SlideShare uma empresa Scribd logo
ATA Nº. 4/2014
Ata da reunião ordinária da Câmara Municipal
de Vila Real de Santo António, realizada no dia
4 DE FEVEREIRO DE 2014.
Aos quatro dias do mês de fevereiro de 2014, em Vila Real de Santo António, na Sala de
Atos da Casa da Câmara de Vila Real de Santo António, encontrando-se presente o
Excelentíssimo Senhor Presidente da mesma Câmara, Luís Filipe Soromenho Gomes,
comigo, Francisco José Leiria Sabino, Chefe da Divisão de Atividades Económicas,
compareceram, pelas 09.05 horas, os Srs. Vereadores Maria da Conceição Cipriano
Cabrita, João Filipe de Brito Sol Pereira, João Manuel Lopes Rodrigues, David Matias
Murta, Célia Maria Marques da Rosa Paz e José Estevão Correia da Cruz, a fim de se
realizar a reunião ordinária a que se refere o artigo 40º. da Lei n.º 75/2013, de doze de
setembro.
ABERTURA DA REUNIÃO: - Verificando-se a presença da totalidade dos membros da
Câmara Municipal, o Senhor Presidente declarou aberta a reunião, com a seguinte Ordem
do Dia:
- ALTERAÇÃO AO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO;
- CORREÇÃO MATERIAL AO PLANO DE CÉRCEAS E ALINHAMENTOS DO QUARTEIRÃO
DELIMITADO PELA RUA DOS PESCADORES, RUA MANUEL DE ARRIAGA, RUA JOÃO
DE ABOIM E RUA PROFESSORA ERMELINDA CALEÇA, EM MONTE GORDO;
- PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ANUAL DE DESIGN E COMUNICAÇÃO, PRODUÇÃO DE
CONTEÚDOS MULTIMÉDIA PARA TODOS OS SUPORTES E PLATAFORMAS PARA A
CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO - PARECER PRÉVIO
VINCULATIVO;
- PEDIDO DE CERTIDÃO DE COMPROPRIEDADE - SÉRGIO MIGUEL HORTA ANICA;
- DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS;
- PERÍODO DE INTERVENÇÃO ABERTO AO PÚBLICO.
FALTA: - Verificou-se a ausência do Sr. Vereador Luis Miguel Cristo Salvador Salas, por
motivos profissionais, face ao que a Câmara deliberou, por unanimidade, considerar
justificada a respetiva falta.
BALANCETE: - Foi presente o Mapa Resumo Diário da Tesouraria do dia de ontem,
apresentando um saldo de 769.858,83 € (setecentos e sessenta e nove mil oitocentos e
cinquenta e oito euros e oitenta e três cêntimos).
PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA:
Pelo Sr. Presidente foi apresentada e lida a seguinte Moção:
“Após os acontecimentos de ontem a Parque Escolar continua a tratar a comunidade
escolar deste Concelho e concelho limítrofe de uma forma desumana, leviana, insensível e
temerária.
Após o conhecimento do relatório da ANPC aquele organismo de uma forma sobranceira e
ridiculamente altiva vem pedir (através da comunicação social) a prorrogação do prazo à
ANPC por não cumprir o mesmo e pasme-se sem ter iniciado qualquer dos pontos
enumerados por a mesma entidade.
Assim, propomos que esta Autarquia repudie esta atitude despótica, desumana reiterada
sucessivamente pela Parque Escolar e exigimos a entrega imediata à Escola Secundária
das salas de aula em condições de serem utilizadas.
Dê-se conhecimento à Direção da Escola Secundária, Associação de Estudantes,
Associação de Pais, Ministério da Educação, Autoridade Nacional de Proteção Civil, Parque
Escolar e Conselho Pedagógico.”
Pelos Srs. Vereadores da Bancada do Partido Socialista foi lida a seguinte tomada de
posição:
“A Bancada do Partido Socialista vem solidarizar-se com a luta dos pais e alunos da Escola
Secundária de Vila Real de Santo António (ontem mais uma vez demonstrada).
E lamentar a prepotência e o desinteresse demonstrado pelo Governo Central PSD/CDS, já
evidenciado primeiro pela paragem das obras e agora com a não cedência das
instalações.”
Pelo Sr. Vereador José Cruz acrescentou que tal como na proposta aprovada na sessão de
câmara realizada em 21 de janeiro de 2014, “exige-se a entrega de imediato à Escola
Secundária das salas em condições de serem utilizadas”.
A Moção foi aprovada por unanimidade.
Os Srs. Vereadores David Murta e Célia Paz apresentaram um documento a solicitar um
ponto de situação dos diversos requerimentos e propostas submetidas à Câmara. O escrito
fica apenso à ata. O Sr. Presidente esclareceu que houve respostas que já foram dadas
verbalmente e houve documentos entregues conforme consta nas atas das reuniões de
Câmara. Esclareceu ainda que a Câmara Municipal dará resposta ao solicitado pelos Srs.
Vereadores do Partido Socialista.
O Sr. Vereador David Murta comunicou que, apesar de os Srs. Vereadores do Partido
Socialista já terem sido informados que poderiam consultar os processos, através de
contato a estabelecer com o Sr. Chefe de Gabinete do Sr. Presidente, a verdade é que o
Partido Socialista solicita os documentos por escrito, em formato papel, e não para
consulta nos diversos Núcleos da Câmara Municipal.
O Sr. Vereador José Cruz solicitou um ponto de situação relativo aos seguintes assuntos:
- Necessidade de reconstrução de um muro que se encontra caído em frente aos arrumos
dos pescadores nas imediações do Bairro do Lazareto, junto da rotunda dos atuns, em Vila
Real de Santo António. A reconstrução do muro ou a colocação de um tapume contribuiria
para a valorização paisagística de um lugar junto da área ribeirinha que é um dos
principais locais de passagem de turistas pela Cidade.
- O Sr. Vereador João Sol Pereira informou que a intervenção em causa está incluída no
projeto de intervenção de um arruamento a sul do Bairro do Lazareto e respetivo
pavimento, cujo projeto está a ser elaborado pelos serviços técnicos, no seguimento do
requerimento apresentado pelo Partido Socialista na reunião de Câmara de 5 de novembro
de 2013.
- Protocolo celebrado com a Universidade Aberta em 2011. O Sr. Presidente comunicou
que uma alteração nos cargos Dirigentes da Universidade provocou alterações na
estratégia que a anterior direção da Universidade tinha sobre essa matéria e por uma
opção de reduções de custos. No entanto, segundo reunião recente com a Universidade,
não está definitivamente descartada a possibilidade de se dar cumprimento ao Protocolo;
- Aplicação das 35 horas semanais, no seguimento de uma questão que já tinha colocado
informalmente ao Sr. Presidente. O Sr. Presidente disse que o assunto está a ser analisado
nas reuniões de Presidentes da Associação de Municípios do Algarve (AMAL), e a
Associação está em diálogo com os sindicatos, pelo em breve poderá haver uma decisão
sobre a matéria, que deverá passar pela redução para 35 horas semanais para todos os
trabalhadores dos serviços municipais.
- Qual a possibilidade de, na próxima reunião, se elaborar uma Moção sobre a preocupação
pelo facto de estar previsto que as competências dos Portos do Algarve passarem a ser
coordenadas a partir do Porto de Sines? Disse também que o Partido Comunista Português
já tinha manifestado o descontentamento junto das instâncias competentes. Todos os Srs.
