SlideShare uma empresa Scribd logo
MORTALIDADE DE MICROS E PEQUENAS EMPRESAS
SIMONE ANGELA MENEGASSI
RESUMO
Este presente trabalho tem como objetivo mostrar, como as novas micro e pequenas empresas
brasileiras estão surgindo e estão tendo um final trágico, pois sua vida ativa é interrompida antes
mesmo de completar seus primeiros 2 anos, se aprofundado no estado do Mato Grosso quais são as
taxas de mortalidade das micro e pequenas empresas no estado e quais são os principais causadores
do fechamento dessas empresas, trazendo alguns percentuais e estatísticas para o melhor
entendimento da presente pesquisa.
Palavra-Chave: Micros e Pequenas Empresas. Mortalidade. Causadores.
ADSTRAC
This present study aims to show how the new Brazilian micro and small businesses are
emerging and are having a tragic end, as their active life is interrupted before they complete
their first two years, deepened in the state of Mato Grosso what are the micro mortality and
small businesses in the state and what are the main cause of the closure of these companies,
bringing some percentages and statistics for better understanding of the present research.
Keyword: Micro and Small Enterprises. Mortality. Cause.
INTRODUÇÃO
Uma das regiões mais rica do país é a região centro oeste. Nesta região encontra-se o estado
de Mato Grosso. Tem a porção norte de seu território ocupada pela Amazônia Legal, sendo o
sul do estado pertencente ao Centro-Sul do Brasil. Sua capital é Cuiabá. sua principal fonte de
renda é a pecuaria e agricultura.
Um estado que tem muitas micro e pequenas empresas, e acada dia estao surgindo mais e
mais empresas, pois o Mato Grosso é um estado em constante crescimento, com seu mercado
muito aquecido pela sua grande produção na agricultura e na pecuaria, sendo um dos maiores
produtores de grãos e exportador.
Por tanto muitas pessoas veem o estado de Mato Grosso como um otimo estado para se
investir, mas como em todos os outros estados, ou como em todo o pais não basta ter um bom
comercio, tem que ter planejamento e capital de giro para que o negocio tenha um bom
retorno e um futuro promissor. Mas muitas micro e pequenas empresas sao familiares, onde o
funcionario quer deixar de ser empregado para ser um empresario, mas iniciando-se com pouco
recurso e sem planejamento, isso não ocorre apenas no Mato Grosso, mas em todo o Brasil.
E com todos os seus esforços para se manterem em funcionamento acabam sendo vitimas de falência
em um curto prazo de funcionamento a cada 100 novas empresas que se iniciam no Mato Grosso
apenas 65 resistem a mais de 2 anos.
REFERENCIAL TEÓRICO
No Brasil, nove em cada dez empresas são classificadas como micro ou pequenas empresas de
acordo com o SEBRAE (Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), as
quais absorvem maior contingente de mão de obra em relação as grandes. O problema é que
muitas dessas empresas não suportam as pressões normais do cotidiano e acabam encerrando
suas atividades com pouco tempo de vida. Pesquisas mostram que a cada 100 empresas
criadas apenas 73 sobrevivem aos primeiros 2 anos de atividade segundo dados do SEBRAE.
As empresas de pequeno porte são responsáveis por mais da metade dos empregos de carteira
assinada do Brasil. Elas tem uma grande responsabilidade nas mãos, pois pelo menos dois
terços do total da ocupação existente no setor privado da economia, a sobrevivência desses
empreendimento, é indispensável para economia do Pais.
De acordo com Bedê (2006, p. 03) as micro e pequenas empresas: (...) são responsáveis pela
maioria das empresas e postos de trabalho. No Brasil, das 5,1 milhões de empresas formais,
98% são de micro e pequeno porte, responsáveis por 67% do pessoal ocupado no setor
privado.
Grande parte dos pequenos e micro empresários não têm o hábito de planejar. Indicadores do
SEBRAE (2004), revelam que os maiores motivos de falências das micro e pequenas
empresas são: capital de giro (24%), impostos altos (16%), falta de clientes (8%),
concorrência (7,1%), baixo lucro (6,1%), dificuldade financeira (6,1%), desinteresse em
continuar o negócio (6,1%), inadimplência (6,1%), problemas familiares (2,8%) e má
localização da empresa (3,8%).
No Estado do Mato Grosso não deixa de ser diferente das micro e pequenas empresas são
mais da maioria em atividade atualmente, são mais de 100.000 mil micro e pequenas
