SlideShare uma empresa Scribd logo
Técnico em Informática
Manutenção e Configuração de Hardware
Aula 6 – Montagem Básica de Microcomputadores II
Prof. Vitor Hugo Melo Araújo
ERROS TÍPICOS DE MONTAGEM
A falta de perícia na montagem de um microcomputador
pode leva-lo ao mau funcionamento de seus
componentes.
Nessa aula vamos apontar os principais erros ocorridos
durante a montagem de um microcomputador.
ERROS TÍPICOS DE MONTAGEM
A falta de perícia na montagem de um microcomputador
pode leva-lo ao mau funcionamento de seus
componentes.
Nessa aula vamos apontar os principais erros ocorridos
durante a montagem de um microcomputador.
COMPONENTES CERTOS
O requisito básico para montar um computador é saber
exatamente quais os componentes que serão utilizados e
se são compatíveis entre si.
EX: As placas-mãe mais novas possuem slots de vídeo PCI-
Express, então placas AGP não são compatíveis. O mesmo
acontece com as memórias DDR3, que não são
compatíveis com as placas-mãe DDR2.
COMPONENTES CERTOS
Acima um pente de memória SDRAM e abaixo
slots DDR. Repare que os encaixes são
totalmente diferentes.
CUIDADOS COM A ELETRICIDADE ESTÁTICA
A eletricidade estática é um tipo de eletricidade que fica
armazenada no corpo em forma natural, a simples ação
de tocar uma peça de metal faz com que seus elétrons
sobressalentes sejam transferidos. O problema é quando
a peça em questão é um componente do computador
(placa-mãe, memória, placa de vídeo, HD, etc.), pois ele
pode ser danificado seriamente.
Para garantir que você esteja
descarregado eletricamente antes
de tocar nas peças do PC é usando
uma pulseira antiestática.
SUPERAQUECIMENTO
O superaquecimento é um problema muito sério, pois
leva os componentes do computador travarem
constantemente, danificando-os completamente a médio
prazo. As principais causas estão ligadas a falta de uso e
uso incorreto dos coolers, que faz com que as peças não
sejam resfriadas corretamente.
SUPERAQUECIMENTO
A lotação de componentes em gabinetes de tamanho
reduzido também contribui para o superaquecimento do
computador, pois nessa situação os Coolers não dão conta
do resfriamento
Ao menor sinal de travamento,
é recomendado abrir o
computador e verificar o modo
com que as peças estão
organizada e se os coolers
estão limpos.
FIXAÇÃO DA PLACA-MÃE NO GABINETE
Ao comprar uma placa-mãe deve-se verificar se o
gabinete é compatível com o modelo comprado.
A tentativa forçada de fixação entre modelos
incompatíveis poderá danificar a placa-mãe, por isso não
é recomendado efetudar “gambiarras”, como furar ou
cortar pedaços da placa-mãe para que ela se encaixe no
gabinete.
Ao comprar a fonte de alimentação deve-se ter em mente
qual será o uso do computador, pois cada perfil exige uma
fonte distinta para alimentar os componentes utilizados
(computador de escritório, computador para jogos, etc.)
Uma outra dica é verificar se a potência indicada
realmente é a real, pois muitas fontes são vendidas como
se fossem mais fortes do que realmente são.
FONTE DE ALIMENTAÇÃO
FONTE DE ALIMENTAÇÃO
O passo que exige mais atenção durante a montagem de
um computador é o encaixe do processador na placa-mãe,
principalmente por vários perigos estarem envolvidos na
tarefa como a eletricidade estática, que pode danificar
com uma simples descarga de energia.
Além disso, deve-se tomar cuidado com a fixação
propriamente dita, pois os pinos conectores são frágeis,
por isso é importante verificar se o Socket do processador
é o mesmo da placa-mãe.
PROCESSADOR E MEMÓRIA
A instalação da memória também exige alguns cuidados
como a escolha do modelo correto, pois as placas-mãe
