SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
APOSTILA DE
ADMINISTRAÇÃO
EM CONSULTÓRIO
Rayssa Mendonça Vitorino – 9º SEMESTRE
ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO
1
AV1
ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO
2
RESUMO
o Conceitos:
- PRÓ-LABORE:
 É o salário do administrador, é retirado do lucro e incluso como despesa.
 Deve ser considerado custo fixo.
 Deve pagar os custos da atividade profissional e o seus custos pessoais,
respeitando sempre o custo da empresa.
- CUSTOS FIXOS:
 Não variam em função da atividade.
 Ex: Aluguel
- CUSTOS VARIÁVEIS:
 São diretamente proporcionais ao número de consultas/procedimentos
realizados.
 Ex: IRPF
- LUCRO:
 Lucro = Receitas – Despesas
- RECEITAS:
 Todo dinheiro que entra na empresa.
- DESPESAS:
 São os custos fixos e variáveis
 Tudo que for gasto relativo ao consultório
o O que é marketing?
- É o oferecimento de alternativas para satisfazer alguma necessidade humana.
o Qual planejamento psicológico é necessário para um empreendedor antes de montar
sua empresa?
- Missão
- Visão
- Valores
o Infrações na Odontologia:
- Negligência: Por omissão; Deixar de executar algo.
- Imprudência: Sabe o certo, mas não faz.
- Imperícia: Não está apto para fazer.
o Análise de SWOT:
- S = Força
- W = Fraqueza
- O = Oportunidades
- T = Ameaças
 Um bom empreendedor deve somar as oportunidades às forças, transformar
as fraquezas em força e minimizar as ameaças.
o Passo-a-passo para abrir um consultório:
- Estar habilitado por uma instituição reconhecida pelo MEC
- Estar vinculado ao órgão (Ex: CRO)
ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO
3
- Retirar a licença provisória (Válida por 2 anos), enquanto aguarda chegar a principal.
- Procurar prefeitura da cidade e registrar-se como autônomo (ISS)
- Obter alvará da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros
- O local do consultório deverá ter estrutura necessária de 10m2
ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO
4
AV2
ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO
5
RESUMO
o Erros que acontecem na Odontologia:
- Imperícia: É a falta de habilitação efetiva e de conhecimento técnico necessário o
suficiente para a realização da ação que os supõe ou os exige.
 Ex: Lesar um nervo por não atentar a aproximação com o canal mandibular.
 Ex: Não fazer alívio na PT na parte do freio lingual.
- Negligência: É o descaso, desatenção. É um ato omissivo.
 Ex: Chegar atrasado ao plantão confiando no outro colega, paciente chegar
para ser atendido e não ter ninguém, agravando seu quadro.
 Ex: Letra ruim (Receita indecifrável).
 Ex: Pessoal técnico realizando procedimento do cirurgião-dentista.
- Imprudência:
 Ex: Realizar um procedimento mais complexo em uma sessão.
 Ex: Fazer um tratamento de orto de dois anos em poucos meses e causar
reabsorção devido à força.
o Marketing: É uma alternativa para satisfazer alguma necessidade humana.
- O marketing deve ser entendido, portanto, como um estudo de tudo aquilo que está
envolvido em um processo de troca de produtos ou serviços e ao correto
aproveitamento de todas essas informações, de forma que a relação entre cliente e
o prestador de serviço seja do tipo ganha-ganha, isto é, os dois saiam satisfeitos
com o negócio realizado.
- Marketing não é sinônimo de propaganda! A propaganda está dentro do
marketing:
- Tipos:
 Marketing de conteúdo: Divulgação voltada para o serviço ou produto
propriamente dito, com informações relevantes, mas não voltado diretamente