Vereadores concordaram com a necessidade de se apresentar a Moção ao Governo.
DELIBERAÇÕES: - Foram tomadas as seguintes deliberações:
ALTERAÇÃO AO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO.
- O Sr. Vereador David Murta disse que o Partido Socialista está de acordo com o princípio
da alteração, pois resolve casos concretos que são favoráveis ao desenvolvimento do
Concelho, mas é necessário distinguir a parte técnica, jurídica e política da proposta.
Referiu que, numa anterior proposta, tinham sido criadas condições favoráveis para a
Frusoal se expandir, onde o PS votou favoravelmente, mas que se devia ter pensado
noutras empresas na mesma situação. Mencionou que a seu tempo o Partido Socialista
apresentará uma proposta, no seguimento da questão que o Sr. Presidente lhe colocou
sobre quais as empresas que poderiam ser contempladas.
Expôs que o Partido Socialista não compreende por que motivo a proposta «entenda já»
ser do “entendimento da Câmara Municipal” (ainda antes de se discutir e votar a
proposta) comunicar à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve
que esta alteração dispensa os trabalhos referentes à avaliação ambiental estratégica,
mapa e plano municipal de redução de ruído. Referiu que não há nada na proposta que
fundamente o referido no ponto 3 (três) da proposta. Mencionou ainda que tem muitas
dúvidas quanto ao documento denominado de termos de referência que sustenta todo o
processo, tendo formulado as seguintes questões: Quem os elaborou; Se existe um termo
de responsabilidade sobre os mesmos; Se não há um parecer técnico ou opinião de um
dirigente sobre estes termos de referência. No seguimento, e a propósito do exposto no
último parágrafo do ponto 3 dos termos de referência, perguntou se temos ou não de rever
o PDM, conforme declarações divergentes do Sr. Presidente, qual o ponto de situação da
revisão do Plano Diretor Municipal e qual o teor da futura proposta de revisão, lançando
um repto para uma reunião com todos os membros do Executivo para se analisar o
processo.
O Sr. Vereador David Murta levantou ainda as seguintes questões sobre o considerando 7
(sete) da proposta: qual o verdadeiro interesse desta alteração; quais os equipamentos
previstos para complementar os usos atualmente existentes; prevê-se a instalação de um
hotel; que tipo de hotel e como vai ser explorado; que tipo de comércio; inclui a farmácia;
quantos postos de trabalho se prevê criar; existe algum estudo de suporte à
implementação de uma unidade hoteleira; vai funcionar em concorrência ou em
complementaridade aos hotéis existentes; Ouviu os empresários do sector hoteleiro;
Reuniu com os empresários para explicar a proposta? Se sim, solicitou que lhe mostrassem
evidências das reuniões mantidas e provas da sua concordância relativamente à proposta.
Questionou, ainda, se a instalação de “algum alojamento”, conforme mencionado no
penúltimo parágrafo do ponto 3 dos termos de referência, é condição obrigatória para o
processo de certificação do Centro de alto Rendimento pela tutela governamental, ou se
esse processo não pode já ser feito com as unidades hoteleiras existentes (e muito
próximas do Complexo Desportivo).
Por fim, pediu para que se retirasse a proposta, no sentido de se fazer uma reunião com os
empresários da hotelaria, com a presença de toda a vereação municipal, por que entende
que a proposta é demasiado importante para ser tratada sem a devida concertação com os
hoteleiros, mencionando ainda que se a proposta estiver a ser efetuada à sua revelia,
obviamente que a bancada do PS irá votar contra a mesma.
- O Sr. Vereador José Cruz mencionou que, nesta matéria tal como em muitas outras, no
seguimento de intervenções que tem efetuado, a Câmara Municipal está a efetuar
propostas casuísticas. O PSD local e regional não tem conseguido ser eficiente nas revisões
do PDM. Disse ainda que a CDU discorda politicamente da proposta e o que o PSD está a
fazer é desconstruir o que foi feito.
- O Sr. Presidente disse que não comentaria as intervenções do ponto de vista político,
pelo que remeteria essa discussão para a Assembleia Municipal. Porém, referiu que ficava
surpreendido com a leitura política quando o que se pretende com esta proposta é apenas
e só o que está expresso na mesma.
- O Sr. Vereador David Murta, finalmente, reiterou o que tinha dito inicialmente, ou seja,
que concordava com o teor da proposta mas que tinha muitas dúvidas sobre o que se quer
efetuar no futuro no Complexo Desportivo Municipal.
= A Câmara deliberou, por maioria, com os votos contra dos Srs. Vereadores David Murta,
Célia Paz e José Cruz, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria da Conceição Cabrita, no
sentido de ser desencadeado o procedimento de Alteração do PDMVRSA, em
conformidade com o n.º2 do artigo 74.º do Decreto-Lei nº. 380/99, de 22 de setembro, na
sua redação atual (RJIGT), de acordo com os Termos de Referência, publicar o teor desta
deliberação de Câmara sob a forma de Aviso no Diário da República, na comunicação social
e na página da Internet do Município, estabelecendo os respetivos prazos de elaboração e
o período de participação a que se refere o n.º 2 do artigo 77.º do RJIGT e comunicar à
CCDR-ALG que, em entendimento da Câmara Municipal, esta alteração dispensa os
trabalhos referentes à avaliação ambiental estratégica, mapa e plano municipal de
redução de ruído, nos termos e efeitos do n.º 5 do artigo 74.º do RJIGT, documentos que
constituem parte integrante da respetiva ata.
Pelo Sr. Vereador José Cruz foi formulada a Declaração de Voto que se transcreve:
“A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, de maioria absoluta PSD, continua a
apresentar propostas casuísticas, relativas ao PDM, o qual não se encontra revisto porque,
quer nos organismos que dependem do Governo, quer na câmara municipal, não se têm
desenvolvidos os processos de forma expedita, para concretizar a revisão desse
importante instrumento de ordenamento do território.
A pretexto da criação de novos serviços, está-se a evoluir para um modelo de ordenamento
do território que permite a inclusão de áreas de negócio privadas, dentro do Complexo
Desportivo Municipal que nasceu e deve manter-se na esfera pública, no âmbito das
funções para que foi criado.
O ordenamento do território é também uma forma de distribuição da riqueza. A prática
tem vindo a demonstrar que o PSD faz com que a riqueza esteja mais longe dos pobres, que
se arrastam atrás de oferta de caridade, e da classe média que vê os seus rendimentos
cortados, para acudir aos mais necessitados.
Entretanto, as grandes fortunas crescem, acumulando poder e benefícios, num país cada
vez mais longe da satisfação das necessidades básicas dos cidadãos.
Estas foram as razões do nosso voto contra.”
