Revolução Russa

5.085 visualizações

Publicada em

Esta aula destina-se aos alunos e alunas do Terceiro Ano do Colégio Militar de Brasília, mas qualquer pessoa pode utilizar o material, basta entrar em contato e citar a fonte.

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.085
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.413
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
205
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução Russa

  1. 1. 1
  2. 2.  O império russo era constituído por um conjunto de etnias e culturas, mas os russos detinham o governo.  80% da população vivia no campo e a terra estava concentrada nas mãos de poucos → os médios proprietários (kulaks) dominavam a produção agrícola.  A industrialização tardia contou com capital europeu ocidental, sobretudo alemão, belga e francês.
  3. 3.  O regime político era autocrático aos moldes do antigo regime europeu.  A abolição da servidão se deu somente em 1861.  A burguesia incipiente, frágil, estava espremida entre a aristocracia de terras e as classes populares urbanas e rurais. Alexandre II aboliu a servidão e promoveu reformas.
  4. 4. A família Romanov governou a Rússia de 1613 até 1917. Ao final da I Guerra, o país era a última monarquia absoluta da Europa.
  5. 5. 5No mapa é possível ver as regiões industriais (todas na Europa), mineradoras, petrolíferas e a Transiberiana.
  6. 6. 6 1. Atraso político e econômico em relação à Europa Ocidental. 2. Guerra da Criméia (1853-56). 3. Abolição da Servidão (1861). 4. Industrialização por meio de pólos: São Petersburgo, Moscou, Kiev, Kazan, etc. 5. Expansionismo territorial, Pan- Eslavismo e “russificação” forçada. 6.Guerra contra o Japão (1904-1905).
  7. 7. 7 O Czar acorda de um pesadelo, a derrota de suas tropas frente os japoneses. A guerra impulsionou a Revolução de 1905, elevou o tom das críticas ao regime, e provocou, também, a uma reforma do exército que teve algum impacto positivo durante a I Guerra.
  8. 8. 8 Mais de 200 mil trabalhadores marcharam pacificamente até o Palácio de Inverno. Queriam entregar uma petição ao Czar que ordena o massacre. Número de vítimas é incerto.
  9. 9. 9 “Senhor – Nós, operários residentes da cidade de São Petersburgo, de várias classes e condições sociais, nossas esposas, nossos filhos e nossos desamparados velhos pais, viemos a Vós, Senhor, para buscar justiça e proteção. Nós nos tornamos indigentes; estamos oprimidos e sobrecarregados de trabalho, além de nossas forças; não somos reconhecidos como seres humanos, mas tratados como escravos que devem suportar em silêncio seu amargo destino. (...)
  10. 10. 10 (...) Nós o temos suportado e estamos sendo empurrados mais e mais para as profundezas da miséria, injustiça e ignorância. Estamos sendo tão sufocados pela justiça e lei arbitrária que não mais podemos respirar. Senhor, não temos mais forças! Nossas resistências estão no fim. Chegamos ao terrível momento em que é preferível a morte a prosseguir neste intolerável sofrimento.” - A partir do Domingo Sangrento, o apoio ao Czar e à Monarquia diminui entre as classes trabalhadoras.
  11. 11. 11 7. Revolução de 1905. 8. Terrorismo x Okhrana (polícia secreta). 9. Organização da sociedade russa, extremamente desigual e excludente (nobreza, clero, comerciantes, cossacos, camponeses e inorodsty). A Águia Romanov
  12. 12. 12 • Revoltas camponesas, greves, motins militares, resistência à “russificação”. • Manifesto de Outubro → direitos civis, voto universal, parlamento. • Eleições em 1906. Ilya Repin, 17 de Outubro de 1905
  13. 13. 13 • Cria a Monarquia Constitucional → o Czar se declarava “supremo autocrata” → apesar de ceder, o monarca sabota o novo sistema. • Cria a Duma. • 1ª Duma (27/04/1906-08/07/1906) • 2ª Duma (20/02/1907-03/06/1907) • 3ª Duma (1907-06/1912) • 4ª Duma (1912-17)
  14. 14. 14 10. Disputa entre os partidos (ver próximo slide) e a criação dos Soviets. 11. I Guerra Mundial (1914-1918). 12. Corrupção na administração pública. 13. A influência de Rasputin sobre a política do país. Rasputin tinha grande influência sobre a Czarina e outras mulheres da corte.
