SlideShare uma empresa Scribd logo
Linguagens, Códigos e suas
Tecnologias - Arte
Ensino Fundamental, 8° Ano
TEATRO - Texto teatral:
gênero, enredo, diálogos, monólogos
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Texto Teatral
O texto teatral é o principal elemento dentro da
apresentação cênica.
Ele é o norte, a “bússola”, que guia os atores e demais
pessoas envolvidas na produção cênica para o
desenvolvimento do espetáculo.
ARTE, 8º. ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
 O texto teatral representa uma história criada por um AUTOR,
encenada por ATORES, contada para um PÚBLICO.
 Por ser basicamente narrado por meio de diálogos, é chamado
de texto DRAMÁTICO.
Através dos textos, todos os elementos que compõem uma
peça teatral são determinados: lugar, tempo em que se passa as
cenas ou a história, características das personagens, etc.
Os autores ao pensarem, ou criarem, seus textos dramáticos
fundamentam-se em teorias, que refletem todo um momento
histórico de uma sociedade.
Uma teoria dramática influencia diretamente no
desenvolvimento dos diferentes gêneros teatrais.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
Imagem: Cebula / Teatro DuPage de Ópera, performace de O mendigo / Domínio público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
 É elaborado a partir da criação do discurso direto, que é fiel à
reprodução da fala das personagens.
 Não podemos confundir o TEXTO TEATRAL com o GÊNERO
TEATRAL DRAMÁTICO.
 Na estrutura redacional do texto teatral, o autor coloca primeiro
o nome da personagem, para só então escrever o que é dito por
ela.
 Observações sobre como a personagem deve estar (lugar,
estado de espírito, marcações, etc.) recebem o nome de
RUBRICAS e devem ser escritas entre parênteses.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Gênero Teatral
O gênero teatral é uma forma específica de
representação, ou apresentação, cênica.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
 Os gêneros teatrais apresentam sempre uma certa polêmica
ao serem definidos.
 De modo geral, essas classificações surgem a partir de
generalizações, o que acaba gerando as polêmicas.
 Questões como a cultura, pontos de vista e determinados
momentos históricos são importantes para as definições de
gêneros teatrais.
 Novos gêneros teatrais surgem, fundindo-se ou
influenciando os gêneros já existentes e os que estão por se
desenvolver.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
Os Gêneros
Sabemos que o teatro ocidental surgiu na Grécia
Antiga a partir dos ritos em honra ao deus Dionísio.
No seu princípio, o teatro possuía três gêneros
básicos:
Tragédia Comédia Sátira
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
A Tragédia
 A tragédia é o gênero mais antigo
e respeitado.
 Na Grécia autores como Ésquilo,
Sófocles e Eurípedes escreveram
peças que possuíam uma função
educacional moralizadora.
 Deuses e seres humanos,
mostravam por meio de suas
angústias e medos os dramas da
vida humana.
Imagem:
Autor
Desconhecido
/
Máscara
de
Dionísio,
séc.
1-2
A.C.
/
Domínio
público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
A Comédia
 O principal objetivo da
Comédia é provocar o riso do
público.
 A ridicularização dos
costumes, cenas que mostram
pessoas em situações cômicas
e o exagero das atitudes
pontuam esse gênero.
 A crítica social tem que
existir, embora questões mais
profundas praticamente não
sejam realizadas.
Imagem:
Marsyas
/
Teatro
máscara
que
representa
o
primeiro
escravo
da
Comédia
Nova,
século
2
aC
/
National
Archaeological
Museum,
Athens
/
GNU
Free
Documentation
License.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
A Sátira
 É a síntese da tragédia e da
comédia.
 Em uma sátira é muito
comum se ridicularizar um fato
social ou uma pessoa pública.
 Era muito comum pequenas
sátiras serem encenadas nos
intervalos de grandes tragédias.
 A palavra sátira vem de
Sátiro, seres da mitologia
grega, que acompanhavam o
deus Dionísio e que tinham
chifres e patas de bode.
Imagem:
Jastrow
/
Máscara
de
um
Sátiro,
Arte
romana,
século
2
/
Capitoline
Museums
Palazzo
Nuovo,
first
floor,
Hall
of
the
Faun
/
Domínio
Público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
Outros Gêneros
 Auto,
 Drama,
 Farsa,
 Melodrama,
 Ópera,
 Mímica,
 Monólogo,
 Musical,
 Revista,
 Stand-up comedy,
 Teatro infantil,
 Teatro invisível,
 Teatro de bonecos,
 Teatro de rua,
 Teatro de sombras,
 Vaudeville,
 Circo,
 Happening,
 Teatro Lambe-lambe.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Auto
 O Auto surgiu a partir da
tragédia e da sátira.
 Os primeiros autos
ocorreram durante a Idade
Média, na Espanha, por volta
do século XII.
 A maior expressão desse
gênero no séc. XVI foi Gil
Vicente.
 A moral é o elemento mais
importante dos enredos dos
autos.
 Ariano Suassuna escreveu o
“Auto da Compadecida”.
Imagem:
Gil
Vicente
/
Auto
de
Inês
Pereira
/
Domínio
público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
A Farsa
 Cômica, menos exigente que
a comédia.
 O seu principal objetivo é
divertir o público.
 Pode ser considerada uma
modalidade burlesca, com
personagens em constantes
situações caricatas.
 Não se preocupa em
questionar valores.
O Drama
 No Drama, o enredo se
baseia nos conflitos
sentimentais humanos.
 A tristeza geralmente é muito
recorrente como tema.
 Pode ser visto como uma
forma exagerada da tragédia.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Melodrama
 Esse gênero relaciona-se a
produções que utilizam efeitos
de fácil compreensão e
envolvimento por parte do
público:
 Fundos musicais melosos,
ou tensos;
 Cenas apelativas;
 Muita emotividade nas
cenas e sentimentalismo
exagerado.
A Mímica
 Encenação na qual os atores
representam por meio de
gestos.
 Toda a expressão se dá
