SlideShare uma empresa Scribd logo
EMOÇÕES QUE
   CURAM
(QUÍMICA DO BEM)



                   1
A IMPORTÂNCIA DOS SENTIMENTOS PARA A SAÚDE
    O Espiritismo demonstra que existe relações entre o corpo e a alma e diz que, por se acharem em
dependência mútua, importa que se cuide de ambos.
    Amai, pois, a vossa alma, porém, cuidai igualmente do vosso corpo, instrumento daquela. Desatender
as necessidades que a própria Natureza indica, é desatender a Lei de Deus (Evangelho – Sede Perfeitos
Cap. XVII).



                                    PESQUISAS CIENTÍFICAS
    Reportagem publicada no Jornal Gazeta do Povo, de Curitiba, em 25/05/1999 sob o título “Pesquisa
revela que o perdão faz bem para a saúde”, diz o seguinte: Pesquisadores do Hope College, em
Michigan, garantem que perdoar as ofensas é uma forma de manter a saúde. Eles compararam os
batimentos cardíacos, taxa de suor e outras reações de pessoas que expostas a sofrimento ou raiva que
conseguiram ou não perdoar e chegaram a esta conclusão. O perdão pode ser até mesmo crucial para a
sobrevivência das espécies. “Em um sistema cooperativo, é possível que seu maior rival hoje seja alguém
de quem você precisará amanhã”, diz Frans De Waal, da Universidade Emory.

     Outra pesquisa que circula nos meios de comunicação sob o título “Ciência revela os benefícios do
perdão”, diz o seguinte: Um estudo feito pela Universidade do Tennessee mostrou que, entre outras coisas,
perdoar faz bem à saúde. O universo da pesquisa envolveu estudantes que haviam sofrido algum tipo de
traição. Os que superaram o problema e perdoaram apresentaram maior equilíbrio na pressão arterial do
que os que guardavam mágoas e rancores.

     Até há pouco tempo, falar de amar a si mesmo cabia de forma exclusiva aos religiosos, no entanto, na
atualidade, amar-se tem se tornado uma medida de bom senso. Pessoas não religiosas têm descoberto que
amar a si e ao próximo é terapêutico.
     O Dr. Fred Luskin, diretor do projeto perdão, da Universidade de Stanford, em seu livro “O poder do
perdão”, afirma que carregar a bagagem da amargura é muito tóxico. Nos estudos que realizou com
voluntários, constatou que a ação de perdoar lhes melhorou os níveis de energia, de
humor, a qualidade do sono e a vitalidade física geral. Nas ocasiões em que passamos
uma tensão em virtude de uma discussão, um susto, um acidente, o corpo libera os
hormônios do estresse – adrenalina e cortisol – acelerando o coração, a respiração e
fazendo a mente disparar. Ao mesmo tempo, a liberação de açúcar estimula os músculos
e os fatores de coagulação aumentam no sangue. Se isso for breve é inofensivo, contudo,
a raiva e o ressentimento que não têm fim, transformam em toxinas os hormônios que
deveriam nos salvar.
     O efeito depressor do cortisol e da adrenalina no sistema imunológico está
relacionado a doenças graves. Eles esgotam o cérebro, causando atrofia celular e perda
de memória. Ainda mais, provocam doenças cardíacas por elevar a pressão sangüínea,
os níveis de açúcar no sangue, enrijecendo as artérias.
     É aí que entra os bons sentimentos, que parecem interromper a circulação desses
hormônios.




    O bem estar emocional e espiritual ajuda o corpo a produzir hormônios, anticorpos e vacinas naturais
que reforçam o sistema imunológico, combatem a doença e promovem a saúde.
    Guardar ressentimento prejudica a saúde, sendo a maior causa de depressão, problemas cardíacos,
respiratórios, digestivos, pressão alta, artrite, cálculos renais e até câncer.

                                                                                                       2
PROBLEMAS BIOLÓGICOS OCASIONADOS POR SENTIMENTOS NEGATIVOS
      Sabe-se que a tristeza causa aumento do hormônio adrenocorticotrófico e portanto interfere na supra-
renais e aumenta o cortisol. O cortisol inibe o sistema imunitário, então a tristeza inibe a defesa do
organismo.
      Atualmente sabe-se que a depressão está relacionada a alterações nos níveis de neurotransmissores
hormonais (principalmente serotonina, acetilcolina, dopamina, epinefrina e norepinefrina), este distúrbio
hormonal leva o indivíduo a ter susceptibilidade para depressão. O depressivo normalmente apresenta
atrofias em certas áreas do cérebro (particularmente no lobo pré-frontal) responsável pelo controle das
emoções e produção de serotonina.
      Hoje também já está demonstrado que as pessoas com ressentimentos, melindres, mágoas são
mais vulneráveis a doenças graves, particularmente os tumores cancerosos. O câncer nada mais é que
células que passam a ter defeitos, que se multiplicam, criando um corpo estranho no organismo, um invasor
letal. Normalmente, essas células são facilmente eliminadas pelos mecanismos imunológicos, tão logo
surgem. Quando o ressentimento se prolonga, esses mecanismos são bloqueados e o câncer evolui.
Apenas porque a pessoa não consegue ter bons sentimentos…



       AÇÃO DE ALGUNS HORMÔNIOS QUE FAZEM BEM PARA A NOSSA SAÚDE

    Ocitocina ou Oxitocina - Hormônio do Amor
     Existem evidências rigorosamente científicas de que a generosidade, a cordialidade e o amor fraterno
são fatores geradores de saúde e longevidade. Muitos estudos realizados em várias partes do mundo têm
mostrado que indivíduos que desenvolvem tarefas altruístas, como voluntários em
grupos religiosos ou ONGs preocupadas com o bem-estar dos mais necessitados,
adoecem menos e vivem mais.
     Pesquisas recentes têm mostrado a possibilidade de um hormônio, denominado
ocitocina, ser o responsável pelos efeitos positivos das qualidades morais sobre a
saúde humana.
     A ocitocina é uma hormônio produzido pelo hipotálamo. Até recentemente, se
pensava que a ocitocina fosse um hormônio cuja única função fosse estimular as
contrações do útero durante o parto e a liberação de leite durante a lactação.
Recentemente descobriu-se que a ocitocina age influenciando várias funções orgânicas
e psíquicas. Ela inibe dois sistemas importantes, o Sistema nervoso simpático
(reduzindo a liberação de Noradrenalina e Adrenalina) e a produção de cortisol pelas glândulas supra-
renais.
     As conseqüências dessa inibição são:
     • dilatação dos vasos sangüíneos,
     • diminuição do trabalho cardíaco,
     • queda da pressão arterial,
     • relaxamento muscular,
     • diminuição da tensão e
     • sensação de bem-estar
     Isso é tudo o que nós precisamos para viver mais e melhor.
     A ocitocina definitivamente deixou de ser apenas um hormônio associado à lactação e parto. Suas
funções pró-sociais já incluem a formação de laços afetivos entre mães e filhos e entre namorados, o que
tem levado alguns pesquisadores a denominá-lo de HORMÔNIO DO AMOR.