para o cliente.
 Ex: O novo clareamento é mais eficiente, economiza tempo e tem
resultado mais duradouro.
 Marketing de relacionamento: Divulgação voltada para o consumidor ou para
o cliente, se referindo as vias de comunicação oferecidas ao paciente e a
maneira como a empresa se apresenta ao cliente.
 Ex: Divulgação de redes sociais, e-mails.
MARKETING
PROPAGANDA
ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO
6
o Sujeitos do Marketing:
- Fornecedor: É quem oferece o serviço ou os produtos. “Desenvolve atividades de
produção, montagem, criação, transformação, importação, exportação, distribuição
ou comercialização de produtos ou prestação de serviços”.
- Cliente / Consumidor: É aquele que compra e que usa.
 Todo aquele que recebe ou compra de você um determinado bem ou serviço
são seus clientes são: Seus pacientes, empresas de convênio, prefeituras e
universidades.
 Você é cliente de seus fornecedores
 “Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou
serviço como destinatário final”
- Mercado:
 Inter-relação entre clientes e fornecedores e demais atores, em sua dinâmica,
fluxo, demanda e demais variáveis; geralmente mediante trocas financeiras.
 Leis de Mercado/ Lei da oferta e da procura:
 Muita oferta + muita procura = Eleva concorrência
 Muita oferta + pouca procura = Reduz o preço
 Pouca oferta + muita procura = Eleva o preço
 Pouca oferta + pouca procura = Vale a pena?
o Conceitos:
- Budget: Capital inicial (O quanto se quer gastar para iniciar o negócio)
- Benchmarking: O dever de se espelhar no “melhor do melhor”, analisar suas
estratégias e os pontos positivos e melhorar os negativos
- Stakehouders: São os agentes do mercado
- Colaborador: São aqueles envolvidos na transação comercial (Vendedor)
- Rapport: Manter uma boa relação com o cliente
- Briefing: Um documento em que se é discutido e entregue durante reunião. Ex:
Reunião de negócios em uma empresa bancária para financiamento da mesma,
tendo que apresenta-la no devido documento.
o Preço: Oferta X Produto
o Os “Seis P” do marketing – Estes seis elementos e suas inter-relações formam o MIX DE
MARKETING:
- Ponto: Localização
- Produto: O que você oferece ao cliente
- Preço: Relacionado ao marketing pessoal, pois preço gera expectativa.
 Ex: “Quem paga caro, quer resultado”.
- Pessoas: São os Stakehoulders, agentes ou público-alvo.
- Percepção: Entender a cultura e características sociais de onde ou a quem se
pretende oferecer o produto, ou seja, saber apresentar o produto no lugar certo para
as pessoas certas.
- Promoção: Maneira como a empresa se apresenta aos clientes através de
propagandas, meios de comunicação e divulgação do serviço.
ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO
7
o Em relação ao marketing digital, não faça spam! Não use ferramentas de mensagem em
massa e nem repasse correntes.
o Necessidade X Desejo:
- Necessidade (Real / Precisa / Impulsiona à busca de alívio): Algo que o
indivíduo realmente precise para suprir uma das cinco classes de necessidades
humanas, em que estas podem ser despertadas, mas não criadas.
 Básicas: Comer, higiene, dormir.
 Segurança: Morar e conviver em local seguro.
 Social: Conviver com pessoas.
 Autoestima: Ser feliz consigo mesmo.
 Autorrealização: Depende das expectativas de cada um. É ser feliz com
aquilo que conquistou.
- Desejo (Quer): Algo que o indivíduo não necessita, porém mesmo assim quer. Este
pode ser criado ou influenciado.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (18)

