SlideShare uma empresa Scribd logo
imaginologia
DIAGNÓSTICO POR IMAGEM
EMENTA
 Compreensão e interpretação de exames de
imagem normais e patológicos como
instrumento a auxiliar na prática
fisioterapêutica. Métodos de diagnóstico por
imagens estudadas: Radiologia Convencional e
Contrastada; Tomografia Computadorizada
(TC); Ultra-sonografia (US); Ressonância
Nuclear Magnética (RNM)..
OBJETIVOS
 Preparar o aluno para a avaliação dos métodos
de diagnóstico por imagens utilizadas na
prática clínica ambulatorial e em hospitais, por
meio da correlação entre dados clínicos, exame
físico e métodos de imagem.
OBJETIVOS ESPECÍFICOS
 Analisar o histórico da radiologia e sua evolução na
aplicação como recurso de diagnóstico
 Introduzir a nomenclatura técnica referentes aos diferentes
métodos de diagnóstico por imagem, relacionando com as
diversas áreas de atendimento da
fisioterapia(traumatologia,reumatologia,neurologia,pneum
ologia...)
 Identificar as diferenças entre os métodos de diagnóstico
por imagem e suas indicações na exercício da fisioterapia.
HISTÓRICO
 No final do século
XIX, no dia 8 de
novembro de 1895
 Físico alemão
Wilhelm Conrad
Roetgen ao ver sua
mão projetada numa
tela enquanto
trabalhava com
radiações.
HISTÓRICO
 Imaginou que de um tubo em
que ele trabalhava deveria estar
sendo emitido um tipo especial
de onda que tinha a capacidade
de atravessar o corpo humano.
 Como era uma radiação
invisível, ele a chamou de Raios
X. Sua descoberta valeu-lhe o
prêmio Nobel de Física em 1901.
www.portalsaofrancisco.com.br
 A primeira radiografia foi realizada em
22 de dezembro de 1895. Neste dia,
Roentgen pôs a mão esquerda de sua
esposa Anna Bertha Roentgen no chassi,
com filme fotográfico, fazendo incidir a
radiação oriunda do tubo por cerca de 15
minutos. Revelado o filme, lá estavam,
para confirmação de suas observações, a
figura da mão de sua esposa e seus ossos
dentro das partes moles menos densas.
PRIMEIRA IMAGEM
HISTÓRICO
 Dentro de um mês após a publicação da
descoberta, vários consultórios médicos
radiológicos foram criados pela Europa e
Estados Unidos, sendo usados pelos cirurgioes
para os guiarem no seu trabalho. Em Junho de
1896, apenas 6 meses após a publicação da
descoberta de Roentgen, os raios-X passaram a
ser usados pelos médicos para pesquisa de balas
nos soldados feridos, sendo um grande avanço
para a sua terapia.
CONCEITO
 Num sentido amplo, radiação é aquilo que
irradia (sai em raios) de algum lugar. Em física,
o termo refere-se usualmente a partículas e
campos que se propagam (transferindo
energia) no espaço (preenchido ou não por
matéria).
 A radiação pode ser de natureza particulada
(de partículas) ou ondulatória (de ondas).
CONCEITOS
 MAGNETISMO
 ELETRICIDADE
 ELETROMAGNETISMO
 RADIAÇÕES ELETROMAGNÉTICAS:Transporte de
energia através do espaço em uma combinação de
campos elétricos e magnéticos
CONCEITOS
 Radiação de natureza particulada é caracterizada por sua
carga, massa e velocidade: pode ser carregada ou neutra, leve
ou pesada, lenta ou rápida. Prótons, nêutrons e elétrons
ejetados de átomos ou núcleos atômicos são exemplos de
radiação particulada.
 A radiação eletromagnética é constituída por campos elétricos
e magnéticos variando no espaço e no tempo. É caracterizada
pela amplitude (tamanho) e pela freqüência (ou,
alternativamente, pelo comprimento de onda) da oscilação.
IMPORTANTE!!!
 A velocidade de propagação da radiação
eletromagnética num dado meio é sempre
constante, atingindo seu valor máximo no vácuo
(cerca de 300.000 km/s). Apesar de não possuir
carga ou massa, carrega energia e momento. A
radiação eletromagnética é absorvida e emitida
pela matéria em quanta (plural de quantum,
palavra grega para "pacote") de energia. As
ondas de rádio, a luz visível e os raios-X são
exemplos de radiação eletromagnética.
RADIAÇÃO
PARTICULADA ELETROMAGNÉTICA
5862497

