Cenários | Carreira | Experiência de gestão
Aristides Faria | Consultor e Palestrante da [RH em Hospitalidade]
Sexta-feira...
Estrutura da apresentação
 Cenário mercadológico
 Carreira
 Trajetória, desafios e oportunidade
 Motivação
 Expectati...
Cenário mercadológico (2010)
 Atividades Características do Turismo (ACT): aquelas que
existem exatamente para apoiar o t...
Cenário mercadológico (2010)
Atividades Participação
Transporte aéreo de passageiros regular 27,8%
Hotéis e similares 20,6...
Não sabe contar sua história? Então você não
tem uma estratégia!
 Ao descobrir e estruturar sua própria história, você pa...
Sua história deve ser marcada por um desafio...
Carreira
 Escolha da carreira: 1997
 Vestibular: 1999
 Bacharel em Turismo (Unisul, 2002)
 Especialista em GRH (UFSC, ...
Motivação: foco (expectativa)
Motivação: foco (realidade)
Motivação: vale a pena
Competitividade & Produtividade
Porter (1999, p. 13), que aponta que alcançar um dado nível de
competitividade “(...) resu...
Liderança, relacionamentos e conteúdo de alta
qualidade
Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista
 SEHLIPA | Guarujá 2012
 Bem estar e qualidade de vida no trabalho
 SEHL...
SEHLIPA | Santos 2015
Tema central
Comunicação & Relações governamentais
Tendências e Propostas para o turismo regional
Ficha técnica do projeto: MS Project
Inovação
A terceira edição do SEHLIPA
foi marcada pela introdução
de uma nova tecnologia na
promoção do evento.
Trata-se d...
Público-alvo
Espaço para relacionamento e
geração de negócios
Perfil do público participante do IV
Seminário de Hospitalid...
Constatações
Conforme o Plano Metropolitano de Desenvolvimento
Estratégico da Baixada Santista, “quanto ao turismo,
eviden...
Clipping de notícias
Programa Hora Geral Programa Painel Regional
Efetividade: clipping de notícias
Determinar objetivos e metas, planejar estratégias e táticas para ação
e elaborar métodos para avaliação, mensuração dos r...
Até breve!!!
Espero que possamos
nos encontrar em
Itanhaém, no próximo
mês de abril!!
Um forte abraço!
Sucesso sempre,
Ari...
Profissões em Lazer & Turismo
Profissões em Lazer & Turismo
Profissões em Lazer & Turismo
Profissões em Lazer & Turismo
Profissões em Lazer & Turismo
Profissões em Lazer & Turismo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Profissões em Lazer & Turismo

457 visualizações

Publicada em

Apresentação ministrada aos alunos do curso de graduação em Lazer & Turismo da Escolha de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH/USP), na "sexta-feira 13" de novembro de 2015.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
457
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Profissões em Lazer & Turismo

