SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 6
Baixar para ler offline
RAYSSA MENDONÇA – 10º SEMESTRE
1
FACULDADE DE ODONTOLOGIA LEÃO SAMPAIO - FALS
COMISSÃO DE BIOSSEGURANÇA DO CURSO DE
ODONTOLOGIA
PROTOCOLO PADRÃO / ANTIBIÓTICOS (Uso Interno – Via Oral)
Terapêutica
1) Amoxicilina 500mg comprimidos 8/8 horas por 7 dias.
2) Alérgicos: Clindamicina 300mg comprimidos 8/8 horas por 7 dias
Associação para betalactamase resistente
1) Amoxicilina 500mg + Clavulonato (ác.clavulânico) 125mg comprimidos 8/8
horas por 7 dias
Associação para infecções anaeróbias predominantes
1) Amoxicilina 500mgcomprimidos 8/8 horas por 7 dias
2) Metronidazol (Flagyl) 400mg comprimidos 8/8 horas horas por 7 dias.
Profilaxia para Endocardite Bacteriana
1) Amoxicilina 2g(4 comprimidos 500mg) dose única 01 horas antes do
procedimento.
2) Alérgicos:Clindamicina 600mg(2 comprimidos 300mg) dose única 01 horas
antes do procedimento.
PROTOCOLO PADRÃO / ANALGÉSICOS (Uso Interno – Via Oral)
 Terapêutica: Dipirona 500mg comprimido 6/6 horas por 24 horas e após
em caso de dor por até 02 dias.
 Alérgicos: Paracetamol 750mg comprimido 6/6 horas por 24 horas e após
em caso de dor por até 02 dias.
2
PROTOCOLO PADRÃO / ANTIINFLAMATÓRIOS (Uso Interno – Via
Oral)
 Terapêutica: Ibuprofeno 300mg comprimido 8/8 horas horas por 03 dias.
 Alternativo: Nimesulida 100mg comprimido 12/12 horas por 03 dias
 Alérgicos: Dexametasona 4mg comprimido 8/8 horas por 03 dias
(primeira dose 02 comprimidos 01 hora antes do procedimento ou
imediatamente após o procedimento se não havia planejado)
PROTOCOLO PADRÃO / COLUTÓRIOS (Uso Tópico Oral)
 Terapêutica: Clorexidina 0,12% bochecho (01 tampa medida) 3x ao dia
por 1 minuto após escovação dental por 7 dias, ou a critério (uso
prolongado provoca manchamento nos dentes (reversível) e nas
restaurações estéticas (por vezes irreversível).
 Alérgicos e alternativo: Água Oxigenada 10 volumes – utilizar com
metade de agua filtrada na forma de bochechos 2 a 3 vezes dia, por 7
dias.
OBS: Em algumas cirurgias orais o inicio dos bochechos será após o
segundo dia de pós-operatório
PROTOCOLO PARA INFECÇÕES FÚNGICAS (uso tópico oral)
1) Nistatina 100.000 UI solução para bochecho 02 colheres de sopa 4x ao
dia após higiene oral por 15 dias até a reavaliação
2) Daktarin Gel (miconazol) aplicar na área bucal afetada 4x ao dia e
permanecer por mais tempo possível. Pode utilizar a prótese com
exceção ao dormir por 15 dias até reavaliaçãoo
PROTOCOLO PARA REDUÇÃO DE ANSIEDADE (Uso Interno Via
Oral)
1) Diazepan 10mg comprimido - tomar 5mg (Meio comprimido) na noite
anterior e 5mg 01 hora antes do procedimento.
PROTOCOLO PARA REAÇÕES ALÉRGICAS
1) Prometazina 50mg ampola IM
2) Dexametasona 4mg/ml ampola IM ou Hidrocortizona 100mg IM
3
3) Adrenalina 1:1000 amp fazer 0,3ml SC (Caso progrida)
Manter Prometazina 25mg VO 1x ao dia por 03 dias – encaminhar
alergologista
PROTOCOLO PARA CRISE HIPERTENSIVA
1) Captopril 25mg comprimido VO se PAS >= 160mmHg ou PAD>=
110mmHg
PROTOCOLO PARA DOENÇA ISQUÊMICA DESCOMPENSADA
(Angina, Infarto)
1) ISORDIL 5mg (Nitrato de isossorbida e mononitrato de isossorbida 5mg)
SL – Sublingual a cada 5 minutos em crise
2) ASPIRINA 100mg (03 comprimidos) via oral na presença de infarto
PROTOCOLO PARA CRISE CONVULSIVA INTALADA – ESTADO
EPILÉTICO
1) Diazepan 10mg 01 amp - Administrar IV lento 1mg a cada 30 segundos
até ceder à crise, não excedendo 10mg, ou via Intra-Muscular 01 amp
10mg.
PROTOCOLO PARA CRISE HIPOGLICÊMICA
1) Glicose (dextrose) 25% (ampola de 10 mL) EV lenta.
2) Casos Leves e o paciente estando consciente deve-se administrar
carboidratos orais (soluções açucaradas)
OBSERVAÇÕES:
• Todas as medicações prescritas devem ser registradas no prontuário
do paciente.
• Variações deste protocolo devem ser justificadas no prontuário pelo
professor orientador do caso.
• A ocorrência de reações adversas deve, obrigatoriamente, ser
registrada na Comissão de Biossegurança e posterior encaminhamento ao
Programa de Farmacovigilância – ANVISA (formulário próprio).
4
EM CASOS DE URGÊNCIA, MEDIDAS COMPLEMENTARES DEVEM
SER ADOTADAS E CONTATO IMEDIATO COM SAMU – SERVIÇO DE
ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA E ENCAMINHAMENTO PARA
UNIDADE DE SAÚDE DE EMERGÊNCIA CASO SE JULGUE NECESSÁRIO
FORMATAÇÃO
FACULDADE LEÃO SAMPAIO
CURSO DE ODONTOLOGIA
CLÍNICA ESCOLA
RECEITUÁRIO
P/ IVO CAVALCANTE PITA NETO
USO INTERNO
1) AMOXICILINA 500mg-------------------------------------21 cápsulas
Tomar 01 cápsulas a cada 08 horas por 7 dias
2) IBUPROFENO 300mg--------------------------------------12 comprimidos
Tomar 01 comprimido a cada 08 horas por 4 dias
3) DIPIRONA 500mg------------------------------------------04 comprimidos
Tomar 01 comprimido a cada 6 horas por 24 horas e após só em caso de dor
4) CLOREXIDINA 0,12%-------------------------------------01 frasco
Fazer Bochechos por 1 minuto 3x ao dia apos escovação. Iniciar após 24 horas depois da
cirurgia.
Juazeiro do Norte, ________/________/_________
_____________________________________
Assinatura / Carimbo
Ciente:_____________________________
_________________________________________________________
Rua Maria Letícia Leite Pereira s/n, Lagoa Seca – Juazeiro do Norte – CE
Tel: 2101-1065
5

