SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
ADMINISTRAÇÃO:                                                                      1.- Frederick Winslow Taylor (1856-1915) -
                                                                                    (engenheiro-americano), início da Escola de Administração
         1   Conhecimentos       de   Administração      e   de
                                                                                    Científica. Contribuições: Henry Lawrence Gantt 91861-1919),
Administração Gerencial.
                                                                                    Frank Bunker Gilbreth (1868-1924), Harrington Emerson
         As principais teorias administrativas e seus principais                    (1853-1931) e Henry Ford 91863-1947).
enfoques
                                                                                             Foco: aumento da eficiência na indústria por meio da
                 Teorias                                   Principais
Ênfase                                          Anos                                racionalização do trabalho do operário (nível operacional).
                 Administrativas                           Enfoques
                                                                                    Ênfase na análise e na divisão do trabalho. Abordagem de baixo
                                                           Racionalização
                 Administração                             do trabalho no
                                                                                    para cima e das partes para o todo. Atenção voltada para o
Nas Tarefas      Científica
                                                1903
                                                           nível                    método do trabalho, movimentos necessários para a execução
                                                           operacional              de tarefas e o tempo-padrão determinado para sua execução.
                                                           Organização              (Organização Racional do Trabalho).
                                                           formal                            2.- Henry Fayol (1841 – 1925) - (engenheiro–francês),
                                                           Princípios
                 Teoria Clássica                1916                                desenvolvimento    da    Teoria     Clássica.   Corrente   dos
                                                           gerais        de
                 Teoria Neoclássica             1954                                Anatomistas e Fisiologistas da organização. Contribuições:
                                                           administração
                                                           Funções       do         James D. Mooney, Lyndall F. Urwick (1891-1979) e Luther
                                                           Administrador            Gullick. Abordagem de cima para baixo e do todo para as
                                                           Organização              partes. Foco: aumento da eficiência da empresa por meio de
                 Teoria da Burocracia           1909       formal                   sua organização e da aplicação de princípios gerais de
Na                                                         burocrática              administração em bases científicas.
Estrutura                                                  Múltipla
                                                                                             As idéias de ambos constituem as bases da
                                                           abordagem:
                                                           Organização              Abordagem Clássica da Administração.
                                                           formal         e
                                                           informal                                                    Administraçã                Ênfase nas
                 Teoria Estruturalista          1947                                                                                                Tarefas
                                                           Análise intra-                                                   o
                                                           organizacional                                               Científica
                                                           e                              Abordagem                      (Taylor)
                                                           interorganizac                 Clássica da
                                                           ional                         Administraçã
                                                                                                                           Teoria                  Ênfase na
                                                           Organização                         o
                                                                                                                          Clássica                 Estrutura
                                                           Informal                                                        (Fayol)
                                                           Motivação,
                 Teoria das       Relações
                                                1932       liderança,
                 humanas
                                                           comunicações                      2.1 – Administração Científica
                                                           e dinâmica de
                                                                                             Taylorismo ou Administração científica é o modelo
                                                           grupo
                                                           Estilos       de         de administração desenvolvido por Frederick W. Taylor (1856-
                                                           Administração            1915).
Nas                                                        Teoria      das                   2.1.1 - Princípios da Administração Científica
                 Teoria                  do
Pessoas                                                    Decisões
                 Comportamento                  1957
                                                           Integração dos
                                                                                             São quatro os princípios científicos fundamentais
                 Organizacional                                                     estabelecidos para a administração das empresas, que tinham
                                                           objetivos
                                                           organizacionai           por objetivo resolver os problemas resultantes das relações
                                                           s e individuais          entre os operários.
                                                           Mudança                           À gerência cabia o planejamento e ao operário
                 Teoria                  do                organizacional           apenas a execução das ordens e tarefas que lhe eram
                 Desenvolvimento                1962       planejada
                 Organizacional                            Abordagem de
                                                                                    determinadas.
                                                           sistema aberto                    a) Princípio do Planejamento – substituição do
                                                           Análise intra-           critério individual do operário - improvisação e o empirismo -
                                                           organizacional           por métodos planejados e testados (Organização Racional
                                                           e        análise         do Trabalho - ORT);
                 Teoria dos Sistemas            1951
                                                           ambiental
                                                           Abordagem de                      b) Princípio da Preparação dos Trabalhadores –
No                                                         sistema aberto           seleção científica dos trabalhadores de acordo com suas
Ambiente                                                   Análise                  aptidões, prepará-los e treiná-los para produzirem mais e
                                                           ambiental                melhor, de acordo com o método planejado, e em preparar
                                                           (imperativo              máquinas e equipamentos em um arranjo físico e disposição
                 Teoria da Contingência         1972
                                                           ambiental)               racional (estudo das tarefas / tempos e movimentos);
                                                           Abordagem do
                                                           sistema aberto                    c) Princípio do Controle – controle do trabalho para
                                                           Administração            se certificar de que está sendo executado de acordo com o
Na                                                         da tecnologia            método estabelecido e segundo o plano de produção;
                 Teoria da Contingência
Tecnologia                                                 (imperativo                       d) Princípio da Execução – distribuição distinta das
                                                           tecnológico)
                                                                                    atribuições e das responsabilidades para que a execução do
                                                           Caos           e
                                                           complexidade
                                                                                    trabalho seja o mais disciplinado possível.
Na
                                                           Aprendizagem
Competiti-       Novas Abordagens               1990
                                                           Organizacional
                                                                                             2.2 – Teoria Clássica
vidade                                                     Capital                           A Teoria Clássica da Administração foi idealizada por
                                                           Intelectual              Henri Fayol (França). Caracteriza-se pela ênfase na
        2.     Abordagens    clássica,   humanista                        e         estrutura organizacional, pela visão do Homem Econômico e
organizacional.                                                                     pela busca da máxima eficiência.
        Abordagem Clássica da Administração                                                  Essa escola de pensamento administrativo sofreu
        Contexto: Século XX                                                         críticas como a manipulação dos trabalhadores através dos



           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                                1
incentivos materiais e salariais e a excessiva unidade de                                   Ambas    tinham     o  mesmo      objetivo:     maior
comando e responsabilidade.                                                         produtividade do trabalho e a busca da eficiência nas
          Fayol salienta que toda empresa apresenta seis                            organizações.
funções, a saber:                                                                           A conseqüência destas Teorias foi uma redução no
          1 – Funções Técnicas: relacionadas com a produção                         custo dos bens manufaturados e, o mais significativo foi o fato
de bens e serviços da empresa;                                                      de que tornaram possível o aumento dos salários, ao mesmo
          2 – Funções Comerciais: relacionadas com a compra,                        tempo em que reduziram o custo total dos produtos.
venda, permutação;                                                                            2.3 Abordagem Humanística da Administração
          3 - Funções Financeiras; relacionadas com a procura                                 Ocorre com o aparecimento da Teoria das Relações
e gerência de capitais;                                                             Humanas (EUA/1930), devido ao desenvolvimento das ciências
          4 – Funções de Segurança: relacionadas com a                              sociais (psicologia do trabalho).
proteção e a preservação de bens e das pessoas;                                               2.3.1 – Teoria das Relações Humanas
          5 – Funções Contábeis: relacionadas com o                                           A Teoria das Relações Humanas, ou Escola
inventários, registros, balanços, custos e estatísticas; e                          Humanística da Administração, é um conjunto de teorias
          6 – Funções Administrativas: relacionadas com a                           administrativas que ganharam força com a Grande Depressão
integração de cúpula das outras cinco funções. As funções                           criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929.
administrativas coordenam e sincronizam as demais funções da                                  A Escola das Relações Humanas surgiu efetivamente
empresa, pairando sempre acima delas.                                               com a Experiência de Hawthorne, realizada em uma fábrica
          Dessa forma, Fayol define o ato de administrar com o:                     no bairro que dá nome a pesquisa, em Chicago, EUA.
Prever, Organizar, Comandar, Coordenar e Controlar.                                           O médico e sociólogo australiano Elton Mayo, fez
Essas funções administrativas envolvem as funções do                                testes na linha de produção, na busca por variáveis que
administrador, e que constituem o chamado processo                                  influenciassem, positiva ou negativamente, na produção.
administrativo.
                                                                                              Mayo     fez   estudos    sobre   a    influência  da
          2.2.1 - Princípios Básicos                                                luminosidade, do trabalho em grupo, da qualidade do
          Fayol relacionou 14 princípios básicos que podem ser                      ambiente e descreveu-as afirmando que o cuidado com os
estudados de forma complementar aos de Taylor:                                      aspectos sociais era favorável aos empresários.
          a) Divisão do Trabalho - especialização dos                                         Essas teorias buscaram conhecer as atividades e
funcionários desde o topo da hierarquia até os operários da                         sentimentos dos trabalhadores e estudar a formação de
fábrica, assim, favorecendo a eficiência da produção                                grupos.
aumentando a produtividade.                                                                   O foco mudou e do Homo Economicus o trabalhador
          b) Autoridade - Autoridade é o direito dos superiores                     passou a ser visto como Homo Social.
darem       ordens    que    teoricamente     serão      obedecidas.                          A partir de então começa-se a pensar na
Responsabilidade é a contrapartida da autoridade.                                   participação dos funcionários na tomada de decisões e na
          c) Disciplina - Necessidade de estabelecer regras de                      disponibilização das informações para eles.
conduta e de trabalho válidas pra todos os funcionários. A                                    Novas variáveis são acrescentadas ao modelo da
ausência de disciplina gera o caos na organização.                                  administração:
          d) Unidade de Comando - Um funcionário deve                                         a) a integração social e comportamento social dos
receber ordens de apenas um chefe, evitando contra-ordens.                          empregados;
          e) Unidade de Direção - O controle único é                                          b) as necessidades psicológicas e sociais e a atenção
possibilitado com a aplicação de um plano para grupo de                             para novas formas de recompensa e sanções não-materiais;
atividades com os mesmos objetivos.                                                           c) o estudo de grupos informais e da chamada
          f) Subordinação dos Interesses Individuais (ao                            organização formal;
interesse geral) - Os interesses gerais da organização devem                                  d) o despertar para as relações humanas dentro das
prevalecer sobre os interesses individuais.                                         organizações;
          g) Remuneração - Deve ser suficiente para garantir a                                e) a ênfase nos aspectos emocionais e não-racionais
satisfação dos funcionários e da própria organização.                               do comportamento das pessoas;
          h) Centralização (ou Descentralização) - As                                         f) a importância do conteúdo dos cargos e tarefas
atividades vitais da organização e sua autoridade devem ser                         para as pessoas;
centralizadas.
                                                                                              Além de Mayo, outros teóricos ganharam destaque na
          i) Linha de Comando (Hierarquia) - Defesa                                 Escola das Relações Humanas: Mary Parker Follet - uma das
incondicional da estrutura hierárquica, respeitando à risca                         precursoras ao analisar os padrões de comportamento e a
uma linha de autoridade fixa.                                                       importância das relações individuais; e Chester Barnard,
          j) Ordem - Deve ser mantida em toda organização,                          que criou a Teoria da Cooperação, sendo um dos primeiros a
preservando um lugar pra cada coisa e cada coisa em seu                             ver o homem como um ser social, dentro do ambiente de
lugar.                                                                              trabalho, e analisar as organizações informais promovidas por
          l) Eqüidade - A justiça deve prevalecer em toda                           eles.
organização, justificando a lealdade e a devoção de cada                                      As principais críticas a essa escola são de que:
funcionário à empresa. Direitos iguais.                                                       a) ela apresenta uma visão inadequada dos
          m)    Estabilidade     dos    Funcionários       -   Uma                  problemas de relações industriais - em alguns aspectos a
rotatividade alta tem conseqüências negativas sobre                                 experiência de Hawthorne foi insegura e artificial e mesmo
desempenho da empresa e o moral dos funcionários.                                   tendenciosa; alguns estudiosos acreditam que a origem esteja
          A Teoria da Administração Científica estudava a                           no fato de ser a teoria das relações humanas em produto da
empresa privilegiando as tarefas de produção enquanto a                             ética e do princípio democrático então existente nos Estados
Teoria Clássica da Administração a estudava privilegiando a                         Unidos;
estrutura da organização.                                                                     b) oposição cerrada à teoria clássica - Tudo aquilo
                                                                                    que esta preconizava, a teoria das relações humanas negava;



           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                   2
c) limitação no campo experimental e parcialidade nas                               a) Planejamento: determinação antecipada dos
conclusões levaram gradualmente a teoria a um certo                                 objetivos e dos meios para alcançá-los. O estabelecimento dos
descrédito;                                                                         objetivos é o primeiro passo do planejamento. Há uma
          d) concepção ingênua e romântica do operário - as                         hierarquia de objetivos para conciliar os objetivos simultâneos
pessoas que seguiram demonstraram que nem sempre isto                               em uma organização, cobrindo objetivos organizacionais,
ocorreu;                                                                            políticas, diretrizes, metas, programas, procedimentos, métodos
          e) ênfase exagerada nos grupos informais colaborou                        e normas. Ocorre em três níveis: estratégico, tático e
para que esta teoria fosse repensada;                                               operacional;
                                                                                              b) Organização: consiste no agrupamento das
          f) enfoque manipulativo e demagogo descoberto e
identificado pelos operários e seus sindicatos;                                     atividades necessárias para realizar o planejado. Quanto à sua
                                                                                    abrangência, a organização pode ocorrer em três níveis: nível
          Devida às críticas, a Teoria das Relações Humanas                         global (desenho organizacional), nível departamental (desenho
passou por uma reestruturação que deu origem a Teoria                               departamental) e nível das tarefas e operações (desenho de
Comportamental.                                                                     cargos e tarefas);
         2.4 Abordagem Neoclássica da Administração                                           c) Direção: orienta e guia o comportamento das
         2.4.1 – Teoria Neoclássica                                                 pessoas na direção dos objetivos a serem alcançados. É uma
                                                                                    atividade de comunicação, motivação e liderança e refere-se a
         Representa a Teoria Clássica colocada sob nova                             pessoas. Em sua abrangência, a direção ocorre em três
roupagem, dentro de um ecletismo que aproveita as                                   níveis: nível global (direção), nível departamental (gerência) e
contribuições de todas as demais teorias administrativas.                           nível operacional (supervisão).
         A Teoria Neoclássica (Escola Operacional ou do                                       d) Controle: busca assegurar se o planejado,
Processo Administrativo) surgiu com o crescimento                                   organizado e dirigido cumpriu os objetivos pretendidos. O
exagerado das organizações (dilema sobre centralização                              controle é constituído por quatro fases: estabelecimento de
versus descentralização) e considera a Administração uma                            padrões, observação do desempenho, comparação do
técnica social básica (necessidade do administrador conhecer,                       desempenho com o padrão estabelecido e ação corretiva
além dos aspectos técnicos e específicos de seu trabalho,                           para eliminar os desvios. Em sua abrangência, o controle pode
aspectos relacionados à direção de pessoas dentro das                               ocorrer em três níveis: estratégico, tático e operacional.
organizações)
                                                                                              No conjunto, elas formam o processo administrativo.
         2.4.1.1 - Princípios básicos da organização
         A organização formal consiste em um conjunto de                                     2.5 Abordagem Estruturalista da Administração
posições funcionais hierárquicas orientadas para o objetivo                                  2.5.1 – Teoria da Burocracia
econômico de produzir bens ou serviços. Os princípios                                        A teoria da burocracia foi formalizada por Max Weber
fundamentais da organização formal são:                                             que, partindo da premissa de que o traço mais relevante da
         a) Divisão do trabalho.                                                    sociedade ocidental, no século XX, era o agrupamento social
         b) Especialização.                                                         em organizações, procurou fazer um mapeamento de como
         c) Hierarquia.                                                             se estabelece o poder nessas entidades.
         d) Amplitude administrativa                                                         Construiu um modelo ideal, no qual as organizações
                                                                                    são caracterizadas por cargos formalmente bem definidos,
         Possui as seguintes características:                                       ordem     hierárquica     com    linhas    de   autoridade    e
         a) Ênfase na prática da administração: desenvolvem                         responsabilidades bem delimitadas.
seus conceitos de forma prática e utilizável, visando à ação                                 Assim, Weber cunhou a expressão burocrática para
administrativa. A teoria somente tem valor quando                                   representar esse tipo ideal de organização, porém ao fazê-lo,
operacionalizada na prática;                                                        não estava pensando se o fenômeno burocrático era bom ou
         b) Reafirmação dos postulados clássicos: a estrutura                       mau. Weber descreve a organização dos sistemas sociais ou
de organização do tipo linear, funcional e linha staff, as                          burocracia, num sentido que vai além do significado pejorativo
relações de linha e assessoria, o problema da autoridade e                          que por vezes tem. Burocracia é a organização eficiente por
responsabilidade, a departamentalização e toda uma avalanche                        excelência. E para conseguir essa eficiência, a burocracia
de conceitos clássicos são realinhados dentro da nova                               precisa detalhar antecipadamente e minuciosamente como as
abordagem neoclássica;                                                              coisas deverão ser feitas, mas acaba se esquecendo dos
                                                                                    aspectos variáveis que se devem ser considerados, o que na sua
         c) Ênfase nos princípios gerais de administração:
                                                                                    negligencia acaba trazendo diversas disfunções na realização de
baseia-se na utilização de princípios gerais de como planejar,
                                                                                    ações especificas.
organizar, dirigir, controlar .
                                                                                             2.5.1.1 - Princípios Fundamentais:
         d) Ênfase nos objetivos e nos resultados: toda
organização existe para alcançar objetivos e produzir                                        a) Formalização: existem regras definidas e protegidas
resultados. É em função dos objetivos e resultados que a                            da alteração arbitrária ao serem formalizadas por escrito;
organização deve ser dimensionada, estruturada e                                             b) Divisão do trabalho: cada elemento do grupo tem
orientada.                                                                          uma função específica, de forma a evitar conflitos na
         e) Ecletismo nos conceitos: absorve o conteúdo de                          atribuição de competências;
outras teorias administrativas mais recentes.;                                               c) Hierarquia: o sistema está organizado em
         f) Ênfase na departamentalização: de acordo com as                         pirâmide, sendo as funções subalternas controladas pelas
necessidades internas e externas, a organização pode ser                            funções de chefia, de forma a permitir a coesão do
estruturada seguindo uma especialização vertical (maior                             funcionamento do sistema;
número de níveis hierárquicos) ou uma especialização                                         d) Impessoalidade: as pessoas, enquanto elementos
horizontal (= departamentalização)                                                  da organização, limitam-se a cumprir as suas tarefas,
         Os    neoclássicos     focalizam    os   fatores  de                       podendo sempre ser substituídas por outras - o sistema,
descentralização e as vantagens e desvantagens da                                   como está formalizado, funcionará tanto com uma pessoa como
centralização.                                                                      com outra;
         Enfatiza as quatro funções do administrador:



