SlideShare uma empresa Scribd logo
Teoria da Cor Apresentação dirigida a alunos do 5º ano Realizada por Maria Plácido
Definição A Cor é a sensação visual produzida pela existência de  luz. SEM LUZ NÃO HÁ COR
Estudo das Cores pela mistura ou combinação de pigmentos
Cores primárias   Na   cor – pigmento  identificamos três cores básicas: Amarelo Vermelho   magenta Azul ciano
POR MAIS QUE MISTUREMOS PIGMENTOS NUNCA OBTEREMOS CORES PRIMÁRIAS Elas são a base de todas as outras cores
  Cores Secundárias   Misturando as cores primárias duas a duas em  igual   quantidade  obtemos outras três cores:   Amarelo Magenta Laranja Azul   ciano Amarelo Verde Magenta Azul   ciano Violeta
CORES INTERMÉDIAS  Fazendo variar a quantidade das 2 cores primárias  obteremos diferentes  tons  de cor  entre as cores primárias e as cores secundárias
CORES intermédiasTERCIÁRIAS Fazendo variar as quantidades das três cores primárias obteremos uma gama de castanhos distintos
CORES NEUTRAS O branco e o preto não são consideradas cores Servem para dar mais ou menos luminosidade às cores A mistura entre si dá origem a uma escala de  cinzentos
Juntando a cor branca a qualquer cor essa cor vai ficando cada vez mais clara  -   MAIS LUMINOSIDADE Juntando a cor preta a qualquer cor essa cor vai ficando cada vez mais escura –  MENOS LUMINOSIDADE LUMINOSIDADE  da cor
SATURAÇÃO da cor Uma cor é  saturada  quando não contém vestígios nem de branco nem de preto
A Cor dá-nos sensações de frescura ou de calor. Também nos dá sensações de alegria ou de tristeza,  conforme o nosso estado de espírito e a cultura de um povo.
CORES FRIAS Produzem sensação de frio
CORES FRIAS
Cores frias
Cores frias
George Seurat
Cores Quentes Produzem sensação de calor
Cores Quentes
Vangohg
 
Para além das qualidades térmicas, a  cor  contém uma forte carga simbólica  presente no nosso quotidiano TAREFA Procura  situações do dia a dia em que a cor tenha uma simbologia especial  e seja usada para fins práticos EXEMPLOS : 1- vermelho é a cor do amor 2 – Eco pontos Nota – pede ajuda aos teus familiares e está atento ao que te rodeia, em casa ou na rua . Regista as ideias no caderno de aluno
experiência prática: A fim de consolidares conhecimentos , irás realizar uma pintura  onde irás aplicar tudo o que sabes sobre a cor . Materiais necessários:  caixa de guaches, pincéis nºs 2,4,6 Pano de limpeza, azulejo para misturas BOM TRABALHO !!!!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cor
CorCor
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
Mara dalto
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
pacobr
 
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativaA cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
Shinha Marques
 
As cores
As coresAs cores
As cores
Indira Guedes
 
Luz e cor
Luz e corLuz e cor
Luz e cor
ascensao
 
A luz e cor
A luz e corA luz e cor
A luz e cor
Ana Marques
 
Arte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da corArte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da cor
Jaicinha
 
Design - Teoria das Corres
Design - Teoria das CorresDesign - Teoria das Corres
Design - Teoria das Corres
Odair Cavichioli
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
Tiago Santana
 
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
elisabhp
 
Luz e cor
Luz e corLuz e cor
Luz e cor
Fernando Mendes
 
Aula básica sobre as cores
Aula básica sobre as coresAula básica sobre as cores
Aula básica sobre as cores
Céu Barros
 
1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores
Aline Okumura
 
Aula Harmonia de Cores
Aula Harmonia de CoresAula Harmonia de Cores
Aula Harmonia de Cores
EcoModa
 
A Cor Power Point
 A Cor Power Point A Cor Power Point
A Cor Power Point
fernandomanelnunes
 
