SlideShare uma empresa Scribd logo
Química geral
Alicya Alves
“Matéria é tudo o que tem massa e ocupa espaço.”
 A matéria pode ser líquida, sólida ou gasosa.
São exemplos de matéria: papel, madeira, ar,
água, pedra.
 A Substância – possui uma composição
característica, determinada e um conjunto
definido de propriedades.
 Pode ser simples (formada por só um elemento
químico) ou composta (formada por vários
elementos químicos).
 Exemplos de substância simples: ouro,
mercúrio, ferro, zinco.
 Exemplos de substância composta: água,
açúcar (sacarose), sal de cozinha (cloreto de
sódio).
As substâncias químicas podem ser classificadas
de duas formas: quanto ao tipo de ligação que as
forma e quanto ao número de elementos químicos
que participam na ligação.
 Quanto ao tipo de ligação:
As substâncias iônicas têm elevados pontos de
ebulição e fusão; muitas delas, ao serem
dissolvidas na água, têm os seus íons separados
por ação da água num processo chamado
dissociação iônica; conduzem corrente elétrica em
solução aquosa.
As substâncias moleculares são formadas
exclusivamente por ligações covalentes. Em geral,
tem baixa temperatura de ebulição e de fusão. A
maioria delas não conduz eletricidade em solução
aquosa. Formam moléculas.
As substâncias metálicas são formadas
exclusivamente por ligações metálicas.
Exemplos: Ferro (Fe), Prata (Ag), Ouro (Au),
Alumínio (Al).
 Quanto ao número de elementos químicos:
As substâncias podem ser classificadas como
simples ou compostas.
Substância Simples é aquela formada por um
único elemento químico. Ex) Ca (Cálcio) H² (Gás
hidrogênio)
Substância Composta é aquela formada por mais
de um tipo de elemento químico. Ex) NaCl
(Cloreto de sódio)
Fusão – mudança do estado sólido para o líquido.
Vaporização – mudança do estado líquido para o
gasoso.
Liquefação ou Condensação – mudança do estado
gasoso para o líquido.
Solidificação – mudança do estado líquido para o
sólido.
Sublimação – mudança do estado sólido para o
gasoso e vice-versa.
Aula 1 - Química geral
 A fusão obedece a algumas leis:
- uma determinada substância funde-se sempre na mesma temperatura, em
determinada pressão. Essa temperatura é o ponto de fusão (PF)
A água se funde a 0ºC e o ferro a 1500°C.
- durante a fusão, a temperatura permanece constante, ou seja, não é alterada.
- durante a fusão, as substâncias aumentam de volume, exceto a água, ferro e a
prata.
A temperatura em que uma substância começa a se solidificar é a mesma que ela
começa a se fundir. O ponto de solidificação é o mesmo que o ponto de fusão.
A mudança da fase líquida para gasosa é dada de três maneiras. A evaporação é
um processo mais lento que ocorre sem temperatura e pressão determinada. A
ebulição é um processo rápido e depende de cada substância que possui a sua
temperatura e pressão já determinada. É caracterizada pelo aparecimento de
grande quantidade de bolhas.
A ebulição obedece à algumas leis:
- as substância entram em ebulição sempre na mesma temperatura.
- durante a ebulição, a temperatura segue inalterada.
Usamos o termo liquefação para indicar o aumento de pressão, transformando o
sólido em gás.
A sublimação é um processo desencadeado a partir de uma temperatura e pressão
determinadas e não passa pela fase líquida.
Aula 1 - Química geral
Alotropia é a propriedade que alguns elementos
químicos têm de formar uma ou mais substâncias
simples diferentes.
São alótropos: carbono, oxigênio, fósforo e
enxofre.
O carbono possui dois alótropos: o diamante e o
grafite.
O oxigênio tem dois alótropos, formando duas
substâncias simples: o gás oxigênio (O2) e o gás
ozônio (O3).
 Mistura– são duas ou mais substâncias
agrupadas, onde a composição é variável e
suas propriedades também.
Mistura Homogênea – é formada por apenas uma
fase. Não se consegue diferencias a substância.
Mistura Heterogênea – é formada por duas ou
mais fases. As substâncias podem ser
diferenciadas a olho nu ou pelo microscópio.
Os sistemas monofásicos são as misturas homogêneas.
Os sistemas polifásicos são as misturas heterogêneas.
Os sistemas homogêneos, quando formados por duas ou mais
substâncias miscíveis (que se misturam) umas nas outras chamamos
de soluções
 Decantação → Permite a separação de líquidos
imiscíveis (que não se misturam) ou um sólido
precipitado num líquido. Exemplos: água e
areia e água e óleo vegetal.
 Filtração → É usado para separar um sólido de
um líquido ou sólido de um gás, mesmo que o
sólido se apresente em suspensão.
 Centrifugação → É usado para separar
líquidos não miscíveis (que não se misturam)
ou um líquido de um sólido insolúvel em
suspensão.
Cristaização → Separa um sólido cristalino de
uma solução.
Destilação → Separa líquido(s) de sólido(s)
dissolvidos ou líquido(s) de líquido(s).
Destilação fracionada → É um método de
separação de líquidos que participem de mistura
homogênea ou heterogênea. Quanto mais
distantes forem os pontos de ebulição destes
líquidos, mais eficiente será o processo de
destilação.
Cromatografia → Para separar substâncias com
diferentes solubilidades num determinado soluto.
Separação magnética: Consegue separar
componentes que tenham propriedades
magnéticas dos que não as possuem.
Catação: Usada para separação de sistemas
sólido-sólido.
Peneiração: Também conhecida como tamisação,
este método é usado na separação de sistemas
sólido-sólido, onde um dos dois componentes
apresente granulometria que permita que o
mesmo fique preso nas malhas de uma peneira.
Levigação :A água corrente arrasta o componente
menos denso e o mais denso deposita-se no fundo
do recipiente.
Evaporação :Método de separação
de misturas sólido-líquido por evaporação do
solvente, também conhecido como cristalização.
Em recipiente aberto, simplesmente permite-se
que o solvente evapore, deixando o sólido. Nas
salinas, o sal é obtido a partir da água do mar
através deste processo.
Fim.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Primeiro Ano - Propriedades da matéria
Primeiro Ano - Propriedades da matériaPrimeiro Ano - Propriedades da matéria
Primeiro Ano - Propriedades da matéria
Nai Mariano
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Substâncias e misturas
Substâncias e misturasSubstâncias e misturas
Substâncias e misturas
Alpha Colégio e Vestibulares
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
Pedro Monteiro
 