           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                   3
e) Competência técnica e Meritocracia: a escolha                                    2.6 Abordagem Comportamental da Administração
dos funcionários e cargos depende exclusivamente do seu                                      2.6.1 – Teoria Comportamental (Behaviorista)
mérito e capacidades - havendo necessidade da existência                             ( Behavioral Sciences Aproach )
de formas de avaliação objetivas.                                                            Conceituação
         f) Separação entre propriedade e administração: os                                  A    abordagem       comportamental      da   ciência
burocratas limitam-se a administrar os meios de produção -                          administrativa propõe o abandono de posições normativas e
não os possuem.                                                                     descritivas e a adoção de uma posição humanística e
         g) Profissionalização dos funcionários.                                    descritiva, mantida portanto, a ênfase nas pessoas.
         h) Completa previsibilidade do funcionamento:                                       Esta abordagem diferencia-se da apresentada por
todos os funcionários deverão comportar-se de acordo com as                         Jonh B. Watson, que trabalhou o enfoque individual através da
normas e regulamentos da organização a fim de que esta                              realização de experimentos em laboratório, analisando:
atinja a máxima eficiência possível.                                                         •        aprendizagem

          2.5.1.2 - Disfunções da Burocracia:
                                                                                             •        estímulo e reações

          a) Internalização das regras: passam de "meios para
                                                                                             •        hábitos
os fins", ou seja, às regras são dadas mais importância do                                   •        etc.
que às metas.                                                                                O método de Watson evoluiu para a análise
          b) Excesso de Formalismo e papelatório: torna os                          comportamental de grupos, utilizada por Kurt Lewin na
processos mais lentos.                                                              chamada Psicologia Social ( Teoria das Relações Humanas ) e a
                                                                                    seguir para a Psicologia Organizacional em um sentido amplo,
          c) Resistências às Mudanças.                                              ainda que não desconsiderando os pequenos grupos sociais.
          d) Despersonalização: os funcionários se conhecem                                  Desta forma, a Psicologia Organizacional contribuiu
pelos cargos que ocupam.                                                            decisivamente para o surgimento de uma teoria administrativa
          e) Categorização como base no processo decisorial:                        mais democrática e humanística, a Teoria Comportamental
o que tem um cargo maior toma decisões, independentemente                           da Administração.
do que conhece sobre o assunto.                                                              •        O maior expoente behaviorista foi Herbert
          f) Superconformidade as rotinas: Traz muita                               Alexander Simon (prêmio nobel de economia - 1978 ), seguido
dificuldade de inovação e crescimento.                                              por:
          g) Exibição de poderes de autoridade e pouca                                       •        Chester Barnard
comunicação dentro da empresa.                                                               •        Douglas McGregor
          h) Dificuldade com os clientes: o funcionário está                                 •         Rensis Liker
voltado para o interior da organização, torna difícil realizar as
necessidades dos clientes tendo que seguir as normas internas.                               •         Chris Argyris
                                                                                             No campo da Motivação Humana, destacaram-se,
          i) A Burocracia não leva em conta a organização                           principalmente:
informal e nem a variabilidade humana.
                                                                                             •        Abraham Maslow
         2.5.2 – Teoria Estruturalista                                                       •        Frederik Herzberg
         A Teoria Estruturalista surgiu por volta da década de                               •        David McClelland
50, como um desdobramento dos autores voltados para a
Teoria da Burocracia, que tentaram conciliar as teses                                         Origens
propostas pela Teoria Clássica e pela Teoria das Relações                                     Os    defensores    do  behaviorismo     atacavam
Humanas. Representa uma visão crítica da organização formal.                        duramente a Teoria Clássica, em função de seu excessivo
         Os autores estruturalistas procuram inter-relacionar                       mecanicismo, argumentando que o homem deveria pensar e
as organizações com o seu ambiente externo, que é a                                 criar mais.
sociedade maior, ou seja, a sociedade de organizações,                                        Os seguidores de Simon também criticavam a
caracterizada pela interdependência entre as organizações.                          Teoria das Relações Humanas, pela sua ingenuidade,
         Inaugura os estudos acerca dos ambientes dentro do                         sugerindo que a liberdade fosse complementada com mais
conceito de que a organização é um sistema aberto e em                              responsabilidade.
constante interação com o seu meio ambiente.                                                  Quanto à teoria burocrática, os comportamentalistas
         Enquanto a Teoria Clássica caracteriza o Homo                              discordavam do modelo de máquina adotado como metáfora
Economicus e a Teoria das Relações Humanas o Homem                                  explicativa da organização.
Social, a Teoria Estruturalista focaliza o Homem                                              Em 1947, surge nos EUA, o livro O Comportamento
Organizacional, desempenhando diferentes papéis em várias                           Administrativo, de Simon, alcançando enorme repercução, ao
organizações, e apresentando as seguintes características de                        opor-se totalmente à Teoria Clássica, aceitando alguns
personalidade: flexibilidade, tolerâncias às frustrações,                           princípios da Teoria das Relações Humanas. O livro também
capacidade de adiar recompensas e permanente desejo de                              encaminha o surgimento da Teoria da Decisão.
realização.                                                                                   Sendo assim, pode-se dizer que o behaviorismo
                                                                                    reescalona as abordagens anteriores, incrementando-as e
         Para estudar as organizações, os estruturalistas                           diversificando-as largamente.
adotam uma abordagem múltipla, envolvendo:                                                    A motivação Humana
         1 – A organização formal e a informal;                                               Comportamentos como a passividade ou a recusa de
         2 – as recompensas salariais e materiais, e as                             responsabilidade são sintomas de uma doença denominada
recompensas sociais e simbólicas;                                                   Insatisfação das Necessidades Egoísticas.
         3 – todos os diferentes níveis hierárquicos de uma                                   Dessa forma, o homem frustrado está tão doente
organização;                                                                        quanto o homem desnutrido.
                                                                                              Deve, portanto a organização, preocupar-se não
         4 – todos os diferentes tipos de organizações; e
                                                                                    somente com a satisfação das necessidades básicas dos seus
         5 – a análise intra-organizacional e a análise                             empregados, visto que aquele que não tenha a oportunidade de
interorganizacional.




           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                   4
interagir e obter valorização profissional, poderá mostrar-se                       bloqueiam a satisfação, o que os caracteriza como Fatores
insatisfeito, ainda que disponha de excelente remuneração.                          Satisfacientes.
          Teoria da Hierarquia das Necessidades de Maslow                                     Em suma, os pressupostos de Herzberg são:
          Segundo Abraham Maslow, a satisfação de cada                                        Relação Inexistente :
nível é pré-requisito para que o nível seguinte influa no                                     Os Fatores Satisfacientes não levam à situação inversa
comportamento, o que coloca o comportamento em constante                            daquela determinada pelos Fatores Insatisfacientes e vice-versa.
dinâmica, já que pode num momento, ser guiado por exemplo,                                    Herzberg propõe o enriquecimento de tarefas como
pela necessidade de auto-realização ( caso de um                                    elemento para se alcançar a satisfação no cargo. Este
mestrando/doutorando ) e no momento seguinte, pela                                  enriquecimento pode ser tanto vertical ( aumento do grau
necessidade de afetividade/amor ( supondo-se que o mesmo                            de dificuldade do trabalho ) ou lateral ( diversificação de
indivíduo tenha sofrido uma perda de um relacionamento                              atribuições ).
pessoal, um divórcio, por exemplo ).                                                          Cabem críticas quanto à tensão gerada pelo efeito
          A escalada da pirâmide, não depende apenas de                             vertical e ao possível sentimento de exploração que pode surgir
condições oferecidas, mas também das circunstâncias de vida                         do efeito lateral.
de cada pessoa.                                                                               Contudo, o sucesso na implementação de ações dessa
          Por exemplo, durante muito tempo, a mulher foi                            natureza dependerá das particularidades de cada organização e
pressionada pela sociedade no sentido de que reprimisse suas                        das pessoas que dela fizerem parte.
aspirações profissionais de auto-realização, a fim de dedicar-se                              Os estudos de Herzberg, a exemplo de Maslow, a quem
à criação de seus filhos, o que já não se verifica hoje.                            suas idéias vão totalmente ao encontro, também não obtiveram
          As necessidades atuam sempre em conjunto,                                 comprovação, ainda que tenham sido de grande valia para o
prevalecendo a mais elevada, desde que as inferiores                                desenvolvimento      de    técnicas   para   a     administração
estejam satisfeitas. Assim, uma reação comportamental é um                          comportamental.
canal através do qual várias necessidades fundamentais podem
ser expressas ou satisfeitas conjuntamente.                                                 Abordagem de McClelland
          Portanto, qualquer indício de frustração é uma                                    David McClelland, através da Teoria da Motivação
ameaça psicológica, o que produz reações gerais de emergência                       pelo Êxito e/ou Medo, destaca três motivos (necessidades)
no comportamento humano.                                                            que orientam a dinâmica do comportamento humano, como
          Maslow ampliou sua teoria, sugerindo que a                                está demonstrado na tabela a seguir.
organização assumisse a construção de uma ponte entre                                       Tabela 1 – Teoria da Motivação pelo Êxito e/ou
as necessidades básicas e de auto-realização dos                                    pelo Medo (McClelland)
indivíduos.
          Apesar de não ter sido comprovada cientificamente, a
teoria de Maslow, devido à eficiente estruturação de suas                           Necessidade           Meio de Satisfação
idéias, foi aceita como de grande contribuição para a evolução
das técnicas administrativas.
          Como pontos criticáveis, pode-se citar:
                                                                                    Realização            - competir como forma de auto-avaliação
          o         a difícil articulação operacional para o
gerenciamento das necessidades básicas.                                             Afiliação             - relacionar-se cordial e afetuosamente
          o         a impossibilidade da padronização do
comportamento humano.                                                               Poder                 - exercer influência
          Teoria dos Dois Fatores de Herzberg
          Frederick Herzberg, psicólogo, consultor e professor
universitário americano, como base de sua teoria, afirma que o                                Esta teoria sustenta que diferentes indivíduos tem
comportamento humano no trabalho é orientado por dois                               diferentes níveis de cada motivo, mas nunca a
grupos de fatores, a saber: Os Higiênicos e os                                      inexistência de qualquer deles, em especial o da
Motivacionais.                                                                      realização (motivação pelo êxito), aprendido inicialmente na
          Fatores Higiênicos (extrínsecos) são aqueles                              infância.
definidos pelo contexto que envolve o empregado e que                                         Esses motivos têm relação íntima à resolução de
fogem ao seu controle. São exemplos deles:                                          problemas. Sendo assim, quando o indivíduo obtém sucesso,
          o         Salários e Benefícios                                           utilizando-se de determinado meio (motivo), tenderá a repetí-lo
          o         Tipo de Chefia                                                  para a solução de outros problemas, o que caracterizará o estilo
          o         Políticas e Diretrizes Organizacionais                          da pessoa.
          O pensamento anterior considerava o trabalho como                                   A teoria de McClelland equivale aos níveis mais
algo desagradável, demandando estímulos materiais (positivos)                       elevados da hierarquia de Maslow e se aproxima dos fatores
para a sua realização ou, por outro lado, punições (negativos)                      motivacionais de Herzberg e, a exemplo deles, também não teve
pela não-realização.                                                                seus pressupostos comprovados científicamente.
          Contudo, quando os fatores higiênicos são ótimos,                                   McClelland obteve, no entanto, reconhecimento, à
apenas evitam a insatisfação, não elevando a satisfação                             medida que suas idéias têm auxiliado largamente para a
ou, se a elevam, não a mantém continuadamente. Por outro                            definição de Clima Organizacional (Escala para Avaliação do
lado, quando são péssimos, provocam a insatisfação.                                 Clima Organizacional), como sendo um fator que aumenta a
Devido     a    isso,  são    caracterizados      como   Fatores                    eficácia da entidade, na proporção em que contribui para o
Insatisfacientes.                                                                   alinhamento       dos    interesses   individuais    aos    da
          Fatores Motivacionais (intrínsecos) são aqueles                           organização.
relacionados ao cargo e a natureza da tarefa desempenhada,                                    Estilos Administrativos
sendo portanto, controlável pelo indivíduo e que devem levar                                  TEORIA X e Y
ao reconhecimento e à valorização profissional, culminando                                    ( Douglas McGregor)
com a auto-realização.                                                                        Como parte das teorias administrativas, a teoria
          Estes fatores (profundos e estáveis), quando                              comportamental procura demostrar uma variedade de
ótimos, levam à satisfação, mas quando precários,                                   estilos administrativos utilizados nas organizações; o
                                                                                    comportamento das pessoas têm relação direitas com as
                                                                                    convicções e estilos utilizados pelos administradores . As



