O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Conceito de paisagismo

1.352 visualizações

Publicada em

Conceito de paisagismo

Publicada em: Meio ambiente
  • Seja o primeiro a comentar

Conceito de paisagismo

  1. 1. Paisagem é o espaço de terreno que se abrange num lance de vista. (Aurélio Dicionário) O sentido de visão seria a representação de tudo aquilo que abarcamos com olhar. O ambiente urbano, assim como os ambientes industriais são tanto paisagem quanto o natural. Paisagem não é estática.
  2. 2. “A conceituação do problema ‘jardim’ deve ser visto como o sinônimo de adequação do meio ecológico às exigências naturais da civilização” (Burle Marx, 1987) O paisagismo é essencialmente uma manifestação artística do homem. É uma ciência e uma arte, que tem por finalidade ordenar todo o espaço exterior em relação ao homem, para o benefício do próprio homem.
  3. 3. É a arte de modificar ou recuperar paisagens de grandes dimensões. Com escalas de grandes proporções, onde árvores, arbustos e palmeiras, plantados em conjunto ou mesmo isolados. As herbáceas ou plantas de menor porte aparecem sempre plantadas em conjuntos de uma mesma espécie e/ ou combinadas com outros conjuntos de outras espécies. Áreas totalmente degradadas ou áreas novas Áreas recuperáveis, onde existe alguma vegetação Áreas densamente ocupadas pela vegetação
  4. 4. PLANTAS ARBÓREAS E ARBUSTIVAS Arbóreas altura acima de 5 ou 6 m Arbustivas altura até 5 ou 6 m. Categoria de elemento de composição essencialmente verticais.  Formar cortinas vegetais da mesma espécie ou variadas  Criar áreas sombreadas, com espécies de grande porte  Delimitar fisicamente áreas, caminhos ou acessos  Criar bosques ou maciços para áreas de lazer ou preservação  Harmonizar o ambiente construído com as espécies ornamentais.
  5. 5. ARBÓREAS Ipê Amarelo Paineira
  6. 6. ARBÓREAS Açoita-cavalo Quaresmeira
  7. 7. ARBUSTIVA & CONÍFERA Jasmim Manga Pinheiro do Paraná
  8. 8. PALMEIRAS Açaí Coqueiro da Bahia
  9. 9. PLANTAS HERBÁCEAS Pequeno porte, com altura raramente acima de 1m. Revestir e proteger o solo contra a erosão Reduzir a incidência do sol, e o calor no solo Impedir a ação do pó e evitar a formação de lama Evitar a reverberação dos raios solares Proteger taludes e auxiliar na contenção de encostas Abafar certas ervas daninhas indesejadas Compor e embelezar o espaço horizontal Desenhar “manchas coloridas” no solo Indicar acessos e caminhos
  10. 10. HERBÁCEAS Anturio Comigo-ninguém-pode
  11. 11. HERBÁCEA Clorófitos
  12. 12. Ecologia (grego oikos= casa; logos= estudo) Significa estudar a casa, incluindo todos os organismos que nela habitam e todos os processos funcionais que a tornam habitável. Paisagismo funciona criando ou recuperando a paisagem natural do ambiente onde vivemos, de forma a atender as funções definidas pelo homem, mesmo quando estas funções forem de caráter apenas estéticas. Portanto, consideremos o paisagismo como um instrumento ecológico em todas as suas formas.
  13. 13. CONSCIÊNCIA AMBIENTAL Barry Commoner formulou as 3 Leis da Ecologia:  Interdependência – todas as coisas são relacionadas entre si  Desenvolvimento limitado  Não há almoço grátis na natureza Quanto mais civilizados nos tornamos, mais difícil fica conseguir viver com qualidade.
  14. 14. Burle Marx (1987) definiu 2 formas de paisagem: A natural, exitente A humanizada, construída Somente com a ajuda dos botânicos, ecologistas e outros técnico, o paisagista conseguirá interpretar corretamente a paisagem natural, para pensar harmoniosamente em como conceber e executar a paisagem construída.
  15. 15. É essencial optarmos por trabalhar com espécies nativas, da região em questão, para garantirmos um nicho ecológico nas nossas paisagens construídas. Espécies Exóticas - em hipótese alguma, são substituto ideal para a vegetação nativa em todas as funções que desempenham no ecossistema.
  16. 16. Emerge como uma inevitável resposta, a dinâmica e crescente dissonante tensão, entre natureza e tecnologia na sociedade contemporânea. Tem como ideia nos tornarmos novamente parte integrante da natureza, subordinados às leis do universo. É na paisagem, onde o freqüente conflito entre a natureza e a tecnologia é mais facilmente percebido, é na paisagem também que qualquer tentativa de solução deste conflito pode ser testada e posta à prova. O paisagismo ecológico aparece então como mais um instrumento a ser utilizado para alcançarmos uma paisagem sustentável, e assim viver em harmonia com o planeta que nos abriga e sustenta!

×