que suportam só DDR2 não suportam DDR3. Além disso, o
uso de memórias de mesma marca e frequência, caso
contrário, a memória de um modo geral pode operar de
maneira desregulada limitando o desempenho do pente
inferior.
PROCESSADOR E MEMÓRIA
Os discos rígidos e unidades óticas devem ser encaixados
de maneira firme no gabinete, preferencialmente
parafusados.
O manuseio também deve ser efetuado com cuidado,
visto que uma queda normalmente danifica-los por
completo.
DISCO RÍGIDO E UNIDADE ÓTICAS
Cada componente na placa-mãe possui conexões
específicas, o que impede que cabos sejam conectados de
maneira errônea. Portanto, se algum cabo precisa ser
forçado para ser encaixado, provavelmente não é a sua
entrada correspondente. A leitura do manual da placa-
mãe pode ser bem útil nesse momento.
Além do cuidado em saber quais conexões
correspondentes, é necessário estar atendo para que os
cabos sejam conectados de forma organizada pois evita
problemas sérios de superaquecimentos, e em alguns
casos, curto-circuitos.
CONEXÃO DE CABOS
CONEXÃO DE CABOS
PROBLEMAS X POSSÍVEIS CAUSAS
 COMPUTADOR NÃO LIGA
Defeito no estabilizador ou nobreak;
Tensão de alimentação incorreta;
Defeito na fonte;
Defeito no cabo de força;
Defeito no botão Liga/Desliga;
Pinos do painel frontal desconcetados;
Placa-mãe queimada ou com solda fria
PROBLEMA X CAUSAS
 COMPUTADOR LIGA, MAS NÃO GERA IMAGEM
Defeito no cabo de alimentação do monitor ou no cabo
VGA;
Problema na placa de Vídeo.
PROBLEMA X CAUSAS
 COMPUTADOR REINICIANDO
Temperatura interna muito alta;
Problemas com memória;
Vírus;
Arquivos corrompidos;
Sujeira nos contatos;
Problema de instalação elétrica.
PROBLEMA X CAUSAS
 SUPERAQUECIMENTO DO PROCESSADOR
Overclocking;
Falta de pasta térmica entre o dissipador de calor e o
processador;
Fixação incorreta do dissipador e/ou cooler;
Problemas de ventilação do gabinete.
PROBLEMA X CAUSAS
 COMPUTADOR LIGA, MAS FICA COM TELA PRETA COM
BEEPS
Problema com a memória;
Problema com a placa de vídeo;
Problema com a bateria.
PROBLEMA X CAUSAS
COMPUTADOR NÃO INICIALIZA O SISTEMA OPERACINAL
Arquivos do sistema corrompidos;
Vírus na MBR.
PROBLEMA X CAUSAS
COMPUTADOR NÃO RECONHECE O HD
Conflito de jumpeamento;
Falta de alimentação;
Cabo Flat/Sata folgado ou com defeito;
Problema na placa lógica do HD.
PROBLEMA X CAUSAS
RELÓGIO DO SISTEMA OPERACIONAL ATRASADO
Problema com a bateria que alimenta a CMOS
PROBLEMA X CAUSAS
MICROCOMPUTADOR TRAVA ALEATORIAMENTE
Aquecimento do processador;
Vírus nos arquivos de sistema;
Problema na placa de vídeo;
Placas mal encaixadas;
Problema na tensão fornecida pela fonte;
Instabilidade na rede elétrica
PROBLEMA X CAUSAS
MONITOR APRESENTA DEFEITO NO RGB (CORES
DIFERENTES)
Problema com solda fria na placa do monitor ou da
placa de vídeo;
Problema nos pinos do cabo VGA ou nos fios internos
PROBLEMA X CAUSAS
ESTABILIZADOR OU NOBREAK NÃO LIGAM
Problema com alimentação;
Fusível, Varistor ou capacitor interno danificado;
Placa lógica queimada;
Bateria em curto.
PROBLEMA X CAUSAS
COMPUTADOR NÃO RECONHECEM A CAPACIDADE
TOTAL DAS MEMÓRIAS
Pente parcialmente queimado (um dos lados)
Slot queimado;
Sujeira no Slot;
Um pente com defeito;
Memórias com latências e frequências diferentes.
PROBLEMA X CAUSAS
LABORATÓRIO
Técnico em Informática
Manutenção e Configuração de Hardware
Aula 6 – Montagem Básica de Microcomputadores II
Prof. Vitor Hugo Melo Araújo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 05 instalação de hardware
Aula 05 instalação de hardwareAula 05 instalação de hardware
Aula 05 instalação de hardware
Jorge Ávila Miranda
 
