SlideShare uma empresa Scribd logo

Arte na pré história - Pinturas Rupestres

A pré-história e as pinturas rupestres que eram feitas pelos habitantes daquela época.

1 de 27
Baixar para ler offline
A Arte na
Pré-História
Ana Caroline
Launir
Tainan
Pré- História
Onde tudo começou...
Consideramos como arte pré-histórica todas as manifestações que se
desenvolveram antes do surgimento das primeiras civilizações, e, portanto da
escrita.
Na pré- história também foram feitas grandes descobertas, por exemplo, a
descoberta do fogo (que poderia ser utilizado como arma, para aquecer, e
também para amolecer os alimentos por meio do cozimento).
Porém, deve-se levar em conta que houve uma grande variedade de
produção, por povos diferentes, de locais diferentes, mas com algumas
características em comum.
O que sabemos é que a pintura foi descoberta em algumas cavernas da pré-
história, e que é a primeira forma de arte criada pelo homem que atravessou
milênios e chegou até nós.
Pintura Rupestre
A pintura feita nas cavernas se
chama “pintura rupestre”.
“Rupestre significa: gravado ou
traçado na rocha, na pedra”.
Pintura Rupestre
Materiais mais usados para “pintura rupestre”:
sangue, argila, excrementos, látex de plantas, e
gordura.
•A cor era obtida misturando-se o pó de
rochas com destaque para o óxido de ferro,
que tenha coloração vermelho-alaranjado.
•Pintavam com os dedos e também com
pincéis ,que eram feitos de tocos de
madeira.
“São nas cavernas que
encontramos verdadeiros
“salões de arte”.
Caverna de Lascaux
Descoberta em 1940. uns
meninos que estavam
passeando com seu cachorro.
De repente o cachorro sumiu, os
meninos o chamaram e ouviram
um latido distante abafado. Foram
atrás do som e encontraram a
caverna.
França

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Op art
Op artOp art
Op art
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Arte renascentista
Arte renascentistaArte renascentista
Arte renascentista
 
Arte contemporanea
Arte contemporaneaArte contemporanea
Arte contemporanea
 
A Arte na Pré-História
A Arte na Pré-HistóriaA Arte na Pré-História
A Arte na Pré-História
 
História da arte - Arte Contemporânea
História da arte -  Arte ContemporâneaHistória da arte -  Arte Contemporânea
História da arte - Arte Contemporânea
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Arte moderna brasileira
Arte moderna brasileiraArte moderna brasileira
Arte moderna brasileira
 
Arte primitiva
Arte primitivaArte primitiva
Arte primitiva
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
A arte da performance
A arte da performanceA arte da performance
A arte da performance
 
Arte Africana
Arte Africana Arte Africana
Arte Africana
 
Hiper realismo (1)
Hiper realismo (1)Hiper realismo (1)
Hiper realismo (1)
 
ARTE PRÉ COLOMBIANA
ARTE PRÉ COLOMBIANAARTE PRÉ COLOMBIANA
ARTE PRÉ COLOMBIANA
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
 
Impressionismo
ImpressionismoImpressionismo
Impressionismo
 
Arte conceitual - Seminário
Arte conceitual - SeminárioArte conceitual - Seminário
Arte conceitual - Seminário
 
Arte pre historia
Arte pre historiaArte pre historia
Arte pre historia
 
Land art
Land artLand art
Land art
 

Semelhante a Arte na pré história - Pinturas Rupestres

A arte da pré história
A arte da pré históriaA arte da pré história
A arte da pré históriaCEF16
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºBPriscila Barbosa
 
Arte rupestre 1 ano noturmo.pdf
Arte rupestre 1 ano noturmo.pdfArte rupestre 1 ano noturmo.pdf
Arte rupestre 1 ano noturmo.pdfReudsonMaia
 
homen da cavernar
homen da cavernarhomen da cavernar
homen da cavernarlivia6789
 
Artes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-mArtes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-mElianebel
 
