A capacidade de simbolização está bem estabelecida nesta fase, e      diferentes famílias, com necessidades e jeitos próprios de se
se manifesta por meio da linguagem, da imaginação, da imitação e da           desenvolver e aprender pressupõe um profissional flexível,
brincadeira em situações diversas. A criança faz uso de um repertório cada    observador, capaz de ter empatia com os alunos e suas famílias, além
vez mais rico de símbolos, signos, imagens e conceitos para mediar sua        dos conhecimentos didáticos imprescindíveis a uma boa atuação
pedagógica. Conforme Zabalza: “O peso do componente das                 Organização da rotina e as modalidades
relações [pessoais] é muito forte. As relações constituem,
provavelmente, o recurso fundamental na hora de trabalhar com           organizativas do tempo didático
crianças pequenas”. (1998, p. 27).
        Essas crianças, tendo frequentado ou não a Educação Infantil,           Considerando que não é indicado atuar com as crianças desta
chegarão ao 1º ano com uma bagagem de conhecimentos sobre a             faixa etária em aulas estanques de 45 minutos com alguns poucos
qual o professor terá que se debruçar para, a partir daí, basear suas   minutos de recreio, será necessário organizar uma rotina mais
ações pedagógicas. Considerar a criança dessa faixa etária              flexível.
competente e capaz é requisito fundamental para uma ação educativa              Incorporando a nomenclatura do RCNEI, sugere-se que o
de qualidade.                                                           tempo escolar para o 1º ano seja intencionalmente planejado para
        O papel de mediador das aprendizagens, das interações e dos     proporcionar os cuidados de higiene cotidianos, as brincadeiras e as
cuidados de si, do outro e do ambiente poderá exigir do professor       situações de aprendizagem orientadas.
novas competências e habilidades. O desafio de possibilitar                   Os eventos da rotina podem se organizar em:
aprendizagens desafiantes, enquanto a criança desenvolve                      • atividades permanentes (por exemplo: brincadeiras no
autoconfiança em suas capacidades e relações positivas com seus                   espaço interno, no externo, cantos de atividades
pares e os adultos, implica um professor conhecedor do                            diversificadas, ateliês de artes visuais, roda de leitura etc.);
desenvolvimento e das aprendizagens infantis. E, principalmente, de           • sequência de atividades “planejadas e orientadas com o
um educador que aposta nas crianças e confia em suas capacidades.                 objetivo de promover uma aprendizagem específica e
        Outro aspecto importante dessa atuação profissional é a                   definida. São sequenciadas com a intenção de oferecer
inclusão das famílias como parceiras da ação educativa, o que                     desafios com graus diferentes de complexidade para que as
significa ir além de respeitar a diversidade, pressupõe, acima de                 crianças possam ir paulatinamente resolvendo problemas a partir
tudo, considerá-las competentes e interlocutoras em diferentes                    das diferentes proposições”. (RCNEI)
situações de aprendizagem propostas para as crianças. Segundo o               De acordo com a Proposta Pedagógica para a Educação Infantil
RCNEI, “a valorização e o conhecimento das características étnicas      de Otacílio Costa “ o professor não deve preparar o contexto (espaço e
e culturais dos diferentes grupos sociais que compõem a nossa           tempo) de qualquer forma e, sim, para o desenvolvimento e os interesses
sociedade, e a crítica às relações sociais discriminatórias e           das crianças. Para isso, precisa organizar também o tempo de tal forma que
                                                                        permita experimentação diversificada com os objetos, as situações e os
excludentes, indicam que novos caminhos devem ser trilhados na
                                                                        acontecimentos.”
relação entre as instituições de Educação Infantil e as famílias”.              Outra modalidade de organização do tempo didático que tem
        Esses novos desafios ao papel do professor demonstram a         especial interesse para crianças de 6 anos são os projetos didáticos, que se
importância da reflexão sobre a prática pedagógica por meio dos         caracterizam por serem conjuntos de atividades envolvendo uma ou mais
instrumentos metodológicos, tais como: a observação atenta, o           linguagens e possuem um produto final que será socializado para um
registro sistemático, o planejamento coletivo e a autoavaliação         público externo à sala de aula. Em geral, possuem duração de várias
efetuada por todos da equipe escolar relativa à qualidade educativa     semanas.
oferecida aos alunos.
Os cantos de atividades diversificadas                                         organiza a sala em cantos, de forma que as crianças possam percorrer o
                                                                               espaço, tomar conhecimento das ofertas e decidir por uma delas para
         A introdução da proposta de cantos de atividades diversificadas, na   começar, podendo ainda desenvolver outras propostas, durante o tempo
qual as crianças em um determinado período do dia podem escolher entre         previsto para a atividade. As crianças podem ajudar o professor a organizar
os cantos de livros e o de jogo simbólico e de artes visuais, por exemplo,     a sala em cantos, mas isso não o libera de tomar decisões de caráter
pode colaborar para uma rotina mais apropriada à faixa etária atendida.        didático, tais como:
         Com essa modalidade de organização as crianças podem vivenciar             • diversificar propostas a cada dia a fim de que as crianças tenham
diferentes situações de aprendizagem, escolhendo, exercitando a                          maiores possibilidades de escolha;
autonomia e buscando conhecer as próprias necessidades, preferências e              • manter algumas propostas durante um tempo a fim de que as
desejos ligados à construção de conhecimento e relacionamento                            crianças aprofundem conhecimentos e se apropriem dos
interpessoal. É importante que esse tipo de organização favoreça o acesso                conteúdos apresentados;
aos mais variados bens culturais, como os proporcionados pela produção              • decidir possíveis agrupamentos entre as crianças, em uma ou
literária, informativa e comunicativa, pela produção artística e pelo                    outra ocasião, quando perceber que alguém precisa de ajuda e, por
conhecimento acumulado sobre a natureza e sociedade.                                     outro lado, reconhecer que pode ajudar;
         Essa proposta tem função decisiva na formação pessoal e social e           • organizar o espaço em função do que espera que as crianças
na construção da autonomia da criança, uma vez que prescinde de um                       desempenhem: um canto mais aconchegante e acolhedor para
controle direto do professor. Por outro lado, permite que ele observe mais               atividades que exigem maior concentração, um outro mais aberto
atentamente os problemas enfrentados pelas crianças, suas dificuldades,                  e livre para atividades que pressupõem maior movimentação,
aprendizagens, gostos e interesses, o que muito o auxiliará no                           como alguns jogos;
replanejamento pedagógico.                                                          • disponibilizar materiais de apoio e suporte para as atividades das
                                                                                         crianças, por exemplo, facilitando o acesso aos materiais para
Os cantos devem possibilitar:                                                            quem está no canto de pintura, à lousa e ao giz para quem vai
                                                                                         fazer placares, registros de jogos etc.;
    •   participação em situações de brincadeiras e jogos nas quais se              • fazer intervenções ajustadas às possibilidades e necessidades das
        pode escolher parceiros, materiais, brinquedos etc.;                             crianças.
    •   participação em situações que envolvam a combinação de
        algumas regras de convivência em grupo e aquelas referentes ao         Reorganização do espaço físico
        uso dos materiais e do espaço;
    •   valorização do diálogo como forma de lidar com os conflitos;                    O espaço organizado de maneira flexível e desafiante é
    •   valorização dos cuidados com os materiais de uso individual e          considerado por estudiosos como um segundo educador na educação das
        coletivo.                                                              crianças no início da escolaridade.
                                                                                        O que fazer então quando há um prédio escolar pronto que não é
Organizando os cantos de atividades diversificadas                             adequado ao funcionamento de uma proposta que amplie as competências
                                                                               infantis em vez de as limitar? Se a equipe tem uma proposta que realmente
     O professor programa diferentes propostas – jogos de construção,          está bem construída em direção à autonomia e expressão da criança, fazer
jogos de regras, faz-de-conta, desenho, leitura de livros e gibis etc. – e     as adaptações necessárias não é tão difícil. Modificar a organização da sala
para incluir, por exemplo, cantos de atividades diversificadas não é tão         •   Atividades envolvendo a escrita de próprio punho pelos alunos
difícil quando há boa vontade de todos os envolvidos. Descobrir outros               (escrita de listas, títulos, legendas e outros textos previamente
usos para área externa, para refeitórios, enfim, se há uma proposta                  combinados ou pequenos textos memorizados): propor atividades
educativa coesa, bem fundamentada, é possível, mesmo com os prédios                  em que os alunos escrevam de acordo com suas hipóteses de
existentes, construir novos ambientes.                                               escrita é fundamental para que possam refletir sobre o sistema
         Acrescenta-se, ainda, a acessibilidade aos materiais, de maneira            alfabético. Pela troca de informações com os colegas e contando
que as crianças tenham autonomia no uso, além de cuidados de                         com intervenções do professor, tais propostas favorecem os
conservação e substituição regular.                                                  avanços na compreensão desse sistema.
                                                                                 •   Atividades envolvendo a leitura dos alunos (localizar palavras em
A rotina do primeiro ano e as atividades para                                        listas, acompanhar a leitura de textos que se conhece de
                                                                                     memória): nessas atividades de leitura, os alunos serão desafiados
ampliar os conhecimentos sobre a linguagem                                           a localizar palavras ou acompanhar a leitura de textos conhecidos
escrita                                                                              de memória, procurando fazer a correspondência entre o que está
                                                                                     escrito e o que dizem em voz alta enquanto recitam. Tais
        Nas classes de 1º ano, é importante que a rotina semanal contemple           atividades permitem que as crianças se utilizem do conhecimento
atividades que favoreçam a aprendizagem de diferentes conteúdos: aqueles             sobre as letras para antecipar o que pode estar escrito em cada
que contribuem para o avanço no conhecimento dos alunos sobre a                      parte do texto e verificar se tais antecipações são pertinentes. São
linguagem escrita e aqueles voltados à reflexão sobre o sistema de escrita.          importantes para ampliar conhecimentos sobre o sistema de
                                                                                     escrita, bem como favorecer que aprendam a ler, sem ter de
     É interessante que, em sua rotina semanal, você reserve momentos                decodificar letra por letra.
para as seguintes atividades:                                                    •   Atividades de produção de textos a partir do ditado para o
                                                                                     professor: é interessante que os alunos, mesmo antes de
    •   Leitura de contos pelo professor: para aproximar as crianças do              dominarem o sistema de escrita alfabético, sejam desafiados a
        universo literário, organize todos os dias momentos em que você              produzir textos completos, que cumpram diferentes funções
        escolhe um livro para ler para seus alunos.                                  sociais. Ao propor que os alunos ditem um texto para que você o
    •   Atividades envolvendo nomes dos alunos: nessas atividades os                 escreva, os alunos compartilham conhecimentos sobre a
        alunos serão desafiados a ler e escrever seus nomes ou dos                   organização dos diferentes gêneros textuais e, além disso,
        colegas da classe. Saber reconhecer os nomes é importante, pois              aprendem importantes procedimentos relacionados à composição
        tais palavras servirão como modelo para apoiar a escrita de outras           de textos, tais como planejar previamente o que se quer escrever e
        palavras.                                                                    revisar aquilo que já foi escrito para tornar seu texto melhor.