Pelos Srs. Vereadores David Murta e Célia Paz foi formulada a seguinte Declaração de
Voto:
“Pese embora concordarmos com o princípio geral, explícito na proposta, de alteração ao
PDM. Mas por considerarmos que:
- a proposta não está devidamente instruída, designadamente sobre o “entendimento” da
alteração ao PDM dispensar os trabalhos referentes à avaliação ambiental estratégica,
mapa e plano municipal de redução de ruído, e pela inexistência da responsabilidade
sobre os termos de referência de suporte:
- a proposta pode ser lesiva para as unidades hoteleiras, e respetivos postos de trabalho,
do Concelho;
- a proposta devia ter sido retirada, conforme solicitado pela bancada do PS, até que
fossem ouvidos os empresários do sector.
E por fim, que as explicações do Sr. Presidente às questões formulas pela bancada do PS,
não nos parecem suficientemente válidas do ponto de vista do impacto desta alteração ao
PDM para o sector da hotelaria do concelho. A posição de voto é CONTRA.”
CORREÇÃO MATERIAL AO PLANO DE CÉRCEAS E ALINHAMENTOS DO QUARTEIRÃO
DELIMITADO PELA RUA DOS PESCADORES, RUA MANUEL DE ARRIAGA, RUA JOÃO DE
ABOIM E RUA PROFESSORA ERMELINDA CALEÇA, EM MONTE GORDO.
- O Sr. Vereador David Murta disse que na Assembleia Municipal ficou provado que o
Partido Socialista não se importa de alterar posições de voto, se as explicações lhes forem
devidamente prestadas. Mas ao olhar para este processo, que foi submetido a anterior
deliberação, fica preocupado, pois foi referido na anterior submissão que tudo estava
correto e um mês depois surge uma correção à proposta. Neste sentido, voltou a
questionar se há garantias de que se está a aprovar uma proposta correta do plano de
cérceas e alinhamentos do quarteirão.
- O Sr. Presidente disse que o Plano está correto e o Sr. Vereador João Sol esclareceu que
as áreas estão corretas e não foram alteradas. A única correção apresentada refere-se ao
proprietário que estava incorreto na anterior proposta.
= A Câmara deliberou, por maioria, com o voto contra do Sr. Vereador José Cruz, aprovar a
Proposta do Sr. Vereador João Filipe Sol Pereira, no sentido de ser aprovado o relatório de
fundamentação da correção material ao Plano de Cérceas e Alinhamentos, nos termos da
proposta retificada em anexo, e dar o subsequente conhecimento à Assembleia Municipal
de Vila Real de Santo António, documentos que constituem parte integrante da respetiva
ata.
Pelos Srs. Vereadores David Murta e Célia Paz foi formulada a seguinte Declaração de
Voto:
“A bancada do PS vota favoravelmente, com base nas explicações dadas pelo Sr.
Presidente.”
PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ANUAL DE DESIGN E COMUNICAÇÃO, PRODUÇÃO DE
CONTEÚDOS MULTIMÉDIA PARA TODOS OS SUPORTES E PLATAFORMAS PARA A
CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO - PARECER PRÉVIO
VINCULATIVO.
- A Sra. Vereadora Célia Paz questionou se na prática se trata da renovação de um posto de
trabalho. O Sr. Presidente confirmou a existência.
= A Câmara deliberou, por maioria, com a abstenção do Sr. Vereador José Cruz, aprovar a
Proposta do Sr. Presidente, no sentido de ser emitido o parecer previsto nos n.ºs 4 e 11 do
artigo 73.º da Lei n.º 83-C/2013, de 31 de dezembro, para a celebração de prestação de
serviços anual de design e comunicação, produtos de conteúdos multimédia para todos os
suportes e plataformas da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, pelo período
de 1 (um) ano, com possibilidade de renovação por 2 (dois) períodos sucessivos idênticos,
com a firma Miguel Ângelo B. S. Guerreiro, e por se tratar de um compromisso plurianual,
que se submeta à aprovação da Assembleia Municipal, no cumprimento do n.º1 do artigo
6.º da Lei de n.º 8/2012 de 21 de fevereiro, que obriga que a assunção de compromissos
plurianuais, independentemente da sua forma jurídica, está sujeita a autorização prévia
da Assembleia Municipal, quando envolvam entidades da administração local,
documentos que constituem parte integrante da presente ata.
PEDIDO DE CERTIDÃO DE COMPROPRIEDADE - SÉRGIO MIGUEL HORTA ANICA.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta do Sr. Presidente, no sentido
ser emitido o parecer favorável ao pedido da constituição de compropriedade em comum
e partes iguais do prédio omisso na Conservatória do Registo Predial de Vila Real de Santo
António, inscrito na matriz nº 62 e Secção E, sito na Aldeia Nova, freguesia de Monte
Gordo e concelho de Vila Real de Santo António, com área de 1.610 m2
, na proporção de
1/2 a favor de Nádia Isabel Ferreira Anica e 1/2 a favor de João Sérgio Ferreira Anica, com
fundamento no teor da Informação da Equipa Multidisciplinar de Gestão Territorial e
Urbanística, documentos que constituem parte integrante da presente ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – BARBARA
ANN MOUNTFORD.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – TREVOR
WILLIAM MOUNTFORD.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – PATRICIA
JEAN DAVIS.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – SONIA
MARINA TEIXEIRA DOS SANTOS.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – RENATA
BRITO.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – MARIA
EFROSINA QUEIROGA.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS –
FRANCELINA RAIMUNDO FERNANDES.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS –
HANNELORE SCHUMACHER.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – ISABEL
SEMITAIO.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – MARIA
EUGÉNIA SOARES.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – DUARTE
FERNANDES.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – LUCINDA
MARIA PEREIRA ROMÃO.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – MARIA
ANTÓNIA RUFINO.
= A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria
Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio
desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
PERÍODO DE INTERVENÇÃO ABERTO AO PUBLICO.
Não se registaram intervenções.
MINUTA DA REUNIÃO: - A Câmara deliberou, por unanimidade dos membros presentes e
ao abrigo do artigo 57.º da Lei n.º 75/2013, de doze de setembro, depois de lida e achada
conforme, aprovar em minuta a ata da presente reunião.
ENCERRAMENTO DA REUNIÃO: - E nada mais havendo a tratar, foi pelo Senhor
Presidente declarada encerrada a reunião, pelas 9 horas e 45 minutos.
E de tudo para constar se lavrou a presente ata que está conforme a minuta aprovada no
final da mesma e vai ser devidamente assinada.
E eu, __________________________________________, Chefe de Divisão das Atividades
Económicas, a redigi, subscrevo e assino.
________________________________________________
________________________________________________