    Serotonina - Hormônio da Paz
    Agir com serenidade, sabedoria, calma, indulgência, benevolência, promovem secreção de Serotonina.
    …enquanto que agir com ressentimento, raiva, rancor, repressão, resistências, facilitam a secreção de
Cortisol, um hormônio corrosivo para as células, que deteriora a saúde e acelera o envelhecimento.
    Condutas positivas geram atitudes de ânimo, amor, apreço, amizade, aproximação. As condutas
negativas pelo contrário geram atitudes de desânimo, desespero, desolação, afastamento.
    Viver emocionalmente de forma positiva, viveremos mais tempo e melhor, porque o “sangue bom”
(muita serotonina e pouco cortisol) é a chave da vida saudável. Viver de forma negativa, pelo contrário,
porque o “sangue ruim” (muito cortisol e pouca serotonina) deteriora a saúde, oportuniza as doenças e mais
uma vez citando, acelera o envelhecimento.


                                                                                                        3
Endorfina - Hormônio do Prazer
    Endorfina é um neuro-transmissor produzido na hipófise e liberado para o sangue juntamente com
outros hormônios. Endorfina é produzida depois de uma atividade física e quando fazemos algo que nos da
prazer, regula a emoção e a percepção da dor, ajuda a relaxar e gera a sensação de bem estar. A endorfina
é considerada um analgésico natural, reduzindo o estresse e a ansiedade, aliviando as tensões.
    Efeitos da Endorfina no organismo:
     • Melhora a memória;
     • Melhora o estado de espírito (bom humor);
     • Aumenta a resistência;
     • Aumenta a disposição física e mental;
     • Melhora o nosso sistema imunológico;
     • Bloqueia as lesões dos vasos sangüíneos;
     • Têm efeito antienvelhecimento;
     • Alivia as dores.
    O organismo produz Endorfina nas seguintes situações:
    • Ao fazer exercícios físicos;
    • Ao praticar hábitos saudáveis;
    • Ao fazer o que nos dá prazer;
    • Quando amamos ao próximo;
    • Ao perdoar;
    • Ao praticar a paciência;
    • Ao dar e receber atenção;
    • Ao fazer relaxamento;




       VEJAMOS ALGUNS HORMÔNIOS QUE PASSAM DE MOCINHOS A VILÃO

    Cortisol
     Quando sua ação é breve é inofensivo, contudo, sua ação prolongada prejudica o funcionamento do
organismo físico.
     Cortisol é um hormônio secretado pelas glândulas adrenais (supra-renais). O cortisol é
secretado quando o corpo entra em estresse. Qualquer situação que deixe uma pessoa
estressada física ou mentalmente já é o suficiente para gerar cortisol: brigas, problemas
familiares, financeiros, ansiedade, excesso de exercícios.
     É impossível anular a ação do cortisol totalmente, porque o corpo precisa dele para
continuar funcionando nestas situações citadas. Porém, podemos abaixar os níveis e deixa-los
em um patamar aceitável evitando sentimentos negativos e excessos físicos.
     Enquanto que a secreção de cortisol desempenha papel importante na resposta do stress
e da fadiga a sua ação prolongada, pode ter efeitos prejudiciais no funcionamento do
organismo físico.
     Efeitos da ação prolongada do Cortisol no organismo:
     • O aumento de cortisol inibe a produção de proteínas, o que explica o mal-estar físico que sentimos
         durante o estresse;
     • O excesso de cortisol mata as células cerebrais;
     • Acredita-se, que a toxicidade do cortisol é uma das principais causas do mal de Alzheimer;
     • O cortisol inibe inibe a defesa do organismo;
     • O cortisol provoca doenças cardíacas por elevar a pressão sangüínea e os níveis de açúcar no
         sangue, enrijecendo as artérias.

    Adrenalina
     Quando sua ação é breve é inofensivo, contudo, quando sua ação é prolongada transforma-se em
toxinas que prejudicam a nossa saúde.
     A adrenalina é um hormônio produzido pelas
glândulas supra renais e prepara o organismo para
realizar atividades físicas e esforços físicos. A adrenalina
também prepara o organismo a enfrentar situações
emotivas como medo ou perigo, a situações de stress.

                                                                                                       4
Nos momentos de excitação (medo, euforia) ou estresse emocional, uma grande quantidade de
adrenalina é secretada para atuar sobre determinadas partes do corpo (nervos, músculos, pernas, braços),
com o objetivo de prepará-lo para um esforço físico (correr, pular e movimentos que exigem reflexos de
forma rápida).
     Enquanto que a secreção de adrenalina desempenha papel importante para realização de atividades
físicas e enfrentar situações emotivas a sua ação prolongada, pode ter efeitos prejudiciais no funcionamento
do organismo físico.
     Efeitos da ação prolongada Adrenalina no organismo:
     • Aumenta a freqüência dos batimentos cardíacos;
     • Aumenta o volume de sangue por batimento cardíaco;
     • Aumenta a freqüência respiratória;
     • Eleva o nível de açúcar no sangue;
     • Eleva a pressão;
     • Provoca contrações musculares (dor muscular);
     • Aumenta a ansiedade.


