SlideShare uma empresa Scribd logo
Cores
Profª. Celsiana Barros
A cor
A ciência que estuda a medida das cores é
chamada de colorimetria. A colorimetria
desenvolve métodos de quantificação da cor e
estuda o tom, a saturação e a intensidade da
cor.
O tom da cor é que faz com que ela seja
identificada como azul, verde, amarela etc. A
saturação da cor mostra se a cor é natural ou
pigmentada artificialmente. A intensidade
caracteriza a força da cor.
As cores são divididas em primárias,
secundárias, terciárias e neutras.
Cores Primárias
As cores primárias são:
vermelho amarelo e azul.
São consideradas as
primeiras cores. O vermelho
é uma cor quente que
mostra vitalidade energia e
coragem. O amarelo é uma
cor suave e alegre que
simboliza o otimismo. O azul
é a cor que dá concentração
e melhora a mente.
Cores Secundárias
As cores secundárias são
formadas pela mistura de
duas cores primárias. As
cores secundárias são:
verde, roxo e laranja.
O azul misturado com o
amarelo origina o verde. O
azul misturado com o
vermelho origina o roxo, e
o vermelho misturado com
o amarelo origina o laranja.
Cores Terciárias
As cores terciárias resultam da mistura de uma cor primária com uma ou duas cores secundárias.
São todas as outras cores, como o marrom, que é a mistura de amarelo ou vermelho com preto.
Cores Neutras
As cores neutras são usadas para complementar uma cor desejada, sendo que
as cores neutras têm pouco reflexo. Entre as cores neutras podemos citar o
branco, o cinza e o marrom. O branco é luz isenta de cor, o preto é a ausência
de cor e os tons cinza são a mistura do branco com o preto.
Cores QUENTES e FRIAS
A roda de cores pode ser divida em cores frias e quentes.
As cores quentes são mais vivas e energéticas.
As cores frias dão a sensação de calma e tranquilidade.
Branco e preto são consideradas cores neutras.
O que são?
Policromia e Monocromia
Policromia
É a arte feita com várias cores. É o emprego de várias cores no mesmo
trabalho.
POLI + CROMIA = MUITAS CORES
Importante!
Em artes gráficas, a policromia é obtida através da combinação das três cores primárias
(amarelo; cian; magenta) mais o preto para realçar os contrastes. As ilustrações aparecem
com cores bonitas. Tonalidades e matizes dão uma agradável sensação a quem olha. Mas,
para imprimir, as cores foram separadas. Não resta dúvida de que, para se obter um
resultado harmônico da combinação de cores, é necessário um certo critério, bom-senso e
um mínimo de conhecimento do uso dos materiais de pintura mas a experiência pessoal é
ainda mais decisiva e é o que alimenta a revolução constante da arte.
As técnicas de pintura se desenvolveram, se industrializaram e a tecnologia criou os
pigmentos sintéticos. Cores “artificiais”, feitas em laboratório, mas tão intensas e belas como
as cores naturais que tentam imitar. Muitas tintas industrializadas ainda são feitas com
pigmentos naturais, mas já existem pigmentos sintéticos de todas as cores. Os corantes
também são pigmentos. Você já percebeu quantos corantes consumimos em nossas
refeições? É por que a cor dos alimentos também é um atrativo para aguçar o paladar: a
gente também come “com os olhos”.
Vejam alguns exemplos
Monocromia
Uma pintura que emprega vários tons de uma
mesma cor recebe o nome de monocromia: a
arte feita com uma única cor, com variação de
tonalidades. É a harmonia obtida através da
adição gradativa de branco ou preto a uma
única cor primária, secundária ou terciária.
MONO + CROMIA = UMA COR
Observe como se faz uma escala
monocromática a partir de uma cor escolhida
(primária ou secundária ):
• ESCALA MONOCROMÁTICA
É a gradação de valor e intensidade de uma mesma cor. Misturadas com o preto tornam-
se mais escuras (ESCALA DE VALOR) e com o branco ficam mais claras ( ESCALA DE
INTENSIDADE ). As coisas, na realidade, nunca são de uma só matiz ou tonalidade de cor.
Existe grande variedade de matizes e tons dentro de uma mesma cor.
As cores recebem influência da luz, da intensidade, dos reflexos e também da nossa
própria retina.
Exemplos de Monocromias
Conclusão
Desde a antiguidade o homem usa a cor em suas
representações, sejam elas figurativas ou
abstratas, e com o tempo o uso a variação da
gama de cores e sua aplicação tomou uma
amplitude que podemos a evidenciar em tudo
que cerca a humanidade, nas propagandas, artes,
moda, cinema, objetos, etc. Compreender as
cores, sua importância e classificação é parte do
nosso conhecimento
Fim e beijocas!
Referencias
• CALABRIA, Carla Paula Bronde. Arte, história e
produção 2. Ed. Renovada.FTD,2009: São
Paulo
• www.espacoeducar-liza.blogspot.com.br
• www.google.com.br/imagens
• www.brasilescola.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Cores estudo das cores
Cores    estudo das coresCores    estudo das cores
Cores estudo das cores
josivaldopassos
 
Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.
Renata_Vasconcelos
 
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
Fabiola Oliveira
 
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversosSlide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Natália Matos
 
As Cores E Seus Significados
As Cores E Seus SignificadosAs Cores E Seus Significados
As Cores E Seus Significados
Daniela Fiuza
 
As cores
As coresAs cores
As cores
Indira Guedes
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
Jaiza Nobre
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
Tiago Santana
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
Keyla Dias
 
Parâmetros do som
Parâmetros do somParâmetros do som
Parâmetros do som
Aline Raposo
 
Aula 2 composição visual
Aula  2 composição visualAula  2 composição visual
Aula 2 composição visual
Artedoiscmb Cmb
 
Tarsila do amaral
Tarsila do amaral Tarsila do amaral
Tarsila do amaral
Roselynn B. Araújo
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
Júnior Maciel
 
O pontilhismo
O pontilhismoO pontilhismo
O pontilhismo
Luzia Marques
 
Cor luz
Cor luzCor luz
Cor luz
irenegouveia
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
Ana Barreiros
 
Texturas naturais e artificiais
Texturas naturais e artificiaisTexturas naturais e artificiais
Texturas naturais e artificiais
claudiafarias
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
Experiências Português
 
Luz e sombra
Luz e sombraLuz e sombra
Luz e sombra
Paulo Alexandre
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
dpport
 

Mais procurados (20)

Cores estudo das cores
Cores    estudo das coresCores    estudo das cores
Cores estudo das cores
 
Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.Elementos da linguagem visual.
Elementos da linguagem visual.
 
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato6º ano diferenciação figurativo e abstrato
6º ano diferenciação figurativo e abstrato
 
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversosSlide música – estilos e gêneros musicais diversos
Slide música – estilos e gêneros musicais diversos
 
As Cores E Seus Significados
As Cores E Seus SignificadosAs Cores E Seus Significados
As Cores E Seus Significados
 
As cores
As coresAs cores
As cores
 
História da Arte
História da ArteHistória da Arte
História da Arte
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
 
Elementos visuais
Elementos visuaisElementos visuais
Elementos visuais
 
Parâmetros do som
Parâmetros do somParâmetros do som
Parâmetros do som
 
Aula 2 composição visual
Aula  2 composição visualAula  2 composição visual
Aula 2 composição visual
 
Tarsila do amaral
Tarsila do amaral Tarsila do amaral
Tarsila do amaral
 
Artes Visuais
Artes VisuaisArtes Visuais
Artes Visuais
 
O pontilhismo
O pontilhismoO pontilhismo
O pontilhismo
 
Cor luz
Cor luzCor luz
Cor luz
 
O que é a arte
O que é a arteO que é a arte
O que é a arte
 
Texturas naturais e artificiais
Texturas naturais e artificiaisTexturas naturais e artificiais
Texturas naturais e artificiais
 
História do Teatro
História do TeatroHistória do Teatro
História do Teatro
 
Luz e sombra
Luz e sombraLuz e sombra
Luz e sombra
 
As linguagens da arte
As linguagens da arteAs linguagens da arte
As linguagens da arte
 

Destaque

A cor
A corA cor
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativaA cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
Shinha Marques
 
Aula sobre Piet Mondrian
Aula sobre Piet MondrianAula sobre Piet Mondrian
Aula sobre Piet Mondrian
Bianca Toledo
 
Comunicacao Visual
Comunicacao VisualComunicacao Visual
Comunicacao Visual
ricreis
 