           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                    5
teorias X e Y, apresentam certas convicções sobre a maneira                        administrativo segundo a teoria Y, baseia-se em uma serie
pela qual as pessoas se comportam dentro das organizações.                         de medidas inovadoras e humanistas, dentre das quais
          TEORIA X                                                                 salienta as seguintes:
          A teoria X caracteriza-se por ter um estilo                                       •        Descentralização  das     decisões    de
autocrático que pretende que as pessoas fazerem                                    responsabilidade.
exatamente aquilo que a organização pretende que elas
façam, do jeito similar que a Administração Científica de
                                                                                            •        Ampliação    do  cargo    para     maior
                                                                                   significado do trabalho.
Taylor, a Clássica de Fayol e a Burocrática de Weber. As
convicções sobre o comportamento humano são as seguintes:                                   •        Participação nas decisões mais altas e
                                                                                   administração consultiva.
          •        O homem é indolente e preguiçoso por
natureza.                                                                                   •        Auto-avaliação do desempenho.
                                                                                            McGregor classifica aos incentivos ou recompensas
          •        Não gosta de assumir responsabilidade e
                                                                                   em diversas categorias:
prefere ser dirigido.
          •        O homem é fundamentalmente egocêntrico e
                                                                                            •        Os incentivos extrínsecos – ligados ao
                                                                                   ambiente, ralação comportamento com trabalho.
seus objetivos pessoais opõem-se, em geral, aos objetivos da
organização.                                                                                •        Os incentivos intrínsecos – Inerentes à
                                                                                   próprias natureza da tarefa – realização do indivíduo em o
          •        Persiste-se a mudanças.
                                                                                   desempenho de seu trabalho.
          •        A sua dependência o torna incapaz de                                     A estratégia proposta por McGregor é a Administração
autocontrole e disciplina.                                                         deve criar condições tais que os membros da organização, em
          A Administração segundo a teoria X, caracteriza-                         todos os níveis, possam melhor alcançar seus próprios
se pelos seguintes aspetos:                                                        objetivos, dirigindo seus esforços para os objetivos da
          •        Responsabilidade pelos recursos da empresa                      organização.
(organização).
          •        Processo de dirigir os esforços das pessoas                               TEORIA Z
(controle das ações para modificar o seu comportamento)                                      (William Ouchi)
                                                                                             Nesta teoria, Ouchi apresenta um conjunto de idéias,
          •        Políticas de persuasão, recompensas e
                                                                                   experiências e princípios extraídos do estilo japonês de
punição (suas atividades são dirigidas em função dos objetivos
                                                                                   administração. O conteúdo da teoria Z, baseia-se no sistema
e necessidades da empresa).
                                                                                   trabalhista do Japão, concentrado em três instituições
          •        Remuneração como um meio de recompensa.                         tradicionais e milenárias, a saber:
          TEORIA Y
                                                                                             •         Emprego vitalício. O Japonês ingressa no
          Ë a moderna concepção de Administração, se
                                                                                   emprego logo após seus estudos e tende a nele permanecer a
baseia na eliminação de preconceitos sobre a natureza
                                                                                   vida toda (emprego estável).
humana, seus principais aspetos são:
                                                                                             •        Remuneração      por    antigüidade.    São
          •       O homem meio não tem desprazer inerente
                                                                                   remunerações anuais constituídas de gratificações concedidas
em trabalhar a aplicação do esforço físico ou mental, em seu
                                                                                   duas ou três vezes por ano e que guarda certa relação com o
trabalho é tão natural quanto jogar e descansar.
                                                                                   desenvolvimento econômico da empresa
          •       As    pessoas   não    são   resistentes  as
                                                                                             •        Sindicato por empresa. O sindicalismo por
necessidades da empresa.
                                                                                   empresa é o caminho que os trabalhadores japoneses
          •       As pessoas têm motivação básica e padrões                        escolheram para responder ás necessidades da situação
de comportamento adequados e capacidades para assumir                              trabalhista pós-guerra, a relação japonesa entre patrão e
responsabiliades.                                                                  empregado, particularmente com o sistema de antigüidade, é o
          •       Ele não só aceita responsabilidades, também                      apoio mais importante para este sindicalismo por empresa no
as procura.                                                                        Japão. A formação do sindicato estabelece uma relação tal que
          •       As capacidades de imaginação e de                                favorece a aplicação de uma política sindical coordenada com a
criatividade na solução de problemas é distribuída entre as                        política de negócios da empresa, instituindo uma convergência
pessoas.                                                                           de objetivos.
           A teoria Y, desenvolve um estilo altamente                                        Ouchi, fez uma conclusão da sua teoria á qual deu o
democrático através do qual administrar é um processo de                           nome de Sociedade M, nela manifesta que para ser bem
criar oportunidades e proporcionar orientação quanto a                             sucedido, é indispensável um balanceamento entre o
objetivos.                                                                         trabalho de equipe e os esforços individuais. Para ilustrar
          A administração se caracteriza pelos seguintes                           esse ponto apresenta três tipos de organizações:
aspetos:                                                                                     o        A estrutura Forma U. (Unificada). A
                                                                                   empresa é uma identidade, e a estrutura é funcional; a
          •       é responsabilidade da Administração
                                                                                   organização é descentralizada.
proporcionar condições para que as pessoas reconheçam e
desenvolvam características como motivação, potencial de
                                                                                             o        A estrutura Forma H (Holding). Na
                                                                                   organização as unidades operacionais estão em atividades não
desenvolvimento, responsabilidade.
                                                                                   correlatas. Cada companhia procura maximizar seus
          •       Criar condições organizacionais e métodos de                     rendimentos sem preocupações com a coordenação e
operações por meio dos quais possam atingir seus objetivos                         colaboração com outras unidades.
pessoais e dirigir seus esforços em direção dos objetivos da                                 o        A estrutura Forma M (Multidivisional). As
empresa.                                                                           operações são descentralizadas e as iniciativas individuais
          A teoria X, apregoa um estilo administrativo de                          encorajadas.
fiscalização e controle rígido, o qual limita as capacidades                                 Sociedade M, é a busca de um consenso entre os
de participação e desenvolvimento de habilidades das pessoas,                      diversos setores que atuam na economia de um pais, em lugar
somente considera ao salário como o único estímulo. Estas                          de um sistema de planejamento altamente especializado; que
considerações tem causado que não se utilizem todas as                             tenha espaço para a livre iniciativa em um regime de livre
capacidades das pessoas, segundo a teoria Y, a Administração                       concorrência e a possibilidade de se desenvolver um verdadeiro
deve liberar potenciais rumo ao autodesenvolvimento. O estilo


          Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                  6
trabalho em equipe entre as pessoas de setores concorrente ou                       desenvolvimento e o potencial do indivíduo, as organizações
complementares, entre estas e a comunidade financeira ou                            podem contribuir em grão forma para sua melhoria.
entre toda a comunidade empresarial e o governo.                                              A responsabilidade pela integração de objetivos
         Segundo o critério de alguns autores a teoria Z                            organizacionais       e    pessoais    recai    sobre  a   alta
proporciona a base para todo programa de administração                              administração. A interdependência entre as necessidades do
orientado para os recursos humanos. Assim a teoria de Ouchi                         indivíduo e da organização é imensa, seus objetivos estão
requer os seguintes citados:                                                        unidos, em ambas partes devem contribuir mutuamente para o
         •         Um claro sentido dos propósitos e                                balance de seus respectivos objetivos.
crenças. Os chefes e líderes da organização devem ter                                         Processo Decisorial
habilidades de bem comunicar, para que todos compreendam                                      A Teoria da Decisões nasceu com Herbert Simon,
seu papel. (Consenso).                                                              que a utilizou como base para explicar o comportamento
                                                                                    humano nas organizações.
         •         Um compromisso geral com a excelência.
                                                                                              Na Teoria Comportamental e organização é
Que todas as fraquezas sejam examinadas e corrigidas. Os
                                                                                    concebida como um sistema de decisões. Neste sistema,
padrões definidos de excelência devem ser continuamente
                                                                                    cada pessoa toma decisões de forma racional e consciente,
medidos e refinados.
                                                                                    as quais vão gerar comportamentos ou ações. Assim, as
         •         Uma clara estratégia de negócios.                                decisões são tomadas continuamente em todos os níveis
Proporcionar a racionalidade através da qual ela possa alcançar                     hierárquicos da organização, em todas as áreas, em todas as
seus objetivos e sobreviver.                                                        situações e por todas as pessoas.
         •         Uma equipe forte voltada para a solução                                    A Teoria Behaviorista tem uma visão de homem
de problemas: Criação de uma mentalidade grupal orientada                           diferente daquela enfocada pela Teoria Clássica (homem
para a solução de problemas.                                                        econômico) e pela Teoria das Relações Humanas (homem
         •         Uma estrutura de trabalho e de                                   social). Para os comportamentalistas, o homem é visto como
informação: a maneira pela qual o trabalho está organizado                          homem administrativo, por ser um tomador de decisões
deve ser analisado detidamente e questionada.                                       racionais. Nesta concepção, os trabalhadores opinam, decidem
                                                                                    e colaboram para a solução de problemas.
         •         Um       conjunto      de       recompensas                                Toda a decisão envolve a percepção da situação e
significativas. Combinação de objetivos organizacionais com                         o raciocínio. Isto é fundamental para a compreensão do
objetivos individuais. As pessoas necessitam sentir que estão                       comportamento humano nas organizações: o que uma pessoa
trabalhando forte para atingir objetivos organizacionais, mas                       aprecia e deseja influencia aquilo que vê e interpreta, assim
que também encontram satisfação quanto aos seus objetivos                           como o que vê e interpreta influencia o que aprecia e deseja.
individuais.                                                                        Assim, a pessoa decide em função de sua percepção da
         CONFLITO ENTRE OBJETIVOS ORGANIZACIONAIS                                   situação.
E INDIVIDUAIS                                                                                 Teoria Das Decisões
         Neste ponto os behavioristas indicam que o conflito                                   Decisão: é o processo de análise e escolha entre
entre os objetivos que as organizações que individualmente                          várias alternativas disponíveis, do curso de ação que a
cada participante pretende alcançar, nem sempre se deram                            pessoa deverá seguir.
muito bem.                                                                                    Toda a decisão envolve seis elementos: 1) Tomador de
         Os autores behavioristas tem feito distinções entre                        decisão; 2) Objetivos; 3) Preferências; 4) Estratégias; 5)
problema, dilema, e conflito.                                                       Situação e 6) Resultado.
         Um problema envolve uma dificuldade que pode                                         Decisão racional: ocorre quando na alternativa
ser solucionada dentro de um quadro de referência                                   escolhida, os meios são apropriados para alcançar um
formulado pela organização, pelos precedentes utilizados,                           determinado fim.
pela solução ou pela aplicação de diretrizes existentes; um                                   Etapas do Processo Decisorial :
dilema não é susceptível de solução dentro das suposições                                     1. Percepção da situação
contidas     explicita     ou    implicitamente       em     sua                              2. Análise e definição do problema
apresentação, ele requer reformulação e inovação na sua                                       3. Definição dos objetivos
abordagem; um conflito significa um colapso nos                                               4. Procura de alternativas de solução
mecanismos decisórios normais, em virtude do qual um                                          5. Avaliação e comparação dessas alternativas
indivíduo ou grupo experimenta dificuldades na escolha                                        6. Escolha da alternativa mais adequada
de uma alternativa de ação.                                                                   7. Implementação da alternativa escolhida
         Existe o conflito quando um indivíduo ou grupo se                                    Decorrências da Teoria das Decisões:
defronta com um problema de decisão entre duas alternativas
incompatíveis entre si ou adota uma e se contrapõe outra ou                                   •         Racionalidade limitada: o tomador de
vice-versa.                                                                         decisões conhece apenas parte das informações acerca da
         Segundo Cris Argyris, a estrutura, a liderança                             situação. Faz pressuposições. Toma decisões com base nos
diretiva e os regulamentos e controles administrativos                              fatos que conhece.
existentes nas organizaçòes são inadequadas para os                                           •         Imperfeição nas decisões: não existem
indivíduos maduros, pelo qual, pode existir um conflito entre                       decisões perfeita: apenas umas são melhores que as outras
indivíduo e organização. Os princípios de organização formal                        quanto ao resultado que acarretam.
fazem exigências aos indivíduos qual as compõem.                                              •         Relatividade nas decisões: toda a decisão é
         Algumas dessas exigências são incongruentes com                            até certo ponto uma acomodação; jamais permite a realização
as necessidades dos indivíduos, daí surgindo a frustração,                          completa ou perfeita dos objetivos, representa a melhor solução
o conflito, o malogro e a curta perspectiva temporal como                           encontrada naquela circunstância. A decisão nunca é ótima,
resultantes previstos dessas incongruências. Embora; é                              apenas satisfatória.
perfeitamente possível a integração das necessidades
                                                                                              •         Hierarquização das decisões: Os objetivos
individuais de auto-expressão com os requisitos de produção de
                                                                                    visados pelas ações das pessoas obedecem a uma hierarquia,
uma organização; as organizações que apresentam um alto
                                                                                    na qual um nível qualquer é um fim em relação ao nível mais
grau de integração entre objetivos individuais e organizacionais,
                                                                                    baixo e um meio em relação aos de ordem maior.
são mais produtivos do que as outras e; ao invés de reprimir o
                                                                                              •         Racionalidade         administrativa:     o
                                                                                    comportamento dos indivíduos nas organizações é planejado e


           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                   7
orientado no sentido de atingir objetivos previamente definidos.                    proporcionar incentivos em qualidade bastante para
Este processo administrativo é um processo decisório pois                           induzirem os participantes à prestação de contribuições.
requer o estabelecimento de rotinas e cursos de ação.                                         Tipos de participantes
          •       Influência organizacional: a organização                                    Os participantes da organização são todos
retira    dos   participantes    a    capacidade      de   decidir                  aqueles que dela recebem incentivos e que trazem
independentemente sobre certos assuntos e a substitui por um                        contribuições para sua existência.
processo decisório próprio e previamente estabelecido. A                                      Existem      cinco   classes    de    participantes:
organização decide pelo indivíduo acerca de: divisão de tarefas;                    empregados, investidores, fornecedores, distribuidores e
padrões de desempenho; sistema de autoridade; canais de                             consumidores. Nem todos os participantes atuam dentro da
comunicação e treinamento e doutrinação.                                            organização, mas todos eles mantém uma relação de
          Característica do Processo Decisório:                                     reciprocidade com ela.
                                                                                              Teoria da aceitação da autoridade
          •       O tomador de decisões evita a incerteza e
                                                                                              Autoridade: é um fenômeno psicológico, através do
segue as regras padronizadas para as decisões;
                                                                                    qual as pessoas aceitam as ordens e decisões dos
          •       Ele mantém as regras e as redefine                                superiores, sob certas condições (Barnard). Assim, a
somente quando sob pressão;                                                         autoridade depende, não do superior, mas da decisão do
          •       Quando o ambiente muda subitamente e                              subordinado de aceitá-la ou não.
novos dados se apresentam para o processo decisório, a                                        Pressupostos da teoria da aceitação da autoridade:
organização é lenta no ajustamento. Ela tenta utilizar o                                      Um subordinado somente aceita uma ordem como
modelo atual de para lidar com condições modificadas.                               autoritária      quando      quatro     condições      ocorrem
          Comportamento Organizacional                                              simultaneamente:
          Comportamento organizacional é o estudo do                                          1 - quando o subordinado pode entender ou
funcionamento e da dinâmica das organizações e como os                              compreender a ordem;
grupos e os indivíduos se comportam dentro delas.                                             2 - quando não a julga incompatível com os
          A organização é um sistema cooperativo racional                           objetivos da organização;
(cooperativo = porque envolve a coordenação dos esforços das                                  3 - quando não a julga incompatível com seus
pessoas; racional = divisão de tarefas e hierarquia).                               objetivos pessoais;
          A organização tem expectativas em relação às                                        4 - quando é mental e fisicamente capaz de
pessoas e vice-versa. A organização espera alcançar seus                            cumpri-la.
objetivos através das ações das pessoas na realização de                                      Desse novo conceito de autoridade decorre a enorme
tarefas. As pessoas esperam alcançar seus objetivos                                 importância das comunicações, pois se elas não forem
pessoais e satisfazer suas necessidades através da                                  entendidas não gerarão autoridade.
organização. Estabelece-se, assim, uma interação entre a                                      Motivação e liderança
organização e as pessoas, a qual é chamada de processo de                                     Para se compreender o comportamento humano, é
reciprocidade.                                                                      fundamental o conhecimento da motivação humana.
          Teoria do Equilíbrio Organizacional                                                 De um modo genérico, motivo é a força ou impulso
          Conceitos básicos desta teoria:                                           que leva a pessoa a agir de determinada maneira, isto é, dá
          •       Incentivos      ou     alicientes:     são   os                   origem a um comportamento específico.
"pagamentos" que a organização faz aos seus participantes (p.                                 Esse impulso à ação pode ser provocado por um
ex.: salários, benefícios, prêmios de produção, elogios,                            estímulo externo (provindo do ambiente) ou pode ser gerado
promoções, reconhecimento, etc.)                                                    internamente nos processos mentais do indivíduo.
          •       Utilidade dos incentivos: cada incentivo                                    Nesse aspecto, a motivação está relacionada com o
possui determinado valor de utilidade que varia de um                               sistema de cognição do indivíduo.
indivíduo para outro.                                                                         Cognição (ou conhecimento) representa o que as
          •       Contribuições: são os "pagamentos" que                            pessoas sabem a respeito de si mesmas e do ambiente a seu
cada participante efetua à organização (p. ex.: trabalho,                           redor.
dedicação, esforço, assiduidade, pontualidade, lealdade,                                      O sistema cognitivo de cada pessoa inclui seus
reconhecimento, etc.)                                                               valores pessoais e é profundamente influenciado pelo
          •       Utilidade das contribuições: é o valor que o                      ambiente físico e social, por sua estrutura fisiológica,
esforço de cada indivíduo tem para a organização, a fim de que                      processos fisiológicos e por suas necessidades e experiências
esta alcance seus objetivos.                                                        anteriores.
          Postulados básicos desta teoria:                                                    O modelo de comportamento humano proposto por
          •       Uma organização é um sistema de
                                                                                    Lewin é representado esquematicamente pela equação:
comportamentos sociais inter-relacionados de numerosas                                        c = f (P, M)
pessoas, que são os participantes da organização;                                             em que o comportamento (C) é resultado ou função
                                                                                    (f) da interação entre a pessoa (P) e o seu meio ambiente (M)
          •       Cada participante e cada grupo de
                                                                                    ou situação.
participantes recebe incentivos (recompensas) em troca dos
quais faz contribuições à organização;                                                        A pessoa (P),nessa equação, é determinada pelas
                                                                                    características de personalidade em interação com o meio (M).
          •       Todo     o    participante     manterá      sua
                                                                                              A motivação representa a ação de forças ativas e
participação na organização enquanto os incentivos que
                                                                                    impulsionadoras: as necessidades humanas.
lhe são oferecidos forem iguais ou maiores do que as
                                                                                              As pessoas são diferentes entre si no que tange à
contribuições que lhe são exigidos;
                                                                                    motivação.
          •       As contribuições trazidas pelos vários grupos                               As     necessidades    humanas     motivadoras     do
de participantes constituem a fonte na qual a organização se                        comportamento humano produzem padrões de comportamento
supre e se alimenta dos incentivos que oferece aos                                  que variam de indivíduo para indivíduo.
participantes;
                                                                                              São três as suposições relacionadas entre si para
          •       A organização continuará existindo                                explicar o comportamento humano:
somente enquanto as contribuições forem suficientes para