COMO ELIMINAR O EXCESSO DE ADRENALINA E DO CORTISOL NO ORGANISMO
     O melhor caminho, é mudar alguns hábitos que nos fazem mal e substituí-los por bons hábitos:
     • Viver positivamente, ter atitudes mentais positivas diante de obstáculos;
     • Optar por alimentação saudável;
     • Ter mais contato com a natureza;
     • Acreditar mais em si;
     • Ter bons pensamentos e sentimentos.
     A forma que vivemos tem muito a ver com os hormônios que produzimos em nosso organismo. Se
temos uma vida saudável, se fazemos o que gostamos produzimos hormônios que nos fazem bem. Se
temos uma vida desregrada, se fazemos o que não gostamos produzimos hormônios que podem estar
prejudicando a nossa saúde.
     Tudo isto pode ser resumido em poucas palavras: BUSCAR SER FELIZ.
     Para que ter ressentimentos, ser uma pessoa nervosa, frustrada, com raiva se tudo. Isto nos levará a
um quadro de stress de conseqüências desastrosas.




     Quando estamos bem interiormente, produzimos endorfina, ocitoxina, e serotonina que são os
hormônio da alegria, da paz e da felicidade. E se estamos de baixos astral, produzimos adrenalina e
cortisol.
     Enquanto a endorfina é 400 vezes mais poderosa que a morfina, a adrenalina e o cortisol em níveis
elevados levam a sérios distúrbios emocionais. Álcool, fumo e drogas potencializam a produção de
adrenalina e cortisol, ao passo que a cordialidade, o sorriso, o contato humano, o amor resultam na
produção de endorfina ocitoxina e serotonina.
     Resta a cada um optar pelo que considera melhor para sua vida a partir do princípio de que ser feliz
depende única e exclusivamente de atitudes mentais e ações positivas no cotidiano.




                                                                                                          5
ESTABILIDADE EMOCIONAL
      É importante manter uma atitude positiva perante a vida, procurando sempre ver o lado bom das
coisas. Deve-se reservar alguns momentos para reflexão sobre nossas prioridades, naquilo que queremos
alcançar de fato na vida. Muitas vezes, nos perdemos em detalhes sem importância deixando de lado
coisas realmente relevantes.
      Controlar a pressa, a corrida contra o relógio também é importante, além disso, se recomenda que a
pessoa passe a curtir o processo do "ser", do "existir" em si, em vez de só se preocupar com o "fazer“ e o
“ter”.
      O equilíbrio humano é semelhante à estrutura de um prédio, se a pressão for superior à resistência,
aparecerão rachaduras (doenças e lesões, por exemplo).
      Viva feliz fazendo as pessoas que convivem com você felizes.




Referências Bibliográficas:
1. Fisiologia. Robert M. Berne... [et al.], tradutores Nephtali Segal Grinbaum... [et al.]. – Rio de Janeiro:
    Elsevier, 2004
2. Hormônios e metabolismo: integração e correlações clínicas. Editores Andréa T. Da Poian, Paulo Cesar
    de Carvalho-Alves. – São Paulo: Editora Atheneu, 2006
3. O poder do perdão. Dr. Fred Luskin. editora: Francis, 2007
4. Khalsa, Dharma Singh. Longevidade do Cérebro. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005
5. http://saudeintegral.com/2007/06/07/perdoar-faz-bem-a-saude
6. http://www.oconsolador.com.br - ano 2 - nº 69
7. http://pt.wikipedia.org/wiki/Adrenalina
8. http://www.brasilescola.com/quimica/adrenalina.htm
9. http://www.qmc.ufsc.br/qmcweb/artigos/adrenalina.html
10. http://www.infoescola.com/hormonios/adrenalina/
11. http://pt.wikipedia.org/wiki/Endorfina
12. http://cyberdiet.terra.com.br/cyberdiet/colunas/060501_fit_endorfina.htm
13. http://www.colegiosaofrancisco.com.br/alfa/endorfina/endorfina.php
14. http://drauziovarella.ig.com.br/entrevistas/bdexercicios5.asp
15. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ocitocina
16. http://pt.wikipedia.org/wiki/Serotonina
17. http://www.portalfarmacia.com.br/farmacia/principal/conteudo.asp?id=318
18. http://www.copacabanarunners.net/neurotransmissores.html

                                                                                                           6

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Espíritos Elementais
Espíritos ElementaisEspíritos Elementais
Espíritos Elementais
Eduardo Henrique Marçal
 
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianosCei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Ante Os Pequeninos
Ante Os PequeninosAnte Os Pequeninos
Ante Os Pequeninos
Grupo Espírita Cristão
 
Fase2 aula 09 slides
Fase2 aula 09 slidesFase2 aula 09 slides
Fase2 aula 09 slides
Iara Paiva
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundasEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Jose Luiz Maio
 
Missionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidaçãoMissionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidação
Sergio Rodriguez
 
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentes
Marta Gomes
 
Seminário perispírito use piracicaba
Seminário perispírito use piracicabaSeminário perispírito use piracicaba
Seminário perispírito use piracicaba
Alan Diniz Souza
 
Paciencia
PacienciaPaciencia
Paciencia
Power Point
 
Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010
Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010
Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010
Fatima Carvalho
 
Amor filial
Amor filialAmor filial
Amor filial
Antonino Silva
 
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan KardecSonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
marjoriestavismeyer
 
Homossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão EspíritaHomossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão Espírita
CEJG
 
FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!
Jorge Luiz dos Santos
 
2.6.7 Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos
2.6.7   Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos2.6.7   Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos
2.6.7 Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos
Marta Gomes
 
Homossexualidade, na ótica espirita
Homossexualidade, na ótica espiritaHomossexualidade, na ótica espirita
Homossexualidade, na ótica espirita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan KardecEscala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
marjoriestavismeyer
 
Ha muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHa muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu pai
Henrique Vieira
 
Enfermidades mentais e obsessão--_v2.pptx
Enfermidades mentais e obsessão--_v2.pptxEnfermidades mentais e obsessão--_v2.pptx
Enfermidades mentais e obsessão--_v2.pptx
DayaneSantana27
 
Palestra Sobre Carnaval
Palestra Sobre CarnavalPalestra Sobre Carnaval
Palestra Sobre Carnaval
Grupo Espírita Cristão
 

Mais procurados (20)

Espíritos Elementais
Espíritos ElementaisEspíritos Elementais
Espíritos Elementais
 