Avaliação de artes 6° ano
Avaliação de artes 6° anoAvaliação de artes 6° ano
Avaliação de artes 6° ano
Sônia De Medeiros Damaceno
 
Aula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino Médio
Aula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino MédioAula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino Médio
Aula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino Médio
Newton Silva
 
Abnt referências
Abnt referênciasAbnt referências
Abnt referências
familiaestagio
 
Radiação de Corpo Negro
Radiação de Corpo NegroRadiação de Corpo Negro
Radiação de Corpo Negro
Pibid Física
 
Aula 5 - Introdução à Quântica
Aula 5 -  Introdução à QuânticaAula 5 -  Introdução à Quântica
Aula 5 - Introdução à Quântica
Newton Silva
 
A Luz Powerpoint
A Luz PowerpointA Luz Powerpoint
A Luz Powerpoint
8ºC
 
Os Astros
Os AstrosOs Astros
Os Astros
nostromo1
 
Radiação não ionizante
Radiação não ionizanteRadiação não ionizante
Radiação não ionizante
elainebassi
 
Planck E A Radiacao Do Corpo Negro
Planck E A Radiacao Do Corpo NegroPlanck E A Radiacao Do Corpo Negro
Planck E A Radiacao Do Corpo Negro
Cristiane Tavolaro
 
Luz
LuzLuz
Redes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISO
Redes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISORedes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISO
Redes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISO
Ministério Público da Paraíba
 
Luz e Cor
Luz e CorLuz e Cor
Luz e Cor
Piedade Alves
 
Modelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de RedeModelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de Rede
Walyson Vëras
 
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De RodapéComo Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Catedral de Adoração
 
A Luz
A LuzA Luz
A Luz
8ºC
 
Luz e fontes de luz - Resumo
Luz e fontes de luz - ResumoLuz e fontes de luz - Resumo
Luz e fontes de luz - Resumo
António Gonçalves
 

Destaque (20)

A cor
A corA cor
A cor
 
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativaA cor - sínteses aditiva e subtrativa
A cor - sínteses aditiva e subtrativa
 
Aula sobre Piet Mondrian
Aula sobre Piet MondrianAula sobre Piet Mondrian
Aula sobre Piet Mondrian
 
Comunicacao Visual
Comunicacao VisualComunicacao Visual
Comunicacao Visual
 
Avaliação de artes 6° ano
Avaliação de artes 6° anoAvaliação de artes 6° ano
Avaliação de artes 6° ano
 
Aula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino Médio
Aula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino MédioAula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino Médio
Aula 7 - Uma Aula de Quântica no Ensino Médio
 
Abnt referências
Abnt referênciasAbnt referências
Abnt referências
 
Radiação de Corpo Negro
Radiação de Corpo NegroRadiação de Corpo Negro
Radiação de Corpo Negro
 
Aula 5 - Introdução à Quântica
Aula 5 -  Introdução à QuânticaAula 5 -  Introdução à Quântica
Aula 5 - Introdução à Quântica
 
A Luz Powerpoint
A Luz PowerpointA Luz Powerpoint
A Luz Powerpoint
 
Os Astros
Os AstrosOs Astros
Os Astros
 
Radiação não ionizante
Radiação não ionizanteRadiação não ionizante
Radiação não ionizante
 
Planck E A Radiacao Do Corpo Negro
Planck E A Radiacao Do Corpo NegroPlanck E A Radiacao Do Corpo Negro
Planck E A Radiacao Do Corpo Negro
 
Luz
LuzLuz
Luz
 
Redes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISO
Redes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISORedes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISO
Redes de Computadores - Modelo de Referência OSI/ISO
 
Luz e Cor
Luz e CorLuz e Cor
Luz e Cor
 
Modelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de RedeModelo OSI - Camada de Rede
Modelo OSI - Camada de Rede
 
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De RodapéComo Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
Como Fazer Bibliografia E Nota De Rodapé
 
A Luz
A LuzA Luz
A Luz
 
Luz e fontes de luz - Resumo
Luz e fontes de luz - ResumoLuz e fontes de luz - Resumo
Luz e fontes de luz - Resumo
 

Semelhante a Aula básica sobre as cores

A Cor - Elementos da linguagem visual
A Cor - Elementos da linguagem visualA Cor - Elementos da linguagem visual
A Cor - Elementos da linguagem visual
Luan Lucena
 
