SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Movimento Abolicionista
COLÉGIO-CURSO CÉLULA 1
ALUNAS: CAMILA AGUIAR, DOMINICKE MAIA E LETÍCIA DUMONT
PROFESSOR: FABIANO BASTOS
MATÉRIA: HISTÓRIA
TURMA:3001
O que foi ?
Foi um movimento político e social que
defendeu e lutou pelo fim da escravidão no
Brasil, na segunda metade do século XIX. Foi
um movimento que só se consolidou na
década de 1880, até então, o que havia eram
tentativas emancipacionistas que queriam a
extinção gradual do trabalho escravo,
enquanto os abolicionistas desejavam o fim
total da escravidão.
Grandes conquistas do Movimento Abolicionista:
Lei do Ventre Livre (1871) Lei dos Sexagenários (1885) Lei Áurea (1888)
Qual foi o motivo desse movimento?
Os negros, trazidos do continente Africano, eram transportados dentro dos
porões dos navios negreiros. Devido as péssimas condições deste meio de
transporte, muitos deles morriam durante a viagem. Após o desembarque eles
eram comprados por fazendeiros e senhores de engenho, que os tratavam de
forma cruel e desumana.
Apesar desta prática ser considerada “normal” do ponto de vista da maioria,
havia aqueles que eram contra este tipo de abuso. Estes eram os abolicionistas
(grupo formado por literatos, religiosos, políticos e pessoas do povo); contudo,
esta prática permaneceu por quase 300 anos. O principal fator que manteve a
escravidão por um longo período foi o econômico. A economia do país contava
somente com o trabalho escravo para realizar as tarefas da roça e outras tão
pesados quanto estas. As providências para a libertação dos escravos deveriam
ser tomadas lentamente.
Qual foi o motivo desse movimento?
A partir de 1870, a região Sul do Brasil passou a empregar assalariados
brasileiros e imigrantes estrangeiros; no Norte, as usinas substituíram os
primitivos engenhos, fato que permitiu a utilização de um número menor de
escravos. Já nas principais cidades, era grande o desejo do surgimento de
indústrias. Visando não causar prejuízo aos proprietários, o governo,
pressionado pela Inglaterra, foi alcançando seus objetivos aos poucos. O
primeiro passo foi dado em 1850, com a extinção do tráfico negreiro. Vinte
anos mais tarde, foi declarada a Lei do Ventre-Livre (de 28 de setembro de
1871). Esta lei tornava livre os filhos de escravos que nascessem a partir de
sua promulgação.
Em 1885, foi aprovada a lei Saraiva-Cotegipe ou dos Sexagenários que
beneficiava os negros de mais de 65 anos. Foi em 13 de maio de 1888,
através da Lei Áurea, que liberdade total finalmente foi alcançada pelos
negros no Brasil. Esta lei, assinada pela Princesa Isabel, abolia de vez a
escravidão no Brasil.
Fatores que colaboraram com a abolição:
O fim do tráfico negreiro ( Lei Eusébio de Queirós- 1850), que atrapalhou a manutenção de escravos vindos
da África, devido à alta taxa de mortalidade entre os cativos causada pelas longas jornadas de trabalho,
epidemias, castigos corporais e péssimas condições de alimentação e habitação.
A guerra do Paraguai, que se estendeu de 1864 a 1870. Milhares de escravos foram libertados para
combater no lugar de seus proprietários.
A guerra civil americana, entre 1861 e 1865, que terminou com a vitória dos nortistas, favoráveis ao fim da
escravatura.
Houve a extinção da servidão na Rússia, na França e em Portugal.
Principais representantes do
abolicionismo no Brasil
- Rui Barbosa (político, escritor e diplomata).
- José do Patrocínio (jornalista, escritor a ativista político).
- Ângelo Agostini (desenhista e cartunista)
- Joaquim Nabuco (diplomata, historiador e político).
- Tobias Barreto (poeta e intelectual).
- Castro Alves (poeta).
A vida dos negros após a abolição
Após a abolição, a vida dos negros brasileiros continuou
muito difícil. O estado brasileiro não se preocupou em
oferecer condições para que os ex-escravos pudessem ser
integrados no mercado de trabalho formal e assalariado.
Muitos setores da elite brasileira continuaram com o
preconceito. Prova disso, foi a preferência pela mão-de-
obra europeia, que aumentou muito no Brasil após a
abolição. Portanto, a maioria dos negros encontrou
grandes dificuldades para conseguir empregos e manter
uma vida com o mínimo de condições necessárias
(moradia e educação principalmente).
Você sabia?
23 de agosto é o Dia Internacional em Memória do Tráfico de Escravos e
sua Abolição.
Antes de ser assinada pela Princesa Isabel, a Lei Áurea foi aprovada no
Senado com apenas um voto contrário. Na Câmara dos Deputados a lei teve
83 votos favoráveis (de um total de 92).
Nosso país foi o último a acabar com a escravidão.
Bibliografia
http://www.suapesquisa.com/o_que_e/abolicionismo.htm
http://www.suapesquisa.com/historiadobrasil/abolicao.htm