Substância e mistura 9º ano
Substância e mistura 9º anoSubstância e mistura 9º ano
Substância e mistura 9º ano
Karla Almeida
 
www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.
www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.
www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.
Jane Paula
 
Substancias e misturas quimicas
Substancias e misturas quimicasSubstancias e misturas quimicas
Substancias e misturas quimicas
Estude Mais
 
Aula 1 Elementos SubstâNcias E Misturas2
Aula 1   Elementos SubstâNcias E Misturas2Aula 1   Elementos SubstâNcias E Misturas2
Aula 1 Elementos SubstâNcias E Misturas2
Nelson Virgilio Carvalho Filho
 
Misturas e substâncias puras
 Misturas e substâncias puras Misturas e substâncias puras
Misturas e substâncias puras
samuelr81
 
Aula 3 substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resf
Aula 3   substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resfAula 3   substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resf
Aula 3 substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resf
profNICODEMOS
 
Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8
Colégio Cardeal Arcoverde
 
Misturas Homogêneas e Heterogêneas
Misturas Homogêneas e HeterogêneasMisturas Homogêneas e Heterogêneas
Misturas Homogêneas e Heterogêneas
Igor Santos
 
Aula 02 matéria e suas propriedades
Aula 02   matéria e suas propriedadesAula 02   matéria e suas propriedades
Aula 02 matéria e suas propriedades
Rafael Varistelo
 
Substâncias e Misturas
Substâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
Substâncias e Misturas
IthaloBuritii
 
3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas
3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas
3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas
LUCAS SILVA
 
Aspectos da matéria
Aspectos da matériaAspectos da matéria
Aspectos da matéria
garavelopark
 
Substancias Puras Misturas
Substancias Puras MisturasSubstancias Puras Misturas
Substancias Puras Misturas
José Miguel Dos Santos
 
Resumo classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo   classificação, propriedades e transformações da matériaResumo   classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo classificação, propriedades e transformações da matéria
Profª Alda Ernestina
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturas
Luise Moura
 
