SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
A Importância da Radio-
Imagiologia como Meio
Auxiliar de Diagnóstico
Oradores:
1. Alvido Bernardo Muaviraca
2. Sandra Madona Maneca
Tópicos
Introdução;
Objectivos
Historial de radio-imagiologia no mundo e em
Moçambique
Tipos de diagnóstico por imagem
 Efeitos biológicos e os riscos associados aos raios-x
Introdução
Há tempos, o exame clínico vem sendo considerado imperativo
na formulação do diagnóstico, mas em alguns casos, exames
complementares são instrumentos de máxima importância.
A Imagem constitui um recurso auxiliar de diagnóstico bastante
útil na clínica médica. desde o início do século XX, já permite,
por exemplo, a visualização de vasos sanguíneos e até a
reconstrução em 3D de estruturas, ampliando a assertividade dos
exames.
Objectivos
Geral
Conhecer a importância da rádio-imagiologia como meio
auxiliar de diagnóstico;
Específicos
descrever a história da rádio-imagiologia no mundo em
Moçambique;
Caracterizar os tipos de diagnostico por imagem;
Identificar os efeitos biológicos e risco associados ao uso
dos raios-x.
Historial da radio-imagiologia no
Mundo e em Moçambique
Século XIX, 8 de Novembro do ano de 1895;
Wihelm Conrad Roentgen (1984-1923),
A primeira radiografia foi realizada a 22 de
Dezembro de 1895.
A 28 de dezembro de 1895 seu manuscrito “sobre
um novo tipo de Raio” foi submetido ao Instituto
médico de Würzburg;
Recebeu em 1901 o primeiro Prêmio Nobel de
Física;
Fonte: www.google.com/search
images
Cont…
George Eastman introduziu filme em 1918.
Por volta de 1931, J. Licord desenvolveu a mielografia;
Em julho de 1927, Egaz Moniz desenvolveu a angiografia
cerebral;
Em 1960 - ultra-sonografia como método diagnóstico
Em 1970 Godfrey Newbold e Allan Mcleod
desenvolveram a TAC, em 1979 - prêmio Nobel.
No ano de 1971, foi realizado o primeiro estudo de um
crânio, em Londres.
Fonte:
www.google.com/search
images
CONT…
Em 1952 Felix Bloch e Edward Purcell descobriram a
ressonância magnética (Prêmio Nobel de Física);
Em 1970 Raimond Damadian usa a (RM) para fins
médicos
Em 1976 Sir Peter Mansfield ( mãos e tórax) e em 1977,
(cabeça e abdômen)
Em 1983, RM de corpo inteiro.
Historial de radio-imagiologia em
Moçambique
Os serviços de radiologia existe em todo pais mais
precisamente nas unidades sanitárias do nível seguntario,
terceario e quaternário. Já os serviços de imagiologia
encontram-se numa primeira fase apenas nos hospitais centrais
como: HCM, HCB, HCN e HCQ
No HCM (radiologia convencional, digital, mamografia,
ecografia, TAC e RM;
No HCB, HCN e HCQ = rx-convencional, ecografia,
mamografia e TAC;
Rx –digital = HG-Machava, HCM, HG-Mavalane, HR-
manhiça.
Tipos de diagnóstico por imagem
Radiologia convencional – Cada
parte do corpo humano absorve de
maneira diferente os raios, criando
uma diferenciação em 2D. Os
equipamentos podem ser fixos ou
portáteis e também digitais ou
analógicos;
Fonte: www.google.com/search images
Cont…
Radiografia contrastada: utiliza um composto químico
radiopaco para permitir a visualização de estruturas específicas;
Angiografia: é parecida com a radiografia contrastada, mas nela
os raios X são emitidos para visualização do fluxo da rede
vascular do paciente.
Fonte: www.google.com/search images
Cont…
Mamografia
A Mamografia é um exame de diagnóstico por imagem, que tem
como finalidade estudar o tecido mamário.
É uma técnica utilizada para a deteção precoce de tumores
mamários.
Ecografia
A ultra-sonografia ou Ecografia é um método de
adquirir informações sobre o interior do corpo
através de ondas sonoras de alta frequência para
mostrar o tamanho, forma e textura dos órgãos
internos e vasos sanguíneos.
Tomografia Computorizada (TAC)
A Tomografia Computorizada (TAC) é uma técnica de
diagnóstico que usa Raios-X para captar imagens de
alta-definição.
Ressonância Magnética
é uma tecnologia médica de imagem que utiliza um forte campo
magnético e ondas de radiofrequência para produzir imagens
detalhadas dos órgãos internos e tecidos.
Fonte: www.google.com/search images
Os efeitos biológicos e os riscos associados
aos raios x
O efeito da radiação ionizante em nossos corpos difere de acordo com seu
tipo e energia. grandes doses de radiação ionizante podem danificar os
tecidos humanos.
A que nível a radiação é prejudicial?
a unidade de medida utilizada para o efeito biológico da radiação sobre o
corpo humano é o milisievert (mSv). A média mundial de exposição à
radiação natural é 2,4 mSv por ano.
Acima de 5.000 mSv = morte
acima de 100 mSv = canceres
Evitar mulheres gravidas e repeticoes de rx nos mesmos pacientes
Referências
ALAVERS LC, TAVANO O. Curso de radiologia em
odontologia. 1. ed. São Paulo: Livraria e Editora Santos,
1987.
AZEVEDO, ACP. Radioproteção em serviços de
saúde. Disponível em:
http://www.biossegurancahospitalar.com.br/files/
raiox.doc. Acessado: 26/09/2018.
ARRUDA, W. O. 1996. WILHELM CONRAD
RÖNTGEN-100 anos da descoberta dos raios X. Arq
Neuropsquiatr,
Noshukuro!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (17)