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianosCei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
Cei 100414-ii-cap.2 e 3-espíritos felizes e medianos
 
Ante Os Pequeninos
Ante Os PequeninosAnte Os Pequeninos
Ante Os Pequeninos
 
Fase2 aula 09 slides
Fase2 aula 09 slidesFase2 aula 09 slides
Fase2 aula 09 slides
 
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundasEstudando com Andre Luiz - Os Mensageiros  capitulo 06 Advertencias profundas
Estudando com Andre Luiz - Os Mensageiros capitulo 06 Advertencias profundas
 
Missionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidaçãoMissionários da luz resumo de consolidação
Missionários da luz resumo de consolidação
 
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes2.8.3   Letargia, catalepsia e mortes aparentes
2.8.3 Letargia, catalepsia e mortes aparentes
 
Seminário perispírito use piracicaba
Seminário perispírito use piracicabaSeminário perispírito use piracicaba
Seminário perispírito use piracicaba
 
Paciencia
PacienciaPaciencia
Paciencia
 
Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010
Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010
Energias sexuais alma ( fatima) 06 2010
 
Amor filial
Amor filialAmor filial
Amor filial
 
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan KardecSonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Sonambulismo, êxtase e dupla vista - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
 
Homossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão EspíritaHomossexualidade na Visão Espírita
Homossexualidade na Visão Espírita
 
FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!FELIZ ANO NOVO!
FELIZ ANO NOVO!
 
2.6.7 Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos
2.6.7   Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos2.6.7   Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos
2.6.7 Relacoes simpaticas e antipaticas dos espiritos
 
Homossexualidade, na ótica espirita
Homossexualidade, na ótica espiritaHomossexualidade, na ótica espirita
Homossexualidade, na ótica espirita
 
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan KardecEscala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
Escala espírita - Livro dos Espíritos - Allan Kardec
 
Ha muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu paiHa muitas moradas na casa de meu pai
Ha muitas moradas na casa de meu pai
 
Enfermidades mentais e obsessão--_v2.pptx
Enfermidades mentais e obsessão--_v2.pptxEnfermidades mentais e obsessão--_v2.pptx
Enfermidades mentais e obsessão--_v2.pptx
 
Palestra Sobre Carnaval
Palestra Sobre CarnavalPalestra Sobre Carnaval
Palestra Sobre Carnaval
 

Destaque

Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...
Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...
Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...
Smar Brasil
 
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Sandra Reis Machado
 
CRIANÇA: VISÃO ESPIRITA
CRIANÇA: VISÃO ESPIRITACRIANÇA: VISÃO ESPIRITA
CRIANÇA: VISÃO ESPIRITA
Rodrigo Leite
 
Como Lidar com as emoções
Como Lidar com as emoçõesComo Lidar com as emoções
Como Lidar com as emoções
Dora Guiseline
 
Gerir emoções
Gerir emoçõesGerir emoções
Gerir emoções
Oficina Psicologia
 
CETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia Pastoral
CETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia PastoralCETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia Pastoral
CETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia Pastoral
Ednilson do Valle
 
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e EspiritualPais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Marcelo Suster
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
Antonino Silva
 
Fisiologia das Emoções
Fisiologia das EmoçõesFisiologia das Emoções
Fisiologia das Emoções
Universidade Estadual do Parana
 
Pais e filhos
Pais e filhosPais e filhos
Pais e filhos
Jocarli Junior
 
A Pedagogia do Afeto
A Pedagogia do Afeto A Pedagogia do Afeto
A Pedagogia do Afeto
Adilson P Motta Motta
 
Processos emocionais
Processos emocionaisProcessos emocionais
Processos emocionais
Silvia Revez
 
7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos 7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos
Leonardo Pereira
 
01 sentimentos e emoções no comportamento humano
01 sentimentos e emoções no comportamento humano01 sentimentos e emoções no comportamento humano
01 sentimentos e emoções no comportamento humano
Graça Martins
 
Processos Emocionais
Processos EmocionaisProcessos Emocionais
Processos Emocionais
Jorge Barbosa
 
AS EMOÇÕES
AS EMOÇÕESAS EMOÇÕES
10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes
Seduc MT
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectos
guested634f
 

Destaque (18)

Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...
Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...
Relações Familiares, o Papel das Emoções (Vanderlei Miranda) - Cidadão do Fut...
 
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
Nossos filhos são espíritos palestra 31 03 14
 
CRIANÇA: VISÃO ESPIRITA
CRIANÇA: VISÃO ESPIRITACRIANÇA: VISÃO ESPIRITA
CRIANÇA: VISÃO ESPIRITA
 
Como Lidar com as emoções
Como Lidar com as emoçõesComo Lidar com as emoções
Como Lidar com as emoções
 
Gerir emoções
Gerir emoçõesGerir emoções
Gerir emoções
 
CETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia Pastoral
CETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia PastoralCETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia Pastoral
CETADEB Lição 2 - A Psicologia e as nossas emoções. Livro Psicologia Pastoral
 
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e EspiritualPais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
Pais e Filhos: Numa visão Psicológica e Espiritual
 
Emoções
EmoçõesEmoções
Emoções
 
Fisiologia das Emoções
Fisiologia das EmoçõesFisiologia das Emoções
Fisiologia das Emoções
 
Pais e filhos
Pais e filhosPais e filhos
Pais e filhos
 
A Pedagogia do Afeto
A Pedagogia do Afeto A Pedagogia do Afeto
A Pedagogia do Afeto
 
Processos emocionais
Processos emocionaisProcessos emocionais
Processos emocionais
 
7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos 7ª Oficina dos sentimentos
7ª Oficina dos sentimentos
 
01 sentimentos e emoções no comportamento humano
01 sentimentos e emoções no comportamento humano01 sentimentos e emoções no comportamento humano
01 sentimentos e emoções no comportamento humano
 
Processos Emocionais
Processos EmocionaisProcessos Emocionais
Processos Emocionais
 
AS EMOÇÕES
AS EMOÇÕESAS EMOÇÕES
AS EMOÇÕES
 
10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes10 dinâmicas divertidas e envolventes
10 dinâmicas divertidas e envolventes
 
Emoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e AfectosEmoções, Sentimentos e Afectos
Emoções, Sentimentos e Afectos
 