Misturas solubilidade
Misturas solubilidadeMisturas solubilidade
Misturas solubilidade
Vínicius Gabriel
 

Mais procurados (20)

Primeiro Ano - Propriedades da matéria
Primeiro Ano - Propriedades da matériaPrimeiro Ano - Propriedades da matéria
Primeiro Ano - Propriedades da matéria
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Substâncias e misturas
Substâncias e misturasSubstâncias e misturas
Substâncias e misturas
 
Transformação da Materia
Transformação da MateriaTransformação da Materia
Transformação da Materia
 
Substância e mistura 9º ano
Substância e mistura 9º anoSubstância e mistura 9º ano
Substância e mistura 9º ano
 
www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.
www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.
www.slideshare.net/janeclecia/aula de substâncias e misturas.
 
Substancias e misturas quimicas
Substancias e misturas quimicasSubstancias e misturas quimicas
Substancias e misturas quimicas
 
Aula 1 Elementos SubstâNcias E Misturas2
Aula 1   Elementos SubstâNcias E Misturas2Aula 1   Elementos SubstâNcias E Misturas2
Aula 1 Elementos SubstâNcias E Misturas2
 
Misturas e substâncias puras
 Misturas e substâncias puras Misturas e substâncias puras
Misturas e substâncias puras
 
Aula 3 substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resf
Aula 3   substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resfAula 3   substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resf
Aula 3 substâncias puras, misturas e gráficos de aquec-resf
 
Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8Substancias simp comp 8
Substancias simp comp 8
 
Misturas Homogêneas e Heterogêneas
Misturas Homogêneas e HeterogêneasMisturas Homogêneas e Heterogêneas
Misturas Homogêneas e Heterogêneas
 
Aula 02 matéria e suas propriedades
Aula 02   matéria e suas propriedadesAula 02   matéria e suas propriedades
Aula 02 matéria e suas propriedades
 
Substâncias e Misturas
Substâncias e MisturasSubstâncias e Misturas
Substâncias e Misturas
 
3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas
3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas
3999890 Quimica Rg Ppt Substancias Puras E Misturas
 
Aspectos da matéria
Aspectos da matériaAspectos da matéria
Aspectos da matéria
 
Substancias Puras Misturas
Substancias Puras MisturasSubstancias Puras Misturas
Substancias Puras Misturas
 
Resumo classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo   classificação, propriedades e transformações da matériaResumo   classificação, propriedades e transformações da matéria
Resumo classificação, propriedades e transformações da matéria
 
Substâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturasSubstâncias puras e misturas
Substâncias puras e misturas
 
Misturas solubilidade
Misturas solubilidadeMisturas solubilidade
Misturas solubilidade
 

Destaque

Abc para comprender
Abc para comprenderAbc para comprender
Abc para comprender
Luz Arrillaga
 
Hardware y sistema operativo
Hardware y sistema operativoHardware y sistema operativo
Hardware y sistema operativo
nadinypaula
 
Conceptos generales
Conceptos generalesConceptos generales
Conceptos generales
diplomados2
 
2008 2 53
2008 2 532008 2 53
Multimedia Power Point Jessica Betín
Multimedia Power Point Jessica BetínMultimedia Power Point Jessica Betín
Multimedia Power Point Jessica Betín
Tatiana Espinosa Ossa
 
Grupo#3neuronas
Grupo#3neuronasGrupo#3neuronas
Grupo#3neuronas
Ar Kroly
 
Bacterias Upla
Bacterias UplaBacterias Upla
Bacterias Upla
Francisca_20
 
Classification of epithelium - amjad al.bleahid
Classification of epithelium - amjad al.bleahid Classification of epithelium - amjad al.bleahid
Classification of epithelium - amjad al.bleahid
al_bleahid
 
Desarrollos de las pags 7 y 8
Desarrollos de las pags 7 y 8Desarrollos de las pags 7 y 8
Desarrollos de las pags 7 y 8
Carlos Andres Valencia Buritica
 
Unidad iii
Unidad iiiUnidad iii
Unidad iii
diplomados2
 
La Gente Que Me Gusta
La Gente Que Me GustaLa Gente Que Me Gusta
La Gente Que Me Gusta
Miryana P.
 