Teorias da cor cartografia temática
Teorias da cor   cartografia temáticaTeorias da cor   cartografia temática
Teorias da cor cartografia temática
Alexandre Amorim
 
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptxPós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
OsmarSantanaRibeiro
 
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E HugoTrabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
guestf1230
 
Teoria Das Cores
Teoria Das  CoresTeoria Das  Cores
Teoria Das Cores
renatamruiz
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
Michele Augusto
 
Pg aula 8
Pg aula 8Pg aula 8
Pg aula 8
Alex Boiniak
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
menudemaquiagem
 
Cor
CorCor
Cartografia tematica aula 3
Cartografia tematica   aula 3Cartografia tematica   aula 3
Cartografia tematica aula 3
Margarete Santana
 
Luz cor.pps
Luz cor.ppsLuz cor.pps
Luz cor.pps
ssurgy
 
cartografia_tematica - aula 3.ppt
cartografia_tematica - aula 3.pptcartografia_tematica - aula 3.ppt
cartografia_tematica - aula 3.ppt
AnaMelloArquiteta
 
Entre cores
Entre coresEntre cores
Entre cores
rolim mendes
 
Cor
CorCor
Luz e cor
Luz e corLuz e cor
Luz e cor
ascensao
 
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
elisabhp
 
Cores estudo das cores
Cores    estudo das coresCores    estudo das cores
Cores estudo das cores
assis3012
 
teoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.pptteoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.ppt
Luis Cardoso
 
19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores
Alex Boiniak
 
A Cor
A CorA Cor
A Cor
ju07
 

Semelhante a Aula básica sobre as cores (20)

A Cor - Elementos da linguagem visual
A Cor - Elementos da linguagem visualA Cor - Elementos da linguagem visual
A Cor - Elementos da linguagem visual
 
Teorias da cor cartografia temática
Teorias da cor   cartografia temáticaTeorias da cor   cartografia temática
Teorias da cor cartografia temática
 
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptxPós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
Pós - Elementos basicos da comunicação - Estudo das cores.pptx
 
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E HugoTrabalho De Grafica. Diana E Hugo
Trabalho De Grafica. Diana E Hugo
 
Teoria Das Cores
Teoria Das  CoresTeoria Das  Cores
Teoria Das Cores
 
Estudo das cores
Estudo das coresEstudo das cores
Estudo das cores
 
Pg aula 8
Pg aula 8Pg aula 8
Pg aula 8
 
Teoria das cores
Teoria das coresTeoria das cores
Teoria das cores
 
Cor
CorCor
Cor
 
Cartografia tematica aula 3
Cartografia tematica   aula 3Cartografia tematica   aula 3
Cartografia tematica aula 3
 
Luz cor.pps
Luz cor.ppsLuz cor.pps
Luz cor.pps
 
cartografia_tematica - aula 3.ppt
cartografia_tematica - aula 3.pptcartografia_tematica - aula 3.ppt
cartografia_tematica - aula 3.ppt
 
Entre cores
Entre coresEntre cores
Entre cores
 
Cor
CorCor
Cor
 
Luz e cor
Luz e corLuz e cor
Luz e cor
 
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)1a. a u l a  cor- (cores primárias e cores complementares)
1a. a u l a cor- (cores primárias e cores complementares)
 
Cores estudo das cores
Cores    estudo das coresCores    estudo das cores
Cores estudo das cores
 
teoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.pptteoria_das_coresBOM.ppt
teoria_das_coresBOM.ppt
 
19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores19442165 teoria-das-cores
19442165 teoria-das-cores
 
A Cor
A CorA Cor
A Cor
 

Último

Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
marcos oliveira
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 

Último (20)

Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2021/2022 CENSIPAM.pdf
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2017 CENSIPAM.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdfTrabalho Colaborativo na educação especial.pdf
Trabalho Colaborativo na educação especial.pdf
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 