  15. 15. 15 •POSDR → Partido Operário Social Democrata Russo (1898) → formado por intelectuais. Partiu-se em 1903: 1. Mencheviques (minoria) → para chegar ao socialismo, é preciso passar pelo capitalismo → Líder: Martov. 2. Bolcheviques (maioria) → Revolução socialista liderada por operários e camponeses, partido 100% revolucionário e absolutamente disciplinado → Líder: Lênin. • PSR (1902) → Partido Socialista Revolucionário → muito ativo durante a Revolução de 1917 → terminou sendo combatido pelos bolcheviques. •KADET (1905) → Partido Constitucional Democrata → formado pela burguesia → Politicamente fraco.
  16. 16. 16 Soviets significava conselho, em russo. Na Revolução de 1905, eles foram fundados por operários, soldados, camponeses com a função de organizar greves e deliberar ações. Em 1917, eles ressurgem, como conselhos populares deliberativos e armados que visavam garantir a Revolução e fiscalizar o novo governo.
  17. 17. 17 O Czar, seus filhos e um grupo de cossacos → o monarca se opunha a qualquer flexibilização da autocracia.
  18. 18. 18 O (aparentemente) poderoso Exército Russo.
  19. 19.  Revolução de Fevereiro → começa em 8 de março em uma passeata do Dia Internacional da Mulher → Vários levantes e greves.  Repressão não funciona → o Czar renuncia.  Governo de coalizão → mencheviques, aristocratas e burgueses. Michael, irmão caçula do Czar. Recusa o trono.
  20. 20.  Em 1582, foi criado o calendário Gregoriano em homenagem ao papa Gregório XIII.  Os países católicos romanos adotaram o novo calendário; a maioria dos protestantes o abraçaram no século XVIII, mas os católicos ortodoxos somente no século XX.  O Calendário usado na Rússia Czarista ainda era o Juliano, que entrou em vigor na República Romana em 45 a.C. Havia uma defasagem de 13 dias em relação ao calendário Gregoriano. O país adotou o calendário Gregoriano em 1918.
  21. 21.  Permanência na Guerra Mundial.  Anistia aos presos políticos (Lênin e Trotsky voltam do exílio).  Liberdades individuais.  Redução da jornada de trabalho (10 horas).  Liberdade de imprensa. Kerensky não conseguiu evitar a Revolução de Outubro.
  22. 22. 22 Lênin (Vladimir Ilyich Ulyanov) falando ao povo, Trotsky de pé no tablado ao lado.
  23. 23. 23 • Teses de Abril → “Todo poder aos sovietes” e “Paz, Terra e Pão” → Bolcheviques tomam o poder. • Tratado de Brest-Litovski → Paz em separado com a Tríplice Aliança. • Controle dos veículos de comunicação e dos meios de produção e comércio. • O SR vence as eleições, mas os bolcheviques controlam os soviets → 18/01/1918 → a assembleia é dissolvida. • Bolcheviques X Mencheviques, SRs, anarquistas etc.
  24. 24. 24 As mulheres também estavam entre os combatentes revolucionários.
  25. 25. 25 • Reforma Agrária → com recuo posterior. • O Estado assume o controle dos bancos → suspende o pagamento da dívida externa. • Guarda Vermelha (Trotsky) tropas formadas por operários, soldados e marinheiros. • Criação da Cheka → Polícia Secreta → Terror Vermelho (1918-22). • Uma nova Constituição.
  26. 26. 26 • Martov, líder menchevique, antigo companheiro de Lênin, será duro crítico dos bolcheviques → fechamento da constituinte, perseguição política, o “Terror Vermelho”. • Com a permissão de Lênin, se exila na Alemanha.
  27. 27. 27 • Martov, sobre o Terror Vermelho”: "A besta lambeu o quente sangue humano. A máquina de matar homens foi posta em movimento... Mas o sangue produz sangue... Testemunhamos o crescimento da amargura da guerra civil, a crescente bestialidade dos homens envolvidos na mesma."