                                                                              Fazer matemática na escola
As atividades de matemática devem ser            organizadas    qual os problemas sejam resolvidos e as ideias sejam discutidas e
considerando que o conhecimento matemático está na origem de            retomadas para se atingir um novo grau de conhecimento.
nossa cultura e resulta da preocupação do ser humano em resolver
problemas em seu dia-a-dia. E essa preocupação é que impulsiona o                             A SONDAGEM
desenvolvimento humano, pois a busca de soluções faz revisar
concepções, modificar velhas ideias, inventar procedimentos e
                                                                        Das hipóteses de escrita
elaborar novos conhecimentos. A matemática faz parte da vida de
todos nós, está em tudo que o ser humano desenvolve. Por isso
                                                                                A sondagem é um dos recursos de que o professor dispõe
precisa ser trabalhada nessa etapa da escolarização como
                                                                        para conhecer as hipóteses que os alunos ainda não-alfabetizados
instrumento de leitura, interpretação e análise dos problemas que as
                                                                        possuem sobre a escrita alfabética e o sistema de escrita de forma
crianças enfrentam em seu cotidiano.
                                                                        geral. Além disso, oferece às crianças a oportunidade de refletir
    Nesse sentido, ajudar o aluno a aprender matemática significa
                                                                        sobre o que escrevem, com a ajuda do professor. A realização
organizar situações didáticas que contribuam efetivamente para que
                                                                        periódica de sondagens com os alunos que ainda não sabem ler e
ele se envolva em atividades intelectuais que lhe permitam:
                                                                        escrever fornece informações preciosas para o planejamento das
    • Pôr em jogo os conhecimentos que já tem.
                                                                        atividades específicas de aprendizagem do sistema de escrita. E
    • Buscar caminhos, sem medo de errar.                               contribui para que você possa definir as parcerias mais eficientes
    • Decidir sobre o que fazer, notando que o que sabe não é           para o trabalho em duplas e em grupos e propor boas intervenções
        suficiente.                                                     durante as atividades.
    • Modificar, enriquecer, flexibilizar o que sabe, permitindo                Mas, o que é uma sondagem? É uma situação de avaliação
        mudar de opinião no confronto com diferentes ideias.            numa atividade de escrita que, em um primeiro momento, envolve a
    • Escutar para entender e questionar as escolhas feitas, as         produção espontânea pelos alunos de uma lista de palavras, sem
        ideias lançadas.                                                consultar fontes escritas. Pode ainda incluir a escrita de frases
    • Considerar as respostas e os caminhos apontados pelos             simples. Trata-se de uma situação de escrita na qual o aluno precisa,
        colegas e professores sem deixar de questioná-los e             necessariamente, ler o que escreveu – para o professor poder
        confrontá-los com os seus.                                      observar se está estabelecendo relações entre o que escreveu e o que
    • Formular argumentos que possam ser validados ou refutados.        ele lê em voz alta, ou seja, entre a fala e a escrita. Sugerimos que
    • Comparar suas produções escritas com as dos colegas.              você realize sondagens logo no início do ano com todos os alunos; e
    • Modificar ou ampliar suas conclusões, comunicando-as de           repita a atividade a intervalos de um mês apenas com aqueles que
        diferentes formas.                                              não estiverem escrevendo alfabeticamente. Para fazer uma avaliação
                                                                        mais global das aprendizagens de sua turma, convém recorrer a
    Ensinar, nesse sentido, é poder interpretar, analisar, discutir e   outros instrumentos – que incluem a observação diária dos alunos. A
ajudar todos os alunos a constituir uma comunidade investigativa na     atividade de sondagem representa uma espécie de retrato do
                                                                        processo do aluno naquele momento. Mas esse processo é dinâmico
e, na maioria das vezes, evolui rapidamente – é possível que uns                                  GEMAS
poucos dias depois da sondagem muitos alunos já tenham avançado                                     SAL
ainda mais.                                                                                  MAMÃE USA FARINHA

Vamos ver agora alguns critérios para definir as palavras que farão    Veja algumas dicas para encaminhar a sondagem:
parte das atividades de sondagem deste semestre. São eles:
                                                                           •   Faça as sondagens no início das aulas e, depois, a cada mês
   •   As palavras devem fazer parte do vocabulário cotidiano dos              apenas com os alunos que não estiverem alfabetizados.
       alunos, mesmo que eles ainda não tenham tido a                      •   Ofereça papel sem pauta para as crianças escreverem, pois
       oportunidade de refletir sobre a representação escrita delas.           assim será possível observar o alinhamento e a direção da
       Mas não devem ser palavras cuja escrita eles tenham                     escrita.
       memorizado.                                                         •   Se possível, faça a sondagem com poucos alunos por vez,
   •   A lista deve contemplar palavras com número variável de                 enquanto o restante da turma se ocupa com outras atividades
       letras, abrangendo palavras monossílabas, dissílabas etc.               que não solicitem tanto sua presença (a cópia de uma
   •   O ditado deve ser iniciado pela palavra polissílaba, depois a           cantiga, a produção de um desenho etc.). Se necessário,
       trissílaba, a dissílaba e, por último, a monossílaba. Esse              peça ajuda ao gestor, ao coordenador pedagógico ou a outra
       cuidado deve ser tomado porque, se houver crianças que                  pessoa que possa lhe dar esse suporte.
       escrevem segundo a hipótese do número mínimo de letras,             •   Dite normalmente as palavras e a frase, sem silabar.
       elas poderão se recusar a escrever, de início, uma palavra          •   Observe as reações dos alunos enquanto escrevem. Anote o
       monossílaba.                                                            que falarem em voz alta, sobretudo o que eles pronunciarem
   •   Evite palavras que repitam as vogais, pois isso também pode             de forma espontânea (não obrigue ninguém a falar).
       fazer alguns alunos entrarem em conflito – por causa da             •   Quando terminarem, peça-lhes para ler o que escreveram.
       hipótese da variedade – e se recusarem a escrever.                      Anote o que observar durante a leitura: se apontam com o
   •   Em continuação ao ditado das palavras, escolha uma frase                dedo cada uma das letras, se associam o que falam à escrita
       que envolva pelo menos uma das palavras da lista. Procure               etc.
       observar se os alunos a escrevem de forma semelhante, ou            •   Faça um registro da relação entre a leitura e a escrita. Por
       seja, se a escrita dessa palavra permanece estável mesmo no             exemplo, o aluno escreveu K B O e associou cada uma das
       contexto de uma frase.                                                  sílabas dessa palavra a uma das letras que escreveu.
                                                                               Registre:
   EXEMPLO: uma lista de ingredientes para fazer bolinho de                                          K B O
   mandioca:                                                                                    (FA) (RI) (NHA)
                       MANDIOCA
                         FARINHA
•   Pode acontecer que, para FARINHA, outro aluno registre           como uma estratégia para a realização das intermediações criadas
        BNTAGYTIOAMU (ou seja, utilize muitas e variadas                 pelo homem, entre sociedade e natureza.
        letras, sem que seu critério de escolha dessas letras tenha
        alguma relação com a palavra falada). Nesse caso, se ele ler
        sem se deter em cada uma das letras, anote o sentido que ele     Pauta de observação
        usou nessa leitura. Por exemplo: BNTAGYTIOAMU
                                                                                As informações contidas na Pauta de observação 1 –
OBSERVAÇÃO: Dicas e sugestões de atividades de acordo com                Números naturais e sistema de numeração decimal / na Pauta de
cada hipótese da escrita na PROPOSTA PEDAGÓGICA DO                       observação 2a – Operações de adição e subtração e Geometria /
ENSINO FUNDAMENTAL - ANEXO 1 - SUBSÍDIOS PARA A                          na Pauta de observação 2b – Tratamento de informações e
ALFABETIZAÇÃO                                                            Grandezas e medidas, serão de suma importância para o professor
                                                                         porque é com base nelas que poderá desenvolver os principais
                                                                         mecanismos com os quais controlará, com autonomia, seu processo
              DAS IDEIAS MATEMÁTICAS                                     de trabalho. “Sabendo o que os estudantes já sabem”, terá uma
                                                                         referência segura para elaborar seu planejamento pedagógico e
        O processo de ensino-aprendizagem da matemática deve             estabelecer metas a serem atingidas, selecionar e criar atividades
acontecer nos alunos dos Anos Iniciais da Educação Básica com            pertinentes aos níveis de conhecimento das crianças e estabelecer
significação. Porque é importante que os alunos construam o              formas de trabalho adequadas para turmas heterogêneas.
pensamento lógico-matemático de forma organizada. Fazendo                       Os professores alfabetizadores contarão com um instrumental
relação do que eles conhecem do seu convívio sócio-cultural com o        valioso para identificar, de forma sistemática, as dificuldades dos
que a escola ensina, além de fornecer elementos básicos para a           educandos, instrumental que possibilitará a reorientação do que
participação desses alunos para a vida em sociedade. Hoje, entende-      ensinar e de como ensinar.
se que uma educação de qualidade só é alcançada pelo aluno se o
professor levá-lo a refletir sobre situações que o rodeia no mundo           •   Com as informações registradas nas três pautas de
real, na busca de fazer com que esse aluno vislumbre a                           observação você pode elaborar gráficos sobre o
aprendizagem seja matemática ou não fazendo relações. No âmbito                  conhecimento dos alunos e acompanhar seus progressos ao
escolar, a educação da matemática é vista como uma linguagem                     longo do ano.
capaz de traduzir a realidade e estabelecer suas diferenças. Na escola       •   Ao final do semestre, comparando as informações dos três
a criança deve envolver-se com atividades matemáticas que a                      gráficos e as que você recolher nas atividades de produção e
educam nas quais ao manipulá-las ele construa a aprendizagem de                  interpretação de números, será possível avaliar com maior
forma significativa, pois o conhecimento matemático se manifesta                 precisão os avanços dos alunos na compreensão do
                                                                                 funcionamento do sistema de numeração decimal.
Essas atividades podem ter a seguinte distribuição em sua rotina semanal:
                                                                    ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL
LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA
                                                                                                                2ª Feira               3ª feira              4ª feira             5ª-feira             6ª Feira
LINGUAGEM ESCRITA
NATUREZA E SOCIEDADE
LINGUAGEM MATEMÁTICA
Roda da conversa
Interação
                                                                                                                   X                      X                     X                    X                    X
Ler diariamente para o aluno
Leitura de imagens, interpretação de texto lido pela professora.
Linguagem oral/literária
Produção de texto oral sobre assunto discutido em sala em que o professor é o escriba
Propiciar momentos de leitura pelo aluno em dias alternados (mesmo que ele não saiba ler),                         X                                            X                                         X
através da disponibilidade de livros infantis, jornais, revistas, textos científicos, parlendas, músicas
infantis, poesias, trava línguas, alfabeto, calendário, aniversariantes, nome dos colegas da turma,


Atividades em pequenos grupos e/ou grandes grupos
Natureza e sociedade
Cantinhos variados onde a criança possa escolher estruturada pelo professor
                                                                                                                   X                      X                     X                    X                    X
(Brincadeiras, jogos, cantigas atividades de concentração)
Fazer registros utilizando a escrita, como a produção de listas de nomes de colegas, de frutas,
brinquedos, animais com letras móveis ou lápis e papel.

Linguagem matemática
                                                                                                                   X                      X                     X                    X                    X
Resolver situações problemas através de materiais concretos

Uso da Informática/ biblioteca
                                                                                                                   X                      X                     X                    X                    X
Jogos alfabetizadores
Pequenos vídeos ou filmes que ensinam
Novidade ou história
                                                                                                                   X                                            X                                         X
Fazer cronograma com os alunos: cada dia um
Atividade em grandes grupos
Estruturada pelo professor                                                                                         X                      X                     X                    X                    X
(Brincadeiras, jogos, cantigas atividades de concentração).
Lanche                                                                                                                           Contar uma história    Um aluno conta uma    Professor ler uma    Fazer um jogo de
                                                                                                                 Cantar
Organizar material                                                                                                                  ou parlenda              novidade              notícia           concentração
Momentos ativos
Brincadeiras, atividades criativas e jogos
(Jogos com regras)
(parque brincadeiras e jogos motores).                                                                             X                      X                     X                    X                    X
Cantar.
Declamar poesias já conhecidas.

