SlideShare uma empresa Scribd logo
Por que a necessidade de
Diretrizes Curriculares na
        Educação?



      Naura Syria Carapeto Ferreira
FORMAÇÃO PARA A CIDADANIA
                      
  Uma nova forma de conceber o mundo e a
  sociedade, a partir da realidade concreta de
                   nosso país
                        
           PACTO FEDERATIVO
                        
como uma convenção, um contrato e um compromisso DE
       TODOS com os princípios constitucionais
Concepção  norte direção
Qual a concepção que norteia nossas ações na escola?
Qual é o norte que perseguimos na educação?
Em que direção caminhamos quanto ao ensino?
Qual a qualidade que desejamos para a formação dos
 nossos filhos e alunos?
Agimos, na escola, ao acaso, improvisando? Ou fazendo
 “o que se considera certo”?
O que é um SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO?
 O que é um plano nacional de educação? O que é
 regime de colaboração? O que é qualidade social?
ORGANIZAÇÃO  estabelecer as bases
 (orgânico, organismo)
                       
 Uma ordem nos elementos que constituem um
    todo, na União, nas unidades federadas, o
        distrito federal e nos municípios
                       
       de forma orgânica, em uníssono
                       
 DIRETRIZ  linha reguladora do traçado de
   um caminho, conjunto de instruções para se
        tratar e levar a termo um plano.
Proposta com a qualidade social

1. possibilite a articulação de todos os segmentos
2. estimule políticas intencionais e operacionais coletivas
   de solidariedade
3. proporciona condições de desenvolvimento de políticas
   intencionais e operacionais pedagógicas inovadoras
4. é portadora de uma mensagem de mudança da
   sociedade que se revela na superação dos preconceitos e
   de todos os fatores que têm contribuído historicamente
   para a negação do direito do acesso e da permanência
   na educação escolar.
PRINCÍPIOS
                          
    construir políticas públicas educacionais de
  formação para a verdadeira cidadania, em todos
 os níveis da federação  superar o individualismo
   imperante e acirrado  pautadas nos ideais de
     liberdade e solidariedade humana, justiça
                social e fraternidade
                          
construir uma sociedade livre, justa e igualitária
CRFB de 1988  o Brasil - República Federativa formada
 pela União indissolúvel dos Estados e Município e do
 Distrito Federal. (art. 1º ).

Estrutura-se sob o princípio da cooperação recíproca, de
 acordo com os artigos 1º, 18, 23 e 60, § 4º, I.

Criou um sistema de repartição de competências e
 atribuições legislativas entre os integrantes do sistema
 federativo, dentro de limites expressos, reconhecendo a
 dignidade e a autonomia próprias dos mesmos

Recusou um federalismo centrífugo e o centrípeto, optou por
 um federalismo cooperativo sob a denominação de
 regime de colaboração recíproca, descentralizado, com
 funções compartilhadas entre os entes federativos.
Regime normativo e político, plural e descentralizado
 onde se cruzam novos mecanismos de participação social
 com um modelo institucional cooperativo que amplia o
 número de sujeitos políticos capazes de tomar decisões.
A cooperação exige entendimento mútuo entre os entes
 federativos e a participação supõe a abertura de novos
 espaços públicos de deliberação e de decisão.
 A cooperação, a divisão de atribuições, a assinalação
 de objetivos comuns com normas nacionais gerais
 indicam que, nesta Constituição, a acepção de sistema se
 dá como sistema federativo por colaboração, tanto
 quanto de Estado Democrático de Direito.
princípio da gestão democrática  mediante uma
prática que articule a participação de todos, o
desempenho administrativo-pedagógico e o
compromisso sócio-político
o caráter ético e axiológico (valores) da democracia
A educação escolar necessita ser, em toda rede de
ensino, um princípio anti-autoritário que postula a
circulação do pensamento divergente, rejeita posturas
dogmáticas e, por isso, torna legítima e legal
participação do corpo docente nos projetos
pedagógicos da instituição escolar, construindo as
diretrizes curriculares.
CURRÍCULO  conjunto das atividades sob a
 responsabilidade da escola.

