SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Nome:                                                                               n.º.
 série:                data:    /     /
                       AVALIAÇÃO PARCIAL DE GEOGRAFIA
                                               (1º TRIMESTRE – 2012)
                                                                                                 Ensino Médio
                                                                                                      3ª Série


  ORIENTAÇÕES:

  1. Esta prova deverá ser realizada com caneta azul ou preta.
  2. Evite rasura e o uso de corretivo.
  3. Não é permitido o uso de aparelhos celulares ou qualquer outro tipo de aparelho eletrônico.
  4. A interpretação das questões é parte integrante da própria avaliação. Não será fornecido, pelos
  professores que estão aplicando a prova, nenhum tipo de informação além das que já estão
  disponíveis no caderno de questões.
  5. É vedada a consulta a qualquer tipo de material tais como livros, anotações, dicionários, cadernos
  etc.
  6. Não ultrapasse os espaços reservados para as respostas de cada questão.

                                      RELAÇÃO DE CONTEÚDO
                         Conceitual                                        Procedimental
          Cartografia e Poder;                              Leitura e interpretação de texto;
          Para que servem os mapas;                         Produção textual;
          Título, Escala e Legenda;                         Seleção de informações;
          O mundo nos mapas;                                Leitura e interpretação de mapa, gráfico e
          Projeções de Mercator e de Peters;             tabela.
          Projeção geopolítica;
          Cartografia e novas tecnologias;
          Sistema de Posicionamento Global;

  Leia o texto:
                               PARA ENTENDER UM MAPA
   O mapa é uma imagem convencionada, codificada, que representa feições e características da
realidade geográfica. O mapa não reproduz fielmente o terreno; ele é uma construção que
seleciona alguns aspectos e os representa, fazendo uso de um sistema de símbolos. Os elementos
espaciais da superfície terrestre escolhidos para serem representados no mapa (como objetos,
fatos e relações) são transformados em símbolos e localizados no mapa a partir de um sistema
de coordenadas que considera distâncias e direções.
   O mapa surgiu mesmo antes da invenção da escrita. Ele era confeccionado para mostrar as
áreas onde havia caça e pesca ou marcar o caminho para casa.
   No tempo das cavernas, os mapas eram utilizados como registro de deslocamentos,
representando os pontos importantes (matas, rios, possibilidades de caça) por meio das imagens
desenhadas. Eles apresentavam uma relação direta entre a realidade e sua respectiva
representação — figura 1. Um dos mapas mais antigos já encontrados foi confeccionado na
Suméria, em uma pequena tábua de argila cozida. Data de aproximadamente 2500 a.C.,
representa duas cadeias de montanhas e, no centro delas, um rio, provavelmente o Eufrates
(figura 2). Trata-se de um mapa bastante simples, sem título, sem legenda e sem escala, mas de
valor histórico inestimável.
                                                                                                            1
Nome:                                                                    n.º.
 série:               data:   /     /
  Da Antiguidade até os dias de hoje, o mapa sempre esteve presente no cotidiano das pessoas,
passando pelos contínuos processos de transformação que o conhecimento possibilitou à
humanidade. Atualmente o aperfeiçoamento tecnológico nos possibilita o mapeamento feito
com o auxílio de aviões e de satélites artificiais que circundam a órbita da Terra.
  (…)




          1) Mapa do centro da península itálica      2) A placa de barro de Ga-Sur
                     (5000 a.C.)                               (2500 a.C.).

                    NOÇÕES BÁSICAS DE LOCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO

   Ao longo do desenvolvimento das técnicas cartográficas, os cartógrafos tiveram de enfrentar
um problema: como representar a superfície esférica da Terra em uma folha de papel, que é
plana? Para solucionar esse problema, foram criadas as projeções cartográficas.




   Projeções cartográficas são operações matemáticas utilizadas para representar a superfície
esférica da Terra em uma superfície plana.
   Mas, apesar de todo o esforço dos cartógrafos, as projeções sempre apresentam alguma
deformação da superfície terrestre.
   Tal deformação pode ser reduzida, mas nunca eliminada. Dependendo de como é feita a
projeção, é possível conservar: a área, a forma, a distância ou a direção.
                                                                                             2
Nome:                                                                                                 n.º.
 série:                  data:       /       /
  Assim, de acordo com essas características, podemos classificar as projeções cartográficas em
quatro grandes grupos:

1) Equivalentes: esse tipo de projeção conserva as áreas, mas distorce as formas. Os exemplos
mais conhecidos desse tipo de projeção cartográfica são: a Projeção de Peters e a Projeção de
Aittof. Na imagem anterior, é possível identificar as distorções provocadas por essa projeção no
alongamento dos continentes no sentido norte-sul e leste-oeste apesar de a área dos continentes
ter sido preservada.
2) Conformes: as projeções cartográficas conformes conservam os ângulos e as formas, porém
distorcem as áreas. O exemplo mais conhecido é a Projeção de Mercator, um tipo de projeção
cilíndrica elaborada no século XVI. O ponto positivo dessa projeção é preservar o tamanho e o
formato nas áreas entre os trópicos, porém distorcendo as áreas polares. Para avaliar a
importância da escolha da projeção cartográfica ao fazer um mapa, observe as figuras abaixo.
3) Equidistantes: esse tipo de projeção conserva as distâncias representando-as em escala
verdadeira.
4) Afiláticas ou indeterminadas: também conhecidas como projeções arbitrárias, pois não
conservam as distâncias, ângulos, formas ou áreas como nas projeções anteriores.
      Fonte: ALMEIDA, Regina Araújo de & GUERRERO, Ana Lúcia & FIORI, Sérgio Ricardo. Geografia e Cartografia para o Turismo –
              Disponível em: http://www.turismo.gov.br/export/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/
                                                                Geografia_e_Cartografia_para_o_Turismo.pdf - acessado em 2/3/2012.


   Com base no texto, nas nossas aulas e nos seus conhecimentos, responda às questões 1, 2, 3 e 4
(cada questão vale 0,25 ponto):

1) Quais são os elementos que nos fazem entender um mapa?