Slide completo 6 ano
Slide completo 6 anoSlide completo 6 ano
Slide completo 6 ano
Patricia Mendonça
 
Estudo das cores i
Estudo das cores iEstudo das cores i
Estudo das cores i
Michele Wilbert
 
A cor sínteses
A cor síntesesA cor sínteses
A cor sínteses
Shinha Marques
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
Ana Beatriz Cargnin
 

Mais procurados (20)

Cor
CorCor
Cor
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
 
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativaA cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
 
As cores
As coresAs cores
As cores
 
Luz e cor
Luz e corLuz e cor
Luz e cor
 
A luz e cor
A luz e corA luz e cor
A luz e cor
 
Arte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da corArte- a riqueza da cor
Arte- a riqueza da cor
 
Design - Teoria das Corres
Design - Teoria das CorresDesign - Teoria das Corres
Design - Teoria das Corres
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
 
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
 
Luz e cor
Luz e corLuz e cor
Luz e cor
 
Aula básica sobre as cores
Aula básica sobre as coresAula básica sobre as cores
Aula básica sobre as cores
 
1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores1. Aula Teoria das Cores
1. Aula Teoria das Cores
 
Aula Harmonia de Cores
Aula Harmonia de CoresAula Harmonia de Cores
Aula Harmonia de Cores
 
A Cor Power Point
 A Cor Power Point A Cor Power Point
A Cor Power Point
 
Slide completo 6 ano
Slide completo 6 anoSlide completo 6 ano
Slide completo 6 ano
 
Estudo das cores i
Estudo das cores iEstudo das cores i
Estudo das cores i
 
A cor sínteses
A cor síntesesA cor sínteses
A cor sínteses
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
 

Destaque

Retratos sociológicos bernard lahite
Retratos sociológicos   bernard lahiteRetratos sociológicos   bernard lahite
Retratos sociológicos bernard lahite
Mara Salvucci
 
História da arte
História da arteHistória da arte
História da arte
Tavares tavares
 
Questões sociais
Questões sociaisQuestões sociais
Questões sociais
Historiando
 
O universo
O universoO universo
O universo
Isadora Girio
 
Os corpos celestes no espaço
Os corpos celestes no espaçoOs corpos celestes no espaço
Os corpos celestes no espaço
Luise Moura
 
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
Daniel Santin
 
Corpos celestes
Corpos celestesCorpos celestes
Corpos celestes
professor_rodrigob
 
Tabela periodica
Tabela periodicaTabela periodica
Tabela periodica
santanaciencias
 
Questões sociais
Questões sociaisQuestões sociais
Questões sociais
Patrícia Morais
 
Corpos celestes - Apresentação
Corpos celestes - ApresentaçãoCorpos celestes - Apresentação
Corpos celestes - Apresentação
periodig
 
Aula 4 - CFQ - 7º ano
Aula 4 - CFQ - 7º anoAula 4 - CFQ - 7º ano
Aula 4 - CFQ - 7º ano
André Ferreira Freitas
 
6. partículas subatômicas
6. partículas subatômicas6. partículas subatômicas
6. partículas subatômicas
Rebeca Vale
 
Átomos
ÁtomosÁtomos
Microscópio óptico
Microscópio ópticoMicroscópio óptico
Microscópio óptico
davidjpereira
 
5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton
Rebeca Vale
 
Neoclássico
NeoclássicoNeoclássico
Neoclássico
Edenilson Morais
 
9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...
  9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...  9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...
9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...
ArtesElisa
 
Introdução a citologia
Introdução a citologiaIntrodução a citologia
Introdução a citologia
emanuel
 
Pontilhismo 1
Pontilhismo 1Pontilhismo 1
Pontilhismo 1
acysneiros
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasCitoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
aferna
 

Destaque (20)

Retratos sociológicos bernard lahite
Retratos sociológicos   bernard lahiteRetratos sociológicos   bernard lahite
Retratos sociológicos bernard lahite
 
História da arte
História da arteHistória da arte
História da arte
 
Questões sociais
Questões sociaisQuestões sociais
Questões sociais
 
O universo
O universoO universo
O universo
 
Os corpos celestes no espaço
Os corpos celestes no espaçoOs corpos celestes no espaço
Os corpos celestes no espaço
 
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
O Pontilhismo, artistas principais e suas tecnicas.
 
