SlideShare uma empresa Scribd logo
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
Com a vitória, em 15 de novembro de 1889, do movimento
republicano liderado pelos oficiais do exército, foi estabelecido um
"Governo Provisório" chefiado pelo Marechal Deodoro da Fonseca, no
qual todos os membros do ministério empossado no dia 15 de
novembro eram maçons.
Durante o governo provisório, foi decretada a
separação entre Estado e Igreja; foi
concedida a nacionalidade brasileira a todos
os imigrantes residentes no Brasil; foram
nomeados governadores para as províncias
que se transformaram em estados.
GOVERNO PROVISÓRIO
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
A Família Imperial Brasileira foi
banida do território brasileiro, só
podendo a ele retornar a partir
de 1920, pouco antes do
falecimento, em 1921, da Princesa
Isabel herdeira do trono brasileiro
e pouco antes do centenário
da independência do Brasil que foi
comemorado em1922.
O Decreto 4120 de 3 de
setembro de 1920 revogou o
banimento da família real.
GOVERNO PROVISÓRIO
D. Pedro II e Dona Teresa Christina sentados, a Princesa
Isabel e o Conde d´Eu à esquerda, e à direita, D. Leopoldina
e Augusto de Saxe-Gogurgo-Gotha
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
O "Governo Provisório" terminou com a
promulgação, em 24 de
fevereiro de 1891, da
primeira constituição republicana do
Brasil, a constituição de 1891.
Passando, a partir daquele dia, Deodoro
a ser presidente constitucional, eleito
pelo Congresso Nacional, devendo
governar até 15 de novembro de 1894.
Deodoro, apoiado pelos militares,
derrotou o candidato dos civis Prudente
de Morais.
GOVERNO PROVISÓRIO
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
No período que antecede a proclamação da república, 500 mil
pessoas moram no Rio de Janeiro.
Origem: Wikipédia, a
enciclopédia livre.
The First Republican Brazilian Flag, November 15-19, 1889.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
No período da Proclamação da República, Febre Tifoide,
Tuberculose, difteria, peste bubônica (1894), descoberta do rádio
(1894) .
1914 – Século XX quando o homem perde a ingenuidade.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1909
Nilo Peçanha
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1909
Nilo Peçanha
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1909
Nilo Peçanha
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1918
Rodrigues Alves
1909
Nilo Peçanha
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1918
Rodrigues Alves
1918
Moreira da Costa
1909
Nilo Peçanha
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1918
Rodrigues Alves
1918
Moreira da Costa
1919
Epitácio Pessoa
1909
Nilo Peçanha
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1918
Rodrigues Alves
1918
Moreira da Costa
1919
Epitácio Pessoa
1909
Nilo Peçanha
1922
Artur Bernardes
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1918
Rodrigues Alves
1918
Moreira da Costa
1919
Epitácio Pessoa
1909
Nilo Peçanha
1926
Washington Luís
1922
Artur Bernardes
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1918
Rodrigues Alves
1918
Moreira da Costa
1919
Epitácio Pessoa
1909
Nilo Peçanha
1926
Washington Luís
1922
Artur Bernardes
1930
Júlio Prestes de Albuquerque
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889
Mal. Deodoro da
Fonseca
1891
Mal. Floriano
Peixoto
1894
Prudente de
Morais
1898
Campos Sales
1902
Rodrigues Alves
1906
Afonso Pena
1914
Venceslau Brás
1910
Mal.
Hermes da Fonseca
1918
Rodrigues Alves
1918
Moreira da Costa
1919
Epitácio Pessoa
1909
Nilo Peçanha
1926
Washington Luís
1922
Artur Bernardes
1930 Junta Militar Provisória:
General Augusto Tasso Fragoso
General João de Deus Mena Barreto
Almirante Isaías de Noronha
1930
Júlio Prestes de Albuquerque
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1889 - Marechal Manuel Deodoro da Fonseca. Chefe
do Governo Provisório e depois presidente eleito pela
Assembleia constituinte.
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Nascido na cidade de Alagoas, 5 de agosto de 1827, falecido no Rio de Janeiro, 23
de agosto de 1892. Foi um militar e político brasileiro, proclamador da República e
primeiro presidente do Brasil.
O Governo Deodoro foi marcado pelo esforço da implantação de um regime de
Estado Republicano, mas foi caracterizado, entretanto, por grande instabilidade
política e também econômica, devido às tentativas de centralização do poder, da
movimentação de opositores da queda do Império, e por parte de outros setores
das Forças Armadas descontentes com a situação política republicana. A crise teve
seu ápice no fechamento do "Congresso Nacional do Brasil", o que mais tarde
acabou levando à renúncia de Deodoro da Fonseca.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1891 - Marechal Floriano Vieira Peixoto, assumiu com
a renúncia de Deodoro.
Nascido em Maceió, 30 de abril de 1839, falecido em Barra
Mansa, 29 de junho de 18951 foi um militar e político brasileiro.
Primeiro vice-presidente e segundo presidente do Brasil, presidiu o
Brasil de 23 de novembro de 1891 a 15 de novembro de 1894, no
período da República Velha. Foi denominado "Marechal de Ferro"2 e
"Consolidador da República”.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1894 - Prudente José de Morais e Barros
Nascido em Itu, 4 de outubro de 1841 — falecido em
Piracicaba, 3 ou 13 de dezembro de 1902, foi um
advogado e político brasileiro.
Foi presidente do estado de São Paulo (cargo equivalente ao de
governador), senador, presidente da Assembleia Nacional
Constituinte de 1891, terceiro presidente do Brasil, tendo sido o
primeiro político civil a assumir este cargo e o primeiro a fazê-lo por
força de eleição direta. Prudente de Morais representava a ascensão
da oligarquia cafeicultora e dos políticos civis ao poder nacional, após
um período de domínio do poder executivo por parte dos militares,
no qual essa oligarquia mantinha-se dominando apenas o poder
Legislativo.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1898 - Manuel Ferraz de Campos Sales
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Manuel Ferraz de Campos Sales, nascido Campinas, 15 de
fevereiro de 1841 — Falecido em Santos, 28 de
junho de 1913 foi um advogado epolítico brasileiro, segundo
presidente do estado de São Paulo, de 1896 a 1897 e o
quarto presidente da República, entre 1898 e1902.
Campos Sales recebeu o apelido de Campos Selos, por causa
do imposto do selo, sendo vaiado ao deixar a presidência também
por causa de sua política de ajuste financeiro que incluíra a retirada
de circulação de papel-moeda2 , o que dificultou o consumo interno
e o comércio, política econômica essa que fora mal compreendida
pela população brasileira.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1902 - Francisco de Paula Rodrigues Alves
Governou São Paulo por três mandatos: 1887 - 1888, como
presidente da província, e como quinto presidente do estado
de 1900a 1902 e como nono presidente do estado de 1912 a 1916.
Rodrigues Alves foi o último paulista a tomar posse como presidente
do Brasil. Foi eleito duas vezes, cumpriu integralmente o primeiro
mandato (1902 a 1906), mas faleceu antes de assumir o segundo
mandato (que deveria se estender de 1918 a 1922).
Nascido em Guaratinguetá, 7 de julho de 1848, falecido no
Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 1919, foi um
advogado, político brasileiro, Conselheiro do Império, presi
dente da província de São Paulo, presidente do
estado, ministro da fazenda e quinto presidente do Brasil.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1906 - Afonso Augusto Moreira Pena (morreu durante
o mandato)
Afonso Augusto Moreira Pena nascido em Santa Bárbara, 30 de
novembro de 184, falecido no Rio de Janeiro, 14 de junho de 1909, foi
um político brasileiro. Membro do Partido Republicano Mineiro foi
posteriormente deputado federal, governador do estado de Minas
Gerais, vice-presidente e presidente do Brasil entre 15 de
novembro de 1906 e 14 de junho de 1909, data de seu falecimento.
Antes da carreira política, foi advogado e jurista.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1909 - Nilo Procópio Peçanha (vice de Afonso Pena,
assumiu em seu lugar)
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Nilo Procópio Peçanha nascido em Campos dos Goytacazes, 2 de
outubro de 1867, falecido no Rio de Janeiro, 31 de março de 1924,
foi um político brasileiro. Assumiu a Presidência da República após o
falecimento de Afonso Pena, em 14 de junho de 19091 , e governou
até 15 de novembro de 1910. Foi o primeiro mulato presidente do
Brasil.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1910 - Marechal Hermes da Fonseca