           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                   8
1. O comportamento humano é causado. Existe uma                                      Caso não encontre saída normal, a tensão represada
causalidade do comportamento. Tanto a hereditariedade                               no organismo procura um meio indireto de saída, seja por via
quanto o meio ambiente influem decisivamente sobre o                                social (agressividade, descontentamento, tensão emocional,
comportamento das pessoas. O comportamento é causado por                            apatia, indiferença etc.), seja por via fisiológica (tensão
estímulos internos e externos.                                                      nervosa, insônia, repercussões cardíacas ou digestivas, entre
         2. O comportamento humano é motivado. Há uma                               outras).
finalidade em todo comportamento humano. O comportamento                                      É o que chamamos de frustração. A tensão não é
não é causal nem aleatório, mas orientado e dirigido para                           descarregada e permanece no organismo, provocando
algum objetivo.                                                                     certos sintomas psicológicos, fisiológicos ou sociais.
         3. O comportamento humano é orientado para                                           Outras vezes, a necessidade não é satisfeita nem
objetivos pessoais. Subjacente a todo comportamento, existe                         frustrada, mas transferida ou compensada.
sempre um impulso, desejo, necessidade, tendência, expressões                                 A transferência ou compensação ocorre quando a
que servem para designar os motivos do comportamento.                               satisfação de uma outra necessidade serve para reduzir ou
         Ciclo motivacional                                                         aplacar a intensidade de uma necessidade que não pode ser
         O comportamento humano pode ser explicado por                              satisfeita.
meio do ciclo motivacional,ou seja, o processo pelo qual as                                   Os dois modelos de motivação humana - o de
necessidades condicionam o comportamento humano, levando-                           Maslow, que se baseia na estrutura hierárquica e uniforme
o a algum estado de resolução.                                                      das necessidades humanas, e o de Herzberg, que se
         As necessidades ou motivos não são estáticos; ao                           fundamenta em duas classes de fatores estáveis e
contrário, são forças dinâmicas e persistentes que provocam                         permanentes - presumem implicitamente existir sempre
comportamento.                                                                      "uma melhor maneira" de motivar, válida para todas as
         A necessidade, ao surgir, rompe o equilíbrio do                            pessoas e para todas as situações. A evidência, contudo, tem
organismo, causando um estado de tensão, insatisfação,                              demonstrado que diferentes pessoas reagem diferentemente de
desconforto e desequilíbrio.                                                        acordo com a situação. Uma teoria da motivação para ser válida
         Esse estado leva o indivíduo ao comportamento ou                           precisaria levar em conta essas contingências.
ação capaz de descarregar a tensão ou de livrá-lo do                                          Dentro desse filão, Vroom desenvolveu uma teoria da
desconforto e do desequilíbrio. Se o comportamento for eficaz, o                    motivação que rejeita noções preconcebidas e reconhece tanto
indivíduo encontrará a satisfação da necessidade e, em                              as diferenças individuais das pessoas quanto as diferentes
conseqüência, a descarga da tensão provocada por ela.                               situações nas quais elas podem se encontrar.
         Satisfeita a necessidade, o organismo volta ao estado                                Forças básicas da motivação para produzir
de equilíbrio anterior e à sua forma normal de ajustamento ao                                 Vroom preocupa-se com a motivação para produzir,
ambiente.                                                                           aspecto em que se aproxima levemente de Herzberg.
                                                                                              Para ele, a motivação para produzir determina o
                                                                                    nível de produtividade individual e depende de três forças
                                                                                    básicas que atuam dentro de cada pessoa:
                                                                                              1. Expectativas: os objetivos individuais e a força
                                                                                    de atingir tais objetivos. Os objetivos individuais são variados
                                                                                    e podem incluir,por exemplo: dinheiro, segurança no cargo,
                                                                                    aceitação social e reconhecimento, ou uma infinidade de
                                                                                    combinações de objetivos que cada pessoa tenta satisfazer
                                                                                    simultaneamente.
                                                                                              2. Recompensas: a relação percebida entre a
                                                                                    produtividade e o alcance dos objetivos industriais. Se uma
                                                                                    pessoa tem por objetivo pessoal obter um salário melhor e
                                                                                    trabalha na base da remuneração por produção, poderá ter
                                                                                    uma forte motivação para produzir mais. Se sua necessidade de
                                                                                    aceitação social pelos outros colegas de grupo é mais
                                                                                    importante, porém, ela poderá produzir abaixo do nível que o
                                                                                    grupo consagrou como padrão informal de produção, pois
                                                                                    produzir mais, neste caso, poderá significar a rejeição do grupo.
                                                                                              3. Relações entre expectativas e recompensas: a
                                                                                    capacidade percebida de influenciar sua produtividade para
                                                                                    satisfazer suas expectativas com as recompensas. Se uma
                                                                                    pessoa acredita que um grande esforço despendido tem pouco
                                                                                    efeito sobre o resultado, tenderá a não se esforçar muito, pois
                                                                                    não vê relação entre nível de produtividade e recompensa.
        Com a repetição do ciclo motivacional (reforço) e a                                   Esses três fatores determinam a motivação do
aprendizagem daí decorrente, os comportamentos ou ações                             indivíduo para produzir em quaisquer circunstâncias.
tornam-se gradativamente mais eficazes na satisfação de certas
                                                                                              O modelo de motivação de Vroom se apóia no
necessidades.
                                                                                    modelo de expectação de motivação, o qual se baseia em
        Por outro lado, uma necessidade satisfeita não é                            objetivos gradativos (path-goal). Este modelo parte da
motivadora de comportamento, já que não causa tensão,                               hipótese de que a motivação é um processo que orienta opções
desconforto ou desequilíbrio.                                                       de comportamentos diferentes. A pessoa percebe as
        A necessidade pode ser satisfeita, frustrada ou                             conseqüências de cada opção ou alternativa de comportamento
compensada (transferida para outro objeto).                                         como um conjunto de possíveis resultados decorrentes de seu
                                                                                    comportamento.
         Muitas vezes, a tensão provocada pelo surgimento da                                  Liderança
necessidade encontra uma barreira ou um obstáculo para sua                                    Liderança é a influência interpessoal exercida em
liberação.                                                                          uma situação e dirigida por meio do processo da



           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                   9
comunicação humana à consecução de um ou mais objetivos                                        Na vida prática, o líder utiliza os três estilos de
específicos.                                                                        liderança de acordo com a situação, com as pessoas e com
          A liderança é a capacidade de influenciar as pessoas a                    a tarefa a ser executada. O líder manda cumprir ordens, bem
fazerem o que devem. O líder exerce influência sobre as                             como consulta os subordinados antes de tomar uma decisão e
pessoas, conduzindo suas percepções de objetivos em direção                         sugere a algum subordinado realizar determinadas tarefas: ele
aos seus objetivos.                                                                 utiliza a liderança autocrática, a democrática e a liberal.
          A definição de liderança envolve duas dimensões: a                                   A principal problemática da liderança é saber quando
primeira é a capacidade presumida de motivar as pessoas a                           aplicar qual estilo, com quem e dentro de que circunstâncias e
fazerem o que precisa ser feito.                                                    atividades a serem desenvolvidas.
          A segunda é a tendência dos seguidores de                                            A abordagem de estilos de liderança mostra como o
seguirem quem eles percebem como instrumentais para                                 líder se comporta.
satisfazerem os próprios objetivos pessoais e necessidades.                                    Estilos de liderança
          Também convém distinguir entre liderança como uma                                    Assim como a administração é um processo relativo
qualidade pessoal (combinação especial de características                           para o qual não existem princípios universais e imutáveis, o
pessoais que fazem de um indivíduo um líder) e liderança                            mesmo se dá com a liderança.
como função (decorrente da distribuição da autoridade de                                       Likert distingue dois tipos básicos de liderança:
tomar decisões dentro de uma empresa): o grau em que o                                         1. Liderança centrada na tarefa (job centered):
indivíduo demonstra qualidades de liderança depende não                             liderança estreita e preocupada com a execução da tarefa e
somente de suas características, mas também das                                     com os seus resultados. É a liderança apregoada pela
características da situação na qual se encontra.                                    Administração Científica de Taylor e que tende a subdividir
          A liderança pode ser estudada em termos de estilos                        e fragmentar o trabalho em tarefas componentes, a
de comportamento do líder em relação aos seus                                       selecionar e treinar as pessoas mais adequadas para o tipo de
subordinados, isto é, modos como o líder orienta sua conduta.                       tarefa e pressioná-las constantemente a fim de obter os níveis
          A abordagem dos traços se refere ao que o líder é; a                      de produção estimados. É típica das empresas cuja tendência é
abordagem dos estilos de liderança se refere ao que o líder                         concentrar as pessoas em ocupações restritas ao ciclo de
faz, isto é, ao seu estilo de comportamento para liderar.                           trabalho, do modo padronizado, em ritmos que se baseiam em
          Estilo    de     liderança      autoritária,  liberal  e                  padrões de produção preestabelecidos. É a liderança
democrática                                                                         preocupada exclusivamente com o trabalho e em conseguir que
          Dois autores fizeram um estudo para verificar o                           as coisas sejam feitas de acordo com os métodos
impacto causado por três diferentes estilos de liderança em                         preestabelecidos e com os recursos disponíveis.
grupos de meninos orientados para a execução de tarefas. Os                                    2. Liderança centrada nas pessoas (employee-
meninos foram divididos em quatro grupos e, de seis em seis                         centered): liderança preocupada com os aspectos humanos
semanas, a direção de cada grupo era desenvolvida por líderes                       dos problemas de seus subordinados e que procura manter
que utilizavam três estilos diferentes: a liderança autocrática, a                  uma equipe de trabalho atuante, com maior participação
liderança liberal (laissez-faire) e a liderança democrática.                        nas decisões. É o tipo de liderança cuja ênfase é mais nas
          Os resultados dessa experiência mostraram que os                          pessoas do que no trabalho em si, procurando compreender e
meninos se comportaram da seguinte forma aos diferentes tipos                       ajudar os subordinados, preocupando-se mais com as metas e
de liderança ao quais foram submetidos:                                             menos com os métodos, sem descuidar-se do desempenho
          1. Liderança autocrática: o líder é duro e                                esperado.
impositivo. O comportamento dos grupos mostrou forte                                           Segundo as pesquisas de Likert revelaram, os
tensão, frustração e, sobretudo, agressividade de um lado;                          departamentos que apresentaram baixa eficiência são
de outro, nenhuma espontaneidade, nem iniciativa, nem                               geralmente chefiados por líderes orientados para a tarefa.
formação de grupos de amizade. Embora aparentemente                                 A alta pressão no sentido de que as pessoas trabalhem provoca
gostassem das tarefas, não demonstraram satisfação com                              atitudes desfavoráveis para com o trabalho e para com os
relação à situação. O trabalho só se desenvolvia com a presença                     supervisores, da parte dos subordinados. No curto prazo, este
física do líder. Quando este saía ou se ausentava, as atividades                    tipo de liderança pode promover resultados melhores de
paravam e os grupos expandiam seus sentimentos reprimidos,                          eficiência e produtividade. Contudo, no médio e no longo prazo,
chegando a explosões de indisciplina e de agressividade.                            a liderança centrada na tarefa provoca insatisfação, redução do
          2. Liderança liberal: o líder deixa todos à vontade.                      ritmo de trabalho, rotatividade de pessoal, elevado
Embora a atividade dos grupos fosse intensa, a produção foi                         absenteísmo,       desperdício,    reclamações    freqüentes  e
medíocre. As tarefas se desenvolviam ao acaso, com muitas                           envolvimento em questões trabalhistas.
oscilações, perdendo-se muito tempo com discussões mais                                        Quanto maior a percepção de conflito, tanto menor o
voltadas para motivos pessoais do que relacionadas com o                            nível de produção.
trabalho em si. Notou-se forte individualismo agressivo e pouco
respeito com relação ao líder.
          3. Liderança democrática: o líder é atuante,
consultivo e orientador. Houve formação de grupos de
amizade e de relacionamentos cordiais entre os meninos. Líder
e subordinados passaram a desenvolver comunicações
espontâneas, francas e cordiais. O trabalho mostrou um ritmo
suave e seguro, sem alterações, mesmo quando o líder se
ausentava. Houve um nítido sentido de responsabilidade e de
comprometimento pessoal, além de uma impressionante
integração grupal, dentro de um clima de satisfação.
          A partir dessa experiência, passou-se a defender o
papel da liderança democrática – perfeitamente compatível
com o espírito americano da época -, extremamente
comunicativa, que encoraja a participação do empregado, justa
e não-arbitrária e preocupada não somente com os problemas
do trabalho, mas também com os problemas das pessoas.


           Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!!
                                                                                                                                                   10
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm
Apostila nocoes adm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Administração enfermagem - SESRJ
Administração enfermagem - SESRJAdministração enfermagem - SESRJ
Administração enfermagem - SESRJ
Ismael Costa
 
Teorias administrativas e a enfermagem
Teorias administrativas e a enfermagemTeorias administrativas e a enfermagem
Teorias administrativas e a enfermagem
Marianny Dantas
 
Administração em enfermagem hupe 2012
Administração em enfermagem hupe 2012Administração em enfermagem hupe 2012
Administração em enfermagem hupe 2012
Ismael Costa
 
Teoria da Administração
Teoria da AdministraçãoTeoria da Administração
Teoria da Administração
Siebra Neto
 
1 a enfoque sistêmico e as organizações_
1 a enfoque sistêmico e as organizações_1 a enfoque sistêmico e as organizações_
1 a enfoque sistêmico e as organizações_
lymenezes2012
 
Teoria Clássica
Teoria ClássicaTeoria Clássica
Teoria Clássica
admetz01
 
Principios De AdministraçãO
Principios De AdministraçãOPrincipios De AdministraçãO
Principios De AdministraçãO
themis dovera
 
Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds
Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds
Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds
Ivanildo Rodrigues
 
Aula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagem
Aula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagemAula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagem
Aula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagem
c s
 
Lins, zúniga (s.d.) recursos humanos tradicional e não tradicional
Lins, zúniga (s.d.)   recursos humanos tradicional e não tradicionalLins, zúniga (s.d.)   recursos humanos tradicional e não tradicional
Lins, zúniga (s.d.) recursos humanos tradicional e não tradicional
Vanessa Guimarães
 

Mais procurados (18)

Administração enfermagem - SESRJ
Administração enfermagem - SESRJAdministração enfermagem - SESRJ
Administração enfermagem - SESRJ
 
Teorias administrativas e a enfermagem
Teorias administrativas e a enfermagemTeorias administrativas e a enfermagem
Teorias administrativas e a enfermagem
 
Administração em enfermagem hupe 2012
Administração em enfermagem hupe 2012Administração em enfermagem hupe 2012
Administração em enfermagem hupe 2012
 
Teoria da Administração
Teoria da AdministraçãoTeoria da Administração
Teoria da Administração
 
1 a enfoque sistêmico e as organizações_
1 a enfoque sistêmico e as organizações_1 a enfoque sistêmico e as organizações_
1 a enfoque sistêmico e as organizações_
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aula 1
Aula 1Aula 1
Aula 1
 
Aula 1 (2)
Aula 1 (2)Aula 1 (2)
Aula 1 (2)
 