                                                                                                                                 Contar uma história/                         Professor ler uma    Fazer um jogo de
Preparação para a saída                                                                                    Cantar ou ouvir uma                           Um aluno contar
                                                                                                                                       poema/                                notícia ou comentar     concentração
Organizar o material e a mochila                                                                                 cantiga                                  uma novidade
                                                                                                                                      parlenda                                uma cena da TV
ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL
LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA
                                                         2ª Feira       3ª feira   4ª feira    5ª-feira   6ª Feira
LINGUAGEM ESCRITA
NATUREZA E SOCIEDADE
LINGUAGEM MATEMÁTICA
                                              DADOS SOBRE OS ALUNOS
                                                                                       OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE
Nº                     NOME              ANIVERSÁRIO                  NOME DOS             OS ALUNOS (SAÚDE, DADOS
                                                                    RESPONSÁVEIS               FAMILIARES,ETC)
ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL
LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA
                                                         2ª Feira       3ª feira   4ª feira    5ª-feira   6ª Feira
LINGUAGEM ESCRITA
NATUREZA E SOCIEDADE
LINGUAGEM MATEMÁTICA




                                              DADOS SOBRE OS ALUNOS
                                                                                       OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE
Nº                     NOME              ANIVERSÁRIO                  NOME DOS             OS ALUNOS (SAÚDE, DADOS
                                                                    RESPONSÁVEIS               FAMILIARES,ETC)
ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL
                   LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA
                                                                                             2ª Feira   3ª feira       4ª feira   5ª-feira   6ª Feira
                   LINGUAGEM ESCRITA
                   NATUREZA E SOCIEDADE
                   LINGUAGEM MATEMÁTICA




                       DIÁRIO DE FREQUÊNCIA – 3º BIMESTRE ( UTILIZE O C PARA COMPARECIMENTO E O F PARA FALTAS)
    No. DE ORDEM




                                                   No. DE ORDEM




                                                                                                                                                        FALTAS
                                                                            MESES                         FREQUÊNCIA DIÁRIA


                             NOME DOS ALUNOS




1                                              1
2                                              2
3                                              3
4                                              4
5                                              5
6                                              6
7                                              7
8                                              8
9                                              9
10                                             10
11                                 11
12                                 12
13                                 13
14                                 14
15                                 15
16                                 16
17                                 17
18                                 18
19                                 19
20                                 20
21                                 21
22                                 22
23                                 23
24                                 24
25                                 25
26                                 26
27                                 27
28                                 28
29                                 29
30                                 30
31                                 31
32                                 32
33                                 33
34                                 34
35                                 35
36                                 36
37                                 37
38                                 38
39                                 39
40                                 40

     Dias Letivos:___ Nº de aulas semanais:___ Nº aulas previstas: ___ Nº de aulas dadas:___ Nº de faltas do Professor:___
PLANO ANUAL – PROPOSTA PEDAGÓGICA



                                                        Língua Portuguesa – Anual


Discriminação auditiva e visual (leitura de imagens)
Expressão oral e escrita
  Alfabeto e tipos de letras (traçado correto das letras, cursiva e script, maiúsculo e minúsculo, vogais e consoantes)
  Leitura
  Interpretação
  Vocabulário
  Ortografia e Pontuação Contextualizada
   Sílabas, palavras e frases
  Usos de sinais, símbolos, emblemas, logomarca
  Diferenças entre escrita e desenho
  Diferenças entre números e letras
Produção de diferentes gêneros textuais com ênfase à escrita espontânea

      Gêneros Textuais
        Da ordem do narrar: contos/ histórias infantis, narrativa de aventura
        Da ordem do relatar: reportagem, autobiografia, relato histórico
        Da ordem do argumentar: palestra, discurso de defesa, discurso de acusação, texto de opinião
        Da ordem do expor: exposição oral, entrevista, texto explicativo, relatório científico
        Da ordem do descrever ações: instruções de montagem
        Poesia: várias formas




                                                                      III Bimestre


     História                     Ciências                           Matemática                            Geografia         Ensino Religioso

Minha família          Ciclo da água na natureza          Cálculos de quantidades                 A casa                 Mitos de criação da natureza

Pessoas que compõem Cuidados com o ar, a água e o         Contagem um a um até 49                 Partes da casa         Eu e a natureza
a família           solo
                                                          Adição e subtração até 49 sem reserva   Planta baixa da casa   Viver em harmonia
Vida Familiar e                                           e sem agrupamento
Social
                                                          Noção de multiplicação como
Datas comemorativas                                       adição de quantidades iguais
Medidas de tempo (relógio- hora
                  cheia)

                  Tratamento de informações

                  Geometria




                       HORÁRIO DAS AULAS


SEGUNDA   TERÇA   QUARTA                        QUINTA   SEXTA

1ª        1ª      1ª                            1ª       1ª


2ª        2ª      2ª                            2ª       2ª


3ª        3ª      3ª                            3ª       3ª


4ª        4ª      4ª                            4ª       4ª
5ª                        5ª                 5ª                    5ª                 5ª




              QUADRO PARA PROGRAMAÇÃO DO TRABALHO COM DIFERENTES GÊNEROS TEXTUAIS

     GÊNEROS                   PRÉ                    1º ANO            2º ANO                  3º ANO
     Conto de fada       OL    L   PO       OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
Conto de assombração     OL    L   PO       OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
  Conto de aventura      OL    L   PO       OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
        Fábula           OL    L   PO       OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
        Lenda            OL    L   PO       OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
         Mito            OL    L   PO       OL    L      PO        OL   L    PO            OL   L    PO   E
História em quadrinhos   OL    L   PO       OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
       Crônica           OL    L   PO       OL    L      PO        OL   L    PO            OL   L    PO
    Texto de teatro      OL    L   PO       OL    L      PO        OL   L    PO            OL   L    PO   E
       Resenha           OL    L   PO       OL    L      PO        OL   L    PO            OL   L    PO
        Poema            OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
    Letra de música      OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
       Parlenda          OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
       Adivinha          OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
     Trava-língua        OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
         Piada           OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
  Regra de instrução     OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
        Receita          OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
         Lista           OL    L   PO   E   OL    L      PO    E   OL   L    PO   E        OL   L    PO   E
Bilhete                     OL      L       PO          E         OL      L   PO         E           OL          L       PO     E        OL       L        PO      E
       Carta                       OL      L       PO          E         OL      L   PO         E           OL          L       PO     E        OL       L        PO      E
       Diário                      OL      L       PO                    OL      L   PO         E           OL          L       PO     E        OL       L        PO      E
   Texto expositivo                OL      L       PO                    OL      L   PO         E           OL          L       PO     E        OL       L        PO      E
    Reportagem                     OL      L                             OL      L   PO         E           OL          L       PO     E        OL       L        PO      E
       Notícia                     OL      L       PO                    OL      L   PO                     OL          L       PO     E        OL       L        PO      E
      Biografia                    OL      L                             OL      L   PO                     OL          L       PO              OL       L        PO
    Propaganda                     OL      L       PO                    OL      L   PO         E           OL          L       PO     E        OL       L        PO      E


    Legenda: OL = Ouvir a leitura / L = Ler / PO = Produzir oralmente / E = Escrever
    Lembre-se de servir de escriba para as produções textuais, pois as crianças do Pré, Primeiro ano e segundo ano, poderão não possuir autonomia para a produção
    individual.



                                                                   TIPOLOGIAS E GÊNEROS TEXTUAIS
 ASPECTOS TIPOLÓGICOS                                                                          ASPECTOS TIPOLÓGICOS
 Domínios sociais de comunicação        EXEMPLOS DE GÊNEROS ORAIS E ESCRITOS                   Domínios sociais de comunicação        EXEMPLOS DE GÊNEROS ORAIS E ESCRITOS
  Capacidade de linguagem                                                                   Capacidade de linguagem dominante
          dominante
                                           •   CANÇÕES
                                           •   CONTO MARAVILHOSO
                                           •   CONTO DE FADAS                                                                              •   TEXTO EXPOSITIVO(LIVRO DIDÁTICO)
                                           •   FÁBULA
                                           •   LENDA                                                                                       •   EXPOSIÇÃO ORAL
            NARRAR                         •   NARRATIVA DE AVENTURAS                                       EXPOR                          •   SEMINÁRIO
                                           •   NARRATIVA DE FICCÇÃO CIENTÍFICA
     Cultura literária ficcional                                                               Transmissão e construção de saberes         •   CONFERÊNCIA
                                           •   NARRATIVA DE ENIGMAS
  Mimeses da ação através da               •   NARRATIVA MÍTICA                           Apresentação textual de diferentes formas        •   COMUNICAÇÃO ORAL
criação da intriga no domínio da           •   SKETCH OU HISTÓRIA ENGRAÇADA                              dos saberes                       •   PALESTRA
                                           •   HISTÓRIA EM QUADRINHOS
           verossímil                      •   TRAVA-LÍNGUA                                                                                •   ENTREVISTA DE ESPECIALISTA
                                           •   FOLHETOS DE CORDEL                                                                          •   VERBETE
                                           •   BIOGRAFIA ROMANCEADA
                                                                                                                                           •   ARTIGO ENCICLOPÉDICO
                                           •   ROMANCE
                                           •   ROMANCE HISTÓRICO                                                                           •   TEXTO EXPLICATIVO
                                           •   NOVELA FANTÁSTICA                                                                           •   TOMADA DE NOTAS
                                           •   CONTO
                                           •   CRÔNICA LITERÁRIA
                                                                                                                                           •   RESUMO DE TEXTOS EXPOSITIVOS E
                                           •   ADIVINHA                                                                                        EXPLICATIVOS
                                           •   PIADA
                                                                                                                                           •   RESENHA
                                           •   TEXTOS TEATRAIS
                                           •   POEMAS / PARLENDAS                                                                          •   RELATÓRIO CIENTIFÍCO
                                                                                                                                           •   RELATÓRIO ORAL DE EXPERIÊNCIA



                                           •   RELATO DE EXPERIÊNCIA VIVIDA
                                           •   RELATO DE VIAGEM
                                           •   DIÁRIO ÍNTIMO                                        DESCREVER AÇÕES                        •   INSTRUÇÕES DE MONTAGEM
                                           •   TESTEMUNHO
                                           •   ANEDOTA OU CAUSO
                                                                                                     Instruções e prescrições              •   RECEITA
RELATAR                     •       AUTOBIOGRAFIA                         Regulação mútua de comportamentos          •   REGULAMENTO
                                       •       CURRICULUM VITAE
Documentação e memorização das ações   •       NOTÍCIA                                                                          •   REGRAS DE JOGO
             humanas                   •       REPORTAGEM                                                                       •   INSTRUÇÕES DE USO
                                       •       CRÔNICA SOCIAL
 Representação pelo discurso de                                                                                                 •   COMANDOS DIVERSOS
                                       •       CRÔNICA ESPORTIVA
experiências vividas, situadas no      •       HISTÓRICO                                                                        •   TEXTOS PRESCRISTIVOS
              tempo                    •       RELATO HISTÓRICO
                                       •       ENSAIO OU PERFIL BIOGRÁFICO
                                       •       BIOGRAFIA

