SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Artes
Ensino Médio
Literatura de Cordel
Parte 2 - Gravura
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Atividade
- Produzir um livreto de cordel
- Criar os versos de acordo com a métrica
proposta
- Fazer as ilustrações do cordel a partir da técnica
de gravura
- Fazer cópias do livreto
Panorama histórico
- Séculos XV a XVIII (até 1830):
Início da a arte da gravura dentro
da tradição ocidental;
- Principais técnicas: xilogravura,
gravura em metal, litogravura e
água-forte.
- Xilogravura: Inventada como um
método de impressão sobre tecido
na China, no Egito e no Império
Bizantino. Chega à Europa através
dos impérios Bizantino e Islâmico,
antes de 1300.
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Adão e Eva
gravura de Albrecht Dürer (1471–1528)
24,8 × 19 cm
Alemanha, 1504
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
As Três Cruzes, 1653
Rembrandt
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Quebrou o cântaro (da série Los Caprichos)
Gravura de Francisco de Goya, 1799
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Bataille de Kulm, 30 aout 1813
Litogravura de Vasiliy Fiodorovich Timm (1820-1895)
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Ejiri in Suruga Province
Trinta e seis vistas do monte Fuji, nº35
xilogravura de Katsushika Hokusai
Japão, 1930
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Mulheres errantes
Xilogravura de Lasar Segall, 1919
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
A tarde
Xilogravura de Oswaldo Goeldi, 1920
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Técnica de Gravura
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Gravura com isopor
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
CEFET-RJ Campus Maria da Graça
Atividade 2
- Produzir um livreto de cordel
- Fazer as ilustrações do cordel a partir da técnica
de gravura
- Escrever e imprimir os versos em gravura ou em
computador
- Fazer cópias do livreto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Jacques-Louis David
Jacques-Louis DavidJacques-Louis David
Jacques-Louis David
 
1 fauvismo
1 fauvismo1 fauvismo
1 fauvismo
 
Eckhout, albert
Eckhout, albertEckhout, albert
Eckhout, albert
 
Neo-impressionismo parte 2
Neo-impressionismo parte 2Neo-impressionismo parte 2
Neo-impressionismo parte 2
 
Neo-impressionismo 4
Neo-impressionismo 4Neo-impressionismo 4
Neo-impressionismo 4
 
Neo-impressionismo parte 1
Neo-impressionismo parte 1Neo-impressionismo parte 1
Neo-impressionismo parte 1
 
Neoclassicismo realismo pintura de genero
Neoclassicismo realismo pintura de generoNeoclassicismo realismo pintura de genero
Neoclassicismo realismo pintura de genero
 
Aula 3 Arts and Crafts
Aula 3   Arts and CraftsAula 3   Arts and Crafts
Aula 3 Arts and Crafts
 
2 expressionismo - die brucke
2 expressionismo - die brucke2 expressionismo - die brucke
2 expressionismo - die brucke
 
Picasso
PicassoPicasso
Picasso
 
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismoMódulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
Módulo 8 - Do impressionismo ao Pós-impressionismo
 
História da arte II: Realismo
História da arte II: RealismoHistória da arte II: Realismo
História da arte II: Realismo
 
L'art nouveau
L'art nouveauL'art nouveau
L'art nouveau
 
História da Arte:: Do gótico ao renascimento
História da Arte:: Do gótico ao renascimentoHistória da Arte:: Do gótico ao renascimento
História da Arte:: Do gótico ao renascimento
 
Picasso e cubismo
Picasso e cubismoPicasso e cubismo
Picasso e cubismo
 
A arte de pablo picasso
A arte de pablo picassoA arte de pablo picasso
A arte de pablo picasso
 
Cubismo mare junho 2011
Cubismo mare junho 2011Cubismo mare junho 2011
Cubismo mare junho 2011
 
La fura del baus
La fura del baus La fura del baus
La fura del baus
 
Revisão neoclassicismo/ romantismo/ realismo
Revisão neoclassicismo/ romantismo/ realismoRevisão neoclassicismo/ romantismo/ realismo
Revisão neoclassicismo/ romantismo/ realismo
 