Teoria Clássica
Teoria ClássicaTeoria Clássica
Teoria Clássica
 
Teoria da Burocracia e Teoria Clássica: Uma reflexão comparativa
Teoria da Burocracia e Teoria Clássica: Uma reflexão comparativaTeoria da Burocracia e Teoria Clássica: Uma reflexão comparativa
Teoria da Burocracia e Teoria Clássica: Uma reflexão comparativa
 
Principios De AdministraçãO
Principios De AdministraçãOPrincipios De AdministraçãO
Principios De AdministraçãO
 
Teorias da Gestão
Teorias da GestãoTeorias da Gestão
Teorias da Gestão
 
Estrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
Estrutura Organizacional e os Serviços de EnfermagemEstrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
Estrutura Organizacional e os Serviços de Enfermagem
 
Atps Teorias da Administração
Atps Teorias da Administração Atps Teorias da Administração
Atps Teorias da Administração
 
Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds
Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds
Teoria das Organizações by:@ivanildo_bds
 
Aula3
Aula3Aula3
Aula3
 
Aula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagem
Aula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagemAula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagem
Aula+01+teorias+de+adm+e+a+enfermagem
 
Lins, zúniga (s.d.) recursos humanos tradicional e não tradicional
Lins, zúniga (s.d.)   recursos humanos tradicional e não tradicionalLins, zúniga (s.d.)   recursos humanos tradicional e não tradicional
Lins, zúniga (s.d.) recursos humanos tradicional e não tradicional
 

Destaque (6)

NUESTRO Sitio web MINISTERIO INFANTIL ARCOIRIS
NUESTRO Sitio web MINISTERIO INFANTIL ARCOIRISNUESTRO Sitio web MINISTERIO INFANTIL ARCOIRIS
NUESTRO Sitio web MINISTERIO INFANTIL ARCOIRIS
 
Apostila dpto pessoal e trabalhista
Apostila dpto pessoal e trabalhistaApostila dpto pessoal e trabalhista
Apostila dpto pessoal e trabalhista
 
Pe em rh
Pe em rhPe em rh
Pe em rh
 
What Does Freedom Mean To You
What Does Freedom Mean To YouWhat Does Freedom Mean To You
What Does Freedom Mean To You
 
Folha de pagamento
Folha de pagamentoFolha de pagamento
Folha de pagamento
 
Apostila rotinas dpto pessoal e trabalhista
Apostila rotinas dpto pessoal e trabalhistaApostila rotinas dpto pessoal e trabalhista
Apostila rotinas dpto pessoal e trabalhista
 

Semelhante a Apostila nocoes adm

Teoria CláSsica Da AdministraçãO
Teoria CláSsica Da AdministraçãOTeoria CláSsica Da AdministraçãO
Teoria CláSsica Da AdministraçãO
UEM
 
aula de administracao marco 2010
aula de administracao   marco 2010aula de administracao   marco 2010
aula de administracao marco 2010
themis dovera
 
Teorias de Administração - 1ª aula.pdf
Teorias de Administração - 1ª aula.pdfTeorias de Administração - 1ª aula.pdf
Teorias de Administração - 1ª aula.pdf
JonasDias35
 
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
MARCIOSILVA617105
 
Aula 2 modelos de gestao 2011.1
Aula 2   modelos de gestao 2011.1Aula 2   modelos de gestao 2011.1
Aula 2 modelos de gestao 2011.1
Angelo Peres
 
Aula 3 compacta alunos final gestão pessoas i - parte 2
Aula 3 compacta alunos final   gestão pessoas i - parte 2Aula 3 compacta alunos final   gestão pessoas i - parte 2
Aula 3 compacta alunos final gestão pessoas i - parte 2
Angelo Peres
 
10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf
10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf
10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf
Pedro Luis Moraes
 
85615563 teorias-organizacionais-resumo
85615563 teorias-organizacionais-resumo85615563 teorias-organizacionais-resumo
85615563 teorias-organizacionais-resumo
Eduardo Moreira
 

Semelhante a Apostila nocoes adm (20)

Teoria CláSsica Da AdministraçãO
Teoria CláSsica Da AdministraçãOTeoria CláSsica Da AdministraçãO
Teoria CláSsica Da AdministraçãO
 
aula de administracao marco 2010
aula de administracao   marco 2010aula de administracao   marco 2010
aula de administracao marco 2010
 
Teorias de Administração - 1ª aula.pdf
Teorias de Administração - 1ª aula.pdfTeorias de Administração - 1ª aula.pdf
Teorias de Administração - 1ª aula.pdf
 
Administração social #2
Administração social #2Administração social #2
Administração social #2
 
Apostila introdução a administração de empresas 2012.1
Apostila introdução a administração de empresas 2012.1Apostila introdução a administração de empresas 2012.1
Apostila introdução a administração de empresas 2012.1
 
OMS UnB 01_2013 - Aula 03 - Sistemas
OMS UnB 01_2013 - Aula 03 - SistemasOMS UnB 01_2013 - Aula 03 - Sistemas
OMS UnB 01_2013 - Aula 03 - Sistemas
 
Aula6
Aula6Aula6
Aula6
 
Teoria neoclassica 1
Teoria neoclassica 1Teoria neoclassica 1
Teoria neoclassica 1
 
Teoria geral da administração ppt
Teoria geral da administração pptTeoria geral da administração ppt
Teoria geral da administração ppt
 
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
 
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
1.1 Noções de Administração e Evolução do pensamento administrativo..pptx
 
Aula 2 modelos de gestao 2011.1
Aula 2   modelos de gestao 2011.1Aula 2   modelos de gestao 2011.1
Aula 2 modelos de gestao 2011.1
 
QUIZZ- Teoria Clássica.pdf
QUIZZ- Teoria Clássica.pdfQUIZZ- Teoria Clássica.pdf
QUIZZ- Teoria Clássica.pdf
 
Teoria clássica
Teoria clássicaTeoria clássica
Teoria clássica
 
Aula 2
Aula 2Aula 2
Aula 2
 
Aula 3 compacta alunos final gestão pessoas i - parte 2
Aula 3 compacta alunos final   gestão pessoas i - parte 2Aula 3 compacta alunos final   gestão pessoas i - parte 2
Aula 3 compacta alunos final gestão pessoas i - parte 2
 
Henri Fayol
Henri FayolHenri Fayol
Henri Fayol
 
10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf
10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf
10120421102021Bases-Teoricas-da-Adm-de-Amb-de-Informacao-LIVRO_-_Aula_04.pdf
 
Aula+2_resumo_TGA_oficina.pdf
Aula+2_resumo_TGA_oficina.pdfAula+2_resumo_TGA_oficina.pdf
Aula+2_resumo_TGA_oficina.pdf
 
85615563 teorias-organizacionais-resumo
85615563 teorias-organizacionais-resumo85615563 teorias-organizacionais-resumo
85615563 teorias-organizacionais-resumo
 

Mais de admcontabil

Termos tecnicos logistica
Termos tecnicos logisticaTermos tecnicos logistica
Termos tecnicos logistica
admcontabil
 
Tabela contas esaf
Tabela contas esafTabela contas esaf
Tabela contas esaf
admcontabil
 
Seguridade social
Seguridade socialSeguridade social
Seguridade social
admcontabil
 
Rh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecaoRh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecao
admcontabil
 
Rh nocoes de adm rh saude
Rh nocoes de adm rh saudeRh nocoes de adm rh saude
Rh nocoes de adm rh saude
admcontabil
 
Rh nocoes de adm rh aula
Rh nocoes de adm rh aulaRh nocoes de adm rh aula
Rh nocoes de adm rh aula
admcontabil
 
Rh nocoes de adm rh
Rh nocoes de adm rhRh nocoes de adm rh
Rh nocoes de adm rh
admcontabil
 
Rh gestao de pessoas organizacional
Rh gestao de pessoas organizacionalRh gestao de pessoas organizacional
Rh gestao de pessoas organizacional
admcontabil
 
Rh contabil contrato social
Rh contabil   contrato socialRh contabil   contrato social
Rh contabil contrato social
admcontabil
 
Rh contabil admissão empregado
Rh contabil   admissão empregadoRh contabil   admissão empregado
Rh contabil admissão empregado
admcontabil
 
Resumo previdenciario
Resumo previdenciarioResumo previdenciario
Resumo previdenciario
admcontabil
 
Processo de análise de balanço
Processo de análise de balançoProcesso de análise de balanço
Processo de análise de balanço
admcontabil
 
Padronizacao das demostracoes contabeis
Padronizacao das demostracoes contabeisPadronizacao das demostracoes contabeis
Padronizacao das demostracoes contabeis
admcontabil
 
Empresas novo codigo civil
Empresas novo codigo civilEmpresas novo codigo civil
Empresas novo codigo civil
admcontabil
 
Dfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixaDfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixa
admcontabil
 
Dfc demonstracoes fluxo caixa
Dfc   demonstracoes fluxo caixaDfc   demonstracoes fluxo caixa
Dfc demonstracoes fluxo caixa
admcontabil
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exercicios
admcontabil
 
Capital de giro 01
Capital de giro 01Capital de giro 01
Capital de giro 01
admcontabil
 

Mais de admcontabil (20)

Termos tecnicos logistica
Termos tecnicos logisticaTermos tecnicos logistica
Termos tecnicos logistica
 
Tabela contas esaf
Tabela contas esafTabela contas esaf
Tabela contas esaf
 
Simples
SimplesSimples
Simples
 
Seguridade social
Seguridade socialSeguridade social
Seguridade social
 
Rh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecaoRh recrutamento e selecao
Rh recrutamento e selecao
 
Rh nocoes de adm rh saude
Rh nocoes de adm rh saudeRh nocoes de adm rh saude
Rh nocoes de adm rh saude
 
Rh nocoes de adm rh aula
Rh nocoes de adm rh aulaRh nocoes de adm rh aula
Rh nocoes de adm rh aula
 
Rh nocoes de adm rh
Rh nocoes de adm rhRh nocoes de adm rh
Rh nocoes de adm rh
 
Rh gestao de pessoas organizacional
Rh gestao de pessoas organizacionalRh gestao de pessoas organizacional
Rh gestao de pessoas organizacional
 
Rh contabil contrato social
Rh contabil   contrato socialRh contabil   contrato social
Rh contabil contrato social
 
Rh contabil admissão empregado
Rh contabil   admissão empregadoRh contabil   admissão empregado
Rh contabil admissão empregado
 
Resumo previdenciario
Resumo previdenciarioResumo previdenciario
Resumo previdenciario
 
Processo de análise de balanço
Processo de análise de balançoProcesso de análise de balanço
Processo de análise de balanço
 
Padronizacao das demostracoes contabeis
Padronizacao das demostracoes contabeisPadronizacao das demostracoes contabeis
Padronizacao das demostracoes contabeis
 
Estatistica
EstatisticaEstatistica
Estatistica
 
Empresas novo codigo civil
Empresas novo codigo civilEmpresas novo codigo civil
Empresas novo codigo civil
 
Dfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixaDfc demonstracao fluxo caixa
Dfc demonstracao fluxo caixa
 
Dfc demonstracoes fluxo caixa
Dfc   demonstracoes fluxo caixaDfc   demonstracoes fluxo caixa
Dfc demonstracoes fluxo caixa
 
Capital de giro exercicios
Capital de giro exerciciosCapital de giro exercicios
Capital de giro exercicios
 