                                           •   EPÍSTOLA (TEXTO BÍBLICO)


                                       •       TEXTOS DE OPINIÃO
                                       •       DIÁLOGO ARGUMENTATIVO
                                       •       CARTA AO LEITOR                                ENUMERATIVO
                                       •       CARTA DE RECLAMAÇÃO
        ARGUMENTAR                     •       CARTA DE SOLICITAÇÃO
                                                                                              Grupos semânticos                 •   LISTAS
   Discussão de problemas sociais      •       DELIBERAÇÃO INFORMAL                            Organização
                                       •       DEBATE REGRADO
           controversos
                                       •       ASSEMBLEIA
    Sustentação, refutação e
   negociação de tomadas de            •       DISCURSO DE DEFESA (ADVOCACIA)
             posição
                                       •       DISCURSO DE ACUSAÇÃO (ADVOCACIA)
                                       •       RESENHA CRÍTICA
                                       •       ARTIGOS DE OPINIÃO OU ASSINADOS
                                       •       EDITORIAL



                                       •       ENSAIO

     Fonte: (Bernard Schneuwly e Joaquim Dolz. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004.p. 60-1)
                                                                          PLANEJAMENTO BIMESTRAL
PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO
                                        RECREIO   SAÍDA
 2ª
feira




                                        RECREIO   SAÍDA
 3ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N

E
X

O

S
A

N

E
X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1.   O que deu muito certo e os porquês
   2.   O que não deu certo e os porquês
   3.   Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4.   Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5.   Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira




                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 3ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N

E
X

O

S
A

N

E
X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1.   O que deu muito certo e os porquês
   2.   O que não deu certo e os porquês
   3.   Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4.   Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5.   Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira




                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 3ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N

E
X

O

S
A

N

E
X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1. O que deu muito certo e os porquês
   2. O que não deu certo e os porquês
   3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5. Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________


        PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 3ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N
E

X

O

S
A

N
E

X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1. O que deu muito certo e os porquês
   2. O que não deu certo e os porquês
   3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5. Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 3ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N
E

X

O

S
A

N
E

X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1. O que deu muito certo e os porquês
   2. O que não deu certo e os porquês
   3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5. Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
ANOTAÇÕES
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      ____________________________________________________________________________________________________________________
      PLANILHA PARA REGISTRO DA SONDAGEM

             PRÉ-SILÁBICO                     SILÁBICOS SEM VALOR SONORO    SILÁBICOS COM VALOR SONORO     SILÁBICO-ALFABÉTICOS               ALFABÉTICO
ALUNOS/MÊS   AG   SET       OUT   NOV   DEZ   AG   SET   OUT    NOV   DEZ   AG   SET    OUT    NOV   DEZ   AG   SET     OUT       NOV   DEZ   AG    SET    OUT   NOV   DEZ
TOTAL
        ENCAMINHAMENTO PARA PSICÓLOGO(A) E/OU PSICOPEDAGOGA E/OU FONOAUDIÓLOGO(A) – APOIA / APOMTE

            NOME                DATA DE         ÁREA                   MOTIVO                 DIAGNÓSTICO
                            ENCAMINHAMENTO                                                       FINAL
OBSERVAÇÕES:
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 3ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N
E

X

O

S
A

N
E

X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1. O que deu muito certo e os porquês
   2. O que não deu certo e os porquês
   3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5. Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 3ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N
E

X

O

S
A

N
E

X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1. O que deu muito certo e os porquês
   2. O que não deu certo e os porquês
   3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5. Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________


        PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 3ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N
E

X

O

S
A

N
E

X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1. O que deu muito certo e os porquês
   2. O que não deu certo e os porquês
   3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5. Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        ____________________________________________________________________________________________________________________
        PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO
                                                                        RECREIO                                                SAÍDA
 2ª
feira
RECREIO   SAÍDA
 3ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
 4ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
5ª
feira




        RECREIO   SAÍDA
6ª
feira
A

N
E

X

O

S
A

N
E

X

O

S
REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO

   1. O que deu muito certo e os porquês
   2. O que não deu certo e os porquês
   3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora
   4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno
   5. Outros comentários

DATA: ___________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
____________________________________________________________________________________________________________________
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano
Caderno plan. 1º ano

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ficha de acompanhamento
Ficha de acompanhamentoFicha de acompanhamento
Ficha de acompanhamentoheliane
 
Planejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilPlanejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilkeillacr
 
Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)SimoneHelenDrumond
 
A arte de planejar para um autista
A arte de planejar para um autistaA arte de planejar para um autista
A arte de planejar para um autistaSimoneHelenDrumond
 
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)Leila Schimith
 
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondComo fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoIolanda Sá
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantilClaudia Ramos
 
Projeto recuperação semestral reforço escolar
Projeto recuperação semestral reforço escolarProjeto recuperação semestral reforço escolar
Projeto recuperação semestral reforço escolaralvinarocha
 
Modelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEAModelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEALisraelle Silva
 
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regularRelatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regularNethy Marques
 
Reunião pedagógica AEE
Reunião pedagógica AEEReunião pedagógica AEE
Reunião pedagógica AEEDelziene Jesus
 
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar LOCIMAR MASSALAI
 
Avaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilAvaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilMeire Moura
 

Mais procurados (20)

Rotina escolar
Rotina escolarRotina escolar
Rotina escolar
 
Ficha de acompanhamento
Ficha de acompanhamentoFicha de acompanhamento
Ficha de acompanhamento
 
Planejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantilPlanejamento bimestral ed. infantil
Planejamento bimestral ed. infantil
 
Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)Projeto dia das mães (simone helen drumond)
Projeto dia das mães (simone helen drumond)
 
A arte de planejar para um autista
A arte de planejar para um autistaA arte de planejar para um autista
A arte de planejar para um autista
 
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
 
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumondComo fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
Como fazer um plano de aula para o ensino infantil simone helen drumond
 
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º anoSEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
SEQUÊNCIA DIDÁTICA DO 1º 2º 3º ano
 
Planejamento educação infantil
Planejamento educação infantilPlanejamento educação infantil
Planejamento educação infantil
 
Projeto recuperação semestral reforço escolar
Projeto recuperação semestral reforço escolarProjeto recuperação semestral reforço escolar
Projeto recuperação semestral reforço escolar
 
Modelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEAModelo do plano de aula AEE TEA
Modelo do plano de aula AEE TEA
 
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regularRelatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
Relatorio de acompanhamento do professor do aee e sala regular
 
Ficha de conselho de classe
Ficha de conselho de classeFicha de conselho de classe
Ficha de conselho de classe
 
Reunião pedagógica AEE
Reunião pedagógica AEEReunião pedagógica AEE
Reunião pedagógica AEE
 
Observacao coordenador-sala-de-aula
Observacao coordenador-sala-de-aulaObservacao coordenador-sala-de-aula
Observacao coordenador-sala-de-aula
 
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
Plano Anual de Ação da Orientação Escolar
 
Atividades com bolinhas
Atividades com bolinhasAtividades com bolinhas
Atividades com bolinhas
 
Dinâmicas para professores
Dinâmicas para professoresDinâmicas para professores
Dinâmicas para professores
 
Projeto semana da pátria
Projeto semana da pátriaProjeto semana da pátria
Projeto semana da pátria
 
Avaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantilAvaliação inicial na educação infantil
Avaliação inicial na educação infantil
 

Semelhante a Caderno plan. 1º ano

1 ano expectativas aprendizagem
1 ano expectativas aprendizagem1 ano expectativas aprendizagem
1 ano expectativas aprendizagemVanessa Pereira
 
Atendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdf
Atendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdfAtendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdf
Atendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdfWillianedeFtimaVieir
 
Caderno plano e diário de classe arte
Caderno plano e diário de classe   arteCaderno plano e diário de classe   arte
Caderno plano e diário de classe arteSme Otacílio Costa
 
Ensinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolaEnsinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolacefaprodematupa
 
Proposta pedagogica ensino fundamental 2012
Proposta pedagogica  ensino fundamental 2012Proposta pedagogica  ensino fundamental 2012
Proposta pedagogica ensino fundamental 2012kauezinhoproducao
 
Alunos Super Dotados 4
Alunos Super Dotados 4Alunos Super Dotados 4
Alunos Super Dotados 4asustecnologia
 
O educador como gestor de espaços educacionais
O educador como gestor de espaços educacionais O educador como gestor de espaços educacionais
O educador como gestor de espaços educacionais Ateliê Giramundo
 
Adaptação escolar
Adaptação escolarAdaptação escolar
Adaptação escolarOriana Melo
 
Proposta pedagógica da educação infantil
Proposta pedagógica da educação infantilProposta pedagógica da educação infantil
Proposta pedagógica da educação infantilkauezinhoproducao
 
1º ano Expectativas de Aprendizagem
1º ano Expectativas de Aprendizagem1º ano Expectativas de Aprendizagem
1º ano Expectativas de Aprendizagemorientacoesdidaticas
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILJJOAOPAULO7
 
Alfabetização tem conteúdos?
Alfabetização tem conteúdos?Alfabetização tem conteúdos?
Alfabetização tem conteúdos?Amanda Freitas
 

Semelhante a Caderno plan. 1º ano (20)

Adoleta professor
Adoleta professorAdoleta professor
Adoleta professor
 
1 ano expectativas aprendizagem
1 ano expectativas aprendizagem1 ano expectativas aprendizagem
1 ano expectativas aprendizagem
 
Atendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdf
Atendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdfAtendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdf
Atendimento_Educacional_para_a_deficiencia_mental.MEC.pdf
 
Educação infantil
Educação infantilEducação infantil
Educação infantil
 
Caderno plano e diário de classe arte
Caderno plano e diário de classe   arteCaderno plano e diário de classe   arte
Caderno plano e diário de classe arte
 
Trabalho luana
Trabalho luanaTrabalho luana
Trabalho luana
 
Ensinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolaEnsinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escola
 
Proposta pedagogica ensino fundamental 2012
Proposta pedagogica  ensino fundamental 2012Proposta pedagogica  ensino fundamental 2012
Proposta pedagogica ensino fundamental 2012
 
Programa de Ressignificacao_IERP, Jequié-BA
Programa de Ressignificacao_IERP, Jequié-BAPrograma de Ressignificacao_IERP, Jequié-BA
Programa de Ressignificacao_IERP, Jequié-BA
 
Extensão a comunidade
Extensão a comunidadeExtensão a comunidade
Extensão a comunidade
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
 
Artigo 2011.
Artigo 2011.Artigo 2011.
Artigo 2011.
 
Alunos Super Dotados 4
Alunos Super Dotados 4Alunos Super Dotados 4
Alunos Super Dotados 4
 
O educador como gestor de espaços educacionais
O educador como gestor de espaços educacionais O educador como gestor de espaços educacionais
O educador como gestor de espaços educacionais
 
A criança de 6 e 7 anos na 1ª serie
A criança de 6 e 7 anos na 1ª serieA criança de 6 e 7 anos na 1ª serie
A criança de 6 e 7 anos na 1ª serie
 
Adaptação escolar
Adaptação escolarAdaptação escolar
Adaptação escolar
 
Proposta pedagógica da educação infantil
Proposta pedagógica da educação infantilProposta pedagógica da educação infantil
Proposta pedagógica da educação infantil
 
1º ano Expectativas de Aprendizagem
1º ano Expectativas de Aprendizagem1º ano Expectativas de Aprendizagem
1º ano Expectativas de Aprendizagem
 
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTILTCC -  O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
TCC - O LÚDICO NA EDUCAÇÃO INFANTIL
 
Alfabetização tem conteúdos?
Alfabetização tem conteúdos?Alfabetização tem conteúdos?
Alfabetização tem conteúdos?
 