Picasso
PicassoPicasso
Picasso
 

Destaque

Literatura de Cordel
Literatura de CordelLiteratura de Cordel
Literatura de CordelLuciano Dias
 
Arte Colonial Brasileira
Arte Colonial BrasileiraArte Colonial Brasileira
Arte Colonial BrasileiraLuciano Dias
 
Arte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaArte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaLuciano Dias
 
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)Luciano Dias
 
Arte Barroca na Europa
Arte Barroca na EuropaArte Barroca na Europa
Arte Barroca na EuropaLuciano Dias
 
Perspectiva Linear
Perspectiva LinearPerspectiva Linear
Perspectiva LinearLuciano Dias
 
Operação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de VídeoOperação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de VídeoLuciano Dias
 
Montagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de VídeoMontagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de VídeoLuciano Dias
 
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção AudiovisualEquipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção AudiovisualLuciano Dias
 
O Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem CinematográficaO Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem CinematográficaLuciano Dias
 

Destaque (15)

Literatura de Cordel
Literatura de CordelLiteratura de Cordel
Literatura de Cordel
 
Arte Colonial Brasileira
Arte Colonial BrasileiraArte Colonial Brasileira
Arte Colonial Brasileira
 
Arte na Grécia Antiga
Arte na Grécia AntigaArte na Grécia Antiga
Arte na Grécia Antiga
 
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
Arte na Grécia Antiga II (Teatro)
 
Design: Bauhaus
Design: BauhausDesign: Bauhaus
Design: Bauhaus
 
Arte Barroca na Europa
Arte Barroca na EuropaArte Barroca na Europa
Arte Barroca na Europa
 
Perspectiva Linear
Perspectiva LinearPerspectiva Linear
Perspectiva Linear
 
Iconografia
IconografiaIconografia
Iconografia
 
Operação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de VídeoOperação de Câmera de Vídeo
Operação de Câmera de Vídeo
 
Arte grega
Arte gregaArte grega
Arte grega
 
Montagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de VídeoMontagem e Edição de Vídeo
Montagem e Edição de Vídeo
 
Adão e eva análise
Adão e eva análiseAdão e eva análise
Adão e eva análise
 
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção AudiovisualEquipes e Fases da Produção Audiovisual
Equipes e Fases da Produção Audiovisual
 
O Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem CinematográficaO Surgimento da Linguagem Cinematográfica
O Surgimento da Linguagem Cinematográfica
 
Roma
RomaRoma
Roma
 

Semelhante a Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)

Inovação e Criatividade - 7/5/2018
Inovação e Criatividade - 7/5/2018Inovação e Criatividade - 7/5/2018
Inovação e Criatividade - 7/5/2018Renato Cruz
 
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011biabouch
 
Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018
Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018
Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018Renato Cruz
 
Apresentação Silêncios
Apresentação SilênciosApresentação Silêncios
Apresentação Silênciosresespress
 

Semelhante a Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura) (12)

Inovação e Criatividade - 7/5/2018
Inovação e Criatividade - 7/5/2018Inovação e Criatividade - 7/5/2018
Inovação e Criatividade - 7/5/2018
 
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
Apresentação plano de curso artes autonomia 2011
 
Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018
Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018
Criatividade, Modelos Mentais e Inovação - 8/5/2018
 
A história da gravura
A história da gravuraA história da gravura
A história da gravura
 
Artes plásticas
Artes plásticasArtes plásticas
Artes plásticas
 
Linguagem Visual
Linguagem VisualLinguagem Visual
Linguagem Visual
 
Gravura
GravuraGravura
Gravura
 
Max ernst
Max ernstMax ernst
Max ernst
 
Apresentação Silêncios
Apresentação SilênciosApresentação Silêncios
Apresentação Silêncios
 
2 renascimento e barroco
2 renascimento e barroco2 renascimento e barroco
2 renascimento e barroco
 
Aula 4 art em
Aula 4   art emAula 4   art em
Aula 4 art em
 
NEOCLÁSSICO.pdf
NEOCLÁSSICO.pdfNEOCLÁSSICO.pdf
NEOCLÁSSICO.pdf
 

Mais de Luciano Dias

Parâmetros do Som
Parâmetros do SomParâmetros do Som
Parâmetros do SomLuciano Dias
 