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slide explicativo
Slide explicativoSlide explicativo
Slide explicativo
krrico93
 
Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8º
Vagner Roberto
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistas
eiprofessor
 

Mais procurados (20)

Brasil Período Joanino
Brasil Período JoaninoBrasil Período Joanino
Brasil Período Joanino
 
Independência da índia
Independência da índiaIndependência da índia
Independência da índia
 
Revoltas na República Velha
Revoltas na República VelhaRevoltas na República Velha
Revoltas na República Velha
 
ESCRAVIDÃO
ESCRAVIDÃOESCRAVIDÃO
ESCRAVIDÃO
 
Primeiro reinado
Primeiro reinadoPrimeiro reinado
Primeiro reinado
 
Segundo Reinado (1840-1889)
Segundo Reinado (1840-1889)Segundo Reinado (1840-1889)
Segundo Reinado (1840-1889)
 
Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)Era Vargas (1930-1945)
Era Vargas (1930-1945)
 
História do brasil
História do brasilHistória do brasil
História do brasil
 
Slide explicativo
Slide explicativoSlide explicativo
Slide explicativo
 
A Nova República (1985 )
A Nova República (1985 )A Nova República (1985 )
A Nova República (1985 )
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Povos nativos da América.
Povos nativos da América.Povos nativos da América.
Povos nativos da América.
 
O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
 
Revolução francesa 8º
Revolução francesa 8ºRevolução francesa 8º
Revolução francesa 8º
 
3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial3° ano - Revoltas do Período Regencial
3° ano - Revoltas do Período Regencial
 
República Velha
República VelhaRepública Velha
República Velha
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistas
 

Semelhante a Movimento abolicionista

Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
Lídia Pereira Silva Souza
 
Por uma escravidão consciente - Gabarito Aulas Particulares
Por uma escravidão consciente - Gabarito Aulas ParticularesPor uma escravidão consciente - Gabarito Aulas Particulares
Por uma escravidão consciente - Gabarito Aulas Particulares
GabaritoAulasParticulares
 

Semelhante a Movimento abolicionista (20)

Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
 
Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
Aula 3- 9º HIS - A questão da inserção dos negros no período republicano do p...
 