Mais de Sme Otacílio Costa

Caderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemática
Caderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemáticaCaderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemática
Caderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemáticaSme Otacílio Costa
 
Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power point
Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power pointTranstorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power point
Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power pointSme Otacílio Costa
 
2295 miolo proposta curricular do ensino fundamental
2295 miolo proposta curricular do ensino fundamental2295 miolo proposta curricular do ensino fundamental
2295 miolo proposta curricular do ensino fundamentalSme Otacílio Costa
 
Homologação oc 0052011 seletivo3
Homologação oc 0052011   seletivo3Homologação oc 0052011   seletivo3
Homologação oc 0052011 seletivo3Sme Otacílio Costa
 
Homologação oc 0052011 seletivo2
Homologação oc 0052011   seletivo2Homologação oc 0052011   seletivo2
Homologação oc 0052011 seletivo2Sme Otacílio Costa
 
Homologação oc 0052011 seletivo
Homologação oc 0052011   seletivoHomologação oc 0052011   seletivo
Homologação oc 0052011 seletivoSme Otacílio Costa
 
Edital n 01.2012 processo seletivo educacao
Edital n 01.2012   processo seletivo educacaoEdital n 01.2012   processo seletivo educacao
Edital n 01.2012 processo seletivo educacaoSme Otacílio Costa
 
Organização do planejamento infantil traços
 Organização do planejamento infantil  traços Organização do planejamento infantil  traços
Organização do planejamento infantil traçosSme Otacílio Costa
 
Resultado da avaliação dos materiais da educação infantil
Resultado da avaliação dos materiais da educação infantilResultado da avaliação dos materiais da educação infantil
Resultado da avaliação dos materiais da educação infantilSme Otacílio Costa
 
Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2Sme Otacílio Costa
 
Material para avaliação da proposta e cadernos
Material para avaliação da proposta e cadernosMaterial para avaliação da proposta e cadernos
Material para avaliação da proposta e cadernosSme Otacílio Costa
 
Colônia de férias planejamento
Colônia de férias planejamentoColônia de férias planejamento
Colônia de férias planejamentoSme Otacílio Costa
 

Mais de Sme Otacílio Costa (20)

Dinossauros do brasil
Dinossauros do brasilDinossauros do brasil
Dinossauros do brasil
 
Caderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemática
Caderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemáticaCaderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemática
Caderno plano e diário de classe de apoio pedagógico de matemática
 
]Texto merrec
]Texto merrec]Texto merrec
]Texto merrec
 
Cad. inglês
Cad. inglêsCad. inglês
Cad. inglês
 
Caderno 5º ano
Caderno 5º anoCaderno 5º ano
Caderno 5º ano
 
Deficiência visual power point
Deficiência visual power  pointDeficiência visual power  point
Deficiência visual power point
 
Planejamento maio 2012 (2)
Planejamento maio  2012 (2)Planejamento maio  2012 (2)
Planejamento maio 2012 (2)
 
Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power point
Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power pointTranstorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power point
Transtorno do déficit de atenção e hiperatividade tdah power point
 
Síndrome de down power point
Síndrome de down power pointSíndrome de down power point
Síndrome de down power point
 
Plano proposta ensino religioso
Plano proposta ensino religiosoPlano proposta ensino religioso
Plano proposta ensino religioso
 
2295 miolo proposta curricular do ensino fundamental
2295 miolo proposta curricular do ensino fundamental2295 miolo proposta curricular do ensino fundamental
2295 miolo proposta curricular do ensino fundamental
 
Homologação oc 0052011 seletivo3
Homologação oc 0052011   seletivo3Homologação oc 0052011   seletivo3
Homologação oc 0052011 seletivo3
 
Homologação oc 0052011 seletivo2
Homologação oc 0052011   seletivo2Homologação oc 0052011   seletivo2
Homologação oc 0052011 seletivo2
 
Homologação oc 0052011 seletivo
Homologação oc 0052011   seletivoHomologação oc 0052011   seletivo
Homologação oc 0052011 seletivo
 
Edital n 01.2012 processo seletivo educacao
Edital n 01.2012   processo seletivo educacaoEdital n 01.2012   processo seletivo educacao
Edital n 01.2012 processo seletivo educacao
 
Organização do planejamento infantil traços
 Organização do planejamento infantil  traços Organização do planejamento infantil  traços
Organização do planejamento infantil traços
 
Resultado da avaliação dos materiais da educação infantil
Resultado da avaliação dos materiais da educação infantilResultado da avaliação dos materiais da educação infantil
Resultado da avaliação dos materiais da educação infantil
 
Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2Planejamento educação infantil 2011 2
Planejamento educação infantil 2011 2
 
Material para avaliação da proposta e cadernos
Material para avaliação da proposta e cadernosMaterial para avaliação da proposta e cadernos
Material para avaliação da proposta e cadernos
 
Colônia de férias planejamento
Colônia de férias planejamentoColônia de férias planejamento
Colônia de férias planejamento
 

Último

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptxlucioalmeida2702
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfssuserbb4ac2
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfLUCASAUGUSTONASCENTE
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Direito_e_Legislacao_Social_(IL60174).pdf
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdfprova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
prova do exame nacional Port. 2008 - 2ª fase - Criterios.pdf
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdfPLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
PLANO DE ESTUDO TUTORADO COMPLEMENTAR 1 ANO 1 BIMESTRE.pdf
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, Resistindo à Tentação no Caminho, 2Tr24.pptx
 