Radiologia Forense
Radiologia ForenseRadiologia Forense
Radiologia Forense
 
Medicina nuclear e Radiologia Digital
Medicina nuclear e Radiologia DigitalMedicina nuclear e Radiologia Digital
Medicina nuclear e Radiologia Digital
 
Radiofármacos
RadiofármacosRadiofármacos
Radiofármacos
 
Tomografia feixe conico
Tomografia feixe conicoTomografia feixe conico
Tomografia feixe conico
 
RADIOLOGIA FORENSE
RADIOLOGIA FORENSERADIOLOGIA FORENSE
RADIOLOGIA FORENSE
 
Benefícios da Radiação - Raios X
Benefícios da Radiação - Raios XBenefícios da Radiação - Raios X
Benefícios da Radiação - Raios X
 
Medicina nuclear
Medicina nuclearMedicina nuclear
Medicina nuclear
 
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicosSegurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
Segurança em ressonância magnética - dispositivos médicos
 
Radiologia forense
Radiologia forenseRadiologia forense
Radiologia forense
 
Aplicação da radioatividade na medicina
Aplicação da radioatividade na medicinaAplicação da radioatividade na medicina
Aplicação da radioatividade na medicina
 
URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIA
URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIAURGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIA
URGÊNCIA E EMERGÊNCIA NA RADIOLOGIA
 
Tomografia computadorizada
Tomografia computadorizadaTomografia computadorizada
Tomografia computadorizada
 
Spectct - Apresentacao Geral
Spectct - Apresentacao GeralSpectct - Apresentacao Geral
Spectct - Apresentacao Geral
 
LEGISLAÇÃO RADIOLÓGICA
LEGISLAÇÃO RADIOLÓGICALEGISLAÇÃO RADIOLÓGICA
LEGISLAÇÃO RADIOLÓGICA
 
ARCO CIRÚRGICO E RAD. FORENSE
ARCO CIRÚRGICO E RAD. FORENSEARCO CIRÚRGICO E RAD. FORENSE
ARCO CIRÚRGICO E RAD. FORENSE
 
Aula 06 densitometria
Aula 06 densitometriaAula 06 densitometria
Aula 06 densitometria
 
Blindagem, Radioproteção e Aspectos do Trabalho em Raios X Convencionais ; Pa...
Blindagem, Radioproteção e Aspectos do Trabalho em Raios X Convencionais ; Pa...Blindagem, Radioproteção e Aspectos do Trabalho em Raios X Convencionais ; Pa...
Blindagem, Radioproteção e Aspectos do Trabalho em Raios X Convencionais ; Pa...
 