Nascido em São Gabriel, 12 de maio de 1855, falecido
em Petrópolis, 9 de setembro de 1923, foi um
militar e político brasileiro, presidente do Brasil entre 1910 e 1914.
Era sobrinho do Marechal Deodoro da Fonseca, 1º presidente do
Brasil, do General João Severiano da Fonseca, Patrono do Serviço de
Saúde do Exército, e filho do marechal Hermes Ernesto da Fonseca e
de Rita Rodrigues Barbosa.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1914 - Venceslau Brás Pereira Gomes
Seu vice-presidente foi Urbano Santos da Costa Araújo. Estudou no
tradicional Colégio Diocesano de São Paulo nos anos de 1881 a 1884,
obteve o diploma de bacharel em direito pela Faculdade de Direito de
São Paulo em 18902 . De volta a Minas Gerais, foi advogado e
promotor público em Monte Santo e foi prefeito da cidade
destacando-se na sua administração por ter introduzido o sistema de
abastecimento de água na cidade. Presidiu a Câmara Municipal
de Jacuí, e a seguir foi deputado estadual.
Nascido em Brasópolis, 26 de fevereiro de 1868, falecido
em Itajubá, 15 de maio de 1966, foi um advogado e
político brasileiro; presidente do Brasil entre 1914 e 1918,
com um pequeno afastamento de um mês em 1917 por
motivo de doença.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1918 - Francisco de Paula Rodrigues Alves (eleito, morreu
de gripe espanhola, sem ter assumido o cargo)
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Governou São Paulo por três mandatos: 1887 - 1888, como
presidente da província, e como quinto presidente do estado
de 1900a 1902 e como nono presidente do estado de 1912 a 1916.
Rodrigues Alves foi o último paulista a tomar posse como presidente
do Brasil. Foi eleito duas vezes, cumpriu integralmente o primeiro
mandato (1902 a 1906), mas faleceu antes de assumir o segundo
mandato (que deveria se estender de 1918 a 1922).
Nascido em Guaratinguetá, 7 de julho de 1848, falecido no
Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 1919, foi um
advogado, político brasileiro, Conselheiro do Império, presi
dente da província de São Paulo, presidente do
estado, ministro da fazenda e quinto presidente do Brasil.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1918 - Delfim Moreira da Costa Ribeiro (vice de
Rodrigues Alves, assumiu em seu lugar). Nascido em
Cristina, 7 de novembro de 1868, falecido em Santa Rita
do Sapucaí, 1 de julho de 1920) foi um advogado
e político brasileiro.
Foi presidente do Brasil entre 15 de novembro de 1918 e 28 de
julho de 1919. Seu pai, Antonio Moreira da Costa Pinto, era português
do Porto. Do lado materno, é descendente de famílias brasileiras bem
antigas, como a família Moraes de Antas. Estudou no seminário
de Mariana e cursou Direito na Faculdade de Direito de São Paulo,
diplomando-se em 1890. Pertencente à geração de republicanos
históricos mineiros, foi deputado estadual de 1894 a 1902, sendo
nomeado secretário do interior de Minas Gerais. Delfim Moreira
também foi governador do estado de Minas Gerais, de 1914 a 1918.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1919 - Epitácio da Silva Pessoa, Nascido em Embuzeiro, 23
de maio de 1865, falecido em Petrópolis, 13 de
fevereiro de 1942) foi um político e jurista brasileiro.
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Presidente da república entre 1919 e 1922, depois que Rodrigues
Alves, eleito em 1918, não tomou posse por motivo de doença. O
período de governo foi marcado por revoltas militares que acabariam
na Revolução de 30, a qual levouGetúlio Vargas ao governo central.
Foi ainda deputado federal em duas oportunidades, ministro da
Justiça, do Supremo Tribunal Federal, procurador-geral da
República, senador três vezes, chefe da delegação brasileira junto
à Conferência de Versalhes e juiz da então Corte Internacional da
Haia.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1922 - Artur da Silva Bernardes, Viçosa, 8 de
agosto de 1875 — Rio de Janeiro, 23 de março de 1955, foi
um advogado e político brasileiro, presidente de Minas
Gerais de 1918 a 1922 e presidente do Brasil entre 15 de
novembro de 1922 e 15 de novembro de 1926. Seus
seguidores foram chamados de "bernardistas“.
Após formar-se na Faculdade Livre de Direito, iniciou sua carreira
política como vereador e presidente da Câmara Municipal de Viçosa
em 1906. Foi deputado federal (de 1909 a 1910) e Secretário de
Finanças de Minas Gerais em 1910. Foi eleito para um novo mandato
de deputado federal (1915 a 1917). Líder principal do Partido
Republicano Mineiro, tirando o controle do PRM dos políticos do Sul
de Minas Gerais, deslocando o centro da política mineira para a Zona
da Mata. Foi presidente do estado de Minas Gerais entre 1918 e 1922.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
1926 - Washington Luís Pereira de Sousa (deposto pela
revolução de 1930) (Macaé, 26 de outubro de 1869 —
São Paulo, 4 de agosto de 1957) foi um
advogado,historiador e político brasileiro, décimo
primeiro presidente do estado de São Paulo.
Décimo terceiro presidente do Brasil e último presidente da República
Velha. Deposto em 24 de outubro de 1930, vinte e um dias antes do
término do seu mandato, por um golpe militar, que passou o poder,
em 3 de novembro, às forças político-militares comandadas
por Getúlio Vargas, na denominada Revolução de 1930. Criador do
primeiro serviço de Inteligência do Brasil em 1928. Sua biografia
política foi toda construída no estado de São Paulo. Foi chamado
também de, O estradeiro, e, durante a Revolução de 1930, de Doutor
Barbado pelos seus opositores.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1930 - Júlio Prestes de Albuquerque (eleito presidente
em 1930, não tomou posse, impedido pela Revolução de
1930). Itapetininga, 15 de março de 1882 — São Paulo, 9
de fevereiro de 1946) foi um poeta, advogado e
político brasileiro.
OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
Filho do quarto presidente do estado de São Paulo Fernando Prestes
de Albuquerque e Olimpia de Santana. Foi o último presidente do
Brasil na República Velha. Não assumiu o cargo de presidente da
república, impedido que foi pela Revolução de 1930. Único político
eleito presidente da república do Brasil pelo voto popular a ser
impedido de tomar posse. Último paulista a ser eleito presidente do
Brasil até 1961.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
1930 - Junta Militar Provisória: General Augusto Tasso
Fragoso, General João de Deus Mena Barreto,
Almirante Isaías de Noronha. Foi constituída logo após a
derrubada da Primeira República (ou República Velha).
Para evitar que o país ficasse politicamente “acéfalo”, ou
seja, carente de um ocupante da cadeira do Poder Executivo, formou-
se então um triunvirato que reunia as duas forças armadas do país à
época (a aeronáutica só surgiria em 1942, pouco antes do Brasil
participar da Segunda Guerra Mundial). É certo dizer que esta junta
provisória estava apenas “guardando lugar” até a chegada
de GETÚLIO VARGAS AO RIO DE JANEIRO.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
Getúlio foi um dos líderes do Golpe de
1930 e era cotado naturalmente para
assumir a chefia do governo provisório, e se
deslocava de trem desde o Rio Grande do
Sul até a capital federal de então, o Rio de
Janeiro.
Nesse meio tempo em que Getúlio rumava à
capital, ocorria a queda de Washington Luís,
destituído da presidência a apenas vinte e
um dias do término de seu mandato, a 24 de
outubro daquele mesmo ano. Getúlio e sua
comitiva só chegariam ao Rio de Janeiro
pouco mais de uma semana depois.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
A Junta provisória militar era composta por TRÊS MEMBROS, cujos
nomes eram:
Augusto Tasso Fragoso, general chefe da junta
José Isaías de Noronha
João de Deus Mena Barreto
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
O três refletiam o que foi o movimento
de derrubada da Primeira República,
uma aliança entre setores descontentes
do antigo regime e alguns dos militares
egressos do movimento tenentista. Dois
de seus integrantes, Tasso Fragoso e
Mena Barreto pertenciam ao exército e
Isaías de Noronha estava ligado à
marinha e os três tinham conexões com
os tenentes dos movimentos da década
anterior.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
Foram poucas as suas realizações da
junta enquanto no poder, pois
permaneceram por um tempo bastante
limitado na chefia do país, mais
exatamente 10 dias, de 24 de outubro a
3 de novembro de 1930.
Importante ressaltar que a 3 de
novembro terminava apenas o período
da junta provisória militar.
Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr.
2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
ricardojathay@ig.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