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]denise lugli
 
A+pré his..
A+pré his..A+pré his..
A+pré his..hbilinha
 
A arte na pré história 6º ano
A arte na pré história 6º anoA arte na pré história 6º ano
A arte na pré história 6º anojosivaldopassos
 
A Arte na pré-história brasileira
A Arte na pré-história brasileiraA Arte na pré-história brasileira
A Arte na pré-história brasileiraGiorgia Marrone
 
6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europa
6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europa6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europa
6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europaArtesElisa
 

Semelhante a Arte na pré história - Pinturas Rupestres (20)

Arte2
Arte2Arte2
Arte2
 
Arte pré histórica
Arte pré históricaArte pré histórica
Arte pré histórica
 
A arte da pré história
A arte da pré históriaA arte da pré história
A arte da pré história
 
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºBEscola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
Escola CEJAR - Aquidauana - Apostila Arte 6 ano A e B 1ºB
 
Arte rupestre 1 ano noturmo.pdf
Arte rupestre 1 ano noturmo.pdfArte rupestre 1 ano noturmo.pdf
Arte rupestre 1 ano noturmo.pdf
 
homen da cavernar
homen da cavernarhomen da cavernar
homen da cavernar
 
Arte rupestre 2019
Arte rupestre 2019Arte rupestre 2019
Arte rupestre 2019
 
Aula 1 art em
Aula 1   art emAula 1   art em
Aula 1 art em
 
slides.pptx
slides.pptxslides.pptx
slides.pptx
 
Artes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-mArtes pre-historia-e-m
Artes pre-historia-e-m
 
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]11 pré história   resumo [modo de compatibilidade]
11 pré história resumo [modo de compatibilidade]
 
Pré história 02
Pré história 02Pré história 02
Pré história 02
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
 
Arte Rupestre
Arte RupestreArte Rupestre
Arte Rupestre
 
A+pré his..
A+pré his..A+pré his..
A+pré his..
 
A arte na pré história 6º ano
A arte na pré história 6º anoA arte na pré história 6º ano
A arte na pré história 6º ano
 
A Arte na pré-história brasileira
A Arte na pré-história brasileiraA Arte na pré-história brasileira
A Arte na pré-história brasileira
 
Arte rupestre
Arte rupestreArte rupestre
Arte rupestre
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
 
6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europa
6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europa6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europa
6o. ano - 1)-arte paleolítica ou arte rupestre na europa
 

Último

A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.Prime Assessoria
 
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Prime Assessoria
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...excellenceeducaciona
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...excellenceeducaciona
 
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...Prime Assessoria
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...excellenceeducaciona
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...azulassessoriaacadem3
 
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...excellenceeducaciona
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Prime Assessoria
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...excellenceeducaciona
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...excellenceeducaciona
 

Último (20)

A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
A) DESCREVA no mínimo três pontos-base do princípio da cromatografia gasosa.
 
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
Durante a rotina laboratorial, no setor de hematologia, a investigação dos el...
 
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
Com base no exposto, sua ação nessa atividade consiste em elaborar um texto d...
 
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
A) Cite inicialmente as três dimensões do desenvolvimento sustentável e estab...
 
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
B) RELACIONE os picos (1, 2 e 3) no cromatograma com cada uma das substâncias...
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
Tendo em vista estes aspectos, a proposta dessa atividade é a elaboração de u...
 
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
1. Qual é a principal política pública que está sendo negada às Marias no víd...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
Recentemente, um artigo publicado em uma revista renomada relatou um caso de ...
 
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
Ainda nessa perspectiva, mencione ao menos três desafios associados à aplicaç...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
Explique o modelo de determinação social da saúde proposto por Dahlgren e Whi...
 