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 5862497

INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIAINTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
CristinaCardoso73
 
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner SáDiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
Secretaria Municipal da Cidade do Rio de Janeiro
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Lucas Senna
 
Aplicação da radioatividade na medicina
Aplicação da radioatividade na medicinaAplicação da radioatividade na medicina
Aplicação da radioatividade na medicina
Helena Aragão De Sá Martins
 
Ressonância magnética Nuclear
Ressonância magnética NuclearRessonância magnética Nuclear
Ressonância magnética Nuclear
Lorem Morais
 
"Somos Físicos" Medicina Nuclear
"Somos Físicos" Medicina Nuclear"Somos Físicos" Medicina Nuclear
"Somos Físicos" Medicina Nuclear
Vania Lima "Somos Físicos"
 
Apostila tomografia prof. ricardo pereira
Apostila tomografia   prof. ricardo pereiraApostila tomografia   prof. ricardo pereira
Apostila tomografia prof. ricardo pereira
Marcelo Martelli Rossilho
 
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdf
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdfRessonancia magnetica professor desconhecido.pdf
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdf
PatriciaFarias81
 
Ressonancia magnetica
Ressonancia magneticaRessonancia magnetica
Ressonancia magnetica
Profissão Professor
 
Radiofármacos
RadiofármacosRadiofármacos
Radiofármacos
Patrícia Borges
 
Monog. proteção radiologica em pediartia
Monog. proteção radiologica em pediartiaMonog. proteção radiologica em pediartia
Monog. proteção radiologica em pediartia
Lidia Moura
 
Tomografia computadorizada
Tomografia computadorizadaTomografia computadorizada
Tomografia computadorizada
Profissão Professor
 
Ressonancia magnetica
Ressonancia magneticaRessonancia magnetica
Ressonancia magnetica
Patricia de Paula
 
Radioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por RadiaçõesRadioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Fernando Belome Feltrin
 
Medicina Nuclear Por norma geral
Medicina Nuclear Por norma geralMedicina Nuclear Por norma geral
Medicina Nuclear Por norma geral
McManusMcManus5
 
Radioterapia 2009
Radioterapia 2009Radioterapia 2009
Radioterapia 2009
Daianne Madureira
 
Tomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentos
Tomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentosTomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentos
Tomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentos
welberrj
 
Radioterapia
RadioterapiaRadioterapia
Radioterapia
Tatiana Machado
 
As ondas e a ultrassonografia
As ondas e a ultrassonografiaAs ondas e a ultrassonografia
As ondas e a ultrassonografia
Miguel De Lima
 
Radioterapia antineoplásica
Radioterapia antineoplásicaRadioterapia antineoplásica
Radioterapia antineoplásica
Eliezer Farias de Mello
 

Semelhante a 5862497 (20)

INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIAINTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
 
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner SáDiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
 
Aplicação da radioatividade na medicina
Aplicação da radioatividade na medicinaAplicação da radioatividade na medicina
Aplicação da radioatividade na medicina
 
Ressonância magnética Nuclear
Ressonância magnética NuclearRessonância magnética Nuclear
Ressonância magnética Nuclear
 
"Somos Físicos" Medicina Nuclear
"Somos Físicos" Medicina Nuclear"Somos Físicos" Medicina Nuclear
"Somos Físicos" Medicina Nuclear
 
Apostila tomografia prof. ricardo pereira
Apostila tomografia   prof. ricardo pereiraApostila tomografia   prof. ricardo pereira
Apostila tomografia prof. ricardo pereira
 
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdf
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdfRessonancia magnetica professor desconhecido.pdf
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdf
 