Semelhante a 62 emoções que curam (quimica do bem)

Medicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismoMedicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismo
siaromjo
 
Medicina E Espiritismo
Medicina E EspiritismoMedicina E Espiritismo
Medicina E Espiritismo
Grupo Espírita Cristão
 
Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02
Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02
Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02
Alberto Barth
 
Medicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismoMedicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismo
Ana Cristina Lima
 
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMOELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
guest9002b0
 
Medicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismoMedicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismo
Arnaldo Carvalho
 
Medicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismoMedicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismo
Izabel Cristina Fonseca
 
Medicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismoMedicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismo
Izabel Cristina Fonseca
 
Medicina E O Espiritismo
Medicina E O EspiritismoMedicina E O Espiritismo
Medicina E O Espiritismo
AndySans 2008
 
Stress
StressStress
Stress
Lala_f
 
M E D I C I N A E E S P I R I T I S M O
M E D I C I N A  E  E S P I R I T I S M OM E D I C I N A  E  E S P I R I T I S M O
M E D I C I N A E E S P I R I T I S M O
Grupo Espírita Cristão
 
HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.
HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.
HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.
Van Der Häägen Brazil
 
Medicina E O Espiritismo
Medicina E O EspiritismoMedicina E O Espiritismo
Medicina E O Espiritismo
Medicina E O EspiritismoMedicina E O Espiritismo
Medicina E O Espiritismo
Anelise Mastella
 
A_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.ppt
A_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.pptA_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.ppt
A_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.ppt
lincolncvieira
 
Transe Integrativo e Psicossomática
Transe Integrativo e PsicossomáticaTranse Integrativo e Psicossomática
Transe Integrativo e Psicossomática
Projeto Crisálida
 
Medicina e o Espiritismo
Medicina e o EspiritismoMedicina e o Espiritismo
Medicina e o Espiritismo
Fernando Vieira Filho
 
Solidariedade
SolidariedadeSolidariedade
Solidariedade
Dr. Walter Cury
 
Stress
StressStress
Stress
clinicavida
 
O stress
O stressO stress
O stress
Diogo Reis
 

Semelhante a 62 emoções que curam (quimica do bem) (20)

Medicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismoMedicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismo
 
Medicina E Espiritismo
Medicina E EspiritismoMedicina E Espiritismo
Medicina E Espiritismo
 
Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02
Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02
Medicinaeoespiritismo 091220141822-phpapp02
 
Medicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismoMedicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismo
 
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMOELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
ELIZETH CORONA - MEDICINA E O ESPIRITISMO
 
Medicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismoMedicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismo
 
Medicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismoMedicina e o_espiritismo
Medicina e o_espiritismo
 
Medicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismoMedicina e o espiritismo
Medicina e o espiritismo
 
Medicina E O Espiritismo
Medicina E O EspiritismoMedicina E O Espiritismo
Medicina E O Espiritismo
 
Stress
StressStress
Stress
 
M E D I C I N A E E S P I R I T I S M O
M E D I C I N A  E  E S P I R I T I S M OM E D I C I N A  E  E S P I R I T I S M O
M E D I C I N A E E S P I R I T I S M O
 
HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.
HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.
HORMÔNIO DO CRESCIMENTO (HGH) FAZ TRANSFORMAR GORDURAS EM MÚSCULOS.
 
Medicina E O Espiritismo
Medicina E O EspiritismoMedicina E O Espiritismo
Medicina E O Espiritismo
 
Medicina E O Espiritismo
Medicina E O EspiritismoMedicina E O Espiritismo
Medicina E O Espiritismo
 
A_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.ppt
A_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.pptA_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.ppt
A_MEDICINA_E_O_ESPIRITISMO.ppt
 
Transe Integrativo e Psicossomática
Transe Integrativo e PsicossomáticaTranse Integrativo e Psicossomática
Transe Integrativo e Psicossomática
 
Medicina e o Espiritismo
Medicina e o EspiritismoMedicina e o Espiritismo
Medicina e o Espiritismo
 
Solidariedade
SolidariedadeSolidariedade
Solidariedade
 
Stress
StressStress
Stress
 
O stress
O stressO stress
O stress
 

Mais de Antonio SSantos

Amizade
AmizadeAmizade
Projetos (1ª 2013
Projetos (1ª  2013Projetos (1ª  2013
Projetos (1ª 2013
Antonio SSantos
 
Eu no comando (4ª2013)
Eu no comando   (4ª2013)Eu no comando   (4ª2013)
Eu no comando (4ª2013)
Antonio SSantos
 
Certanejos (3ª-2013)
Certanejos (3ª-2013)Certanejos (3ª-2013)
Certanejos (3ª-2013)
Antonio SSantos
 
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimirO homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
Antonio SSantos
 
65 referências bibliográficas
65  referências bibliográficas65  referências bibliográficas
65 referências bibliográficas
Antonio SSantos
 
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
Antonio SSantos
 
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
Antonio SSantos
 
61 familia-mudar prá melhor
61 familia-mudar prá melhor61 familia-mudar prá melhor
61 familia-mudar prá melhor
Antonio SSantos
 
60 oportunidades de praticar o bem
60 oportunidades de praticar o bem60 oportunidades de praticar o bem
60 oportunidades de praticar o bem
Antonio SSantos
 
59 amar a sí mesmo
59 amar a sí mesmo59 amar a sí mesmo
59 amar a sí mesmo
Antonio SSantos
 
58 escrever e reescrever a história da nossa vida
58 escrever e reescrever a história da nossa vida58 escrever e reescrever a história da nossa vida
58 escrever e reescrever a história da nossa vida
Antonio SSantos
 
57 a energia do amor
57 a energia do amor57 a energia do amor
57 a energia do amor
Antonio SSantos
 
56 higienização espiritual da terra
56 higienização espiritual da terra56 higienização espiritual da terra
56 higienização espiritual da terra
Antonio SSantos
 
55 transcomunicação instrumental
55 transcomunicação instrumental55 transcomunicação instrumental
55 transcomunicação instrumental
Antonio SSantos
 
54 obesessão e desobsessão
54 obesessão e desobsessão54 obesessão e desobsessão
54 obesessão e desobsessão
Antonio SSantos
 