Arte Contemporânea
Arte ContemporâneaArte Contemporânea
Arte ContemporâneaLuciano Dias
 
Roteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioRoteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioLuciano Dias
 
Tipos de Documentários
Tipos de DocumentáriosTipos de Documentários
Tipos de DocumentáriosLuciano Dias
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)Luciano Dias
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)Luciano Dias
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJOficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJLuciano Dias
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualLuciano Dias
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualLuciano Dias
 

Mais de Luciano Dias (9)

Parâmetros do Som
Parâmetros do SomParâmetros do Som
Parâmetros do Som
 
Arte Contemporânea
Arte ContemporâneaArte Contemporânea
Arte Contemporânea
 
Roteiro de Documentário
Roteiro de DocumentárioRoteiro de Documentário
Roteiro de Documentário
 
Tipos de Documentários
Tipos de DocumentáriosTipos de Documentários
Tipos de Documentários
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (3)
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ (2)
 
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJOficina de Audiovisual CEFET-RJ
Oficina de Audiovisual CEFET-RJ
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro Audiovisual
 
Roteiro Audiovisual
Roteiro AudiovisualRoteiro Audiovisual
Roteiro Audiovisual
 

Último

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é precisoMary Alvarenga
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...Manuais Formação
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorialNeuroppIsnayaLciaMar
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.HandersonFabio
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaIlda Bicacro
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Rosana Andrea Miranda
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfcarloseduardogonalve36
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 

Último (20)

Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco LeiteOs Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
Os Padres de Assaré - CE. Prof. Francisco Leite
 
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
UFCD_9184_Saúde, nutrição, higiene, segurança, repouso e conforto da criança ...
 
livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
APH- Avaliação de cena , analise geral do ambiente e paciente.
 
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-NovaNós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
Nós Propomos! Infraestruturas em Proença-a-Nova
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
Semana Interna de Prevenção de Acidentes SIPAT/2024
 
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdfAs Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
As Mil Palavras Mais Usadas No Inglês (Robert de Aquino) (Z-Library).pdf
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 

Literatura de Cordel (parte 2 - Gravura)

  • 1. Artes Ensino Médio Literatura de Cordel Parte 2 - Gravura CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 2. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Atividade - Produzir um livreto de cordel - Criar os versos de acordo com a métrica proposta - Fazer as ilustrações do cordel a partir da técnica de gravura - Fazer cópias do livreto
  • 3. Panorama histórico - Séculos XV a XVIII (até 1830): Início da a arte da gravura dentro da tradição ocidental; - Principais técnicas: xilogravura, gravura em metal, litogravura e água-forte. - Xilogravura: Inventada como um método de impressão sobre tecido na China, no Egito e no Império Bizantino. Chega à Europa através dos impérios Bizantino e Islâmico, antes de 1300. CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 4. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Adão e Eva gravura de Albrecht Dürer (1471–1528) 24,8 × 19 cm Alemanha, 1504
  • 5. CEFET-RJ Campus Maria da Graça As Três Cruzes, 1653 Rembrandt
  • 6. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Quebrou o cântaro (da série Los Caprichos) Gravura de Francisco de Goya, 1799
  • 7. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Bataille de Kulm, 30 aout 1813 Litogravura de Vasiliy Fiodorovich Timm (1820-1895)
  • 8. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Ejiri in Suruga Province Trinta e seis vistas do monte Fuji, nº35 xilogravura de Katsushika Hokusai Japão, 1930
  • 9. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Mulheres errantes Xilogravura de Lasar Segall, 1919
  • 10. CEFET-RJ Campus Maria da Graça A tarde Xilogravura de Oswaldo Goeldi, 1920
  • 11. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Técnica de Gravura
  • 14. Gravura com isopor CEFET-RJ Campus Maria da Graça
  • 16. CEFET-RJ Campus Maria da Graça Atividade 2 - Produzir um livreto de cordel - Fazer as ilustrações do cordel a partir da técnica de gravura - Escrever e imprimir os versos em gravura ou em computador - Fazer cópias do livreto