SlideShare uma empresa Scribd logo
ESTADO MODERNO
 Formação das monarquias
centralizadas( força militar,justiça e
impostos)
 Formação do Estado Moderno centralizado
 Unidade jurídica,monetária e tributária
 Criação de órgãos Estatais:
Parlamento(Inglaterra)
Estados gerais(França)
Cortes(Península Ibérica
 Hugo Capeto, dinastia capetingia (submeteuHugo Capeto, dinastia capetingia (submeteu
nobreza e igreja ao poder)nobreza e igreja ao poder)
 Felipe Augusto (fortaleceu os cofres reais,Felipe Augusto (fortaleceu os cofres reais,
nomeou juristas)nomeou juristas)
 Felipe IV (Submeteu a igreja)Felipe IV (Submeteu a igreja)
 Luis IX (criou moeda única)aumentou os tributosLuis IX (criou moeda única)aumentou os tributos
 Felipe IV , O Belo, instituiu novos tribunais reais,Felipe IV , O Belo, instituiu novos tribunais reais,
montou um exército mercenário, governou commontou um exército mercenário, governou com
poderes até sua morte.poderes até sua morte.
 Após Felipe IV ,a França entra em conflito deApós Felipe IV ,a França entra em conflito de
sucessão com a Inglaterra na guerra dos cemsucessão com a Inglaterra na guerra dos cem
anos.anos.
 Henrique II,plantageneta.1154
 Ricardo Coração de Leão.1189
 João sem terra. 1199
Em 1216,foi obrigado a jurar a Magna carta pelos
nobres, limitando seu poder.(ler pag 137)
Henrique III ,1295, estabeleceu o Estatuto de
Oxford(incluindo a burguesia no grande
conselho)
Eduardo III entrou no conflito com a frança, dando
lugar a dinastia Lancaster em 1399, provocando
a guerra das Duas Rosas.(1455-1485)
A dinastia York passou a governar em 1485,
Henrique VII fundou a dinastia de Tudor.
 Os reinos de Portugal e Espanha se envolveram
na guerra da reconquista contra os mouros.(sec
XI e XII)
 Formaram vários reinos: Castela,
Navarra,Aragão e Leão que se uniram através do
casamento entre Isabel de Castela e Fernando
de Aragão.em 1469, surgiu a Espanha.
 O condado Portucalense foi presenteado a D.
Afonso Henrique, pelo rei de Leão. Sua
independência se deu pelo rei Henrique de
Borgonha em 1139. mas foi na Dinastia de Avis
que Portugal consolidou seu Estado Moderno.
 Os reinos de Portugal e Espanha se envolveram
na guerra da reconquista contra os mouros.(sec
XI e XII)
 Formaram vários reinos: Castela,
Navarra,Aragão e Leão que se uniram através do
casamento entre Isabel de Castela e Fernando
de Aragão.em 1469, surgiu a Espanha.
 O condado Portucalense foi presenteado a D.
Afonso Henrique, pelo rei de Leão. Sua
independência se deu pelo rei Henrique de
Borgonha em 1139. mas foi na Dinastia de Avis
que Portugal consolidou seu Estado Moderno.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formação dos estados modernos europeus
Formação dos estados modernos europeusFormação dos estados modernos europeus
Formação dos estados modernos europeus
davincipatos
 
Modernos estados nacionais
Modernos estados nacionaisModernos estados nacionais
Modernos estados nacionais
Eduard Henry
 
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismoFormacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Marcio Cicchelli
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
Bruce Portes
 
Formação dos estados nacionais 1
Formação dos estados nacionais 1Formação dos estados nacionais 1
Formação dos estados nacionais 1
Jorge Basílio
 
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da ReconquistaFormação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Paulo Roberto
 
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e AbsolutismoFormação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Valéria Shoujofan
 
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
Douglas Barraqui
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
Gilmar Rodrigues
 
A formação das monarquias medievais
A formação das monarquias medievaisA formação das monarquias medievais
A formação das monarquias medievais
Zé Knust
 