Aula 03 instalação de hardware
Aula 03 instalação de hardwareAula 03 instalação de hardware
Aula 03 instalação de hardware
Jorge Ávila Miranda
 
Aula 12 instalação de hardware
Aula 12 instalação de hardwareAula 12 instalação de hardware
Aula 12 instalação de hardware
Jorge Ávila Miranda
 
Aula 07 instalação de hardware
Aula 07 instalação de hardwareAula 07 instalação de hardware
Aula 07 instalação de hardware
Jorge Ávila Miranda
 
Aula 09 instalação de hardware
Aula 09 instalação de hardwareAula 09 instalação de hardware
Aula 09 instalação de hardware
Jorge Ávila Miranda
 
Imei módulo2 - ficha formativa nº2
Imei   módulo2 - ficha formativa nº2Imei   módulo2 - ficha formativa nº2
Imei módulo2 - ficha formativa nº2
teacherpereira
 
3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)
André Lopes
 
Os defeitos mais comuns no pc doméstico
Os defeitos mais comuns no pc domésticoOs defeitos mais comuns no pc doméstico
Os defeitos mais comuns no pc doméstico
Marcos Macedo
 
Aula 04 instalação de hardware
Aula 04 instalação de hardwareAula 04 instalação de hardware
Aula 04 instalação de hardware
Jorge Ávila Miranda
 
Problemas de hardware e software
Problemas de hardware e softwareProblemas de hardware e software
Problemas de hardware e software
Walney Negreiros
 
Hardware aula5
Hardware aula5Hardware aula5
Hardware aula5
Lucas Bernardo
 
Imei módulo2 - ficha formativa nº5
Imei   módulo2 - ficha formativa nº5Imei   módulo2 - ficha formativa nº5
Imei módulo2 - ficha formativa nº5
teacherpereira
 
As memórias
As memóriasAs memórias
As memóriasdgtavares
 
Tecnicas de Detenção de Avaria
Tecnicas de Detenção de AvariaTecnicas de Detenção de Avaria
Tecnicas de Detenção de Avaria
Diolene Sampaio
 
Placas
PlacasPlacas
Placas
Evaldo Lopes
 
Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador
Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador
Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador
Baguiasri
 
correção Ficha 4,5,6,e 7
correção Ficha 4,5,6,e 7correção Ficha 4,5,6,e 7
correção Ficha 4,5,6,e 7
edlander
 

Mais procurados (17)

Aula 05 instalação de hardware
Aula 05 instalação de hardwareAula 05 instalação de hardware
Aula 05 instalação de hardware
 
Aula 03 instalação de hardware
Aula 03 instalação de hardwareAula 03 instalação de hardware
Aula 03 instalação de hardware
 
Aula 12 instalação de hardware
Aula 12 instalação de hardwareAula 12 instalação de hardware
Aula 12 instalação de hardware
 
Aula 07 instalação de hardware
Aula 07 instalação de hardwareAula 07 instalação de hardware
Aula 07 instalação de hardware
 
Aula 09 instalação de hardware
Aula 09 instalação de hardwareAula 09 instalação de hardware
Aula 09 instalação de hardware
 
Imei módulo2 - ficha formativa nº2
Imei   módulo2 - ficha formativa nº2Imei   módulo2 - ficha formativa nº2
Imei módulo2 - ficha formativa nº2
 
3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)3° unidade (placa mãe)
3° unidade (placa mãe)
 