Título, legenda e escala.
                  escala.

2) Qual a função da escala no mapa?

Escala mostra a relação de proporcionalidade entre a superfície representada e a
                relação                              superfície
representação.
representação.

3) O que é uma projeção cartográfica?

Projeções cartográficas são operações matemáticas utilizadas para representar a
superfície esférica da Terra em uma superfície plana.

4) Das projeções apresentadas qual delas deveria ser utilizada em sala de aula como recurso didático?
Justifique.

A projeção de Peters é a mais adequada para uso didático, pois estabelece uma relação
  projeção                                      didático
                                                   ático,                     relação
   proporção
de proporção de área entre os continentes de forma correta.

5) Analise o mapa anamórfico. (0,5)



                                                                                                                                 3
Nome:                                                                            n.º.
 série:              data:    /      /




  Explique essa representação cartográfica e mencione dois exemplos de regiões geográficas mundiais
com maiores e dois com menores taxas de mortalidade infantil.

A anamorfose é um tipo de projeção cartográfica utilizada para destacar componentes
ou elementos de diversas naturezas do conhecimento como a geográfica ou
socioeconômica. O prefixo “a” de negação induz ao formato propositadamente distorcido
            evidenciem
para que se evidenciem diferenças entre as grandezas observadas, com base na
proporção de áreas. A elaboração do mapa da questão reporta à mortalidade infantil. As
áreas com maior volume indicam onde o problema é maior e a variação de cores indica
                 processo.
a intensidade do processo. A África e o Sudeste Asiático são as localidades com maiores
                                      centro-
taxas de mortalidade infantil sendo o centro-oeste da África a localidade com os piores
índices. Os menores índices estão em áreas menos avolumadas como a América Anglo-
                                                                           Anglo-
Saxônica e a Europa.

6) Observe dois tipos de projeções cartográficas aplicadas aos mapas.




As projeções cartográficas cilíndricas permitem mostrar a esfera terrestre com alguns tipos de distorções
geométricas, que afetam as aparências das áreas e das formas continentais. Os mapas apresentados foram
elaborados de acordo com as projeções de Mercator e de Peters. A partir destas projeções, analise os dois
mapas quanto:

                                                                                                       4
Nome:                                                                            n.º.
 série:              data:    /     /
a) à manutenção ou alteração das áreas dos continentes; (0,25)

Na projeção de Mercator, há alteração no tamanho das áreas da seguinte forma: no
Equador há pequenas distorções que aumentam com a proximidade dos polos. Na
projeção de Peters, as proporções entre os tamanhos das áreas continentais são
            quaisquer
mantidas em quaisquer latitudes.

b) às distorções maiores ou menores nas representações das formas dos continentes em baixas, médias e
altas latitudes. (0,25)

Na projeção de Mercator, as formas dos continentes são menos distorcidas nas baixas
latitudes e as deformações aumentam nas médias e nas altas latitudes, a partir do
Equador. Na projeção de Peters, as formas são mais alteradas, pois há alongamentos
                                   formas
norte-
norte-sul nos contornos dos continentes nas baixas latitudes, enquanto nas médias e
altas latitudes há um achatamento longitudinal desses contornos.

7) A ilustração a seguir representa a constelação de satélites do Sistema de Posicionamento Global (GPS)
que orbitam em volta da Terra. (0,5)




   Qual a finalidade do GPS? Como esses satélites em órbita transmitem os dados para os aparelhos
receptores localizados na superfície terrestre?

A finalidade do Sistema de Posicionamento global, GPS, tem por finalidade permitir a
localização na superfície terrestre (pontos, acidentes geográficos veículos em
movimento, etc.). O sistema é baseado em uma rede de 24 satélites dispostos de
maneira a favorecer a triangulação (cálculo de posição na superfície) que envia
                                   (cálculo
                           radiotransmissor.
informações por sistema de radiotransmissor.

8) "As cartas e as fotografias tomadas de avião ou de satélites (…) representam porções muito

                                                                                                      5
Nome:                                                                                              n.º.
 série:               data:    /        /
desiguais da superfície terrestre. Algumas cartas topográficas representam, mediante
deformações calculadas e escolhidas, toda a superfície do globo, outras a extensão de um
continente, outras ainda a de um Estado, de uma aglomeração urbana; algumas cartas
representam espaços de bem menor envergadura; uma pequena cidade, uma aldeia. Há
planos de bairros e mesmo de habitação". [grifo nosso]

                               (Yves Lacoste, "Os objetos Geográficos", em Seleção de Textos, n0. 18, São Paulo: AGB, 1988, p. 9).

a) Quais os principais elementos cartográficos que ocasionam as "deformações calculadas e escolhidas"
mencionadas pelo autor? (0,5)

Os elementos são: as escalas, relações de proporção entre a superfície e o mapa; as
projeções, artifícios cartográficos que permitem a expressão da Terra, esférica, no mapa,
                                    que
plano.

b) Seguindo a sequência de raciocínio do autor na delimitação geográfica, que vai da superfície do globo
à habitação, indique quais as escalas cartográficas mais apropriadas aos estudos geográficos nesses dois
casos. (0,5)

                          utilizam-
Na representação do globo utilizam-se escalas pequenas com a realidade reduzida
muitas vezes, como 1:50.000.000. As habitações, ruas e outros logradouros, utilizam
escalas grandes, mais detalhadas, onde a realidade do terreno é reduzida menos vezes.
                      detalhadas,

9) Observe o mapa do Brasil.




Faça o que se pede.