Estados nacionais modernos
Estados nacionais modernosEstados nacionais modernos
Estados nacionais modernos
Elton Zanoni
 
A consolidação das monarquias na europa moderna
A consolidação das monarquias na europa modernaA consolidação das monarquias na europa moderna
A consolidação das monarquias na europa moderna
Dione Pereira
 
Monarquias Nacionais
Monarquias NacionaisMonarquias Nacionais
Monarquias Nacionais
Aulas de História
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
Ramiro Bicca
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
Adriana Gomes Messias
 
Monarquias
MonarquiasMonarquias
Modernos estados nacionais
Modernos estados nacionaisModernos estados nacionais
Modernos estados nacionais
Eduard Henry
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionaiswww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
AulasDeHistoriaApoio
 

Mais procurados (19)

Formação dos estados modernos europeus
Formação dos estados modernos europeusFormação dos estados modernos europeus
Formação dos estados modernos europeus
 
Modernos estados nacionais
Modernos estados nacionaisModernos estados nacionais
Modernos estados nacionais
 
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismoFormacao dos-estados-nacionais-absolutismo
Formacao dos-estados-nacionais-absolutismo
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
 
Formação dos estados nacionais 1
Formação dos estados nacionais 1Formação dos estados nacionais 1
Formação dos estados nacionais 1
 
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da ReconquistaFormação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
Formação das Monarquias Nacionais Europeias: A Guerra da Reconquista
 
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e AbsolutismoFormação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
Formação das Monarquias Nacionais e Absolutismo
 
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
 
A Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados NacionaisA Formação dos Estados Nacionais
A Formação dos Estados Nacionais
 
A Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias NacionaisA Formação das Monarquias Nacionais
A Formação das Monarquias Nacionais
 
A formação das monarquias medievais
A formação das monarquias medievaisA formação das monarquias medievais
A formação das monarquias medievais
 
Estados nacionais modernos
Estados nacionais modernosEstados nacionais modernos
Estados nacionais modernos
 
A consolidação das monarquias na europa moderna
A consolidação das monarquias na europa modernaA consolidação das monarquias na europa moderna
A consolidação das monarquias na europa moderna
 
Monarquias Nacionais
Monarquias NacionaisMonarquias Nacionais
Monarquias Nacionais
 
O absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado modernoO absolutismo e a formação do estado moderno
O absolutismo e a formação do estado moderno
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
 
Monarquias
MonarquiasMonarquias
Monarquias
 
Modernos estados nacionais
Modernos estados nacionaisModernos estados nacionais
Modernos estados nacionais
 
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionaiswww.AulasDeHistoriaApoio.com  - História -  A formação dos estados nacionais
www.AulasDeHistoriaApoio.com - História - A formação dos estados nacionais
 

Semelhante a 14° formação das monarquias

Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...
Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...
Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...
Marcos Mamute
 
Absolutismo monárquico
Absolutismo monárquicoAbsolutismo monárquico
Absolutismo monárquico
Fernanda Coutinho
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Resumo formacao dos estados modernos
Resumo formacao dos estados modernosResumo formacao dos estados modernos
Resumo formacao dos estados modernos
Elisângela Martins Rodrigues
 
Absolutismo mercantilismo
Absolutismo   mercantilismoAbsolutismo   mercantilismo
Absolutismo mercantilismo
Kelly Delfino
 
Transição feudo-capitalista e monarquias nacionais
Transição feudo-capitalista e monarquias nacionaisTransição feudo-capitalista e monarquias nacionais
Transição feudo-capitalista e monarquias nacionais
Professor Marcelo
 
Disputas Absolutistas
Disputas AbsolutistasDisputas Absolutistas
Disputas Absolutistas
eduardodemiranda
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
eduardodemiranda
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
eduardodemiranda
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
cecilianoclaro
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
cecilianoclaro
 
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptxResumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
Érica Santos
 
Antigo regime cap. 19
Antigo regime   cap. 19Antigo regime   cap. 19
Antigo regime cap. 19
Auxiliadora
 