Arte na pré história - Pinturas Rupestres

  • 1. A Arte na Pré-História Ana Caroline Launir Tainan
  • 2. Pré- História Onde tudo começou... Consideramos como arte pré-histórica todas as manifestações que se desenvolveram antes do surgimento das primeiras civilizações, e, portanto da escrita. Na pré- história também foram feitas grandes descobertas, por exemplo, a descoberta do fogo (que poderia ser utilizado como arma, para aquecer, e também para amolecer os alimentos por meio do cozimento). Porém, deve-se levar em conta que houve uma grande variedade de produção, por povos diferentes, de locais diferentes, mas com algumas características em comum. O que sabemos é que a pintura foi descoberta em algumas cavernas da pré- história, e que é a primeira forma de arte criada pelo homem que atravessou milênios e chegou até nós.
  • 3. Pintura Rupestre A pintura feita nas cavernas se chama “pintura rupestre”. “Rupestre significa: gravado ou traçado na rocha, na pedra”.
  • 4. Pintura Rupestre Materiais mais usados para “pintura rupestre”: sangue, argila, excrementos, látex de plantas, e gordura. •A cor era obtida misturando-se o pó de rochas com destaque para o óxido de ferro, que tenha coloração vermelho-alaranjado. •Pintavam com os dedos e também com pincéis ,que eram feitos de tocos de madeira.
  • 5. “São nas cavernas que encontramos verdadeiros “salões de arte”.
  • 6. Caverna de Lascaux Descoberta em 1940. uns meninos que estavam passeando com seu cachorro. De repente o cachorro sumiu, os meninos o chamaram e ouviram um latido distante abafado. Foram atrás do som e encontraram a caverna. França
  • 7. Na criação dessas imagens os artistas das cavernas usavam carvão para delinear as irregularidades na rocha, que se assemelham a formas encontradas na natureza. O volume era dado pelas saliências enquanto as tonalidades terrosas emprestavam contorno e perspectiva. Os desenhos eram superpostos aleatoriamente, talvez atendendo à necessidade de novas imagens antes de cada caçada. Essas imagens – sempre figuras de animais – são representadas em perfil bidimensional e parecem flutuar no espaço, sem qualquer representação do ambiente.
  • 8. Caverna de Lascaux (França) Sala de Touros - Lascaux
  • 9. Caverna de Chauvet (França) •Caverna foi descoberta em 1994. Documentário: “A caverna dos sonhos esquecidos”
  • 10. Caverna de Chauvet (França)
  • 11. Caverna de Altamira ( Espanha) Foi descoberta em 1879, pela filha do arqueólogo Marcelino Sautuola, quando acompanhava seu pai em uma expedição arqueológica, então viu pela primeira vez as pinturas rupestres de Altamira. Reprodução do teto da caverna.
  • 12. Caverna de Altamira ( Espanha) Os bisões de Altamira foram pintados entre os anos de 14000 e 9500 a.C. aproximadamente.
  • 13. O “caráter mágico” da Arte Pré-Histórica...
  • 14. O “caráter mágico” da Arte Pré-Histórica... “O Homem era nômade, e percebia o mundo como uma realidade cênica, não separando o material do espiritual, o visível do invisível”. Uma forma de crer que aquela figura transporia alguns poder, e não somente ligado a isso, mas era também a primeira forma de escrita.
  • 15. O “caráter mágico” da Arte Pré-Histórica... Naquela época ainda não existia agricultura. Não se plantava coisa alguma, por que ninguém sabia que a semente jogada no chão germina e se reproduz. Se tinha fome, o homem primitivo teria que pescar ou caçar. Principalmente caçar.