Caderno plan. 1º ano

  • 1. DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL ANOS INICIAIS CADERNO DE PLANEJAMENTO E DIÁRIO DE CLASSE PROFESSOR ALFABETIZADOR – 1º ANO Prefeito Secretária Executiva dos conselhos Denílson Luiz Padilha Professora Cléia Meurer Koerich
  • 2. Vice-prefeito Assistente Técnico Administrativo João Pedro Velho Marisa Ferreira de Castro Secretária da Educação Professora Sandra Derli Costa de Souza Suporte pedagógico da Educação Infantil e Assessoria Elaboração Professora Mary Karley Lehmkuhl Oliveira Suporte Pedagógico Do Ensino Fundamental Suporte Pedagógico de Apoio ao Ensino Professora Rosangela Maria Baldessar Claudete da Luz de Oliveira Farias Suporte Pedagógico da Educação Infantil e Assessoria Colaboração Professora Cláudia Pires Costa Suporte Pedagógico de Projetos Secretária da Educação Professora Ana Luzia dos Santos de Liz Professora Sandra Derli Costa de Souza Suporte Pedagógico de Estatística Suporte Pedagógico do N. M. Profª “Adilha Matias Faria” Cláudia Patrícia Meurer Daysi Zibell Duarte Suporte Pedagógico de Apoio ao Ensino Supervisora Escolar da E.B.M. “Pedro Álvares Cabral” Claudete da Luz de Oliveira Farias Marisa Terezinha Hamann de Oliveira Gerente de Recursos Humanos Suporte Pedagógico da E.B.M. “ Marechal Rondon” Patrícia Souza Valente Eliane Deboite Sabino Suporte Pedagógico de Educação Especial Supervisora Escolar da E.B.M. “ Catarina Furhmann” Professora Cristiane Soares Zimmermann Neusi Madalena Masselai Gerente de Planejamento e Merenda Escolar Suporte Pedagógico da E.B.M. “Traços e Letras” Marinez Ferreira da Costa Kátia Elisiane Hebel Suporte Pedagógico de Transporte Escolar Professora Vera Lúcia L. Erthal Suporte Pedagógico de Tecnologias e Informática Educacional Professor Maykon Israel Velho da Silva IDENTIFICAÇÃO
  • 3. ESCOLA: ___________________________________________________________________________________________________________ GESTORES:_________________________________________________________________________________________________________ SECRETÁRIA:______________________________________________________________________________________________________ SUPERVISOR/SUPORTE PEDAGÓGICO:______________________________________________________________________________ PROFESSOR ( A) :___________________________________________________________________________________________________ ANO: _______________ TURMA:_____________________ TURNO:_____________________________ TOTAL DE ALUNOS:________________ Nº DE ALUNOS DEFICENTES:____________________ TIPO DA DEFICIÊNCIA: ___________________________________ Otacílio Costa, agosto de 2012
  • 4. FOTO DA TURMA CARO(A) PROFESSOR(A)
  • 5. Esperamos que este caderno ajude não apenas a planejar seu dia a dia com seus alunos, mas, principalmente, a tornar este primeiro ano da escolaridade um ano de experiências de sucesso que torne as crianças confiantes na sua capacidade de aprender e os professores seguros em suas competências de ensinar. Nele, você poderá registrar o seu planejamento semanal, as informações sobre seus alunos e colocar os dados das sondagens das hipóteses de escrita e matemática. Há também espaço para você refletir sobre suas atividades e avaliá-las. Embora este material seja pessoal, é muito importante que você possa compartilhar o conteúdo dele com os demais professores e com sua supervisora ou suporte pedagógico. Para que se possa ensinar cada vez melhor, é fundamental registrar, refletir, avaliar e discutir sobre o que se faz em sala de aula e , coletivamente, é possível avançar ainda mais. Ele não deve constituir-se em mais um papel a ser preenchido: espera-se que, ao final do semestre, este caderno revele alguns percursos de aprendizagem: o seu, como professor (a), o de sua turma e de cada um de seus alunos. Mas torná-lo significativo depende sobretudo de você. Bom trabalho! Secretaria Municipal da Educação – Otacílio Costa Departamento de Ensino Fundamental A IMPORTÂNCIA DO 1º ANO
  • 6. A frequência neste primeiro ano configura-se em uma transição, relação com a realidade e o mundo social. Embora seja um processo longo, seja para aquele aluno que entrará na escola pela primeira vez, seja para a capacidade de conceituação. aquele que vem da Educação Infantil. Em qualquer um dos casos, é necessário assegurar-lhes o direito à infância, pois os alunos não deixarão Já aparece nesta fase, permitindo que a criança estabeleça relações de ser crianças pelo simples fato de estarem regularmente matriculados no e generalizações. Há um desenvolvimento acentuado de habilidades, como Ensino Fundamental. A criança do 1º ano deve ter garantido seu direito à a atenção e a memória, que se tornam mais conscientes e intencionais. A educação em ambiente próprio e com rotinas adequadas que possibilitem a curiosidade e a necessidade de saber sobre e compreender o mundo são construção de conhecimentos, considerando as características de sua faixa visíveis, ainda que as associações e as relações sejam regidas por critérios etária, integrando o cuidar e o educar. Cuidar e educar são princípios subjetivos. Essa forma de pensar, no entanto, confere originalidade e básicos da educação nesta faixa etária. poesia ao pensamento infantil, como vemos no exemplo abaixo. Cabe ressaltar que a ampliação do Ensino Fundamental visa dar Uma menina já próxima aos seis anos respondeu, assim, à seguinte continuidade ao trabalho desenvolvido nas escolas de Educação Infantil, pergunta: ou garantir àqueles que nunca frequentaram a escola um início de “Por que a Lua não cai em cima da Terra?” escolaridade tranquilo e promissor. A unidade escolar deverá, então, – A Lua... né... ela já foi impedida várias vezes... é... com o Sol. Aí a Lua assegurar um trabalho pedagógico que envolva experiências em diferentes fica mais alta que o Sol pra poder os dois não brigar. Porque... é... a Lua já linguagens e suas expressões, buscando uma metodologia que favoreça o tinha nascido antes do Sol... aí começou uma briga de quem era mais desenvolvimento social, afetivo e cognitivo dessas crianças. velho... daí por isso que a Lua foi pra cima. – E como é que ela foi impedida? Nesta perspectiva, a ampliação do Ensino Fundamental assegura – Impedida por a mãe do Sol... falou que ele era mais velho e aí a mãe do às crianças um período maior para as aprendizagens próprias desta fase, Sol arrastou muitas vezes a Lua, né... aí a Lua se machucou e não pode inclusive da alfabetização, permitindo que elas avancem para os anos mais andar... aí ela ficou lá no mesmo lugar. seguintes de forma segura e confiante em relação aos seus processos de construção de conhecimento. A consideração desse modo peculiar de pensar o mundo, quando incorporada pelos educadores, possibilita conhecer a criança, planejar A criança e suas especificidades atividades significativas, propiciar uma produção infantil rica e original e ampliar seus conhecimentos. A criança dessa faixa etária possui um grande repertório de conhecimentos construídos a partir das experiências cotidianas que vivenciou. Pode estabelecer novos e diferentes vínculos afetivos e se A ação do professor interessa cada vez mais pelas atividades em grupo, o que amplia suas habilidades sociais. Considerar as crianças como seres únicos, provenientes de A capacidade de simbolização está bem estabelecida nesta fase, e diferentes famílias, com necessidades e jeitos próprios de se se manifesta por meio da linguagem, da imaginação, da imitação e da desenvolver e aprender pressupõe um profissional flexível, brincadeira em situações diversas. A criança faz uso de um repertório cada observador, capaz de ter empatia com os alunos e suas famílias, além vez mais rico de símbolos, signos, imagens e conceitos para mediar sua dos conhecimentos didáticos imprescindíveis a uma boa atuação
  • 7. pedagógica. Conforme Zabalza: “O peso do componente das Organização da rotina e as modalidades relações [pessoais] é muito forte. As relações constituem, provavelmente, o recurso fundamental na hora de trabalhar com organizativas do tempo didático crianças pequenas”. (1998, p. 27). Essas crianças, tendo frequentado ou não a Educação Infantil, Considerando que não é indicado atuar com as crianças desta chegarão ao 1º ano com uma bagagem de conhecimentos sobre a faixa etária em aulas estanques de 45 minutos com alguns poucos qual o professor terá que se debruçar para, a partir daí, basear suas minutos de recreio, será necessário organizar uma rotina mais ações pedagógicas. Considerar a criança dessa faixa etária flexível. competente e capaz é requisito fundamental para uma ação educativa Incorporando a nomenclatura do RCNEI, sugere-se que o de qualidade. tempo escolar para o 1º ano seja intencionalmente planejado para O papel de mediador das aprendizagens, das interações e dos proporcionar os cuidados de higiene cotidianos, as brincadeiras e as cuidados de si, do outro e do ambiente poderá exigir do professor situações de aprendizagem orientadas. novas competências e habilidades. O desafio de possibilitar Os eventos da rotina podem se organizar em: aprendizagens desafiantes, enquanto a criança desenvolve • atividades permanentes (por exemplo: brincadeiras no autoconfiança em suas capacidades e relações positivas com seus espaço interno, no externo, cantos de atividades pares e os adultos, implica um professor conhecedor do diversificadas, ateliês de artes visuais, roda de leitura etc.); desenvolvimento e das aprendizagens infantis. E, principalmente, de • sequência de atividades “planejadas e orientadas com o um educador que aposta nas crianças e confia em suas capacidades. objetivo de promover uma aprendizagem específica e Outro aspecto importante dessa atuação profissional é a definida. São sequenciadas com a intenção de oferecer inclusão das famílias como parceiras da ação educativa, o que desafios com graus diferentes de complexidade para que as significa ir além de respeitar a diversidade, pressupõe, acima de crianças possam ir paulatinamente resolvendo problemas a partir tudo, considerá-las competentes e interlocutoras em diferentes das diferentes proposições”. (RCNEI) situações de aprendizagem propostas para as crianças. Segundo o De acordo com a Proposta Pedagógica para a Educação Infantil RCNEI, “a valorização e o conhecimento das características étnicas de Otacílio Costa “ o professor não deve preparar o contexto (espaço e e culturais dos diferentes grupos sociais que compõem a nossa tempo) de qualquer forma e, sim, para o desenvolvimento e os interesses sociedade, e a crítica às relações sociais discriminatórias e das crianças. Para isso, precisa organizar também o tempo de tal forma que permita experimentação diversificada com os objetos, as situações e os excludentes, indicam que novos caminhos devem ser trilhados na acontecimentos.” relação entre as instituições de Educação Infantil e as famílias”. Outra modalidade de organização do tempo didático que tem Esses novos desafios ao papel do professor demonstram a especial interesse para crianças de 6 anos são os projetos didáticos, que se importância da reflexão sobre a prática pedagógica por meio dos caracterizam por serem conjuntos de atividades envolvendo uma ou mais instrumentos metodológicos, tais como: a observação atenta, o linguagens e possuem um produto final que será socializado para um registro sistemático, o planejamento coletivo e a autoavaliação público externo à sala de aula. Em geral, possuem duração de várias efetuada por todos da equipe escolar relativa à qualidade educativa semanas. oferecida aos alunos.
  • 8. Os cantos de atividades diversificadas organiza a sala em cantos, de forma que as crianças possam percorrer o espaço, tomar conhecimento das ofertas e decidir por uma delas para A introdução da proposta de cantos de atividades diversificadas, na começar, podendo ainda desenvolver outras propostas, durante o tempo qual as crianças em um determinado período do dia podem escolher entre previsto para a atividade. As crianças podem ajudar o professor a organizar os cantos de livros e o de jogo simbólico e de artes visuais, por exemplo, a sala em cantos, mas isso não o libera de tomar decisões de caráter pode colaborar para uma rotina mais apropriada à faixa etária atendida. didático, tais como: Com essa modalidade de organização as crianças podem vivenciar • diversificar propostas a cada dia a fim de que as crianças tenham diferentes situações de aprendizagem, escolhendo, exercitando a maiores possibilidades de escolha; autonomia e buscando conhecer as próprias necessidades, preferências e • manter algumas propostas durante um tempo a fim de que as desejos ligados à construção de conhecimento e relacionamento crianças aprofundem conhecimentos e se apropriem dos interpessoal. É importante que esse tipo de organização favoreça o acesso conteúdos apresentados; aos mais variados bens culturais, como os proporcionados pela produção • decidir possíveis agrupamentos entre as crianças, em uma ou literária, informativa e comunicativa, pela produção artística e pelo outra ocasião, quando perceber que alguém precisa de ajuda e, por conhecimento acumulado sobre a natureza e sociedade. outro lado, reconhecer que pode ajudar; Essa proposta tem função decisiva na formação pessoal e social e • organizar o espaço em função do que espera que as crianças na construção da autonomia da criança, uma vez que prescinde de um desempenhem: um canto mais aconchegante e acolhedor para controle direto do professor. Por outro lado, permite que ele observe mais atividades que exigem maior concentração, um outro mais aberto atentamente os problemas enfrentados pelas crianças, suas dificuldades, e livre para atividades que pressupõem maior movimentação, aprendizagens, gostos e interesses, o que muito o auxiliará no como alguns jogos; replanejamento pedagógico. • disponibilizar materiais de apoio e suporte para as atividades das crianças, por exemplo, facilitando o acesso aos materiais para Os cantos devem possibilitar: quem está no canto de pintura, à lousa e ao giz para quem vai fazer placares, registros de jogos etc.; • participação em situações de brincadeiras e jogos nas quais se • fazer intervenções ajustadas às possibilidades e necessidades das pode escolher parceiros, materiais, brinquedos etc.; crianças. • participação em situações que envolvam a combinação de algumas regras de convivência em grupo e aquelas referentes ao Reorganização do espaço físico uso dos materiais e do espaço; • valorização do diálogo como forma de lidar com os conflitos; O espaço organizado de maneira flexível e desafiante é • valorização dos cuidados com os materiais de uso individual e considerado por estudiosos como um segundo educador na educação das coletivo. crianças no início da escolaridade. O que fazer então quando há um prédio escolar pronto que não é Organizando os cantos de atividades diversificadas adequado ao funcionamento de uma proposta que amplie as competências infantis em vez de as limitar? Se a equipe tem uma proposta que realmente O professor programa diferentes propostas – jogos de construção, está bem construída em direção à autonomia e expressão da criança, fazer jogos de regras, faz-de-conta, desenho, leitura de livros e gibis etc. – e as adaptações necessárias não é tão difícil. Modificar a organização da sala