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Classificacão da protese parcial removível
Classificacão da protese parcial removívelClassificacão da protese parcial removível
Classificacão da protese parcial removível
Rhuan
 
Instrumentação de canais com protaper manual
Instrumentação de canais com protaper manualInstrumentação de canais com protaper manual
Instrumentação de canais com protaper manual
Ines Jacyntho Inojosa
 
Clareamento Dental Interno
Clareamento Dental InternoClareamento Dental Interno
Clareamento Dental Interno
Camilla Bringel
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologia
Lucas Almeida Sá
 

Mais procurados (20)

Descubra Como Calcular a Dose Máxima de Anestésico Local Para Odontologia
Descubra Como Calcular a Dose Máxima de Anestésico Local Para OdontologiaDescubra Como Calcular a Dose Máxima de Anestésico Local Para Odontologia
Descubra Como Calcular a Dose Máxima de Anestésico Local Para Odontologia
 
Moldagem anatômica e funcional
Moldagem anatômica e funcionalMoldagem anatômica e funcional
Moldagem anatômica e funcional
 
Dentística
DentísticaDentística
Dentística
 
Técnicas anestésicas e soluções anestésicas 2013
Técnicas anestésicas e soluções anestésicas 2013Técnicas anestésicas e soluções anestésicas 2013
Técnicas anestésicas e soluções anestésicas 2013
 