Ressonancia magnetica
Ressonancia magneticaRessonancia magnetica
Ressonancia magnetica
 
Radiofármacos
RadiofármacosRadiofármacos
Radiofármacos
 
Monog. proteção radiologica em pediartia
Monog. proteção radiologica em pediartiaMonog. proteção radiologica em pediartia
Monog. proteção radiologica em pediartia
 
Tomografia computadorizada
Tomografia computadorizadaTomografia computadorizada
Tomografia computadorizada
 
Ressonancia magnetica
Ressonancia magneticaRessonancia magnetica
Ressonancia magnetica
 
Radioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por RadiaçõesRadioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
Radioterapia - Tratamento de Câncer por Radiações
 
Medicina Nuclear Por norma geral
Medicina Nuclear Por norma geralMedicina Nuclear Por norma geral
Medicina Nuclear Por norma geral
 
Radioterapia 2009
Radioterapia 2009Radioterapia 2009
Radioterapia 2009
 
Tomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentos
Tomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentosTomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentos
Tomografia computadorizada tecnologia_e_funcionamento_equipamentos
 
Radioterapia
RadioterapiaRadioterapia
Radioterapia
 
As ondas e a ultrassonografia
As ondas e a ultrassonografiaAs ondas e a ultrassonografia
As ondas e a ultrassonografia
 
Radioterapia antineoplásica
Radioterapia antineoplásicaRadioterapia antineoplásica
Radioterapia antineoplásica
 

Mais de Claudio Cruz Santos

Cnap2012 d19 dante_escuissato
Cnap2012 d19 dante_escuissatoCnap2012 d19 dante_escuissato
Cnap2012 d19 dante_escuissato
Claudio Cruz Santos
 
Modelo de-apre
Modelo de-apreModelo de-apre
Modelo de-apre
Claudio Cruz Santos
 
Artigo darwinismo social e eugenia
Artigo darwinismo social e eugeniaArtigo darwinismo social e eugenia
Artigo darwinismo social e eugenia
Claudio Cruz Santos
 
Docslide.com.br ficha avaliacao-fisica
Docslide.com.br ficha avaliacao-fisicaDocslide.com.br ficha avaliacao-fisica
Docslide.com.br ficha avaliacao-fisica
Claudio Cruz Santos
 
ombro-do-atleta e o manguito rotador
ombro-do-atleta e o manguito rotadorombro-do-atleta e o manguito rotador
ombro-do-atleta e o manguito rotador
Claudio Cruz Santos
 
Td modelo
Td   modeloTd   modelo
1 conceitos
1 conceitos1 conceitos
1 conceitos
Claudio Cruz Santos
 
Biossegurana
BiosseguranaBiossegurana
Biossegurana
Claudio Cruz Santos
 

Mais de Claudio Cruz Santos (8)

Cnap2012 d19 dante_escuissato
Cnap2012 d19 dante_escuissatoCnap2012 d19 dante_escuissato
Cnap2012 d19 dante_escuissato
 
Modelo de-apre
Modelo de-apreModelo de-apre
Modelo de-apre
 
Artigo darwinismo social e eugenia
Artigo darwinismo social e eugeniaArtigo darwinismo social e eugenia
Artigo darwinismo social e eugenia
 
Docslide.com.br ficha avaliacao-fisica
Docslide.com.br ficha avaliacao-fisicaDocslide.com.br ficha avaliacao-fisica
Docslide.com.br ficha avaliacao-fisica
 
ombro-do-atleta e o manguito rotador
ombro-do-atleta e o manguito rotadorombro-do-atleta e o manguito rotador
ombro-do-atleta e o manguito rotador
 
Td modelo
Td   modeloTd   modelo
Td modelo
 
1 conceitos
1 conceitos1 conceitos
1 conceitos
 
Biossegurana
BiosseguranaBiossegurana
Biossegurana
 

Último

5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
AmaroAlmeidaChimbala
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
rickriordan
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
DelcioVumbuca
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 

Último (6)