O absolutismo e a sociedade de corte 2308
O absolutismo e a sociedade de corte 2308O absolutismo e a sociedade de corte 2308
O absolutismo e a sociedade de corte 2308
nanablue2007
 
Revisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_anoRevisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_ano
Luan Furtado
 
7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE EDITADO.pdf
7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE  EDITADO.pdf7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE  EDITADO.pdf
7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE EDITADO.pdf
BrandoneLeeOficial
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Slide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdf
Slide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdfSlide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdf
Slide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdf
HyagoCarlos3
 
156 abcd formação dos estados nacionais frança
156 abcd formação dos estados nacionais frança156 abcd formação dos estados nacionais frança
156 abcd formação dos estados nacionais frança
cristianoperinpissolato
 
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Celso Firmino História, Filosofia, Sociologia
 

Semelhante a 14° formação das monarquias (20)

Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...
Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...
Idade Média parte 2 (Formação do Estado Nacional Português, Espanhol, Inglês ...
 
Absolutismo monárquico
Absolutismo monárquicoAbsolutismo monárquico
Absolutismo monárquico
 
Monarquias nacionais
Monarquias nacionaisMonarquias nacionais
Monarquias nacionais
 
Resumo formacao dos estados modernos
Resumo formacao dos estados modernosResumo formacao dos estados modernos
Resumo formacao dos estados modernos
 
Absolutismo mercantilismo
Absolutismo   mercantilismoAbsolutismo   mercantilismo
Absolutismo mercantilismo
 
Transição feudo-capitalista e monarquias nacionais
Transição feudo-capitalista e monarquias nacionaisTransição feudo-capitalista e monarquias nacionais
Transição feudo-capitalista e monarquias nacionais
 
Disputas Absolutistas
Disputas AbsolutistasDisputas Absolutistas
Disputas Absolutistas
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
 
Disputas absolutistas
Disputas absolutistasDisputas absolutistas
Disputas absolutistas
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptxResumo aula 19 Absolutismo.pptx
Resumo aula 19 Absolutismo.pptx
 
Antigo regime cap. 19
Antigo regime   cap. 19Antigo regime   cap. 19
Antigo regime cap. 19
 
O absolutismo e a sociedade de corte 2308
O absolutismo e a sociedade de corte 2308O absolutismo e a sociedade de corte 2308
O absolutismo e a sociedade de corte 2308
 
Revisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_anoRevisão per. transição-2°_ano
Revisão per. transição-2°_ano
 
7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE EDITADO.pdf
7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE  EDITADO.pdf7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE  EDITADO.pdf
7 ano MONARQUIAS NACIONAIS LEE EDITADO.pdf
 
Absolutismo
AbsolutismoAbsolutismo
Absolutismo
 
Slide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdf
Slide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdfSlide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdf
Slide Historia: Estado Moderno e o Absolutismo.pdf
 
156 abcd formação dos estados nacionais frança
156 abcd formação dos estados nacionais frança156 abcd formação dos estados nacionais frança
156 abcd formação dos estados nacionais frança
 
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
Monarquias nacionais frança e inglaterra 2021
 

Mais de Ajudar Pessoas

Tabela f 95% unilateral
Tabela f 95% unilateralTabela f 95% unilateral
Tabela f 95% unilateral
Ajudar Pessoas
 
Tabela f 95% bilateral
Tabela f 95% bilateralTabela f 95% bilateral
Tabela f 95% bilateral
Ajudar Pessoas
 
Educação e Capitalismo uma Certa Economia Política
Educação e Capitalismo uma Certa Economia PolíticaEducação e Capitalismo uma Certa Economia Política
Educação e Capitalismo uma Certa Economia Política
Ajudar Pessoas
 
Posicionamento Filosofico e Base de Aprendizagem
Posicionamento Filosofico e Base de AprendizagemPosicionamento Filosofico e Base de Aprendizagem
Posicionamento Filosofico e Base de Aprendizagem
Ajudar Pessoas
 
Evolucao historica da avaliacao em geracões
Evolucao historica da avaliacao em geracõesEvolucao historica da avaliacao em geracões
Evolucao historica da avaliacao em geracões
Ajudar Pessoas
 