                                                                                                                                6
Nome:                                                                             n.º.
 série:              data:     /     /

a) Sabendo-se que o segmento AB possui 2cm no mapa e equivale a 1 112km, qual a escala do mapa? (0,5)
Escalas de mapa - regra de três.
1 ________ escala (x)
2 (cm) ____ 1112 (km) 111200000 (cm)


x = 111200000 × 1 : 2
x = 55.600.000
R: Portanto, mapa escala 1:55.600.000


b) Quais são as coordenadas geográficas das localidades C e D? (0,25)

Ponto C : Latitude 5 S (sul)
                       º




Longitude 40 O (oeste)
               º




Ponto D : Latitude 15 S (sul)
                           °




Longitude 50 O (oeste)
               °




c) Sabendo-se que no Rio de Janeiro são 14 horas, que horas são em Porto Velho (RO)? (0,25)

Rondônia está uma hora atrasada em relação ao Rio de Janeiro, 14 - 1 = 13 horas em
Porto Velho.

10) Calcule a distância real entre duas cidades, cuja distância em linha reta é de aproximadamente 9 cm,
em um mapa construído na escala de 1:1 000 000. (0,25)

D = d/E, onde: D = distância real; d = distância no mapa; E = Escala (1/1.000.000).
D = 9 cm/(1/1.000.000) onde, D = 9 cmx1.000.000 cm = 9.000.000 cm, portanto, D = 90 km.

11) Identifique e caracterize o sistema de projeção representado na figura a seguir, apontando vantagens e
desvantagens de sua utilização. (0,5)




                                                                                                        7
Nome:                                                                                                  n.º.
  série:                  data:       /        /
Trata-
Trata-se da projeção cilíndrica de Mercator caracterizada por dar forma aos continentes,
      distorcendo-
porém distorcendo-se suas áreas, que ficam desproporcionais. São vantajosas para
elaboração de mapas de pequena escala com grande área de cobertura. Tem
desvantagens em projeções de áreas polares ou para a medição de distâncias.
             em

12) Observe os mapas a seguir.




           INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. "Atlas geográfico escolar". Rio de Janeiro: IBGE, 2002. p. 99. [Adaptado].


   De acordo com a leitura e a interpretação dos mapas (1, 2 e 3), apresente e justifique o elemento de
representação cartográfica que permite:
a) visualizar a divisão político-administrativa de parte dos municípios do estado de São Paulo, no mapa 3; (0,25)

Possibilidades de respostas:
Resposta 1: A escala. O tamanho da escala, por configurar-se como uma escala maior
                                               configurar-
que as demais, possibilita representar mais detalhes, portanto, mais informações.


Resposta 2: A escala, que, do país para o município, foi ampliada.

b) localizar a área representada no mapa 1, no Hemisfério Ocidental do globo. (0,25)

         localiza                                      Hemisfério
O Brasil localiza-se a Oeste de Greenwich, portanto no Hemisfério Ocidental.

13) O sistema de projeção do mapa a seguir foi criado por Mercator em 1569 com o objetivo de facilitar
as navegações marítimas. Observe o mapa e faça o que se pede:


                                                                                                                                    8
Nome:                                                                                              n.º.
 série:               data:       /       /




            Adaptado de Igor Moreira, "O Espaço Geográfico: Geografia Geral e do Brasil", São Paulo: Editora Ática, 2002, p. 446.

a) Segundo a projeção de Mercator, em quais porções da Terra representadas no mapa não ocorre
distorção e onde a distorção é mais acentuada? (0,25)

Na projeção de Mercator, as menores distorções ocorrem próximas ao Equador, e as
                                               ocorrem
maiores distorções, nas áreas próximas do polo.
                                          polo.

b) A projeção de Mercator é um exemplo do grande desenvolvimento da cartografia no século XVI. A
que contexto histórico e econômico está associado esse desenvolvimento da cartografia? (0,25)


Ao desenvolvimento das navegações, quando das descobertas de novas áreas, ao
surgimento de colônias e à crescente circulação de mercadorias que demandavam
mapas melhores e mais precisos, e exigiram novas técnicas de orientação, mais
                   os
precisas, por isso os mapas e cartas teriam de ser mais corretos e detalhados.


c) O mapa indica três possibilidades de rotas marítimas entre as cidades de Montevidéu (Uruguai) e
Cidade do Cabo (África do Sul). Identifique qual das três rotas é a menor. Justifique sua resposta. (0,25)

Trata-
Trata-se da rota C. A projeção de Mercator é cilíndrica, e o globo projetado no cilindro
tende a distorcer as áreas polares e a esconder o fato de que a Terra foi aberta em
                  no         leste-
"gomos" esticados no sentido leste-oeste. Na rota C, num globo verdadeiro, com o
"gomo" diminuído ("encolhido"), a distância é a menor.


14) Suponhamos que você tenha sido convidado para trabalhar num projeto municipal de arborização em
uma cidade do porte de Campinas/SP. Num primeiro momento, você terá de examinar a situação do
município como um todo. Num segundo momento, você escolherá determinadas áreas piloto para a
implantação do novo projeto. Esses dois momentos envolvem níveis de análise diferentes. A partir desta
constatação e considerando que você terá os mapas e as plantas cadastrais a sua disposição nas escalas:
                                                                                                                               9
Nome:                                                                            n.º.
  série:              data:     /      /
1 : 1 000 000, 1 : 50 000, 1 : 25 000, 1 : 10 000 e 1 : 5 000,

a) escolha a escala apropriada para analisar cada um destes dois momentos; (0,5)

                              1:50.
Situação do município: escala 1:50.000 (menor, com maior área mapeada).
Áreas-
Áreas-piloto: escala 1:5.000 (menor, mais detalhada).
                     1:5.    (menor,

b) justifique sua escolha para cada um dos casos. (0,5)

Escalas são relações de proporção entre o mapa-numerador e o terreno-denominador.
                                          mapa-              terreno-
            1:1.000.
Nesse caso, 1:1.000.000 é um mapa muito pequeno onde Campinas seria pouco maior
                              1:5.
que um ponto (menor escala) e 1:5.000 é a carta de maior escala (mais detalhada) pois
      menor
tem o menor denominador.

15) O desenho esquemático a seguir apresenta o contorno de uma ilha e a representação de seu relevo em
curvas de nível.