através de movimentos
corporais, sem o uso da fala.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
 É basicamente uma
encenação que consiste em um
drama musicado.
 As falas das personagens
são cantadas.
 Os cantores são
acompanhados por uma
orquestra sinfônica completa.
 O timbre de voz dos cantores
e suas personagens recebem
uma classificação.
A Ópera
Imagem:
Koko56
/
Representação
do
faraó
da
ópera
Aída
/
GNU
Free
Documentation
License.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
 As cantoras femininas
classificam-se em:
 Os cantores masculinos
classificam-se em:
 Baixo.
 Baixo-barítono (ou
baixo-cantor).
 Barítono.
 Tenor
 Contratenor.
 Contralto.
Mezzo-soprano.
 Soprano.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Musical
 No musical, há uma
combinação de música,
canções, dança, e diálogos
falados.
 A música é a principal forma
de expressão da emoção das
personagens.
 Atualmente é na Broadway
onde se encenam grandes
musicais.
 Cats, O Fantasma da Ópera
e Glease são alguns exemplos.
Imagem: Matias Galan / Fantásma da Ópera / GNU Free Documentation
License.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
A Revista
 Marcadamente um gênero
popular, principalmente até a
década de sessenta do séc.
XX.
 É uma mistura de números
musicais, sensualidade com a
presença de vedetes, uma
comédia leve e críticas sociais
e políticas.
O Stand-up Comedy
 Uma expressão em língua
inglesa utilizada para designar
um espetáculo de humor feito
por apenas um comediante.
 No Stand-up comedy o
comediante/ator narra cenas do
cotidiano, tornando-as
engraçadas e cômicas.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Teatro Infantil
 É um gênero voltado para o
público infantil, de grande
importância no processo de
educação.
 Permite à criança
desenvolver inúmeras
habilidades: socialização,
criatividade, coordenação,
memorização, vocabulário,
gosto pela leitura entre muitos
outros.
O Teatro do Invisível
 O invisível aqui relaciona-se
à uma representação de cenas
do cotidiano, geralmente
despercebidas por sua relação
com o banal.
 O público é convidado a
participar de forma ativa do
enredo, interagindo de forma
clara.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Teatro de bonecos
 Nesse gênero, os atores
interpretam por meio de
bonecos articulados.
 Muito utilizado para o público
infantil.
 Muitas culturas apresentam
diferentes formas de teatro de
bonecos.
O Teatro de rua
 Como sugere o nome, são
encenações realizadas em
locais públicos, como praças e
vias movimentadas.
 Apesar de parecer ser um
gênero moderno, desde a Idade
Média grupos itinerantes
executavam encenações em
feiras e festivais de rua.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Teatro de sombras
 É um gênero muito antigo,
originário da China.
 Nele, os atores utilizam as
sombras criadas por um ou
mais feixes de luz que se
projetam sobre silhuetas
criadas para isso ou de
movimento de mãos.
O Circo
 É basicamente uma
companhia itinerante que
engloba a apresentação de
vários artistas de diferentes
especialidades.
 Palhaços, mágicos,
contorcionistas, equilibristas,
etc.
 O termo circo se relaciona ao
palco onde são feitas as
apresentações, circular.
 Historicamente, os circos
tiveram sua origem em Roma.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Vaudeville
 É basicamente uma forma de
entreterimento de variedades,
surgido nos Estados Unidos e
Canadá em1880.
 Shows de horrores, de
bizarrices, museus de
curiosidades baratas, o
burlesco.
 A cada noite eram
apresentados uma série de
números sem nenhum
relacionamento direto entre
eles.
Imagem:
O'Brien
&
Havel
/
Joseph
Hart
Vaudeville
Co.
direct
/
Weber
&
Fields
Music
Hall,
New
York
City
/Domínio
público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Happening
 Do inglês, acontecimento,
é uma forma de
apresentação cênica.
 Embora seja uma obra
planejada, há muitos
elementos de
espontaneidade e
improvisação.
 A surpresa é uma das
principais características do
happening e uma
apresentação nunca se
repete.
O Teatro Lambe-lambe
 É basicamente uma
apresentação cênica que ocorre
dentro de um espaço cênico
reduzido.
 As peças teatrais
apresentadas são de curtíssima
duração através da
manipulação de bonecos, para
um espectador por vez.
 Essa apresentação cênica se
inspira nos antigos fotógrafos
lambe-lambes que ocupavam
as praças brasileiras nas
décadas de 40, 50 e 60.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Enredo
O Enredo é a sequência dos fatos, acontecimentos, que
caracterizam a história, as situações que envolvem as
personagens, suas ações, seus sentimentos e emoções.
O enredo é composto essencialmente por quatro partes:
1. Apresentação; 3. Clímax;
2. Complicação; 4. Desfecho.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
1- Apresentação: é a parte
introdutória do texto onde são
mostradas as principais
personagens e mostrados os
fatos e circunstâncias mais
relevantes da história, tais como
o lugar e o momento nos quais a
ação se desenvolverá.
-Também, na apresentação, se
cria o cenário e uma marcação
de tempo para as personagens
iniciarem suas ações.
- Em alguns textos teatrais essa
primeira parte é dispensada.
- Em alguns enredos a história
já começa com a ação.
Imagem: Effie / O musical "Cats" em Roma Musical Theatre, em
Varsóvia, 2007 / GNU Free Documentation License.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
2 – Complicação: é a
parte do texto dramático
na qual as ações e os
conflitos se
desenvolvem.
Imagem:
Mario
Nunes
Vais
/
Eleonora
Duse
como
Marguerite
Gautier
em
A
Dama
das
Camélias
de
Alexandre
Dumas
fils,
1904
circa
/
Domínio
público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
3 – Clímax: é o ponto de
tensão no qual a ação
atinge seu momento
