SlideShare uma empresa Scribd logo
A colaboração para uma entrega eficiente e de qualidade
A RESPONSABILIDADE DO “DONE”
A G I L E T R E N D S , 1 0 D E O U T U B R O D E 2 0 1 7
Rafael Buss Ferreira
QUEM SOU
• Técnico em programação Delphi
• Certificado CTFL e CTFL-AT
• Atualmente Analista de teste na empresa Softplan
• Técnico implementador (correção, evolução e testes automatizados)
• Formado em História pela UFSC
• Professor de História durante 5 anos
• Atuou na área de educação por 10 anos – na área de informática aplicada a
educação
A SOFTPLAN
A SOFTPLANTAMBÉM MUDOU
EXPONENCIALMENTE
DE 2009 ATÉ 2017
• 483 softplayers em toda a empresa
• Unidade de Justiça, tinha 195
• No time de Procuradorias, 10 softplayers
Hoje, a Softplan possui mais de 1500 softplayers (>300%)
A Unidade de Justiça, mais de 850 (>400%)
O time de procuradorias possui mais de 100 (>1000%)
DESAFIO
Como responder às mudanças de maneira
rápida, com equipes maiores que 100 pessoas e
sem abrir mão da formalidade dos contratos
exigidos pelos clientes?
UM POUCO DE
HISTÓRIA
A história da produção
ARTESÃOS
Domínio do processo, das ferramentas, da matéria prima, do saber e da comercialização.
MANUFATURA
Uma pessoa possui o domínio do processo, das ferramentas, da matéria prima e da
comercialização.
Outras possuem o saber da produção.
FÁBRICA
Separação das fases de produção por setores, por partes;
O domínio do processo e da criação do produto não está mais na mão do "trabalhador", mas de
quem conduz a fábrica.
Começa-se a
separar o
trabalho. As fases
do trabalho não
são mais feitas
pela mesma
pessoa.
Especializa-se o
trabalho e perde-
se a noção do
todo, perde-se a
noção de entrega
e cliente.
ESCOLA
Separação por turmas;
Separação com disciplinas
O domínio do conhecimento está nas mãos do professor;
Somos formados
dentro da visão
de segmentação
do saber e do
fazer. A lógica do
aprendizado e da
qualidade é a de
se especializar e
se aprofundar em
um determinado
ponto.
WATERFALL
Esteira de fábrica para construção de Software.
FRASES CONHECIDAS
Cultura gerada
"Isso não estava especificado!"
"O P.O. não tinha nos alertado sobre esta realidade!"
"Esta alteração não faz parte do escopo!"
"Este é um defeito de legado!"
"Não poderia testar, pois não conhecia este cenário!"
"Estas são definições técnicas!"
"Isto já é uma questão de negócio!"
"P@&#$, eles nunca fazem nada direito!"
"Os caras vendem Ferrari, mas nós só podemos fazer
Fusquinha!"
EQUIPE ÁGIL
Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade;
Colaboração e complementaridade;
Visão holística.
Cada um com sua
especialidade,
contribui para o
todo, para a
solução, para a
qualidade. Enfim
para a efetividade
e eficácia do que
é entregue.
DEFECT
INDIVÍDUOS E INTERAÇÕES
mais que processos e ferramentas
SOFTWARE EM FUNCIONAMENTO
mais que documentação abrangente
WORK IN PROGRESS
Redução
acentuada do
“InProgress”.
Maior
cadência.
CYCLETIME – COM DEFECT
Stories ficavam
abertas durante
muito tempo.
O retrabalho era
acentuado.
CYCLETIME – SEM DEFECT
Redução
acentuada do
tempo das
stories no status
“InProgress”.
Maior
quantidade de
entrega e com
maior agilidade.
ANTECIPAÇÃO DOS CENÁRIOS DETESTE
Levantamento dos cenários juntamente com o entendimento da
demanda
Análise dos requisitos e contextualização da solução
Disponibilização dos cenários de teste o quanto antes para o
desenvolvimento
Redução de defects
MAIS PARCERIA E MENOS RETRABALHO
Atitude, convencimento e corresponsabilidade
AINDA SOBRE O DEFECT
1. É um artefato criado pelo
"testador" para a atuação do
"desenvolvedor".
2. Atrapalha o desenvolvimento
das users stories e/ou features.
3. É um problema que foi gerado
geralmente pelo
desenvolvimento
4. É de responsabilidade daqueles
que geraram o erro.
5. O cadastro (registro do defeito)
mostra o nível de qualidade de
nossos sistemas.
6. Outro.
Diferentes
maneiras de
ver o defect
O QUE SE
ESPERA?
O profissional que uma empresa precisa para
entrega com maior qualidade e eficiência.
EQUIPE ÁGIL
Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade;
Colaboração e complementaridade;
Visão holística.
Cada um com sua
especialidade,
contribui para o
todo, para a
solução, para a
qualidade. Enfim
para a efetividade
e eficácia do que
é entregue.
O PROFISSIONAL
4.0
MANIFESTO PELO ARTESANATO DE SOFTWARE
Não apenas software funcionando, mas também software bem feito.
Não apenas responder às mudanças, mas obsessivos com a entrega
de valor.
Não apenas indivíduos e interações, mas também uma comunidade
de profissionais.
Não apenas colaboração do cliente, mas também parcerias
produtivas.
EQUIPE ÁGIL
Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade;
Colaboração e complementaridade;
Visão holística.
Cada um com sua
especialidade,
contribui para o
todo, para a
solução, para a
qualidade. Enfim
para a efetividade
e eficácia do que
é entregue.
POSTURAS PARA CULTIVAR
Questione, duvide;
Aprenda algo fora de seu domínio, mas dentro do domínio da equipe;
Se coloque à disposição;
Converse com outros profissionais (de sua área e de outras);
Levante a bunda da cadeira;
Utilize o "face-to-face".
Rafael Buss Ferreira
OBRIGADO!
r a f a t o n e s @ g m a i l . c o m • 4 8 9 9 1 6 4 0 7 6 7