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

50ª sessão ordinária 27.08.2013
50ª sessão ordinária 27.08.201350ª sessão ordinária 27.08.2013
50ª sessão ordinária 27.08.2013
Camaramre
 
44ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.201344ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.2013
Camaramre
 
Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008
Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008
Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008
ademirnogueira
 
2ª sessão ordinária 10.02.2014
2ª sessão ordinária 10.02.20142ª sessão ordinária 10.02.2014
2ª sessão ordinária 10.02.2014
Camaramre
 
Acta n.º 4 2009 2013
Acta n.º 4 2009 2013 Acta n.º 4 2009 2013
Acta n.º 4 2009 2013
Jorge Ferreira
 
Servidores18 set out 2013
Servidores18   set out 2013Servidores18   set out 2013
Servidores18 set out 2013
Estevam Cesar
 
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
Rc   15novembro2012 - ata nº 25Rc   15novembro2012 - ata nº 25
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
pauloedsonc
 
Cópia de rc 1junho2012 - ata nº 11
Cópia de rc   1junho2012 - ata nº 11Cópia de rc   1junho2012 - ata nº 11
Cópia de rc 1junho2012 - ata nº 11
pauloedsonc
 
77ª sessão ordinária 10.12.2013
77ª sessão ordinária 10.12.201377ª sessão ordinária 10.12.2013
77ª sessão ordinária 10.12.2013
Júnior Souza
 
29ª sessão ordinária 28.05.2013
29ª sessão ordinária 28.05.201329ª sessão ordinária 28.05.2013
29ª sessão ordinária 28.05.2013
Camaramre
 
03maio2012 - ata nº 9
03maio2012 - ata nº 903maio2012 - ata nº 9
03maio2012 - ata nº 9
pauloedsonc
 
15ª sessão ordinária 08.03.2013
15ª sessão ordinária 08.03.201315ª sessão ordinária 08.03.2013
15ª sessão ordinária 08.03.2013
Camaramre
 
20ª sessão ordinária 29.04.2013
20ª sessão ordinária 29.04.201320ª sessão ordinária 29.04.2013
20ª sessão ordinária 29.04.2013
Camaramre
 
57ª sessão ordinária 24.09.2013
57ª sessão ordinária 24.09.201357ª sessão ordinária 24.09.2013
57ª sessão ordinária 24.09.2013
Camaramre
 
37ª sessão ordinária 01.07.2013
37ª sessão ordinária 01.07.201337ª sessão ordinária 01.07.2013
37ª sessão ordinária 01.07.2013
Camaramre
 
78ª sessão ordinária 16.12.2013
78ª sessão ordinária 16.12.201378ª sessão ordinária 16.12.2013
78ª sessão ordinária 16.12.2013
Camaramre
 
72ª sessão ordinária 25.11.2013
72ª sessão ordinária 25.11.201372ª sessão ordinária 25.11.2013
72ª sessão ordinária 25.11.2013
Júnior Souza
 
Eugenia mota retrospectiva 2017
Eugenia mota retrospectiva 2017Eugenia mota retrospectiva 2017
Eugenia mota retrospectiva 2017
MISTERCLAUDIO
 

Mais procurados (18)

50ª sessão ordinária 27.08.2013
50ª sessão ordinária 27.08.201350ª sessão ordinária 27.08.2013
50ª sessão ordinária 27.08.2013
 
44ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.201344ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.2013
 
Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008
Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008
Atas da Câmara Municipal de Lima Duarte - 2008
 
2ª sessão ordinária 10.02.2014
2ª sessão ordinária 10.02.20142ª sessão ordinária 10.02.2014
2ª sessão ordinária 10.02.2014
 
Acta n.º 4 2009 2013
Acta n.º 4 2009 2013 Acta n.º 4 2009 2013
Acta n.º 4 2009 2013
 
Servidores18 set out 2013
Servidores18   set out 2013Servidores18   set out 2013
Servidores18 set out 2013
 
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
Rc   15novembro2012 - ata nº 25Rc   15novembro2012 - ata nº 25
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
 
Cópia de rc 1junho2012 - ata nº 11
Cópia de rc   1junho2012 - ata nº 11Cópia de rc   1junho2012 - ata nº 11
Cópia de rc 1junho2012 - ata nº 11
 
77ª sessão ordinária 10.12.2013
77ª sessão ordinária 10.12.201377ª sessão ordinária 10.12.2013
77ª sessão ordinária 10.12.2013
 
29ª sessão ordinária 28.05.2013
29ª sessão ordinária 28.05.201329ª sessão ordinária 28.05.2013
29ª sessão ordinária 28.05.2013
 
03maio2012 - ata nº 9
03maio2012 - ata nº 903maio2012 - ata nº 9
03maio2012 - ata nº 9
 
15ª sessão ordinária 08.03.2013
15ª sessão ordinária 08.03.201315ª sessão ordinária 08.03.2013
15ª sessão ordinária 08.03.2013
 
20ª sessão ordinária 29.04.2013
20ª sessão ordinária 29.04.201320ª sessão ordinária 29.04.2013
20ª sessão ordinária 29.04.2013
 
57ª sessão ordinária 24.09.2013
57ª sessão ordinária 24.09.201357ª sessão ordinária 24.09.2013
57ª sessão ordinária 24.09.2013
 
37ª sessão ordinária 01.07.2013
37ª sessão ordinária 01.07.201337ª sessão ordinária 01.07.2013
37ª sessão ordinária 01.07.2013
 
78ª sessão ordinária 16.12.2013
78ª sessão ordinária 16.12.201378ª sessão ordinária 16.12.2013
78ª sessão ordinária 16.12.2013
 
72ª sessão ordinária 25.11.2013
72ª sessão ordinária 25.11.201372ª sessão ordinária 25.11.2013
72ª sessão ordinária 25.11.2013
 
Eugenia mota retrospectiva 2017
Eugenia mota retrospectiva 2017Eugenia mota retrospectiva 2017
Eugenia mota retrospectiva 2017
 

Semelhante a Ata 2014 02 04

Ata de 28 de fevereiro 2014
Ata de 28 de fevereiro 2014Ata de 28 de fevereiro 2014
Ata de 28 de fevereiro 2014
GMOH_PSD
 
32ª sessão ordinária 10.06.2013
32ª sessão ordinária 10.06.201332ª sessão ordinária 10.06.2013
32ª sessão ordinária 10.06.2013
Camaramre
 
19ª sessão ordinária 23.04.2013
19ª sessão ordinária 23.04.201319ª sessão ordinária 23.04.2013
19ª sessão ordinária 23.04.2013
Camaramre
 
23ª sessão ordinária 07.05.2013
23ª sessão ordinária 07.05.201323ª sessão ordinária 07.05.2013
23ª sessão ordinária 07.05.2013
Camaramre
 
9ª sessão ordinária 12.03.2013
9ª sessão ordinária 12.03.20139ª sessão ordinária 12.03.2013
9ª sessão ordinária 12.03.2013
Camaramre
 
48ª sessão ordinária 20.08.2013
48ª sessão ordinária 20.08.201348ª sessão ordinária 20.08.2013
48ª sessão ordinária 20.08.2013
Camaramre
 