crítico, levando a um
desfecho.
Imagem:
Douglas
Fairbanks
Prod.
-
United
Artists/
L.
para
R.:
Leon
Bary,
Eugene
Pallette,
Douglas
Fairbanks
e
George
Siegmann
em
Os
Três
Mosqueteiros
/
Domínio
público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
4 – Desfecho: é a
conclusão dos conflitos
gerados pelas ações das
personagens durante a
história.
Imagem: Enciclopédia Itaú Cultura Teatro / Atores Paulo Porto e Sônia Oitica
Como Romeu e Julieta / Domínio público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Locutor seria o emissor
inicial da mensagem.
O Interlocutor seria o elemento
que interage com o locutor,
respondendo aos estímulos
originados por ele.
Blá, blá, blá, blá,
blá, blá, blá, blá,
blá, blá!
Blá, blá? Blá,
blá, blá!
Imagens:
(a)
e
(b)
Xzit
/
Personagens
em
estilo
animê
/
Domínio
público.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
O Diálogo
 O diálogo, no teatro, é a comunicação estabelecida entre dois
ou mais personagens.
 É um dos principais elementos da construção textual dramática.
 O termo Diálogo vem do grego DIS (dois) + LOGOS (ideias).
São necessários pelos menos dois elementos para um diálogo:
Locutor Interlocutor
ARTE, 8º. ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
Um monólogo é uma longa fala emitida por uma
única personagem.
 O termo monólogo surgiu da junção dos radicais
gregos MONOS (um) + LOGOS (palavra ou ideia).
 No Monólogo, uma personagem expõe seus pensamentos e
emoções, sem dirigir-se a alguém, além dele mesmo.
O Monólogo
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
Imagem: Mattia Luigi Nappi / O ator Ascanio Celestini realizar um monólogo durante seu show
/ GNU Free Documentation License.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
 Alguns gêneros teatrais, em especial, utilizam amplamente
os monólogos: as óperas, o stand-up comedy, os musicais.
 Há dois tipos básicos de monólogos no teatro:
Monólogo exterior Monólogo interior
Esse tipo de monólogo
se estabelece quando o
ator conversa com alguém
que não está no palco ou
na plateia.
Ex.: Conversando ao
telefone.
É um discurso que
expõe o “mundo interior”
do narrador. Basicamente
é um discurso psicológico.
Referências e sugestões
TEBEROSKY, Ana e COLL, César. Aprendendo Arte. Editora Ática,
1ª. Edição, São Paulo-SP.
ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL
TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
n° do
slide
direito da imagem como está ao lado da
foto
link do site onde se consegiu a informação Data do Acesso
4 Cebula / Teatro DuPage de Ópera,
performace de O mendigo / Domínio público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:DuPage_
Opera_Theatre_The_Begger%27s_Opera_1170.jpg
16/08/2012
9 Autor Desconhecido / Máscara de Dionísio,
séc. 1-2 A.C. / Domínio público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dionysos
_mask_Louvre_Myr347.jpg
16/08/2012
10 Marsyas / Teatro máscara que representa o
primeiro escravo da Comédia Nova, século 2
aC / National Archaeological Museum,
Athens / GNU Free Documentation License.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:NAMA_
Masque_esclave.jpg
16/08/2012
11 Jastrow / Máscara de um Sátiro, Arte
romana, século 2 / Capitoline Museums
Palazzo Nuovo, first floor, Hall of the Faun /
Domínio Público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Satyr_ma
sk_Musei_Capitolini_MC716.jpg
16/08/2012
13 Gil Vicente / Auto de Inês Pereira / Domínio
público.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Auto_de_In%
C3%AAs_Pereira_de_Gil_Vicente.jpg
16/08/2012
16 Koko56 / Representação do faraó da ópera
Aída / GNU Free Documentation License.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Aida-
Il_RE.jpg
16/08/2012
18 Matias Galan / Fantásma da Ópera / GNU
Free Documentation License.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Claudia_
Cota-_Argentina_2009.jpg
16/08/2012
23 O'Brien & Havel / Joseph Hart Vaudeville Co.
direct / Weber & Fields Music Hall, New York
City /Domínio público.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:OBrien_and_
Havel_-_Joseph_Hart_Vaudeville.jpg
16/08/2012
Tabela de Imagens
n° do
slide
direito da imagem como está ao lado da
foto
link do site onde se consegiu a informação Data do Acesso
26 Effie / O musical "Cats" em Roma Musical
Theatre, em Varsóvia, 2007 / GNU Free
Documentation License .
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Koty.jpg 16/08/2012
27 Mario Nunes Vais / Eleonora Duse como
Marguerite Gautier em A Dama das
Camélias de Alexandre Dumas fils, 1904 circa
/ Domínio público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Nunes_V
ais,_Mario_(1856-
1932),_Eleonora_Duse_come_Margherita_Gautier
_ne_La_Signora_delle_Camelie_di_Alexander_Du
mas_fils,_1904_circa.jpg
16/08/2012
28 Douglas Fairbanks Prod. - United Artists/
L. para R.: Leon Bary, Eugene Pallette,
Douglas Fairbanks e George Siegmann em Os
Três Mosqueteiros / Domínio público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:The_Thre
e_Musketeers_(1921)_2.jpg
16/08/2012
29 Enciclopédia Itaú Cultura Teatro / Atores
Paulo Porto e Sônia Oitica Como Romeu e
Julieta / Domínio público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Acervo_C
edoc_Funarte.jpg
16/08/2012
30a Xzit / Personagens em estilo animê /
Domínio público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:AnimeGir
lXzit.png
16/08/2012
30b Xzit / Personagens em estilo animê /
Domínio público.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Ekisi-
tan_SadXzit.png
16/08/2012
33 Mattia Luigi Nappi / O ator Ascanio
Celestini realizar um monólogo durante seu
show / GNU Free Documentation License.
http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Celestini
VillaArconati2.jpg
16/08/2012
Tabela de Imagens