empresas em atividade no Mato Grosso, cerca de 75,9% das Micro e Pequenas Empresas
(MPE) estão localizada no interior do estado. Em toda a região Centro-Oeste, este índice é de
53,7%. Em âmbito nacional, a média é de 69,3%. Além disso, no Brasil, 47% estão em
cidades com menos de 200 mil habitantes.
Na região Centro-Oeste, há um total de 451.765 MPE, das quais 247.244 são do Setor de
Comércio, o que equivale a 46% do total. Em Mato Grosso, são ao todo 100.115, sendo
56.765 delas no Comércio, que representam 56,7% do número total destes empreendimentos
no estado.
“Tanto em âmbito local, como em âmbito nacional, estes
empreendimentos mostram a sua importância para
economia brasileira. Seja por sua alta produtividade ou
pelos recordes na geração de emprego e renda.
“Analisando os números da pesquisa é possível notar,
que em todo o Brasil, durante o ano de 2010, 41% da
renda dos brasileiros que trabalham no setor privado
não-agrícola foi gerada pelas MPE, resultado da alta
empregabilidade gerada por estas empresas”, aponta
Célio Fernandes, vice-presidente da Câmara de
Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá). De acordo com ele,
esse alto número de empresas que nascem em Mato
Grosso se dá principalmente por se tratar de um estado
muito novo. “A ocupação no interior ainda é muito
recente e o estado continua crescendo”, destaca.
Mas com todas essas boas referencias sobre o estado ele não deixa de estar no índice de
mortalidade de micro e pequenas empresas brasileiras, não esta entre os piores, sua taxa de
mortalidade é de 36.4% no estado nos 2 primeiros anos. Este índice vem através das
dificuldades que as micro e pequenas empresas enfrentam nos seus primeiros dois anos de
atividade são, capital de giro, impostos altos, falta de clientes, concorrência, baixo lucro,
dificuldade financeira e falta de planejamento.
Mato Grosso é um dos estados que os impostos para micro e pequenas empresas são os
menores, as micro e pequenas empresas integrantes do Simples Nacional pagam apenas 6%
de Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS). "Se o bem
for adquirido para consumo interno ou para integrar os ativos da empresa, a alíquota é ainda
menor, de 4%. A média geral do ICMS cobrado pelos estados varia de 12% a 18%".
No estado as micro e pequenas empresas estão espalhadas em todos os setores da economia,
um dos setores que esta tendo o maior nível de mortalidade é o da Industria com 68,0%,
Comercio 66,3%, Serviços 63,1%, Construção civil 56,4%.
Esperamos que os empresários que desejam iniciar suas empresas façam um bom
planejamento de mercado, verificando se as condições são favoráveis para a instalação de
uma empresa na região, e com um bom capital de giro, para que possam se manter no
mercado. Acreditamos que a melhor condição para que uma empresa sobreviva é um bom
planejamento.
CONCLUSÃO
Pudemos verificar a grande proporção de micros e pequenas empresas que fecham suas portas
em pouco tempo, em todo o Brasil e no Mato Grosso. Mas o que podemos fazer para,
diminuir este índice de em presas que fecham suas portas nos seus primeiros anos, verificar
quais são os principais pontos que atingem as micros e pequenas empresas, fazendo as
declararem falência.
Acredito para que possamos reverter esses índices os futuros empreendedores que desejam
abrir suas micros e pequenas empresas, devem se preparar mais, tanto no financeiro quando
no conhecimento, para que possa fazer um bom planejamento e saiba administrar sua
empresa.
REFERENCIAS
BEDÊ, Marco Aurélio. Onde estão as micro e pequenas empresas no Brasil. São Paulo :
SEBRAE, 2006. Disponível em:
<http://www.biblioteca.sebrae.com.br/pcw3/pcw.nsf/DestNv0/C1CC28446F7114A383256E8
30068A9FF?EditDocument> Acesso em 17 fev. 2009........gggggg
Eliana Caitano de Campos. Planejamento para pequenas e micro empresas é possível?.
2009. Disponível em: http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/planejamento-
para-pequenas-e-micro-empresas-e-possivel/29116/ Acesso em 15 Julho 2012.
BEDÊ, Marco Aurélio. Taxa de Sobrevivênciadas Empresas no Brasil. Brasília/DF:
SEBREE, 2011. Disponível em:
<http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/bds.nsf/45465B1C66A6772D832579300051816C/
$File/NT00046582.pdf>
Thalita Marques. Mato Grosso: micro e pequenas empresas se concentram no interior do
estado: 24 Horas News, 2011. Disponível em:
http://www.24horasnews.com.br/index.php?mat=398565

