Revolução Russa de 1917

6.307 visualizações

Publicada em

Esta aula destina-se aos alunos e alunas do Terceiro Ano do Colégio Militar de Brasília, mas qualquer pessoa pode utilizar o material, basta entrar em contato e citar a fonte. O autor é o Professor José Vicente Delgado.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Revolução Russa de 1917

  1. 1. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 INTRODUÇÃO 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 FAMÍLIA DINÁSTICA ROMANOV (1613 – 1917) 1
  2. 2. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 IMPÉRIO RUSSO ANTES DE 1917 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 2
  3. 3. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 CAUSAS 1. ATRASO POLÍTICO E ECONÔMICO EM RELAÇÃO A EUROPA OCIDENTAL. 2. GUERRA DA CRIMÉIA. 3. ABOLIÇÃO DA SERVIDÃO SEBASTOPOL 4. INDUSTRIALIZAÇÃO POR MEIO DE POLOS(PETROGRADO, MOSCOU, KIEV, KAZAN, ETC) 5. EXPANSIONISMO E PANESLAVISMO 6. GUERRA CONTRA O JAPÃO – 1904-1905. VICENTE - REVOLUÇÃO TRANSIBERIANA 01/02/14 PROF RUSSA DE 1917 3
  4. 4. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 CAUSAS 7. TERRORISMO X OCHRANA. 8. REVOLUÇÃO DE 1905. 9. ORGANIZAÇÃO DA SOCIDADE RUSSA(NOBREZA, CLERO, COMERCIANTES, COSSACOS, CAMPONESES E INORODSTY). 01/02/14 O DOMINGO SANGRENTO BONECAS RUSSAS PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 4
  5. 5. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 MANIFESTO DE OUTUBRO DE 1905 • CRIA A MONARQUIA CONSTITUCIONAL • CRIA A DUMA • 1ª DUMA • 2ª DUMA • 3ª DUMA • 4ª DUMA 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 5
  6. 6. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 CAUSAS 10 – PARTIDOS POLÍTICOS (POSDR) E CADETE. OBS: ORGANIZAÇÃO DOS SOVIETES 11 – A PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL(1914 – 1918). 12 - CORRUPÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO IMPERIAL. 13 – A INFLUÊNCIA DE RASPUTIN. 14 – BOLCHEVIQUES E MENCHEVIQUES. 01/02/14 RASPUTIN E AS MULHERES 6 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917
  7. 7. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 . BATALHA DE TANNENBERG 1ª BATALHA DOS LAGOS MASÚRICOS. 2ª BATALHA DOS LAGOS MASÚRICOS. E OUTRAS . OBS: FORAM SUCESSIVAS DERROTAS. 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 7
  8. 8. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 OS MUJIQUES (CAMPONESES) 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 8
  9. 9. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 BOIARDOS E COSSACOS 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 9
  10. 10. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917. • RELIGIOSIDADE DO POVO CATEDRAL DE SÃO BASÍLIO - REVOLUÇÃO CLERO ORTODOXO PROF VICENTE 01/02/14 RUSSA DE 1917 10
  11. 11. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 LENIN DISCURSANDO 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 11
  12. 12. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 PROPAGANDA COMUNISTA 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 12
  13. 13. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917. 1ªFASE- BURGUESA. • NICOLAU II ABDICA EM SEU NOME E EM NOME DE SEU FILHO. • ASSUME O PRINCIPE LVOV E SEU PRIMEIRO MINISTRO KERENSKI. • A RÚSSIA CONTINUA NA GUERRA. • AS DERROTAS RUSSAS E A DESORDEM NO FRONT E NA RETAGUARDA ENFRAQUECEM O GOVERNO DE KERENSKI • O GENERAL KORNILOV TENTA RETOMAR O GOVERNO PARA KERENSKI A MONARQUIA. 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 13
  14. 14. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 2ªFASE – BOLCHEVIQUE LENIN E STALIN 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 TROTSKY 14
  15. 15. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 • • • • • • • • • • TESES DE ABRIL (PÃO, PAZ E TERRA). TODO PODER AOS SOVIETES. BOLCHEVIQUES TOMAM O PODER. PAZ DE BREST-LITOVSKI.(PAZ EM SEPARADO COM A ALEMANHA, IMPÉRIO AUTRO-HUNGARO E IMPÉRIO TURCO). CONTROLE DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO E DOS MEIOS DE PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO. REFORMA AGRÁRIA. O ESTADO ASSUME O CONTROLE DOS BANCOS NACIONAIS E ESTRANGEIROS – SUSPENDE O PAGAMENTO DA DÍVIDA EXTERNA. FORMAÇÃO DO EXÉRCITO VERMELHO A NOVA CONSTITUIÇÃO RUSSA.(FIM DA MONARQUIA E DA FAMÍLIA MONÁRQUICA) INICIA A GUERRA CIVIL – COMEÇA O COMUNISMO DE GUERRA. 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 BANDEIRA DA URSS 15
  16. 16. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 ORGANIZAÇÕES POLÍTICAS SOVIETE 01/02/14 POLITIBURO PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 16
  17. 17. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 • GUERRA CIVIL(BRANCOS X VERMELHOS) • APOIO DOS PAÍSES CAPITALISTAS AO EXÉRCITO BRANCO (17 PAÍSES). • DERROTA DO EXÉRCITO BRANCO EM 1922. • A NOVA POLÍTICA ECONÔMICA(NEP). • MORTE DE LENIN E A DISPUTA DE PODER POR TROTSKI E STALIN. • INICIO DA COLETIVIZAÇÃO RURAL E FIM DOS KULAKS. 01/02/14 PLANOS QUINQUENAIS. PROF VICENTE - REVOLUÇÃO • OS RUSSA DE 1917 OS KULAKS 17
  18. 18. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 GUERRA CIVIL RUSSA(19181922) 01/02/14 CHARGE QUE SATIRIZAPROF VICENTE - REVOLUÇÃO O APOIO DOS CAPITALISTAS AOS BRANCOS18 RUSSA DE 1917
  19. 19. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 GUERRA CIVIL RUSSA(19181922) 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 19