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
Ana Batista
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
Lucas Nascimento
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
Wellinton Augusto
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
Hely Costa Júnior
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
Jaciara Mota
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
Cláudia Heloísa
 
Produção Textual - Manifesto
Produção Textual  - ManifestoProdução Textual  - Manifesto
Produção Textual - Manifesto
Elaine Teixeira
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
Naldinho Amorim
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
Lucas Queiroz
 
Teatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexõesTeatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexões
Rosalina Simão Nunes
 
O Realismo
O RealismoO Realismo
O Realismo
MissBlackBerryBush
 
SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.
Tissiane Gomes
 
Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
fabrinnem
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no Brasil
CrisBiagio
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
CDIM Daniel
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
Jaicinha
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
Eline Lima
 
SLIDES – PARÓDIA.
SLIDES – PARÓDIA.SLIDES – PARÓDIA.
SLIDES – PARÓDIA.
Tissiane Gomes
 
Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]
Ana De Paula
 

Mais procurados (20)

Vanguarda europeia
Vanguarda europeiaVanguarda europeia
Vanguarda europeia
 
Semana de arte moderna
Semana de arte modernaSemana de arte moderna
Semana de arte moderna
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)  TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
TEATRO (Conceito; História; Gêneros e principais atores e atrizes)
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
Figuras de linguagem slide
Figuras de linguagem   slideFiguras de linguagem   slide
Figuras de linguagem slide
 
Modernismo
Modernismo Modernismo
Modernismo
 
Produção Textual - Manifesto
Produção Textual  - ManifestoProdução Textual  - Manifesto
Produção Textual - Manifesto
 
Simbolismo
SimbolismoSimbolismo
Simbolismo
 
Romantismo
RomantismoRomantismo
Romantismo
 
Teatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexõesTeatro - definição, história e reflexões
Teatro - definição, história e reflexões
 
O Realismo
O RealismoO Realismo
O Realismo
 
SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.SLIDES – TIRINHAS.
SLIDES – TIRINHAS.
 
Slide introdução à literatura
Slide introdução à literaturaSlide introdução à literatura
Slide introdução à literatura
 
Romantismo no Brasil
Romantismo no BrasilRomantismo no Brasil
Romantismo no Brasil
 
Figuras de linguagem completo
Figuras de linguagem completoFiguras de linguagem completo
Figuras de linguagem completo
 
Tudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMASTudo sobre POEMAS
Tudo sobre POEMAS
 
Vanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slidesVanguardas europeias slides
Vanguardas europeias slides
 
SLIDES – PARÓDIA.
SLIDES – PARÓDIA.SLIDES – PARÓDIA.
SLIDES – PARÓDIA.
 
Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]Cruzadinha generos[1]
Cruzadinha generos[1]
 

Semelhante a TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt

Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
Ana Beatriz Cargnin
 
Estruturatextoteatral
EstruturatextoteatralEstruturatextoteatral
Estruturatextoteatral
Carla Souto
 
Elementos estruturais da linguagem teatral
Elementos estruturais da linguagem teatralElementos estruturais da linguagem teatral
Elementos estruturais da linguagem teatral
Jailson Carvalho
 
A mímica
A mímicaA mímica
A mímica
Bruno Schiappa
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
Julia Lemos
 
Apresentação melodrama
Apresentação melodramaApresentação melodrama
Apresentação melodrama
Amine Boccardo
 
Pequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatroPequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatro
Elsa Maximiano
 
Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes. Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes.
Gerald Bourguignon
 
Gêneros dramáticos
Gêneros dramáticosGêneros dramáticos
Gêneros dramáticos
Aline Raposo
 
Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...
Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...
Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...
AnaEdinia
 
Linguagem teatral
Linguagem teatralLinguagem teatral
Linguagem teatral
Junior Onildo
 
Teatro e [1]..
Teatro e [1]..Teatro e [1]..
Teatro e [1]..
Romero Almeida
 
LITERATURA
 LITERATURA  LITERATURA
LITERATURA
TerezinhaMendes4
 
2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro
O Ciclista
 
Espaço Industrial Brasileiro
Espaço Industrial BrasileiroEspaço Industrial Brasileiro
Espaço Industrial Brasileiro
carla macedo
 
TEATRO
TEATRO TEATRO
Panorama Do Teatro Ocidental
Panorama Do Teatro OcidentalPanorama Do Teatro Ocidental
Panorama Do Teatro Ocidental
Claudia Venturi
 
A História do Teatro Brasileiro - Comédia Romana
A História do Teatro Brasileiro - Comédia RomanaA História do Teatro Brasileiro - Comédia Romana
A História do Teatro Brasileiro - Comédia Romana
LuisTioAlegria
 