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ferramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redonda
Ferramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redondaFerramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redonda
Ferramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redonda
Carlos Felippe Cardoso
 
DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...
DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...
DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...
taty paya
 
TDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev Team
TDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev TeamTDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev Team
TDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev Team
tdc-globalcode
 
A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014
A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014
A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014
Carlos Felippe Cardoso
 
DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...
DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...
DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...
taty paya
 
Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...
Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...
Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...
Carlos Eduardo Polegato
 
Como influenciar outras pessoas a adotarem código limpo
Como influenciar outras pessoas a adotarem código limpoComo influenciar outras pessoas a adotarem código limpo
Como influenciar outras pessoas a adotarem código limpo
Mary Provinciatto
 
TDC2018SP | XP - O que nao e XP!
TDC2018SP | XP - O que nao e XP!TDC2018SP | XP - O que nao e XP!
TDC2018SP | XP - O que nao e XP!
tdc-globalcode
 
TDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code Review
TDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code ReviewTDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code Review
TDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code Review
tdc-globalcode
 
TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...
TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...
TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...
tdc-globalcode
 
Metodos Ageis
Metodos AgeisMetodos Ageis
Metodos Ageis
Fábio Aguiar
 
ConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinada
ConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinadaConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinada
ConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinada
André Paulovich
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
Cloves da Rocha
 
Scrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia Grande
Scrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia GrandeScrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia Grande
Scrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia Grande
Gabriel Rubens
 
Facetas do desenvolvedor agil
Facetas do desenvolvedor agilFacetas do desenvolvedor agil
Facetas do desenvolvedor agil
Paulo Igor Alves Godinho
 
Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP
 Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP  Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP
Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP
Domingos Teruel
 
7 dicas para criar testes efetivos
 7 dicas para criar testes efetivos 7 dicas para criar testes efetivos
7 dicas para criar testes efetivos
Paola Rodrigues
 
[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...
[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...
[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...
Vinicius Campos Silva
 
Métricas Em Fabricas De Software
Métricas Em Fabricas De SoftwareMétricas Em Fabricas De Software
Métricas Em Fabricas De Software
Luiz Borba
 
Lean Kanban BR17
Lean Kanban BR17Lean Kanban BR17
Lean Kanban BR17
Mariana Zaparolli Martins
 

Mais procurados (20)

Ferramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redonda
Ferramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redondaFerramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redonda
Ferramentas para auxiliar na gestão de portfolio e fazer a bola chegar redonda
 
DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...
DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...
DODSALVADOR19_Arrancada & DevOps - o que este esporte pode nos ensinar sobre ...
 
TDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev Team
TDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev TeamTDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev Team
TDC2018FLN | Trilha Agile - Transformacao Agil do Ponto de Vista do Dev Team
 
A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014
A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014
A integração contínua pode te dar metricas de graca - SGRIO 2014
 
DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...
DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...
DODPOA19_Arrancada - o que este esporte pode nos ensinar sobre agilidade e pe...
 
Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...
Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...
Ninja, certificado em tudo, faixa preta no agile e o cliente insatisfeito: O ...
 
Como influenciar outras pessoas a adotarem código limpo
Como influenciar outras pessoas a adotarem código limpoComo influenciar outras pessoas a adotarem código limpo
Como influenciar outras pessoas a adotarem código limpo
 
TDC2018SP | XP - O que nao e XP!
TDC2018SP | XP - O que nao e XP!TDC2018SP | XP - O que nao e XP!
TDC2018SP | XP - O que nao e XP!
 
TDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code Review
TDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code ReviewTDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code Review
TDC2018SP | Trilha XP - Faca a diferenca com Code Review
 
TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...
TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...
TDC2018SP | Trilha Agile - Los 3 amigos: Como descentralizar a informacao uni...
 
Metodos Ageis
Metodos AgeisMetodos Ageis
Metodos Ageis
 
ConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinada
ConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinadaConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinada
ConnectionDay 2019 - Divinópolis - Transformação digital turbinada
 
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves RochaAPRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
APRESENTAÇÃO DO PROFESSOR - By Prof. Cloves Rocha
 
Scrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia Grande
Scrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia GrandeScrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia Grande
Scrum - Primeiros Passos - Curso de Férias Fatec Praia Grande
 
Facetas do desenvolvedor agil
Facetas do desenvolvedor agilFacetas do desenvolvedor agil
Facetas do desenvolvedor agil
 
Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP
 Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP  Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP
Lições aprendidas com a Re (escrita |design) de uma aplicação PHP
 
7 dicas para criar testes efetivos
 7 dicas para criar testes efetivos 7 dicas para criar testes efetivos
7 dicas para criar testes efetivos
 
[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...
[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...
[TDCPOA2018] Desmistificando a eXtreme Programming para desenvolvedores "não ...
 
Métricas Em Fabricas De Software
Métricas Em Fabricas De SoftwareMétricas Em Fabricas De Software
Métricas Em Fabricas De Software
 
Lean Kanban BR17
Lean Kanban BR17Lean Kanban BR17
Lean Kanban BR17
 

Semelhante a A responsabilidade do “Done”: a colaboração como condição de uma entrega ágil e de qualidade - Rafael Buss Ferreira (Softplan)

Uma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de Projetos
Uma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de ProjetosUma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de Projetos
Uma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de Projetos
Giovani Elísio Silva
 
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5
André Phillip Bertoletti
 
Velozes e furiosos com extreme programming.
Velozes e furiosos com extreme programming. Velozes e furiosos com extreme programming.
Velozes e furiosos com extreme programming.
Alessandro Binhara
 
DrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian Ferrari
DrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian FerrariDrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian Ferrari
DrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian Ferrari
Taller Negócio Digitais
 
Engenharia de Software II - Aula 7
Engenharia de Software II - Aula 7Engenharia de Software II - Aula 7
Engenharia de Software II - Aula 7
Alessandro Almeida
 
Métodos Ágeis - Aula02
Métodos Ágeis - Aula02Métodos Ágeis - Aula02
Métodos Ágeis - Aula02
Adriano Bertucci
 
Manifesto Ágil.pdf
Manifesto Ágil.pdfManifesto Ágil.pdf
Manifesto Ágil.pdf
LeonardoCristianoQui
 
Curso Scrum
Curso ScrumCurso Scrum
Curso Scrum
Paulo Furtado
 
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Luiz C. Parzianello
 
ALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnC
ALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnCALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnC
ALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnC
especificacoes.com
 
Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014
Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014
Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014
Alércio Bressano
 
Falhem comigo e sejamos melhores
Falhem comigo e sejamos melhoresFalhem comigo e sejamos melhores
Falhem comigo e sejamos melhores
Juliano Ribeiro
 
Palestra carreiras informacionais tic out2011
Palestra carreiras informacionais tic out2011Palestra carreiras informacionais tic out2011
Palestra carreiras informacionais tic out2011
Sidney Kiyoshi
 
Licoes Aprendidas Do Fracasso
Licoes Aprendidas Do FracassoLicoes Aprendidas Do Fracasso
Licoes Aprendidas Do Fracasso
Helio Ferenhof, Dr. Eng, MBA, PMP, ITIL .'.
 