Classificação dos Materiais de Moldagem - Elásticos e Anelásticos
Classificação dos Materiais de Moldagem - Elásticos e AnelásticosClassificação dos Materiais de Moldagem - Elásticos e Anelásticos
Classificação dos Materiais de Moldagem - Elásticos e Anelásticos
 
Classificacão da protese parcial removível
Classificacão da protese parcial removívelClassificacão da protese parcial removível
Classificacão da protese parcial removível
 
Tratamento das Urgências Endodônticas
Tratamento das Urgências Endodônticas  Tratamento das Urgências Endodônticas
Tratamento das Urgências Endodônticas
 
Apostila de ppr
Apostila de pprApostila de ppr
Apostila de ppr
 
Fotopolimerização e fatores de contração
Fotopolimerização e fatores de contraçãoFotopolimerização e fatores de contração
Fotopolimerização e fatores de contração
 
2 introdução a farmacologia aplicada ( pdf )
2  introdução a farmacologia aplicada  ( pdf )   2  introdução a farmacologia aplicada  ( pdf )
2 introdução a farmacologia aplicada ( pdf )
 
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido...
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado  + Hidróxido...Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado  + Hidróxido...
Medicação intracanal na Endodontia (Paramonoclorofenol canforado + Hidróxido...
 
Trauma dental
Trauma dentalTrauma dental
Trauma dental
 
Instrumentação de canais com protaper manual
Instrumentação de canais com protaper manualInstrumentação de canais com protaper manual
Instrumentação de canais com protaper manual
 
Isolamento absoluto na Endodontia
Isolamento absoluto na EndodontiaIsolamento absoluto na Endodontia
Isolamento absoluto na Endodontia
 
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduoEndodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
Endodontia em odontopediatria - tratamento pulpar dente decíduo
 
Endodontia 2013
Endodontia 2013Endodontia 2013
Endodontia 2013
 
Clareamento Dental Interno
Clareamento Dental InternoClareamento Dental Interno
Clareamento Dental Interno
 
Lesão de furca
Lesão de furcaLesão de furca
Lesão de furca
 
Tratamento alveolites, pericoronarites e hemorragias
Tratamento alveolites, pericoronarites e hemorragiasTratamento alveolites, pericoronarites e hemorragias
Tratamento alveolites, pericoronarites e hemorragias
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologia
 

Destaque

Destaque (20)

AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)
AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)
AV2 Resumo de implantodontia (Autoria João Ricardo)
 
RESUMO DE DENTÍSTICA
RESUMO DE DENTÍSTICARESUMO DE DENTÍSTICA
RESUMO DE DENTÍSTICA
 
Apostila de farmacologia 1
Apostila de farmacologia 1Apostila de farmacologia 1
Apostila de farmacologia 1
 
AV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL II
AV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL IIAV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL II
AV1 - APOSTILA DE ODONTOINFANTIL II
 
APOSTILA DE ODONTOLOGIA LEGAL
APOSTILA DE ODONTOLOGIA LEGALAPOSTILA DE ODONTOLOGIA LEGAL
APOSTILA DE ODONTOLOGIA LEGAL
 
AV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOS
AV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOSAV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOS
AV1 - APOSTILA DE TRAUMATISMO DOS DENTES DECÍDUOS
 
AV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIA
AV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIAAV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIA
AV1 - APOSTILA DE FOTOGRAFIA NA ODONTOLOGIA
 
Capítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e Oclusão
Capítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e OclusãoCapítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e Oclusão
Capítulo 4 - Tratamento das Desordens Temporomandibulares e Oclusão
 
AV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatria
AV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatriaAV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatria
AV2 - Tratamento medicamentoso em odontopediatria
 
Capitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusal
Capitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusalCapitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusal
Capitulo 6 - Determinantes da morfologia oclusal
 
Capítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusao
Capítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusaoCapítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusao
Capítulo 5 - Tratamento das desordens temporomandibulares e oclusao
 
Tratamento endodôntico em dentes molares
Tratamento endodôntico em dentes molaresTratamento endodôntico em dentes molares
Tratamento endodôntico em dentes molares
 
ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)
ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)
ODONTOPEDIATRIA - QUESTÕES PERIO (Gaba não oficial)
 
Retratamento endodôntico
Retratamento endodônticoRetratamento endodôntico
Retratamento endodôntico
 
Clareamento dental
Clareamento dentalClareamento dental
Clareamento dental
 
Interrelação dentística-periodontia-oclusão
Interrelação dentística-periodontia-oclusãoInterrelação dentística-periodontia-oclusão
Interrelação dentística-periodontia-oclusão
 
APOSTILA DE ENDODONTIA II
APOSTILA DE ENDODONTIA IIAPOSTILA DE ENDODONTIA II
APOSTILA DE ENDODONTIA II
 
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIARESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
RESUMÃO DE CIRURGIA NA ODONTOLOGIA
 
Urgências endodônticas
Urgências endodônticasUrgências endodônticas
Urgências endodônticas
 
APOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIAAPOSTILA DE IMPLANTODONTIA
APOSTILA DE IMPLANTODONTIA
 

Semelhante a ESQUEMA PADRÃO MEDICAMENTOSO

Formulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzo
Formulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzoFormulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzo
Formulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzo
Diego Cherri
 
Comprimidos de ofloxacina usp. corrigida. a
Comprimidos de ofloxacina usp. corrigida. aComprimidos de ofloxacina usp. corrigida. a
Comprimidos de ofloxacina usp. corrigida. a
mukunaje
 
Dipirona500mgGotasNeoQuimica.pdf
Dipirona500mgGotasNeoQuimica.pdfDipirona500mgGotasNeoQuimica.pdf
Dipirona500mgGotasNeoQuimica.pdf
JesseLira3
 

Semelhante a ESQUEMA PADRÃO MEDICAMENTOSO (20)

186 1
186 1186 1
186 1
 
186 1
186 1186 1
186 1
 
MEU CADERNINHO.pdf
MEU CADERNINHO.pdfMEU CADERNINHO.pdf
MEU CADERNINHO.pdf
 
medicac0esdeurgencia.pdf
medicac0esdeurgencia.pdfmedicac0esdeurgencia.pdf
medicac0esdeurgencia.pdf
 
medicac0esdeurgencia.pdf
medicac0esdeurgencia.pdfmedicac0esdeurgencia.pdf
medicac0esdeurgencia.pdf
 
Enxaqueca Aguda Tratamento
Enxaqueca Aguda Tratamento   Enxaqueca Aguda Tratamento
Enxaqueca Aguda Tratamento
 
Formulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzo
Formulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzoFormulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzo
Formulações exclusivamente magistrais_2010_j.a.batistuzzo
 
Administração de Obitumuzumabe
Administração de ObitumuzumabeAdministração de Obitumuzumabe
Administração de Obitumuzumabe
 
Medicação usual em pediatria
Medicação usual em pediatriaMedicação usual em pediatria
Medicação usual em pediatria
 
medicamentos+periodonti medicamentos+periodontia
medicamentos+periodonti medicamentos+periodontiamedicamentos+periodonti medicamentos+periodontia
medicamentos+periodonti medicamentos+periodontia
 
Aula sobre-medicamentos
Aula sobre-medicamentosAula sobre-medicamentos
Aula sobre-medicamentos
 
Aula sobre-medicamentos
Aula sobre-medicamentosAula sobre-medicamentos
Aula sobre-medicamentos
 
Comprimidos de ofloxacina usp. corrigida. a
Comprimidos de ofloxacina usp. corrigida. aComprimidos de ofloxacina usp. corrigida. a
Comprimidos de ofloxacina usp. corrigida. a
 
Antibióticos
AntibióticosAntibióticos
Antibióticos
 
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptxProtocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
Protocolo Medicamentoso em odontologia.pptx
 
Colirios treinamento
Colirios treinamentoColirios treinamento
Colirios treinamento
 
01 dfl cartilha_de_anestesia_local
01 dfl cartilha_de_anestesia_local01 dfl cartilha_de_anestesia_local
01 dfl cartilha_de_anestesia_local
 