Arte teatro conceito, história, etc
Arte teatro   conceito, história, etcArte teatro   conceito, história, etc
Arte teatro conceito, história, etc
Natália Matos
 
Texto Dramatico
Texto DramaticoTexto Dramatico
Texto Dramatico
mega
 

Semelhante a TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt (20)

Os vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatroOs vários tipos de teatro
Os vários tipos de teatro
 
Estruturatextoteatral
EstruturatextoteatralEstruturatextoteatral
Estruturatextoteatral
 
Elementos estruturais da linguagem teatral
Elementos estruturais da linguagem teatralElementos estruturais da linguagem teatral
Elementos estruturais da linguagem teatral
 
A mímica
A mímicaA mímica
A mímica
 
Gênero dramático
Gênero dramáticoGênero dramático
Gênero dramático
 
Apresentação melodrama
Apresentação melodramaApresentação melodrama
Apresentação melodrama
 
Pequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatroPequeno dicionario do teatro
Pequeno dicionario do teatro
 
Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes. Teatro para iniciantes.
Teatro para iniciantes.
 
Gêneros dramáticos
Gêneros dramáticosGêneros dramáticos
Gêneros dramáticos
 
Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...
Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...
Conceito de Teatro - Coleção Praticar a Arte - Professor Fabrício Secchin - 2...
 
Linguagem teatral
Linguagem teatralLinguagem teatral
Linguagem teatral
 
Teatro e [1]..
Teatro e [1]..Teatro e [1]..
Teatro e [1]..
 
LITERATURA
 LITERATURA  LITERATURA
LITERATURA
 
2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro2011 08-30 - teatro
2011 08-30 - teatro
 
Espaço Industrial Brasileiro
Espaço Industrial BrasileiroEspaço Industrial Brasileiro
Espaço Industrial Brasileiro
 
TEATRO
TEATRO TEATRO
TEATRO
 
Panorama Do Teatro Ocidental
Panorama Do Teatro OcidentalPanorama Do Teatro Ocidental
Panorama Do Teatro Ocidental
 
A História do Teatro Brasileiro - Comédia Romana
A História do Teatro Brasileiro - Comédia RomanaA História do Teatro Brasileiro - Comédia Romana
A História do Teatro Brasileiro - Comédia Romana
 
Arte teatro conceito, história, etc
Arte teatro   conceito, história, etcArte teatro   conceito, história, etc
Arte teatro conceito, história, etc
 
Texto Dramatico
Texto DramaticoTexto Dramatico
Texto Dramatico
 

Mais de Ana Vaz

MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdfMAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
Ana Vaz
 
Aula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptxAula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptx
Ana Vaz
 
Figuras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdfFiguras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdf
Ana Vaz
 
Aula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdfAula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdf
Ana Vaz
 
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
Ana Vaz
 
Conto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptxConto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptx
Ana Vaz
 
7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptx7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptx
Ana Vaz
 
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
Ana Vaz
 
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptxESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
Ana Vaz
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
Ana Vaz
 
Orações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.pptOrações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.ppt
Ana Vaz
 
aula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptxaula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptx
Ana Vaz
 
5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptx5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptx
Ana Vaz
 
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
Ana Vaz
 
aula1-141201213923-conversion-gate01.pdf
aula1-141201213923-conversion-gate01.pdfaula1-141201213923-conversion-gate01.pdf
aula1-141201213923-conversion-gate01.pdf
Ana Vaz
 
variedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.pptvariedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.ppt
Ana Vaz
 

Mais de Ana Vaz (16)

MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdfMAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
MAPA_EMédio_1 Ano do EM_LINGUAGENS 2024.pdf
 
Aula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptxAula 2 – O que é Literatura.pptx
Aula 2 – O que é Literatura.pptx
 
Figuras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdfFiguras de linguagem.pdf
Figuras de linguagem.pdf
 
Aula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdfAula_13___Verbo (1).pdf
Aula_13___Verbo (1).pdf
 
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
4-19-08-L-portuguesa-Grau-comparativo-do-adjetivo-Casa.pdf
 
Conto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptxConto de mistério 6º ano.pptx
Conto de mistério 6º ano.pptx
 
7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptx7ano_Transitividade Verbal.pptx
7ano_Transitividade Verbal.pptx
 
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
8º-ano-B-Viagem-ao-centro-da-terra-1.pdf
 
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptxESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS.pptx
 
Concordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptxConcordância verbal.pptx
Concordância verbal.pptx
 
Orações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.pptOrações coordenadas.ppt
Orações coordenadas.ppt
 
aula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptxaula inglês 2º ANO.pptx
aula inglês 2º ANO.pptx
 
5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptx5. Fisiologia Respiratória.pptx
5. Fisiologia Respiratória.pptx
 
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
03 Códigos de Cura Grabovoi.pdf
 
aula1-141201213923-conversion-gate01.pdf
aula1-141201213923-conversion-gate01.pdfaula1-141201213923-conversion-gate01.pdf
aula1-141201213923-conversion-gate01.pdf
 
variedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.pptvariedades_linguisticas.ppt
variedades_linguisticas.ppt
 

Último

oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CristviaFerreira
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
pattyhsilva271204
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 

Último (20)

oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdfCALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
CALENDÁRIO GRADUAÇÃO 2024-07ddddd-04 (1).pdf
 
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdfApostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
Apostila em LIBRAS - Curso Básico ENAP 2019.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 