   A ilha apresenta duas elevações que a população local denominou, corretamente, de Morro do
Ocidente e Morro do Oriente.
a) Qual morro apresenta a encosta mais íngreme? (0,5)

O morro é o do Oriente. A encosta mais íngreme está representada pelo menor
espaçamento entre as curvas de nível na posição sudeste do morro, indicando maior
gradiente.

b) Qual o litoral mais escarpado? (0,5)

O litoral mais escarpado está representado pelo prolongamento da curva de nível de 50
metros até o mar, na porção sul do morro do Ocidente.

c) Indique as elevações por seus nomes e justifique suas respostas. (0,5)
No próprio mapa, usando os pontos cardeais.


                                                                                                   10

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014
O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014
O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014Eduardo Mendes
 
Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1Osmar Ansbach
 
Espaço E Representações Cartográficas - 3º Ano
Espaço E Representações Cartográficas - 3º AnoEspaço E Representações Cartográficas - 3º Ano
Espaço E Representações Cartográficas - 3º AnoPré Master
 
Revisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º anoRevisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º anoeunamahcado
 
Terra estudos e representações representação superficie terrestre
Terra estudos e representações   representação superficie terrestreTerra estudos e representações   representação superficie terrestre
Terra estudos e representações representação superficie terrestreMinistério da Educação
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficasMarcia Silva
 
Representacoes da superficie_terrestre 7ª
Representacoes da superficie_terrestre 7ªRepresentacoes da superficie_terrestre 7ª
Representacoes da superficie_terrestre 7ªDiabzie
 
Projeções cartográficas 1º Ano EM
Projeções cartográficas 1º Ano EMProjeções cartográficas 1º Ano EM
Projeções cartográficas 1º Ano EMAntonio Pinto Pereira
 
Cartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapasCartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapasPessoal
 
Questões sobre escala e projeções cartográficas
Questões sobre escala e projeções cartográficasQuestões sobre escala e projeções cartográficas
Questões sobre escala e projeções cartográficasFabiano Gasparotto
 

Mais procurados (20)

O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014
O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014
O.T. Desenvolvendo a Cartografia no Currículo de Geografia 03.2014
 
Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1Noções básicas de Cartografia 1
Noções básicas de Cartografia 1
 
Cartografia 1° Ano
Cartografia 1° AnoCartografia 1° Ano
Cartografia 1° Ano
 
02 cartografia geral
02 cartografia geral02 cartografia geral
02 cartografia geral
 
Espaço E Representações Cartográficas - 3º Ano
Espaço E Representações Cartográficas - 3º AnoEspaço E Representações Cartográficas - 3º Ano
Espaço E Representações Cartográficas - 3º Ano
 
Revisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º anoRevisão de geografia 1º ano
Revisão de geografia 1º ano
 
Terra estudos e representações representação superficie terrestre
Terra estudos e representações   representação superficie terrestreTerra estudos e representações   representação superficie terrestre
Terra estudos e representações representação superficie terrestre
 
Projecoes cartograficas
Projecoes cartograficasProjecoes cartograficas
Projecoes cartograficas
 
Representacoes da superficie_terrestre 7ª
Representacoes da superficie_terrestre 7ªRepresentacoes da superficie_terrestre 7ª
Representacoes da superficie_terrestre 7ª
 
Projeções cartográficas 1º Ano EM
Projeções cartográficas 1º Ano EMProjeções cartográficas 1º Ano EM
Projeções cartográficas 1º Ano EM
 
Cartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapasCartografia interpretando mapas
Cartografia interpretando mapas
 
Questões sobre escala e projeções cartográficas
Questões sobre escala e projeções cartográficasQuestões sobre escala e projeções cartográficas
Questões sobre escala e projeções cartográficas
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Aula 3 cartografia
Aula 3 cartografiaAula 3 cartografia
Aula 3 cartografia
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Projeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficasProjeçoes cartograficas
Projeçoes cartograficas
 
Aula 02 cartografia sistemática e temática
Aula 02   cartografia sistemática e temáticaAula 02   cartografia sistemática e temática
Aula 02 cartografia sistemática e temática
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Aula 3 - Da imagem ao mapa
Aula 3 - Da imagem ao mapaAula 3 - Da imagem ao mapa
Aula 3 - Da imagem ao mapa
 
Caoacitacio topografia y locacion
Caoacitacio topografia y locacionCaoacitacio topografia y locacion
Caoacitacio topografia y locacion
 

Destaque

Prova - glogalização, populaçaõ mundial - 9º ano
Prova - glogalização, populaçaõ mundial - 9º anoProva - glogalização, populaçaõ mundial - 9º ano
Prova - glogalização, populaçaõ mundial - 9º anoKilna Moura
 
Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]Marco Aurélio Gondim
 
Respostas das questões do livro texto
Respostas das questões do livro textoRespostas das questões do livro texto
Respostas das questões do livro textomarioferreiraneto
 
Critérios de regionalização (região) na Geografia
Critérios de regionalização (região) na GeografiaCritérios de regionalização (região) na Geografia
Critérios de regionalização (região) na GeografiaPatrícia Éderson Dias
 
Caderno de exercícios resolvidos
Caderno de exercícios resolvidosCaderno de exercícios resolvidos
Caderno de exercícios resolvidosSimone Flores
 

Destaque (8)

Geografia cap 1 a 18
Geografia cap 1 a 18Geografia cap 1 a 18
Geografia cap 1 a 18
 
Prova - glogalização, populaçaõ mundial - 9º ano
Prova - glogalização, populaçaõ mundial - 9º anoProva - glogalização, populaçaõ mundial - 9º ano
Prova - glogalização, populaçaõ mundial - 9º ano
 
Projeções de Mercator e de Peters
Projeções de Mercator e de PetersProjeções de Mercator e de Peters
Projeções de Mercator e de Peters
 
Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
Banco de questoes de Geografia Completo Prof. Marco Aurelio Gondim [gondim.net]
 