  • 9. para incluir, por exemplo, cantos de atividades diversificadas não é tão • Atividades envolvendo a escrita de próprio punho pelos alunos difícil quando há boa vontade de todos os envolvidos. Descobrir outros (escrita de listas, títulos, legendas e outros textos previamente usos para área externa, para refeitórios, enfim, se há uma proposta combinados ou pequenos textos memorizados): propor atividades educativa coesa, bem fundamentada, é possível, mesmo com os prédios em que os alunos escrevam de acordo com suas hipóteses de existentes, construir novos ambientes. escrita é fundamental para que possam refletir sobre o sistema Acrescenta-se, ainda, a acessibilidade aos materiais, de maneira alfabético. Pela troca de informações com os colegas e contando que as crianças tenham autonomia no uso, além de cuidados de com intervenções do professor, tais propostas favorecem os conservação e substituição regular. avanços na compreensão desse sistema. • Atividades envolvendo a leitura dos alunos (localizar palavras em A rotina do primeiro ano e as atividades para listas, acompanhar a leitura de textos que se conhece de memória): nessas atividades de leitura, os alunos serão desafiados ampliar os conhecimentos sobre a linguagem a localizar palavras ou acompanhar a leitura de textos conhecidos escrita de memória, procurando fazer a correspondência entre o que está escrito e o que dizem em voz alta enquanto recitam. Tais Nas classes de 1º ano, é importante que a rotina semanal contemple atividades permitem que as crianças se utilizem do conhecimento atividades que favoreçam a aprendizagem de diferentes conteúdos: aqueles sobre as letras para antecipar o que pode estar escrito em cada que contribuem para o avanço no conhecimento dos alunos sobre a parte do texto e verificar se tais antecipações são pertinentes. São linguagem escrita e aqueles voltados à reflexão sobre o sistema de escrita. importantes para ampliar conhecimentos sobre o sistema de escrita, bem como favorecer que aprendam a ler, sem ter de É interessante que, em sua rotina semanal, você reserve momentos decodificar letra por letra. para as seguintes atividades: • Atividades de produção de textos a partir do ditado para o professor: é interessante que os alunos, mesmo antes de • Leitura de contos pelo professor: para aproximar as crianças do dominarem o sistema de escrita alfabético, sejam desafiados a universo literário, organize todos os dias momentos em que você produzir textos completos, que cumpram diferentes funções escolhe um livro para ler para seus alunos. sociais. Ao propor que os alunos ditem um texto para que você o • Atividades envolvendo nomes dos alunos: nessas atividades os escreva, os alunos compartilham conhecimentos sobre a alunos serão desafiados a ler e escrever seus nomes ou dos organização dos diferentes gêneros textuais e, além disso, colegas da classe. Saber reconhecer os nomes é importante, pois aprendem importantes procedimentos relacionados à composição tais palavras servirão como modelo para apoiar a escrita de outras de textos, tais como planejar previamente o que se quer escrever e palavras. revisar aquilo que já foi escrito para tornar seu texto melhor. Fazer matemática na escola
  • 10. As atividades de matemática devem ser organizadas qual os problemas sejam resolvidos e as ideias sejam discutidas e considerando que o conhecimento matemático está na origem de retomadas para se atingir um novo grau de conhecimento. nossa cultura e resulta da preocupação do ser humano em resolver problemas em seu dia-a-dia. E essa preocupação é que impulsiona o A SONDAGEM desenvolvimento humano, pois a busca de soluções faz revisar concepções, modificar velhas ideias, inventar procedimentos e Das hipóteses de escrita elaborar novos conhecimentos. A matemática faz parte da vida de todos nós, está em tudo que o ser humano desenvolve. Por isso A sondagem é um dos recursos de que o professor dispõe precisa ser trabalhada nessa etapa da escolarização como para conhecer as hipóteses que os alunos ainda não-alfabetizados instrumento de leitura, interpretação e análise dos problemas que as possuem sobre a escrita alfabética e o sistema de escrita de forma crianças enfrentam em seu cotidiano. geral. Além disso, oferece às crianças a oportunidade de refletir Nesse sentido, ajudar o aluno a aprender matemática significa sobre o que escrevem, com a ajuda do professor. A realização organizar situações didáticas que contribuam efetivamente para que periódica de sondagens com os alunos que ainda não sabem ler e ele se envolva em atividades intelectuais que lhe permitam: escrever fornece informações preciosas para o planejamento das • Pôr em jogo os conhecimentos que já tem. atividades específicas de aprendizagem do sistema de escrita. E • Buscar caminhos, sem medo de errar. contribui para que você possa definir as parcerias mais eficientes • Decidir sobre o que fazer, notando que o que sabe não é para o trabalho em duplas e em grupos e propor boas intervenções suficiente. durante as atividades. • Modificar, enriquecer, flexibilizar o que sabe, permitindo Mas, o que é uma sondagem? É uma situação de avaliação mudar de opinião no confronto com diferentes ideias. numa atividade de escrita que, em um primeiro momento, envolve a • Escutar para entender e questionar as escolhas feitas, as produção espontânea pelos alunos de uma lista de palavras, sem ideias lançadas. consultar fontes escritas. Pode ainda incluir a escrita de frases • Considerar as respostas e os caminhos apontados pelos simples. Trata-se de uma situação de escrita na qual o aluno precisa, colegas e professores sem deixar de questioná-los e necessariamente, ler o que escreveu – para o professor poder confrontá-los com os seus. observar se está estabelecendo relações entre o que escreveu e o que • Formular argumentos que possam ser validados ou refutados. ele lê em voz alta, ou seja, entre a fala e a escrita. Sugerimos que • Comparar suas produções escritas com as dos colegas. você realize sondagens logo no início do ano com todos os alunos; e • Modificar ou ampliar suas conclusões, comunicando-as de repita a atividade a intervalos de um mês apenas com aqueles que diferentes formas. não estiverem escrevendo alfabeticamente. Para fazer uma avaliação mais global das aprendizagens de sua turma, convém recorrer a Ensinar, nesse sentido, é poder interpretar, analisar, discutir e outros instrumentos – que incluem a observação diária dos alunos. A ajudar todos os alunos a constituir uma comunidade investigativa na atividade de sondagem representa uma espécie de retrato do processo do aluno naquele momento. Mas esse processo é dinâmico
  • 11. e, na maioria das vezes, evolui rapidamente – é possível que uns GEMAS poucos dias depois da sondagem muitos alunos já tenham avançado SAL ainda mais. MAMÃE USA FARINHA Vamos ver agora alguns critérios para definir as palavras que farão Veja algumas dicas para encaminhar a sondagem: parte das atividades de sondagem deste semestre. São eles: • Faça as sondagens no início das aulas e, depois, a cada mês • As palavras devem fazer parte do vocabulário cotidiano dos apenas com os alunos que não estiverem alfabetizados. alunos, mesmo que eles ainda não tenham tido a • Ofereça papel sem pauta para as crianças escreverem, pois oportunidade de refletir sobre a representação escrita delas. assim será possível observar o alinhamento e a direção da Mas não devem ser palavras cuja escrita eles tenham escrita. memorizado. • Se possível, faça a sondagem com poucos alunos por vez, • A lista deve contemplar palavras com número variável de enquanto o restante da turma se ocupa com outras atividades letras, abrangendo palavras monossílabas, dissílabas etc. que não solicitem tanto sua presença (a cópia de uma • O ditado deve ser iniciado pela palavra polissílaba, depois a cantiga, a produção de um desenho etc.). Se necessário, trissílaba, a dissílaba e, por último, a monossílaba. Esse peça ajuda ao gestor, ao coordenador pedagógico ou a outra cuidado deve ser tomado porque, se houver crianças que pessoa que possa lhe dar esse suporte. escrevem segundo a hipótese do número mínimo de letras, • Dite normalmente as palavras e a frase, sem silabar. elas poderão se recusar a escrever, de início, uma palavra • Observe as reações dos alunos enquanto escrevem. Anote o monossílaba. que falarem em voz alta, sobretudo o que eles pronunciarem • Evite palavras que repitam as vogais, pois isso também pode de forma espontânea (não obrigue ninguém a falar). fazer alguns alunos entrarem em conflito – por causa da • Quando terminarem, peça-lhes para ler o que escreveram. hipótese da variedade – e se recusarem a escrever. Anote o que observar durante a leitura: se apontam com o • Em continuação ao ditado das palavras, escolha uma frase dedo cada uma das letras, se associam o que falam à escrita que envolva pelo menos uma das palavras da lista. Procure etc. observar se os alunos a escrevem de forma semelhante, ou • Faça um registro da relação entre a leitura e a escrita. Por seja, se a escrita dessa palavra permanece estável mesmo no exemplo, o aluno escreveu K B O e associou cada uma das contexto de uma frase. sílabas dessa palavra a uma das letras que escreveu. Registre: EXEMPLO: uma lista de ingredientes para fazer bolinho de K B O mandioca: (FA) (RI) (NHA) MANDIOCA FARINHA
  • 12. Pode acontecer que, para FARINHA, outro aluno registre como uma estratégia para a realização das intermediações criadas BNTAGYTIOAMU (ou seja, utilize muitas e variadas pelo homem, entre sociedade e natureza. letras, sem que seu critério de escolha dessas letras tenha alguma relação com a palavra falada). Nesse caso, se ele ler sem se deter em cada uma das letras, anote o sentido que ele Pauta de observação usou nessa leitura. Por exemplo: BNTAGYTIOAMU As informações contidas na Pauta de observação 1 – OBSERVAÇÃO: Dicas e sugestões de atividades de acordo com Números naturais e sistema de numeração decimal / na Pauta de cada hipótese da escrita na PROPOSTA PEDAGÓGICA DO observação 2a – Operações de adição e subtração e Geometria / ENSINO FUNDAMENTAL - ANEXO 1 - SUBSÍDIOS PARA A na Pauta de observação 2b – Tratamento de informações e ALFABETIZAÇÃO Grandezas e medidas, serão de suma importância para o professor porque é com base nelas que poderá desenvolver os principais mecanismos com os quais controlará, com autonomia, seu processo DAS IDEIAS MATEMÁTICAS de trabalho. “Sabendo o que os estudantes já sabem”, terá uma referência segura para elaborar seu planejamento pedagógico e O processo de ensino-aprendizagem da matemática deve estabelecer metas a serem atingidas, selecionar e criar atividades acontecer nos alunos dos Anos Iniciais da Educação Básica com pertinentes aos níveis de conhecimento das crianças e estabelecer significação. Porque é importante que os alunos construam o formas de trabalho adequadas para turmas heterogêneas. pensamento lógico-matemático de forma organizada. Fazendo Os professores alfabetizadores contarão com um instrumental relação do que eles conhecem do seu convívio sócio-cultural com o valioso para identificar, de forma sistemática, as dificuldades dos que a escola ensina, além de fornecer elementos básicos para a educandos, instrumental que possibilitará a reorientação do que participação desses alunos para a vida em sociedade. Hoje, entende- ensinar e de como ensinar. se que uma educação de qualidade só é alcançada pelo aluno se o professor levá-lo a refletir sobre situações que o rodeia no mundo • Com as informações registradas nas três pautas de real, na busca de fazer com que esse aluno vislumbre a observação você pode elaborar gráficos sobre o aprendizagem seja matemática ou não fazendo relações. No âmbito conhecimento dos alunos e acompanhar seus progressos ao escolar, a educação da matemática é vista como uma linguagem longo do ano. capaz de traduzir a realidade e estabelecer suas diferenças. Na escola • Ao final do semestre, comparando as informações dos três a criança deve envolver-se com atividades matemáticas que a gráficos e as que você recolher nas atividades de produção e educam nas quais ao manipulá-las ele construa a aprendizagem de interpretação de números, será possível avaliar com maior forma significativa, pois o conhecimento matemático se manifesta precisão os avanços dos alunos na compreensão do funcionamento do sistema de numeração decimal.