TEATRO - Texto teatral gênero, enredo, diálogos, monólogos.ppt

  • 1. Linguagens, Códigos e suas Tecnologias - Arte Ensino Fundamental, 8° Ano TEATRO - Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos
  • 2. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Texto Teatral O texto teatral é o principal elemento dentro da apresentação cênica. Ele é o norte, a “bússola”, que guia os atores e demais pessoas envolvidas na produção cênica para o desenvolvimento do espetáculo.
  • 3. ARTE, 8º. ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.  O texto teatral representa uma história criada por um AUTOR, encenada por ATORES, contada para um PÚBLICO.  Por ser basicamente narrado por meio de diálogos, é chamado de texto DRAMÁTICO. Através dos textos, todos os elementos que compõem uma peça teatral são determinados: lugar, tempo em que se passa as cenas ou a história, características das personagens, etc. Os autores ao pensarem, ou criarem, seus textos dramáticos fundamentam-se em teorias, que refletem todo um momento histórico de uma sociedade. Uma teoria dramática influencia diretamente no desenvolvimento dos diferentes gêneros teatrais.
  • 4. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. Imagem: Cebula / Teatro DuPage de Ópera, performace de O mendigo / Domínio público.
  • 5. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.  É elaborado a partir da criação do discurso direto, que é fiel à reprodução da fala das personagens.  Não podemos confundir o TEXTO TEATRAL com o GÊNERO TEATRAL DRAMÁTICO.  Na estrutura redacional do texto teatral, o autor coloca primeiro o nome da personagem, para só então escrever o que é dito por ela.  Observações sobre como a personagem deve estar (lugar, estado de espírito, marcações, etc.) recebem o nome de RUBRICAS e devem ser escritas entre parênteses.
  • 6. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Gênero Teatral O gênero teatral é uma forma específica de representação, ou apresentação, cênica.
  • 7. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.  Os gêneros teatrais apresentam sempre uma certa polêmica ao serem definidos.  De modo geral, essas classificações surgem a partir de generalizações, o que acaba gerando as polêmicas.  Questões como a cultura, pontos de vista e determinados momentos históricos são importantes para as definições de gêneros teatrais.  Novos gêneros teatrais surgem, fundindo-se ou influenciando os gêneros já existentes e os que estão por se desenvolver.
  • 8. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. Os Gêneros Sabemos que o teatro ocidental surgiu na Grécia Antiga a partir dos ritos em honra ao deus Dionísio. No seu princípio, o teatro possuía três gêneros básicos: Tragédia Comédia Sátira
  • 9. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. A Tragédia  A tragédia é o gênero mais antigo e respeitado.  Na Grécia autores como Ésquilo, Sófocles e Eurípedes escreveram peças que possuíam uma função educacional moralizadora.  Deuses e seres humanos, mostravam por meio de suas angústias e medos os dramas da vida humana. Imagem: Autor Desconhecido / Máscara de Dionísio, séc. 1-2 A.C. / Domínio público.
  • 10. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. A Comédia  O principal objetivo da Comédia é provocar o riso do público.  A ridicularização dos costumes, cenas que mostram pessoas em situações cômicas e o exagero das atitudes pontuam esse gênero.  A crítica social tem que existir, embora questões mais profundas praticamente não sejam realizadas. Imagem: Marsyas / Teatro máscara que representa o primeiro escravo da Comédia Nova, século 2 aC / National Archaeological Museum, Athens / GNU Free Documentation License.
  • 11. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. A Sátira  É a síntese da tragédia e da comédia.  Em uma sátira é muito comum se ridicularizar um fato social ou uma pessoa pública.  Era muito comum pequenas sátiras serem encenadas nos intervalos de grandes tragédias.  A palavra sátira vem de Sátiro, seres da mitologia grega, que acompanhavam o deus Dionísio e que tinham chifres e patas de bode. Imagem: Jastrow / Máscara de um Sátiro, Arte romana, século 2 / Capitoline Museums Palazzo Nuovo, first floor, Hall of the Faun / Domínio Público.
  • 12. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. Outros Gêneros  Auto,  Drama,  Farsa,  Melodrama,  Ópera,  Mímica,  Monólogo,  Musical,  Revista,  Stand-up comedy,  Teatro infantil,  Teatro invisível,  Teatro de bonecos,  Teatro de rua,  Teatro de sombras,  Vaudeville,  Circo,  Happening,  Teatro Lambe-lambe.
  • 13. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Auto  O Auto surgiu a partir da tragédia e da sátira.  Os primeiros autos ocorreram durante a Idade Média, na Espanha, por volta do século XII.  A maior expressão desse gênero no séc. XVI foi Gil Vicente.  A moral é o elemento mais importante dos enredos dos autos.  Ariano Suassuna escreveu o “Auto da Compadecida”. Imagem: Gil Vicente / Auto de Inês Pereira / Domínio público.
  • 14. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. A Farsa  Cômica, menos exigente que a comédia.  O seu principal objetivo é divertir o público.  Pode ser considerada uma modalidade burlesca, com personagens em constantes situações caricatas.  Não se preocupa em questionar valores. O Drama  No Drama, o enredo se baseia nos conflitos sentimentais humanos.  A tristeza geralmente é muito recorrente como tema.  Pode ser visto como uma forma exagerada da tragédia.
  • 15. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Melodrama  Esse gênero relaciona-se a produções que utilizam efeitos de fácil compreensão e envolvimento por parte do público:  Fundos musicais melosos, ou tensos;  Cenas apelativas;  Muita emotividade nas cenas e sentimentalismo exagerado. A Mímica  Encenação na qual os atores representam por meio de gestos.  Toda a expressão se dá através de movimentos corporais, sem o uso da fala.