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Classes de menor renda puxam o consumo novembro 2009
Classes de menor renda puxam o consumo   novembro 2009Classes de menor renda puxam o consumo   novembro 2009
Classes de menor renda puxam o consumo novembro 2009
Enio Verri
 
Discurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim LevyDiscurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim Levy
DenizecomZ
 
Discurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim LevyDiscurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim Levy
Palácio do Planalto
 
Entrevista completa de Rui Falcão para Brasil Econômico
Entrevista completa de Rui  Falcão para Brasil Econômico Entrevista completa de Rui  Falcão para Brasil Econômico
Entrevista completa de Rui Falcão para Brasil Econômico
ruifalcao13156
 
Perfil das Micro e Pequenas e Empresas
Perfil das Micro e Pequenas e EmpresasPerfil das Micro e Pequenas e Empresas
Perfil das Micro e Pequenas e Empresas
Rafael Rez
 
MPEs - Micro e Pequenas Empresas
MPEs - Micro e Pequenas EmpresasMPEs - Micro e Pequenas Empresas
MPEs - Micro e Pequenas Empresas
A TARDE
 
Revista Supermix | Edição 136
Revista Supermix | Edição 136Revista Supermix | Edição 136
Revista Supermix | Edição 136
Camila Tremea
 
DISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANA
DISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANADISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANA
DISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANA
Janísio Salomao
 
Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011
Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011
Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011
Luiz André Silva
 
Pequenas Empresas, Grandes Realizações
Pequenas Empresas, Grandes RealizaçõesPequenas Empresas, Grandes Realizações
Pequenas Empresas, Grandes Realizações
Alexandre Fernandes
 
Os cuidados para abrir um novo negócio
Os cuidados para abrir um novo negócioOs cuidados para abrir um novo negócio
Os cuidados para abrir um novo negócio
B&R Consultoria Empresarial
 
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo
Slides aula 2   o fenômeno do empreendedorismoSlides aula 2   o fenômeno do empreendedorismo
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo
Girlany Rino
 
O Paraná e o crescimento
O Paraná e o crescimento   O Paraná e o crescimento
O Paraná e o crescimento
Enio Verri
 
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo rev.sam
Slides aula 2   o fenômeno do empreendedorismo rev.samSlides aula 2   o fenômeno do empreendedorismo rev.sam
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo rev.sam
Girlany Rino
 
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn Consulting
 
Jornal digital 25 04-18
Jornal digital 25 04-18Jornal digital 25 04-18
Jornal digital 25 04-18
Jornal Correio do Sul
 
Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...
Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...
Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...
Startupi
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
Leandro Moraes
 
Correio
CorreioCorreio

Mais procurados (19)

Classes de menor renda puxam o consumo novembro 2009
Classes de menor renda puxam o consumo   novembro 2009Classes de menor renda puxam o consumo   novembro 2009
Classes de menor renda puxam o consumo novembro 2009
 
Discurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim LevyDiscurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do novo ministro da fazenda Joaquim Levy
 
Discurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim LevyDiscurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim Levy
Discurso de posse do ministro da Fazenda Joaquim Levy
 