  • 13. Essas atividades podem ter a seguinte distribuição em sua rotina semanal: ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA 2ª Feira 3ª feira 4ª feira 5ª-feira 6ª Feira LINGUAGEM ESCRITA NATUREZA E SOCIEDADE LINGUAGEM MATEMÁTICA Roda da conversa Interação X X X X X Ler diariamente para o aluno Leitura de imagens, interpretação de texto lido pela professora. Linguagem oral/literária Produção de texto oral sobre assunto discutido em sala em que o professor é o escriba Propiciar momentos de leitura pelo aluno em dias alternados (mesmo que ele não saiba ler), X X X através da disponibilidade de livros infantis, jornais, revistas, textos científicos, parlendas, músicas infantis, poesias, trava línguas, alfabeto, calendário, aniversariantes, nome dos colegas da turma, Atividades em pequenos grupos e/ou grandes grupos Natureza e sociedade Cantinhos variados onde a criança possa escolher estruturada pelo professor X X X X X (Brincadeiras, jogos, cantigas atividades de concentração) Fazer registros utilizando a escrita, como a produção de listas de nomes de colegas, de frutas, brinquedos, animais com letras móveis ou lápis e papel. Linguagem matemática X X X X X Resolver situações problemas através de materiais concretos Uso da Informática/ biblioteca X X X X X Jogos alfabetizadores Pequenos vídeos ou filmes que ensinam Novidade ou história X X X Fazer cronograma com os alunos: cada dia um Atividade em grandes grupos Estruturada pelo professor X X X X X (Brincadeiras, jogos, cantigas atividades de concentração). Lanche Contar uma história Um aluno conta uma Professor ler uma Fazer um jogo de Cantar Organizar material ou parlenda novidade notícia concentração Momentos ativos Brincadeiras, atividades criativas e jogos (Jogos com regras) (parque brincadeiras e jogos motores). X X X X X Cantar. Declamar poesias já conhecidas. Contar uma história/ Professor ler uma Fazer um jogo de Preparação para a saída Cantar ou ouvir uma Um aluno contar poema/ notícia ou comentar concentração Organizar o material e a mochila cantiga uma novidade parlenda uma cena da TV
  • 14. ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA 2ª Feira 3ª feira 4ª feira 5ª-feira 6ª Feira LINGUAGEM ESCRITA NATUREZA E SOCIEDADE LINGUAGEM MATEMÁTICA DADOS SOBRE OS ALUNOS OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE Nº NOME ANIVERSÁRIO NOME DOS OS ALUNOS (SAÚDE, DADOS RESPONSÁVEIS FAMILIARES,ETC)
  • 15. ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA 2ª Feira 3ª feira 4ª feira 5ª-feira 6ª Feira LINGUAGEM ESCRITA NATUREZA E SOCIEDADE LINGUAGEM MATEMÁTICA DADOS SOBRE OS ALUNOS OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE Nº NOME ANIVERSÁRIO NOME DOS OS ALUNOS (SAÚDE, DADOS RESPONSÁVEIS FAMILIARES,ETC)
  • 16. ROTINA DIÁRIA E FLEXÍVEL LINGUAGEM ORAL/LITERÁRIA 2ª Feira 3ª feira 4ª feira 5ª-feira 6ª Feira LINGUAGEM ESCRITA NATUREZA E SOCIEDADE LINGUAGEM MATEMÁTICA DIÁRIO DE FREQUÊNCIA – 3º BIMESTRE ( UTILIZE O C PARA COMPARECIMENTO E O F PARA FALTAS) No. DE ORDEM No. DE ORDEM FALTAS MESES FREQUÊNCIA DIÁRIA NOME DOS ALUNOS 1 1 2 2 3 3 4 4 5 5 6 6 7 7 8 8 9 9 10 10
  • 17. 11 11 12 12 13 13 14 14 15 15 16 16 17 17 18 18 19 19 20 20 21 21 22 22 23 23 24 24 25 25 26 26 27 27 28 28 29 29 30 30 31 31 32 32 33 33 34 34 35 35 36 36 37 37 38 38 39 39 40 40 Dias Letivos:___ Nº de aulas semanais:___ Nº aulas previstas: ___ Nº de aulas dadas:___ Nº de faltas do Professor:___
  • 18. PLANO ANUAL – PROPOSTA PEDAGÓGICA Língua Portuguesa – Anual Discriminação auditiva e visual (leitura de imagens) Expressão oral e escrita Alfabeto e tipos de letras (traçado correto das letras, cursiva e script, maiúsculo e minúsculo, vogais e consoantes) Leitura Interpretação Vocabulário Ortografia e Pontuação Contextualizada Sílabas, palavras e frases Usos de sinais, símbolos, emblemas, logomarca Diferenças entre escrita e desenho Diferenças entre números e letras
  • 19. Produção de diferentes gêneros textuais com ênfase à escrita espontânea Gêneros Textuais Da ordem do narrar: contos/ histórias infantis, narrativa de aventura Da ordem do relatar: reportagem, autobiografia, relato histórico Da ordem do argumentar: palestra, discurso de defesa, discurso de acusação, texto de opinião Da ordem do expor: exposição oral, entrevista, texto explicativo, relatório científico Da ordem do descrever ações: instruções de montagem Poesia: várias formas III Bimestre História Ciências Matemática Geografia Ensino Religioso Minha família Ciclo da água na natureza Cálculos de quantidades A casa Mitos de criação da natureza Pessoas que compõem Cuidados com o ar, a água e o Contagem um a um até 49 Partes da casa Eu e a natureza a família solo Adição e subtração até 49 sem reserva Planta baixa da casa Viver em harmonia Vida Familiar e e sem agrupamento Social Noção de multiplicação como Datas comemorativas adição de quantidades iguais
  • 20. Medidas de tempo (relógio- hora cheia) Tratamento de informações Geometria HORÁRIO DAS AULAS SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA 1ª 1ª 1ª 1ª 1ª 2ª 2ª 2ª 2ª 2ª 3ª 3ª 3ª 3ª 3ª 4ª 4ª 4ª 4ª 4ª
  • 21. 5ª 5ª 5ª 5ª QUADRO PARA PROGRAMAÇÃO DO TRABALHO COM DIFERENTES GÊNEROS TEXTUAIS GÊNEROS PRÉ 1º ANO 2º ANO 3º ANO Conto de fada OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Conto de assombração OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Conto de aventura OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Fábula OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Lenda OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Mito OL L PO OL L PO OL L PO OL L PO E História em quadrinhos OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Crônica OL L PO OL L PO OL L PO OL L PO Texto de teatro OL L PO OL L PO OL L PO OL L PO E Resenha OL L PO OL L PO OL L PO OL L PO Poema OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Letra de música OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Parlenda OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Adivinha OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Trava-língua OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Piada OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Regra de instrução OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Receita OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Lista OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E
  • 22. Bilhete OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Carta OL L PO E OL L PO E OL L PO E OL L PO E Diário OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Texto expositivo OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Reportagem OL L OL L PO E OL L PO E OL L PO E Notícia OL L PO OL L PO OL L PO E OL L PO E Biografia OL L OL L PO OL L PO OL L PO Propaganda OL L PO OL L PO E OL L PO E OL L PO E Legenda: OL = Ouvir a leitura / L = Ler / PO = Produzir oralmente / E = Escrever Lembre-se de servir de escriba para as produções textuais, pois as crianças do Pré, Primeiro ano e segundo ano, poderão não possuir autonomia para a produção individual. TIPOLOGIAS E GÊNEROS TEXTUAIS ASPECTOS TIPOLÓGICOS ASPECTOS TIPOLÓGICOS Domínios sociais de comunicação EXEMPLOS DE GÊNEROS ORAIS E ESCRITOS Domínios sociais de comunicação EXEMPLOS DE GÊNEROS ORAIS E ESCRITOS Capacidade de linguagem Capacidade de linguagem dominante dominante • CANÇÕES • CONTO MARAVILHOSO • CONTO DE FADAS • TEXTO EXPOSITIVO(LIVRO DIDÁTICO) • FÁBULA • LENDA • EXPOSIÇÃO ORAL NARRAR • NARRATIVA DE AVENTURAS EXPOR • SEMINÁRIO • NARRATIVA DE FICCÇÃO CIENTÍFICA Cultura literária ficcional Transmissão e construção de saberes • CONFERÊNCIA • NARRATIVA DE ENIGMAS Mimeses da ação através da • NARRATIVA MÍTICA Apresentação textual de diferentes formas • COMUNICAÇÃO ORAL criação da intriga no domínio da • SKETCH OU HISTÓRIA ENGRAÇADA dos saberes • PALESTRA • HISTÓRIA EM QUADRINHOS verossímil • TRAVA-LÍNGUA • ENTREVISTA DE ESPECIALISTA • FOLHETOS DE CORDEL • VERBETE • BIOGRAFIA ROMANCEADA • ARTIGO ENCICLOPÉDICO • ROMANCE • ROMANCE HISTÓRICO • TEXTO EXPLICATIVO • NOVELA FANTÁSTICA • TOMADA DE NOTAS • CONTO • CRÔNICA LITERÁRIA • RESUMO DE TEXTOS EXPOSITIVOS E • ADIVINHA EXPLICATIVOS • PIADA • RESENHA • TEXTOS TEATRAIS • POEMAS / PARLENDAS • RELATÓRIO CIENTIFÍCO • RELATÓRIO ORAL DE EXPERIÊNCIA • RELATO DE EXPERIÊNCIA VIVIDA • RELATO DE VIAGEM • DIÁRIO ÍNTIMO DESCREVER AÇÕES • INSTRUÇÕES DE MONTAGEM • TESTEMUNHO • ANEDOTA OU CAUSO Instruções e prescrições • RECEITA
  • 23. RELATAR • AUTOBIOGRAFIA Regulação mútua de comportamentos • REGULAMENTO • CURRICULUM VITAE Documentação e memorização das ações • NOTÍCIA • REGRAS DE JOGO humanas • REPORTAGEM • INSTRUÇÕES DE USO • CRÔNICA SOCIAL Representação pelo discurso de • COMANDOS DIVERSOS • CRÔNICA ESPORTIVA experiências vividas, situadas no • HISTÓRICO • TEXTOS PRESCRISTIVOS tempo • RELATO HISTÓRICO • ENSAIO OU PERFIL BIOGRÁFICO • BIOGRAFIA • EPÍSTOLA (TEXTO BÍBLICO) • TEXTOS DE OPINIÃO • DIÁLOGO ARGUMENTATIVO • CARTA AO LEITOR ENUMERATIVO • CARTA DE RECLAMAÇÃO ARGUMENTAR • CARTA DE SOLICITAÇÃO Grupos semânticos • LISTAS Discussão de problemas sociais • DELIBERAÇÃO INFORMAL Organização • DEBATE REGRADO controversos • ASSEMBLEIA Sustentação, refutação e negociação de tomadas de • DISCURSO DE DEFESA (ADVOCACIA) posição • DISCURSO DE ACUSAÇÃO (ADVOCACIA) • RESENHA CRÍTICA • ARTIGOS DE OPINIÃO OU ASSINADOS • EDITORIAL • ENSAIO Fonte: (Bernard Schneuwly e Joaquim Dolz. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas: Mercado de Letras, 2004.p. 60-1) PLANEJAMENTO BIMESTRAL
  • 24. PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO RECREIO SAÍDA 2ª feira RECREIO SAÍDA 3ª feira
  • 25. RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 26. A N E
  • 28. X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 29. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO RECREIO SAÍDA 2ª feira RECREIO SAÍDA 3ª feira
  • 30. RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 31. A N E
  • 33. X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 34. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO RECREIO SAÍDA 2ª feira RECREIO SAÍDA 3ª feira
  • 35. RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 36. A N E
  • 38. X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 39. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO RECREIO SAÍDA 2ª feira
  • 40. RECREIO SAÍDA 3ª feira RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 41. A N
  • 43. E X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 44. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - AGOSTO RECREIO SAÍDA 2ª feira
  • 45. RECREIO SAÍDA 3ª feira RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 46. A N
  • 48. E X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 49. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ANOTAÇÕES ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 50. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 51. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANILHA PARA REGISTRO DA SONDAGEM PRÉ-SILÁBICO SILÁBICOS SEM VALOR SONORO SILÁBICOS COM VALOR SONORO SILÁBICO-ALFABÉTICOS ALFABÉTICO ALUNOS/MÊS AG SET OUT NOV DEZ AG SET OUT NOV DEZ AG SET OUT NOV DEZ AG SET OUT NOV DEZ AG SET OUT NOV DEZ
  • 52. TOTAL ENCAMINHAMENTO PARA PSICÓLOGO(A) E/OU PSICOPEDAGOGA E/OU FONOAUDIÓLOGO(A) – APOIA / APOMTE NOME DATA DE ÁREA MOTIVO DIAGNÓSTICO ENCAMINHAMENTO FINAL
  • 53. OBSERVAÇÕES: ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO RECREIO SAÍDA 2ª feira
  • 54. RECREIO SAÍDA 3ª feira RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 55. A N
  • 57. E X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 58. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO RECREIO SAÍDA 2ª feira
  • 59. RECREIO SAÍDA 3ª feira RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 60. A N
  • 62. E X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 63. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO RECREIO SAÍDA 2ª feira
  • 64. RECREIO SAÍDA 3ª feira RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 65. A N
  • 67. E X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________
  • 68. ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ PLANEJAMENTO SEMANAL - SETEMBRO RECREIO SAÍDA 2ª feira
  • 69. RECREIO SAÍDA 3ª feira RECREIO SAÍDA 4ª feira RECREIO SAÍDA 5ª feira RECREIO SAÍDA 6ª feira
  • 70. A N
  • 72. E X O S REGISTRO – REFLEXÕES SOBRE O TRABALHO REALIZADO 1. O que deu muito certo e os porquês 2. O que não deu certo e os porquês 3. Dúvidas para resolver com os colegas professores e/ou equipe gestora 4. Observações importantes sobre este ou aquele aluno 5. Outros comentários DATA: ___________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________ ____________________________________________________________________________________________________________________