  28. 28. 28 • Rosa Luxemburgo, teórica socialista polonesa, criticou Lênin → fechamento da Assembleia, a imposição de uma ditadura, a elitização e burocratização promovida pelos bolcheviques, etc. • Foi morta na Alemanha durante a Revolução Spartaquista (1919).
  29. 29. 29 • “(…) certamente, toda instituição democrática, como aliás, todas as instituições humanas têm seus limites e defeitos. Mas o remédio inventado por Lênin e Trotsky, que consiste em suprimir a democracia em geral, é pior do que o mal que julgaram curar: com efeito, ele obstruiu a única fonte viva da qual podem sair os meios de corrigir as insuficiências congênitas das instituições sociais, a saber, a vida política ativa, livre, enérgica, das grandes massas populares.” (Rosa Luxemburgo)
  30. 30. 30 Cartaz Branco satiriza líderes bolcheviques: Uritzky, Sverdlov, Zinoviev, Lunacharsky, Lenin, Patrovsky, Trotsky, Kamenev, e Radek.
  31. 31. 31 Galeria de Gmurzynska Abmb, El Lissitzky, Derrote os Brancos com com a Cunha Vermelha, 1919 → Cartaz da vanguarda artística russa. Lênin limpando o mundo dos capitalistas e monarquistas.
  32. 32. 32 • Brancos x Vermelhos → Apoio dos países capitalistas aos brancos → risco não somente à Revolução, mas a unidade territorial da Rússia. • Comunismo de Guerra → confisco de colheitas, proibição do comércio, salário em gêneros alimentícios etc. → desorganização da economia do país. • Grande Fome de 1921 → 5 milhões de mortos ou mais. Menina russa faminta.
  33. 33. 33 • Ocorrida em março de 1921, feita por marinheiros, principalmente, foi uma reação direta ao domínio dos bolcheviques, à política de partido único, à falta de soberania dos soviets, ao comunismo de guerra e a ausência das liberdades democráticas. • Foi antecedida por uma série de greves e algumas rebeliões no campo. • Acredita-se que cerca de mil marinheiros morreram em combate e entre 1.200 e 2.168 tenham sido executados.
  34. 34. 34 A URSS nasce em 30 de dezembro de 1922 → ano do término da Guerra Civil.
  35. 35. 35 • "Um passo atrás para dar dois à frente”. • Permitiu um setor privado → comércio varejista, pequenos negócios. • Grandes indústrias, bancos, setor atacadista continuavam nas mãos do Estado. • Camponeses pagariam em espécie os seus impostos, mas poderiam comerciar o excedente. • Formação de cooperativas agrárias.
  36. 36. 36 • Kulaks podem ter suas terras → sua produção é muito importante naquele momento. • Livre circulação de mão-de-obra e fim da remuneração igualitária → correlação entre salário e produtividade. • Fim da gratuidade dos serviços públicos. • Abertura para os investimentos estrangeiros. • Durou de 1921 até 1928, quando Stalin chega ao poder.
  37. 37. 37 Lenin e Stalin em 1919. Trotsky
  38. 38. 38 • Trotsky → O socialismo só estaria assegurado se a Revolução se estendesse para além das fronteiras da URSS. • Stalin → Revolução em um só país era a única possibilidade de sobrevivência e afirmação do socialismo. • Lenin morre em 1924 → XIV Congresso do Partido Comunista (1925) → apoia as teses de Stalin → Trotsky é expulso do partido e segue para o exílio.
  39. 39. 39 Stalin: Protetor dos povos e Trotsky, inimigo do Estado.
  40. 40. 40 • Trotsky vai para o exílio no México e se torna crítico do totalitarismo e da burocratização na URSS → os rumos tomados pela revolução tinham “expropriado politicamente o proletariado”. • É assassinado em 1940 por agentes soviéticos. Trotsky e Frida Kahlo.