56ª sessão ordinária 23.09.2013
56ª sessão ordinária 23.09.201356ª sessão ordinária 23.09.2013
56ª sessão ordinária 23.09.2013
Camaramre
 
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
Rc   15novembro2012 - ata nº 25Rc   15novembro2012 - ata nº 25
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
pauloedsonc
 
Atas maio 2010
Atas maio 2010Atas maio 2010
Atas maio 2010
Consoestemarilia
 
10ª sessão ordinária 18.03.2013
10ª sessão ordinária 18.03.201310ª sessão ordinária 18.03.2013
10ª sessão ordinária 18.03.2013
Camaramre
 
66ª sessão ordinária 04.11.2013
66ª sessão ordinária 04.11.201366ª sessão ordinária 04.11.2013
66ª sessão ordinária 04.11.2013
Camaramre
 
7ª sessão ordinária 25.02.2014
7ª sessão ordinária 25.02.2014  7ª sessão ordinária 25.02.2014
7ª sessão ordinária 25.02.2014
Camaramre
 
44ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.201344ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.2013
Camaramre
 
Ata de 26 de abril de 2014
Ata de 26 de abril de 2014Ata de 26 de abril de 2014
Ata de 26 de abril de 2014
GMOH_PSD
 
76ª sessão ordinária 09.12.2013
76ª sessão ordinária 09.12.201376ª sessão ordinária 09.12.2013
76ª sessão ordinária 09.12.2013
Júnior Souza
 
22ª sessão ordinária 06.05.2013
22ª sessão ordinária 06.05.201322ª sessão ordinária 06.05.2013
22ª sessão ordinária 06.05.2013
Camaramre
 
65ª sessão ordinária 29.10.2013
65ª sessão ordinária 29.10.201365ª sessão ordinária 29.10.2013
65ª sessão ordinária 29.10.2013
Camaramre
 
71ª sessão ordinária 19.11.2013
71ª sessão ordinária 19.11.201371ª sessão ordinária 19.11.2013
71ª sessão ordinária 19.11.2013
Júnior Souza
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Rc 14fevereiro2013 - extra - ata nº 4
Rc   14fevereiro2013 - extra - ata nº 4Rc   14fevereiro2013 - extra - ata nº 4
Rc 14fevereiro2013 - extra - ata nº 4
pauloedsonc
 

Semelhante a Ata 2014 02 04 (20)

Ata de 28 de fevereiro 2014
Ata de 28 de fevereiro 2014Ata de 28 de fevereiro 2014
Ata de 28 de fevereiro 2014
 
32ª sessão ordinária 10.06.2013
32ª sessão ordinária 10.06.201332ª sessão ordinária 10.06.2013
32ª sessão ordinária 10.06.2013
 
19ª sessão ordinária 23.04.2013
19ª sessão ordinária 23.04.201319ª sessão ordinária 23.04.2013
19ª sessão ordinária 23.04.2013
 
23ª sessão ordinária 07.05.2013
23ª sessão ordinária 07.05.201323ª sessão ordinária 07.05.2013
23ª sessão ordinária 07.05.2013
 
9ª sessão ordinária 12.03.2013
9ª sessão ordinária 12.03.20139ª sessão ordinária 12.03.2013
9ª sessão ordinária 12.03.2013
 
48ª sessão ordinária 20.08.2013
48ª sessão ordinária 20.08.201348ª sessão ordinária 20.08.2013
48ª sessão ordinária 20.08.2013
 
56ª sessão ordinária 23.09.2013
56ª sessão ordinária 23.09.201356ª sessão ordinária 23.09.2013
56ª sessão ordinária 23.09.2013
 
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
Rc   15novembro2012 - ata nº 25Rc   15novembro2012 - ata nº 25
Rc 15novembro2012 - ata nº 25
 
Atas maio 2010
Atas maio 2010Atas maio 2010
Atas maio 2010
 
10ª sessão ordinária 18.03.2013
10ª sessão ordinária 18.03.201310ª sessão ordinária 18.03.2013
10ª sessão ordinária 18.03.2013
 
66ª sessão ordinária 04.11.2013
66ª sessão ordinária 04.11.201366ª sessão ordinária 04.11.2013
66ª sessão ordinária 04.11.2013
 
7ª sessão ordinária 25.02.2014
7ª sessão ordinária 25.02.2014  7ª sessão ordinária 25.02.2014
7ª sessão ordinária 25.02.2014
 
44ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.201344ª sessão ordinária 06.08.2013
44ª sessão ordinária 06.08.2013
 
Ata de 26 de abril de 2014
Ata de 26 de abril de 2014Ata de 26 de abril de 2014
Ata de 26 de abril de 2014
 
76ª sessão ordinária 09.12.2013
76ª sessão ordinária 09.12.201376ª sessão ordinária 09.12.2013
76ª sessão ordinária 09.12.2013
 
22ª sessão ordinária 06.05.2013
22ª sessão ordinária 06.05.201322ª sessão ordinária 06.05.2013
22ª sessão ordinária 06.05.2013
 
65ª sessão ordinária 29.10.2013
65ª sessão ordinária 29.10.201365ª sessão ordinária 29.10.2013
65ª sessão ordinária 29.10.2013
 
71ª sessão ordinária 19.11.2013
71ª sessão ordinária 19.11.201371ª sessão ordinária 19.11.2013
71ª sessão ordinária 19.11.2013
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Rc 14fevereiro2013 - extra - ata nº 4
Rc   14fevereiro2013 - extra - ata nº 4Rc   14fevereiro2013 - extra - ata nº 4
Rc 14fevereiro2013 - extra - ata nº 4
 

Mais de macoesapo

Oficío+dgal[1]
Oficío+dgal[1]Oficío+dgal[1]
Oficío+dgal[1]
macoesapo
 
Ponto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mg
Ponto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mgPonto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mg
Ponto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mg
macoesapo
 
Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2
macoesapo
 
Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2
macoesapo
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
macoesapo
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
macoesapo
 
A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1
macoesapo
 
A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1
macoesapo
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
macoesapo
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
macoesapo
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
macoesapo
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
macoesapo
 
Ata 2014 02 04
Ata 2014 02 04Ata 2014 02 04
Ata 2014 02 04
macoesapo
 

Mais de macoesapo (15)

Oficío+dgal[1]
Oficío+dgal[1]Oficío+dgal[1]
Oficío+dgal[1]
 
Ponto 11
Ponto 11Ponto 11
Ponto 11
 
Ponto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mg
Ponto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mgPonto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mg
Ponto 11 proc. pr+® contratual estacionamentos vrsa e mg
 
Ponto 11
Ponto 11Ponto 11
Ponto 11
 
Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2
 
Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2Medicos cubanos 2
Medicos cubanos 2
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
 
A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1
 
A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1A dança dos números na sgu vrs1
A dança dos números na sgu vrs1
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
 
Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2Relatoio contas sgu 2
Relatoio contas sgu 2
 