atividades sobre a Primeira Guerra Mundial
atividades sobre a Primeira Guerra Mundialatividades sobre a Primeira Guerra Mundial
atividades sobre a Primeira Guerra Mundial
Jean Carlos Nunes Paixão
 
Aula 09 republica populista 1
Aula 09  republica populista 1Aula 09  republica populista 1
Aula 09 republica populista 1
Fabiana Tonsis
 
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas". Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Paula Meyer Piagentini
 
3º ano - Era Vargas 1930-1945
3º ano  - Era Vargas 1930-19453º ano  - Era Vargas 1930-1945
3º ano - Era Vargas 1930-1945
Daniel Alves Bronstrup
 
O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)
Edenilson Morais
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
Simone P Baldissera
 
Atividades feudalismo na idade média
Atividades   feudalismo na idade médiaAtividades   feudalismo na idade média
Atividades feudalismo na idade média
Atividades Diversas Cláudia
 
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais  Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Frederico Marques Sodré
 
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
Daniel Alves Bronstrup
 
Renascimento e Reforma
 Renascimento e Reforma Renascimento e Reforma
Renascimento e Reforma
Luis Silva
 
Plano de aula: Crise da Monarquia no Brasil
Plano de aula: Crise da Monarquia no BrasilPlano de aula: Crise da Monarquia no Brasil
Plano de aula: Crise da Monarquia no Brasil
Acrópole - História & Educação
 
Primeira GuerraMundial e Neocolonialismo
Primeira GuerraMundial e NeocolonialismoPrimeira GuerraMundial e Neocolonialismo
Primeira GuerraMundial e Neocolonialismo
Luis Silva
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
Fabiana Tonsis
 
República da Espada e República Velha
República da Espada e República VelhaRepública da Espada e República Velha
República da Espada e República Velha
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)
Edenilson Morais
 
O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)
Edenilson Morais
 
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
Professor de História
 
Plano de aula diário da primeira guerra
Plano de aula diário da primeira guerraPlano de aula diário da primeira guerra
Plano de aula diário da primeira guerra
Universidade Estadual da Paraíba (UEPB)
 
PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.
PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.
PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.
Tissiane Gomes
 

Mais procurados (20)

atividades sobre a Primeira Guerra Mundial
atividades sobre a Primeira Guerra Mundialatividades sobre a Primeira Guerra Mundial
atividades sobre a Primeira Guerra Mundial
 
Aula 09 republica populista 1
Aula 09  republica populista 1Aula 09  republica populista 1
Aula 09 republica populista 1
 
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas". Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
Jogo Pedagógico sobre "A Era Vargas".
 