Abolição e Proclamação da República no Brasil - Ensino Fundamental
Abolição e Proclamação da República no Brasil - Ensino FundamentalAbolição e Proclamação da República no Brasil - Ensino Fundamental
Abolição e Proclamação da República no Brasil - Ensino Fundamental
 
Abolicionismo
Abolicionismo Abolicionismo
Abolicionismo
 
3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado
 
2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado
 
Abolição e República
Abolição e RepúblicaAbolição e República
Abolição e República
 
Abolição da escravatura
Abolição da escravaturaAbolição da escravatura
Abolição da escravatura
 
Abolição escravatura
Abolição escravaturaAbolição escravatura
Abolição escravatura
 
Celso material oitavo ano
Celso material oitavo anoCelso material oitavo ano
Celso material oitavo ano
 
Segundo Reinando: Escravidão e Imigração
Segundo Reinando: Escravidão e ImigraçãoSegundo Reinando: Escravidão e Imigração
Segundo Reinando: Escravidão e Imigração
 
Por uma escravidão consciente - Gabarito Aulas Particulares
Por uma escravidão consciente - Gabarito Aulas ParticularesPor uma escravidão consciente - Gabarito Aulas Particulares
Por uma escravidão consciente - Gabarito Aulas Particulares
 
Segundo reinado completo
Segundo reinado   completoSegundo reinado   completo
Segundo reinado completo
 
Segundo Reinado Módulo
Segundo Reinado  Módulo Segundo Reinado  Módulo
Segundo Reinado Módulo
 
História 9°ano - imperialismo - escravidão no brasil imperial
História   9°ano - imperialismo - escravidão no brasil imperialHistória   9°ano - imperialismo - escravidão no brasil imperial
História 9°ano - imperialismo - escravidão no brasil imperial
 
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamentoAula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
Aula 11 [1-2022] - Abolir o apagamento
 
A transição para o trabalho livre e assalariado
A transição para o trabalho livre e assalariadoA transição para o trabalho livre e assalariado
A transição para o trabalho livre e assalariado
 
Celsohistoriamaterialnonoanoaula
CelsohistoriamaterialnonoanoaulaCelsohistoriamaterialnonoanoaula
Celsohistoriamaterialnonoanoaula
 
Trabalho de história
Trabalho de história Trabalho de história
Trabalho de história
 
Brasil republica
Brasil republicaBrasil republica
Brasil republica
 

Último

1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
aulasgege
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
LeandroLima265595
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
WelitaDiaz1
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Eró Cunha
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
GisellySobral
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
azulassessoria9
 

Último (20)

Teatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundarioTeatro como estrategias de ensino secundario
Teatro como estrategias de ensino secundario
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestreFilosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
Filosofia - 1º ano - Ensino Médio do ensino médio para primeiro bimestre
 
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
atividade para 3ª serie do ensino medi sobrw biotecnologia( transgenicos, clo...
 
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth RochaQuando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
Quando a escola é de vidro, de Ruth Rocha
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João EudesNovena de Pentecostes com textos de São João Eudes
Novena de Pentecostes com textos de São João Eudes
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................12_mch9_nervoso.pptx...........................
12_mch9_nervoso.pptx...........................
 
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
Sopa de letras | Dia da Europa 2024 (nível 2)
 
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
ATIVIDADE 3 - DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM MOTORA - 52_2024
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdfMESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
MESTRES DA CULTURA DE ASSARÉ Prof. Francisco Leite.pdf
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 