Respostas das questões do livro texto
Respostas das questões do livro textoRespostas das questões do livro texto
Respostas das questões do livro texto
 
Avaliação diagnóstica geografia
Avaliação diagnóstica geografiaAvaliação diagnóstica geografia
Avaliação diagnóstica geografia
 
Critérios de regionalização (região) na Geografia
Critérios de regionalização (região) na GeografiaCritérios de regionalização (região) na Geografia
Critérios de regionalização (região) na Geografia
 
Caderno de exercícios resolvidos
Caderno de exercícios resolvidosCaderno de exercícios resolvidos
Caderno de exercícios resolvidos
 

Semelhante a Projeções cartográficas e mortalidade infantil

Aula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptx
Aula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptxAula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptx
Aula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptxMrcioHenrique50
 
Ifes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUY
Ifes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUYIfes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUY
Ifes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUYKéliton Ferreira
 
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09Marcia Silva
 
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.pptA cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.pptMarcioSantos127106
 
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.pptA cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.pptGrégori Augusto
 
exercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptxexercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptxnomeinspirado
 
Representacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdf
Representacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdfRepresentacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdf
Representacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdfAndressaAmorim22
 
Texto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdf
Texto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdfTexto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdf
Texto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdfJefersonMuniz6
 
Slides de cartografia
Slides de cartografiaSlides de cartografia
Slides de cartografiaDora Amarante
 
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Claudio Henrique Ramos Sales
 

Semelhante a Projeções cartográficas e mortalidade infantil (20)

Aula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptx
Aula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptxAula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptx
Aula 6 - Projeto Conexões (UFAL) - Pré - Enem. Cartografia.pptx
 
Parte 01
Parte 01Parte 01
Parte 01
 
Ifes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUY
Ifes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUYIfes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUY
Ifes aula 4-cartografia https://youtu.be/KsrS8ub_hUY
 
Cartografia powerpoint
Cartografia powerpointCartografia powerpoint
Cartografia powerpoint
 
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09Projecoes cartograficas aula_11_07_09
Projecoes cartograficas aula_11_07_09
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.pptA cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
 
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.pptA cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
A cartografia como instrumento de representação dos lugares.ppt
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
exercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptxexercicio de aplicação de Cartografia.pptx
exercicio de aplicação de Cartografia.pptx
 
Representacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdf
Representacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdfRepresentacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdf
Representacoes_cartograficas_escalas_e_projecoes.pdf
 
Texto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdf
Texto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdfTexto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdf
Texto 3 - A IMPORTÂNCIA DA LEITURA DE MAPAS.pdf
 
Aval parc 1º
Aval parc 1ºAval parc 1º
Aval parc 1º
 
Projeções cartográficas
Projeções cartográficasProjeções cartográficas
Projeções cartográficas
 
Slides de cartografia
Slides de cartografiaSlides de cartografia
Slides de cartografia
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
Aulas 02 e 03 Elementos da Cartografia (Sistema Anglo)
 
Cartografia
CartografiaCartografia
Cartografia
 
(1) gdewo
(1) gdewo(1) gdewo
(1) gdewo
 

Mais de Antonio Carlos da Silva (20)

Cartografia - revisao - material UNOi
Cartografia - revisao - material UNOiCartografia - revisao - material UNOi
Cartografia - revisao - material UNOi
 
Gabarito cap.19
Gabarito cap.19Gabarito cap.19
Gabarito cap.19
 
Relevo i
Relevo iRelevo i
Relevo i
 
Desconcentração espacial da indústria
Desconcentração espacial da indústriaDesconcentração espacial da indústria
Desconcentração espacial da indústria
 
O espaço industrial ii
O espaço industrial iiO espaço industrial ii
O espaço industrial ii
 
O espaço industrial
O espaço industrialO espaço industrial
O espaço industrial
 
Correcao 3ª
Correcao 3ªCorrecao 3ª
Correcao 3ª
 
14 3
14 314 3
14 3
 
14 2
14 214 2
14 2
 
14 1
14 114 1
14 1
 
O espaço industrial
O espaço industrialO espaço industrial
O espaço industrial
 
Formigueiros humanos
Formigueiros humanosFormigueiros humanos
Formigueiros humanos
 
Desgualdade e exclusão
Desgualdade e exclusãoDesgualdade e exclusão
Desgualdade e exclusão
 
Aval parc 2ª_2ºtri
Aval parc 2ª_2ºtriAval parc 2ª_2ºtri
Aval parc 2ª_2ºtri
 
Aval parc 1ª_2ºtri
 Aval parc 1ª_2ºtri Aval parc 1ª_2ºtri
Aval parc 1ª_2ºtri
 
Políticas territoriais
Políticas territoriaisPolíticas territoriais
Políticas territoriais
 
União européia
União européiaUnião européia
União européia
 
Formação territorial e povoamento
Formação territorial e povoamentoFormação territorial e povoamento
Formação territorial e povoamento
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Capítulo 15 repostas exercícios
Capítulo 15   repostas exercíciosCapítulo 15   repostas exercícios
Capítulo 15 repostas exercícios
 

Último

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirIedaGoethe
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdfJorge Andrade
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalJacqueline Cerqueira
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOColégio Santa Teresinha
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...LizanSantos1
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 anoandrealeitetorres
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxfabiolalopesmartins1
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxconcelhovdragons
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Susana Stoffel
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniCassio Meira Jr.
 

Último (20)

FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimirFCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
FCEE - Diretrizes - Autismo.pdf para imprimir
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptxSlides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
Slides Lição 03, Central Gospel, O Arrebatamento, 1Tr24.pptx
 
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
02. Informática - Windows 10 apostila completa.pdf
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem OrganizacionalGerenciando a Aprendizagem Organizacional
Gerenciando a Aprendizagem Organizacional
 
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃOLEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
LEMBRANDO A MORTE E CELEBRANDO A RESSUREIÇÃO
 
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
Intolerância religiosa. Trata-se de uma apresentação sobre o respeito a diver...
 