DIRETRIZES CURRICULARES constituem-
 se na direção, nas orientações quanto à
 formação que se opera a escola: abarca as
 dimensões científica, técnico, ética e humana que
 se constituem de elementos               cognitivos
 (aprendizagem,          ensino,        habilidades,
 conhecimentos, capacitação, qualificação)         e
 elementos atitudinais (socialização, disciplina,
 conduta, disposições)
A educação escolar se tornar pública como
 função do Estado e mais explicitamente
 como dever do Estado a fim de que cada
 indivíduo possa se auto-governar como ente
 dotado de liberdade e ser capaz de participar
 como cidadão consciente e crítico de uma
 sociedade de pessoas livres e iguais. No
 âmbito das pessoas, o federalismo é
 sinônimo de autonomia.
1. A escola oferece um tipo de formação
   sistematizada que não é facilmente adquirida em
   outro lugar.
2. A escola é uma instituição cujo papel consiste na
   socialização do saber sistematizado existindo para
   propiciar a aquisição dos instrumentos que
   possibilitam o acesso a esse saber.
3. Esta formação abarca as dimensões científica,
   técnico, ética e humana que se constituem de
   elementos cognitivos (aprendizagem, ensino,
   habilidades,       conhecimentos,        capacitação,
   qualificação) e elementos atitudinais ( socialização,
   disciplina, conduta, disposições).
4. A passagem pela escola, assim como desempenho
    desta com os alunos e alunas, isto é o êxito ou
    fracasso acadêmicos, têm influência relevante
    sobre o acesso às oportunidades sociais da vida
    em sociedade. Vale dizer, da formação que a
    escola propiciar e administrar, dependerá a vida
    futura de todos que por ela passarem.
5. A escola é “locus de reprodução, e locus de
    produção de políticas, orientações e regras”
    (Lima, 1999).
6.   A escola está inserida na chamada
     “sociedade global” onde violentas e
     profundas transformações no mundo do
     trabalho    e das relações sociais vêm
     causando impactos desestabilisadores à
     toda     humanidade     exigindo  novos
     conteúdos de formação, novas formas de
     organização e gestão da educação
     ressignificando o valor da teoria e da
     prática da administração da
RESPONSABILIDADE DA ESCOLA – DO
               PROFESSOR(A)
PARTICIPAÇÃO  participare  “fazer
 parte de”; “tomar parte em”; “fazer saber,
 informar, anunciar”
                     
               “PERTENÇA”
                     
  CONDUTA ATIVA, COMPROMISSADA
                     
                COLETIVO
Um projeto educacional que possibilite a articulação de
todos os segmentos,
 que estimule práticas coletivas de solidariedade,
 que proporcione condições de desenvolvimento de práticas
pedagógicas inovadoras,
 que é portador de uma mensagem de mudança da
sociedade que se revela na superação dos preconceitos e de
todos os fatores que têm contribuído historicamente para a
negação do direito do acesso e da permanência na educação
escolar.
 Assim, perceberão que o SISTEMA NACIONAL DE
EDUCAÇÃO QUE SE CONSUBSTANCIA EM CADA
ESTADO E MUNICÍPIO            através das DIRETRIZES
CURRICULARES tem suas bases de sustentação de um
projeto social mais amplo, cujo ponto central é sempre o
MUITO OBRIGADA



NAURA SYRIA CARAPETO FERREIRA



                  nauraf@uol.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5
CÉSAR TAVARES
 
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
guest3da0fb
 
gestão democrática
gestão democráticagestão democrática
gestão democrática
Aline Katiuce Spezzatto
 
Slaid rosam maura gestão escolar
Slaid rosam maura gestão escolarSlaid rosam maura gestão escolar
Slaid rosam maura gestão escolar
Gessica Francimaira
 
1143 texto do artigo-2393-1-10-20191105
1143 texto do artigo-2393-1-10-201911051143 texto do artigo-2393-1-10-20191105
1143 texto do artigo-2393-1-10-20191105
AlanWillianLeonioSil
 
Gestão educacional ii – concepções e fundamentos do ppp
Gestão educacional ii – concepções e fundamentos do pppGestão educacional ii – concepções e fundamentos do ppp
Gestão educacional ii – concepções e fundamentos do ppp
Susanne Messias
 
GestãO DemocráTica
GestãO DemocráTicaGestãO DemocráTica
GestãO DemocráTica
guest0c0b6b
 
GestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãOGestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãO
Jucianee
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
eliasdemoch
 
ApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc JussaraApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc Jussara
adrianacarrazoni
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
Rafael Oliveira
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
Susete Rodrigues Mendes
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
appfoz
 
SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...
SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...
SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...
unieubra
 
Gestão Democrática Sônia_02
Gestão Democrática Sônia_02Gestão Democrática Sônia_02
Gestão Democrática Sônia_02
pactoensinomedioufu
 