Dipirona500mgGotasNeoQuimica.pdf
Dipirona500mgGotasNeoQuimica.pdfDipirona500mgGotasNeoQuimica.pdf
Dipirona500mgGotasNeoQuimica.pdf
 
Padronização das soluções medicamentosas
Padronização das soluções medicamentosasPadronização das soluções medicamentosas
Padronização das soluções medicamentosas
 
Abordagem sindrômica dst aids
Abordagem sindrômica dst aidsAbordagem sindrômica dst aids
Abordagem sindrômica dst aids
 

Último

Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
DanieldaSade
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
DanieldaSade
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
HELLEN CRISTINA
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
HELLEN CRISTINA
 

Último (9)

Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades PúblicasAlimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
Alimentação / Amamentação Lactentes em Calamidades Públicas
 
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino FelisbertoAltas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
Altas habilidades/superdotação. Adelino Felisberto
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Sífilis.pdf
 
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclosCaracterísticas gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
Características gerais dos vírus- Estrutura, ciclos
 
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdfManual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
Manual Técnico para Diagnóstico da Infecção pelo HIV.pdf
 
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion  ais.pdfrelatorio ciencias morfofuncion  ais.pdf
relatorio ciencias morfofuncion ais.pdf
 
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUSHomens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
Homens Trans tem Caderneta de Pré-Natal especial / Programa Transgesta - SUS
 
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
01 INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA.pdf
 
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdfrelatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
relatorio de estagio de terapia ocupacional.pdf
 