53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos
Antonio SSantos
 
52 perda e suspensão da mediunidade
52 perda e suspensão da mediunidade52 perda e suspensão da mediunidade
52 perda e suspensão da mediunidade
Antonio SSantos
 
51 desdobramento animico (apometria)
51 desdobramento animico (apometria)51 desdobramento animico (apometria)
51 desdobramento animico (apometria)
Antonio SSantos
 
50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições
Antonio SSantos
 

Mais de Antonio SSantos (20)

Amizade
AmizadeAmizade
Amizade
 
Projetos (1ª 2013
Projetos (1ª  2013Projetos (1ª  2013
Projetos (1ª 2013
 
Eu no comando (4ª2013)
Eu no comando   (4ª2013)Eu no comando   (4ª2013)
Eu no comando (4ª2013)
 
Certanejos (3ª-2013)
Certanejos (3ª-2013)Certanejos (3ª-2013)
Certanejos (3ª-2013)
 
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimirO homem integral  livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
O homem integral livro!!!!!!!!!!!!!!!!! -1 - imprimir
 
65 referências bibliográficas
65  referências bibliográficas65  referências bibliográficas
65 referências bibliográficas
 
64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita64 células tronco e a doutrina espírita
64 células tronco e a doutrina espírita
 
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
63 doação de orgãos (um ato de amor ao próximo)
 
61 familia-mudar prá melhor
61 familia-mudar prá melhor61 familia-mudar prá melhor
61 familia-mudar prá melhor
 
60 oportunidades de praticar o bem
60 oportunidades de praticar o bem60 oportunidades de praticar o bem
60 oportunidades de praticar o bem
 
59 amar a sí mesmo
59 amar a sí mesmo59 amar a sí mesmo
59 amar a sí mesmo
 
58 escrever e reescrever a história da nossa vida
58 escrever e reescrever a história da nossa vida58 escrever e reescrever a história da nossa vida
58 escrever e reescrever a história da nossa vida
 
57 a energia do amor
57 a energia do amor57 a energia do amor
57 a energia do amor
 
56 higienização espiritual da terra
56 higienização espiritual da terra56 higienização espiritual da terra
56 higienização espiritual da terra
 
55 transcomunicação instrumental
55 transcomunicação instrumental55 transcomunicação instrumental
55 transcomunicação instrumental
 
54 obesessão e desobsessão
54 obesessão e desobsessão54 obesessão e desobsessão
54 obesessão e desobsessão
 
53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos
 
52 perda e suspensão da mediunidade
52 perda e suspensão da mediunidade52 perda e suspensão da mediunidade
52 perda e suspensão da mediunidade
 
51 desdobramento animico (apometria)
51 desdobramento animico (apometria)51 desdobramento animico (apometria)
51 desdobramento animico (apometria)
 
50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições50 como e porque acontecem as premonições
50 como e porque acontecem as premonições
 

62 emoções que curam (quimica do bem)