Pacto EM - Gestão
Pacto EM - GestãoPacto EM - Gestão
Pacto EM - Gestão
Adri Ruas
 
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.  Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
SEDUC/RO
 
Lei da gestão democrática
Lei da gestão democráticaLei da gestão democrática
Lei da gestão democrática
Eunice Portela
 
Projeto poltico pedaggico
Projeto poltico pedaggicoProjeto poltico pedaggico
Projeto poltico pedaggico
Adri Ruas
 
Conae 2014
Conae 2014Conae 2014
Conae 2014
Rosirlani De Jesus
 

Mais procurados (20)

Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5Gestão escolar número 5
Gestão escolar número 5
 
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
Conselhos+Escolares+ +Sapucaia[1]
 
gestão democrática
gestão democráticagestão democrática
gestão democrática
 
Slaid rosam maura gestão escolar
Slaid rosam maura gestão escolarSlaid rosam maura gestão escolar
Slaid rosam maura gestão escolar
 
1143 texto do artigo-2393-1-10-20191105
1143 texto do artigo-2393-1-10-201911051143 texto do artigo-2393-1-10-20191105
1143 texto do artigo-2393-1-10-20191105
 
Gestão educacional ii – concepções e fundamentos do ppp
Gestão educacional ii – concepções e fundamentos do pppGestão educacional ii – concepções e fundamentos do ppp
Gestão educacional ii – concepções e fundamentos do ppp
 
GestãO DemocráTica
GestãO DemocráTicaGestãO DemocráTica
GestãO DemocráTica
 
GestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãOGestãO DemocráTica Na EducaçãO
GestãO DemocráTica Na EducaçãO
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
ApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc JussaraApresentaçãO Tcc Jussara
ApresentaçãO Tcc Jussara
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
Gestão democrática
Gestão democráticaGestão democrática
Gestão democrática
 
SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...
SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...
SEMINARIO 2 - A EVOLUÇÃO NOS PROCESSOS EDUCACIONAIS PARA O DIRETOR GESTOR, NA...
 
Gestão Democrática Sônia_02
Gestão Democrática Sônia_02Gestão Democrática Sônia_02
Gestão Democrática Sônia_02
 
Pacto EM - Gestão
Pacto EM - GestãoPacto EM - Gestão
Pacto EM - Gestão
 
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.  Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
Gestão democrática na escola: princípios norteadores da educação.
 
Lei da gestão democrática
Lei da gestão democráticaLei da gestão democrática
Lei da gestão democrática
 
Projeto poltico pedaggico
Projeto poltico pedaggicoProjeto poltico pedaggico
Projeto poltico pedaggico
 
Conae 2014
Conae 2014Conae 2014
Conae 2014
 

Semelhante a Araucária. palestra julho de 2011 naura 1

Etica e cidadania
Etica e cidadaniaEtica e cidadania
Etica e cidadania
Alex Alecrim
 
Ética e Cidadania
Ética e CidadaniaÉtica e Cidadania
Ética e Cidadania
Prof.Paulo/geografia
 
Livro etica e_cidadania
Livro etica e_cidadaniaLivro etica e_cidadania
Livro etica e_cidadania
Raimundo Bezerra
 
A escola novos tempos
A escola novos temposA escola novos tempos
A escola novos tempos
Vera Lúcia Casteleins
 
Projeto pol pedag
Projeto pol pedagProjeto pol pedag
Projeto pol pedag
Bia Bernardino
 
Manifesto pela educação
Manifesto pela educaçãoManifesto pela educação
Manifesto pela educação
Jean Paulo Amorim
 
Manifesto pela Educação
Manifesto pela EducaçãoManifesto pela Educação
Manifesto pela Educação
Jean Paulo Amorim
 
Artigogadotti final
Artigogadotti finalArtigogadotti final
Artigogadotti final
DARLUCE QUEIROZ
 
Ensaio aline modulo v
Ensaio aline modulo vEnsaio aline modulo v
Ensaio aline modulo v
Vania Mendes
 
Disciplina
DisciplinaDisciplina
Disciplina
Luana Couto
 
Cartilha eliezer final (1)
Cartilha eliezer final (1)Cartilha eliezer final (1)
Cartilha eliezer final (1)
tamyris24
 
ppp jmm 2021.pdf
ppp jmm 2021.pdfppp jmm 2021.pdf
ppp jmm 2021.pdf
CristianaLealSabel
 
Acompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogicoAcompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogico
EducacaoIntegralPTC
 