  20. 20. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 GUERRA CIVIL RUSSA (1918-1922) 8.800.000 MORTOS DESSE TOTAL APENAS 800 MIL ERAM SOLDADOS. A FOME MATOU MAIS QUE AS ARMAS 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 20
  21. 21. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917. • • ALGUNS GENERAIS BRANCOS DERROTADOS PELO EXÉRCITO VERMELHO COMANDADO POR TROTSKY. PAÍSES CAPITALISTAS DERROTADOS NA TENTATIVA DE AUXILIAR O EXÉRCITO REACIONÁRIO E MONARQUISTA BRANCO.(FRANÇA, INGLATERRA, EUA, JAPÃO, ITÁLIA, POLÔNIA, ETC). 01/02/14 KORNILOV KOLTCHAK WRANGEL DENÍKIN 21 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917
  22. 22. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 NOVA POLÍTICA ECONÔMICA 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO LENIN ANUCIA A NOVA POLÍTICA ECONÔMICA(NEP) 22 RUSSA DE 1917
  23. 23. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 NOVA POLÍTICA ECONÔMICA Entre muitas medidas liberalizadoras, a NEP permitia que os agricultores comercializassem parte dos seus excedentes de produção (que anteriormente eram confiscados pelo Estado). Em conseqüência, e apesar de se manter a estrutura de pequenas quintas e explorações familiares, deu-se uma espetacular recuperação da atividade agrícola, cuja produção reverteu para níveis pré-Guerra. 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 23
  24. 24. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 COLETIVIZAÇÃO RURAL FORÇADA 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 24
  25. 25. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 PLANOS QUINQÜENAIS • Inicialmente, a Gosplan tinha um papel consultivo. Seu objetivo era a coordenação dos planos das repúblicas da União e a criação do plano comum a todo o país. Desde 1925, a Gosplan começou a criar metas e planos econômicos anuais para todos os setores da produção, conhecidos como "números de controle" (контрольные цифры). • Seu trabalho era coordenado com o do Diretório Estatístico Central da URSS (центральное статистическое управление СССР), Narkomat das Finanças e Conselho da União de Economia Estatal (ВСНХ), e mais tarde com o Gosbank e o Gossnab. • Com a introdução dos planos qüinqüenais, em 1928, a Gosplan se tornou essencialmente responsável pela criação e supervisão -de acordo com as linhas 25 01/02/14 PROF VICENTE REVOLUÇÃO gerais determinadas RUSSA DE 1917 pelo Partido.
  26. 26. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 COMPLEXO INDUSTRIAL 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO MAGNINGORSK RUSSA DE 1917 26
  27. 27. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 PLANOS QUINQUENAIS • Foram iniciados os planos qüinqüenais em 1928, que consistiam no planejamento e reestruturação de setores econômicos de cinco em cinco anos. Os dois primeiros planos qüinqüenais tinham dois objetivos: o incentivo à industria pesada ( de base e equipamentos) e a coletivização da agricultura, na qual a propriedade privada foi substituída por enormes cooperativas. 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 27
  28. 28. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 GRANDE HIDRELETRICA 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO DNIEPER RUSSA DE 1917 28
  29. 29. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 1ºS CAMINHÕES E TRATORES SOVIÉTICOS 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 29
  30. 30. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 PROPAGANDA DA COLETIVIZAÇÃO 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 30
  31. 31. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 MAPA DOS GULAGS 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 31
  32. 32. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 PLANOS QUINQUENAIS • Entre conseqüências desse ato contam-se as nacionalizações e a aniquilação física da classe burguesa que a NEP havia recriado, com recurso aos Gulags (campos de trabalho na Sibéria). A produção de eletricidade subiu de 6 para 40 bilhões de KWh, a produção de carvão passou de 30 para 133 milhões de toneladas, a de petróleo, de 11 para 32 milhões. Em 1913, 8 milhões pessoas estudavam em escola de todos os níveis, em 1938 31,5 milhões. 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 32
  33. 33. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 A NKVD Símbolo da NKVD 01/02/14 Comissariado do povo para assuntos internos, foi a polícia secreta e política do Partido Comunista da URSS. A função principal do NKVD era proteger a segurança do Nicolai Estado soviético. Esta Jezhov chefe função foi realizada com da NKVD sucesso através da intensa repressão política. PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 33
  34. 34. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 OS GULAGS PRISIONEIROS POLÍTICOS TRABALHANDO 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 34
  35. 35. AULA 03 CMB-PREVEST-HISTÓRIA GERAL LIVRO 4 PLANOS QUINQUENAIS • O apoio ao governo soviético comandado por Stalin era grande, mas não consensual entre os comunistas de outros países, que criticavam a forma que Stalin utilizou para liquidar a propriedade privada. Segundo estes o autoritarismo das políticas stalinistas contribuiu muito para a deturpação do conceito criado por Marx, de ditadura do proletariado. 01/02/14 PROF VICENTE - REVOLUÇÃO RUSSA DE 1917 35

×