Trabajo redes y valor de calidad
Trabajo redes y valor de calidadTrabajo redes y valor de calidad
Trabajo redes y valor de calidad
luisfegar
 
Work or Play
Work or PlayWork or Play
Tutorial Subir diapositivas a la web
Tutorial Subir diapositivas a la webTutorial Subir diapositivas a la web
Tutorial Subir diapositivas a la web
OEI Capacitación
 
Casa abierta 6 egb1
Casa abierta 6 egb1Casa abierta 6 egb1
Casa abierta 6 egb1
luiscotorres1989
 
Pesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BR
Pesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BRPesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BR
Pesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BR
Bruno Pinheiro
 
Thu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu Loan
Thu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu LoanThu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu Loan
Thu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu Loan
Daklak Training College
 
Hoja informativa CGT SEAT160920
Hoja informativa CGT SEAT160920Hoja informativa CGT SEAT160920
Hoja informativa CGT SEAT160920
Cgt Seat Martorell
 
Trastornos específicos del lenguaje
Trastornos específicos del lenguajeTrastornos específicos del lenguaje
Trastornos específicos del lenguaje
Tami.Marimar
 
Metodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesar
Metodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesarMetodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesar
Metodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesar
Estefania Martinez
 

Destaque (20)

Abc para comprender
Abc para comprenderAbc para comprender
Abc para comprender
 
Hardware y sistema operativo
Hardware y sistema operativoHardware y sistema operativo
Hardware y sistema operativo
 
Conceptos generales
Conceptos generalesConceptos generales
Conceptos generales
 
2008 2 53
2008 2 532008 2 53
2008 2 53
 
Multimedia Power Point Jessica Betín
Multimedia Power Point Jessica BetínMultimedia Power Point Jessica Betín
Multimedia Power Point Jessica Betín
 
Grupo#3neuronas
Grupo#3neuronasGrupo#3neuronas
Grupo#3neuronas
 
Bacterias Upla
Bacterias UplaBacterias Upla
Bacterias Upla
 
Classification of epithelium - amjad al.bleahid
Classification of epithelium - amjad al.bleahid Classification of epithelium - amjad al.bleahid
Classification of epithelium - amjad al.bleahid
 
Desarrollos de las pags 7 y 8
Desarrollos de las pags 7 y 8Desarrollos de las pags 7 y 8
Desarrollos de las pags 7 y 8
 
Unidad iii
Unidad iiiUnidad iii
Unidad iii
 
La Gente Que Me Gusta
La Gente Que Me GustaLa Gente Que Me Gusta
La Gente Que Me Gusta
 
Trabajo redes y valor de calidad
Trabajo redes y valor de calidadTrabajo redes y valor de calidad
Trabajo redes y valor de calidad
 
Work or Play
Work or PlayWork or Play
Work or Play
 
Tutorial Subir diapositivas a la web
Tutorial Subir diapositivas a la webTutorial Subir diapositivas a la web
Tutorial Subir diapositivas a la web
 
Casa abierta 6 egb1
Casa abierta 6 egb1Casa abierta 6 egb1
Casa abierta 6 egb1
 
Pesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BR
Pesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BRPesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BR
Pesquisa sobre Lan House no Brasil - CETIC.BR
 
Thu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu Loan
Thu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu LoanThu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu Loan
Thu Đã Vàng Chưa - thơ Như Thương- PPS & photos by Huong Kieu Loan
 
Hoja informativa CGT SEAT160920
Hoja informativa CGT SEAT160920Hoja informativa CGT SEAT160920
Hoja informativa CGT SEAT160920
 
Trastornos específicos del lenguaje
Trastornos específicos del lenguajeTrastornos específicos del lenguaje
Trastornos específicos del lenguaje
 
Metodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesar
Metodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesarMetodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesar
Metodo ya!!!!!!!!!!!!!! .l. cesar
 

Semelhante a Aula 1 - Química geral

Aulão de introdução a química geral
Aulão  de introdução a química geralAulão  de introdução a química geral
Aulão de introdução a química geral
Adrianne Mendonça
 
SEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawaw
SEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawawSEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawaw
SEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawaw
jeffersonSoares100
 
1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx
1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx
1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx
ssuser9abcfe
 