Ata 2014 02 04
Ata 2014 02 04Ata 2014 02 04
Ata 2014 02 04
 

Ata 2014 02 04

  • 1. ATA Nº. 4/2014 Ata da reunião ordinária da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, realizada no dia 4 DE FEVEREIRO DE 2014. Aos quatro dias do mês de fevereiro de 2014, em Vila Real de Santo António, na Sala de Atos da Casa da Câmara de Vila Real de Santo António, encontrando-se presente o Excelentíssimo Senhor Presidente da mesma Câmara, Luís Filipe Soromenho Gomes, comigo, Francisco José Leiria Sabino, Chefe da Divisão de Atividades Económicas, compareceram, pelas 09.05 horas, os Srs. Vereadores Maria da Conceição Cipriano Cabrita, João Filipe de Brito Sol Pereira, João Manuel Lopes Rodrigues, David Matias Murta, Célia Maria Marques da Rosa Paz e José Estevão Correia da Cruz, a fim de se realizar a reunião ordinária a que se refere o artigo 40º. da Lei n.º 75/2013, de doze de setembro. ABERTURA DA REUNIÃO: - Verificando-se a presença da totalidade dos membros da Câmara Municipal, o Senhor Presidente declarou aberta a reunião, com a seguinte Ordem do Dia: - ALTERAÇÃO AO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO; - CORREÇÃO MATERIAL AO PLANO DE CÉRCEAS E ALINHAMENTOS DO QUARTEIRÃO DELIMITADO PELA RUA DOS PESCADORES, RUA MANUEL DE ARRIAGA, RUA JOÃO DE ABOIM E RUA PROFESSORA ERMELINDA CALEÇA, EM MONTE GORDO; - PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ANUAL DE DESIGN E COMUNICAÇÃO, PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS MULTIMÉDIA PARA TODOS OS SUPORTES E PLATAFORMAS PARA A CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO - PARECER PRÉVIO VINCULATIVO; - PEDIDO DE CERTIDÃO DE COMPROPRIEDADE - SÉRGIO MIGUEL HORTA ANICA; - DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS; - PERÍODO DE INTERVENÇÃO ABERTO AO PÚBLICO.
  • 2. FALTA: - Verificou-se a ausência do Sr. Vereador Luis Miguel Cristo Salvador Salas, por motivos profissionais, face ao que a Câmara deliberou, por unanimidade, considerar justificada a respetiva falta. BALANCETE: - Foi presente o Mapa Resumo Diário da Tesouraria do dia de ontem, apresentando um saldo de 769.858,83 € (setecentos e sessenta e nove mil oitocentos e cinquenta e oito euros e oitenta e três cêntimos). PERÍODO ANTES DA ORDEM DO DIA: Pelo Sr. Presidente foi apresentada e lida a seguinte Moção: “Após os acontecimentos de ontem a Parque Escolar continua a tratar a comunidade escolar deste Concelho e concelho limítrofe de uma forma desumana, leviana, insensível e temerária. Após o conhecimento do relatório da ANPC aquele organismo de uma forma sobranceira e ridiculamente altiva vem pedir (através da comunicação social) a prorrogação do prazo à ANPC por não cumprir o mesmo e pasme-se sem ter iniciado qualquer dos pontos enumerados por a mesma entidade. Assim, propomos que esta Autarquia repudie esta atitude despótica, desumana reiterada sucessivamente pela Parque Escolar e exigimos a entrega imediata à Escola Secundária das salas de aula em condições de serem utilizadas.
  • 3. Dê-se conhecimento à Direção da Escola Secundária, Associação de Estudantes, Associação de Pais, Ministério da Educação, Autoridade Nacional de Proteção Civil, Parque Escolar e Conselho Pedagógico.” Pelos Srs. Vereadores da Bancada do Partido Socialista foi lida a seguinte tomada de posição: “A Bancada do Partido Socialista vem solidarizar-se com a luta dos pais e alunos da Escola Secundária de Vila Real de Santo António (ontem mais uma vez demonstrada). E lamentar a prepotência e o desinteresse demonstrado pelo Governo Central PSD/CDS, já evidenciado primeiro pela paragem das obras e agora com a não cedência das instalações.” Pelo Sr. Vereador José Cruz acrescentou que tal como na proposta aprovada na sessão de câmara realizada em 21 de janeiro de 2014, “exige-se a entrega de imediato à Escola Secundária das salas em condições de serem utilizadas”. A Moção foi aprovada por unanimidade. Os Srs. Vereadores David Murta e Célia Paz apresentaram um documento a solicitar um ponto de situação dos diversos requerimentos e propostas submetidas à Câmara. O escrito fica apenso à ata. O Sr. Presidente esclareceu que houve respostas que já foram dadas verbalmente e houve documentos entregues conforme consta nas atas das reuniões de Câmara. Esclareceu ainda que a Câmara Municipal dará resposta ao solicitado pelos Srs. Vereadores do Partido Socialista.
  • 4. O Sr. Vereador David Murta comunicou que, apesar de os Srs. Vereadores do Partido Socialista já terem sido informados que poderiam consultar os processos, através de contato a estabelecer com o Sr. Chefe de Gabinete do Sr. Presidente, a verdade é que o Partido Socialista solicita os documentos por escrito, em formato papel, e não para consulta nos diversos Núcleos da Câmara Municipal. O Sr. Vereador José Cruz solicitou um ponto de situação relativo aos seguintes assuntos: - Necessidade de reconstrução de um muro que se encontra caído em frente aos arrumos dos pescadores nas imediações do Bairro do Lazareto, junto da rotunda dos atuns, em Vila Real de Santo António. A reconstrução do muro ou a colocação de um tapume contribuiria para a valorização paisagística de um lugar junto da área ribeirinha que é um dos principais locais de passagem de turistas pela Cidade. - O Sr. Vereador João Sol Pereira informou que a intervenção em causa está incluída no projeto de intervenção de um arruamento a sul do Bairro do Lazareto e respetivo pavimento, cujo projeto está a ser elaborado pelos serviços técnicos, no seguimento do requerimento apresentado pelo Partido Socialista na reunião de Câmara de 5 de novembro de 2013. - Protocolo celebrado com a Universidade Aberta em 2011. O Sr. Presidente comunicou que uma alteração nos cargos Dirigentes da Universidade provocou alterações na estratégia que a anterior direção da Universidade tinha sobre essa matéria e por uma opção de reduções de custos. No entanto, segundo reunião recente com a Universidade, não está definitivamente descartada a possibilidade de se dar cumprimento ao Protocolo;
  • 5. - Aplicação das 35 horas semanais, no seguimento de uma questão que já tinha colocado informalmente ao Sr. Presidente. O Sr. Presidente disse que o assunto está a ser analisado nas reuniões de Presidentes da Associação de Municípios do Algarve (AMAL), e a Associação está em diálogo com os sindicatos, pelo em breve poderá haver uma decisão sobre a matéria, que deverá passar pela redução para 35 horas semanais para todos os trabalhadores dos serviços municipais. - Qual a possibilidade de, na próxima reunião, se elaborar uma Moção sobre a preocupação pelo facto de estar previsto que as competências dos Portos do Algarve passarem a ser coordenadas a partir do Porto de Sines? Disse também que o Partido Comunista Português já tinha manifestado o descontentamento junto das instâncias competentes. Todos os Srs. Vereadores concordaram com a necessidade de se apresentar a Moção ao Governo.