3º ano - Era Vargas 1930-1945
3º ano  - Era Vargas 1930-19453º ano  - Era Vargas 1930-1945
3º ano - Era Vargas 1930-1945
 
O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)
 
O brasil na primeira republica
O brasil na primeira republicaO brasil na primeira republica
O brasil na primeira republica
 
Atividades feudalismo na idade média
Atividades   feudalismo na idade médiaAtividades   feudalismo na idade média
Atividades feudalismo na idade média
 
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais  Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
Mapa Conceitual Revoltas Regenciais
 
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
Absolutismo e Mercantilismo - 7º Ano (2016)
 
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
 
Renascimento e Reforma
 Renascimento e Reforma Renascimento e Reforma
Renascimento e Reforma
 
Plano de aula: Crise da Monarquia no Brasil
Plano de aula: Crise da Monarquia no BrasilPlano de aula: Crise da Monarquia no Brasil
Plano de aula: Crise da Monarquia no Brasil
 
Primeira GuerraMundial e Neocolonialismo
Primeira GuerraMundial e NeocolonialismoPrimeira GuerraMundial e Neocolonialismo
Primeira GuerraMundial e Neocolonialismo
 
Proclamação da república
Proclamação da repúblicaProclamação da república
Proclamação da república
 
República da Espada e República Velha
República da Espada e República VelhaRepública da Espada e República Velha
República da Espada e República Velha
 
Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)Ditadura Militar (1964-1985)
Ditadura Militar (1964-1985)
 
O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)O Governo Dutra (1946-1950)
O Governo Dutra (1946-1950)
 
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
8° ANO - REBELIÕES NA AMÉRICA PORTUGUESA.pptx
 
Plano de aula diário da primeira guerra
Plano de aula diário da primeira guerraPlano de aula diário da primeira guerra
Plano de aula diário da primeira guerra
 
PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.
PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.
PLANO DE AULA – JOGANDO COM A REVOLUÇÃO RUSSA.
 

Destaque

Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930
Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930 Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930
Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930
Ricardo Laub
 
Crise do Império - Proclamação da República
Crise do Império - Proclamação da RepúblicaCrise do Império - Proclamação da República
Crise do Império - Proclamação da República
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
PDCA - O "P" DO PROCESSO
PDCA - O "P" DO PROCESSOPDCA - O "P" DO PROCESSO
PDCA - O "P" DO PROCESSO
Ricardo Laub
 
Políticas Públicas Setoriais
Políticas Públicas SetoriaisPolíticas Públicas Setoriais
Políticas Públicas Setoriais
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...
Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...
Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
História De Portugal
História De PortugalHistória De Portugal
História De Portugal
gigilu
 
Republica velha resumão
Republica velha resumãoRepublica velha resumão
Republica velha resumão
Fabio Santos
 
Era Vargas - Aula 1
Era Vargas - Aula 1Era Vargas - Aula 1
Era Vargas - Aula 1
André Santos Luigi
 
Políticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasilPolíticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasil
Elena Barros
 
Independência da américa espanhola
Independência da américa espanholaIndependência da américa espanhola
Independência da américa espanhola
Zeze Silva
 
Presidentes da República
Presidentes da RepúblicaPresidentes da República
Presidentes da República
alimentacao
 
Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)
Jackson Cândido
 
Historia Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de Governo
Historia Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de GovernoHistoria Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de Governo
Historia Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de Governo
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Brasil Republica
Brasil RepublicaBrasil Republica
Brasil Republica
Zeze Silva
 
Brasil República - linha do tempo
Brasil República - linha do tempoBrasil República - linha do tempo
Brasil República - linha do tempo
Elton Zanoni
 
Grupo Cartoons
Grupo CartoonsGrupo Cartoons
Grupo Cartoons
Ana Lopes
 
4º primeira república hist.ed.bra.
4º primeira república hist.ed.bra.4º primeira república hist.ed.bra.
4º primeira república hist.ed.bra.
Marcilio Sampaio
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república
eb23ja
 
República velha - História do Brasil
República velha - História do BrasilRepública velha - História do Brasil
República velha - História do Brasil
Leonardo Pereira
 
Presidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesaPresidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesa
eb23ja
 

Destaque (20)

Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930
Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930 Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930
Presidentes do Brasil República Velha, período 1889-1930
 
Crise do Império - Proclamação da República
Crise do Império - Proclamação da RepúblicaCrise do Império - Proclamação da República
Crise do Império - Proclamação da República
 
PDCA - O "P" DO PROCESSO
PDCA - O "P" DO PROCESSOPDCA - O "P" DO PROCESSO
PDCA - O "P" DO PROCESSO
 
Políticas Públicas Setoriais
Políticas Públicas SetoriaisPolíticas Públicas Setoriais
Políticas Públicas Setoriais
 
Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...
Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...
Introdução a Moderna Gestão de Pessoas, Gestão de Pessoas em um Ambiente Dinâ...
 
História De Portugal
História De PortugalHistória De Portugal
História De Portugal
 
Republica velha resumão
Republica velha resumãoRepublica velha resumão
Republica velha resumão
 
Era Vargas - Aula 1
Era Vargas - Aula 1Era Vargas - Aula 1
Era Vargas - Aula 1
 
Políticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasilPolíticas setoriais no brasil
Políticas setoriais no brasil
 
Independência da américa espanhola
Independência da américa espanholaIndependência da américa espanhola
Independência da américa espanhola
 
Presidentes da República
Presidentes da RepúblicaPresidentes da República
Presidentes da República
 
Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)Absolutismo lista (1)
Absolutismo lista (1)
 
Historia Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de Governo
Historia Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de GovernoHistoria Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de Governo
Historia Brasil - ENEN 2013 - Ordem Social e Formas de Governo
 
Brasil Republica
Brasil RepublicaBrasil Republica
Brasil Republica
 
Brasil República - linha do tempo
Brasil República - linha do tempoBrasil República - linha do tempo
Brasil República - linha do tempo
 
Grupo Cartoons
Grupo CartoonsGrupo Cartoons
Grupo Cartoons
 
4º primeira república hist.ed.bra.
4º primeira república hist.ed.bra.4º primeira república hist.ed.bra.
4º primeira república hist.ed.bra.
 