  • 16. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.  É basicamente uma encenação que consiste em um drama musicado.  As falas das personagens são cantadas.  Os cantores são acompanhados por uma orquestra sinfônica completa.  O timbre de voz dos cantores e suas personagens recebem uma classificação. A Ópera Imagem: Koko56 / Representação do faraó da ópera Aída / GNU Free Documentation License.
  • 17. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.  As cantoras femininas classificam-se em:  Os cantores masculinos classificam-se em:  Baixo.  Baixo-barítono (ou baixo-cantor).  Barítono.  Tenor  Contratenor.  Contralto. Mezzo-soprano.  Soprano.
  • 18. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Musical  No musical, há uma combinação de música, canções, dança, e diálogos falados.  A música é a principal forma de expressão da emoção das personagens.  Atualmente é na Broadway onde se encenam grandes musicais.  Cats, O Fantasma da Ópera e Glease são alguns exemplos. Imagem: Matias Galan / Fantásma da Ópera / GNU Free Documentation License.
  • 19. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. A Revista  Marcadamente um gênero popular, principalmente até a década de sessenta do séc. XX.  É uma mistura de números musicais, sensualidade com a presença de vedetes, uma comédia leve e críticas sociais e políticas. O Stand-up Comedy  Uma expressão em língua inglesa utilizada para designar um espetáculo de humor feito por apenas um comediante.  No Stand-up comedy o comediante/ator narra cenas do cotidiano, tornando-as engraçadas e cômicas.
  • 20. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Teatro Infantil  É um gênero voltado para o público infantil, de grande importância no processo de educação.  Permite à criança desenvolver inúmeras habilidades: socialização, criatividade, coordenação, memorização, vocabulário, gosto pela leitura entre muitos outros. O Teatro do Invisível  O invisível aqui relaciona-se à uma representação de cenas do cotidiano, geralmente despercebidas por sua relação com o banal.  O público é convidado a participar de forma ativa do enredo, interagindo de forma clara.
  • 21. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Teatro de bonecos  Nesse gênero, os atores interpretam por meio de bonecos articulados.  Muito utilizado para o público infantil.  Muitas culturas apresentam diferentes formas de teatro de bonecos. O Teatro de rua  Como sugere o nome, são encenações realizadas em locais públicos, como praças e vias movimentadas.  Apesar de parecer ser um gênero moderno, desde a Idade Média grupos itinerantes executavam encenações em feiras e festivais de rua.
  • 22. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Teatro de sombras  É um gênero muito antigo, originário da China.  Nele, os atores utilizam as sombras criadas por um ou mais feixes de luz que se projetam sobre silhuetas criadas para isso ou de movimento de mãos. O Circo  É basicamente uma companhia itinerante que engloba a apresentação de vários artistas de diferentes especialidades.  Palhaços, mágicos, contorcionistas, equilibristas, etc.  O termo circo se relaciona ao palco onde são feitas as apresentações, circular.  Historicamente, os circos tiveram sua origem em Roma.
  • 23. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Vaudeville  É basicamente uma forma de entreterimento de variedades, surgido nos Estados Unidos e Canadá em1880.  Shows de horrores, de bizarrices, museus de curiosidades baratas, o burlesco.  A cada noite eram apresentados uma série de números sem nenhum relacionamento direto entre eles. Imagem: O'Brien & Havel / Joseph Hart Vaudeville Co. direct / Weber & Fields Music Hall, New York City /Domínio público.
  • 24. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Happening  Do inglês, acontecimento, é uma forma de apresentação cênica.  Embora seja uma obra planejada, há muitos elementos de espontaneidade e improvisação.  A surpresa é uma das principais características do happening e uma apresentação nunca se repete. O Teatro Lambe-lambe  É basicamente uma apresentação cênica que ocorre dentro de um espaço cênico reduzido.  As peças teatrais apresentadas são de curtíssima duração através da manipulação de bonecos, para um espectador por vez.  Essa apresentação cênica se inspira nos antigos fotógrafos lambe-lambes que ocupavam as praças brasileiras nas décadas de 40, 50 e 60.
  • 25. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Enredo O Enredo é a sequência dos fatos, acontecimentos, que caracterizam a história, as situações que envolvem as personagens, suas ações, seus sentimentos e emoções. O enredo é composto essencialmente por quatro partes: 1. Apresentação; 3. Clímax; 2. Complicação; 4. Desfecho.
  • 26. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. 1- Apresentação: é a parte introdutória do texto onde são mostradas as principais personagens e mostrados os fatos e circunstâncias mais relevantes da história, tais como o lugar e o momento nos quais a ação se desenvolverá. -Também, na apresentação, se cria o cenário e uma marcação de tempo para as personagens iniciarem suas ações. - Em alguns textos teatrais essa primeira parte é dispensada. - Em alguns enredos a história já começa com a ação. Imagem: Effie / O musical "Cats" em Roma Musical Theatre, em Varsóvia, 2007 / GNU Free Documentation License.
  • 27. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. 2 – Complicação: é a parte do texto dramático na qual as ações e os conflitos se desenvolvem. Imagem: Mario Nunes Vais / Eleonora Duse como Marguerite Gautier em A Dama das Camélias de Alexandre Dumas fils, 1904 circa / Domínio público.