O planejamento de marketing na odontologia
O planejamento de marketing na odontologiaO planejamento de marketing na odontologia
O planejamento de marketing na odontologia
 
O maior erro na gestao financeira de uma clinica odontologica
O maior erro na gestao financeira de uma clinica odontologicaO maior erro na gestao financeira de uma clinica odontologica
O maior erro na gestao financeira de uma clinica odontologica
 
3 acoes de marketing digital para medicos que captam mais pacientes
3 acoes de marketing digital para medicos que captam mais pacientes3 acoes de marketing digital para medicos que captam mais pacientes
3 acoes de marketing digital para medicos que captam mais pacientes
 
5 fatores que atrapalham a atracao e captacao de pacientes para clinicas odon...
5 fatores que atrapalham a atracao e captacao de pacientes para clinicas odon...5 fatores que atrapalham a atracao e captacao de pacientes para clinicas odon...
5 fatores que atrapalham a atracao e captacao de pacientes para clinicas odon...
 
Como usar o marketing digital para dentistas e atrair mais pacientes
Como usar o marketing digital para dentistas e atrair mais pacientesComo usar o marketing digital para dentistas e atrair mais pacientes
Como usar o marketing digital para dentistas e atrair mais pacientes
 
5 boas praticas de gestao para clinicas odontologicas
5 boas praticas de gestao para clinicas odontologicas5 boas praticas de gestao para clinicas odontologicas
5 boas praticas de gestao para clinicas odontologicas
 
Como captar pacientes sem verba para marketing
Como captar pacientes sem verba para marketingComo captar pacientes sem verba para marketing
Como captar pacientes sem verba para marketing
 
Nao abra uma clinica odontologica sem ler esse artigo
Nao abra uma clinica odontologica sem ler esse artigoNao abra uma clinica odontologica sem ler esse artigo
Nao abra uma clinica odontologica sem ler esse artigo
 
Como atrair pacientes de implantes dentarios
Como atrair pacientes de implantes dentariosComo atrair pacientes de implantes dentarios
Como atrair pacientes de implantes dentarios
 
5 itens fundamentais para quem vai abrir um consultório odontológico
5 itens fundamentais para quem vai abrir um consultório odontológico5 itens fundamentais para quem vai abrir um consultório odontológico
5 itens fundamentais para quem vai abrir um consultório odontológico
 
5 passos para aumentar a captacao de pacientes na sua clinica odontologica
5 passos para aumentar a captacao de pacientes na sua clinica odontologica5 passos para aumentar a captacao de pacientes na sua clinica odontologica
5 passos para aumentar a captacao de pacientes na sua clinica odontologica
 
Como criar um plano de negocios para abrir uma nova clinica em 9 passos e aum...
Como criar um plano de negocios para abrir uma nova clinica em 9 passos e aum...Como criar um plano de negocios para abrir uma nova clinica em 9 passos e aum...
Como criar um plano de negocios para abrir uma nova clinica em 9 passos e aum...
 
3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos
3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos
3 práticas fundamentais de marketing para consultórios médicos
 
Passar preco de tratamento por telefone saiba como conduzir a conversa
Passar preco de tratamento por telefone   saiba como conduzir a conversaPassar preco de tratamento por telefone   saiba como conduzir a conversa
Passar preco de tratamento por telefone saiba como conduzir a conversa
 
Marketing para dentistas 3 pontos fundamentais para atrair mais pacientes par...
Marketing para dentistas 3 pontos fundamentais para atrair mais pacientes par...Marketing para dentistas 3 pontos fundamentais para atrair mais pacientes par...
Marketing para dentistas 3 pontos fundamentais para atrair mais pacientes par...
 
5 acoes para divulgar sua clinica e atrair mais pacientes
5 acoes para divulgar sua clinica e atrair mais pacientes5 acoes para divulgar sua clinica e atrair mais pacientes
5 acoes para divulgar sua clinica e atrair mais pacientes
 
Publicidade e propaganda na odontologia
Publicidade e propaganda na odontologiaPublicidade e propaganda na odontologia
Publicidade e propaganda na odontologia
 
O dentista deve cobrar a primeira consulta
O dentista deve cobrar a primeira consultaO dentista deve cobrar a primeira consulta
O dentista deve cobrar a primeira consulta
 

Destaque

Destaque (20)

APOSTILA DE PRÓTESE FIXA
APOSTILA DE PRÓTESE FIXAAPOSTILA DE PRÓTESE FIXA
APOSTILA DE PRÓTESE FIXA
 
AV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL II
AV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL IIAV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL II
AV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL II
 
ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)
ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)
ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)
 