  • 16. O “caráter mágico” da Arte Pré-Histórica... Talvez o homem primitivo achasse que, quando pintava na parede da caverna a figura do animal que tinha a intenção de caçar, estava simbolicamente matando esse animal. O que nos sugere essa hipótese é o fato de que muitas dessas figuras estão atravessadas por uma lança. Depois de “matar” o animal por meio da imagem, ou em sua imaginação, nosso ancestral saía para caçar de verdade e matar a própria fome e a de sua família.
  • 17. O “caráter mágico” da Arte Pré-Histórica... Se a imagem pintada na rocha não serviria mais para nada depois que o animal fosse caçado, por que o homem primitivo procurava fazê-la com tanto cuidado? Provavelmente ele achava que teria mais sucesso na caçada se a imagem fosse bem parecida com sua presa, ou talvez acreditasse que, fazendo figuras com todo o capricho, conseguiria aumentar o número de animais existentes na realidade. São apenas hipóteses...
  • 18. Vestígios deixados pelos homens pré-históricos brasileiros “Os homens da Pré-história espalharam-se por diversas áreas do território brasileiro. As descobertas arqueológicas apontam para grupos humanos que viveram em regiões da Amazônia, Piauí, litoral (principalmente dos estados de SP, SC, RJ e ES), região de Lagoa Santa (interior de Minas Gerais)”.
  • 19. Pintura Rupestre no Brasil Parque Nacional Serra da Capivara - Piauí Área de maior concentração de sítios pré-históricos do continente americano e Patrimônio Cultural da Humanidade – UNESCO. Estudos científicos confirmam que a Serra da Capivara foi densamente povoada em períodos pré–históricos.
  • 20. Pintura Rupestre no Brasil Parque Nacional Serra da Capivara - Piauí
  • 21. Pintura Rupestre no Brasil... Parque Nacional Serra da Capivara - Piauí Vídeo sobre a Serra da Capivaras
  • 22. Parque Nacional do Catimbau – Pernambuco Pintura Rupestre no Brasil
  • 23. Pintura Rupestre no Brasil Sítio Arqueológico Abrigo do Morcego Carnaúba dos Dantas – Rio Grande do Norte Sítio Arqueológico da Pedra Pintada – Barão dos Cocais Minas Gerais Com desenhos semelhantes a gruta de Altamira na Espanha e de Lascaux na França.
  • 24. Pintura Rupestre no Brasil Parque Nacional Sete Cidades (Piauí) Sítio do Boqueirão da Pedra Furada - Piauí
  • 25. Pedra do Ingá – Interior do Estado de Paraíba Intrigantes inscrições rupestres, muito complexas, produzidas em baixo e alto relevo.
  • 26. Monumento arquitetônico do Período Neolítico... ( Inglaterra) Stonehenge Que foi criado quando os grupos humanos passaram a se sedentarizar e a praticar a agricultura, criando uma série de ferramentas com novos materiais e novas técnicas. Seu significado ,é entendido com um local de observação astronômica e também há indícios de que o local era utilizado para a realização de rituais religiosos naquela época.
  • 27. Referências FEIST, Hildegard. Pequena viagem pelo mundo da arte. 3. ed. São Paulo: Moderna, 1996. p. 12-17. GOMBRICH, E. H. A história da Arte. 16. ed. Trad. Àlvaro Cabral. Rio de Janeiro: LTC, 1999. FUNDAÇÃO MUSEU DO HOMEM AMERICANO. Piauí – Brasil .Disponível em: http://www.fumdham.org.br/. Acesso em: 20 de mai. 2013. STRICKLAND, Carol; BOSWELL, John. Arte comentada: da pré- história ao pós-moderno. 4.ed. Rio de Janeiro, RJ: Edições de Ouro, 1999. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ARTE RUPESTRE. Disponível em: http://www.globalrockart2009.ab-arterupestre.org.br/arterupestre.asp. Acesso em: 21 de mai. 2013. MARTIN, Gabriela. 10 mil anos do homem pré-histórico no Rio Grande do Norte. In:_____. CASTRO, Nei Leandro de (coord.). Terra Potiguar: uma viagem pela beleza e pela cultura do Rio Grande do Norte. Barcelona: Bustamante Editores, 1999. p. 24-39.