  • 28. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. 3 – Clímax: é o ponto de tensão no qual a ação atinge seu momento crítico, levando a um desfecho. Imagem: Douglas Fairbanks Prod. - United Artists/ L. para R.: Leon Bary, Eugene Pallette, Douglas Fairbanks e George Siegmann em Os Três Mosqueteiros / Domínio público.
  • 29. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. 4 – Desfecho: é a conclusão dos conflitos gerados pelas ações das personagens durante a história. Imagem: Enciclopédia Itaú Cultura Teatro / Atores Paulo Porto e Sônia Oitica Como Romeu e Julieta / Domínio público.
  • 30. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Locutor seria o emissor inicial da mensagem. O Interlocutor seria o elemento que interage com o locutor, respondendo aos estímulos originados por ele. Blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá, blá! Blá, blá? Blá, blá, blá! Imagens: (a) e (b) Xzit / Personagens em estilo animê / Domínio público.
  • 31. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. O Diálogo  O diálogo, no teatro, é a comunicação estabelecida entre dois ou mais personagens.  É um dos principais elementos da construção textual dramática.  O termo Diálogo vem do grego DIS (dois) + LOGOS (ideias). São necessários pelos menos dois elementos para um diálogo: Locutor Interlocutor
  • 32. ARTE, 8º. ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. Um monólogo é uma longa fala emitida por uma única personagem.  O termo monólogo surgiu da junção dos radicais gregos MONOS (um) + LOGOS (palavra ou ideia).  No Monólogo, uma personagem expõe seus pensamentos e emoções, sem dirigir-se a alguém, além dele mesmo. O Monólogo
  • 33. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos. Imagem: Mattia Luigi Nappi / O ator Ascanio Celestini realizar um monólogo durante seu show / GNU Free Documentation License.
  • 34. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.  Alguns gêneros teatrais, em especial, utilizam amplamente os monólogos: as óperas, o stand-up comedy, os musicais.  Há dois tipos básicos de monólogos no teatro: Monólogo exterior Monólogo interior Esse tipo de monólogo se estabelece quando o ator conversa com alguém que não está no palco ou na plateia. Ex.: Conversando ao telefone. É um discurso que expõe o “mundo interior” do narrador. Basicamente é um discurso psicológico.
  • 35. Referências e sugestões TEBEROSKY, Ana e COLL, César. Aprendendo Arte. Editora Ática, 1ª. Edição, São Paulo-SP. ARTE, 8º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL TEATRO – Texto teatral: gênero, enredo, diálogos, monólogos.
  • 36. n° do slide direito da imagem como está ao lado da foto link do site onde se consegiu a informação Data do Acesso 4 Cebula / Teatro DuPage de Ópera, performace de O mendigo / Domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:DuPage_ Opera_Theatre_The_Begger%27s_Opera_1170.jpg 16/08/2012 9 Autor Desconhecido / Máscara de Dionísio, séc. 1-2 A.C. / Domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Dionysos _mask_Louvre_Myr347.jpg 16/08/2012 10 Marsyas / Teatro máscara que representa o primeiro escravo da Comédia Nova, século 2 aC / National Archaeological Museum, Athens / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:NAMA_ Masque_esclave.jpg 16/08/2012 11 Jastrow / Máscara de um Sátiro, Arte romana, século 2 / Capitoline Museums Palazzo Nuovo, first floor, Hall of the Faun / Domínio Público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Satyr_ma sk_Musei_Capitolini_MC716.jpg 16/08/2012 13 Gil Vicente / Auto de Inês Pereira / Domínio público. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:Auto_de_In% C3%AAs_Pereira_de_Gil_Vicente.jpg 16/08/2012 16 Koko56 / Representação do faraó da ópera Aída / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Aida- Il_RE.jpg 16/08/2012 18 Matias Galan / Fantásma da Ópera / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Claudia_ Cota-_Argentina_2009.jpg 16/08/2012 23 O'Brien & Havel / Joseph Hart Vaudeville Co. direct / Weber & Fields Music Hall, New York City /Domínio público. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ficheiro:OBrien_and_ Havel_-_Joseph_Hart_Vaudeville.jpg 16/08/2012 Tabela de Imagens
  • 37. n° do slide direito da imagem como está ao lado da foto link do site onde se consegiu a informação Data do Acesso 26 Effie / O musical "Cats" em Roma Musical Theatre, em Varsóvia, 2007 / GNU Free Documentation License . http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Koty.jpg 16/08/2012 27 Mario Nunes Vais / Eleonora Duse como Marguerite Gautier em A Dama das Camélias de Alexandre Dumas fils, 1904 circa / Domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Nunes_V ais,_Mario_(1856- 1932),_Eleonora_Duse_come_Margherita_Gautier _ne_La_Signora_delle_Camelie_di_Alexander_Du mas_fils,_1904_circa.jpg 16/08/2012 28 Douglas Fairbanks Prod. - United Artists/ L. para R.: Leon Bary, Eugene Pallette, Douglas Fairbanks e George Siegmann em Os Três Mosqueteiros / Domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:The_Thre e_Musketeers_(1921)_2.jpg 16/08/2012 29 Enciclopédia Itaú Cultura Teatro / Atores Paulo Porto e Sônia Oitica Como Romeu e Julieta / Domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Acervo_C edoc_Funarte.jpg 16/08/2012 30a Xzit / Personagens em estilo animê / Domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:AnimeGir lXzit.png 16/08/2012 30b Xzit / Personagens em estilo animê / Domínio público. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Ekisi- tan_SadXzit.png 16/08/2012 33 Mattia Luigi Nappi / O ator Ascanio Celestini realizar um monólogo durante seu show / GNU Free Documentation License. http://commons.wikimedia.org/wiki/File:Celestini VillaArconati2.jpg 16/08/2012 Tabela de Imagens