Presidentes da república
Presidentes da repúblicaPresidentes da república
Presidentes da república
 
República velha - História do Brasil
República velha - História do BrasilRepública velha - História do Brasil
República velha - História do Brasil
 
Presidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesaPresidentes da republica portuguesa
Presidentes da republica portuguesa
 

Semelhante a Presidentes do Brasil - Republica Velha - 1889 - 1930

Crise do Império - Proclamação da Republica
Crise do Império - Proclamação da RepublicaCrise do Império - Proclamação da Republica
Crise do Império - Proclamação da Republica
Ricardo Laub
 
REPÚBLICA VELHA 9 ano.pptx
REPÚBLICA VELHA 9 ano.pptxREPÚBLICA VELHA 9 ano.pptx
REPÚBLICA VELHA 9 ano.pptx
LuisFernandoCarvalho13
 
Primeira república
Primeira repúblicaPrimeira república
Primeira república
Francisco Rodrigues
 
Cap. 09 10 - brasil império - 3º ano.
Cap. 09   10 - brasil império - 3º ano.Cap. 09   10 - brasil império - 3º ano.
Cap. 09 10 - brasil império - 3º ano.
Gustavo Cuin
 
HISTORIA_EF_9ANo.pptx
HISTORIA_EF_9ANo.pptxHISTORIA_EF_9ANo.pptx
HISTORIA_EF_9ANo.pptx
CarolWellDavi
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
Isabel Aguiar
 
A república da espada
A república da espadaA república da espada
A república da espada
Josy Silva
 
República dos marechais - Prof. Altair Aguilar
República dos marechais - Prof. Altair AguilarRepública dos marechais - Prof. Altair Aguilar
República dos marechais - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
De dutra a jango
De dutra a jangoDe dutra a jango
De dutra a jango
eunamahcado
 
II império brasileiro
II império brasileiroII império brasileiro
II império brasileiro
wdiuliaw
 
osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...
osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...
osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...
maria aparecida coelho lira
 
Os governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulart
Os governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulartOs governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulart
Os governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulart
mariorevoredo
 
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
JacksonFrigotto
 
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
JacksonFrigotto
 
2ª licenciatura curso de história trabalho de slide brasil imperio
2ª licenciatura   curso de história trabalho de slide brasil imperio2ª licenciatura   curso de história trabalho de slide brasil imperio
2ª licenciatura curso de história trabalho de slide brasil imperio
Andréia Matos
 
A República
A RepúblicaA República
A República
nacilene
 
A República
A RepúblicaA República
A República
nacilene
 
Brasil republica
Brasil republicaBrasil republica
Brasil republica
Lucimara Foloni
 
Governo de Deodoro e Floriano.pptx
Governo de Deodoro e Floriano.pptxGoverno de Deodoro e Floriano.pptx
Governo de Deodoro e Floriano.pptx
GermanoEsteves1
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
Isabel Aguiar
 

Semelhante a Presidentes do Brasil - Republica Velha - 1889 - 1930 (20)

Crise do Império - Proclamação da Republica
Crise do Império - Proclamação da RepublicaCrise do Império - Proclamação da Republica
Crise do Império - Proclamação da Republica
 
REPÚBLICA VELHA 9 ano.pptx
REPÚBLICA VELHA 9 ano.pptxREPÚBLICA VELHA 9 ano.pptx
REPÚBLICA VELHA 9 ano.pptx
 
Primeira república
Primeira repúblicaPrimeira república
Primeira república
 
Cap. 09 10 - brasil império - 3º ano.
Cap. 09   10 - brasil império - 3º ano.Cap. 09   10 - brasil império - 3º ano.
Cap. 09 10 - brasil império - 3º ano.
 
HISTORIA_EF_9ANo.pptx
HISTORIA_EF_9ANo.pptxHISTORIA_EF_9ANo.pptx
HISTORIA_EF_9ANo.pptx
 
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASILABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
ABOLIÇÃO E REPÚBLICA NO BRASIL
 
A república da espada
A república da espadaA república da espada
A república da espada
 
República dos marechais - Prof. Altair Aguilar
República dos marechais - Prof. Altair AguilarRepública dos marechais - Prof. Altair Aguilar
República dos marechais - Prof. Altair Aguilar
 
De dutra a jango
De dutra a jangoDe dutra a jango
De dutra a jango
 
II império brasileiro
II império brasileiroII império brasileiro
II império brasileiro
 
osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...
osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...
osgovernosdutravargascaffilhokubitscheckquadrosegoulart-150301085617-conversi...
 
Os governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulart
Os governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulartOs governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulart
Os governos dutra, vargas, café filho, kubitscheck, quadros e goulart
 
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
 
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptxAula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
Aula 4 - Instauração da República no Brasil.pptx
 
2ª licenciatura curso de história trabalho de slide brasil imperio
2ª licenciatura   curso de história trabalho de slide brasil imperio2ª licenciatura   curso de história trabalho de slide brasil imperio
2ª licenciatura curso de história trabalho de slide brasil imperio
 
A República
A RepúblicaA República
A República
 
A República
A RepúblicaA República
A República
 
Brasil republica
Brasil republicaBrasil republica
Brasil republica
 
Governo de Deodoro e Floriano.pptx
Governo de Deodoro e Floriano.pptxGoverno de Deodoro e Floriano.pptx
Governo de Deodoro e Floriano.pptx
 
O REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO IO REINADO DE D. PEDRO I
O REINADO DE D. PEDRO I
 

Mais de UFMT Universidade Federal de Mato Grosso

Esquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução Inglesa
Esquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução InglesaEsquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução Inglesa
Esquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução Inglesa
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Por Uma História Política - Réne Rémond
Por Uma História Política - Réne RémondPor Uma História Política - Réne Rémond
Por Uma História Política - Réne Rémond
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...
1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...
1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979)
AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979) AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979)
AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979)
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1
Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1
Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910
Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910
Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Joan Scott e Michelle Perrot - Gênero
Joan Scott e Michelle Perrot - GêneroJoan Scott e Michelle Perrot - Gênero
Joan Scott e Michelle Perrot - Gênero
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
MODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado História
MODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado HistóriaMODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado História
MODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado História
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
A Política e a sua Essência Prática
A Política e a sua Essência PráticaA Política e a sua Essência Prática
A Política e a sua Essência Prática
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
FICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSS
FICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSSFICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSS
FICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSS
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
História Cultural para a Análise Historiográfica
História Cultural para a Análise HistoriográficaHistória Cultural para a Análise Historiográfica
História Cultural para a Análise Historiográfica
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Memória - Ensaio do Livro História e Memória - Le Goff
Memória - Ensaio do Livro História e Memória - Le GoffMemória - Ensaio do Livro História e Memória - Le Goff
Memória - Ensaio do Livro História e Memória - Le Goff
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...
GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...
GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...
o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...
o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 
Costumes em Comum Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo Difícil
Costumes em Comum   Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo DifícilCostumes em Comum   Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo Difícil
Costumes em Comum Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo Difícil
UFMT Universidade Federal de Mato Grosso
 

Mais de UFMT Universidade Federal de Mato Grosso (20)

Esquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução Inglesa
Esquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução InglesaEsquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução Inglesa
Esquema: Correntes políticas da Religião no Século XVII - Revolução Inglesa
 
Por Uma História Política - Réne Rémond
Por Uma História Política - Réne RémondPor Uma História Política - Réne Rémond
Por Uma História Política - Réne Rémond
 
1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...
1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...
1. PLANO DE ENSINO - SEMINÁRIO DE LINHA DE PESQUISA 1: Territórios, sociedade...
 
AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979)
AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979) AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979)
AS POSIÇÕES POLÍTICAS DE JEAN-PAUL SARTRE E O TERCEIRO MUNDO (1947-1979)
 
Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1
Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1
Cronograma de aulas UFMT - PPGHIS 2018.1 - Seminário LINHA 1
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 6
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 5
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 4
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 3
 
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2
Relatório Comissão Rondon Volume 2 - Parte 2
 
Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910
Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910
Relatório da Comissão Rondon Vol. 02 -1907 a 1910
 
Joan Scott e Michelle Perrot - Gênero
Joan Scott e Michelle Perrot - GêneroJoan Scott e Michelle Perrot - Gênero
Joan Scott e Michelle Perrot - Gênero
 
MODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado História
MODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado HistóriaMODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado História
MODELO Dissertação mestrado 2017 da UFMT - PPGHIS - Mestrado História
 
A Política e a sua Essência Prática
A Política e a sua Essência PráticaA Política e a sua Essência Prática
A Política e a sua Essência Prática
 
FICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSS
FICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSSFICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSS
FICHA DE CITAÇÕES TRISTES TRÓPICOS - LÉVI-STRAUSS
 
História Cultural para a Análise Historiográfica
História Cultural para a Análise HistoriográficaHistória Cultural para a Análise Historiográfica
História Cultural para a Análise Historiográfica
 
Memória - Ensaio do Livro História e Memória - Le Goff
Memória - Ensaio do Livro História e Memória - Le GoffMemória - Ensaio do Livro História e Memória - Le Goff
Memória - Ensaio do Livro História e Memória - Le Goff
 
GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...
GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...
GASOLINA, PARTICIPAÇÃO NA FORMAÇÃO DA ESTRUTURA SOCIAL DE APROPRIAÇÃO PARA O ...
 
o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...
o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...
o desenvolvimento da competência narrativa na aprendizagem histórica: uma hip...
 
Costumes em Comum Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo Difícil
Costumes em Comum   Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo DifícilCostumes em Comum   Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo Difícil
Costumes em Comum Edward P. Thompson x Gramsci – Um Dialogo Difícil
 

Último

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
ReinaldoSouza57
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
AntonioVieira539017
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptxA dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
A dinâmica da população mundial de acordo com as teorias populacionais.pptx
 
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptxQUIZ - HISTÓRIA  9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
QUIZ - HISTÓRIA 9º ANO - PRIMEIRA REPÚBLICA_ERA VARGAS.pptx
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 