Capital de giro 01
Capital de giro 01Capital de giro 01
Capital de giro 01
 

Apostila nocoes adm

  • 1. ADMINISTRAÇÃO: 1.- Frederick Winslow Taylor (1856-1915) - (engenheiro-americano), início da Escola de Administração 1 Conhecimentos de Administração e de Científica. Contribuições: Henry Lawrence Gantt 91861-1919), Administração Gerencial. Frank Bunker Gilbreth (1868-1924), Harrington Emerson As principais teorias administrativas e seus principais (1853-1931) e Henry Ford 91863-1947). enfoques Foco: aumento da eficiência na indústria por meio da Teorias Principais Ênfase Anos racionalização do trabalho do operário (nível operacional). Administrativas Enfoques Ênfase na análise e na divisão do trabalho. Abordagem de baixo Racionalização Administração do trabalho no para cima e das partes para o todo. Atenção voltada para o Nas Tarefas Científica 1903 nível método do trabalho, movimentos necessários para a execução operacional de tarefas e o tempo-padrão determinado para sua execução. Organização (Organização Racional do Trabalho). formal 2.- Henry Fayol (1841 – 1925) - (engenheiro–francês), Princípios Teoria Clássica 1916 desenvolvimento da Teoria Clássica. Corrente dos gerais de Teoria Neoclássica 1954 Anatomistas e Fisiologistas da organização. Contribuições: administração Funções do James D. Mooney, Lyndall F. Urwick (1891-1979) e Luther Administrador Gullick. Abordagem de cima para baixo e do todo para as Organização partes. Foco: aumento da eficiência da empresa por meio de Teoria da Burocracia 1909 formal sua organização e da aplicação de princípios gerais de Na burocrática administração em bases científicas. Estrutura Múltipla As idéias de ambos constituem as bases da abordagem: Organização Abordagem Clássica da Administração. formal e informal Administraçã Ênfase nas Teoria Estruturalista 1947 Tarefas Análise intra- o organizacional Científica e Abordagem (Taylor) interorganizac Clássica da ional Administraçã Teoria Ênfase na Organização o Clássica Estrutura Informal (Fayol) Motivação, Teoria das Relações 1932 liderança, humanas comunicações 2.1 – Administração Científica e dinâmica de Taylorismo ou Administração científica é o modelo grupo Estilos de de administração desenvolvido por Frederick W. Taylor (1856- Administração 1915). Nas Teoria das 2.1.1 - Princípios da Administração Científica Teoria do Pessoas Decisões Comportamento 1957 Integração dos São quatro os princípios científicos fundamentais Organizacional estabelecidos para a administração das empresas, que tinham objetivos organizacionai por objetivo resolver os problemas resultantes das relações s e individuais entre os operários. Mudança À gerência cabia o planejamento e ao operário Teoria do organizacional apenas a execução das ordens e tarefas que lhe eram Desenvolvimento 1962 planejada Organizacional Abordagem de determinadas. sistema aberto a) Princípio do Planejamento – substituição do Análise intra- critério individual do operário - improvisação e o empirismo - organizacional por métodos planejados e testados (Organização Racional e análise do Trabalho - ORT); Teoria dos Sistemas 1951 ambiental Abordagem de b) Princípio da Preparação dos Trabalhadores – No sistema aberto seleção científica dos trabalhadores de acordo com suas Ambiente Análise aptidões, prepará-los e treiná-los para produzirem mais e ambiental melhor, de acordo com o método planejado, e em preparar (imperativo máquinas e equipamentos em um arranjo físico e disposição Teoria da Contingência 1972 ambiental) racional (estudo das tarefas / tempos e movimentos); Abordagem do sistema aberto c) Princípio do Controle – controle do trabalho para Administração se certificar de que está sendo executado de acordo com o Na da tecnologia método estabelecido e segundo o plano de produção; Teoria da Contingência Tecnologia (imperativo d) Princípio da Execução – distribuição distinta das tecnológico) atribuições e das responsabilidades para que a execução do Caos e complexidade trabalho seja o mais disciplinado possível. Na Aprendizagem Competiti- Novas Abordagens 1990 Organizacional 2.2 – Teoria Clássica vidade Capital A Teoria Clássica da Administração foi idealizada por Intelectual Henri Fayol (França). Caracteriza-se pela ênfase na 2. Abordagens clássica, humanista e estrutura organizacional, pela visão do Homem Econômico e organizacional. pela busca da máxima eficiência. Abordagem Clássica da Administração Essa escola de pensamento administrativo sofreu Contexto: Século XX críticas como a manipulação dos trabalhadores através dos Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 1
  • 2. incentivos materiais e salariais e a excessiva unidade de Ambas tinham o mesmo objetivo: maior comando e responsabilidade. produtividade do trabalho e a busca da eficiência nas Fayol salienta que toda empresa apresenta seis organizações. funções, a saber: A conseqüência destas Teorias foi uma redução no 1 – Funções Técnicas: relacionadas com a produção custo dos bens manufaturados e, o mais significativo foi o fato de bens e serviços da empresa; de que tornaram possível o aumento dos salários, ao mesmo 2 – Funções Comerciais: relacionadas com a compra, tempo em que reduziram o custo total dos produtos. venda, permutação; 2.3 Abordagem Humanística da Administração 3 - Funções Financeiras; relacionadas com a procura Ocorre com o aparecimento da Teoria das Relações e gerência de capitais; Humanas (EUA/1930), devido ao desenvolvimento das ciências 4 – Funções de Segurança: relacionadas com a sociais (psicologia do trabalho). proteção e a preservação de bens e das pessoas; 2.3.1 – Teoria das Relações Humanas 5 – Funções Contábeis: relacionadas com o A Teoria das Relações Humanas, ou Escola inventários, registros, balanços, custos e estatísticas; e Humanística da Administração, é um conjunto de teorias 6 – Funções Administrativas: relacionadas com a administrativas que ganharam força com a Grande Depressão integração de cúpula das outras cinco funções. As funções criada na quebra da bolsa de valores de Nova Iorque, em 1929. administrativas coordenam e sincronizam as demais funções da A Escola das Relações Humanas surgiu efetivamente empresa, pairando sempre acima delas. com a Experiência de Hawthorne, realizada em uma fábrica Dessa forma, Fayol define o ato de administrar com o: no bairro que dá nome a pesquisa, em Chicago, EUA. Prever, Organizar, Comandar, Coordenar e Controlar. O médico e sociólogo australiano Elton Mayo, fez Essas funções administrativas envolvem as funções do testes na linha de produção, na busca por variáveis que administrador, e que constituem o chamado processo influenciassem, positiva ou negativamente, na produção. administrativo. Mayo fez estudos sobre a influência da 2.2.1 - Princípios Básicos luminosidade, do trabalho em grupo, da qualidade do Fayol relacionou 14 princípios básicos que podem ser ambiente e descreveu-as afirmando que o cuidado com os estudados de forma complementar aos de Taylor: aspectos sociais era favorável aos empresários. a) Divisão do Trabalho - especialização dos Essas teorias buscaram conhecer as atividades e funcionários desde o topo da hierarquia até os operários da sentimentos dos trabalhadores e estudar a formação de fábrica, assim, favorecendo a eficiência da produção grupos. aumentando a produtividade. O foco mudou e do Homo Economicus o trabalhador b) Autoridade - Autoridade é o direito dos superiores passou a ser visto como Homo Social. darem ordens que teoricamente serão obedecidas. A partir de então começa-se a pensar na Responsabilidade é a contrapartida da autoridade. participação dos funcionários na tomada de decisões e na c) Disciplina - Necessidade de estabelecer regras de disponibilização das informações para eles. conduta e de trabalho válidas pra todos os funcionários. A Novas variáveis são acrescentadas ao modelo da ausência de disciplina gera o caos na organização. administração: d) Unidade de Comando - Um funcionário deve a) a integração social e comportamento social dos receber ordens de apenas um chefe, evitando contra-ordens. empregados; e) Unidade de Direção - O controle único é b) as necessidades psicológicas e sociais e a atenção possibilitado com a aplicação de um plano para grupo de para novas formas de recompensa e sanções não-materiais; atividades com os mesmos objetivos. c) o estudo de grupos informais e da chamada f) Subordinação dos Interesses Individuais (ao organização formal; interesse geral) - Os interesses gerais da organização devem d) o despertar para as relações humanas dentro das prevalecer sobre os interesses individuais. organizações; g) Remuneração - Deve ser suficiente para garantir a e) a ênfase nos aspectos emocionais e não-racionais satisfação dos funcionários e da própria organização. do comportamento das pessoas; h) Centralização (ou Descentralização) - As f) a importância do conteúdo dos cargos e tarefas atividades vitais da organização e sua autoridade devem ser para as pessoas; centralizadas. Além de Mayo, outros teóricos ganharam destaque na i) Linha de Comando (Hierarquia) - Defesa Escola das Relações Humanas: Mary Parker Follet - uma das incondicional da estrutura hierárquica, respeitando à risca precursoras ao analisar os padrões de comportamento e a uma linha de autoridade fixa. importância das relações individuais; e Chester Barnard, j) Ordem - Deve ser mantida em toda organização, que criou a Teoria da Cooperação, sendo um dos primeiros a preservando um lugar pra cada coisa e cada coisa em seu ver o homem como um ser social, dentro do ambiente de lugar. trabalho, e analisar as organizações informais promovidas por l) Eqüidade - A justiça deve prevalecer em toda eles. organização, justificando a lealdade e a devoção de cada As principais críticas a essa escola são de que: funcionário à empresa. Direitos iguais. a) ela apresenta uma visão inadequada dos m) Estabilidade dos Funcionários - Uma problemas de relações industriais - em alguns aspectos a rotatividade alta tem conseqüências negativas sobre experiência de Hawthorne foi insegura e artificial e mesmo desempenho da empresa e o moral dos funcionários. tendenciosa; alguns estudiosos acreditam que a origem esteja A Teoria da Administração Científica estudava a no fato de ser a teoria das relações humanas em produto da empresa privilegiando as tarefas de produção enquanto a ética e do princípio democrático então existente nos Estados Teoria Clássica da Administração a estudava privilegiando a Unidos; estrutura da organização. b) oposição cerrada à teoria clássica - Tudo aquilo que esta preconizava, a teoria das relações humanas negava; Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 2
  • 3. c) limitação no campo experimental e parcialidade nas a) Planejamento: determinação antecipada dos conclusões levaram gradualmente a teoria a um certo objetivos e dos meios para alcançá-los. O estabelecimento dos descrédito; objetivos é o primeiro passo do planejamento. Há uma d) concepção ingênua e romântica do operário - as hierarquia de objetivos para conciliar os objetivos simultâneos pessoas que seguiram demonstraram que nem sempre isto em uma organização, cobrindo objetivos organizacionais, ocorreu; políticas, diretrizes, metas, programas, procedimentos, métodos e) ênfase exagerada nos grupos informais colaborou e normas. Ocorre em três níveis: estratégico, tático e para que esta teoria fosse repensada; operacional; b) Organização: consiste no agrupamento das f) enfoque manipulativo e demagogo descoberto e identificado pelos operários e seus sindicatos; atividades necessárias para realizar o planejado. Quanto à sua abrangência, a organização pode ocorrer em três níveis: nível Devida às críticas, a Teoria das Relações Humanas global (desenho organizacional), nível departamental (desenho passou por uma reestruturação que deu origem a Teoria departamental) e nível das tarefas e operações (desenho de Comportamental. cargos e tarefas); 2.4 Abordagem Neoclássica da Administração c) Direção: orienta e guia o comportamento das 2.4.1 – Teoria Neoclássica pessoas na direção dos objetivos a serem alcançados. É uma atividade de comunicação, motivação e liderança e refere-se a Representa a Teoria Clássica colocada sob nova pessoas. Em sua abrangência, a direção ocorre em três roupagem, dentro de um ecletismo que aproveita as níveis: nível global (direção), nível departamental (gerência) e contribuições de todas as demais teorias administrativas. nível operacional (supervisão). A Teoria Neoclássica (Escola Operacional ou do d) Controle: busca assegurar se o planejado, Processo Administrativo) surgiu com o crescimento organizado e dirigido cumpriu os objetivos pretendidos. O exagerado das organizações (dilema sobre centralização controle é constituído por quatro fases: estabelecimento de versus descentralização) e considera a Administração uma padrões, observação do desempenho, comparação do técnica social básica (necessidade do administrador conhecer, desempenho com o padrão estabelecido e ação corretiva além dos aspectos técnicos e específicos de seu trabalho, para eliminar os desvios. Em sua abrangência, o controle pode aspectos relacionados à direção de pessoas dentro das ocorrer em três níveis: estratégico, tático e operacional. organizações) No conjunto, elas formam o processo administrativo. 2.4.1.1 - Princípios básicos da organização A organização formal consiste em um conjunto de 2.5 Abordagem Estruturalista da Administração posições funcionais hierárquicas orientadas para o objetivo 2.5.1 – Teoria da Burocracia econômico de produzir bens ou serviços. Os princípios A teoria da burocracia foi formalizada por Max Weber fundamentais da organização formal são: que, partindo da premissa de que o traço mais relevante da a) Divisão do trabalho. sociedade ocidental, no século XX, era o agrupamento social b) Especialização. em organizações, procurou fazer um mapeamento de como c) Hierarquia. se estabelece o poder nessas entidades. d) Amplitude administrativa Construiu um modelo ideal, no qual as organizações são caracterizadas por cargos formalmente bem definidos, Possui as seguintes características: ordem hierárquica com linhas de autoridade e a) Ênfase na prática da administração: desenvolvem responsabilidades bem delimitadas. seus conceitos de forma prática e utilizável, visando à ação Assim, Weber cunhou a expressão burocrática para administrativa. A teoria somente tem valor quando representar esse tipo ideal de organização, porém ao fazê-lo, operacionalizada na prática; não estava pensando se o fenômeno burocrático era bom ou b) Reafirmação dos postulados clássicos: a estrutura mau. Weber descreve a organização dos sistemas sociais ou de organização do tipo linear, funcional e linha staff, as burocracia, num sentido que vai além do significado pejorativo relações de linha e assessoria, o problema da autoridade e que por vezes tem. Burocracia é a organização eficiente por responsabilidade, a departamentalização e toda uma avalanche excelência. E para conseguir essa eficiência, a burocracia de conceitos clássicos são realinhados dentro da nova precisa detalhar antecipadamente e minuciosamente como as abordagem neoclássica; coisas deverão ser feitas, mas acaba se esquecendo dos aspectos variáveis que se devem ser considerados, o que na sua c) Ênfase nos princípios gerais de administração: negligencia acaba trazendo diversas disfunções na realização de baseia-se na utilização de princípios gerais de como planejar, ações especificas. organizar, dirigir, controlar . 2.5.1.1 - Princípios Fundamentais: d) Ênfase nos objetivos e nos resultados: toda organização existe para alcançar objetivos e produzir a) Formalização: existem regras definidas e protegidas resultados. É em função dos objetivos e resultados que a da alteração arbitrária ao serem formalizadas por escrito; organização deve ser dimensionada, estruturada e b) Divisão do trabalho: cada elemento do grupo tem orientada. uma função específica, de forma a evitar conflitos na e) Ecletismo nos conceitos: absorve o conteúdo de atribuição de competências; outras teorias administrativas mais recentes.; c) Hierarquia: o sistema está organizado em f) Ênfase na departamentalização: de acordo com as pirâmide, sendo as funções subalternas controladas pelas necessidades internas e externas, a organização pode ser funções de chefia, de forma a permitir a coesão do estruturada seguindo uma especialização vertical (maior funcionamento do sistema; número de níveis hierárquicos) ou uma especialização d) Impessoalidade: as pessoas, enquanto elementos horizontal (= departamentalização) da organização, limitam-se a cumprir as suas tarefas, Os neoclássicos focalizam os fatores de podendo sempre ser substituídas por outras - o sistema, descentralização e as vantagens e desvantagens da como está formalizado, funcionará tanto com uma pessoa como centralização. com outra; Enfatiza as quatro funções do administrador: Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 3
  • 4. e) Competência técnica e Meritocracia: a escolha 2.6 Abordagem Comportamental da Administração dos funcionários e cargos depende exclusivamente do seu 2.6.1 – Teoria Comportamental (Behaviorista) mérito e capacidades - havendo necessidade da existência ( Behavioral Sciences Aproach ) de formas de avaliação objetivas. Conceituação f) Separação entre propriedade e administração: os A abordagem comportamental da ciência burocratas limitam-se a administrar os meios de produção - administrativa propõe o abandono de posições normativas e não os possuem. descritivas e a adoção de uma posição humanística e g) Profissionalização dos funcionários. descritiva, mantida portanto, a ênfase nas pessoas. h) Completa previsibilidade do funcionamento: Esta abordagem diferencia-se da apresentada por todos os funcionários deverão comportar-se de acordo com as Jonh B. Watson, que trabalhou o enfoque individual através da normas e regulamentos da organização a fim de que esta realização de experimentos em laboratório, analisando: atinja a máxima eficiência possível. • aprendizagem 2.5.1.2 - Disfunções da Burocracia: • estímulo e reações a) Internalização das regras: passam de "meios para • hábitos os fins", ou seja, às regras são dadas mais importância do • etc. que às metas. O método de Watson evoluiu para a análise b) Excesso de Formalismo e papelatório: torna os comportamental de grupos, utilizada por Kurt Lewin na processos mais lentos. chamada Psicologia Social ( Teoria das Relações Humanas ) e a seguir para a Psicologia Organizacional em um sentido amplo, c) Resistências às Mudanças. ainda que não desconsiderando os pequenos grupos sociais. d) Despersonalização: os funcionários se conhecem Desta forma, a Psicologia Organizacional contribuiu pelos cargos que ocupam. decisivamente para o surgimento de uma teoria administrativa e) Categorização como base no processo decisorial: mais democrática e humanística, a Teoria Comportamental o que tem um cargo maior toma decisões, independentemente da Administração. do que conhece sobre o assunto. • O maior expoente behaviorista foi Herbert f) Superconformidade as rotinas: Traz muita Alexander Simon (prêmio nobel de economia - 1978 ), seguido dificuldade de inovação e crescimento. por: g) Exibição de poderes de autoridade e pouca • Chester Barnard comunicação dentro da empresa. • Douglas McGregor h) Dificuldade com os clientes: o funcionário está • Rensis Liker voltado para o interior da organização, torna difícil realizar as necessidades dos clientes tendo que seguir as normas internas. • Chris Argyris No campo da Motivação Humana, destacaram-se, i) A Burocracia não leva em conta a organização principalmente: informal e nem a variabilidade humana. • Abraham Maslow 2.5.2 – Teoria Estruturalista • Frederik Herzberg A Teoria Estruturalista surgiu por volta da década de • David McClelland 50, como um desdobramento dos autores voltados para a Teoria da Burocracia, que tentaram conciliar as teses Origens propostas pela Teoria Clássica e pela Teoria das Relações Os defensores do behaviorismo atacavam Humanas. Representa uma visão crítica da organização formal. duramente a Teoria Clássica, em função de seu excessivo Os autores estruturalistas procuram inter-relacionar mecanicismo, argumentando que o homem deveria pensar e as organizações com o seu ambiente externo, que é a criar mais. sociedade maior, ou seja, a sociedade de organizações, Os seguidores de Simon também criticavam a caracterizada pela interdependência entre as organizações. Teoria das Relações Humanas, pela sua ingenuidade, Inaugura os estudos acerca dos ambientes dentro do sugerindo que a liberdade fosse complementada com mais conceito de que a organização é um sistema aberto e em responsabilidade. constante interação com o seu meio ambiente. Quanto à teoria burocrática, os comportamentalistas Enquanto a Teoria Clássica caracteriza o Homo discordavam do modelo de máquina adotado como metáfora Economicus e a Teoria das Relações Humanas o Homem explicativa da organização. Social, a Teoria Estruturalista focaliza o Homem Em 1947, surge nos EUA, o livro O Comportamento Organizacional, desempenhando diferentes papéis em várias Administrativo, de Simon, alcançando enorme repercução, ao organizações, e apresentando as seguintes características de opor-se totalmente à Teoria Clássica, aceitando alguns personalidade: flexibilidade, tolerâncias às frustrações, princípios da Teoria das Relações Humanas. O livro também capacidade de adiar recompensas e permanente desejo de encaminha o surgimento da Teoria da Decisão. realização. Sendo assim, pode-se dizer que o behaviorismo reescalona as abordagens anteriores, incrementando-as e Para estudar as organizações, os estruturalistas diversificando-as largamente. adotam uma abordagem múltipla, envolvendo: A motivação Humana 1 – A organização formal e a informal; Comportamentos como a passividade ou a recusa de 2 – as recompensas salariais e materiais, e as responsabilidade são sintomas de uma doença denominada recompensas sociais e simbólicas; Insatisfação das Necessidades Egoísticas. 3 – todos os diferentes níveis hierárquicos de uma Dessa forma, o homem frustrado está tão doente organização; quanto o homem desnutrido. Deve, portanto a organização, preocupar-se não 4 – todos os diferentes tipos de organizações; e somente com a satisfação das necessidades básicas dos seus 5 – a análise intra-organizacional e a análise empregados, visto que aquele que não tenha a oportunidade de interorganizacional. Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 4
