Jardins renascentistas

13.282 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
13.282
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
328
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jardins renascentistas

  1. 1. PAISAGISMO IDocente: Caroline Moreira Zandonadi PainsDiscentes: Leonardo Vidotto R.A. 10.2.89.10Rodrigo Machado R.A. 10.2.89.16ESTADO DE MATO GROSSOSECRETARIA DE ESTADO DE CIÊNCIA,TECNOLOGIA E EDUCAÇÃO SUPERIORUNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSOINSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E APLICADASCAMPUS UNIVERSITÁRIO “DEP. EST. RENÊ BARBOUR”DEPARTAMENTO DE ARQUITETURA E URBANISMOJARDINS RENASCENTISTASItalianos, Franceses e Ingleses
  2. 2. INTRODUÇÃO• Renascimento – Século XV ao XVI, marcado pelo fim dofeudalismo e ascensão da burguesia;• Importante movimento de ordem artística, cultural ecientífica passando da Idade Média para a Moderna;• Ruptura do fanatismo religioso;• Antropocêntrismo, o Homem é a peça principal;• Surgimento das vertentes renascentistas como Humanismoe Naturalismo.• Inspiração nos antigos valores greco-romanos;• Consequentemente, houve o renascimento também dosjardins e os países que mais expressaram esta renovaçãoforam Itália, França e Inglaterra.
  3. 3. JARDINS ITALIANOS• Inspirados nos jardins da Roma Antiga quepossuíam muitas estátuas e fontes monumentais;• Os sítios se encontravam nas colinas e nasencostas, em razão das vistas panorâmicas etambém do clima;• Uso de escadarias e terraços acompanhados decorredeiras de água;• União dos jardins à casa por meio de galeriasexternas e outras prolongações arquitetônicas;• Os jardins eram tidos como centros de retirointelectual;
  4. 4. • A vegetação era considerada secundária;• Podas e cortes em formas determinadas,conhecidas anteriormente nos jardins romanos portopiárias.• Os vegetais mais utilizados foram: o louro, ocipreste, o azinheiro, o buxo e o pinheiro entreoutros vegetais característicos dos jardins-italianosdo Renascimento;• Os jardins a paisagem era desenhada com régua ecompasso, caracterizando a simetria de linhasgeométricas;• Havia também muito contraste entre as formasnaturais e as criadas pelo homem.
  5. 5. Jardim Giusti - Verona
  6. 6. La Venaria Reale - Turim
  7. 7. Villa Lante - Bagnaia
  8. 8. Toscana
  9. 9. JARDINS FRANCESES• O estilo francês no início se baseou nos jardinsmedievais, que utilizavam canteiros com flores,ervas medicinais e também a horta que lhesconcedia o abastecimento;• Com o passar do tempo, novas ideias foram sendointroduzidas por arquitetos italianos quetrabalhavam na corte francesa;• Assim os jardins franceses tiveram característicassemelhantes aos jardins italianos.
  10. 10. • O estilo dos jardins franceses segue a rígidadistribuição axial, a simetria, a perspectiva, o usode topiárias e a sensação de grandiosidade;• As formas geométricas podiam ser percebidastanto nos caminhos e passeios quanto navegetação, admitindo-se poucos desníveis;• Os principais jardins foram construídos pelofamoso arquiteto e paisagista André Le Notrê,tendo como obra marcante o jardim do Palácio deVersalhes.
  11. 11. Jardim do Palácio de Versalhes
  12. 12. Jardim no Vale do Loire -
  13. 13. Château de Cheverny, no Vale do Loire
  14. 14. Château de Cheverny, no Vale do Loire
  15. 15. Jardins de Villandryl
  16. 16. Jardins de Villandryl
  17. 17. Château et Jardins de Villandry
  18. 18. JARDINS INGLESES• No reinado de Luiz XV, o estilo francês entrou emdecadência devido à busca exagerada da forma esimetria;• Os jardins passaram a ter uma maior aproximaçãocom a natureza, procuravam imitar a natureza emseu traçado livre e sinuoso e a água presente seencontrava disposta em lagos ou riachos;• Passam a ser inspirados nos jardins chineses,tidos como "jardins paisagísticos”;
  19. 19. • Características básicas a irregularidade e a faltade simetria nos caminhos, planejados com maiorliberdade;• Ausência de esculturas vegetais, arcos emonumentos;• Tais inovações iam de encontro às ideias doromantismo da época;• Os principais paisagistas da época foram WilliamKent e William Chambers, este último foi quemintroduziu a ideia chinesa nos jardins de seu país;• Um dos objetivos deste estilo descrito era que aspessoas percebessem como jardim, toda anatureza que estava ao seu redor.
  20. 20. • As primeiras características do jardim inglês sãoas seguintes: Linhas graciosas; Amplas extensões verdes (gramados); Ruas amplas; cômodas, em pequeno número; Terreno acidentado e possibilitando a visão debelas perspectivas; Pequenos bosques, compostos de plantas damesma ou de espécies diferentes, com ou semdivergência nas colorações; Grupos de árvores não muito numerosas;
  21. 21.  Plantas isoladas; Plantação de árvores mortas; Construção de ruínas;• Este estilo foi utilizado na Inglaterra e em algunslocais da Europa, por quase dois séculos e depoisentrou em decadência, dando lugar ao estilo misto;• Os ingleses acabaram dando origem aos parquese jardins públicos que tiveram por finalidaderefrescar as áreas urbanas.
  22. 22. Pagode - Kew Garden. Arquiteto Sir William Chambers.
  23. 23. BibliografiaBARCELOS, Daniel Camara. Uma viagem pela história dos jardins.Disponível em <http://www.jardimdeflores.com.br/paisagismo/a05daniel.htm> . Acesso em:22 abr. 2013.GERENSTADT, Helena. Os segredos dos jardins renascentistas.http://www.amadeuw.com.br/a-materia.php?c=15&id=7315&t=Os+segredos+dos+jardins+renascentistas#texto.>. Acesso em: 22 abr. 2013.GLANCEY, Jonathan. A HISTÓRIA DA ARQUITETURA. São Paulo: Ed. Loyola, 2001.230 p.

×