DevOps - Operação contínua
DevOps - Operação contínuaDevOps - Operação contínua
DevOps - Operação contínua
Luís Cesar Teodoro
 
Como ensinar um elefante a dançar.pdf
Como ensinar um elefante a dançar.pdfComo ensinar um elefante a dançar.pdf
Como ensinar um elefante a dançar.pdf
ValriaFerreira59
 
Curso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDO
Curso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDOCurso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDO
Curso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDO
Estratégia Concursos
 
XP - Extreme Programming
XP - Extreme ProgrammingXP - Extreme Programming
XP - Extreme Programming
Rodrigo Branas
 
Engenharia de Software I - Aula 8
Engenharia de Software I - Aula 8Engenharia de Software I - Aula 8
Engenharia de Software I - Aula 8
Alessandro Almeida
 
[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX
[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX
[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX
GUTS-RS
 

Semelhante a A responsabilidade do “Done”: a colaboração como condição de uma entrega ágil e de qualidade - Rafael Buss Ferreira (Softplan) (20)

Uma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de Projetos
Uma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de ProjetosUma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de Projetos
Uma abordagem às Metodologias Ágeis em Gerência de Projetos
 
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5
Engenharia de Software - Unimep/Pronatec - Aula 5
 
Velozes e furiosos com extreme programming.
Velozes e furiosos com extreme programming. Velozes e furiosos com extreme programming.
Velozes e furiosos com extreme programming.
 
DrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian Ferrari
DrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian FerrariDrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian Ferrari
DrupalCamp SP 2015 - DevOps, por onde começar? Por Sebastian Ferrari
 
Engenharia de Software II - Aula 7
Engenharia de Software II - Aula 7Engenharia de Software II - Aula 7
Engenharia de Software II - Aula 7
 
Métodos Ágeis - Aula02
Métodos Ágeis - Aula02Métodos Ágeis - Aula02
Métodos Ágeis - Aula02
 
Manifesto Ágil.pdf
Manifesto Ágil.pdfManifesto Ágil.pdf
Manifesto Ágil.pdf
 
Curso Scrum
Curso ScrumCurso Scrum
Curso Scrum
 
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
Sua equipe está preparada para atender um cliente ágil?
 
ALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnC
ALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnCALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnC
ALM Practices - Cultura da entrega diária com EVDnC
 
Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014
Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014
Formando Times de Alta Performance com Scrum - Scrum Gathering Rio 2014
 
Falhem comigo e sejamos melhores
Falhem comigo e sejamos melhoresFalhem comigo e sejamos melhores
Falhem comigo e sejamos melhores
 
Palestra carreiras informacionais tic out2011
Palestra carreiras informacionais tic out2011Palestra carreiras informacionais tic out2011
Palestra carreiras informacionais tic out2011
 
Licoes Aprendidas Do Fracasso
Licoes Aprendidas Do FracassoLicoes Aprendidas Do Fracasso
Licoes Aprendidas Do Fracasso
 
DevOps - Operação contínua
DevOps - Operação contínuaDevOps - Operação contínua
DevOps - Operação contínua
 
Como ensinar um elefante a dançar.pdf
Como ensinar um elefante a dançar.pdfComo ensinar um elefante a dançar.pdf
Como ensinar um elefante a dançar.pdf
 
Curso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDO
Curso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDOCurso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDO
Curso Tecnologia da Informação (I) p/ SMG/SP - APDO
 
XP - Extreme Programming
XP - Extreme ProgrammingXP - Extreme Programming
XP - Extreme Programming
 
Engenharia de Software I - Aula 8
Engenharia de Software I - Aula 8Engenharia de Software I - Aula 8
Engenharia de Software I - Aula 8
 
[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX
[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX
[GUTS-RS] Testar Interfaces com UX
 

Mais de Agile Trends

Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Agile Trends
 
Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)
Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)
Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)
Agile Trends
 
Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...
Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...
Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...
Agile Trends
 
O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...
O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...
O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...
Agile Trends
 
Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)
Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)
Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)
Agile Trends
 
Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...
Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...
Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...
Agile Trends
 
Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...
Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...
Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...
Agile Trends
 
Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...
Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...
Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...
Agile Trends
 
Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...
Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...
Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...
Agile Trends
 
Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...
Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...
Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...
Agile Trends
 
Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)
Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)
Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)
Agile Trends
 
Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)
Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)
Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)
Agile Trends
 
Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais
Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais
Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais
Agile Trends
 
Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem
Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem
Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem
Agile Trends
 
Boris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-market
Boris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-marketBoris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-market
Boris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-market
Agile Trends
 
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Agile Trends
 
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro AxelrudA evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
Agile Trends
 
Gestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário Kaphan
Gestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário KaphanGestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário Kaphan
Gestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário Kaphan
Agile Trends
 
Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...
Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...
Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...
Agile Trends
 
Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...
Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...
Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...
Agile Trends
 

Mais de Agile Trends (20)

Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
 
Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)
Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)
Aprendendo com transformações ágeis - Guilherme Motta (Globo.com)
 
Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...
Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...
Agile Coach Zen – Usando mindfulness no processo de coaching. - David Marques...
 
O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...
O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...
O que uma Startup tem e pode ser utilizado na sua empresa e na sua vida! - Lu...
 
Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)
Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)
Design Thinking na Gestão de Pessoas - Ana Carolina Ribeiro (Suntech)
 
Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...
Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...
Manifesto para Desenvolvimento Ágil de ATIVIDADES NÃO Software - Ricardo Delc...
 
Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...
Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...
Auto Seleção – Quebrando o Paradigma na Formação de Times Ágeis. - Allex Espi...
 
Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...
Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...
Agile + Customer Success – Como renovar o atendimento ao cliente em uma empre...
 
Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...
Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...
Ux + gestão colaborativa adaptando o processo de ux para colaboração e o enga...
 
Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...
Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...
Transformação Digital e o mercado de trabalho: quais serão as habilidades nec...
 
Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)
Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)
Transformação digital: os mais aptos sobrevivem - Léo Vitor Redondo (Softplan)
 
Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)
Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)
Axiomas de produto - Evandro Ricardo Silvestre (Moip)
 
Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais
Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais
Michelle Kakoi - Ágil ou não, é do resultado que eles gostam mais
 
Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem
Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem
Gleison Tavares Diolino (Serpro) - Estaleiro: mais que uma nuvem
 
Boris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-market
Boris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-marketBoris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-market
Boris Kuszka (Red Hat) - Tecnologias para diminuir o time-to-market
 
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
Repensando a cultura organizacional com o people centric management - Flávio ...
 
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro AxelrudA evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
A evolução e os desafios do chapter de PMs no Nubank - Pedro Axelrud
 
Gestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário Kaphan
Gestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário KaphanGestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário Kaphan
Gestão horizontal: a experiência da VAGAS.com - Mário Kaphan
 
Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...
Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...
Operando Advanced Analytics: Como transformar a rocket science em real money ...
 
Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...
Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...
Gestão ágil de produtos: caminhando na corda bamba sem cair - Álvaro D’Alessa...
 

A responsabilidade do “Done”: a colaboração como condição de uma entrega ágil e de qualidade - Rafael Buss Ferreira (Softplan)