  • 5. interagir e obter valorização profissional, poderá mostrar-se bloqueiam a satisfação, o que os caracteriza como Fatores insatisfeito, ainda que disponha de excelente remuneração. Satisfacientes. Teoria da Hierarquia das Necessidades de Maslow Em suma, os pressupostos de Herzberg são: Segundo Abraham Maslow, a satisfação de cada Relação Inexistente : nível é pré-requisito para que o nível seguinte influa no Os Fatores Satisfacientes não levam à situação inversa comportamento, o que coloca o comportamento em constante daquela determinada pelos Fatores Insatisfacientes e vice-versa. dinâmica, já que pode num momento, ser guiado por exemplo, Herzberg propõe o enriquecimento de tarefas como pela necessidade de auto-realização ( caso de um elemento para se alcançar a satisfação no cargo. Este mestrando/doutorando ) e no momento seguinte, pela enriquecimento pode ser tanto vertical ( aumento do grau necessidade de afetividade/amor ( supondo-se que o mesmo de dificuldade do trabalho ) ou lateral ( diversificação de indivíduo tenha sofrido uma perda de um relacionamento atribuições ). pessoal, um divórcio, por exemplo ). Cabem críticas quanto à tensão gerada pelo efeito A escalada da pirâmide, não depende apenas de vertical e ao possível sentimento de exploração que pode surgir condições oferecidas, mas também das circunstâncias de vida do efeito lateral. de cada pessoa. Contudo, o sucesso na implementação de ações dessa Por exemplo, durante muito tempo, a mulher foi natureza dependerá das particularidades de cada organização e pressionada pela sociedade no sentido de que reprimisse suas das pessoas que dela fizerem parte. aspirações profissionais de auto-realização, a fim de dedicar-se Os estudos de Herzberg, a exemplo de Maslow, a quem à criação de seus filhos, o que já não se verifica hoje. suas idéias vão totalmente ao encontro, também não obtiveram As necessidades atuam sempre em conjunto, comprovação, ainda que tenham sido de grande valia para o prevalecendo a mais elevada, desde que as inferiores desenvolvimento de técnicas para a administração estejam satisfeitas. Assim, uma reação comportamental é um comportamental. canal através do qual várias necessidades fundamentais podem ser expressas ou satisfeitas conjuntamente. Abordagem de McClelland Portanto, qualquer indício de frustração é uma David McClelland, através da Teoria da Motivação ameaça psicológica, o que produz reações gerais de emergência pelo Êxito e/ou Medo, destaca três motivos (necessidades) no comportamento humano. que orientam a dinâmica do comportamento humano, como Maslow ampliou sua teoria, sugerindo que a está demonstrado na tabela a seguir. organização assumisse a construção de uma ponte entre Tabela 1 – Teoria da Motivação pelo Êxito e/ou as necessidades básicas e de auto-realização dos pelo Medo (McClelland) indivíduos. Apesar de não ter sido comprovada cientificamente, a teoria de Maslow, devido à eficiente estruturação de suas Necessidade Meio de Satisfação idéias, foi aceita como de grande contribuição para a evolução das técnicas administrativas. Como pontos criticáveis, pode-se citar: Realização - competir como forma de auto-avaliação o a difícil articulação operacional para o gerenciamento das necessidades básicas. Afiliação - relacionar-se cordial e afetuosamente o a impossibilidade da padronização do comportamento humano. Poder - exercer influência Teoria dos Dois Fatores de Herzberg Frederick Herzberg, psicólogo, consultor e professor universitário americano, como base de sua teoria, afirma que o Esta teoria sustenta que diferentes indivíduos tem comportamento humano no trabalho é orientado por dois diferentes níveis de cada motivo, mas nunca a grupos de fatores, a saber: Os Higiênicos e os inexistência de qualquer deles, em especial o da Motivacionais. realização (motivação pelo êxito), aprendido inicialmente na Fatores Higiênicos (extrínsecos) são aqueles infância. definidos pelo contexto que envolve o empregado e que Esses motivos têm relação íntima à resolução de fogem ao seu controle. São exemplos deles: problemas. Sendo assim, quando o indivíduo obtém sucesso, o Salários e Benefícios utilizando-se de determinado meio (motivo), tenderá a repetí-lo o Tipo de Chefia para a solução de outros problemas, o que caracterizará o estilo o Políticas e Diretrizes Organizacionais da pessoa. O pensamento anterior considerava o trabalho como A teoria de McClelland equivale aos níveis mais algo desagradável, demandando estímulos materiais (positivos) elevados da hierarquia de Maslow e se aproxima dos fatores para a sua realização ou, por outro lado, punições (negativos) motivacionais de Herzberg e, a exemplo deles, também não teve pela não-realização. seus pressupostos comprovados científicamente. Contudo, quando os fatores higiênicos são ótimos, McClelland obteve, no entanto, reconhecimento, à apenas evitam a insatisfação, não elevando a satisfação medida que suas idéias têm auxiliado largamente para a ou, se a elevam, não a mantém continuadamente. Por outro definição de Clima Organizacional (Escala para Avaliação do lado, quando são péssimos, provocam a insatisfação. Clima Organizacional), como sendo um fator que aumenta a Devido a isso, são caracterizados como Fatores eficácia da entidade, na proporção em que contribui para o Insatisfacientes. alinhamento dos interesses individuais aos da Fatores Motivacionais (intrínsecos) são aqueles organização. relacionados ao cargo e a natureza da tarefa desempenhada, Estilos Administrativos sendo portanto, controlável pelo indivíduo e que devem levar TEORIA X e Y ao reconhecimento e à valorização profissional, culminando ( Douglas McGregor) com a auto-realização. Como parte das teorias administrativas, a teoria Estes fatores (profundos e estáveis), quando comportamental procura demostrar uma variedade de ótimos, levam à satisfação, mas quando precários, estilos administrativos utilizados nas organizações; o comportamento das pessoas têm relação direitas com as convicções e estilos utilizados pelos administradores . As Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 5
  • 6. teorias X e Y, apresentam certas convicções sobre a maneira administrativo segundo a teoria Y, baseia-se em uma serie pela qual as pessoas se comportam dentro das organizações. de medidas inovadoras e humanistas, dentre das quais TEORIA X salienta as seguintes: A teoria X caracteriza-se por ter um estilo • Descentralização das decisões de autocrático que pretende que as pessoas fazerem responsabilidade. exatamente aquilo que a organização pretende que elas façam, do jeito similar que a Administração Científica de • Ampliação do cargo para maior significado do trabalho. Taylor, a Clássica de Fayol e a Burocrática de Weber. As convicções sobre o comportamento humano são as seguintes: • Participação nas decisões mais altas e administração consultiva. • O homem é indolente e preguiçoso por natureza. • Auto-avaliação do desempenho. McGregor classifica aos incentivos ou recompensas • Não gosta de assumir responsabilidade e em diversas categorias: prefere ser dirigido. • O homem é fundamentalmente egocêntrico e • Os incentivos extrínsecos – ligados ao ambiente, ralação comportamento com trabalho. seus objetivos pessoais opõem-se, em geral, aos objetivos da organização. • Os incentivos intrínsecos – Inerentes à próprias natureza da tarefa – realização do indivíduo em o • Persiste-se a mudanças. desempenho de seu trabalho. • A sua dependência o torna incapaz de A estratégia proposta por McGregor é a Administração autocontrole e disciplina. deve criar condições tais que os membros da organização, em A Administração segundo a teoria X, caracteriza- todos os níveis, possam melhor alcançar seus próprios se pelos seguintes aspetos: objetivos, dirigindo seus esforços para os objetivos da • Responsabilidade pelos recursos da empresa organização. (organização). • Processo de dirigir os esforços das pessoas TEORIA Z (controle das ações para modificar o seu comportamento) (William Ouchi) Nesta teoria, Ouchi apresenta um conjunto de idéias, • Políticas de persuasão, recompensas e experiências e princípios extraídos do estilo japonês de punição (suas atividades são dirigidas em função dos objetivos administração. O conteúdo da teoria Z, baseia-se no sistema e necessidades da empresa). trabalhista do Japão, concentrado em três instituições • Remuneração como um meio de recompensa. tradicionais e milenárias, a saber: TEORIA Y • Emprego vitalício. O Japonês ingressa no Ë a moderna concepção de Administração, se emprego logo após seus estudos e tende a nele permanecer a baseia na eliminação de preconceitos sobre a natureza vida toda (emprego estável). humana, seus principais aspetos são: • Remuneração por antigüidade. São • O homem meio não tem desprazer inerente remunerações anuais constituídas de gratificações concedidas em trabalhar a aplicação do esforço físico ou mental, em seu duas ou três vezes por ano e que guarda certa relação com o trabalho é tão natural quanto jogar e descansar. desenvolvimento econômico da empresa • As pessoas não são resistentes as • Sindicato por empresa. O sindicalismo por necessidades da empresa. empresa é o caminho que os trabalhadores japoneses • As pessoas têm motivação básica e padrões escolheram para responder ás necessidades da situação de comportamento adequados e capacidades para assumir trabalhista pós-guerra, a relação japonesa entre patrão e responsabiliades. empregado, particularmente com o sistema de antigüidade, é o • Ele não só aceita responsabilidades, também apoio mais importante para este sindicalismo por empresa no as procura. Japão. A formação do sindicato estabelece uma relação tal que • As capacidades de imaginação e de favorece a aplicação de uma política sindical coordenada com a criatividade na solução de problemas é distribuída entre as política de negócios da empresa, instituindo uma convergência pessoas. de objetivos. A teoria Y, desenvolve um estilo altamente Ouchi, fez uma conclusão da sua teoria á qual deu o democrático através do qual administrar é um processo de nome de Sociedade M, nela manifesta que para ser bem criar oportunidades e proporcionar orientação quanto a sucedido, é indispensável um balanceamento entre o objetivos. trabalho de equipe e os esforços individuais. Para ilustrar A administração se caracteriza pelos seguintes esse ponto apresenta três tipos de organizações: aspetos: o A estrutura Forma U. (Unificada). A empresa é uma identidade, e a estrutura é funcional; a • é responsabilidade da Administração organização é descentralizada. proporcionar condições para que as pessoas reconheçam e desenvolvam características como motivação, potencial de o A estrutura Forma H (Holding). Na organização as unidades operacionais estão em atividades não desenvolvimento, responsabilidade. correlatas. Cada companhia procura maximizar seus • Criar condições organizacionais e métodos de rendimentos sem preocupações com a coordenação e operações por meio dos quais possam atingir seus objetivos colaboração com outras unidades. pessoais e dirigir seus esforços em direção dos objetivos da o A estrutura Forma M (Multidivisional). As empresa. operações são descentralizadas e as iniciativas individuais A teoria X, apregoa um estilo administrativo de encorajadas. fiscalização e controle rígido, o qual limita as capacidades Sociedade M, é a busca de um consenso entre os de participação e desenvolvimento de habilidades das pessoas, diversos setores que atuam na economia de um pais, em lugar somente considera ao salário como o único estímulo. Estas de um sistema de planejamento altamente especializado; que considerações tem causado que não se utilizem todas as tenha espaço para a livre iniciativa em um regime de livre capacidades das pessoas, segundo a teoria Y, a Administração concorrência e a possibilidade de se desenvolver um verdadeiro deve liberar potenciais rumo ao autodesenvolvimento. O estilo Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 6
  • 7. trabalho em equipe entre as pessoas de setores concorrente ou desenvolvimento e o potencial do indivíduo, as organizações complementares, entre estas e a comunidade financeira ou podem contribuir em grão forma para sua melhoria. entre toda a comunidade empresarial e o governo. A responsabilidade pela integração de objetivos Segundo o critério de alguns autores a teoria Z organizacionais e pessoais recai sobre a alta proporciona a base para todo programa de administração administração. A interdependência entre as necessidades do orientado para os recursos humanos. Assim a teoria de Ouchi indivíduo e da organização é imensa, seus objetivos estão requer os seguintes citados: unidos, em ambas partes devem contribuir mutuamente para o • Um claro sentido dos propósitos e balance de seus respectivos objetivos. crenças. Os chefes e líderes da organização devem ter Processo Decisorial habilidades de bem comunicar, para que todos compreendam A Teoria da Decisões nasceu com Herbert Simon, seu papel. (Consenso). que a utilizou como base para explicar o comportamento humano nas organizações. • Um compromisso geral com a excelência. Na Teoria Comportamental e organização é Que todas as fraquezas sejam examinadas e corrigidas. Os concebida como um sistema de decisões. Neste sistema, padrões definidos de excelência devem ser continuamente cada pessoa toma decisões de forma racional e consciente, medidos e refinados. as quais vão gerar comportamentos ou ações. Assim, as • Uma clara estratégia de negócios. decisões são tomadas continuamente em todos os níveis Proporcionar a racionalidade através da qual ela possa alcançar hierárquicos da organização, em todas as áreas, em todas as seus objetivos e sobreviver. situações e por todas as pessoas. • Uma equipe forte voltada para a solução A Teoria Behaviorista tem uma visão de homem de problemas: Criação de uma mentalidade grupal orientada diferente daquela enfocada pela Teoria Clássica (homem para a solução de problemas. econômico) e pela Teoria das Relações Humanas (homem • Uma estrutura de trabalho e de social). Para os comportamentalistas, o homem é visto como informação: a maneira pela qual o trabalho está organizado homem administrativo, por ser um tomador de decisões deve ser analisado detidamente e questionada. racionais. Nesta concepção, os trabalhadores opinam, decidem e colaboram para a solução de problemas. • Um conjunto de recompensas Toda a decisão envolve a percepção da situação e significativas. Combinação de objetivos organizacionais com o raciocínio. Isto é fundamental para a compreensão do objetivos individuais. As pessoas necessitam sentir que estão comportamento humano nas organizações: o que uma pessoa trabalhando forte para atingir objetivos organizacionais, mas aprecia e deseja influencia aquilo que vê e interpreta, assim que também encontram satisfação quanto aos seus objetivos como o que vê e interpreta influencia o que aprecia e deseja. individuais. Assim, a pessoa decide em função de sua percepção da CONFLITO ENTRE OBJETIVOS ORGANIZACIONAIS situação. E INDIVIDUAIS Teoria Das Decisões Neste ponto os behavioristas indicam que o conflito Decisão: é o processo de análise e escolha entre entre os objetivos que as organizações que individualmente várias alternativas disponíveis, do curso de ação que a cada participante pretende alcançar, nem sempre se deram pessoa deverá seguir. muito bem. Toda a decisão envolve seis elementos: 1) Tomador de Os autores behavioristas tem feito distinções entre decisão; 2) Objetivos; 3) Preferências; 4) Estratégias; 5) problema, dilema, e conflito. Situação e 6) Resultado. Um problema envolve uma dificuldade que pode Decisão racional: ocorre quando na alternativa ser solucionada dentro de um quadro de referência escolhida, os meios são apropriados para alcançar um formulado pela organização, pelos precedentes utilizados, determinado fim. pela solução ou pela aplicação de diretrizes existentes; um Etapas do Processo Decisorial : dilema não é susceptível de solução dentro das suposições 1. Percepção da situação contidas explicita ou implicitamente em sua 2. Análise e definição do problema apresentação, ele requer reformulação e inovação na sua 3. Definição dos objetivos abordagem; um conflito significa um colapso nos 4. Procura de alternativas de solução mecanismos decisórios normais, em virtude do qual um 5. Avaliação e comparação dessas alternativas indivíduo ou grupo experimenta dificuldades na escolha 6. Escolha da alternativa mais adequada de uma alternativa de ação. 7. Implementação da alternativa escolhida Existe o conflito quando um indivíduo ou grupo se Decorrências da Teoria das Decisões: defronta com um problema de decisão entre duas alternativas incompatíveis entre si ou adota uma e se contrapõe outra ou • Racionalidade limitada: o tomador de vice-versa. decisões conhece apenas parte das informações acerca da Segundo Cris Argyris, a estrutura, a liderança situação. Faz pressuposições. Toma decisões com base nos diretiva e os regulamentos e controles administrativos fatos que conhece. existentes nas organizaçòes são inadequadas para os • Imperfeição nas decisões: não existem indivíduos maduros, pelo qual, pode existir um conflito entre decisões perfeita: apenas umas são melhores que as outras indivíduo e organização. Os princípios de organização formal quanto ao resultado que acarretam. fazem exigências aos indivíduos qual as compõem. • Relatividade nas decisões: toda a decisão é Algumas dessas exigências são incongruentes com até certo ponto uma acomodação; jamais permite a realização as necessidades dos indivíduos, daí surgindo a frustração, completa ou perfeita dos objetivos, representa a melhor solução o conflito, o malogro e a curta perspectiva temporal como encontrada naquela circunstância. A decisão nunca é ótima, resultantes previstos dessas incongruências. Embora; é apenas satisfatória. perfeitamente possível a integração das necessidades • Hierarquização das decisões: Os objetivos individuais de auto-expressão com os requisitos de produção de visados pelas ações das pessoas obedecem a uma hierarquia, uma organização; as organizações que apresentam um alto na qual um nível qualquer é um fim em relação ao nível mais grau de integração entre objetivos individuais e organizacionais, baixo e um meio em relação aos de ordem maior. são mais produtivos do que as outras e; ao invés de reprimir o • Racionalidade administrativa: o comportamento dos indivíduos nas organizações é planejado e Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 7