Corpos celestes
Corpos celestesCorpos celestes
Corpos celestes
 
Tabela periodica
Tabela periodicaTabela periodica
Tabela periodica
 
Questões sociais
Questões sociaisQuestões sociais
Questões sociais
 
Corpos celestes - Apresentação
Corpos celestes - ApresentaçãoCorpos celestes - Apresentação
Corpos celestes - Apresentação
 
Aula 4 - CFQ - 7º ano
Aula 4 - CFQ - 7º anoAula 4 - CFQ - 7º ano
Aula 4 - CFQ - 7º ano
 
6. partículas subatômicas
6. partículas subatômicas6. partículas subatômicas
6. partículas subatômicas
 
Átomos
ÁtomosÁtomos
Átomos
 
Microscópio óptico
Microscópio ópticoMicroscópio óptico
Microscópio óptico
 
5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton5. o átomo de dalton
5. o átomo de dalton
 
Neoclássico
NeoclássicoNeoclássico
Neoclássico
 
9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...
  9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...  9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...
9o. Ano- A evolução do impressionismo- o pontilhismo- georges seurat e paul...
 
Introdução a citologia
Introdução a citologiaIntrodução a citologia
Introdução a citologia
 
Pontilhismo 1
Pontilhismo 1Pontilhismo 1
Pontilhismo 1
 
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticasCitoplasma e organelas citoplasmáticas
Citoplasma e organelas citoplasmáticas
 

Semelhante a A cor

1189800457 Cores Quentes[1]
1189800457 Cores Quentes[1]1189800457 Cores Quentes[1]
1189800457 Cores Quentes[1]
Jorge Caramelo Caramelo
 
Pg aula 8
Pg aula 8Pg aula 8
Pg aula 8
Alex Boiniak
 
Apostila cor 6o ano 2013
Apostila cor 6o ano 2013Apostila cor 6o ano 2013
Apostila cor 6o ano 2013
Colégio Pedro II - Campus Centro
 
A Cor
A CorA Cor
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
turmatmc13
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
turmatmc13
 
Apostila cor 6o ano 2018
Apostila cor 6o ano 2018Apostila cor 6o ano 2018
Apostila cor 6o ano 2018
Colégio Pedro II - Campus Centro
 
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E HugoTrabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
guestf1230
 
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTOO COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
Lucimara Lopes França
 
Apostila cor 6o ano 2014
Apostila cor 6o ano 2014Apostila cor 6o ano 2014
Apostila cor 6o ano 2014
Colégio Pedro II - Campus Centro
 
38
3838
Teoria Das Cores
Teoria Das  CoresTeoria Das  Cores
Teoria Das Cores
renatamruiz
 
As Cores na Publicidade
As Cores na PublicidadeAs Cores na Publicidade
As Cores na Publicidade
Ana Cristina D Assumpcão
 
Cor evt
Cor evtCor evt
Cor evt
Elviravilas3
 
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTOO COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
Lucimara Lopes França
 
A Cor
A CorA Cor
A Cor
ju07
 
teoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.pptteoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.ppt
Luis Cardoso
 
19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores
Alex Boiniak
 
Elementos da Linguagem Visual: Teoria das cores
Elementos da Linguagem Visual: Teoria das coresElementos da Linguagem Visual: Teoria das cores
Elementos da Linguagem Visual: Teoria das cores
Raphael Lanzillotte
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
Michele Augusto
 

Semelhante a A cor (20)