Presidentes do Brasil - Republica Velha - 1889 - 1930

  • 1. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III
  • 2. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III Com a vitória, em 15 de novembro de 1889, do movimento republicano liderado pelos oficiais do exército, foi estabelecido um "Governo Provisório" chefiado pelo Marechal Deodoro da Fonseca, no qual todos os membros do ministério empossado no dia 15 de novembro eram maçons. Durante o governo provisório, foi decretada a separação entre Estado e Igreja; foi concedida a nacionalidade brasileira a todos os imigrantes residentes no Brasil; foram nomeados governadores para as províncias que se transformaram em estados. GOVERNO PROVISÓRIO
  • 3. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III A Família Imperial Brasileira foi banida do território brasileiro, só podendo a ele retornar a partir de 1920, pouco antes do falecimento, em 1921, da Princesa Isabel herdeira do trono brasileiro e pouco antes do centenário da independência do Brasil que foi comemorado em1922. O Decreto 4120 de 3 de setembro de 1920 revogou o banimento da família real. GOVERNO PROVISÓRIO D. Pedro II e Dona Teresa Christina sentados, a Princesa Isabel e o Conde d´Eu à esquerda, e à direita, D. Leopoldina e Augusto de Saxe-Gogurgo-Gotha
  • 4. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III O "Governo Provisório" terminou com a promulgação, em 24 de fevereiro de 1891, da primeira constituição republicana do Brasil, a constituição de 1891. Passando, a partir daquele dia, Deodoro a ser presidente constitucional, eleito pelo Congresso Nacional, devendo governar até 15 de novembro de 1894. Deodoro, apoiado pelos militares, derrotou o candidato dos civis Prudente de Morais. GOVERNO PROVISÓRIO
  • 5. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III No período que antecede a proclamação da república, 500 mil pessoas moram no Rio de Janeiro. Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. The First Republican Brazilian Flag, November 15-19, 1889.
  • 6. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III No período da Proclamação da República, Febre Tifoide, Tuberculose, difteria, peste bubônica (1894), descoberta do rádio (1894) . 1914 – Século XX quando o homem perde a ingenuidade.
  • 7. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 8. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 9. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 10. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 11. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 12. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 13. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1909 Nilo Peçanha OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 14. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1909 Nilo Peçanha OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 15. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1909 Nilo Peçanha OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 16. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1918 Rodrigues Alves 1909 Nilo Peçanha OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 17. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1918 Rodrigues Alves 1918 Moreira da Costa 1909 Nilo Peçanha OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 18. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1918 Rodrigues Alves 1918 Moreira da Costa 1919 Epitácio Pessoa 1909 Nilo Peçanha OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 19. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1918 Rodrigues Alves 1918 Moreira da Costa 1919 Epitácio Pessoa 1909 Nilo Peçanha 1922 Artur Bernardes OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 20. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1918 Rodrigues Alves 1918 Moreira da Costa 1919 Epitácio Pessoa 1909 Nilo Peçanha 1926 Washington Luís 1922 Artur Bernardes OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 21. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1918 Rodrigues Alves 1918 Moreira da Costa 1919 Epitácio Pessoa 1909 Nilo Peçanha 1926 Washington Luís 1922 Artur Bernardes 1930 Júlio Prestes de Albuquerque OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 22. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 Mal. Deodoro da Fonseca 1891 Mal. Floriano Peixoto 1894 Prudente de Morais 1898 Campos Sales 1902 Rodrigues Alves 1906 Afonso Pena 1914 Venceslau Brás 1910 Mal. Hermes da Fonseca 1918 Rodrigues Alves 1918 Moreira da Costa 1919 Epitácio Pessoa 1909 Nilo Peçanha 1926 Washington Luís 1922 Artur Bernardes 1930 Junta Militar Provisória: General Augusto Tasso Fragoso General João de Deus Mena Barreto Almirante Isaías de Noronha 1930 Júlio Prestes de Albuquerque OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM:
  • 23. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1889 - Marechal Manuel Deodoro da Fonseca. Chefe do Governo Provisório e depois presidente eleito pela Assembleia constituinte. OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: Nascido na cidade de Alagoas, 5 de agosto de 1827, falecido no Rio de Janeiro, 23 de agosto de 1892. Foi um militar e político brasileiro, proclamador da República e primeiro presidente do Brasil. O Governo Deodoro foi marcado pelo esforço da implantação de um regime de Estado Republicano, mas foi caracterizado, entretanto, por grande instabilidade política e também econômica, devido às tentativas de centralização do poder, da movimentação de opositores da queda do Império, e por parte de outros setores das Forças Armadas descontentes com a situação política republicana. A crise teve seu ápice no fechamento do "Congresso Nacional do Brasil", o que mais tarde acabou levando à renúncia de Deodoro da Fonseca.
  • 24. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1891 - Marechal Floriano Vieira Peixoto, assumiu com a renúncia de Deodoro. Nascido em Maceió, 30 de abril de 1839, falecido em Barra Mansa, 29 de junho de 18951 foi um militar e político brasileiro. Primeiro vice-presidente e segundo presidente do Brasil, presidiu o Brasil de 23 de novembro de 1891 a 15 de novembro de 1894, no período da República Velha. Foi denominado "Marechal de Ferro"2 e "Consolidador da República”.
  • 25. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1894 - Prudente José de Morais e Barros Nascido em Itu, 4 de outubro de 1841 — falecido em Piracicaba, 3 ou 13 de dezembro de 1902, foi um advogado e político brasileiro. Foi presidente do estado de São Paulo (cargo equivalente ao de governador), senador, presidente da Assembleia Nacional Constituinte de 1891, terceiro presidente do Brasil, tendo sido o primeiro político civil a assumir este cargo e o primeiro a fazê-lo por força de eleição direta. Prudente de Morais representava a ascensão da oligarquia cafeicultora e dos políticos civis ao poder nacional, após um período de domínio do poder executivo por parte dos militares, no qual essa oligarquia mantinha-se dominando apenas o poder Legislativo.
  • 26. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1898 - Manuel Ferraz de Campos Sales OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: Manuel Ferraz de Campos Sales, nascido Campinas, 15 de fevereiro de 1841 — Falecido em Santos, 28 de junho de 1913 foi um advogado epolítico brasileiro, segundo presidente do estado de São Paulo, de 1896 a 1897 e o quarto presidente da República, entre 1898 e1902. Campos Sales recebeu o apelido de Campos Selos, por causa do imposto do selo, sendo vaiado ao deixar a presidência também por causa de sua política de ajuste financeiro que incluíra a retirada de circulação de papel-moeda2 , o que dificultou o consumo interno e o comércio, política econômica essa que fora mal compreendida pela população brasileira.
  • 27. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1902 - Francisco de Paula Rodrigues Alves Governou São Paulo por três mandatos: 1887 - 1888, como presidente da província, e como quinto presidente do estado de 1900a 1902 e como nono presidente do estado de 1912 a 1916. Rodrigues Alves foi o último paulista a tomar posse como presidente do Brasil. Foi eleito duas vezes, cumpriu integralmente o primeiro mandato (1902 a 1906), mas faleceu antes de assumir o segundo mandato (que deveria se estender de 1918 a 1922). Nascido em Guaratinguetá, 7 de julho de 1848, falecido no Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 1919, foi um advogado, político brasileiro, Conselheiro do Império, presi dente da província de São Paulo, presidente do estado, ministro da fazenda e quinto presidente do Brasil.
  • 28. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1906 - Afonso Augusto Moreira Pena (morreu durante o mandato) Afonso Augusto Moreira Pena nascido em Santa Bárbara, 30 de novembro de 184, falecido no Rio de Janeiro, 14 de junho de 1909, foi um político brasileiro. Membro do Partido Republicano Mineiro foi posteriormente deputado federal, governador do estado de Minas Gerais, vice-presidente e presidente do Brasil entre 15 de novembro de 1906 e 14 de junho de 1909, data de seu falecimento. Antes da carreira política, foi advogado e jurista.