Artigos sobre educação no campo
Artigos sobre educação no campoArtigos sobre educação no campo
Artigos sobre educação no campo
João Bet
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
André Alencar
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
André Alencar
 
Alberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do Gestor
Alberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do GestorAlberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do Gestor
Alberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do Gestor
Cenpec
 
Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...
Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...
Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...
Géssia Leite Marques
 
Mutações sociais e sistemas educativos
Mutações sociais e sistemas educativosMutações sociais e sistemas educativos
Mutações sociais e sistemas educativos
Teresa Ramos
 
Araucaria sidney 4
Araucaria sidney 4Araucaria sidney 4
Araucaria sidney 4
Educação Smed
 

Semelhante a Araucária. palestra julho de 2011 naura 1 (20)

Etica e cidadania
Etica e cidadaniaEtica e cidadania
Etica e cidadania
 
Ética e Cidadania
Ética e CidadaniaÉtica e Cidadania
Ética e Cidadania
 
Livro etica e_cidadania
Livro etica e_cidadaniaLivro etica e_cidadania
Livro etica e_cidadania
 
A escola novos tempos
A escola novos temposA escola novos tempos
A escola novos tempos
 
Projeto pol pedag
Projeto pol pedagProjeto pol pedag
Projeto pol pedag
 
Manifesto pela educação
Manifesto pela educaçãoManifesto pela educação
Manifesto pela educação
 
Manifesto pela Educação
Manifesto pela EducaçãoManifesto pela Educação
Manifesto pela Educação
 
Artigogadotti final
Artigogadotti finalArtigogadotti final
Artigogadotti final
 
Ensaio aline modulo v
Ensaio aline modulo vEnsaio aline modulo v
Ensaio aline modulo v
 
Disciplina
DisciplinaDisciplina
Disciplina
 
Cartilha eliezer final (1)
Cartilha eliezer final (1)Cartilha eliezer final (1)
Cartilha eliezer final (1)
 
ppp jmm 2021.pdf
ppp jmm 2021.pdfppp jmm 2021.pdf
ppp jmm 2021.pdf
 
Acompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogicoAcompanhamento pedagogico
Acompanhamento pedagogico
 
Artigos sobre educação no campo
Artigos sobre educação no campoArtigos sobre educação no campo
Artigos sobre educação no campo
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
 
Atividade modulo ii respostas
Atividade modulo ii   respostasAtividade modulo ii   respostas
Atividade modulo ii respostas
 
Alberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do Gestor
Alberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do GestorAlberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do Gestor
Alberto Ribeiro Do Carmo O Papel Do Gestor
 
Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...
Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...
Caderno 1 - Orientações sobre a constituição dos Comitês Escolares_Versão Fin...
 
Mutações sociais e sistemas educativos
Mutações sociais e sistemas educativosMutações sociais e sistemas educativos
Mutações sociais e sistemas educativos
 
Araucaria sidney 4
Araucaria sidney 4Araucaria sidney 4
Araucaria sidney 4
 

Mais de Educação Smed

Desenvolvimento humano araucaria fernando1
Desenvolvimento humano araucaria   fernando1Desenvolvimento humano araucaria   fernando1
Desenvolvimento humano araucaria fernando1
Educação Smed
 
Cultura na pedagogia histórico crítica geyso 2
Cultura na pedagogia histórico crítica  geyso  2Cultura na pedagogia histórico crítica  geyso  2
Cultura na pedagogia histórico crítica geyso 2
Educação Smed
 
Contatos
ContatosContatos
Contatos
Educação Smed
 
Cidadania e educação escolar maria de fatima 4
Cidadania e educação escolar   maria de fatima  4Cidadania e educação escolar   maria de fatima  4
Cidadania e educação escolar maria de fatima 4
Educação Smed
 
Araucária semana pedagógica 2011 daniel 3
Araucária semana pedagógica 2011  daniel 3Araucária semana pedagógica 2011  daniel 3
Araucária semana pedagógica 2011 daniel 3
Educação Smed
 
Apresentação araucária ieda 2
Apresentação araucária ieda 2Apresentação araucária ieda 2
Apresentação araucária ieda 2
Educação Smed
 
Semeador de estrelas daniel
Semeador de estrelas  danielSemeador de estrelas  daniel
Semeador de estrelas daniel
Educação Smed
 
Versejar - Eja em versos - vida
Versejar - Eja em versos - vidaVersejar - Eja em versos - vida
Versejar - Eja em versos - vida
Educação Smed
 

Mais de Educação Smed (8)