Apostila de estágio vi
Apostila de estágio vi Apostila de estágio vi
Apostila de estágio vi
 
AV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOS
AV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOSAV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOS
AV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOS
 
AV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatria
AV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatriaAV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatria
AV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatria
 
Capítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusao
Capítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusaoCapítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusao
Capítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusao
 
Capitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusal
Capitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusalCapitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusal
Capitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusal
 
Tratamento endodôntico em dentes molares
Tratamento endodôntico em dentes molaresTratamento endodôntico em dentes molares
Tratamento endodôntico em dentes molares
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
 
ESQUEMA PADRÃO MEDICAMENTOSO
ESQUEMA PADRÃO MEDICAMENTOSOESQUEMA PADRÃO MEDICAMENTOSO
ESQUEMA PADRÃO MEDICAMENTOSO
 
Interrelação dentística-periodontia-oclusão
Interrelação dentística-periodontia-oclusãoInterrelação dentística-periodontia-oclusão
Interrelação dentística-periodontia-oclusão
 
AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)
AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)
AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)
 
Capítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e Oclusão
Capítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e OclusãoCapítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e Oclusão
Capítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e Oclusão
 
Apostila de farmacologia 1
Apostila de farmacologia 1Apostila de farmacologia 1
Apostila de farmacologia 1
 
Retratamento endodôntico
Retratamento endodônticoRetratamento endodôntico
Retratamento endodôntico
 
APOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIAAPOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIA
 
AV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIA
AV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIAAV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIA
AV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIA
 
Clareamento dental
Clareamento dentalClareamento dental
Clareamento dental
 
Urgências endodônticas
Urgências endodônticasUrgências endodônticas
Urgências endodônticas
 

Semelhante a ASSUNTO AV2 - Apostila de adm em consultório

Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing
Carlos Alves
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de Publicidade
thaii
 
Artigo odontologia e empreendedorismo o perfil do cliente
Artigo odontologia e empreendedorismo o perfil do clienteArtigo odontologia e empreendedorismo o perfil do cliente
Artigo odontologia e empreendedorismo o perfil do cliente
Thiago Dant
 

Semelhante a ASSUNTO AV2 - Apostila de adm em consultório (20)

A importância da presença na odontologia
A importância da presença na odontologiaA importância da presença na odontologia
A importância da presença na odontologia
 
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimentoA evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
A evolução do setor e o papel do profissional de atendimento
 
Apontamentos marketing
Apontamentos marketingApontamentos marketing
Apontamentos marketing
 
Apontamentos marketing
Apontamentos marketingApontamentos marketing
Apontamentos marketing
 
Flávio - Planejamento da Com. Mercadológica
Flávio - Planejamento da Com. MercadológicaFlávio - Planejamento da Com. Mercadológica
Flávio - Planejamento da Com. Mercadológica
 
Apontamentos (1)
Apontamentos (1)Apontamentos (1)
Apontamentos (1)
 
Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing Aula 8 comunicação de marketing
Aula 8 comunicação de marketing
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de Publicidade
 
Artigo odontologia e empreendedorismo o perfil do cliente
Artigo odontologia e empreendedorismo o perfil do clienteArtigo odontologia e empreendedorismo o perfil do cliente
Artigo odontologia e empreendedorismo o perfil do cliente
 
Função marketing
Função marketingFunção marketing
Função marketing
 
FUNESO - Adm. de Marketing I - 12.08
FUNESO - Adm. de Marketing I - 12.08FUNESO - Adm. de Marketing I - 12.08
FUNESO - Adm. de Marketing I - 12.08
 
Apresentação do módulo iv começando a consultoria
Apresentação do módulo iv começando a consultoriaApresentação do módulo iv começando a consultoria
Apresentação do módulo iv começando a consultoria
 
Estratégias básicas de marketing odontológico
Estratégias básicas de marketing odontológicoEstratégias básicas de marketing odontológico
Estratégias básicas de marketing odontológico
 
