Ambiguidade

5.701 visualizações

Publicada em

Exemplos de frases ambíguas que podem comprometer o entendimento do texto.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Ambiguidade

  1. 1. Professora Lourdes Ramos
  2. 2. O QUE É AMBIGUIDADE?   Ambiguidade é uma múltipla possibilidade de interpretação de uma frase ou texto, ou seja, uma mesma frase pode ter dois ou mais sentidos. Para obter coesão e coerência é preciso, portanto, evitar essa ambiguidade, causada por pontuação imprópria, por problemas de construção textual e por emprego de palavras com mais de um sentido, que podem gerar, de forma não intencional, mais de uma possibilidade de interpretação.
  3. 3. EXEMPLOS DE AMBIGUIDADE:
  4. 4. EXEMPLOS DE AMBIGUIDADE: O computador tornou-se um aliado do homem, mas esse nem sempre realiza todas as suas tarefas. O computador, apesar de ser um aliado do homem, não consegue realizar todas as tarefas humanas.
  5. 5. EXEMPLOS DE AMBIGUIDADE:
  6. 6. Alguns casos frequentes de ambiguidade, que podem ser problemáticos, e os sentidos possíveis de cada frase:
  7. 7. 1.Problemas com o uso de pronomes possessivos • Raquel preparou a pesquisa com Sílvio e fez sua apresentação. (Raquel fez a sua apresentação ou a de Sílvio?) • • • Raquel e Sílvio prepararam a pesquisa, e ambos fizeram a apresentação. Raquel e Sílvio prepararam a apresentação dele. pesquisa, e ele fez a Raquel e Sílvio prepararam apresentação dela. pesquisa, e ela fez a a
  8. 8. 2. Problemas com o uso de pronomes relativos Visitamos o teatro e o museu cuja qualidade artística é inegável. (É o teatro ou o museu que possui qualidade artística?) • Visitamos o teatro e o museu, os quais têm qualidade artística. • Visitamos o teatro e o museu, e aquele tem qualidade artística. • Visitamos o teatro e o museu, e este tem qualidade artística.
  9. 9. 5. Uso indistinto entre o pronome relativo e a conjunção integrante O motorista falou com o passageiro que era gaúcho. (O motorista era gaúcho ou o passageiro?) • O motorista disse que era gaúcho ao passageiro. • O motorista conversou com o passageiro gaúcho.
  10. 10. 6. Problemas com o uso de formas nominais O pai viu o filho chegando em casa bem tarde. (Quem chegou em casa bem tarde: o pai ou o filho?) • O pai viu o filho que chegava em casa bem tarde. • O pai, ao chegar em casa bem tarde, viu o filho.
  11. 11. AMBIGUIDADE É MESMO UM PROBLEMA NA INTERPRETAÇÃO? Um belo exemplo de texto cuja confusão nas construções sintáticas e no vocabulário provoca um certo efeito de humor.
  12. 12. Em certa ocasião, uma família britânica foi passar as férias na Alemanha. No decorrer de certo passeio, os membros da referida família encontraram uma pequena casa de campo que lhes pareceu ótima para passarem as férias de verão. Conversaram com o proprietário, um pastor protestante, e pediram que lhes mostrasse a casa. A residência agradou aos visitantes ingleses que combinaram de ficar com ela para o verão próximo. Regressando à Inglaterra, discutiram muito sobre a planta da casa, quando, de repente, a senhora lembrou-se de não ter visto o WC. Confirmando o senso prático dos ingleses, escreveram para o pastor para obter tal pormenor. A carta foi assim redigida:
  13. 13. “Gentil pastor, sou membro da família que há pouco tempo o visitou, com a finalidade de alugar a sua casa no próximo verão, mas como nos esquecemos de um detalhe muito importante, agradeceríamos se nos informasse onde se encontra o WC.” O pastor alemão, não compreendendo o sentido da abreviatura WC e julgando tratar-se da capela da seita inglesa White Chapel, assim responde: “Gentil senhora, recebi a sua carta e tenho o prazer de lhe comunicar que o local a que se refere fica a 12 km da casa. Isto é muito cômodo, sobretudo se tem o hábito de ir freqüentemente. Neste caso é preferível levar comida para ficar lá o dia todo.
  14. 14. Alguns vão a pé, outros de bicicleta. Há lugar para 400 pessoas sentadas e 100 em pé. O ar condicionado é para evitar inconvenientes comuns nas aglomerações. Os assentos são de veludo e recomenda-se chegar cedo para arrumar lugar sentado. As crianças permanecem ao lado dos adultos e todos cantam em coro. À entrada, é fornecida uma folha de papel a cada pessoa, mas se chegar depois da distribuição pode usar a folha do vizinho ao lado. Tal folha é restituída à saída para ser usada durante o mês. Existem amplificadores de som e tudo o que se recolhe é para as crianças pobres da região. Fotógrafos especiais tiram flagrantes para os jornais da cidade, de modo que todos possam ver seus semelhantes no cumprimento de um dever tão honrado!”
  15. 15. Fim!!

×