Pré requisitos - quimica A 10º ano
Pré requisitos - quimica A 10º anoPré requisitos - quimica A 10º ano
Pré requisitos - quimica A 10º ano
madalenapico
 
Fisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universo
Fisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universoFisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universo
Fisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universo
Olbera
 
Estados fisicos e estado de agregacao das moleculas
Estados fisicos e estado de agregacao das moleculasEstados fisicos e estado de agregacao das moleculas
Estados fisicos e estado de agregacao das moleculas
Lucas pk'
 
Misturas & Solubilidade
Misturas  & SolubilidadeMisturas  & Solubilidade
Misturas & Solubilidade
Vínicius Gabriel
 
substancias e misturas-
substancias e misturas- substancias e misturas-
substancias e misturas-
Dahia Monteiro Carrino Suave
 
Aula sobre matéria
Aula sobre matériaAula sobre matéria
Aula sobre matéria
Rodrigo Rocha de Lima
 
Sem título 1
Sem título 1Sem título 1
Sem título 1
EEB Francisco Mazzola
 
estados fisicos da materia COMPLETO......docx
estados fisicos da materia COMPLETO......docxestados fisicos da materia COMPLETO......docx
estados fisicos da materia COMPLETO......docx
AndreaMarlidosSantos
 
Química - Estados físicos da matéria e separação de misturas
Química - Estados físicos da matéria e separação de misturasQuímica - Estados físicos da matéria e separação de misturas
Química - Estados físicos da matéria e separação de misturas
Cláudia Augusto
 
APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1
APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1
APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1
eduardofelipe2345
 
8a SéRie SeparaçãO De Misturas
8a SéRie   SeparaçãO De Misturas8a SéRie   SeparaçãO De Misturas
8a SéRie SeparaçãO De Misturas
SESI 422 - Americana
 
Separação de misturas blog
Separação de misturas blogSeparação de misturas blog
Separação de misturas blog
Glaucia Perez
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
paolazeroum
 
Classificação, propriedades e transformações físicas da matéria
Classificação, propriedades e transformações físicas da matériaClassificação, propriedades e transformações físicas da matéria
Classificação, propriedades e transformações físicas da matéria
Profª Alda Ernestina
 
TermAula 2
TermAula 2TermAula 2
TermAula 2
milton junior
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
matheusrl98
 
Liquidos e sólidos
Liquidos e sólidosLiquidos e sólidos
Liquidos e sólidos
Fernando Lucas
 

Semelhante a Aula 1 - Química geral (20)

Aulão de introdução a química geral
Aulão  de introdução a química geralAulão  de introdução a química geral
Aulão de introdução a química geral
 
SEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawaw
SEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawawSEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawaw
SEPARAÇÃOe5st4ratftreswawawawawawawawawawaw
 
1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx
1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx
1-introducao-a-quimica-e-sistemas-materiaisdocx.pptx
 
Pré requisitos - quimica A 10º ano
Pré requisitos - quimica A 10º anoPré requisitos - quimica A 10º ano
Pré requisitos - quimica A 10º ano
 
Fisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universo
Fisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universoFisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universo
Fisico-quimica 7ºano - Quimica e distâncias no universo
 
Estados fisicos e estado de agregacao das moleculas
Estados fisicos e estado de agregacao das moleculasEstados fisicos e estado de agregacao das moleculas
Estados fisicos e estado de agregacao das moleculas
 
Misturas & Solubilidade
Misturas  & SolubilidadeMisturas  & Solubilidade
Misturas & Solubilidade
 
substancias e misturas-
substancias e misturas- substancias e misturas-
substancias e misturas-
 
Aula sobre matéria
Aula sobre matériaAula sobre matéria
Aula sobre matéria
 
Sem título 1
Sem título 1Sem título 1
Sem título 1
 
estados fisicos da materia COMPLETO......docx
estados fisicos da materia COMPLETO......docxestados fisicos da materia COMPLETO......docx
estados fisicos da materia COMPLETO......docx
 
Química - Estados físicos da matéria e separação de misturas
Química - Estados físicos da matéria e separação de misturasQuímica - Estados físicos da matéria e separação de misturas
Química - Estados físicos da matéria e separação de misturas
 
APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1
APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1
APRESENTAÇÃO QUÍMICA GERAL TÉORICA - PSS1
 