  41. 41. 41 • Inicialmente, a Gosplan (Comissão do Conselho do Trabalho e da Defesa) → órgão encarregado dos estudos para a planificação, que elaborou durante o período da NEP um "plano quinquenal" posto em prática a partir de 1928. • Com a introdução dos planos quinquenais, em 1928, a Gosplan se tornou essencialmente responsável pela criação e supervisão de acordo com as linhas gerais determinadas pelo Partido. • Planificação da Economia → planejamento e reestruturação de setores econômicos de cinco em cinco anos.
  42. 42. 42 • Os dois primeiros planos quinquenais tinham dois objetivos → o incentivo à indústria pesada (de base e equipamentos) e a coletivização da agricultura (Sovkhozes e Kolkhozes), na qual a propriedade privada foi substituída por enormes cooperativas. • Como encontrava-se isolada politicamente, a URSS teve que contar com recursos próprios para conseguir se desenvolver e conseguiu.
  43. 43. 43
  44. 44. 44 • Kulaks são eleitos “inimigos da revolução” → expropriados, perseguidos e exilados por Stalin.
  45. 45. 45
  46. 46. 46 • Entre consequências desse ato contam- se as nacionalizações e a aniquilação física da classe burguesa que a NEP havia recriado, com recurso aos Gulags (campos de trabalho forçado). A produção de eletricidade subiu de 6 para 40 bilhões de KWh, a produção de carvão passou de 30 para 133 milhões de toneladas, a de petróleo, de 11 para 32 milhões. Em 1913, 8 milhões pessoas estudavam em escola de todos os níveis, em 1938 31,5 milhões.
  47. 47. 47 • Foi uma grande fome produzida, na Ucrânia, por ação do governo de Stálin entre 1932 e 1933. Estima-se o número de mortos entre 2.5-7.5 milhões de pessoas. Seu início foi marcado por péssimas colheitas e a ordem de confisco de alimentos para que as cotas fossem mantidas. Monumento aos mortos no Holodomor.
  48. 48. 48
  49. 49. 49 O Komsomol (Liga Comunista Leninista da Juventude), criado em 1918, era um dos pilares da URSS. Dela faziam parte jovens de 14 a 28 anos. Antes disso, havia os Jovens Pioneiros (10-15 anos) e aos Outubristas (7-9 anos), eles seguiam os moldes do escotismo.
  50. 50. 50 Inessa Armand, Nadezhda Krupskaya, Sophia Chernosvitov e Alexandra Kollontai.
  51. 51. 51 • O direito de voto foi garantido às mulheres em 1918 → a legislação estabelecia igualdade entre homens e mulheres, licença maternidade e outros benefícios. • O divórcio se tornou acessível à todos em 1917 → Em 1920, o aborto foi legalizado. • Alexandra Kollontai tornou-se ministra de Estado ocupando o cargo de Comissária do Povo de Assistência Pública. • O Zhenotdel foi extinto em 1930 e os direitos das mulheres foram prejudicados. Por exemplo, o aborto foi proibido totalmente em 1936.
  52. 52. 52
  53. 53. 53 • 1936 e 1938 (ápice em 1937) → grande expurgo dentro dos quadros do partido comunista → a perseguição se estendeu para o resto da sociedade → uma das acusações era de participação no assassinato de Sergey Kirov → morreram entre 600 mil e 3 milhões de pessoas → O comando militar foi dizimado.
  54. 54. 54 • A foto manipulação foi amplamente utilizada pelos censores soviéticos. • Os inimigos de Stalin foram sendo eliminados dos documentos e registros, seu papel na Revolução esquecido. • Trotsky foi somente uma das muitas vítimas.
  55. 55. 55 • Comissariado do povo para assuntos internos, foi a polícia secreta e política do Partido Comunista da URSS durante o governo de Stalin. • Foi precedida pela Cheka, criada em 1917-26, e pela OGPU, 1926-34. • A KGB foi criada após a morte de Stalin, em 1954. Símbolo da NKVD
  56. 56. 56 • O apoio ao governo soviético comandado por Stalin era grande, mas não consensual entre os comunistas de outros países. • Segundo estes, o autoritarismo das políticas stalinistas contribuiu muito para a deturpação do conceito criado por Marx, de ditadura do proletariado. • Ainda assim, muitos defendiam, e ainda defendem, ardorosamente o líder soviético.

×