Semelhante a Importancia da radio imagiologia no diagnostico medico(1)

TCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docx
TCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docxTCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docx
TCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docx
Eryka Gonçalves
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Lucas Senna
 
Benefcios da-radiao-raios-x1848
Benefcios da-radiao-raios-x1848Benefcios da-radiao-raios-x1848
Benefcios da-radiao-raios-x1848
rodrison
 
Medicina Nuclear
Medicina NuclearMedicina Nuclear
Medicina Nuclear
lilitha
 
Qualificação Profissional
Qualificação ProfissionalQualificação Profissional
Qualificação Profissional
Osvaldo Machado
 

Semelhante a Importancia da radio imagiologia no diagnostico medico(1) (20)

DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner SáDiagnóStico Por Imagem   Prof  Vagner Sá
DiagnóStico Por Imagem Prof Vagner Sá
 
Radioterapia 2009
Radioterapia 2009Radioterapia 2009
Radioterapia 2009
 
TCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docx
TCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docxTCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docx
TCC Eryka Gonçalves versao final ENVIADO PELA CRÍSSIA.docx
 
Imaginologia.pdfxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Imaginologia.pdfxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxImaginologia.pdfxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
Imaginologia.pdfxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIAINTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
 
aula 2 de metodologia da pesquisa...pptx
aula 2 de metodologia da pesquisa...pptxaula 2 de metodologia da pesquisa...pptx
aula 2 de metodologia da pesquisa...pptx
 
5862497
58624975862497
5862497
 
Apostila tomografia prof. ricardo pereira
Apostila tomografia   prof. ricardo pereiraApostila tomografia   prof. ricardo pereira
Apostila tomografia prof. ricardo pereira
 
Radioterapia 2009
Radioterapia 2009Radioterapia 2009
Radioterapia 2009
 
A RadiaçãO Na Medicina
A RadiaçãO Na MedicinaA RadiaçãO Na Medicina
A RadiaçãO Na Medicina
 
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
Radiação: conceito, histórico, aplicações e prevenção.
 
Apostila1cnen
Apostila1cnenApostila1cnen
Apostila1cnen
 
Benefcios da-radiao-raios-x1848
Benefcios da-radiao-raios-x1848Benefcios da-radiao-raios-x1848
Benefcios da-radiao-raios-x1848
 
Medicina Nuclear
Medicina NuclearMedicina Nuclear
Medicina Nuclear
 
Radioterapia
RadioterapiaRadioterapia
Radioterapia
 
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdfAULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
AULA 1 - RADIOTERAPIA INTRODUÇÃO E HISTÓRIA.pdf.pdf
 
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdf
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdfRessonancia magnetica professor desconhecido.pdf
Ressonancia magnetica professor desconhecido.pdf
 
Ressonancia magnetica
Ressonancia magneticaRessonancia magnetica
Ressonancia magnetica
 
Radioterapia antineoplásica
Radioterapia antineoplásicaRadioterapia antineoplásica
Radioterapia antineoplásica
 
Qualificação Profissional
Qualificação ProfissionalQualificação Profissional
Qualificação Profissional
 

Mais de alvido muaviraca (8)

Conhecimento epidemiologico sida_muatala
Conhecimento epidemiologico sida_muatalaConhecimento epidemiologico sida_muatala
Conhecimento epidemiologico sida_muatala
 
261
261261
261
 
Manual de fracturas
Manual de fracturasManual de fracturas
Manual de fracturas
 
Ossos dos membros inferiores
Ossos dos membros inferioresOssos dos membros inferiores
Ossos dos membros inferiores
 
Caderno resumo quimica
Caderno resumo quimicaCaderno resumo quimica
Caderno resumo quimica
 
Resuno de ossos dos membros superiores
Resuno de ossos dos membros superioresResuno de ossos dos membros superiores
Resuno de ossos dos membros superiores
 
Biologia geral
Biologia geralBiologia geral
Biologia geral
 
biologia geral
biologia geral biologia geral
biologia geral
 

Importancia da radio imagiologia no diagnostico medico(1)