Exercícios do Teorema de Pitágoras
Exercícios do Teorema de PitágorasExercícios do Teorema de Pitágoras
Exercícios do Teorema de Pitágoras
Ajudar Pessoas
 
Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015
Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015
Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015
Ajudar Pessoas
 
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Ajudar Pessoas
 
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Ajudar Pessoas
 
formulas de fisica
formulas de fisicaformulas de fisica
formulas de fisica
Ajudar Pessoas
 
Biologia.
Biologia.Biologia.
Biologia.
Ajudar Pessoas
 
Saude pública.
Saude pública.Saude pública.
Saude pública.
Ajudar Pessoas
 
Exerc carboidratos.
Exerc   carboidratos.Exerc   carboidratos.
Exerc carboidratos.
Ajudar Pessoas
 
Biologia compostos organicos_exercícios.
Biologia compostos organicos_exercícios.Biologia compostos organicos_exercícios.
Biologia compostos organicos_exercícios.
Ajudar Pessoas
 
Concordância.
Concordância.Concordância.
Concordância.
Ajudar Pessoas
 
.Biologia.
.Biologia..Biologia.
.Biologia.
Ajudar Pessoas
 
Proteínas funções.
Proteínas        funções.Proteínas        funções.
Proteínas funções.
Ajudar Pessoas
 
Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.
Ajudar Pessoas
 
Aulão prevupe história.
Aulão prevupe   história.Aulão prevupe   história.
Aulão prevupe história.
Ajudar Pessoas
 
Aulão prevupe geografia.
Aulão prevupe   geografia.Aulão prevupe   geografia.
Aulão prevupe geografia.
Ajudar Pessoas
 

Mais de Ajudar Pessoas (20)

Tabela f 95% unilateral
Tabela f 95% unilateralTabela f 95% unilateral
Tabela f 95% unilateral
 
Tabela f 95% bilateral
Tabela f 95% bilateralTabela f 95% bilateral
Tabela f 95% bilateral
 
Educação e Capitalismo uma Certa Economia Política
Educação e Capitalismo uma Certa Economia PolíticaEducação e Capitalismo uma Certa Economia Política
Educação e Capitalismo uma Certa Economia Política
 
Posicionamento Filosofico e Base de Aprendizagem
Posicionamento Filosofico e Base de AprendizagemPosicionamento Filosofico e Base de Aprendizagem
Posicionamento Filosofico e Base de Aprendizagem
 
Evolucao historica da avaliacao em geracões
Evolucao historica da avaliacao em geracõesEvolucao historica da avaliacao em geracões
Evolucao historica da avaliacao em geracões
 
Exercícios do Teorema de Pitágoras
Exercícios do Teorema de PitágorasExercícios do Teorema de Pitágoras
Exercícios do Teorema de Pitágoras
 
Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015
Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015
Matriz Curricular : Licenciatura em Química IFPE 2015
 
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.Funções Orgânicas Nitrogenadas.
Funções Orgânicas Nitrogenadas.
 
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
Correção da prova de física ifpe 2015 parte 1.
 
formulas de fisica
formulas de fisicaformulas de fisica
formulas de fisica
 
Biologia.
Biologia.Biologia.
Biologia.
 
Saude pública.
Saude pública.Saude pública.
Saude pública.
 
Exerc carboidratos.
Exerc   carboidratos.Exerc   carboidratos.
Exerc carboidratos.
 
Biologia compostos organicos_exercícios.
Biologia compostos organicos_exercícios.Biologia compostos organicos_exercícios.
Biologia compostos organicos_exercícios.
 
Concordância.
Concordância.Concordância.
Concordância.
 
.Biologia.
.Biologia..Biologia.
.Biologia.
 
Proteínas funções.
Proteínas        funções.Proteínas        funções.
Proteínas funções.
 
Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.Avaliação diagnóstica de matemática.
Avaliação diagnóstica de matemática.
 