  • 6. DELIBERAÇÕES: - Foram tomadas as seguintes deliberações: ALTERAÇÃO AO PLANO DIRETOR MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO. - O Sr. Vereador David Murta disse que o Partido Socialista está de acordo com o princípio da alteração, pois resolve casos concretos que são favoráveis ao desenvolvimento do Concelho, mas é necessário distinguir a parte técnica, jurídica e política da proposta. Referiu que, numa anterior proposta, tinham sido criadas condições favoráveis para a Frusoal se expandir, onde o PS votou favoravelmente, mas que se devia ter pensado noutras empresas na mesma situação. Mencionou que a seu tempo o Partido Socialista apresentará uma proposta, no seguimento da questão que o Sr. Presidente lhe colocou sobre quais as empresas que poderiam ser contempladas. Expôs que o Partido Socialista não compreende por que motivo a proposta «entenda já» ser do “entendimento da Câmara Municipal” (ainda antes de se discutir e votar a proposta) comunicar à Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve que esta alteração dispensa os trabalhos referentes à avaliação ambiental estratégica, mapa e plano municipal de redução de ruído. Referiu que não há nada na proposta que fundamente o referido no ponto 3 (três) da proposta. Mencionou ainda que tem muitas dúvidas quanto ao documento denominado de termos de referência que sustenta todo o processo, tendo formulado as seguintes questões: Quem os elaborou; Se existe um termo de responsabilidade sobre os mesmos; Se não há um parecer técnico ou opinião de um dirigente sobre estes termos de referência. No seguimento, e a propósito do exposto no último parágrafo do ponto 3 dos termos de referência, perguntou se temos ou não de rever
  • 7. o PDM, conforme declarações divergentes do Sr. Presidente, qual o ponto de situação da revisão do Plano Diretor Municipal e qual o teor da futura proposta de revisão, lançando um repto para uma reunião com todos os membros do Executivo para se analisar o processo. O Sr. Vereador David Murta levantou ainda as seguintes questões sobre o considerando 7 (sete) da proposta: qual o verdadeiro interesse desta alteração; quais os equipamentos previstos para complementar os usos atualmente existentes; prevê-se a instalação de um hotel; que tipo de hotel e como vai ser explorado; que tipo de comércio; inclui a farmácia; quantos postos de trabalho se prevê criar; existe algum estudo de suporte à implementação de uma unidade hoteleira; vai funcionar em concorrência ou em complementaridade aos hotéis existentes; Ouviu os empresários do sector hoteleiro; Reuniu com os empresários para explicar a proposta? Se sim, solicitou que lhe mostrassem evidências das reuniões mantidas e provas da sua concordância relativamente à proposta. Questionou, ainda, se a instalação de “algum alojamento”, conforme mencionado no penúltimo parágrafo do ponto 3 dos termos de referência, é condição obrigatória para o processo de certificação do Centro de alto Rendimento pela tutela governamental, ou se esse processo não pode já ser feito com as unidades hoteleiras existentes (e muito próximas do Complexo Desportivo). Por fim, pediu para que se retirasse a proposta, no sentido de se fazer uma reunião com os empresários da hotelaria, com a presença de toda a vereação municipal, por que entende que a proposta é demasiado importante para ser tratada sem a devida concertação com os hoteleiros, mencionando ainda que se a proposta estiver a ser efetuada à sua revelia, obviamente que a bancada do PS irá votar contra a mesma.
  • 8. - O Sr. Vereador José Cruz mencionou que, nesta matéria tal como em muitas outras, no seguimento de intervenções que tem efetuado, a Câmara Municipal está a efetuar propostas casuísticas. O PSD local e regional não tem conseguido ser eficiente nas revisões do PDM. Disse ainda que a CDU discorda politicamente da proposta e o que o PSD está a fazer é desconstruir o que foi feito. - O Sr. Presidente disse que não comentaria as intervenções do ponto de vista político, pelo que remeteria essa discussão para a Assembleia Municipal. Porém, referiu que ficava surpreendido com a leitura política quando o que se pretende com esta proposta é apenas e só o que está expresso na mesma. - O Sr. Vereador David Murta, finalmente, reiterou o que tinha dito inicialmente, ou seja, que concordava com o teor da proposta mas que tinha muitas dúvidas sobre o que se quer efetuar no futuro no Complexo Desportivo Municipal. = A Câmara deliberou, por maioria, com os votos contra dos Srs. Vereadores David Murta, Célia Paz e José Cruz, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria da Conceição Cabrita, no sentido de ser desencadeado o procedimento de Alteração do PDMVRSA, em conformidade com o n.º2 do artigo 74.º do Decreto-Lei nº. 380/99, de 22 de setembro, na sua redação atual (RJIGT), de acordo com os Termos de Referência, publicar o teor desta deliberação de Câmara sob a forma de Aviso no Diário da República, na comunicação social e na página da Internet do Município, estabelecendo os respetivos prazos de elaboração e o período de participação a que se refere o n.º 2 do artigo 77.º do RJIGT e comunicar à CCDR-ALG que, em entendimento da Câmara Municipal, esta alteração dispensa os trabalhos referentes à avaliação ambiental estratégica, mapa e plano municipal de redução de ruído, nos termos e efeitos do n.º 5 do artigo 74.º do RJIGT, documentos que constituem parte integrante da respetiva ata.
  • 9. Pelo Sr. Vereador José Cruz foi formulada a Declaração de Voto que se transcreve: “A Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, de maioria absoluta PSD, continua a apresentar propostas casuísticas, relativas ao PDM, o qual não se encontra revisto porque, quer nos organismos que dependem do Governo, quer na câmara municipal, não se têm desenvolvidos os processos de forma expedita, para concretizar a revisão desse importante instrumento de ordenamento do território. A pretexto da criação de novos serviços, está-se a evoluir para um modelo de ordenamento do território que permite a inclusão de áreas de negócio privadas, dentro do Complexo Desportivo Municipal que nasceu e deve manter-se na esfera pública, no âmbito das funções para que foi criado. O ordenamento do território é também uma forma de distribuição da riqueza. A prática tem vindo a demonstrar que o PSD faz com que a riqueza esteja mais longe dos pobres, que se arrastam atrás de oferta de caridade, e da classe média que vê os seus rendimentos cortados, para acudir aos mais necessitados. Entretanto, as grandes fortunas crescem, acumulando poder e benefícios, num país cada vez mais longe da satisfação das necessidades básicas dos cidadãos. Estas foram as razões do nosso voto contra.” Pelos Srs. Vereadores David Murta e Célia Paz foi formulada a seguinte Declaração de Voto: “Pese embora concordarmos com o princípio geral, explícito na proposta, de alteração ao PDM. Mas por considerarmos que:
  • 10. - a proposta não está devidamente instruída, designadamente sobre o “entendimento” da alteração ao PDM dispensar os trabalhos referentes à avaliação ambiental estratégica, mapa e plano municipal de redução de ruído, e pela inexistência da responsabilidade sobre os termos de referência de suporte: - a proposta pode ser lesiva para as unidades hoteleiras, e respetivos postos de trabalho, do Concelho; - a proposta devia ter sido retirada, conforme solicitado pela bancada do PS, até que fossem ouvidos os empresários do sector. E por fim, que as explicações do Sr. Presidente às questões formulas pela bancada do PS, não nos parecem suficientemente válidas do ponto de vista do impacto desta alteração ao PDM para o sector da hotelaria do concelho. A posição de voto é CONTRA.”
  • 11. CORREÇÃO MATERIAL AO PLANO DE CÉRCEAS E ALINHAMENTOS DO QUARTEIRÃO DELIMITADO PELA RUA DOS PESCADORES, RUA MANUEL DE ARRIAGA, RUA JOÃO DE ABOIM E RUA PROFESSORA ERMELINDA CALEÇA, EM MONTE GORDO. - O Sr. Vereador David Murta disse que na Assembleia Municipal ficou provado que o Partido Socialista não se importa de alterar posições de voto, se as explicações lhes forem devidamente prestadas. Mas ao olhar para este processo, que foi submetido a anterior deliberação, fica preocupado, pois foi referido na anterior submissão que tudo estava correto e um mês depois surge uma correção à proposta. Neste sentido, voltou a questionar se há garantias de que se está a aprovar uma proposta correta do plano de cérceas e alinhamentos do quarteirão. - O Sr. Presidente disse que o Plano está correto e o Sr. Vereador João Sol esclareceu que as áreas estão corretas e não foram alteradas. A única correção apresentada refere-se ao proprietário que estava incorreto na anterior proposta. = A Câmara deliberou, por maioria, com o voto contra do Sr. Vereador José Cruz, aprovar a Proposta do Sr. Vereador João Filipe Sol Pereira, no sentido de ser aprovado o relatório de fundamentação da correção material ao Plano de Cérceas e Alinhamentos, nos termos da proposta retificada em anexo, e dar o subsequente conhecimento à Assembleia Municipal de Vila Real de Santo António, documentos que constituem parte integrante da respetiva ata. Pelos Srs. Vereadores David Murta e Célia Paz foi formulada a seguinte Declaração de Voto: “A bancada do PS vota favoravelmente, com base nas explicações dadas pelo Sr. Presidente.”
  • 12. PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ANUAL DE DESIGN E COMUNICAÇÃO, PRODUÇÃO DE CONTEÚDOS MULTIMÉDIA PARA TODOS OS SUPORTES E PLATAFORMAS PARA A CÂMARA MUNICIPAL DE VILA REAL DE SANTO ANTÓNIO - PARECER PRÉVIO VINCULATIVO. - A Sra. Vereadora Célia Paz questionou se na prática se trata da renovação de um posto de trabalho. O Sr. Presidente confirmou a existência. = A Câmara deliberou, por maioria, com a abstenção do Sr. Vereador José Cruz, aprovar a Proposta do Sr. Presidente, no sentido de ser emitido o parecer previsto nos n.ºs 4 e 11 do artigo 73.º da Lei n.º 83-C/2013, de 31 de dezembro, para a celebração de prestação de serviços anual de design e comunicação, produtos de conteúdos multimédia para todos os suportes e plataformas da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, pelo período de 1 (um) ano, com possibilidade de renovação por 2 (dois) períodos sucessivos idênticos, com a firma Miguel Ângelo B. S. Guerreiro, e por se tratar de um compromisso plurianual, que se submeta à aprovação da Assembleia Municipal, no cumprimento do n.º1 do artigo 6.º da Lei de n.º 8/2012 de 21 de fevereiro, que obriga que a assunção de compromissos plurianuais, independentemente da sua forma jurídica, está sujeita a autorização prévia da Assembleia Municipal, quando envolvam entidades da administração local, documentos que constituem parte integrante da presente ata.
  • 13. PEDIDO DE CERTIDÃO DE COMPROPRIEDADE - SÉRGIO MIGUEL HORTA ANICA. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta do Sr. Presidente, no sentido ser emitido o parecer favorável ao pedido da constituição de compropriedade em comum e partes iguais do prédio omisso na Conservatória do Registo Predial de Vila Real de Santo António, inscrito na matriz nº 62 e Secção E, sito na Aldeia Nova, freguesia de Monte Gordo e concelho de Vila Real de Santo António, com área de 1.610 m2 , na proporção de 1/2 a favor de Nádia Isabel Ferreira Anica e 1/2 a favor de João Sérgio Ferreira Anica, com fundamento no teor da Informação da Equipa Multidisciplinar de Gestão Territorial e Urbanística, documentos que constituem parte integrante da presente ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – BARBARA ANN MOUNTFORD. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
  • 14. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – TREVOR WILLIAM MOUNTFORD. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – PATRICIA JEAN DAVIS. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – SONIA MARINA TEIXEIRA DOS SANTOS. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
  • 15. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – RENATA BRITO. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – MARIA EFROSINA QUEIROGA. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – FRANCELINA RAIMUNDO FERNANDES. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
  • 16. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – HANNELORE SCHUMACHER. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – ISABEL SEMITAIO. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – MARIA EUGÉNIA SOARES. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
  • 17. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – DUARTE FERNANDES. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – LUCINDA MARIA PEREIRA ROMÃO. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata. DOAÇÃO DE DOCUMENTOS À BIBLIOTECA MUNICIPAL VICENTE CAMPINAS – MARIA ANTÓNIA RUFINO. = A Câmara deliberou, por unanimidade, aprovar a Proposta da Sra. Vereadora Maria Conceição Cabrita, no sentido de ser aceite a doação das obras para integrarem o espólio desta Autarquia, documento que constitui parte integrante da respetiva ata.
  • 18. PERÍODO DE INTERVENÇÃO ABERTO AO PUBLICO. Não se registaram intervenções.
  • 19. MINUTA DA REUNIÃO: - A Câmara deliberou, por unanimidade dos membros presentes e ao abrigo do artigo 57.º da Lei n.º 75/2013, de doze de setembro, depois de lida e achada conforme, aprovar em minuta a ata da presente reunião. ENCERRAMENTO DA REUNIÃO: - E nada mais havendo a tratar, foi pelo Senhor Presidente declarada encerrada a reunião, pelas 9 horas e 45 minutos. E de tudo para constar se lavrou a presente ata que está conforme a minuta aprovada no final da mesma e vai ser devidamente assinada. E eu, __________________________________________, Chefe de Divisão das Atividades Económicas, a redigi, subscrevo e assino. ________________________________________________ ________________________________________________