  • 1. A colaboração para uma entrega eficiente e de qualidade A RESPONSABILIDADE DO “DONE” A G I L E T R E N D S , 1 0 D E O U T U B R O D E 2 0 1 7
  • 2. Rafael Buss Ferreira QUEM SOU • Técnico em programação Delphi • Certificado CTFL e CTFL-AT • Atualmente Analista de teste na empresa Softplan • Técnico implementador (correção, evolução e testes automatizados) • Formado em História pela UFSC • Professor de História durante 5 anos • Atuou na área de educação por 10 anos – na área de informática aplicada a educação
  • 4.
  • 5.
  • 7. DE 2009 ATÉ 2017 • 483 softplayers em toda a empresa • Unidade de Justiça, tinha 195 • No time de Procuradorias, 10 softplayers Hoje, a Softplan possui mais de 1500 softplayers (>300%) A Unidade de Justiça, mais de 850 (>400%) O time de procuradorias possui mais de 100 (>1000%)
  • 8. DESAFIO Como responder às mudanças de maneira rápida, com equipes maiores que 100 pessoas e sem abrir mão da formalidade dos contratos exigidos pelos clientes?
  • 9. UM POUCO DE HISTÓRIA A história da produção
  • 10. ARTESÃOS Domínio do processo, das ferramentas, da matéria prima, do saber e da comercialização.
  • 11. MANUFATURA Uma pessoa possui o domínio do processo, das ferramentas, da matéria prima e da comercialização. Outras possuem o saber da produção.
  • 12. FÁBRICA Separação das fases de produção por setores, por partes; O domínio do processo e da criação do produto não está mais na mão do "trabalhador", mas de quem conduz a fábrica. Começa-se a separar o trabalho. As fases do trabalho não são mais feitas pela mesma pessoa. Especializa-se o trabalho e perde- se a noção do todo, perde-se a noção de entrega e cliente.
  • 13. ESCOLA Separação por turmas; Separação com disciplinas O domínio do conhecimento está nas mãos do professor; Somos formados dentro da visão de segmentação do saber e do fazer. A lógica do aprendizado e da qualidade é a de se especializar e se aprofundar em um determinado ponto.
  • 14. WATERFALL Esteira de fábrica para construção de Software.
  • 15. FRASES CONHECIDAS Cultura gerada "Isso não estava especificado!" "O P.O. não tinha nos alertado sobre esta realidade!" "Esta alteração não faz parte do escopo!" "Este é um defeito de legado!" "Não poderia testar, pois não conhecia este cenário!" "Estas são definições técnicas!" "Isto já é uma questão de negócio!" "P@&#$, eles nunca fazem nada direito!" "Os caras vendem Ferrari, mas nós só podemos fazer Fusquinha!"
  • 16. EQUIPE ÁGIL Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade; Colaboração e complementaridade; Visão holística. Cada um com sua especialidade, contribui para o todo, para a solução, para a qualidade. Enfim para a efetividade e eficácia do que é entregue.
  • 17. DEFECT INDIVÍDUOS E INTERAÇÕES mais que processos e ferramentas SOFTWARE EM FUNCIONAMENTO mais que documentação abrangente
  • 18. WORK IN PROGRESS Redução acentuada do “InProgress”. Maior cadência.
  • 19. CYCLETIME – COM DEFECT Stories ficavam abertas durante muito tempo. O retrabalho era acentuado.
  • 20. CYCLETIME – SEM DEFECT Redução acentuada do tempo das stories no status “InProgress”. Maior quantidade de entrega e com maior agilidade.
  • 21. ANTECIPAÇÃO DOS CENÁRIOS DETESTE Levantamento dos cenários juntamente com o entendimento da demanda Análise dos requisitos e contextualização da solução Disponibilização dos cenários de teste o quanto antes para o desenvolvimento Redução de defects
  • 22. MAIS PARCERIA E MENOS RETRABALHO Atitude, convencimento e corresponsabilidade
  • 23. AINDA SOBRE O DEFECT 1. É um artefato criado pelo "testador" para a atuação do "desenvolvedor". 2. Atrapalha o desenvolvimento das users stories e/ou features. 3. É um problema que foi gerado geralmente pelo desenvolvimento 4. É de responsabilidade daqueles que geraram o erro. 5. O cadastro (registro do defeito) mostra o nível de qualidade de nossos sistemas. 6. Outro. Diferentes maneiras de ver o defect
  • 24. O QUE SE ESPERA? O profissional que uma empresa precisa para entrega com maior qualidade e eficiência.
  • 25. EQUIPE ÁGIL Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade; Colaboração e complementaridade; Visão holística. Cada um com sua especialidade, contribui para o todo, para a solução, para a qualidade. Enfim para a efetividade e eficácia do que é entregue.
  • 27. MANIFESTO PELO ARTESANATO DE SOFTWARE Não apenas software funcionando, mas também software bem feito. Não apenas responder às mudanças, mas obsessivos com a entrega de valor. Não apenas indivíduos e interações, mas também uma comunidade de profissionais. Não apenas colaboração do cliente, mas também parcerias produtivas.
  • 28. EQUIPE ÁGIL Multidisciplinaridade e interdisciplinaridade; Colaboração e complementaridade; Visão holística. Cada um com sua especialidade, contribui para o todo, para a solução, para a qualidade. Enfim para a efetividade e eficácia do que é entregue.
  • 29. POSTURAS PARA CULTIVAR Questione, duvide; Aprenda algo fora de seu domínio, mas dentro do domínio da equipe; Se coloque à disposição; Converse com outros profissionais (de sua área e de outras); Levante a bunda da cadeira; Utilize o "face-to-face".
  • 30. Rafael Buss Ferreira OBRIGADO! r a f a t o n e s @ g m a i l . c o m • 4 8 9 9 1 6 4 0 7 6 7