Os defeitos mais comuns no pc doméstico
Os defeitos mais comuns no pc domésticoOs defeitos mais comuns no pc doméstico
Os defeitos mais comuns no pc doméstico
 
Aula 04 instalação de hardware
Aula 04 instalação de hardwareAula 04 instalação de hardware
Aula 04 instalação de hardware
 
Problemas de hardware e software
Problemas de hardware e softwareProblemas de hardware e software
Problemas de hardware e software
 
Hardware aula5
Hardware aula5Hardware aula5
Hardware aula5
 
Imei módulo2 - ficha formativa nº5
Imei   módulo2 - ficha formativa nº5Imei   módulo2 - ficha formativa nº5
Imei módulo2 - ficha formativa nº5
 
As memórias
As memóriasAs memórias
As memórias
 
Tecnicas de Detenção de Avaria
Tecnicas de Detenção de AvariaTecnicas de Detenção de Avaria
Tecnicas de Detenção de Avaria
 
Placas
PlacasPlacas
Placas
 
Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador
Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador
Ficha de trabalho 1- Avarias mais comuns de um computador
 
correção Ficha 4,5,6,e 7
correção Ficha 4,5,6,e 7correção Ficha 4,5,6,e 7
correção Ficha 4,5,6,e 7
 

Destaque

Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)
Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)
Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)
Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)
Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 2 - Noções Básicas de Eletricidade
Aula 2 - Noções Básicas de EletricidadeAula 2 - Noções Básicas de Eletricidade
Aula 2 - Noções Básicas de Eletricidade
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados
Aula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de DadosAula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados
Aula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 8 – Componentes de um computador
Aula 8 – Componentes de um computadorAula 8 – Componentes de um computador
Aula 8 – Componentes de um computador
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 6 - Cardinalidade
Aula 6 - CardinalidadeAula 6 - Cardinalidade
Aula 6 - Cardinalidade
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 2 - Introdução a Banco de Dados
Aula 2 - Introdução a Banco de DadosAula 2 - Introdução a Banco de Dados
Aula 2 - Introdução a Banco de Dados
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 11 – Informação e a sua Representação
Aula 11 – Informação e a sua RepresentaçãoAula 11 – Informação e a sua Representação
Aula 11 – Informação e a sua Representação
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores I
Aula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores IAula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores I
Aula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores I
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
Aula 3   sistema computacional (hardware e software)Aula 3   sistema computacional (hardware e software)
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 3 - Sistemas e Modelos de Dados
Aula 3 - Sistemas e Modelos de DadosAula 3 - Sistemas e Modelos de Dados
Aula 3 - Sistemas e Modelos de Dados
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 4 - História e evolução dos Computadores
Aula 4 - História e evolução dos ComputadoresAula 4 - História e evolução dos Computadores
Aula 4 - História e evolução dos Computadores
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 14 – Portas lógicas e suas funções
Aula 14 – Portas lógicas e suas funçõesAula 14 – Portas lógicas e suas funções
Aula 14 – Portas lógicas e suas funções
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Aula 2 - Introdução aos conceitos básicos
Aula 2 - Introdução aos conceitos básicosAula 2 - Introdução aos conceitos básicos
Aula 2 - Introdução aos conceitos básicos
Vitor Hugo Melo Araújo
 

Destaque (15)

Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)
Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)
Aula 12 – Sistema de Numeração (Conversão de Bases)
 
Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)
Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)
Aula 4 - Noções Básicas de Eletricidade (continuação)
 
Aula 2 - Noções Básicas de Eletricidade
Aula 2 - Noções Básicas de EletricidadeAula 2 - Noções Básicas de Eletricidade
Aula 2 - Noções Básicas de Eletricidade
 
Aula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados
Aula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de DadosAula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados
Aula 4 - Sistemas Gerenciadores de Banco de Dados
 
Aula 8 – Componentes de um computador
Aula 8 – Componentes de um computadorAula 8 – Componentes de um computador
Aula 8 – Componentes de um computador
 