  • 8. orientado no sentido de atingir objetivos previamente definidos. proporcionar incentivos em qualidade bastante para Este processo administrativo é um processo decisório pois induzirem os participantes à prestação de contribuições. requer o estabelecimento de rotinas e cursos de ação. Tipos de participantes • Influência organizacional: a organização Os participantes da organização são todos retira dos participantes a capacidade de decidir aqueles que dela recebem incentivos e que trazem independentemente sobre certos assuntos e a substitui por um contribuições para sua existência. processo decisório próprio e previamente estabelecido. A Existem cinco classes de participantes: organização decide pelo indivíduo acerca de: divisão de tarefas; empregados, investidores, fornecedores, distribuidores e padrões de desempenho; sistema de autoridade; canais de consumidores. Nem todos os participantes atuam dentro da comunicação e treinamento e doutrinação. organização, mas todos eles mantém uma relação de Característica do Processo Decisório: reciprocidade com ela. Teoria da aceitação da autoridade • O tomador de decisões evita a incerteza e Autoridade: é um fenômeno psicológico, através do segue as regras padronizadas para as decisões; qual as pessoas aceitam as ordens e decisões dos • Ele mantém as regras e as redefine superiores, sob certas condições (Barnard). Assim, a somente quando sob pressão; autoridade depende, não do superior, mas da decisão do • Quando o ambiente muda subitamente e subordinado de aceitá-la ou não. novos dados se apresentam para o processo decisório, a Pressupostos da teoria da aceitação da autoridade: organização é lenta no ajustamento. Ela tenta utilizar o Um subordinado somente aceita uma ordem como modelo atual de para lidar com condições modificadas. autoritária quando quatro condições ocorrem Comportamento Organizacional simultaneamente: Comportamento organizacional é o estudo do 1 - quando o subordinado pode entender ou funcionamento e da dinâmica das organizações e como os compreender a ordem; grupos e os indivíduos se comportam dentro delas. 2 - quando não a julga incompatível com os A organização é um sistema cooperativo racional objetivos da organização; (cooperativo = porque envolve a coordenação dos esforços das 3 - quando não a julga incompatível com seus pessoas; racional = divisão de tarefas e hierarquia). objetivos pessoais; A organização tem expectativas em relação às 4 - quando é mental e fisicamente capaz de pessoas e vice-versa. A organização espera alcançar seus cumpri-la. objetivos através das ações das pessoas na realização de Desse novo conceito de autoridade decorre a enorme tarefas. As pessoas esperam alcançar seus objetivos importância das comunicações, pois se elas não forem pessoais e satisfazer suas necessidades através da entendidas não gerarão autoridade. organização. Estabelece-se, assim, uma interação entre a Motivação e liderança organização e as pessoas, a qual é chamada de processo de Para se compreender o comportamento humano, é reciprocidade. fundamental o conhecimento da motivação humana. Teoria do Equilíbrio Organizacional De um modo genérico, motivo é a força ou impulso Conceitos básicos desta teoria: que leva a pessoa a agir de determinada maneira, isto é, dá • Incentivos ou alicientes: são os origem a um comportamento específico. "pagamentos" que a organização faz aos seus participantes (p. Esse impulso à ação pode ser provocado por um ex.: salários, benefícios, prêmios de produção, elogios, estímulo externo (provindo do ambiente) ou pode ser gerado promoções, reconhecimento, etc.) internamente nos processos mentais do indivíduo. • Utilidade dos incentivos: cada incentivo Nesse aspecto, a motivação está relacionada com o possui determinado valor de utilidade que varia de um sistema de cognição do indivíduo. indivíduo para outro. Cognição (ou conhecimento) representa o que as • Contribuições: são os "pagamentos" que pessoas sabem a respeito de si mesmas e do ambiente a seu cada participante efetua à organização (p. ex.: trabalho, redor. dedicação, esforço, assiduidade, pontualidade, lealdade, O sistema cognitivo de cada pessoa inclui seus reconhecimento, etc.) valores pessoais e é profundamente influenciado pelo • Utilidade das contribuições: é o valor que o ambiente físico e social, por sua estrutura fisiológica, esforço de cada indivíduo tem para a organização, a fim de que processos fisiológicos e por suas necessidades e experiências esta alcance seus objetivos. anteriores. Postulados básicos desta teoria: O modelo de comportamento humano proposto por • Uma organização é um sistema de Lewin é representado esquematicamente pela equação: comportamentos sociais inter-relacionados de numerosas c = f (P, M) pessoas, que são os participantes da organização; em que o comportamento (C) é resultado ou função (f) da interação entre a pessoa (P) e o seu meio ambiente (M) • Cada participante e cada grupo de ou situação. participantes recebe incentivos (recompensas) em troca dos quais faz contribuições à organização; A pessoa (P),nessa equação, é determinada pelas características de personalidade em interação com o meio (M). • Todo o participante manterá sua A motivação representa a ação de forças ativas e participação na organização enquanto os incentivos que impulsionadoras: as necessidades humanas. lhe são oferecidos forem iguais ou maiores do que as As pessoas são diferentes entre si no que tange à contribuições que lhe são exigidos; motivação. • As contribuições trazidas pelos vários grupos As necessidades humanas motivadoras do de participantes constituem a fonte na qual a organização se comportamento humano produzem padrões de comportamento supre e se alimenta dos incentivos que oferece aos que variam de indivíduo para indivíduo. participantes; São três as suposições relacionadas entre si para • A organização continuará existindo explicar o comportamento humano: somente enquanto as contribuições forem suficientes para Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 8
  • 9. 1. O comportamento humano é causado. Existe uma Caso não encontre saída normal, a tensão represada causalidade do comportamento. Tanto a hereditariedade no organismo procura um meio indireto de saída, seja por via quanto o meio ambiente influem decisivamente sobre o social (agressividade, descontentamento, tensão emocional, comportamento das pessoas. O comportamento é causado por apatia, indiferença etc.), seja por via fisiológica (tensão estímulos internos e externos. nervosa, insônia, repercussões cardíacas ou digestivas, entre 2. O comportamento humano é motivado. Há uma outras). finalidade em todo comportamento humano. O comportamento É o que chamamos de frustração. A tensão não é não é causal nem aleatório, mas orientado e dirigido para descarregada e permanece no organismo, provocando algum objetivo. certos sintomas psicológicos, fisiológicos ou sociais. 3. O comportamento humano é orientado para Outras vezes, a necessidade não é satisfeita nem objetivos pessoais. Subjacente a todo comportamento, existe frustrada, mas transferida ou compensada. sempre um impulso, desejo, necessidade, tendência, expressões A transferência ou compensação ocorre quando a que servem para designar os motivos do comportamento. satisfação de uma outra necessidade serve para reduzir ou Ciclo motivacional aplacar a intensidade de uma necessidade que não pode ser O comportamento humano pode ser explicado por satisfeita. meio do ciclo motivacional,ou seja, o processo pelo qual as Os dois modelos de motivação humana - o de necessidades condicionam o comportamento humano, levando- Maslow, que se baseia na estrutura hierárquica e uniforme o a algum estado de resolução. das necessidades humanas, e o de Herzberg, que se As necessidades ou motivos não são estáticos; ao fundamenta em duas classes de fatores estáveis e contrário, são forças dinâmicas e persistentes que provocam permanentes - presumem implicitamente existir sempre comportamento. "uma melhor maneira" de motivar, válida para todas as A necessidade, ao surgir, rompe o equilíbrio do pessoas e para todas as situações. A evidência, contudo, tem organismo, causando um estado de tensão, insatisfação, demonstrado que diferentes pessoas reagem diferentemente de desconforto e desequilíbrio. acordo com a situação. Uma teoria da motivação para ser válida Esse estado leva o indivíduo ao comportamento ou precisaria levar em conta essas contingências. ação capaz de descarregar a tensão ou de livrá-lo do Dentro desse filão, Vroom desenvolveu uma teoria da desconforto e do desequilíbrio. Se o comportamento for eficaz, o motivação que rejeita noções preconcebidas e reconhece tanto indivíduo encontrará a satisfação da necessidade e, em as diferenças individuais das pessoas quanto as diferentes conseqüência, a descarga da tensão provocada por ela. situações nas quais elas podem se encontrar. Satisfeita a necessidade, o organismo volta ao estado Forças básicas da motivação para produzir de equilíbrio anterior e à sua forma normal de ajustamento ao Vroom preocupa-se com a motivação para produzir, ambiente. aspecto em que se aproxima levemente de Herzberg. Para ele, a motivação para produzir determina o nível de produtividade individual e depende de três forças básicas que atuam dentro de cada pessoa: 1. Expectativas: os objetivos individuais e a força de atingir tais objetivos. Os objetivos individuais são variados e podem incluir,por exemplo: dinheiro, segurança no cargo, aceitação social e reconhecimento, ou uma infinidade de combinações de objetivos que cada pessoa tenta satisfazer simultaneamente. 2. Recompensas: a relação percebida entre a produtividade e o alcance dos objetivos industriais. Se uma pessoa tem por objetivo pessoal obter um salário melhor e trabalha na base da remuneração por produção, poderá ter uma forte motivação para produzir mais. Se sua necessidade de aceitação social pelos outros colegas de grupo é mais importante, porém, ela poderá produzir abaixo do nível que o grupo consagrou como padrão informal de produção, pois produzir mais, neste caso, poderá significar a rejeição do grupo. 3. Relações entre expectativas e recompensas: a capacidade percebida de influenciar sua produtividade para satisfazer suas expectativas com as recompensas. Se uma pessoa acredita que um grande esforço despendido tem pouco efeito sobre o resultado, tenderá a não se esforçar muito, pois não vê relação entre nível de produtividade e recompensa. Com a repetição do ciclo motivacional (reforço) e a Esses três fatores determinam a motivação do aprendizagem daí decorrente, os comportamentos ou ações indivíduo para produzir em quaisquer circunstâncias. tornam-se gradativamente mais eficazes na satisfação de certas O modelo de motivação de Vroom se apóia no necessidades. modelo de expectação de motivação, o qual se baseia em Por outro lado, uma necessidade satisfeita não é objetivos gradativos (path-goal). Este modelo parte da motivadora de comportamento, já que não causa tensão, hipótese de que a motivação é um processo que orienta opções desconforto ou desequilíbrio. de comportamentos diferentes. A pessoa percebe as A necessidade pode ser satisfeita, frustrada ou conseqüências de cada opção ou alternativa de comportamento compensada (transferida para outro objeto). como um conjunto de possíveis resultados decorrentes de seu comportamento. Muitas vezes, a tensão provocada pelo surgimento da Liderança necessidade encontra uma barreira ou um obstáculo para sua Liderança é a influência interpessoal exercida em liberação. uma situação e dirigida por meio do processo da Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 9
  • 10. comunicação humana à consecução de um ou mais objetivos Na vida prática, o líder utiliza os três estilos de específicos. liderança de acordo com a situação, com as pessoas e com A liderança é a capacidade de influenciar as pessoas a a tarefa a ser executada. O líder manda cumprir ordens, bem fazerem o que devem. O líder exerce influência sobre as como consulta os subordinados antes de tomar uma decisão e pessoas, conduzindo suas percepções de objetivos em direção sugere a algum subordinado realizar determinadas tarefas: ele aos seus objetivos. utiliza a liderança autocrática, a democrática e a liberal. A definição de liderança envolve duas dimensões: a A principal problemática da liderança é saber quando primeira é a capacidade presumida de motivar as pessoas a aplicar qual estilo, com quem e dentro de que circunstâncias e fazerem o que precisa ser feito. atividades a serem desenvolvidas. A segunda é a tendência dos seguidores de A abordagem de estilos de liderança mostra como o seguirem quem eles percebem como instrumentais para líder se comporta. satisfazerem os próprios objetivos pessoais e necessidades. Estilos de liderança Também convém distinguir entre liderança como uma Assim como a administração é um processo relativo qualidade pessoal (combinação especial de características para o qual não existem princípios universais e imutáveis, o pessoais que fazem de um indivíduo um líder) e liderança mesmo se dá com a liderança. como função (decorrente da distribuição da autoridade de Likert distingue dois tipos básicos de liderança: tomar decisões dentro de uma empresa): o grau em que o 1. Liderança centrada na tarefa (job centered): indivíduo demonstra qualidades de liderança depende não liderança estreita e preocupada com a execução da tarefa e somente de suas características, mas também das com os seus resultados. É a liderança apregoada pela características da situação na qual se encontra. Administração Científica de Taylor e que tende a subdividir A liderança pode ser estudada em termos de estilos e fragmentar o trabalho em tarefas componentes, a de comportamento do líder em relação aos seus selecionar e treinar as pessoas mais adequadas para o tipo de subordinados, isto é, modos como o líder orienta sua conduta. tarefa e pressioná-las constantemente a fim de obter os níveis A abordagem dos traços se refere ao que o líder é; a de produção estimados. É típica das empresas cuja tendência é abordagem dos estilos de liderança se refere ao que o líder concentrar as pessoas em ocupações restritas ao ciclo de faz, isto é, ao seu estilo de comportamento para liderar. trabalho, do modo padronizado, em ritmos que se baseiam em Estilo de liderança autoritária, liberal e padrões de produção preestabelecidos. É a liderança democrática preocupada exclusivamente com o trabalho e em conseguir que Dois autores fizeram um estudo para verificar o as coisas sejam feitas de acordo com os métodos impacto causado por três diferentes estilos de liderança em preestabelecidos e com os recursos disponíveis. grupos de meninos orientados para a execução de tarefas. Os 2. Liderança centrada nas pessoas (employee- meninos foram divididos em quatro grupos e, de seis em seis centered): liderança preocupada com os aspectos humanos semanas, a direção de cada grupo era desenvolvida por líderes dos problemas de seus subordinados e que procura manter que utilizavam três estilos diferentes: a liderança autocrática, a uma equipe de trabalho atuante, com maior participação liderança liberal (laissez-faire) e a liderança democrática. nas decisões. É o tipo de liderança cuja ênfase é mais nas Os resultados dessa experiência mostraram que os pessoas do que no trabalho em si, procurando compreender e meninos se comportaram da seguinte forma aos diferentes tipos ajudar os subordinados, preocupando-se mais com as metas e de liderança ao quais foram submetidos: menos com os métodos, sem descuidar-se do desempenho 1. Liderança autocrática: o líder é duro e esperado. impositivo. O comportamento dos grupos mostrou forte Segundo as pesquisas de Likert revelaram, os tensão, frustração e, sobretudo, agressividade de um lado; departamentos que apresentaram baixa eficiência são de outro, nenhuma espontaneidade, nem iniciativa, nem geralmente chefiados por líderes orientados para a tarefa. formação de grupos de amizade. Embora aparentemente A alta pressão no sentido de que as pessoas trabalhem provoca gostassem das tarefas, não demonstraram satisfação com atitudes desfavoráveis para com o trabalho e para com os relação à situação. O trabalho só se desenvolvia com a presença supervisores, da parte dos subordinados. No curto prazo, este física do líder. Quando este saía ou se ausentava, as atividades tipo de liderança pode promover resultados melhores de paravam e os grupos expandiam seus sentimentos reprimidos, eficiência e produtividade. Contudo, no médio e no longo prazo, chegando a explosões de indisciplina e de agressividade. a liderança centrada na tarefa provoca insatisfação, redução do 2. Liderança liberal: o líder deixa todos à vontade. ritmo de trabalho, rotatividade de pessoal, elevado Embora a atividade dos grupos fosse intensa, a produção foi absenteísmo, desperdício, reclamações freqüentes e medíocre. As tarefas se desenvolviam ao acaso, com muitas envolvimento em questões trabalhistas. oscilações, perdendo-se muito tempo com discussões mais Quanto maior a percepção de conflito, tanto menor o voltadas para motivos pessoais do que relacionadas com o nível de produção. trabalho em si. Notou-se forte individualismo agressivo e pouco respeito com relação ao líder. 3. Liderança democrática: o líder é atuante, consultivo e orientador. Houve formação de grupos de amizade e de relacionamentos cordiais entre os meninos. Líder e subordinados passaram a desenvolver comunicações espontâneas, francas e cordiais. O trabalho mostrou um ritmo suave e seguro, sem alterações, mesmo quando o líder se ausentava. Houve um nítido sentido de responsabilidade e de comprometimento pessoal, além de uma impressionante integração grupal, dentro de um clima de satisfação. A partir dessa experiência, passou-se a defender o papel da liderança democrática – perfeitamente compatível com o espírito americano da época -, extremamente comunicativa, que encoraja a participação do empregado, justa e não-arbitrária e preocupada não somente com os problemas do trabalho, mas também com os problemas das pessoas. Sugestões, críticas, envio de questões para resolução em sala, envie email para alexorcayreis@yahoo.com.br. Bons estudos e sucesso!!! 10