Aula básica sobre as cores

  • 2. A cor A ciência que estuda a medida das cores é chamada de colorimetria. A colorimetria desenvolve métodos de quantificação da cor e estuda o tom, a saturação e a intensidade da cor. O tom da cor é que faz com que ela seja identificada como azul, verde, amarela etc. A saturação da cor mostra se a cor é natural ou pigmentada artificialmente. A intensidade caracteriza a força da cor. As cores são divididas em primárias, secundárias, terciárias e neutras.
  • 3. Cores Primárias As cores primárias são: vermelho amarelo e azul. São consideradas as primeiras cores. O vermelho é uma cor quente que mostra vitalidade energia e coragem. O amarelo é uma cor suave e alegre que simboliza o otimismo. O azul é a cor que dá concentração e melhora a mente.
  • 4. Cores Secundárias As cores secundárias são formadas pela mistura de duas cores primárias. As cores secundárias são: verde, roxo e laranja. O azul misturado com o amarelo origina o verde. O azul misturado com o vermelho origina o roxo, e o vermelho misturado com o amarelo origina o laranja.
  • 5. Cores Terciárias As cores terciárias resultam da mistura de uma cor primária com uma ou duas cores secundárias. São todas as outras cores, como o marrom, que é a mistura de amarelo ou vermelho com preto.
  • 6. Cores Neutras As cores neutras são usadas para complementar uma cor desejada, sendo que as cores neutras têm pouco reflexo. Entre as cores neutras podemos citar o branco, o cinza e o marrom. O branco é luz isenta de cor, o preto é a ausência de cor e os tons cinza são a mistura do branco com o preto.
  • 8. A roda de cores pode ser divida em cores frias e quentes. As cores quentes são mais vivas e energéticas. As cores frias dão a sensação de calma e tranquilidade. Branco e preto são consideradas cores neutras. O que são?
  • 10. Policromia É a arte feita com várias cores. É o emprego de várias cores no mesmo trabalho. POLI + CROMIA = MUITAS CORES
  • 11. Importante! Em artes gráficas, a policromia é obtida através da combinação das três cores primárias (amarelo; cian; magenta) mais o preto para realçar os contrastes. As ilustrações aparecem com cores bonitas. Tonalidades e matizes dão uma agradável sensação a quem olha. Mas, para imprimir, as cores foram separadas. Não resta dúvida de que, para se obter um resultado harmônico da combinação de cores, é necessário um certo critério, bom-senso e um mínimo de conhecimento do uso dos materiais de pintura mas a experiência pessoal é ainda mais decisiva e é o que alimenta a revolução constante da arte. As técnicas de pintura se desenvolveram, se industrializaram e a tecnologia criou os pigmentos sintéticos. Cores “artificiais”, feitas em laboratório, mas tão intensas e belas como as cores naturais que tentam imitar. Muitas tintas industrializadas ainda são feitas com pigmentos naturais, mas já existem pigmentos sintéticos de todas as cores. Os corantes também são pigmentos. Você já percebeu quantos corantes consumimos em nossas refeições? É por que a cor dos alimentos também é um atrativo para aguçar o paladar: a gente também come “com os olhos”.
  • 13. Monocromia Uma pintura que emprega vários tons de uma mesma cor recebe o nome de monocromia: a arte feita com uma única cor, com variação de tonalidades. É a harmonia obtida através da adição gradativa de branco ou preto a uma única cor primária, secundária ou terciária. MONO + CROMIA = UMA COR Observe como se faz uma escala monocromática a partir de uma cor escolhida (primária ou secundária ):
  • 14. • ESCALA MONOCROMÁTICA É a gradação de valor e intensidade de uma mesma cor. Misturadas com o preto tornam- se mais escuras (ESCALA DE VALOR) e com o branco ficam mais claras ( ESCALA DE INTENSIDADE ). As coisas, na realidade, nunca são de uma só matiz ou tonalidade de cor. Existe grande variedade de matizes e tons dentro de uma mesma cor. As cores recebem influência da luz, da intensidade, dos reflexos e também da nossa própria retina.
  • 16. Conclusão Desde a antiguidade o homem usa a cor em suas representações, sejam elas figurativas ou abstratas, e com o tempo o uso a variação da gama de cores e sua aplicação tomou uma amplitude que podemos a evidenciar em tudo que cerca a humanidade, nas propagandas, artes, moda, cinema, objetos, etc. Compreender as cores, sua importância e classificação é parte do nosso conhecimento
  • 18. Referencias • CALABRIA, Carla Paula Bronde. Arte, história e produção 2. Ed. Renovada.FTD,2009: São Paulo • www.espacoeducar-liza.blogspot.com.br • www.google.com.br/imagens • www.brasilescola.com