1189800457 Cores Quentes[1]
1189800457 Cores Quentes[1]1189800457 Cores Quentes[1]
1189800457 Cores Quentes[1]
 
Pg aula 8
Pg aula 8Pg aula 8
Pg aula 8
 
Apostila cor 6o ano 2013
Apostila cor 6o ano 2013Apostila cor 6o ano 2013
Apostila cor 6o ano 2013
 
A Cor
A CorA Cor
A Cor
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
 
Apostila cor 6o ano 2018
Apostila cor 6o ano 2018Apostila cor 6o ano 2018
Apostila cor 6o ano 2018
 
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E HugoTrabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
 
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTOO COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
 
Apostila cor 6o ano 2014
Apostila cor 6o ano 2014Apostila cor 6o ano 2014
Apostila cor 6o ano 2014
 
38
3838
38
 
Teoria Das Cores
Teoria Das  CoresTeoria Das  Cores
Teoria Das Cores
 
As Cores na Publicidade
As Cores na PublicidadeAs Cores na Publicidade
As Cores na Publicidade
 
Cor evt
Cor evtCor evt
Cor evt
 
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTOO COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
O COLORIDO E A ALEGRIA DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO
 
A Cor
A CorA Cor
A Cor
 
teoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.pptteoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.ppt
 
19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores
 
Elementos da Linguagem Visual: Teoria das cores
Elementos da Linguagem Visual: Teoria das coresElementos da Linguagem Visual: Teoria das cores
Elementos da Linguagem Visual: Teoria das cores
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
 

Mais de Alaor

Eletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor LeandroEletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Alaor
 
Eletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanasEletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanas
Alaor
 
Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita
Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecitaEletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita
Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita
Alaor
 
Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012
Alaor
 
Resíduos sólidos a experiência da coleta
Resíduos sólidos   a experiência da coletaResíduos sólidos   a experiência da coleta
Resíduos sólidos a experiência da coleta
Alaor
 
Palestra meio ambiente munic.ddos
Palestra meio ambiente   munic.ddosPalestra meio ambiente   munic.ddos
Palestra meio ambiente munic.ddos
Alaor
 
Sr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola MenodoraSr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola Menodora
Alaor
 
Slide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_salaSlide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_sala
Alaor
 
O homem e o planeta
O homem  e o planetaO homem  e o planeta
O homem e o planeta
Alaor
 
Brasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisaBrasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisa
Alaor
 
Cubismo ii
Cubismo iiCubismo ii
Cubismo ii
Alaor
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
Primavera
Alaor
 
Trabalho de literatura
Trabalho de literaturaTrabalho de literatura
Trabalho de literatura
Alaor
 
José sousa saramago
José sousa saramagoJosé sousa saramago
José sousa saramago
Alaor
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
Alaor
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
Alaor
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
Alaor
 
Slide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo CoresSlide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo Cores
Alaor
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
Alaor
 
1ºE
1ºE1ºE
1ºE
Alaor
 

Mais de Alaor (20)

Eletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor LeandroEletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
Eletiva 3 B As dores do mundo Professor Leandro
 
Eletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanasEletiva iii menodora-tribos urbanas
Eletiva iii menodora-tribos urbanas
 
Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita
Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecitaEletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita
Eletiva 3 F do batuque da senzala a MPB professora clecita
 
Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012Arte figurativa menodora 2012
Arte figurativa menodora 2012
 
Resíduos sólidos a experiência da coleta
Resíduos sólidos   a experiência da coletaResíduos sólidos   a experiência da coleta
Resíduos sólidos a experiência da coleta
 
Palestra meio ambiente munic.ddos
Palestra meio ambiente   munic.ddosPalestra meio ambiente   munic.ddos
Palestra meio ambiente munic.ddos
 
Sr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola MenodoraSr. Moacir Escola Menodora
Sr. Moacir Escola Menodora
 
Slide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_salaSlide menodora 2--_para_sala
Slide menodora 2--_para_sala
 