Desenvolvimento humano araucaria fernando1
Desenvolvimento humano araucaria   fernando1Desenvolvimento humano araucaria   fernando1
Desenvolvimento humano araucaria fernando1
 
Cultura na pedagogia histórico crítica geyso 2
Cultura na pedagogia histórico crítica  geyso  2Cultura na pedagogia histórico crítica  geyso  2
Cultura na pedagogia histórico crítica geyso 2
 
Contatos
ContatosContatos
Contatos
 
Cidadania e educação escolar maria de fatima 4
Cidadania e educação escolar   maria de fatima  4Cidadania e educação escolar   maria de fatima  4
Cidadania e educação escolar maria de fatima 4
 
Araucária semana pedagógica 2011 daniel 3
Araucária semana pedagógica 2011  daniel 3Araucária semana pedagógica 2011  daniel 3
Araucária semana pedagógica 2011 daniel 3
 
Apresentação araucária ieda 2
Apresentação araucária ieda 2Apresentação araucária ieda 2
Apresentação araucária ieda 2
 
Semeador de estrelas daniel
Semeador de estrelas  danielSemeador de estrelas  daniel
Semeador de estrelas daniel
 
Versejar - Eja em versos - vida
Versejar - Eja em versos - vidaVersejar - Eja em versos - vida
Versejar - Eja em versos - vida
 

Último

Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
sjcelsorocha
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
IACEMCASA
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
BiancaCristina75
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
MarceloMonteiro213738
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 

Último (20)

Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
Gênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9ºGênero Textual sobre Crônicas,  8º e  9º
Gênero Textual sobre Crônicas, 8º e 9º
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptxTudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
Tudo sobre a Inglaterra, curiosidades, moeda.pptx
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdfCurativo de cateter venoso central na UTI.pdf
Curativo de cateter venoso central na UTI.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.pptFUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
FUNCAO EQUAÇÃO DO 2° GRAU SLIDES AULA 1.ppt
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 