Entrevista completa de Rui Falcão para Brasil Econômico
Entrevista completa de Rui  Falcão para Brasil Econômico Entrevista completa de Rui  Falcão para Brasil Econômico
Entrevista completa de Rui Falcão para Brasil Econômico
 
Perfil das Micro e Pequenas e Empresas
Perfil das Micro e Pequenas e EmpresasPerfil das Micro e Pequenas e Empresas
Perfil das Micro e Pequenas e Empresas
 
MPEs - Micro e Pequenas Empresas
MPEs - Micro e Pequenas EmpresasMPEs - Micro e Pequenas Empresas
MPEs - Micro e Pequenas Empresas
 
Revista Supermix | Edição 136
Revista Supermix | Edição 136Revista Supermix | Edição 136
Revista Supermix | Edição 136
 
DISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANA
DISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANADISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANA
DISSERTAÇÃO MESTRADO APRESENTADO UNIVERSIDADE AMERICANA
 
Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011
Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011
Sobrevivencia das empresas_no_brasil_2011
 
Pequenas Empresas, Grandes Realizações
Pequenas Empresas, Grandes RealizaçõesPequenas Empresas, Grandes Realizações
Pequenas Empresas, Grandes Realizações
 
Os cuidados para abrir um novo negócio
Os cuidados para abrir um novo negócioOs cuidados para abrir um novo negócio
Os cuidados para abrir um novo negócio
 
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo
Slides aula 2   o fenômeno do empreendedorismoSlides aula 2   o fenômeno do empreendedorismo
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo
 
O Paraná e o crescimento
O Paraná e o crescimento   O Paraná e o crescimento
O Paraná e o crescimento
 
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo rev.sam
Slides aula 2   o fenômeno do empreendedorismo rev.samSlides aula 2   o fenômeno do empreendedorismo rev.sam
Slides aula 2 o fenômeno do empreendedorismo rev.sam
 
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
GoOn- Evolução em Gestão de Riscos de Crédito | GoOnFair - 2016. Estratégia ...
 
Jornal digital 25 04-18
Jornal digital 25 04-18Jornal digital 25 04-18
Jornal digital 25 04-18
 
Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...
Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...
Relatório anual da frente parlamentar do empreendedorismo e combate à guerra ...
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Correio
CorreioCorreio
Correio
 

Semelhante a 4 mortalidade das micro

Causas de desaparecimento das micros e pequenas empresas
Causas de desaparecimento das micros e pequenas empresasCausas de desaparecimento das micros e pequenas empresas
Causas de desaparecimento das micros e pequenas empresas
Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação
 
Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...
Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...
Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...
BANCO SANTANDER
 
GCA para Pequenas e Médias Empresas
GCA para Pequenas e Médias EmpresasGCA para Pequenas e Médias Empresas
GCA para Pequenas e Médias Empresas
RGE & Associados
 
SEBRAE - Indicadores das MPES no Brasil
SEBRAE - Indicadores das MPES no BrasilSEBRAE - Indicadores das MPES no Brasil
SEBRAE - Indicadores das MPES no Brasil
Flavio Logullo
 
Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...
Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...
Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...
FecomercioSP
 
Unopar cont.com. 3º semestre
Unopar cont.com. 3º semestreUnopar cont.com. 3º semestre
Unopar cont.com. 3º semestre
Kleber Norte
 
Lei Geral Monte Alegre- Pará - 2015
Lei  Geral Monte Alegre- Pará - 2015Lei  Geral Monte Alegre- Pará - 2015
Lei Geral Monte Alegre- Pará - 2015
Sebrae-PA
 
Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...
Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...
Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...
Bruno Caetano
 
Jornal digital 08-05-17
Jornal digital 08-05-17Jornal digital 08-05-17
Jornal digital 08-05-17
Jornal Correio do Sul
 
Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...
Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...
Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...
SPC Brasil
 
Pesquisa perfil-ei-pe
Pesquisa perfil-ei-pePesquisa perfil-ei-pe
Pesquisa perfil-ei-pe
Tony Oliver
 