  • 29. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1909 - Nilo Procópio Peçanha (vice de Afonso Pena, assumiu em seu lugar) OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: Nilo Procópio Peçanha nascido em Campos dos Goytacazes, 2 de outubro de 1867, falecido no Rio de Janeiro, 31 de março de 1924, foi um político brasileiro. Assumiu a Presidência da República após o falecimento de Afonso Pena, em 14 de junho de 19091 , e governou até 15 de novembro de 1910. Foi o primeiro mulato presidente do Brasil.
  • 30. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1910 - Marechal Hermes da Fonseca Nascido em São Gabriel, 12 de maio de 1855, falecido em Petrópolis, 9 de setembro de 1923, foi um militar e político brasileiro, presidente do Brasil entre 1910 e 1914. Era sobrinho do Marechal Deodoro da Fonseca, 1º presidente do Brasil, do General João Severiano da Fonseca, Patrono do Serviço de Saúde do Exército, e filho do marechal Hermes Ernesto da Fonseca e de Rita Rodrigues Barbosa.
  • 31. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1914 - Venceslau Brás Pereira Gomes Seu vice-presidente foi Urbano Santos da Costa Araújo. Estudou no tradicional Colégio Diocesano de São Paulo nos anos de 1881 a 1884, obteve o diploma de bacharel em direito pela Faculdade de Direito de São Paulo em 18902 . De volta a Minas Gerais, foi advogado e promotor público em Monte Santo e foi prefeito da cidade destacando-se na sua administração por ter introduzido o sistema de abastecimento de água na cidade. Presidiu a Câmara Municipal de Jacuí, e a seguir foi deputado estadual. Nascido em Brasópolis, 26 de fevereiro de 1868, falecido em Itajubá, 15 de maio de 1966, foi um advogado e político brasileiro; presidente do Brasil entre 1914 e 1918, com um pequeno afastamento de um mês em 1917 por motivo de doença.
  • 32. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1918 - Francisco de Paula Rodrigues Alves (eleito, morreu de gripe espanhola, sem ter assumido o cargo) OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: Governou São Paulo por três mandatos: 1887 - 1888, como presidente da província, e como quinto presidente do estado de 1900a 1902 e como nono presidente do estado de 1912 a 1916. Rodrigues Alves foi o último paulista a tomar posse como presidente do Brasil. Foi eleito duas vezes, cumpriu integralmente o primeiro mandato (1902 a 1906), mas faleceu antes de assumir o segundo mandato (que deveria se estender de 1918 a 1922). Nascido em Guaratinguetá, 7 de julho de 1848, falecido no Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 1919, foi um advogado, político brasileiro, Conselheiro do Império, presi dente da província de São Paulo, presidente do estado, ministro da fazenda e quinto presidente do Brasil.
  • 33. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1918 - Delfim Moreira da Costa Ribeiro (vice de Rodrigues Alves, assumiu em seu lugar). Nascido em Cristina, 7 de novembro de 1868, falecido em Santa Rita do Sapucaí, 1 de julho de 1920) foi um advogado e político brasileiro. Foi presidente do Brasil entre 15 de novembro de 1918 e 28 de julho de 1919. Seu pai, Antonio Moreira da Costa Pinto, era português do Porto. Do lado materno, é descendente de famílias brasileiras bem antigas, como a família Moraes de Antas. Estudou no seminário de Mariana e cursou Direito na Faculdade de Direito de São Paulo, diplomando-se em 1890. Pertencente à geração de republicanos históricos mineiros, foi deputado estadual de 1894 a 1902, sendo nomeado secretário do interior de Minas Gerais. Delfim Moreira também foi governador do estado de Minas Gerais, de 1914 a 1918.
  • 34. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1919 - Epitácio da Silva Pessoa, Nascido em Embuzeiro, 23 de maio de 1865, falecido em Petrópolis, 13 de fevereiro de 1942) foi um político e jurista brasileiro. OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: Presidente da república entre 1919 e 1922, depois que Rodrigues Alves, eleito em 1918, não tomou posse por motivo de doença. O período de governo foi marcado por revoltas militares que acabariam na Revolução de 30, a qual levouGetúlio Vargas ao governo central. Foi ainda deputado federal em duas oportunidades, ministro da Justiça, do Supremo Tribunal Federal, procurador-geral da República, senador três vezes, chefe da delegação brasileira junto à Conferência de Versalhes e juiz da então Corte Internacional da Haia.
  • 35. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1922 - Artur da Silva Bernardes, Viçosa, 8 de agosto de 1875 — Rio de Janeiro, 23 de março de 1955, foi um advogado e político brasileiro, presidente de Minas Gerais de 1918 a 1922 e presidente do Brasil entre 15 de novembro de 1922 e 15 de novembro de 1926. Seus seguidores foram chamados de "bernardistas“. Após formar-se na Faculdade Livre de Direito, iniciou sua carreira política como vereador e presidente da Câmara Municipal de Viçosa em 1906. Foi deputado federal (de 1909 a 1910) e Secretário de Finanças de Minas Gerais em 1910. Foi eleito para um novo mandato de deputado federal (1915 a 1917). Líder principal do Partido Republicano Mineiro, tirando o controle do PRM dos políticos do Sul de Minas Gerais, deslocando o centro da política mineira para a Zona da Mata. Foi presidente do estado de Minas Gerais entre 1918 e 1922.
  • 36. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: 1926 - Washington Luís Pereira de Sousa (deposto pela revolução de 1930) (Macaé, 26 de outubro de 1869 — São Paulo, 4 de agosto de 1957) foi um advogado,historiador e político brasileiro, décimo primeiro presidente do estado de São Paulo. Décimo terceiro presidente do Brasil e último presidente da República Velha. Deposto em 24 de outubro de 1930, vinte e um dias antes do término do seu mandato, por um golpe militar, que passou o poder, em 3 de novembro, às forças político-militares comandadas por Getúlio Vargas, na denominada Revolução de 1930. Criador do primeiro serviço de Inteligência do Brasil em 1928. Sua biografia política foi toda construída no estado de São Paulo. Foi chamado também de, O estradeiro, e, durante a Revolução de 1930, de Doutor Barbado pelos seus opositores.
  • 37. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1930 - Júlio Prestes de Albuquerque (eleito presidente em 1930, não tomou posse, impedido pela Revolução de 1930). Itapetininga, 15 de março de 1882 — São Paulo, 9 de fevereiro de 1946) foi um poeta, advogado e político brasileiro. OS PRESIDENTES DO PERÍODO 1889-1930 FORAM: Filho do quarto presidente do estado de São Paulo Fernando Prestes de Albuquerque e Olimpia de Santana. Foi o último presidente do Brasil na República Velha. Não assumiu o cargo de presidente da república, impedido que foi pela Revolução de 1930. Único político eleito presidente da república do Brasil pelo voto popular a ser impedido de tomar posse. Último paulista a ser eleito presidente do Brasil até 1961.
  • 38. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III 1930 - Junta Militar Provisória: General Augusto Tasso Fragoso, General João de Deus Mena Barreto, Almirante Isaías de Noronha. Foi constituída logo após a derrubada da Primeira República (ou República Velha). Para evitar que o país ficasse politicamente “acéfalo”, ou seja, carente de um ocupante da cadeira do Poder Executivo, formou- se então um triunvirato que reunia as duas forças armadas do país à época (a aeronáutica só surgiria em 1942, pouco antes do Brasil participar da Segunda Guerra Mundial). É certo dizer que esta junta provisória estava apenas “guardando lugar” até a chegada de GETÚLIO VARGAS AO RIO DE JANEIRO.
  • 39. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III Getúlio foi um dos líderes do Golpe de 1930 e era cotado naturalmente para assumir a chefia do governo provisório, e se deslocava de trem desde o Rio Grande do Sul até a capital federal de então, o Rio de Janeiro. Nesse meio tempo em que Getúlio rumava à capital, ocorria a queda de Washington Luís, destituído da presidência a apenas vinte e um dias do término de seu mandato, a 24 de outubro daquele mesmo ano. Getúlio e sua comitiva só chegariam ao Rio de Janeiro pouco mais de uma semana depois.
  • 40. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III A Junta provisória militar era composta por TRÊS MEMBROS, cujos nomes eram: Augusto Tasso Fragoso, general chefe da junta José Isaías de Noronha João de Deus Mena Barreto
  • 41. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III O três refletiam o que foi o movimento de derrubada da Primeira República, uma aliança entre setores descontentes do antigo regime e alguns dos militares egressos do movimento tenentista. Dois de seus integrantes, Tasso Fragoso e Mena Barreto pertenciam ao exército e Isaías de Noronha estava ligado à marinha e os três tinham conexões com os tenentes dos movimentos da década anterior.
  • 42. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III Foram poucas as suas realizações da junta enquanto no poder, pois permaneceram por um tempo bastante limitado na chefia do país, mais exatamente 10 dias, de 24 de outubro a 3 de novembro de 1930. Importante ressaltar que a 3 de novembro terminava apenas o período da junta provisória militar.
  • 43. Organizado Pelo Aluno Ricardo Julio Jatahy Laub Jr. 2013/01Baseado na aula do Professor Dr. Kadu – História do Brasil III ricardojathay@ig.com.br