8a SéRie SeparaçãO De Misturas
8a SéRie   SeparaçãO De Misturas8a SéRie   SeparaçãO De Misturas
8a SéRie SeparaçãO De Misturas
 
Separação de misturas blog
Separação de misturas blogSeparação de misturas blog
Separação de misturas blog
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Classificação, propriedades e transformações físicas da matéria
Classificação, propriedades e transformações físicas da matériaClassificação, propriedades e transformações físicas da matéria
Classificação, propriedades e transformações físicas da matéria
 
TermAula 2
TermAula 2TermAula 2
TermAula 2
 
Separação de misturas
Separação de misturasSeparação de misturas
Separação de misturas
 
Liquidos e sólidos
Liquidos e sólidosLiquidos e sólidos
Liquidos e sólidos
 

Mais de alicyatalves

Aula 4 ligações químicas
Aula 4   ligações químicasAula 4   ligações químicas
Aula 4 ligações químicas
alicyatalves
 
Funcoes inorganicas
Funcoes inorganicasFuncoes inorganicas
Funcoes inorganicas
alicyatalves
 
Aula 3 tabela periódica
Aula 3   tabela periódicaAula 3   tabela periódica
Aula 3 tabela periódica
alicyatalves
 
Aula 2 – modelos atômicos
Aula 2 – modelos atômicosAula 2 – modelos atômicos
Aula 2 – modelos atômicos
alicyatalves
 
Química orgânica complemento da aula 1
Química orgânica  complemento da aula 1Química orgânica  complemento da aula 1
Química orgânica complemento da aula 1
alicyatalves
 
Química Orgânica (Aula 1)
Química Orgânica (Aula 1) Química Orgânica (Aula 1)
Química Orgânica (Aula 1)
alicyatalves
 

Mais de alicyatalves (6)

Aula 4 ligações químicas
Aula 4   ligações químicasAula 4   ligações químicas
Aula 4 ligações químicas
 
Funcoes inorganicas
Funcoes inorganicasFuncoes inorganicas
Funcoes inorganicas
 
Aula 3 tabela periódica
Aula 3   tabela periódicaAula 3   tabela periódica
Aula 3 tabela periódica
 
Aula 2 – modelos atômicos
Aula 2 – modelos atômicosAula 2 – modelos atômicos
Aula 2 – modelos atômicos
 
Química orgânica complemento da aula 1
Química orgânica  complemento da aula 1Química orgânica  complemento da aula 1
Química orgânica complemento da aula 1
 
Química Orgânica (Aula 1)
Química Orgânica (Aula 1) Química Orgânica (Aula 1)
Química Orgânica (Aula 1)
 

Último

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 

Último (20)

Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 

Aula 1 - Química geral

  • 2. “Matéria é tudo o que tem massa e ocupa espaço.”  A matéria pode ser líquida, sólida ou gasosa. São exemplos de matéria: papel, madeira, ar, água, pedra.  A Substância – possui uma composição característica, determinada e um conjunto definido de propriedades.  Pode ser simples (formada por só um elemento químico) ou composta (formada por vários elementos químicos).
  • 3.  Exemplos de substância simples: ouro, mercúrio, ferro, zinco.  Exemplos de substância composta: água, açúcar (sacarose), sal de cozinha (cloreto de sódio). As substâncias químicas podem ser classificadas de duas formas: quanto ao tipo de ligação que as forma e quanto ao número de elementos químicos que participam na ligação.
  • 4.  Quanto ao tipo de ligação: As substâncias iônicas têm elevados pontos de ebulição e fusão; muitas delas, ao serem dissolvidas na água, têm os seus íons separados por ação da água num processo chamado dissociação iônica; conduzem corrente elétrica em solução aquosa. As substâncias moleculares são formadas exclusivamente por ligações covalentes. Em geral, tem baixa temperatura de ebulição e de fusão. A maioria delas não conduz eletricidade em solução aquosa. Formam moléculas.
  • 5. As substâncias metálicas são formadas exclusivamente por ligações metálicas. Exemplos: Ferro (Fe), Prata (Ag), Ouro (Au), Alumínio (Al).  Quanto ao número de elementos químicos: As substâncias podem ser classificadas como simples ou compostas. Substância Simples é aquela formada por um único elemento químico. Ex) Ca (Cálcio) H² (Gás hidrogênio) Substância Composta é aquela formada por mais de um tipo de elemento químico. Ex) NaCl (Cloreto de sódio)
  • 6. Fusão – mudança do estado sólido para o líquido. Vaporização – mudança do estado líquido para o gasoso. Liquefação ou Condensação – mudança do estado gasoso para o líquido. Solidificação – mudança do estado líquido para o sólido. Sublimação – mudança do estado sólido para o gasoso e vice-versa.
  • 8.  A fusão obedece a algumas leis: - uma determinada substância funde-se sempre na mesma temperatura, em determinada pressão. Essa temperatura é o ponto de fusão (PF) A água se funde a 0ºC e o ferro a 1500°C. - durante a fusão, a temperatura permanece constante, ou seja, não é alterada. - durante a fusão, as substâncias aumentam de volume, exceto a água, ferro e a prata. A temperatura em que uma substância começa a se solidificar é a mesma que ela começa a se fundir. O ponto de solidificação é o mesmo que o ponto de fusão. A mudança da fase líquida para gasosa é dada de três maneiras. A evaporação é um processo mais lento que ocorre sem temperatura e pressão determinada. A ebulição é um processo rápido e depende de cada substância que possui a sua temperatura e pressão já determinada. É caracterizada pelo aparecimento de grande quantidade de bolhas. A ebulição obedece à algumas leis: - as substância entram em ebulição sempre na mesma temperatura. - durante a ebulição, a temperatura segue inalterada. Usamos o termo liquefação para indicar o aumento de pressão, transformando o sólido em gás. A sublimação é um processo desencadeado a partir de uma temperatura e pressão determinadas e não passa pela fase líquida.
  • 10. Alotropia é a propriedade que alguns elementos químicos têm de formar uma ou mais substâncias simples diferentes. São alótropos: carbono, oxigênio, fósforo e enxofre. O carbono possui dois alótropos: o diamante e o grafite. O oxigênio tem dois alótropos, formando duas substâncias simples: o gás oxigênio (O2) e o gás ozônio (O3).
  • 11.  Mistura– são duas ou mais substâncias agrupadas, onde a composição é variável e suas propriedades também. Mistura Homogênea – é formada por apenas uma fase. Não se consegue diferencias a substância. Mistura Heterogênea – é formada por duas ou mais fases. As substâncias podem ser diferenciadas a olho nu ou pelo microscópio. Os sistemas monofásicos são as misturas homogêneas. Os sistemas polifásicos são as misturas heterogêneas. Os sistemas homogêneos, quando formados por duas ou mais substâncias miscíveis (que se misturam) umas nas outras chamamos de soluções
  • 12.  Decantação → Permite a separação de líquidos imiscíveis (que não se misturam) ou um sólido precipitado num líquido. Exemplos: água e areia e água e óleo vegetal.  Filtração → É usado para separar um sólido de um líquido ou sólido de um gás, mesmo que o sólido se apresente em suspensão.  Centrifugação → É usado para separar líquidos não miscíveis (que não se misturam) ou um líquido de um sólido insolúvel em suspensão.
  • 13. Cristaização → Separa um sólido cristalino de uma solução. Destilação → Separa líquido(s) de sólido(s) dissolvidos ou líquido(s) de líquido(s). Destilação fracionada → É um método de separação de líquidos que participem de mistura homogênea ou heterogênea. Quanto mais distantes forem os pontos de ebulição destes líquidos, mais eficiente será o processo de destilação. Cromatografia → Para separar substâncias com diferentes solubilidades num determinado soluto.
  • 14. Separação magnética: Consegue separar componentes que tenham propriedades magnéticas dos que não as possuem. Catação: Usada para separação de sistemas sólido-sólido. Peneiração: Também conhecida como tamisação, este método é usado na separação de sistemas sólido-sólido, onde um dos dois componentes apresente granulometria que permita que o mesmo fique preso nas malhas de uma peneira.
  • 15. Levigação :A água corrente arrasta o componente menos denso e o mais denso deposita-se no fundo do recipiente. Evaporação :Método de separação de misturas sólido-líquido por evaporação do solvente, também conhecido como cristalização. Em recipiente aberto, simplesmente permite-se que o solvente evapore, deixando o sólido. Nas salinas, o sal é obtido a partir da água do mar através deste processo.
  • 16. Fim.