01277777155
0127777715501277777155
01277777155
Leandro
 
O impacto da segurança pública na rotina do empreendedor
O impacto da segurança pública na rotina do empreendedorO impacto da segurança pública na rotina do empreendedor
O impacto da segurança pública na rotina do empreendedor
Bruno Caetano
 
Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP)
Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP) Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP)
Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP)
Sebrae-SaoPaulo
 
TCC MBA Eduardo Luis Olinger Cesumar
TCC MBA Eduardo Luis Olinger CesumarTCC MBA Eduardo Luis Olinger Cesumar
TCC MBA Eduardo Luis Olinger Cesumar
Eduardo Luis Olinger
 
Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...
Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...
Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...
Samer Atef Serhan
 
Enanpad1998 rh-11
Enanpad1998 rh-11Enanpad1998 rh-11
Enanpad1998 rh-11
Julio Pires
 
3º Caderno Vozes da Nova Classe Média
3º Caderno Vozes da Nova Classe Média3º Caderno Vozes da Nova Classe Média
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
Leandro de Castro
 
Sobrevivencia das empresas
Sobrevivencia das empresasSobrevivencia das empresas
Sobrevivencia das empresas
Eslei Reis
 

Semelhante a 4 mortalidade das micro (20)

Causas de desaparecimento das micros e pequenas empresas
Causas de desaparecimento das micros e pequenas empresasCausas de desaparecimento das micros e pequenas empresas
Causas de desaparecimento das micros e pequenas empresas
 
Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...
Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...
Santander Brasil reforça aposta nas pequenas e médias empresas, com aumento d...
 
GCA para Pequenas e Médias Empresas
GCA para Pequenas e Médias EmpresasGCA para Pequenas e Médias Empresas
GCA para Pequenas e Médias Empresas
 
SEBRAE - Indicadores das MPES no Brasil
SEBRAE - Indicadores das MPES no BrasilSEBRAE - Indicadores das MPES no Brasil
SEBRAE - Indicadores das MPES no Brasil
 
Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...
Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...
Debate As Ações da Frente Parlamentar para as Micro e Pequenas Empresas Brasi...
 
Unopar cont.com. 3º semestre
Unopar cont.com. 3º semestreUnopar cont.com. 3º semestre
Unopar cont.com. 3º semestre
 
Lei Geral Monte Alegre- Pará - 2015
Lei  Geral Monte Alegre- Pará - 2015Lei  Geral Monte Alegre- Pará - 2015
Lei Geral Monte Alegre- Pará - 2015
 
Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...
Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...
Crescimento da participação de jovens no mundo dos negócios e as oportunidade...
 
Jornal digital 08-05-17
Jornal digital 08-05-17Jornal digital 08-05-17
Jornal digital 08-05-17
 
Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...
Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...
Apenas 9% das micro e pequenas empresas pretendem contratar nos próximos três...
 
Pesquisa perfil-ei-pe
Pesquisa perfil-ei-pePesquisa perfil-ei-pe
Pesquisa perfil-ei-pe
 
01277777155
0127777715501277777155
01277777155
 
O impacto da segurança pública na rotina do empreendedor
O impacto da segurança pública na rotina do empreendedorO impacto da segurança pública na rotina do empreendedor
O impacto da segurança pública na rotina do empreendedor
 
Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP)
Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP) Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP)
Apresentação para Curso Superior de Polícia (CSP)
 
TCC MBA Eduardo Luis Olinger Cesumar
TCC MBA Eduardo Luis Olinger CesumarTCC MBA Eduardo Luis Olinger Cesumar
TCC MBA Eduardo Luis Olinger Cesumar
 
Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...
Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...
Análise da taxa de crescimento mensal dos microempreendedores individuais (me...
 