  1. 1. Cenários | Carreira | Experiência de gestão Aristides Faria | Consultor e Palestrante da [RH em Hospitalidade] Sexta-feira, 13 de novembro de 2015.
  2. 2. Estrutura da apresentação  Cenário mercadológico  Carreira  Trajetória, desafios e oportunidade  Motivação  Expectativa x realidade  Experiência empreendedora  Estratégia  Liderança, relacionamentos e conteúdo de alta qualidade  Seminário de Hospitalidade  Método, histórico e resultados
  3. 3. Cenário mercadológico (2010)  Atividades Características do Turismo (ACT): aquelas que existem exatamente para apoiar o turismo e que desapareceriam sem o turismo (13 atividades):  Transporte metroferroviário de passageiros  Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo, intermunicipal, interestadual e internacional  Transporte rodoviário coletivo de passageiros, sob regime de fretamento  Trens turísticos, teleféricos e similares  Transporte aéreo de passageiros regular  Transporte aéreo de passageiros não regular  Terminais rodoviários e ferroviários  Gestão de portos e terminais  Atividades auxiliares dos transportes aéreos  Hotéis e similares  Agências de viagens  Operadores turísticos  Serviços de reservas e outros serviços de turismo OBSERVATÓRIO DO TURISMO DA CIDADE DE SÃO PAULO. Mercado de Trabalho do Turismo na cidade de São Paulo: principais resultados 2010. São Paulo Turismo: São Paulo, 2010.  Atividades Associadas ao Turismo (AAT): aquelas que oferecem produtos e serviços aos turistas, mas que existiriam mesmo sem o turismo (13 atividades):  Restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas  Serviços ambulantes de alimentação  Locação de automóveis sem condutor  Locação de meios de transporte, exceto automóveis, sem condutor  Atividades de organização de eventos, exceto culturais e esportivos  Relações exteriores  Artes cênicas, espetáculos e atividades complementares  Gestão de espaços para artes cênicas, espetáculos e outras atividades artísticas  Atividades de museus e de exploração, restauração artística e conservação de lugares e prédios históricos e atrações similares  Atividades de jardins botânicos, zoológicos, parques nacionais, reservas ecológicas e áreas de proteção ambiental  Gestão de instalações de esportes  Atividades de organizações associativas ligadas à cultura e à arte  Apart Hotéis
  4. 4. Cenário mercadológico (2010) Atividades Participação Transporte aéreo de passageiros regular 27,8% Hotéis e similares 20,6% Transporte metroferroviário de passageiros 18,7% Agências de viagens 15,1% Transporte rodoviário coletivo de passageiros, com itinerário fixo 6,0% Transporte rodoviário coletivo de passageiros (fretamento) 4,4% Atividades auxiliares dos transportes aéreos 3,3% Terminais rodoviários e ferroviários 2,1% Transporte aéreo de passageiros não regular 1,1% Serviços de reservas e outros serviços de turismo 0,4% Operadores turísticos 0,1% Gestão de portos e terminais 0,1% Trens turísticos, teleféricos e similares 0,0% Total (ACT) 100,0%
  5. 5. Não sabe contar sua história? Então você não tem uma estratégia!  Ao descobrir e estruturar sua própria história, você passa a alcançar e se conectar a audiência de forma mais significativa e profunda.  (...) o processo de estruturação de sua história deve iniciar com uma autorreflexão.  É imprescindível que você tenha este momento de introspecção e percorra o seu passado, identificando seus pontos fortes e fracos e os momentos da sua vida que influenciaram o que você é hoje.  Sua história deve ser marcada por um desafio e uma escolha a ser feita, por suas ações e no que tudo isto resultou.  O Storytelling é sobre encontrar formas de integrar história, valores e o público em uma narrativa convincente e apaixonante.  Você é o personagem da sua história e é hora de desenvolvê-la e comunica-la de forma impactante e autêntica. Afinal, nós somos as histórias que contamos.  E então, qual história você contará ao seu a seus netos? ANTON, A. Não sabe contar sua história? Então você não tem uma estratégia. Disponível em: < http://hbrbr.com.br/nao-sabe- contar-sua-historia-entao-voce-nao-tem-uma-estrategia/ >. Acesso em: 11 de novembro de 2015.
  6. 6. Sua história deve ser marcada por um desafio...
  7. 7. Carreira  Escolha da carreira: 1997  Vestibular: 1999  Bacharel em Turismo (Unisul, 2002)  Especialista em GRH (UFSC, 2003)  RH em Hospitalidade: 2007...  Mudanças (048 >>> 013): 2007-2008  ABBTUR São Paulo: 2009/2010 e 2011/2012  ABRH São Paulo: 2010/2012 e 2013/2015  Santos e Região C&VB: 2010/2011  Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista (2011...)  MBA em Gestão de Projetos (Unisantos, 2013)  SECTUR Praia Grande (2011/2012)  Mestrado em Hospitalidade (UAM, 2013-2015)  Universidade Federal de São Paulo (2015...)  IFSP Campus Cubatão (?????)
  8. 8. Motivação: foco (expectativa)
  9. 9. Motivação: foco (realidade)
  10. 10. Motivação: vale a pena
  11. 11. Competitividade & Produtividade Porter (1999, p. 13), que aponta que alcançar um dado nível de competitividade “(...) resulta da produtividade com que as empresas numa determinada localidade são capazes de utilizar os insumos para a produção de bens e serviços valiosos”. PORTER, M. Competição. Rio de Janeiro: Campus, 1999.
  12. 12. Liderança, relacionamentos e conteúdo de alta qualidade
  13. 13. Seminário de Hospitalidade do Litoral Paulista  SEHLIPA | Guarujá 2012  Bem estar e qualidade de vida no trabalho  SEHLIPA | Praia Grande 2013  Empreendedorismo & Inovação  SEHLIPA | São Paulo 2014  Gestão de experiências em Hospitalidade  SEHLIPA | Santos 2015  Comunicação & Relações governamentais  SEHLIPA | Itanhaém 2016  Gestão Pública Municipal do Turismo
  14. 14. SEHLIPA | Santos 2015 Tema central Comunicação & Relações governamentais Tendências e Propostas para o turismo regional
  15. 15. Ficha técnica do projeto: MS Project
  16. 16. Inovação A terceira edição do SEHLIPA foi marcada pela introdução de uma nova tecnologia na promoção do evento. Trata-se de um aplicativo para smartphones e tablets que reúne todas informações relativas ao Seminário. O objetivo é fazer convergir tudo o que acontece em torno do evento ao longo do ano! Download grátis: app.vc/sehlipa Comunicação e imprensa
  17. 17. Público-alvo Espaço para relacionamento e geração de negócios Perfil do público participante do IV Seminário de Hospitalidade  Academia: 35%  Coordenadores, docentes e estudantes  Diretores e Empresários: 25%  Profissionais: 25%  Nível de gerência e coordenação  Profissionais: 15%  Nível operacional 25% 15% 35% 25%
  18. 18. Constatações Conforme o Plano Metropolitano de Desenvolvimento Estratégico da Baixada Santista, “quanto ao turismo, evidencia-se um baixo desempenho do setor e uma reduzida estruturação de governança pública e privada para a condução de políticas de fomento e desenvolvimento do turismo” (p. 59). Fonte: Plano Metropolitano de Desenvolvimento Estratégico da Baixada Santista (Geo Brasilis, 2014)
  19. 19. Clipping de notícias Programa Hora Geral Programa Painel Regional
  20. 20. Efetividade: clipping de notícias
  21. 21. Determinar objetivos e metas, planejar estratégias e táticas para ação e elaborar métodos para avaliação, mensuração dos resultados.
  22. 22. Até breve!!! Espero que possamos nos encontrar em Itanhaém, no próximo mês de abril!! Um forte abraço! Sucesso sempre, Aristides “Tide” Faria

×