Aulão prevupe história.
Aulão prevupe   história.Aulão prevupe   história.
Aulão prevupe história.
 
Aulão prevupe geografia.
Aulão prevupe   geografia.Aulão prevupe   geografia.
Aulão prevupe geografia.
 

Último

A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Falcão Brasil
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
marcos oliveira
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
beathrizalves131
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
Mary Alvarenga
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Anesio2
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
antonio carlos
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 

Último (20)

A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
Relatório de Atividades 2009 CENSIPAM
 
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdfoficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
oficia de construção de recursos para aluno DI.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdfOficina de bases de dados - Dimensions.pdf
Oficina de bases de dados - Dimensions.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2011 CENSIPAM.pdf
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!Acróstico - Bullying é crime!
Acróstico - Bullying é crime!
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdfIdeais do Ministério jovem Adventista pdf
Ideais do Ministério jovem Adventista pdf
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1)  educação infantil fu...
1°ao5°ano_HISTÓRIA_ORGANIZADOR CURRICULAR BIMESTRAL (1) educação infantil fu...
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 

14° formação das monarquias

  • 2.  Formação das monarquias centralizadas( força militar,justiça e impostos)  Formação do Estado Moderno centralizado  Unidade jurídica,monetária e tributária  Criação de órgãos Estatais: Parlamento(Inglaterra) Estados gerais(França) Cortes(Península Ibérica
  • 3.  Hugo Capeto, dinastia capetingia (submeteuHugo Capeto, dinastia capetingia (submeteu nobreza e igreja ao poder)nobreza e igreja ao poder)  Felipe Augusto (fortaleceu os cofres reais,Felipe Augusto (fortaleceu os cofres reais, nomeou juristas)nomeou juristas)  Felipe IV (Submeteu a igreja)Felipe IV (Submeteu a igreja)  Luis IX (criou moeda única)aumentou os tributosLuis IX (criou moeda única)aumentou os tributos  Felipe IV , O Belo, instituiu novos tribunais reais,Felipe IV , O Belo, instituiu novos tribunais reais, montou um exército mercenário, governou commontou um exército mercenário, governou com poderes até sua morte.poderes até sua morte.  Após Felipe IV ,a França entra em conflito deApós Felipe IV ,a França entra em conflito de sucessão com a Inglaterra na guerra dos cemsucessão com a Inglaterra na guerra dos cem anos.anos.
  • 4.  Henrique II,plantageneta.1154  Ricardo Coração de Leão.1189  João sem terra. 1199 Em 1216,foi obrigado a jurar a Magna carta pelos nobres, limitando seu poder.(ler pag 137) Henrique III ,1295, estabeleceu o Estatuto de Oxford(incluindo a burguesia no grande conselho) Eduardo III entrou no conflito com a frança, dando lugar a dinastia Lancaster em 1399, provocando a guerra das Duas Rosas.(1455-1485) A dinastia York passou a governar em 1485, Henrique VII fundou a dinastia de Tudor.
  • 5.  Os reinos de Portugal e Espanha se envolveram na guerra da reconquista contra os mouros.(sec XI e XII)  Formaram vários reinos: Castela, Navarra,Aragão e Leão que se uniram através do casamento entre Isabel de Castela e Fernando de Aragão.em 1469, surgiu a Espanha.  O condado Portucalense foi presenteado a D. Afonso Henrique, pelo rei de Leão. Sua independência se deu pelo rei Henrique de Borgonha em 1139. mas foi na Dinastia de Avis que Portugal consolidou seu Estado Moderno.
  • 6.  Os reinos de Portugal e Espanha se envolveram na guerra da reconquista contra os mouros.(sec XI e XII)  Formaram vários reinos: Castela, Navarra,Aragão e Leão que se uniram através do casamento entre Isabel de Castela e Fernando de Aragão.em 1469, surgiu a Espanha.  O condado Portucalense foi presenteado a D. Afonso Henrique, pelo rei de Leão. Sua independência se deu pelo rei Henrique de Borgonha em 1139. mas foi na Dinastia de Avis que Portugal consolidou seu Estado Moderno.