O homem e o planeta
O homem  e o planetaO homem  e o planeta
O homem e o planeta
 
Brasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisaBrasil geoeconômico maisa
Brasil geoeconômico maisa
 
Cubismo ii
Cubismo iiCubismo ii
Cubismo ii
 
Primavera
PrimaveraPrimavera
Primavera
 
Trabalho de literatura
Trabalho de literaturaTrabalho de literatura
Trabalho de literatura
 
José sousa saramago
José sousa saramagoJosé sousa saramago
José sousa saramago
 
Fernando pessoa
Fernando pessoaFernando pessoa
Fernando pessoa
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Dadaísmo
DadaísmoDadaísmo
Dadaísmo
 
Slide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo CoresSlide Surrealismo Cores
Slide Surrealismo Cores
 
Surrealismo
SurrealismoSurrealismo
Surrealismo
 
1ºE
1ºE1ºE
1ºE
 

Último

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
SheylaAlves6
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 

Último (20)

Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
28 - Agente de Endemias (40 mapas mentais) - Amostra.pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 

A cor

  • 1. Teoria da Cor Apresentação dirigida a alunos do 5º ano Realizada por Maria Plácido
  • 2. Definição A Cor é a sensação visual produzida pela existência de luz. SEM LUZ NÃO HÁ COR
  • 3. Estudo das Cores pela mistura ou combinação de pigmentos
  • 4. Cores primárias Na cor – pigmento identificamos três cores básicas: Amarelo Vermelho magenta Azul ciano
  • 5. POR MAIS QUE MISTUREMOS PIGMENTOS NUNCA OBTEREMOS CORES PRIMÁRIAS Elas são a base de todas as outras cores
  • 6. Cores Secundárias Misturando as cores primárias duas a duas em igual quantidade obtemos outras três cores: Amarelo Magenta Laranja Azul ciano Amarelo Verde Magenta Azul ciano Violeta
  • 7. CORES INTERMÉDIAS Fazendo variar a quantidade das 2 cores primárias obteremos diferentes tons de cor entre as cores primárias e as cores secundárias
  • 8. CORES intermédiasTERCIÁRIAS Fazendo variar as quantidades das três cores primárias obteremos uma gama de castanhos distintos
  • 9. CORES NEUTRAS O branco e o preto não são consideradas cores Servem para dar mais ou menos luminosidade às cores A mistura entre si dá origem a uma escala de cinzentos
  • 10. Juntando a cor branca a qualquer cor essa cor vai ficando cada vez mais clara - MAIS LUMINOSIDADE Juntando a cor preta a qualquer cor essa cor vai ficando cada vez mais escura – MENOS LUMINOSIDADE LUMINOSIDADE da cor
  • 11. SATURAÇÃO da cor Uma cor é saturada quando não contém vestígios nem de branco nem de preto
  • 12. A Cor dá-nos sensações de frescura ou de calor. Também nos dá sensações de alegria ou de tristeza, conforme o nosso estado de espírito e a cultura de um povo.
  • 13. CORES FRIAS Produzem sensação de frio
  • 18. Cores Quentes Produzem sensação de calor
  • 21.  
  • 22. Para além das qualidades térmicas, a cor contém uma forte carga simbólica presente no nosso quotidiano TAREFA Procura situações do dia a dia em que a cor tenha uma simbologia especial e seja usada para fins práticos EXEMPLOS : 1- vermelho é a cor do amor 2 – Eco pontos Nota – pede ajuda aos teus familiares e está atento ao que te rodeia, em casa ou na rua . Regista as ideias no caderno de aluno
  • 23. experiência prática: A fim de consolidares conhecimentos , irás realizar uma pintura onde irás aplicar tudo o que sabes sobre a cor . Materiais necessários: caixa de guaches, pincéis nºs 2,4,6 Pano de limpeza, azulejo para misturas BOM TRABALHO !!!!