SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
Baixar para ler offline
Histórias em Quadrinhos
(HQ’s)
• As histórias em quadrinhos são consideradas
textos literários de entretenimento. Esse
gênero textual é utilizado para contar histórias
com a ajuda de imagens, o que facilita a
compreensão do leitor. Em geral, apresentam
uma linguagem mista, ou seja, é formado de
uma seqüência de imagens verbais e não-
verbais combinadas, ou apenas de imagens
visuais.
CARACTERÍSTICAS DAS HISTÓRIAS EM
QUADRINHOS
• Apresentam os elementos básicos de uma
narrativa – enredo, personagens, tempo, lugar
e desfecho;
• Os balões de formas e tipos variados servem
de suporte para os diálogos dos personagens
ou para que eles mostrem suas ideias;
• O emprego de recursos expressivos como
onomatopeias, letras de tipos diferentes e
sinais de pontuação é frequente nas histórias
em quadrinhos;
• Os balões devem ser entendidos como
representação de fala ou pensamentos de um
determinado personagem nos quadrinhos.
Balão Fala: para mostrar o que um personagem está
falando. Possui o formato oval e um rabicho indicando
onde está saindo o som. Por isto, o rabicho geralmente
fica posicionado próximo à boca do personagem.
Quando há mais de uma pessoa falando, a
mesma coisa e ao mesmo tempo, o balão fica
com mais de um rabicho.
Balão grito: quando um personagem está
gritando, o balão deixa de ter um formato oval e
passa a ter várias pontas de diversos tamanhos.
Balão pensamento: este balão é um dos poucos
balões que não mostram o que o personagem está
falando. Tal balão tem o formato de nuvens e é
utilizado apenas para mostrar os pensamentos dos
personagens.
Balão narrador: este balão não possui rabichos e por isto não é
associado a nenhum personagem específico. Ele é utilizado para
fornecer dados extras à história, como onde e quando a história se
passa. Ainda, pode conter os trechos que seriam específicos do
narrador na história, por isto o seu nome balão narrador.
ONOMATOPEIA
EXERCÍCIO

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a aula1-141201213923-conversion-gate01.pdf

Semelhante a aula1-141201213923-conversion-gate01.pdf (20)

Projeto HQs
Projeto HQsProjeto HQs
Projeto HQs
 
BANDA DESENHADA
BANDA DESENHADABANDA DESENHADA
BANDA DESENHADA
 
Projeto h qs ( senac)
Projeto h qs ( senac)Projeto h qs ( senac)
Projeto h qs ( senac)
 
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE TIRINHAS
 
A Banda Desenhada
A Banda DesenhadaA Banda Desenhada
A Banda Desenhada
 
A Banda Desenhada
A Banda DesenhadaA Banda Desenhada
A Banda Desenhada
 
Banda desenhada
Banda desenhadaBanda desenhada
Banda desenhada
 
História em Quadrinhos
História em QuadrinhosHistória em Quadrinhos
História em Quadrinhos
 
Recursos dos quadrinhos
Recursos dos quadrinhos  Recursos dos quadrinhos
Recursos dos quadrinhos
 
Recursos dos quadrinhos balões
Recursos dos quadrinhos   balões Recursos dos quadrinhos   balões
Recursos dos quadrinhos balões
 
Quadrinhos
QuadrinhosQuadrinhos
Quadrinhos
 
A banda desenhada
A banda desenhadaA banda desenhada
A banda desenhada
 
LEITURA -LÍNGUA-PORTUGUESA.pptx
LEITURA -LÍNGUA-PORTUGUESA.pptxLEITURA -LÍNGUA-PORTUGUESA.pptx
LEITURA -LÍNGUA-PORTUGUESA.pptx
 
Banda Desenhada
Banda Desenhada Banda Desenhada
Banda Desenhada
 
Bd -gramatica_da_bd
Bd  -gramatica_da_bdBd  -gramatica_da_bd
Bd -gramatica_da_bd
 
Banda desenhada
Banda desenhadaBanda desenhada
Banda desenhada
 
bd_Semana da BD 2019.ppt
bd_Semana da BD 2019.pptbd_Semana da BD 2019.ppt
bd_Semana da BD 2019.ppt
 