Enanpad1998 rh-11
Enanpad1998 rh-11Enanpad1998 rh-11
Enanpad1998 rh-11
 
3º Caderno Vozes da Nova Classe Média
3º Caderno Vozes da Nova Classe Média3º Caderno Vozes da Nova Classe Média
3º Caderno Vozes da Nova Classe Média
 
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
2010: Plano de Negócios e Incubação de Empresas de Base Tecnológica
 
Sobrevivencia das empresas
Sobrevivencia das empresasSobrevivencia das empresas
Sobrevivencia das empresas
 

Mais de cefaprodematupa

Artigo 2f
Artigo 2fArtigo 2f
Artigo 2f
cefaprodematupa
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
cefaprodematupa
 
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOSA IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
cefaprodematupa
 
4
44
3
33
1
11
2
22
Palavrasmagicas
PalavrasmagicasPalavrasmagicas
Palavrasmagicas
cefaprodematupa
 
Prontp
ProntpProntp
Jornal (1)
Jornal (1)Jornal (1)
Jornal (1)
cefaprodematupa
 
La vem leitura
La vem leituraLa vem leitura
La vem leitura
cefaprodematupa
 
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
cefaprodematupa
 
O alfabeto em movimento
O alfabeto em movimentoO alfabeto em movimento
O alfabeto em movimento
cefaprodematupa
 
Adaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidadeAdaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidade
cefaprodematupa
 
Reciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzirReciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzir
cefaprodematupa
 
Ensinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolaEnsinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escola
cefaprodematupa
 
Contagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilContagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantil
cefaprodematupa
 
A avaliação docente
A avaliação docenteA avaliação docente
A avaliação docente
cefaprodematupa
 
1 administrador
1   administrador1   administrador
1 administrador
cefaprodematupa
 
3 marketing nas redes sociais
3   marketing nas redes sociais3   marketing nas redes sociais
3 marketing nas redes sociais
cefaprodematupa
 

Mais de cefaprodematupa (20)

Artigo 2f
Artigo 2fArtigo 2f
Artigo 2f
 
Artigo 1
Artigo 1Artigo 1
Artigo 1
 
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOSA IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
A IMPORTÂNCIA DA EA NAS ESCOLAS E OS SEUS OBJETIVOS
 
4
44
4
 
3
33
3
 
1
11
1
 
2
22
2
 
Palavrasmagicas
PalavrasmagicasPalavrasmagicas
Palavrasmagicas
 
Prontp
ProntpProntp
Prontp
 
Jornal (1)
Jornal (1)Jornal (1)
Jornal (1)
 
La vem leitura
La vem leituraLa vem leitura
La vem leitura
 
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
Trabalhando com fábulas e historias infantis artigo neli 2017
 
O alfabeto em movimento
O alfabeto em movimentoO alfabeto em movimento
O alfabeto em movimento
 
Adaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidadeAdaptação e socialização através da ludicidade
Adaptação e socialização através da ludicidade
 
Reciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzirReciclar, reutilizar e reduzir
Reciclar, reutilizar e reduzir
 
Ensinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escolaEnsinar e aprender na escola
Ensinar e aprender na escola
 
Contagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantilContagem de história na educação infantil
Contagem de história na educação infantil
 
A avaliação docente
A avaliação docenteA avaliação docente
A avaliação docente
 
1 administrador
1   administrador1   administrador
1 administrador
 
3 marketing nas redes sociais
3   marketing nas redes sociais3   marketing nas redes sociais
3 marketing nas redes sociais
 

Último

Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
Manuais Formação
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
JakiraCosta
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 

Último (20)

Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
UFCD_7211_Os sistemas do corpo humano_ imunitário, circulatório, respiratório...
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...formação - 2º ano São José da Tapera ...
formação - 2º ano São José da Tapera ...
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 