Araucária. palestra julho de 2011 naura 1

  • 1. Por que a necessidade de Diretrizes Curriculares na Educação? Naura Syria Carapeto Ferreira
  • 2. FORMAÇÃO PARA A CIDADANIA  Uma nova forma de conceber o mundo e a sociedade, a partir da realidade concreta de nosso país  PACTO FEDERATIVO  como uma convenção, um contrato e um compromisso DE TODOS com os princípios constitucionais
  • 3. Concepção  norte direção Qual a concepção que norteia nossas ações na escola? Qual é o norte que perseguimos na educação? Em que direção caminhamos quanto ao ensino? Qual a qualidade que desejamos para a formação dos nossos filhos e alunos? Agimos, na escola, ao acaso, improvisando? Ou fazendo “o que se considera certo”? O que é um SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO? O que é um plano nacional de educação? O que é regime de colaboração? O que é qualidade social?
  • 4. ORGANIZAÇÃO  estabelecer as bases (orgânico, organismo)  Uma ordem nos elementos que constituem um todo, na União, nas unidades federadas, o distrito federal e nos municípios  de forma orgânica, em uníssono  DIRETRIZ  linha reguladora do traçado de um caminho, conjunto de instruções para se tratar e levar a termo um plano.
  • 5. Proposta com a qualidade social 1. possibilite a articulação de todos os segmentos 2. estimule políticas intencionais e operacionais coletivas de solidariedade 3. proporciona condições de desenvolvimento de políticas intencionais e operacionais pedagógicas inovadoras 4. é portadora de uma mensagem de mudança da sociedade que se revela na superação dos preconceitos e de todos os fatores que têm contribuído historicamente para a negação do direito do acesso e da permanência na educação escolar.
  • 6. PRINCÍPIOS  construir políticas públicas educacionais de formação para a verdadeira cidadania, em todos os níveis da federação  superar o individualismo imperante e acirrado  pautadas nos ideais de liberdade e solidariedade humana, justiça social e fraternidade  construir uma sociedade livre, justa e igualitária
  • 7. CRFB de 1988  o Brasil - República Federativa formada pela União indissolúvel dos Estados e Município e do Distrito Federal. (art. 1º ). Estrutura-se sob o princípio da cooperação recíproca, de acordo com os artigos 1º, 18, 23 e 60, § 4º, I. Criou um sistema de repartição de competências e atribuições legislativas entre os integrantes do sistema federativo, dentro de limites expressos, reconhecendo a dignidade e a autonomia próprias dos mesmos Recusou um federalismo centrífugo e o centrípeto, optou por um federalismo cooperativo sob a denominação de regime de colaboração recíproca, descentralizado, com funções compartilhadas entre os entes federativos.
  • 8. Regime normativo e político, plural e descentralizado onde se cruzam novos mecanismos de participação social com um modelo institucional cooperativo que amplia o número de sujeitos políticos capazes de tomar decisões. A cooperação exige entendimento mútuo entre os entes federativos e a participação supõe a abertura de novos espaços públicos de deliberação e de decisão.  A cooperação, a divisão de atribuições, a assinalação de objetivos comuns com normas nacionais gerais indicam que, nesta Constituição, a acepção de sistema se dá como sistema federativo por colaboração, tanto quanto de Estado Democrático de Direito.
  • 9. princípio da gestão democrática  mediante uma prática que articule a participação de todos, o desempenho administrativo-pedagógico e o compromisso sócio-político o caráter ético e axiológico (valores) da democracia A educação escolar necessita ser, em toda rede de ensino, um princípio anti-autoritário que postula a circulação do pensamento divergente, rejeita posturas dogmáticas e, por isso, torna legítima e legal participação do corpo docente nos projetos pedagógicos da instituição escolar, construindo as diretrizes curriculares.
  • 10. CURRÍCULO  conjunto das atividades sob a responsabilidade da escola. DIRETRIZES CURRICULARES constituem- se na direção, nas orientações quanto à formação que se opera a escola: abarca as dimensões científica, técnico, ética e humana que se constituem de elementos cognitivos (aprendizagem, ensino, habilidades, conhecimentos, capacitação, qualificação) e elementos atitudinais (socialização, disciplina, conduta, disposições)
  • 11. A educação escolar se tornar pública como função do Estado e mais explicitamente como dever do Estado a fim de que cada indivíduo possa se auto-governar como ente dotado de liberdade e ser capaz de participar como cidadão consciente e crítico de uma sociedade de pessoas livres e iguais. No âmbito das pessoas, o federalismo é sinônimo de autonomia.
  • 12. 1. A escola oferece um tipo de formação sistematizada que não é facilmente adquirida em outro lugar. 2. A escola é uma instituição cujo papel consiste na socialização do saber sistematizado existindo para propiciar a aquisição dos instrumentos que possibilitam o acesso a esse saber. 3. Esta formação abarca as dimensões científica, técnico, ética e humana que se constituem de elementos cognitivos (aprendizagem, ensino, habilidades, conhecimentos, capacitação, qualificação) e elementos atitudinais ( socialização, disciplina, conduta, disposições).
  • 13. 4. A passagem pela escola, assim como desempenho desta com os alunos e alunas, isto é o êxito ou fracasso acadêmicos, têm influência relevante sobre o acesso às oportunidades sociais da vida em sociedade. Vale dizer, da formação que a escola propiciar e administrar, dependerá a vida futura de todos que por ela passarem. 5. A escola é “locus de reprodução, e locus de produção de políticas, orientações e regras” (Lima, 1999).
  • 14. 6. A escola está inserida na chamada “sociedade global” onde violentas e profundas transformações no mundo do trabalho e das relações sociais vêm causando impactos desestabilisadores à toda humanidade exigindo novos conteúdos de formação, novas formas de organização e gestão da educação ressignificando o valor da teoria e da prática da administração da
  • 15. RESPONSABILIDADE DA ESCOLA – DO PROFESSOR(A) PARTICIPAÇÃO  participare  “fazer parte de”; “tomar parte em”; “fazer saber, informar, anunciar”  “PERTENÇA”  CONDUTA ATIVA, COMPROMISSADA  COLETIVO
  • 16. Um projeto educacional que possibilite a articulação de todos os segmentos,  que estimule práticas coletivas de solidariedade,  que proporcione condições de desenvolvimento de práticas pedagógicas inovadoras,  que é portador de uma mensagem de mudança da sociedade que se revela na superação dos preconceitos e de todos os fatores que têm contribuído historicamente para a negação do direito do acesso e da permanência na educação escolar.  Assim, perceberão que o SISTEMA NACIONAL DE EDUCAÇÃO QUE SE CONSUBSTANCIA EM CADA ESTADO E MUNICÍPIO através das DIRETRIZES CURRICULARES tem suas bases de sustentação de um projeto social mais amplo, cujo ponto central é sempre o
  • 17. MUITO OBRIGADA NAURA SYRIA CARAPETO FERREIRA nauraf@uol.com.br