Recurso dos quadrinhos balões
Recurso dos quadrinhos balõesRecurso dos quadrinhos balões
Recurso dos quadrinhos balões
 
Recurso dos quadrinhos balões
Recurso dos quadrinhos balõesRecurso dos quadrinhos balões
Recurso dos quadrinhos balões
 
Recurso dos quadrinhos balões
Recurso dos quadrinhos balõesRecurso dos quadrinhos balões
Recurso dos quadrinhos balões
 

Mais de Ana Vaz

MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdfMAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdfAna Vaz
 
Aula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptxAula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptxAna Vaz
 
Figuras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdfFiguras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdfAna Vaz
 
Aula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdfAula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdfAna Vaz
 
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdfAna Vaz
 
Conto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptxConto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptxAna Vaz
 
7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptx7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptxAna Vaz
 
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdfAna Vaz
 
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptxESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptxAna Vaz
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxAna Vaz
 
Orações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.pptOrações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.pptAna Vaz
 
aula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptxaula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptxAna Vaz
 
5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptx5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptxAna Vaz
 
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdfAna Vaz
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptAna Vaz
 
variedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.pptvariedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.pptAna Vaz
 

Mais de Ana Vaz (16)

MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdfMAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
 
Aula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptxAula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptx
 
Figuras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdfFiguras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdf
 
Aula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdfAula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdf
 
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
 
Conto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptxConto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptx
 
7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptx7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptx
 
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
 
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptxESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
 
Orações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.pptOrações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.ppt
 
aula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptxaula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptx
 
5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptx5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptx
 
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
 
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.pptTEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt
 
variedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.pptvariedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.ppt
 

Último

ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdfARIANAMENDES11
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasMonizeEvellin2
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....LuizHenriquedeAlmeid6
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"Ilda Bicacro
 

Último (20)

ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sistemas_de_Informacoes_Gerenciais_(IL60106).pdf
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-criançasLivro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
Livro infantil: A onda da raiva. pdf-crianças
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
Slides Lição 8, Central Gospel, Os 144 Mil Que Não Se Curvarão Ao Anticristo....
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande""Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
"Nós Propomos! Escola Secundária em Pedrógão Grande"
 

aula1-141201213923-conversion-gate01.pdf

  • 2. • As histórias em quadrinhos são consideradas textos literários de entretenimento. Esse gênero textual é utilizado para contar histórias com a ajuda de imagens, o que facilita a compreensão do leitor. Em geral, apresentam uma linguagem mista, ou seja, é formado de uma seqüência de imagens verbais e não- verbais combinadas, ou apenas de imagens visuais.
  • 3.
  • 4.
  • 5. CARACTERÍSTICAS DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS • Apresentam os elementos básicos de uma narrativa – enredo, personagens, tempo, lugar e desfecho; • Os balões de formas e tipos variados servem de suporte para os diálogos dos personagens ou para que eles mostrem suas ideias;
  • 6. • O emprego de recursos expressivos como onomatopeias, letras de tipos diferentes e sinais de pontuação é frequente nas histórias em quadrinhos; • Os balões devem ser entendidos como representação de fala ou pensamentos de um determinado personagem nos quadrinhos.
  • 7. Balão Fala: para mostrar o que um personagem está falando. Possui o formato oval e um rabicho indicando onde está saindo o som. Por isto, o rabicho geralmente fica posicionado próximo à boca do personagem. Quando há mais de uma pessoa falando, a mesma coisa e ao mesmo tempo, o balão fica com mais de um rabicho.
  • 8. Balão grito: quando um personagem está gritando, o balão deixa de ter um formato oval e passa a ter várias pontas de diversos tamanhos. Balão pensamento: este balão é um dos poucos balões que não mostram o que o personagem está falando. Tal balão tem o formato de nuvens e é utilizado apenas para mostrar os pensamentos dos personagens.
  • 9. Balão narrador: este balão não possui rabichos e por isto não é associado a nenhum personagem específico. Ele é utilizado para fornecer dados extras à história, como onde e quando a história se passa. Ainda, pode conter os trechos que seriam específicos do narrador na história, por isto o seu nome balão narrador.
  • 10.
  • 12.