  • 1. EMOÇÕES QUE CURAM (QUÍMICA DO BEM) 1
  • 2. A IMPORTÂNCIA DOS SENTIMENTOS PARA A SAÚDE O Espiritismo demonstra que existe relações entre o corpo e a alma e diz que, por se acharem em dependência mútua, importa que se cuide de ambos. Amai, pois, a vossa alma, porém, cuidai igualmente do vosso corpo, instrumento daquela. Desatender as necessidades que a própria Natureza indica, é desatender a Lei de Deus (Evangelho – Sede Perfeitos Cap. XVII). PESQUISAS CIENTÍFICAS Reportagem publicada no Jornal Gazeta do Povo, de Curitiba, em 25/05/1999 sob o título “Pesquisa revela que o perdão faz bem para a saúde”, diz o seguinte: Pesquisadores do Hope College, em Michigan, garantem que perdoar as ofensas é uma forma de manter a saúde. Eles compararam os batimentos cardíacos, taxa de suor e outras reações de pessoas que expostas a sofrimento ou raiva que conseguiram ou não perdoar e chegaram a esta conclusão. O perdão pode ser até mesmo crucial para a sobrevivência das espécies. “Em um sistema cooperativo, é possível que seu maior rival hoje seja alguém de quem você precisará amanhã”, diz Frans De Waal, da Universidade Emory. Outra pesquisa que circula nos meios de comunicação sob o título “Ciência revela os benefícios do perdão”, diz o seguinte: Um estudo feito pela Universidade do Tennessee mostrou que, entre outras coisas, perdoar faz bem à saúde. O universo da pesquisa envolveu estudantes que haviam sofrido algum tipo de traição. Os que superaram o problema e perdoaram apresentaram maior equilíbrio na pressão arterial do que os que guardavam mágoas e rancores. Até há pouco tempo, falar de amar a si mesmo cabia de forma exclusiva aos religiosos, no entanto, na atualidade, amar-se tem se tornado uma medida de bom senso. Pessoas não religiosas têm descoberto que amar a si e ao próximo é terapêutico. O Dr. Fred Luskin, diretor do projeto perdão, da Universidade de Stanford, em seu livro “O poder do perdão”, afirma que carregar a bagagem da amargura é muito tóxico. Nos estudos que realizou com voluntários, constatou que a ação de perdoar lhes melhorou os níveis de energia, de humor, a qualidade do sono e a vitalidade física geral. Nas ocasiões em que passamos uma tensão em virtude de uma discussão, um susto, um acidente, o corpo libera os hormônios do estresse – adrenalina e cortisol – acelerando o coração, a respiração e fazendo a mente disparar. Ao mesmo tempo, a liberação de açúcar estimula os músculos e os fatores de coagulação aumentam no sangue. Se isso for breve é inofensivo, contudo, a raiva e o ressentimento que não têm fim, transformam em toxinas os hormônios que deveriam nos salvar. O efeito depressor do cortisol e da adrenalina no sistema imunológico está relacionado a doenças graves. Eles esgotam o cérebro, causando atrofia celular e perda de memória. Ainda mais, provocam doenças cardíacas por elevar a pressão sangüínea, os níveis de açúcar no sangue, enrijecendo as artérias. É aí que entra os bons sentimentos, que parecem interromper a circulação desses hormônios. O bem estar emocional e espiritual ajuda o corpo a produzir hormônios, anticorpos e vacinas naturais que reforçam o sistema imunológico, combatem a doença e promovem a saúde. Guardar ressentimento prejudica a saúde, sendo a maior causa de depressão, problemas cardíacos, respiratórios, digestivos, pressão alta, artrite, cálculos renais e até câncer. 2
  • 3. PROBLEMAS BIOLÓGICOS OCASIONADOS POR SENTIMENTOS NEGATIVOS Sabe-se que a tristeza causa aumento do hormônio adrenocorticotrófico e portanto interfere na supra- renais e aumenta o cortisol. O cortisol inibe o sistema imunitário, então a tristeza inibe a defesa do organismo. Atualmente sabe-se que a depressão está relacionada a alterações nos níveis de neurotransmissores hormonais (principalmente serotonina, acetilcolina, dopamina, epinefrina e norepinefrina), este distúrbio hormonal leva o indivíduo a ter susceptibilidade para depressão. O depressivo normalmente apresenta atrofias em certas áreas do cérebro (particularmente no lobo pré-frontal) responsável pelo controle das emoções e produção de serotonina. Hoje também já está demonstrado que as pessoas com ressentimentos, melindres, mágoas são mais vulneráveis a doenças graves, particularmente os tumores cancerosos. O câncer nada mais é que células que passam a ter defeitos, que se multiplicam, criando um corpo estranho no organismo, um invasor letal. Normalmente, essas células são facilmente eliminadas pelos mecanismos imunológicos, tão logo surgem. Quando o ressentimento se prolonga, esses mecanismos são bloqueados e o câncer evolui. Apenas porque a pessoa não consegue ter bons sentimentos… AÇÃO DE ALGUNS HORMÔNIOS QUE FAZEM BEM PARA A NOSSA SAÚDE Ocitocina ou Oxitocina - Hormônio do Amor Existem evidências rigorosamente científicas de que a generosidade, a cordialidade e o amor fraterno são fatores geradores de saúde e longevidade. Muitos estudos realizados em várias partes do mundo têm mostrado que indivíduos que desenvolvem tarefas altruístas, como voluntários em grupos religiosos ou ONGs preocupadas com o bem-estar dos mais necessitados, adoecem menos e vivem mais. Pesquisas recentes têm mostrado a possibilidade de um hormônio, denominado ocitocina, ser o responsável pelos efeitos positivos das qualidades morais sobre a saúde humana. A ocitocina é uma hormônio produzido pelo hipotálamo. Até recentemente, se pensava que a ocitocina fosse um hormônio cuja única função fosse estimular as contrações do útero durante o parto e a liberação de leite durante a lactação. Recentemente descobriu-se que a ocitocina age influenciando várias funções orgânicas e psíquicas. Ela inibe dois sistemas importantes, o Sistema nervoso simpático (reduzindo a liberação de Noradrenalina e Adrenalina) e a produção de cortisol pelas glândulas supra- renais. As conseqüências dessa inibição são: • dilatação dos vasos sangüíneos, • diminuição do trabalho cardíaco, • queda da pressão arterial, • relaxamento muscular, • diminuição da tensão e • sensação de bem-estar Isso é tudo o que nós precisamos para viver mais e melhor. A ocitocina definitivamente deixou de ser apenas um hormônio associado à lactação e parto. Suas funções pró-sociais já incluem a formação de laços afetivos entre mães e filhos e entre namorados, o que tem levado alguns pesquisadores a denominá-lo de HORMÔNIO DO AMOR. Serotonina - Hormônio da Paz Agir com serenidade, sabedoria, calma, indulgência, benevolência, promovem secreção de Serotonina. …enquanto que agir com ressentimento, raiva, rancor, repressão, resistências, facilitam a secreção de Cortisol, um hormônio corrosivo para as células, que deteriora a saúde e acelera o envelhecimento. Condutas positivas geram atitudes de ânimo, amor, apreço, amizade, aproximação. As condutas negativas pelo contrário geram atitudes de desânimo, desespero, desolação, afastamento. Viver emocionalmente de forma positiva, viveremos mais tempo e melhor, porque o “sangue bom” (muita serotonina e pouco cortisol) é a chave da vida saudável. Viver de forma negativa, pelo contrário, porque o “sangue ruim” (muito cortisol e pouca serotonina) deteriora a saúde, oportuniza as doenças e mais uma vez citando, acelera o envelhecimento. 3