4 mortalidade das micro

  • 1. MORTALIDADE DE MICROS E PEQUENAS EMPRESAS SIMONE ANGELA MENEGASSI RESUMO Este presente trabalho tem como objetivo mostrar, como as novas micro e pequenas empresas brasileiras estão surgindo e estão tendo um final trágico, pois sua vida ativa é interrompida antes mesmo de completar seus primeiros 2 anos, se aprofundado no estado do Mato Grosso quais são as taxas de mortalidade das micro e pequenas empresas no estado e quais são os principais causadores do fechamento dessas empresas, trazendo alguns percentuais e estatísticas para o melhor entendimento da presente pesquisa. Palavra-Chave: Micros e Pequenas Empresas. Mortalidade. Causadores. ADSTRAC This present study aims to show how the new Brazilian micro and small businesses are emerging and are having a tragic end, as their active life is interrupted before they complete their first two years, deepened in the state of Mato Grosso what are the micro mortality and small businesses in the state and what are the main cause of the closure of these companies, bringing some percentages and statistics for better understanding of the present research. Keyword: Micro and Small Enterprises. Mortality. Cause. INTRODUÇÃO Uma das regiões mais rica do país é a região centro oeste. Nesta região encontra-se o estado de Mato Grosso. Tem a porção norte de seu território ocupada pela Amazônia Legal, sendo o sul do estado pertencente ao Centro-Sul do Brasil. Sua capital é Cuiabá. sua principal fonte de renda é a pecuaria e agricultura. Um estado que tem muitas micro e pequenas empresas, e acada dia estao surgindo mais e mais empresas, pois o Mato Grosso é um estado em constante crescimento, com seu mercado muito aquecido pela sua grande produção na agricultura e na pecuaria, sendo um dos maiores produtores de grãos e exportador. Por tanto muitas pessoas veem o estado de Mato Grosso como um otimo estado para se investir, mas como em todos os outros estados, ou como em todo o pais não basta ter um bom comercio, tem que ter planejamento e capital de giro para que o negocio tenha um bom retorno e um futuro promissor. Mas muitas micro e pequenas empresas sao familiares, onde o
  • 2. funcionario quer deixar de ser empregado para ser um empresario, mas iniciando-se com pouco recurso e sem planejamento, isso não ocorre apenas no Mato Grosso, mas em todo o Brasil. E com todos os seus esforços para se manterem em funcionamento acabam sendo vitimas de falência em um curto prazo de funcionamento a cada 100 novas empresas que se iniciam no Mato Grosso apenas 65 resistem a mais de 2 anos. REFERENCIAL TEÓRICO No Brasil, nove em cada dez empresas são classificadas como micro ou pequenas empresas de acordo com o SEBRAE (Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), as quais absorvem maior contingente de mão de obra em relação as grandes. O problema é que muitas dessas empresas não suportam as pressões normais do cotidiano e acabam encerrando suas atividades com pouco tempo de vida. Pesquisas mostram que a cada 100 empresas criadas apenas 73 sobrevivem aos primeiros 2 anos de atividade segundo dados do SEBRAE. As empresas de pequeno porte são responsáveis por mais da metade dos empregos de carteira assinada do Brasil. Elas tem uma grande responsabilidade nas mãos, pois pelo menos dois terços do total da ocupação existente no setor privado da economia, a sobrevivência desses empreendimento, é indispensável para economia do Pais. De acordo com Bedê (2006, p. 03) as micro e pequenas empresas: (...) são responsáveis pela maioria das empresas e postos de trabalho. No Brasil, das 5,1 milhões de empresas formais, 98% são de micro e pequeno porte, responsáveis por 67% do pessoal ocupado no setor privado. Grande parte dos pequenos e micro empresários não têm o hábito de planejar. Indicadores do SEBRAE (2004), revelam que os maiores motivos de falências das micro e pequenas empresas são: capital de giro (24%), impostos altos (16%), falta de clientes (8%), concorrência (7,1%), baixo lucro (6,1%), dificuldade financeira (6,1%), desinteresse em continuar o negócio (6,1%), inadimplência (6,1%), problemas familiares (2,8%) e má localização da empresa (3,8%). No Estado do Mato Grosso não deixa de ser diferente das micro e pequenas empresas são mais da maioria em atividade atualmente, são mais de 100.000 mil micro e pequenas