Aula 6 - Cardinalidade
Aula 6 - CardinalidadeAula 6 - Cardinalidade
Aula 6 - Cardinalidade
 
Aula 2 - Introdução a Banco de Dados
Aula 2 - Introdução a Banco de DadosAula 2 - Introdução a Banco de Dados
Aula 2 - Introdução a Banco de Dados
 
Aula 11 – Informação e a sua Representação
Aula 11 – Informação e a sua RepresentaçãoAula 11 – Informação e a sua Representação
Aula 11 – Informação e a sua Representação
 
Aula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores I
Aula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores IAula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores I
Aula 5 - Montagem Básica de Microcomputadores I
 
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
Aula 3   sistema computacional (hardware e software)Aula 3   sistema computacional (hardware e software)
Aula 3 sistema computacional (hardware e software)
 
Aula 3 - Sistemas e Modelos de Dados
Aula 3 - Sistemas e Modelos de DadosAula 3 - Sistemas e Modelos de Dados
Aula 3 - Sistemas e Modelos de Dados
 
Aula 4 - História e evolução dos Computadores
Aula 4 - História e evolução dos ComputadoresAula 4 - História e evolução dos Computadores
Aula 4 - História e evolução dos Computadores
 
Aula 14 – Portas lógicas e suas funções
Aula 14 – Portas lógicas e suas funçõesAula 14 – Portas lógicas e suas funções
Aula 14 – Portas lógicas e suas funções
 
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
 
Aula 2 - Introdução aos conceitos básicos
Aula 2 - Introdução aos conceitos básicosAula 2 - Introdução aos conceitos básicos
Aula 2 - Introdução aos conceitos básicos
 

Semelhante a Aula 6 - Montagem Básica de Microcomputadores II

Imei módulo2 - ficha formativa nº6
Imei   módulo2 - ficha formativa nº6Imei   módulo2 - ficha formativa nº6
Imei módulo2 - ficha formativa nº6
teacherpereira
 
Imei módulo2 - ficha formativa nº4
Imei   módulo2 - ficha formativa nº4Imei   módulo2 - ficha formativa nº4
Imei módulo2 - ficha formativa nº4
teacherpereira
 
Avarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadoresAvarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadores
davidcordeiro07
 
Detecção de erros no computador-Arquitetura de Computadores
Detecção de erros no computador-Arquitetura de ComputadoresDetecção de erros no computador-Arquitetura de Computadores
Detecção de erros no computador-Arquitetura de Computadores
Gabriel Santos
 
Ficha de trabalho 3 ac m3
Ficha de trabalho 3 ac m3Ficha de trabalho 3 ac m3
Ficha de trabalho 3 ac m3
nazarkiller1
 
Avarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadoresAvarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadores
edlander
 
Avariasesolues2 121026053713-phpapp02
Avariasesolues2 121026053713-phpapp02Avariasesolues2 121026053713-phpapp02
Avariasesolues2 121026053713-phpapp02
Ellai Dima
 
Manutenção_Aula 18 erros de montagem
Manutenção_Aula 18   erros de montagemManutenção_Aula 18   erros de montagem
Manutenção_Aula 18 erros de montagem
Marcos Basilio
 
Ckeck List Hardware
Ckeck List HardwareCkeck List Hardware
Ckeck List Hardware
Hudson Augusto
 
trabalho sobre avarias de computadores
trabalho sobre avarias de computadorestrabalho sobre avarias de computadores
trabalho sobre avarias de computadores
Sandeep Singh
 
Avarias
AvariasAvarias
Avarias
sampaiopimp
 
Apresentação avarias
Apresentação   avariasApresentação   avarias
Apresentação avarias
cashmoneypimp
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho t2
Ac m3   correção das fichas de trabalho t2Ac m3   correção das fichas de trabalho t2
Ac m3 correção das fichas de trabalho t2
Paulo Sergio
 
Ac m3 Ficha de trabalho 6
Ac m3 Ficha de trabalho 6Ac m3 Ficha de trabalho 6
Ac m3 Ficha de trabalho 6
gonxalox
 
Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01
Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01
Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01
gonxalox
 
Coreção do teste 1
Coreção do teste 1 Coreção do teste 1
Coreção do teste 1
Baguiasri
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
MarcoSoaresGI
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho
Ac m3   correção das fichas de trabalhoAc m3   correção das fichas de trabalho
Ac m3 correção das fichas de trabalho
Caniggia123
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho t1
Ac m3   correção das fichas de trabalho t1Ac m3   correção das fichas de trabalho t1
Ac m3 correção das fichas de trabalho t1
Gustavo Fernandes
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho 4 5 6 7
Ac m3   correção das fichas de trabalho 4 5 6 7Ac m3   correção das fichas de trabalho 4 5 6 7
Ac m3 correção das fichas de trabalho 4 5 6 7
André Ferreira
 

Semelhante a Aula 6 - Montagem Básica de Microcomputadores II (20)

Imei módulo2 - ficha formativa nº6
Imei   módulo2 - ficha formativa nº6Imei   módulo2 - ficha formativa nº6
Imei módulo2 - ficha formativa nº6
 
Imei módulo2 - ficha formativa nº4
Imei   módulo2 - ficha formativa nº4Imei   módulo2 - ficha formativa nº4
Imei módulo2 - ficha formativa nº4
 
Avarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadoresAvarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadores
 
Detecção de erros no computador-Arquitetura de Computadores
Detecção de erros no computador-Arquitetura de ComputadoresDetecção de erros no computador-Arquitetura de Computadores
Detecção de erros no computador-Arquitetura de Computadores
 
Ficha de trabalho 3 ac m3
Ficha de trabalho 3 ac m3Ficha de trabalho 3 ac m3
Ficha de trabalho 3 ac m3
 
Avarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadoresAvarias mais comuns nos computadores
Avarias mais comuns nos computadores
 
Avariasesolues2 121026053713-phpapp02
Avariasesolues2 121026053713-phpapp02Avariasesolues2 121026053713-phpapp02
Avariasesolues2 121026053713-phpapp02
 
Manutenção_Aula 18 erros de montagem
Manutenção_Aula 18   erros de montagemManutenção_Aula 18   erros de montagem
Manutenção_Aula 18 erros de montagem
 
Ckeck List Hardware
Ckeck List HardwareCkeck List Hardware
Ckeck List Hardware
 
trabalho sobre avarias de computadores
trabalho sobre avarias de computadorestrabalho sobre avarias de computadores
trabalho sobre avarias de computadores
 
Avarias
AvariasAvarias
Avarias
 
Apresentação avarias
Apresentação   avariasApresentação   avarias
Apresentação avarias
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho t2
Ac m3   correção das fichas de trabalho t2Ac m3   correção das fichas de trabalho t2
Ac m3 correção das fichas de trabalho t2
 
Ac m3 Ficha de trabalho 6
Ac m3 Ficha de trabalho 6Ac m3 Ficha de trabalho 6
Ac m3 Ficha de trabalho 6
 
Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01
Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01
Acm3fichadetrabalho6 121108180444-phpapp01
 
Coreção do teste 1
Coreção do teste 1 Coreção do teste 1
Coreção do teste 1
 
Apresenta..
Apresenta..Apresenta..
Apresenta..
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho
Ac m3   correção das fichas de trabalhoAc m3   correção das fichas de trabalho
Ac m3 correção das fichas de trabalho
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho t1
Ac m3   correção das fichas de trabalho t1Ac m3   correção das fichas de trabalho t1
Ac m3 correção das fichas de trabalho t1
 
Ac m3 correção das fichas de trabalho 4 5 6 7
Ac m3   correção das fichas de trabalho 4 5 6 7Ac m3   correção das fichas de trabalho 4 5 6 7
Ac m3 correção das fichas de trabalho 4 5 6 7
 

Último

Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 

Último (20)

Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 

Aula 6 - Montagem Básica de Microcomputadores II

  • 1. Técnico em Informática Manutenção e Configuração de Hardware Aula 6 – Montagem Básica de Microcomputadores II Prof. Vitor Hugo Melo Araújo
  • 2. ERROS TÍPICOS DE MONTAGEM A falta de perícia na montagem de um microcomputador pode leva-lo ao mau funcionamento de seus componentes. Nessa aula vamos apontar os principais erros ocorridos durante a montagem de um microcomputador.
  • 3. ERROS TÍPICOS DE MONTAGEM A falta de perícia na montagem de um microcomputador pode leva-lo ao mau funcionamento de seus componentes. Nessa aula vamos apontar os principais erros ocorridos durante a montagem de um microcomputador.
  • 4. COMPONENTES CERTOS O requisito básico para montar um computador é saber exatamente quais os componentes que serão utilizados e se são compatíveis entre si. EX: As placas-mãe mais novas possuem slots de vídeo PCI- Express, então placas AGP não são compatíveis. O mesmo acontece com as memórias DDR3, que não são compatíveis com as placas-mãe DDR2.
  • 5. COMPONENTES CERTOS Acima um pente de memória SDRAM e abaixo slots DDR. Repare que os encaixes são totalmente diferentes.
  • 6. CUIDADOS COM A ELETRICIDADE ESTÁTICA A eletricidade estática é um tipo de eletricidade que fica armazenada no corpo em forma natural, a simples ação de tocar uma peça de metal faz com que seus elétrons sobressalentes sejam transferidos. O problema é quando a peça em questão é um componente do computador (placa-mãe, memória, placa de vídeo, HD, etc.), pois ele pode ser danificado seriamente. Para garantir que você esteja descarregado eletricamente antes de tocar nas peças do PC é usando uma pulseira antiestática.
  • 7. SUPERAQUECIMENTO O superaquecimento é um problema muito sério, pois leva os componentes do computador travarem constantemente, danificando-os completamente a médio prazo. As principais causas estão ligadas a falta de uso e uso incorreto dos coolers, que faz com que as peças não sejam resfriadas corretamente.
  • 8. SUPERAQUECIMENTO A lotação de componentes em gabinetes de tamanho reduzido também contribui para o superaquecimento do computador, pois nessa situação os Coolers não dão conta do resfriamento Ao menor sinal de travamento, é recomendado abrir o computador e verificar o modo com que as peças estão organizada e se os coolers estão limpos.
  • 9. FIXAÇÃO DA PLACA-MÃE NO GABINETE Ao comprar uma placa-mãe deve-se verificar se o gabinete é compatível com o modelo comprado. A tentativa forçada de fixação entre modelos incompatíveis poderá danificar a placa-mãe, por isso não é recomendado efetudar “gambiarras”, como furar ou cortar pedaços da placa-mãe para que ela se encaixe no gabinete.
  • 10. Ao comprar a fonte de alimentação deve-se ter em mente qual será o uso do computador, pois cada perfil exige uma fonte distinta para alimentar os componentes utilizados (computador de escritório, computador para jogos, etc.) Uma outra dica é verificar se a potência indicada realmente é a real, pois muitas fontes são vendidas como se fossem mais fortes do que realmente são. FONTE DE ALIMENTAÇÃO
  • 12. O passo que exige mais atenção durante a montagem de um computador é o encaixe do processador na placa-mãe, principalmente por vários perigos estarem envolvidos na tarefa como a eletricidade estática, que pode danificar com uma simples descarga de energia. Além disso, deve-se tomar cuidado com a fixação propriamente dita, pois os pinos conectores são frágeis, por isso é importante verificar se o Socket do processador é o mesmo da placa-mãe. PROCESSADOR E MEMÓRIA