  • 1. A Importância da Radio- Imagiologia como Meio Auxiliar de Diagnóstico Oradores: 1. Alvido Bernardo Muaviraca 2. Sandra Madona Maneca
  • 2. Tópicos Introdução; Objectivos Historial de radio-imagiologia no mundo e em Moçambique Tipos de diagnóstico por imagem  Efeitos biológicos e os riscos associados aos raios-x
  • 3. Introdução Há tempos, o exame clínico vem sendo considerado imperativo na formulação do diagnóstico, mas em alguns casos, exames complementares são instrumentos de máxima importância. A Imagem constitui um recurso auxiliar de diagnóstico bastante útil na clínica médica. desde o início do século XX, já permite, por exemplo, a visualização de vasos sanguíneos e até a reconstrução em 3D de estruturas, ampliando a assertividade dos exames.
  • 4. Objectivos Geral Conhecer a importância da rádio-imagiologia como meio auxiliar de diagnóstico; Específicos descrever a história da rádio-imagiologia no mundo em Moçambique; Caracterizar os tipos de diagnostico por imagem; Identificar os efeitos biológicos e risco associados ao uso dos raios-x.
  • 5. Historial da radio-imagiologia no Mundo e em Moçambique Século XIX, 8 de Novembro do ano de 1895; Wihelm Conrad Roentgen (1984-1923), A primeira radiografia foi realizada a 22 de Dezembro de 1895. A 28 de dezembro de 1895 seu manuscrito “sobre um novo tipo de Raio” foi submetido ao Instituto médico de Würzburg; Recebeu em 1901 o primeiro Prêmio Nobel de Física; Fonte: www.google.com/search images
  • 6. Cont… George Eastman introduziu filme em 1918. Por volta de 1931, J. Licord desenvolveu a mielografia; Em julho de 1927, Egaz Moniz desenvolveu a angiografia cerebral; Em 1960 - ultra-sonografia como método diagnóstico Em 1970 Godfrey Newbold e Allan Mcleod desenvolveram a TAC, em 1979 - prêmio Nobel. No ano de 1971, foi realizado o primeiro estudo de um crânio, em Londres. Fonte: www.google.com/search images
  • 7. CONT… Em 1952 Felix Bloch e Edward Purcell descobriram a ressonância magnética (Prêmio Nobel de Física); Em 1970 Raimond Damadian usa a (RM) para fins médicos Em 1976 Sir Peter Mansfield ( mãos e tórax) e em 1977, (cabeça e abdômen) Em 1983, RM de corpo inteiro.
  • 8. Historial de radio-imagiologia em Moçambique Os serviços de radiologia existe em todo pais mais precisamente nas unidades sanitárias do nível seguntario, terceario e quaternário. Já os serviços de imagiologia encontram-se numa primeira fase apenas nos hospitais centrais como: HCM, HCB, HCN e HCQ No HCM (radiologia convencional, digital, mamografia, ecografia, TAC e RM; No HCB, HCN e HCQ = rx-convencional, ecografia, mamografia e TAC; Rx –digital = HG-Machava, HCM, HG-Mavalane, HR- manhiça.
  • 9. Tipos de diagnóstico por imagem Radiologia convencional – Cada parte do corpo humano absorve de maneira diferente os raios, criando uma diferenciação em 2D. Os equipamentos podem ser fixos ou portáteis e também digitais ou analógicos; Fonte: www.google.com/search images
  • 10. Cont… Radiografia contrastada: utiliza um composto químico radiopaco para permitir a visualização de estruturas específicas; Angiografia: é parecida com a radiografia contrastada, mas nela os raios X são emitidos para visualização do fluxo da rede vascular do paciente. Fonte: www.google.com/search images
  • 11. Cont… Mamografia A Mamografia é um exame de diagnóstico por imagem, que tem como finalidade estudar o tecido mamário. É uma técnica utilizada para a deteção precoce de tumores mamários.
  • 12. Ecografia A ultra-sonografia ou Ecografia é um método de adquirir informações sobre o interior do corpo através de ondas sonoras de alta frequência para mostrar o tamanho, forma e textura dos órgãos internos e vasos sanguíneos.
  • 13. Tomografia Computorizada (TAC) A Tomografia Computorizada (TAC) é uma técnica de diagnóstico que usa Raios-X para captar imagens de alta-definição.
  • 14. Ressonância Magnética é uma tecnologia médica de imagem que utiliza um forte campo magnético e ondas de radiofrequência para produzir imagens detalhadas dos órgãos internos e tecidos. Fonte: www.google.com/search images
  • 15. Os efeitos biológicos e os riscos associados aos raios x O efeito da radiação ionizante em nossos corpos difere de acordo com seu tipo e energia. grandes doses de radiação ionizante podem danificar os tecidos humanos. A que nível a radiação é prejudicial? a unidade de medida utilizada para o efeito biológico da radiação sobre o corpo humano é o milisievert (mSv). A média mundial de exposição à radiação natural é 2,4 mSv por ano. Acima de 5.000 mSv = morte acima de 100 mSv = canceres Evitar mulheres gravidas e repeticoes de rx nos mesmos pacientes
  • 16. Referências ALAVERS LC, TAVANO O. Curso de radiologia em odontologia. 1. ed. São Paulo: Livraria e Editora Santos, 1987. AZEVEDO, ACP. Radioproteção em serviços de saúde. Disponível em: http://www.biossegurancahospitalar.com.br/files/ raiox.doc. Acessado: 26/09/2018. ARRUDA, W. O. 1996. WILHELM CONRAD RÖNTGEN-100 anos da descoberta dos raios X. Arq Neuropsquiatr,