  • 3. empresas em atividade no Mato Grosso, cerca de 75,9% das Micro e Pequenas Empresas (MPE) estão localizada no interior do estado. Em toda a região Centro-Oeste, este índice é de 53,7%. Em âmbito nacional, a média é de 69,3%. Além disso, no Brasil, 47% estão em cidades com menos de 200 mil habitantes. Na região Centro-Oeste, há um total de 451.765 MPE, das quais 247.244 são do Setor de Comércio, o que equivale a 46% do total. Em Mato Grosso, são ao todo 100.115, sendo 56.765 delas no Comércio, que representam 56,7% do número total destes empreendimentos no estado. “Tanto em âmbito local, como em âmbito nacional, estes empreendimentos mostram a sua importância para economia brasileira. Seja por sua alta produtividade ou pelos recordes na geração de emprego e renda. “Analisando os números da pesquisa é possível notar, que em todo o Brasil, durante o ano de 2010, 41% da renda dos brasileiros que trabalham no setor privado não-agrícola foi gerada pelas MPE, resultado da alta empregabilidade gerada por estas empresas”, aponta Célio Fernandes, vice-presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL Cuiabá). De acordo com ele, esse alto número de empresas que nascem em Mato Grosso se dá principalmente por se tratar de um estado muito novo. “A ocupação no interior ainda é muito recente e o estado continua crescendo”, destaca. Mas com todas essas boas referencias sobre o estado ele não deixa de estar no índice de mortalidade de micro e pequenas empresas brasileiras, não esta entre os piores, sua taxa de mortalidade é de 36.4% no estado nos 2 primeiros anos. Este índice vem através das dificuldades que as micro e pequenas empresas enfrentam nos seus primeiros dois anos de atividade são, capital de giro, impostos altos, falta de clientes, concorrência, baixo lucro, dificuldade financeira e falta de planejamento. Mato Grosso é um dos estados que os impostos para micro e pequenas empresas são os menores, as micro e pequenas empresas integrantes do Simples Nacional pagam apenas 6% de Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS). "Se o bem for adquirido para consumo interno ou para integrar os ativos da empresa, a alíquota é ainda menor, de 4%. A média geral do ICMS cobrado pelos estados varia de 12% a 18%".
  • 4. No estado as micro e pequenas empresas estão espalhadas em todos os setores da economia, um dos setores que esta tendo o maior nível de mortalidade é o da Industria com 68,0%, Comercio 66,3%, Serviços 63,1%, Construção civil 56,4%. Esperamos que os empresários que desejam iniciar suas empresas façam um bom planejamento de mercado, verificando se as condições são favoráveis para a instalação de uma empresa na região, e com um bom capital de giro, para que possam se manter no mercado. Acreditamos que a melhor condição para que uma empresa sobreviva é um bom planejamento. CONCLUSÃO Pudemos verificar a grande proporção de micros e pequenas empresas que fecham suas portas em pouco tempo, em todo o Brasil e no Mato Grosso. Mas o que podemos fazer para, diminuir este índice de em presas que fecham suas portas nos seus primeiros anos, verificar quais são os principais pontos que atingem as micros e pequenas empresas, fazendo as declararem falência. Acredito para que possamos reverter esses índices os futuros empreendedores que desejam abrir suas micros e pequenas empresas, devem se preparar mais, tanto no financeiro quando no conhecimento, para que possa fazer um bom planejamento e saiba administrar sua empresa. REFERENCIAS BEDÊ, Marco Aurélio. Onde estão as micro e pequenas empresas no Brasil. São Paulo : SEBRAE, 2006. Disponível em: <http://www.biblioteca.sebrae.com.br/pcw3/pcw.nsf/DestNv0/C1CC28446F7114A383256E8 30068A9FF?EditDocument> Acesso em 17 fev. 2009........gggggg Eliana Caitano de Campos. Planejamento para pequenas e micro empresas é possível?. 2009. Disponível em: http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/planejamento- para-pequenas-e-micro-empresas-e-possivel/29116/ Acesso em 15 Julho 2012. BEDÊ, Marco Aurélio. Taxa de Sobrevivênciadas Empresas no Brasil. Brasília/DF: SEBREE, 2011. Disponível em: <http://www.biblioteca.sebrae.com.br/bds/bds.nsf/45465B1C66A6772D832579300051816C/ $File/NT00046582.pdf>
  • 5. Thalita Marques. Mato Grosso: micro e pequenas empresas se concentram no interior do estado: 24 Horas News, 2011. Disponível em: http://www.24horasnews.com.br/index.php?mat=398565