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A  galinha ruiva sequencia didatica 3 anoA  galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
A galinha ruiva sequencia didatica 3 ano
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptxA experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
A experiência amorosa e a reflexão sobre o Amor.pptx
 
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptxSlide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
Slide de exemplo sobre o Sítio do Pica Pau Amarelo.pptx
 
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
Família de palavras.ppt com exemplos e exercícios interativos.
 
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e TaniModelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
Modelos de Desenvolvimento Motor - Gallahue, Newell e Tani
 

Projeções cartográficas e mortalidade infantil

  • 1. Nome: n.º. série: data: / / AVALIAÇÃO PARCIAL DE GEOGRAFIA (1º TRIMESTRE – 2012) Ensino Médio 3ª Série ORIENTAÇÕES: 1. Esta prova deverá ser realizada com caneta azul ou preta. 2. Evite rasura e o uso de corretivo. 3. Não é permitido o uso de aparelhos celulares ou qualquer outro tipo de aparelho eletrônico. 4. A interpretação das questões é parte integrante da própria avaliação. Não será fornecido, pelos professores que estão aplicando a prova, nenhum tipo de informação além das que já estão disponíveis no caderno de questões. 5. É vedada a consulta a qualquer tipo de material tais como livros, anotações, dicionários, cadernos etc. 6. Não ultrapasse os espaços reservados para as respostas de cada questão. RELAÇÃO DE CONTEÚDO Conceitual Procedimental Cartografia e Poder; Leitura e interpretação de texto; Para que servem os mapas; Produção textual; Título, Escala e Legenda; Seleção de informações; O mundo nos mapas; Leitura e interpretação de mapa, gráfico e Projeções de Mercator e de Peters; tabela. Projeção geopolítica; Cartografia e novas tecnologias; Sistema de Posicionamento Global; Leia o texto: PARA ENTENDER UM MAPA O mapa é uma imagem convencionada, codificada, que representa feições e características da realidade geográfica. O mapa não reproduz fielmente o terreno; ele é uma construção que seleciona alguns aspectos e os representa, fazendo uso de um sistema de símbolos. Os elementos espaciais da superfície terrestre escolhidos para serem representados no mapa (como objetos, fatos e relações) são transformados em símbolos e localizados no mapa a partir de um sistema de coordenadas que considera distâncias e direções. O mapa surgiu mesmo antes da invenção da escrita. Ele era confeccionado para mostrar as áreas onde havia caça e pesca ou marcar o caminho para casa. No tempo das cavernas, os mapas eram utilizados como registro de deslocamentos, representando os pontos importantes (matas, rios, possibilidades de caça) por meio das imagens desenhadas. Eles apresentavam uma relação direta entre a realidade e sua respectiva representação — figura 1. Um dos mapas mais antigos já encontrados foi confeccionado na Suméria, em uma pequena tábua de argila cozida. Data de aproximadamente 2500 a.C., representa duas cadeias de montanhas e, no centro delas, um rio, provavelmente o Eufrates (figura 2). Trata-se de um mapa bastante simples, sem título, sem legenda e sem escala, mas de valor histórico inestimável. 1
  • 2. Nome: n.º. série: data: / / Da Antiguidade até os dias de hoje, o mapa sempre esteve presente no cotidiano das pessoas, passando pelos contínuos processos de transformação que o conhecimento possibilitou à humanidade. Atualmente o aperfeiçoamento tecnológico nos possibilita o mapeamento feito com o auxílio de aviões e de satélites artificiais que circundam a órbita da Terra. (…) 1) Mapa do centro da península itálica 2) A placa de barro de Ga-Sur (5000 a.C.) (2500 a.C.). NOÇÕES BÁSICAS DE LOCALIZAÇÃO E ORIENTAÇÃO Ao longo do desenvolvimento das técnicas cartográficas, os cartógrafos tiveram de enfrentar um problema: como representar a superfície esférica da Terra em uma folha de papel, que é plana? Para solucionar esse problema, foram criadas as projeções cartográficas. Projeções cartográficas são operações matemáticas utilizadas para representar a superfície esférica da Terra em uma superfície plana. Mas, apesar de todo o esforço dos cartógrafos, as projeções sempre apresentam alguma deformação da superfície terrestre. Tal deformação pode ser reduzida, mas nunca eliminada. Dependendo de como é feita a projeção, é possível conservar: a área, a forma, a distância ou a direção. 2
  • 3. Nome: n.º. série: data: / / Assim, de acordo com essas características, podemos classificar as projeções cartográficas em quatro grandes grupos: 1) Equivalentes: esse tipo de projeção conserva as áreas, mas distorce as formas. Os exemplos mais conhecidos desse tipo de projeção cartográfica são: a Projeção de Peters e a Projeção de Aittof. Na imagem anterior, é possível identificar as distorções provocadas por essa projeção no alongamento dos continentes no sentido norte-sul e leste-oeste apesar de a área dos continentes ter sido preservada. 2) Conformes: as projeções cartográficas conformes conservam os ângulos e as formas, porém distorcem as áreas. O exemplo mais conhecido é a Projeção de Mercator, um tipo de projeção cilíndrica elaborada no século XVI. O ponto positivo dessa projeção é preservar o tamanho e o formato nas áreas entre os trópicos, porém distorcendo as áreas polares. Para avaliar a importância da escolha da projeção cartográfica ao fazer um mapa, observe as figuras abaixo. 3) Equidistantes: esse tipo de projeção conserva as distâncias representando-as em escala verdadeira. 