  • 4. Endorfina - Hormônio do Prazer Endorfina é um neuro-transmissor produzido na hipófise e liberado para o sangue juntamente com outros hormônios. Endorfina é produzida depois de uma atividade física e quando fazemos algo que nos da prazer, regula a emoção e a percepção da dor, ajuda a relaxar e gera a sensação de bem estar. A endorfina é considerada um analgésico natural, reduzindo o estresse e a ansiedade, aliviando as tensões. Efeitos da Endorfina no organismo: • Melhora a memória; • Melhora o estado de espírito (bom humor); • Aumenta a resistência; • Aumenta a disposição física e mental; • Melhora o nosso sistema imunológico; • Bloqueia as lesões dos vasos sangüíneos; • Têm efeito antienvelhecimento; • Alivia as dores. O organismo produz Endorfina nas seguintes situações: • Ao fazer exercícios físicos; • Ao praticar hábitos saudáveis; • Ao fazer o que nos dá prazer; • Quando amamos ao próximo; • Ao perdoar; • Ao praticar a paciência; • Ao dar e receber atenção; • Ao fazer relaxamento; VEJAMOS ALGUNS HORMÔNIOS QUE PASSAM DE MOCINHOS A VILÃO Cortisol Quando sua ação é breve é inofensivo, contudo, sua ação prolongada prejudica o funcionamento do organismo físico. Cortisol é um hormônio secretado pelas glândulas adrenais (supra-renais). O cortisol é secretado quando o corpo entra em estresse. Qualquer situação que deixe uma pessoa estressada física ou mentalmente já é o suficiente para gerar cortisol: brigas, problemas familiares, financeiros, ansiedade, excesso de exercícios. É impossível anular a ação do cortisol totalmente, porque o corpo precisa dele para continuar funcionando nestas situações citadas. Porém, podemos abaixar os níveis e deixa-los em um patamar aceitável evitando sentimentos negativos e excessos físicos. Enquanto que a secreção de cortisol desempenha papel importante na resposta do stress e da fadiga a sua ação prolongada, pode ter efeitos prejudiciais no funcionamento do organismo físico. Efeitos da ação prolongada do Cortisol no organismo: • O aumento de cortisol inibe a produção de proteínas, o que explica o mal-estar físico que sentimos durante o estresse; • O excesso de cortisol mata as células cerebrais; • Acredita-se, que a toxicidade do cortisol é uma das principais causas do mal de Alzheimer; • O cortisol inibe inibe a defesa do organismo; • O cortisol provoca doenças cardíacas por elevar a pressão sangüínea e os níveis de açúcar no sangue, enrijecendo as artérias. Adrenalina Quando sua ação é breve é inofensivo, contudo, quando sua ação é prolongada transforma-se em toxinas que prejudicam a nossa saúde. A adrenalina é um hormônio produzido pelas glândulas supra renais e prepara o organismo para realizar atividades físicas e esforços físicos. A adrenalina também prepara o organismo a enfrentar situações emotivas como medo ou perigo, a situações de stress. 4
  • 5. Nos momentos de excitação (medo, euforia) ou estresse emocional, uma grande quantidade de adrenalina é secretada para atuar sobre determinadas partes do corpo (nervos, músculos, pernas, braços), com o objetivo de prepará-lo para um esforço físico (correr, pular e movimentos que exigem reflexos de forma rápida). Enquanto que a secreção de adrenalina desempenha papel importante para realização de atividades físicas e enfrentar situações emotivas a sua ação prolongada, pode ter efeitos prejudiciais no funcionamento do organismo físico. Efeitos da ação prolongada Adrenalina no organismo: • Aumenta a freqüência dos batimentos cardíacos; • Aumenta o volume de sangue por batimento cardíaco; • Aumenta a freqüência respiratória; • Eleva o nível de açúcar no sangue; • Eleva a pressão; • Provoca contrações musculares (dor muscular); • Aumenta a ansiedade. COMO ELIMINAR O EXCESSO DE ADRENALINA E DO CORTISOL NO ORGANISMO O melhor caminho, é mudar alguns hábitos que nos fazem mal e substituí-los por bons hábitos: • Viver positivamente, ter atitudes mentais positivas diante de obstáculos; • Optar por alimentação saudável; • Ter mais contato com a natureza; • Acreditar mais em si; • Ter bons pensamentos e sentimentos. A forma que vivemos tem muito a ver com os hormônios que produzimos em nosso organismo. Se temos uma vida saudável, se fazemos o que gostamos produzimos hormônios que nos fazem bem. Se temos uma vida desregrada, se fazemos o que não gostamos produzimos hormônios que podem estar prejudicando a nossa saúde. Tudo isto pode ser resumido em poucas palavras: BUSCAR SER FELIZ. Para que ter ressentimentos, ser uma pessoa nervosa, frustrada, com raiva se tudo. Isto nos levará a um quadro de stress de conseqüências desastrosas. Quando estamos bem interiormente, produzimos endorfina, ocitoxina, e serotonina que são os hormônio da alegria, da paz e da felicidade. E se estamos de baixos astral, produzimos adrenalina e cortisol. Enquanto a endorfina é 400 vezes mais poderosa que a morfina, a adrenalina e o cortisol em níveis elevados levam a sérios distúrbios emocionais. Álcool, fumo e drogas potencializam a produção de adrenalina e cortisol, ao passo que a cordialidade, o sorriso, o contato humano, o amor resultam na produção de endorfina ocitoxina e serotonina. Resta a cada um optar pelo que considera melhor para sua vida a partir do princípio de que ser feliz depende única e exclusivamente de atitudes mentais e ações positivas no cotidiano. 5
  • 6. ESTABILIDADE EMOCIONAL É importante manter uma atitude positiva perante a vida, procurando sempre ver o lado bom das coisas. Deve-se reservar alguns momentos para reflexão sobre nossas prioridades, naquilo que queremos alcançar de fato na vida. Muitas vezes, nos perdemos em detalhes sem importância deixando de lado coisas realmente relevantes. Controlar a pressa, a corrida contra o relógio também é importante, além disso, se recomenda que a pessoa passe a curtir o processo do "ser", do "existir" em si, em vez de só se preocupar com o "fazer“ e o “ter”. O equilíbrio humano é semelhante à estrutura de um prédio, se a pressão for superior à resistência, aparecerão rachaduras (doenças e lesões, por exemplo). Viva feliz fazendo as pessoas que convivem com você felizes. Referências Bibliográficas: 1. Fisiologia. Robert M. Berne... [et al.], tradutores Nephtali Segal Grinbaum... [et al.]. – Rio de Janeiro: Elsevier, 2004 2. Hormônios e metabolismo: integração e correlações clínicas. Editores Andréa T. Da Poian, Paulo Cesar de Carvalho-Alves. – São Paulo: Editora Atheneu, 2006 3. O poder do perdão. Dr. Fred Luskin. editora: Francis, 2007 4. Khalsa, Dharma Singh. Longevidade do Cérebro. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005 5. http://saudeintegral.com/2007/06/07/perdoar-faz-bem-a-saude 6. http://www.oconsolador.com.br - ano 2 - nº 69 7. http://pt.wikipedia.org/wiki/Adrenalina 8. http://www.brasilescola.com/quimica/adrenalina.htm 9. http://www.qmc.ufsc.br/qmcweb/artigos/adrenalina.html 10. http://www.infoescola.com/hormonios/adrenalina/ 11. http://pt.wikipedia.org/wiki/Endorfina 12. http://cyberdiet.terra.com.br/cyberdiet/colunas/060501_fit_endorfina.htm 13. http://www.colegiosaofrancisco.com.br/alfa/endorfina/endorfina.php 14. http://drauziovarella.ig.com.br/entrevistas/bdexercicios5.asp 15. http://pt.wikipedia.org/wiki/Ocitocina 16. http://pt.wikipedia.org/wiki/Serotonina 17. http://www.portalfarmacia.com.br/farmacia/principal/conteudo.asp?id=318 18. http://www.copacabanarunners.net/neurotransmissores.html 6