Atendimento ibenac
Atendimento ibenacAtendimento ibenac
Atendimento ibenac
 
CD - Aula 04
CD - Aula 04CD - Aula 04
CD - Aula 04
 
Casos & cases de marketing jurídico
Casos & cases de marketing jurídicoCasos & cases de marketing jurídico
Casos & cases de marketing jurídico
 
Trabalho em grupo apresentação slides master consultoria
Trabalho em grupo  apresentação slides master consultoriaTrabalho em grupo  apresentação slides master consultoria
Trabalho em grupo apresentação slides master consultoria
 
Aula 03 empreendedorismo
Aula 03 empreendedorismoAula 03 empreendedorismo
Aula 03 empreendedorismo
 
Como o médico pode utilizar o marketing
Como o médico pode utilizar o marketingComo o médico pode utilizar o marketing
Como o médico pode utilizar o marketing
 
[eBook] Etapas Empresariais
[eBook] Etapas Empresariais[eBook] Etapas Empresariais
[eBook] Etapas Empresariais
 

ASSUNTO AV2 - Apostila de adm em consultório

  • 1. APOSTILA DE ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO Rayssa Mendonça Vitorino – 9º SEMESTRE
  • 3. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 2 RESUMO o Conceitos: - PRÓ-LABORE:  É o salário do administrador, é retirado do lucro e incluso como despesa.  Deve ser considerado custo fixo.  Deve pagar os custos da atividade profissional e o seus custos pessoais, respeitando sempre o custo da empresa. - CUSTOS FIXOS:  Não variam em função da atividade.  Ex: Aluguel - CUSTOS VARIÁVEIS:  São diretamente proporcionais ao número de consultas/procedimentos realizados.  Ex: IRPF - LUCRO:  Lucro = Receitas – Despesas - RECEITAS:  Todo dinheiro que entra na empresa. - DESPESAS:  São os custos fixos e variáveis  Tudo que for gasto relativo ao consultório o O que é marketing? - É o oferecimento de alternativas para satisfazer alguma necessidade humana. o Qual planejamento psicológico é necessário para um empreendedor antes de montar sua empresa? - Missão - Visão - Valores o Infrações na Odontologia: - Negligência: Por omissão; Deixar de executar algo. - Imprudência: Sabe o certo, mas não faz. - Imperícia: Não está apto para fazer. o Análise de SWOT: - S = Força - W = Fraqueza - O = Oportunidades - T = Ameaças  Um bom empreendedor deve somar as oportunidades às forças, transformar as fraquezas em força e minimizar as ameaças. o Passo-a-passo para abrir um consultório: - Estar habilitado por uma instituição reconhecida pelo MEC - Estar vinculado ao órgão (Ex: CRO)
  • 4. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 3 - Retirar a licença provisória (Válida por 2 anos), enquanto aguarda chegar a principal. - Procurar prefeitura da cidade e registrar-se como autônomo (ISS) - Obter alvará da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros - O local do consultório deverá ter estrutura necessária de 10m2
  • 6. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 5 RESUMO o Erros que acontecem na Odontologia: - Imperícia: É a falta de habilitação efetiva e de conhecimento técnico necessário o suficiente para a realização da ação que os supõe ou os exige.  Ex: Lesar um nervo por não atentar a aproximação com o canal mandibular.  Ex: Não fazer alívio na PT na parte do freio lingual. - Negligência: É o descaso, desatenção. É um ato omissivo.  Ex: Chegar atrasado ao plantão confiando no outro colega, paciente chegar para ser atendido e não ter ninguém, agravando seu quadro.  Ex: Letra ruim (Receita indecifrável).  Ex: Pessoal técnico realizando procedimento do cirurgião-dentista. - Imprudência:  Ex: Realizar um procedimento mais complexo em uma sessão.  