  • 13. A instalação da memória também exige alguns cuidados como a escolha do modelo correto, pois as placas-mãe que suportam só DDR2 não suportam DDR3. Além disso, o uso de memórias de mesma marca e frequência, caso contrário, a memória de um modo geral pode operar de maneira desregulada limitando o desempenho do pente inferior. PROCESSADOR E MEMÓRIA
  • 14. Os discos rígidos e unidades óticas devem ser encaixados de maneira firme no gabinete, preferencialmente parafusados. O manuseio também deve ser efetuado com cuidado, visto que uma queda normalmente danifica-los por completo. DISCO RÍGIDO E UNIDADE ÓTICAS
  • 15. Cada componente na placa-mãe possui conexões específicas, o que impede que cabos sejam conectados de maneira errônea. Portanto, se algum cabo precisa ser forçado para ser encaixado, provavelmente não é a sua entrada correspondente. A leitura do manual da placa- mãe pode ser bem útil nesse momento. Além do cuidado em saber quais conexões correspondentes, é necessário estar atendo para que os cabos sejam conectados de forma organizada pois evita problemas sérios de superaquecimentos, e em alguns casos, curto-circuitos. CONEXÃO DE CABOS
  • 18.  COMPUTADOR NÃO LIGA Defeito no estabilizador ou nobreak; Tensão de alimentação incorreta; Defeito na fonte; Defeito no cabo de força; Defeito no botão Liga/Desliga; Pinos do painel frontal desconcetados; Placa-mãe queimada ou com solda fria PROBLEMA X CAUSAS
  • 19.  COMPUTADOR LIGA, MAS NÃO GERA IMAGEM Defeito no cabo de alimentação do monitor ou no cabo VGA; Problema na placa de Vídeo. PROBLEMA X CAUSAS
  • 20.  COMPUTADOR REINICIANDO Temperatura interna muito alta; Problemas com memória; Vírus; Arquivos corrompidos; Sujeira nos contatos; Problema de instalação elétrica. PROBLEMA X CAUSAS
  • 21.  SUPERAQUECIMENTO DO PROCESSADOR Overclocking; Falta de pasta térmica entre o dissipador de calor e o processador; Fixação incorreta do dissipador e/ou cooler; Problemas de ventilação do gabinete. PROBLEMA X CAUSAS
  • 22.  COMPUTADOR LIGA, MAS FICA COM TELA PRETA COM BEEPS Problema com a memória; Problema com a placa de vídeo; Problema com a bateria. PROBLEMA X CAUSAS
  • 23. COMPUTADOR NÃO INICIALIZA O SISTEMA OPERACINAL Arquivos do sistema corrompidos; Vírus na MBR. PROBLEMA X CAUSAS
  • 24. COMPUTADOR NÃO RECONHECE O HD Conflito de jumpeamento; Falta de alimentação; Cabo Flat/Sata folgado ou com defeito; Problema na placa lógica do HD. PROBLEMA X CAUSAS
  • 25. RELÓGIO DO SISTEMA OPERACIONAL ATRASADO Problema com a bateria que alimenta a CMOS PROBLEMA X CAUSAS
  • 26. MICROCOMPUTADOR TRAVA ALEATORIAMENTE Aquecimento do processador; Vírus nos arquivos de sistema; Problema na placa de vídeo; Placas mal encaixadas; Problema na tensão fornecida pela fonte; Instabilidade na rede elétrica PROBLEMA X CAUSAS
  • 27. MONITOR APRESENTA DEFEITO NO RGB (CORES DIFERENTES) Problema com solda fria na placa do monitor ou da placa de vídeo; Problema nos pinos do cabo VGA ou nos fios internos PROBLEMA X CAUSAS
  • 28. ESTABILIZADOR OU NOBREAK NÃO LIGAM Problema com alimentação; Fusível, Varistor ou capacitor interno danificado; Placa lógica queimada; Bateria em curto. PROBLEMA X CAUSAS
  • 29. COMPUTADOR NÃO RECONHECEM A CAPACIDADE TOTAL DAS MEMÓRIAS Pente parcialmente queimado (um dos lados) Slot queimado; Sujeira no Slot; Um pente com defeito; Memórias com latências e frequências diferentes. PROBLEMA X CAUSAS
  • 31. Técnico em Informática Manutenção e Configuração de Hardware Aula 6 – Montagem Básica de Microcomputadores II Prof. Vitor Hugo Melo Araújo