ESQUEMA PADRÃO MEDICAMENTOSO

  • 1. RAYSSA MENDONÇA – 10º SEMESTRE
  • 2. 1 FACULDADE DE ODONTOLOGIA LEÃO SAMPAIO - FALS COMISSÃO DE BIOSSEGURANÇA DO CURSO DE ODONTOLOGIA PROTOCOLO PADRÃO / ANTIBIÓTICOS (Uso Interno – Via Oral) Terapêutica 1) Amoxicilina 500mg comprimidos 8/8 horas por 7 dias. 2) Alérgicos: Clindamicina 300mg comprimidos 8/8 horas por 7 dias Associação para betalactamase resistente 1) Amoxicilina 500mg + Clavulonato (ác.clavulânico) 125mg comprimidos 8/8 horas por 7 dias Associação para infecções anaeróbias predominantes 1) Amoxicilina 500mgcomprimidos 8/8 horas por 7 dias 2) Metronidazol (Flagyl) 400mg comprimidos 8/8 horas horas por 7 dias. Profilaxia para Endocardite Bacteriana 1) Amoxicilina 2g(4 comprimidos 500mg) dose única 01 horas antes do procedimento. 2) Alérgicos:Clindamicina 600mg(2 comprimidos 300mg) dose única 01 horas antes do procedimento. PROTOCOLO PADRÃO / ANALGÉSICOS (Uso Interno – Via Oral)  Terapêutica: Dipirona 500mg comprimido 6/6 horas por 24 horas e após em caso de dor por até 02 dias.  Alérgicos: Paracetamol 750mg comprimido 6/6 horas por 24 horas e após em caso de dor por até 02 dias.
  • 3. 2 PROTOCOLO PADRÃO / ANTIINFLAMATÓRIOS (Uso Interno – Via Oral)  Terapêutica: Ibuprofeno 300mg comprimido 8/8 horas horas por 03 dias.  Alternativo: Nimesulida 100mg comprimido 12/12 horas por 03 dias  Alérgicos: Dexametasona 4mg comprimido 8/8 horas por 03 dias (primeira dose 02 comprimidos 01 hora antes do procedimento ou imediatamente após o procedimento se não havia planejado) PROTOCOLO PADRÃO / COLUTÓRIOS (Uso Tópico Oral)  Terapêutica: Clorexidina 0,12% bochecho (01 tampa medida) 3x ao dia por 1 minuto após escovação dental por 7 dias, ou a critério (uso prolongado provoca manchamento nos dentes (reversível) e nas restaurações estéticas (por vezes irreversível).  Alérgicos e alternativo: Água Oxigenada 10 volumes – utilizar com metade de agua filtrada na forma de bochechos 2 a 3 vezes dia, por 7 dias. OBS: Em algumas cirurgias orais o inicio dos bochechos será após o segundo dia de pós-operatório PROTOCOLO PARA INFECÇÕES FÚNGICAS (uso tópico oral) 1) Nistatina 100.000 UI solução para bochecho 02 colheres de sopa 4x ao dia após higiene oral por 15 dias até a reavaliação 2) Daktarin Gel (miconazol) aplicar na área bucal afetada 4x ao dia e permanecer por mais tempo possível. Pode utilizar a prótese com exceção ao dormir por 15 dias até reavaliaçãoo PROTOCOLO PARA REDUÇÃO DE ANSIEDADE (Uso Interno Via Oral) 1) Diazepan 10mg comprimido - tomar 5mg (Meio comprimido) na noite anterior e 5mg 01 hora antes do procedimento. PROTOCOLO PARA REAÇÕES ALÉRGICAS 1) Prometazina 50mg ampola IM 2) Dexametasona 4mg/ml ampola IM ou Hidrocortizona 100mg IM
  • 4. 3 3) Adrenalina 1:1000 amp fazer 0,3ml SC (Caso progrida) Manter Prometazina 25mg VO 1x ao dia por 03 dias – encaminhar alergologista PROTOCOLO PARA CRISE HIPERTENSIVA 1) Captopril 25mg comprimido VO se PAS >= 160mmHg ou PAD>= 110mmHg PROTOCOLO PARA DOENÇA ISQUÊMICA DESCOMPENSADA (Angina, Infarto) 1) ISORDIL 5mg (Nitrato de isossorbida e mononitrato de isossorbida 5mg) SL – Sublingual a cada 5 minutos em crise 2) ASPIRINA 100mg (03 comprimidos) via oral na presença de infarto PROTOCOLO PARA CRISE CONVULSIVA INTALADA – ESTADO EPILÉTICO 1) Diazepan 10mg 01 amp - Administrar IV lento 1mg a cada 30 segundos até ceder à crise, não excedendo 10mg, ou via Intra-Muscular 01 amp 10mg. PROTOCOLO PARA CRISE HIPOGLICÊMICA 1) Glicose (dextrose) 25% (ampola de 10 mL) EV lenta. 2) Casos Leves e o paciente estando consciente deve-se administrar carboidratos orais (soluções açucaradas) OBSERVAÇÕES: • Todas as medicações prescritas devem ser registradas no prontuário do paciente. • Variações deste protocolo devem ser justificadas no prontuário pelo professor orientador do caso. • A ocorrência de reações adversas deve, obrigatoriamente, ser registrada na Comissão de Biossegurança e posterior encaminhamento ao Programa de Farmacovigilância – ANVISA (formulário próprio).
  • 5. 4 EM CASOS DE URGÊNCIA, MEDIDAS COMPLEMENTARES DEVEM SER ADOTADAS E CONTATO IMEDIATO COM SAMU – SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA E ENCAMINHAMENTO PARA UNIDADE DE SAÚDE DE EMERGÊNCIA CASO SE JULGUE NECESSÁRIO FORMATAÇÃO FACULDADE LEÃO SAMPAIO CURSO DE ODONTOLOGIA CLÍNICA ESCOLA RECEITUÁRIO P/ IVO CAVALCANTE PITA NETO USO INTERNO 1) AMOXICILINA 500mg-------------------------------------21 cápsulas Tomar 01 cápsulas a cada 08 horas por 7 dias 2) IBUPROFENO 300mg--------------------------------------12 comprimidos Tomar 01 comprimido a cada 08 horas por 4 dias 3) DIPIRONA 500mg------------------------------------------04 comprimidos Tomar 01 comprimido a cada 6 horas por 24 horas e após só em caso de dor 4) CLOREXIDINA 0,12%-------------------------------------01 frasco Fazer Bochechos por 1 minuto 3x ao dia apos escovação. Iniciar após 24 horas depois da cirurgia. Juazeiro do Norte, ________/________/_________ _____________________________________ Assinatura / Carimbo Ciente:_____________________________ _________________________________________________________ Rua Maria Letícia Leite Pereira s/n, Lagoa Seca – Juazeiro do Norte – CE Tel: 2101-1065
  • 6. 5