4) Afiláticas ou indeterminadas: também conhecidas como projeções arbitrárias, pois não conservam as distâncias, ângulos, formas ou áreas como nas projeções anteriores. Fonte: ALMEIDA, Regina Araújo de & GUERRERO, Ana Lúcia & FIORI, Sérgio Ricardo. Geografia e Cartografia para o Turismo – Disponível em: http://www.turismo.gov.br/export/sites/default/turismo/o_ministerio/publicacoes/downloads_publicacoes/ Geografia_e_Cartografia_para_o_Turismo.pdf - acessado em 2/3/2012. Com base no texto, nas nossas aulas e nos seus conhecimentos, responda às questões 1, 2, 3 e 4 (cada questão vale 0,25 ponto): 1) Quais são os elementos que nos fazem entender um mapa? Título, legenda e escala. escala. 2) Qual a função da escala no mapa? Escala mostra a relação de proporcionalidade entre a superfície representada e a relação superfície representação. representação. 3) O que é uma projeção cartográfica? Projeções cartográficas são operações matemáticas utilizadas para representar a superfície esférica da Terra em uma superfície plana. 4) Das projeções apresentadas qual delas deveria ser utilizada em sala de aula como recurso didático? Justifique. A projeção de Peters é a mais adequada para uso didático, pois estabelece uma relação projeção didático ático, relação proporção de proporção de área entre os continentes de forma correta. 5) Analise o mapa anamórfico. (0,5) 3
  • 4. Nome: n.º. série: data: / / Explique essa representação cartográfica e mencione dois exemplos de regiões geográficas mundiais com maiores e dois com menores taxas de mortalidade infantil. A anamorfose é um tipo de projeção cartográfica utilizada para destacar componentes ou elementos de diversas naturezas do conhecimento como a geográfica ou socioeconômica. O prefixo “a” de negação induz ao formato propositadamente distorcido evidenciem para que se evidenciem diferenças entre as grandezas observadas, com base na proporção de áreas. A elaboração do mapa da questão reporta à mortalidade infantil. As áreas com maior volume indicam onde o problema é maior e a variação de cores indica processo. a intensidade do processo. A África e o Sudeste Asiático são as localidades com maiores centro- taxas de mortalidade infantil sendo o centro-oeste da África a localidade com os piores índices. Os menores índices estão em áreas menos avolumadas como a América Anglo- Anglo- Saxônica e a Europa. 6) Observe dois tipos de projeções cartográficas aplicadas aos mapas. As projeções cartográficas cilíndricas permitem mostrar a esfera terrestre com alguns tipos de distorções geométricas, que afetam as aparências das áreas e das formas continentais. Os mapas apresentados foram elaborados de acordo com as projeções de Mercator e de Peters. A partir destas projeções, analise os dois mapas quanto: 4
  • 5. Nome: n.º. série: data: / / a) à manutenção ou alteração das áreas dos continentes; (0,25) Na projeção de Mercator, há alteração no tamanho das áreas da seguinte forma: no Equador há pequenas distorções que aumentam com a proximidade dos polos. Na projeção de Peters, as proporções entre os tamanhos das áreas continentais são quaisquer mantidas em quaisquer latitudes. b) às distorções maiores ou menores nas representações das formas dos continentes em baixas, médias e altas latitudes. (0,25) Na projeção de Mercator, as formas dos continentes são menos distorcidas nas baixas latitudes e as deformações aumentam nas médias e nas altas latitudes, a partir do Equador. Na projeção de Peters, as formas são mais alteradas, pois há alongamentos formas norte- norte-sul nos contornos dos continentes nas baixas latitudes, enquanto nas médias e altas latitudes há um achatamento longitudinal desses contornos. 7) A ilustração a seguir representa a constelação de satélites do Sistema de Posicionamento Global (GPS) que orbitam em volta da Terra. (0,5) Qual a finalidade do GPS? Como esses satélites em órbita transmitem os dados para os aparelhos receptores localizados na superfície terrestre? A finalidade do Sistema de Posicionamento global, GPS, tem por finalidade permitir a localização na superfície terrestre (pontos, acidentes geográficos veículos em movimento, etc.). O sistema é baseado em uma rede de 24 satélites dispostos de maneira a favorecer a triangulação (cálculo de posição na superfície) que envia (cálculo radiotransmissor. informações por sistema de radiotransmissor. 8) "As cartas e as fotografias tomadas de avião ou de satélites (…) representam porções muito 5
  • 6. Nome: n.º. série: data: / / desiguais da superfície terrestre. Algumas cartas topográficas representam, mediante deformações calculadas e escolhidas, toda a superfície do globo, outras a extensão de um continente, outras ainda a de um Estado, de uma aglomeração urbana; algumas cartas representam espaços de bem menor envergadura; uma pequena cidade, uma aldeia. Há planos de bairros e mesmo de habitação". [grifo nosso] (Yves Lacoste, "Os objetos Geográficos", em Seleção de Textos, n0. 18, São Paulo: AGB, 1988, p. 9). a) Quais os principais elementos cartográficos que ocasionam as "deformações calculadas e escolhidas" mencionadas pelo autor? (0,5) Os elementos são: as escalas, relações de proporção entre a superfície e o mapa; as projeções, artifícios cartográficos que permitem a expressão da Terra, esférica, no mapa, que plano. b) Seguindo a sequência de raciocínio do autor na delimitação geográfica, que vai da superfície do globo à habitação, indique quais as escalas cartográficas mais apropriadas aos estudos geográficos nesses dois casos. (0,5) utilizam- Na representação do globo utilizam-se escalas pequenas com a realidade reduzida muitas vezes, como 1:50.000.000. As habitações, ruas e outros logradouros, utilizam escalas grandes, mais detalhadas, onde a realidade do terreno é reduzida menos vezes. detalhadas, 9) Observe o mapa do Brasil. Faça o que se pede. 6