Movimento abolicionista

  • 1. Movimento Abolicionista COLÉGIO-CURSO CÉLULA 1 ALUNAS: CAMILA AGUIAR, DOMINICKE MAIA E LETÍCIA DUMONT PROFESSOR: FABIANO BASTOS MATÉRIA: HISTÓRIA TURMA:3001
  • 2. O que foi ? Foi um movimento político e social que defendeu e lutou pelo fim da escravidão no Brasil, na segunda metade do século XIX. Foi um movimento que só se consolidou na década de 1880, até então, o que havia eram tentativas emancipacionistas que queriam a extinção gradual do trabalho escravo, enquanto os abolicionistas desejavam o fim total da escravidão.
  • 3. Grandes conquistas do Movimento Abolicionista: Lei do Ventre Livre (1871) Lei dos Sexagenários (1885) Lei Áurea (1888)
  • 4. Qual foi o motivo desse movimento? Os negros, trazidos do continente Africano, eram transportados dentro dos porões dos navios negreiros. Devido as péssimas condições deste meio de transporte, muitos deles morriam durante a viagem. Após o desembarque eles eram comprados por fazendeiros e senhores de engenho, que os tratavam de forma cruel e desumana. Apesar desta prática ser considerada “normal” do ponto de vista da maioria, havia aqueles que eram contra este tipo de abuso. Estes eram os abolicionistas (grupo formado por literatos, religiosos, políticos e pessoas do povo); contudo, esta prática permaneceu por quase 300 anos. O principal fator que manteve a escravidão por um longo período foi o econômico. A economia do país contava somente com o trabalho escravo para realizar as tarefas da roça e outras tão pesados quanto estas. As providências para a libertação dos escravos deveriam ser tomadas lentamente.
  • 5. Qual foi o motivo desse movimento? A partir de 1870, a região Sul do Brasil passou a empregar assalariados brasileiros e imigrantes estrangeiros; no Norte, as usinas substituíram os primitivos engenhos, fato que permitiu a utilização de um número menor de escravos. Já nas principais cidades, era grande o desejo do surgimento de indústrias. Visando não causar prejuízo aos proprietários, o governo, pressionado pela Inglaterra, foi alcançando seus objetivos aos poucos. O primeiro passo foi dado em 1850, com a extinção do tráfico negreiro. Vinte anos mais tarde, foi declarada a Lei do Ventre-Livre (de 28 de setembro de 1871). Esta lei tornava livre os filhos de escravos que nascessem a partir de sua promulgação. Em 1885, foi aprovada a lei Saraiva-Cotegipe ou dos Sexagenários que beneficiava os negros de mais de 65 anos. Foi em 13 de maio de 1888, através da Lei Áurea, que liberdade total finalmente foi alcançada pelos negros no Brasil. Esta lei, assinada pela Princesa Isabel, abolia de vez a escravidão no Brasil.
  • 6. Fatores que colaboraram com a abolição: O fim do tráfico negreiro ( Lei Eusébio de Queirós- 1850), que atrapalhou a manutenção de escravos vindos da África, devido à alta taxa de mortalidade entre os cativos causada pelas longas jornadas de trabalho, epidemias, castigos corporais e péssimas condições de alimentação e habitação. A guerra do Paraguai, que se estendeu de 1864 a 1870. Milhares de escravos foram libertados para combater no lugar de seus proprietários. A guerra civil americana, entre 1861 e 1865, que terminou com a vitória dos nortistas, favoráveis ao fim da escravatura. Houve a extinção da servidão na Rússia, na França e em Portugal.
  • 7. Principais representantes do abolicionismo no Brasil - Rui Barbosa (político, escritor e diplomata). - José do Patrocínio (jornalista, escritor a ativista político). - Ângelo Agostini (desenhista e cartunista) - Joaquim Nabuco (diplomata, historiador e político). - Tobias Barreto (poeta e intelectual). - Castro Alves (poeta).
  • 8. A vida dos negros após a abolição Após a abolição, a vida dos negros brasileiros continuou muito difícil. O estado brasileiro não se preocupou em oferecer condições para que os ex-escravos pudessem ser integrados no mercado de trabalho formal e assalariado. Muitos setores da elite brasileira continuaram com o preconceito. Prova disso, foi a preferência pela mão-de- obra europeia, que aumentou muito no Brasil após a abolição. Portanto, a maioria dos negros encontrou grandes dificuldades para conseguir empregos e manter uma vida com o mínimo de condições necessárias (moradia e educação principalmente).
  • 9. Você sabia? 23 de agosto é o Dia Internacional em Memória do Tráfico de Escravos e sua Abolição. Antes de ser assinada pela Princesa Isabel, a Lei Áurea foi aprovada no Senado com apenas um voto contrário. Na Câmara dos Deputados a lei teve 83 votos favoráveis (de um total de 92). Nosso país foi o último a acabar com a escravidão.