Ex: Fazer um tratamento de orto de dois anos em poucos meses e causar reabsorção devido à força. o Marketing: É uma alternativa para satisfazer alguma necessidade humana. - O marketing deve ser entendido, portanto, como um estudo de tudo aquilo que está envolvido em um processo de troca de produtos ou serviços e ao correto aproveitamento de todas essas informações, de forma que a relação entre cliente e o prestador de serviço seja do tipo ganha-ganha, isto é, os dois saiam satisfeitos com o negócio realizado. - Marketing não é sinônimo de propaganda! A propaganda está dentro do marketing: - Tipos:  Marketing de conteúdo: Divulgação voltada para o serviço ou produto propriamente dito, com informações relevantes, mas não voltado diretamente para o cliente.  Ex: O novo clareamento é mais eficiente, economiza tempo e tem resultado mais duradouro.  Marketing de relacionamento: Divulgação voltada para o consumidor ou para o cliente, se referindo as vias de comunicação oferecidas ao paciente e a maneira como a empresa se apresenta ao cliente.  Ex: Divulgação de redes sociais, e-mails. MARKETING PROPAGANDA
  • 7. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 6 o Sujeitos do Marketing: - Fornecedor: É quem oferece o serviço ou os produtos. “Desenvolve atividades de produção, montagem, criação, transformação, importação, exportação, distribuição ou comercialização de produtos ou prestação de serviços”. - Cliente / Consumidor: É aquele que compra e que usa.  Todo aquele que recebe ou compra de você um determinado bem ou serviço são seus clientes são: Seus pacientes, empresas de convênio, prefeituras e universidades.  Você é cliente de seus fornecedores  “Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final” - Mercado:  Inter-relação entre clientes e fornecedores e demais atores, em sua dinâmica, fluxo, demanda e demais variáveis; geralmente mediante trocas financeiras.  Leis de Mercado/ Lei da oferta e da procura:  Muita oferta + muita procura = Eleva concorrência  Muita oferta + pouca procura = Reduz o preço  Pouca oferta + muita procura = Eleva o preço  Pouca oferta + pouca procura = Vale a pena? o Conceitos: - Budget: Capital inicial (O quanto se quer gastar para iniciar o negócio) - Benchmarking: O dever de se espelhar no “melhor do melhor”, analisar suas estratégias e os pontos positivos e melhorar os negativos - Stakehouders: São os agentes do mercado - Colaborador: São aqueles envolvidos na transação comercial (Vendedor) - Rapport: Manter uma boa relação com o cliente - Briefing: Um documento em que se é discutido e entregue durante reunião. Ex: Reunião de negócios em uma empresa bancária para financiamento da mesma, tendo que apresenta-la no devido documento. o Preço: Oferta X Produto o Os “Seis P” do marketing – Estes seis elementos e suas inter-relações formam o MIX DE MARKETING: - Ponto: Localização - Produto: O que você oferece ao cliente - Preço: Relacionado ao marketing pessoal, pois preço gera expectativa.  Ex: “Quem paga caro, quer resultado”. - Pessoas: São os Stakehoulders, agentes ou público-alvo. - Percepção: Entender a cultura e características sociais de onde ou a quem se pretende oferecer o produto, ou seja, saber apresentar o produto no lugar certo para as pessoas certas. - Promoção: Maneira como a empresa se apresenta aos clientes através de propagandas, meios de comunicação e divulgação do serviço.
  • 8. ADMINISTRAÇÃO EM CONSULTÓRIO 7 o Em relação ao marketing digital, não faça spam! Não use ferramentas de mensagem em massa e nem repasse correntes. o Necessidade X Desejo: - Necessidade (Real / Precisa / Impulsiona à busca de alívio): Algo que o indivíduo realmente precise para suprir uma das cinco classes de necessidades humanas, em que estas podem ser despertadas, mas não criadas.  Básicas: Comer, higiene, dormir.  Segurança: Morar e conviver em local seguro.  Social: Conviver com pessoas.  Autoestima: Ser feliz consigo mesmo.  Autorrealização: Depende das expectativas de cada um. É ser feliz com aquilo que conquistou. - Desejo (Quer): Algo que o indivíduo não necessita, porém mesmo assim quer. Este pode ser criado ou influenciado.