  • 7. Nome: n.º. série: data: / / a) Sabendo-se que o segmento AB possui 2cm no mapa e equivale a 1 112km, qual a escala do mapa? (0,5) Escalas de mapa - regra de três. 1 ________ escala (x) 2 (cm) ____ 1112 (km) 111200000 (cm) x = 111200000 × 1 : 2 x = 55.600.000 R: Portanto, mapa escala 1:55.600.000 b) Quais são as coordenadas geográficas das localidades C e D? (0,25) Ponto C : Latitude 5 S (sul) º Longitude 40 O (oeste) º Ponto D : Latitude 15 S (sul) ° Longitude 50 O (oeste) ° c) Sabendo-se que no Rio de Janeiro são 14 horas, que horas são em Porto Velho (RO)? (0,25) Rondônia está uma hora atrasada em relação ao Rio de Janeiro, 14 - 1 = 13 horas em Porto Velho. 10) Calcule a distância real entre duas cidades, cuja distância em linha reta é de aproximadamente 9 cm, em um mapa construído na escala de 1:1 000 000. (0,25) D = d/E, onde: D = distância real; d = distância no mapa; E = Escala (1/1.000.000). D = 9 cm/(1/1.000.000) onde, D = 9 cmx1.000.000 cm = 9.000.000 cm, portanto, D = 90 km. 11) Identifique e caracterize o sistema de projeção representado na figura a seguir, apontando vantagens e desvantagens de sua utilização. (0,5) 7
  • 8. Nome: n.º. série: data: / / Trata- Trata-se da projeção cilíndrica de Mercator caracterizada por dar forma aos continentes, distorcendo- porém distorcendo-se suas áreas, que ficam desproporcionais. São vantajosas para elaboração de mapas de pequena escala com grande área de cobertura. Tem desvantagens em projeções de áreas polares ou para a medição de distâncias. em 12) Observe os mapas a seguir. INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. "Atlas geográfico escolar". Rio de Janeiro: IBGE, 2002. p. 99. [Adaptado]. De acordo com a leitura e a interpretação dos mapas (1, 2 e 3), apresente e justifique o elemento de representação cartográfica que permite: a) visualizar a divisão político-administrativa de parte dos municípios do estado de São Paulo, no mapa 3; (0,25) Possibilidades de respostas: Resposta 1: A escala. O tamanho da escala, por configurar-se como uma escala maior configurar- que as demais, possibilita representar mais detalhes, portanto, mais informações. Resposta 2: A escala, que, do país para o município, foi ampliada. b) localizar a área representada no mapa 1, no Hemisfério Ocidental do globo. (0,25) localiza Hemisfério O Brasil localiza-se a Oeste de Greenwich, portanto no Hemisfério Ocidental. 13) O sistema de projeção do mapa a seguir foi criado por Mercator em 1569 com o objetivo de facilitar as navegações marítimas. Observe o mapa e faça o que se pede: 8
  • 9. Nome: n.º. série: data: / / Adaptado de Igor Moreira, "O Espaço Geográfico: Geografia Geral e do Brasil", São Paulo: Editora Ática, 2002, p. 446. a) Segundo a projeção de Mercator, em quais porções da Terra representadas no mapa não ocorre distorção e onde a distorção é mais acentuada? (0,25) Na projeção de Mercator, as menores distorções ocorrem próximas ao Equador, e as ocorrem maiores distorções, nas áreas próximas do polo. polo. b) A projeção de Mercator é um exemplo do grande desenvolvimento da cartografia no século XVI. A que contexto histórico e econômico está associado esse desenvolvimento da cartografia? (0,25) Ao desenvolvimento das navegações, quando das descobertas de novas áreas, ao surgimento de colônias e à crescente circulação de mercadorias que demandavam mapas melhores e mais precisos, e exigiram novas técnicas de orientação, mais os precisas, por isso os mapas e cartas teriam de ser mais corretos e detalhados. c) O mapa indica três possibilidades de rotas marítimas entre as cidades de Montevidéu (Uruguai) e Cidade do Cabo (África do Sul). Identifique qual das três rotas é a menor. Justifique sua resposta. (0,25) Trata- Trata-se da rota C. A projeção de Mercator é cilíndrica, e o globo projetado no cilindro tende a distorcer as áreas polares e a esconder o fato de que a Terra foi aberta em no leste- "gomos" esticados no sentido leste-oeste. Na rota C, num globo verdadeiro, com o "gomo" diminuído ("encolhido"), a distância é a menor. 14) Suponhamos que você tenha sido convidado para trabalhar num projeto municipal de arborização em uma cidade do porte de Campinas/SP. Num primeiro momento, você terá de examinar a situação do município como um todo. Num segundo momento, você escolherá determinadas áreas piloto para a implantação do novo projeto. Esses dois momentos envolvem níveis de análise diferentes. A partir desta constatação e considerando que você terá os mapas e as plantas cadastrais a sua disposição nas escalas: 9
  • 10. Nome: n.º. série: data: / / 1 : 1 000 000, 1 : 50 000, 1 : 25 000, 1 : 10 000 e 1 : 5 000, a) escolha a escala apropriada para analisar cada um destes dois momentos; (0,5) 1:50. Situação do município: escala 1:50.000 (menor, com maior área mapeada). Áreas- Áreas-piloto: escala 1:5.000 (menor, mais detalhada). 1:5. (menor, b) justifique sua escolha para cada um dos casos. (0,5) Escalas são relações de proporção entre o mapa-numerador e o terreno-denominador. mapa- terreno- 1:1.000. Nesse caso, 1:1.000.000 é um mapa muito pequeno onde Campinas seria pouco maior 1:5. que um ponto (menor escala) e 1:5.000 é a carta de maior escala (mais detalhada) pois menor tem o menor denominador. 15) O desenho esquemático a seguir apresenta o contorno de uma ilha e a representação de seu relevo em curvas de nível. A ilha apresenta duas elevações que a população local denominou, corretamente, de Morro do Ocidente e Morro do Oriente. a) Qual morro apresenta a encosta mais íngreme? (0,5) O morro é o do Oriente. A encosta mais íngreme está representada pelo menor espaçamento entre as curvas de nível na posição sudeste do morro, indicando maior gradiente. b) Qual o litoral mais escarpado? (0,5) O litoral mais escarpado está representado pelo prolongamento da curva de nível de 50 metros até o mar, na porção sul do morro do Ocidente. c) Indique as elevações por seus nomes e justifique suas respostas. (0,5) No próprio mapa, usando os pontos cardeais. 10