5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 

5862497

  • 2. EMENTA  Compreensão e interpretação de exames de imagem normais e patológicos como instrumento a auxiliar na prática fisioterapêutica. Métodos de diagnóstico por imagens estudadas: Radiologia Convencional e Contrastada; Tomografia Computadorizada (TC); Ultra-sonografia (US); Ressonância Nuclear Magnética (RNM)..
  • 3. OBJETIVOS  Preparar o aluno para a avaliação dos métodos de diagnóstico por imagens utilizadas na prática clínica ambulatorial e em hospitais, por meio da correlação entre dados clínicos, exame físico e métodos de imagem.
  • 4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS  Analisar o histórico da radiologia e sua evolução na aplicação como recurso de diagnóstico  Introduzir a nomenclatura técnica referentes aos diferentes métodos de diagnóstico por imagem, relacionando com as diversas áreas de atendimento da fisioterapia(traumatologia,reumatologia,neurologia,pneum ologia...)  Identificar as diferenças entre os métodos de diagnóstico por imagem e suas indicações na exercício da fisioterapia.
  • 5. HISTÓRICO  No final do século XIX, no dia 8 de novembro de 1895  Físico alemão Wilhelm Conrad Roetgen ao ver sua mão projetada numa tela enquanto trabalhava com radiações.
  • 6. HISTÓRICO  Imaginou que de um tubo em que ele trabalhava deveria estar sendo emitido um tipo especial de onda que tinha a capacidade de atravessar o corpo humano.  Como era uma radiação invisível, ele a chamou de Raios X. Sua descoberta valeu-lhe o prêmio Nobel de Física em 1901. www.portalsaofrancisco.com.br  A primeira radiografia foi realizada em 22 de dezembro de 1895. Neste dia, Roentgen pôs a mão esquerda de sua esposa Anna Bertha Roentgen no chassi, com filme fotográfico, fazendo incidir a radiação oriunda do tubo por cerca de 15 minutos. Revelado o filme, lá estavam, para confirmação de suas observações, a figura da mão de sua esposa e seus ossos dentro das partes moles menos densas.
  • 8. HISTÓRICO  Dentro de um mês após a publicação da descoberta, vários consultórios médicos radiológicos foram criados pela Europa e Estados Unidos, sendo usados pelos cirurgioes para os guiarem no seu trabalho. Em Junho de 1896, apenas 6 meses após a publicação da descoberta de Roentgen, os raios-X passaram a ser usados pelos médicos para pesquisa de balas nos soldados feridos, sendo um grande avanço para a sua terapia.
  • 9. CONCEITO  Num sentido amplo, radiação é aquilo que irradia (sai em raios) de algum lugar. Em física, o termo refere-se usualmente a partículas e campos que se propagam (transferindo energia) no espaço (preenchido ou não por matéria).  A radiação pode ser de natureza particulada (de partículas) ou ondulatória (de ondas).
  • 10. CONCEITOS  MAGNETISMO  ELETRICIDADE  ELETROMAGNETISMO  RADIAÇÕES ELETROMAGNÉTICAS:Transporte de energia através do espaço em uma combinação de campos elétricos e magnéticos
  • 11. CONCEITOS  Radiação de natureza particulada é caracterizada por sua carga, massa e velocidade: pode ser carregada ou neutra, leve ou pesada, lenta ou rápida. Prótons, nêutrons e elétrons ejetados de átomos ou núcleos atômicos são exemplos de radiação particulada.  A radiação eletromagnética é constituída por campos elétricos e magnéticos variando no espaço e no tempo. É caracterizada pela amplitude (tamanho) e pela freqüência (ou, alternativamente, pelo comprimento de onda) da oscilação.
  • 12. IMPORTANTE!!!  A velocidade de propagação da radiação eletromagnética num dado meio é sempre constante, atingindo seu valor máximo no vácuo (cerca de 300.000 km/s). Apesar de não possuir carga ou massa, carrega energia e momento. A radiação eletromagnética é absorvida e emitida pela matéria em quanta (plural de quantum, palavra grega para "pacote") de energia. As ondas de rádio, a luz visível e os raios-X são exemplos de radiação eletromagnética.

Notas do Editor

  1. <number>