Capacitação de professores aprendendo que se ensina

1.027 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.027
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Capacitação de professores aprendendo que se ensina

  1. 1. By Pr. Marcio Pereira
  2. 2. “Convém, pois, que o bispo sejairrepreensível, marido de umamulher, vigilante, sóbrio,honesto, hospitaleiro, apto paraensinar;” 1 Tm 3:2
  3. 3. “De modo que, tendo diferentesdons, segundo a graça que nos édada, se é profecia, seja elasegundo a medida da fé;Se é ministério, seja emministrar; se é ensinar, hajadedicação ao ensino;”Romanos 12:6-7
  4. 4. Para Refletir:“Um poeta nasce poeta,um orador se faz”“O que um homem faz,outro pode fazer”Agostinho
  5. 5. By Pr. Marcio Pereira
  6. 6. COMO NÓS APRENDEMOS?11%OUVINDO
  7. 7. 30 % L E N D O
  8. 8. 83% V E N D O
  9. 9. QUANTO CONSEGUIMOS LEMBRAR?A NOSSA MEMÓRIA NOS PERMITELEMBRAR DE...20%do queouvimos
  10. 10. QUANTO CONSEGUIMOS LEMBRAR?50%do que Ouvimos e Vimos
  11. 11. QUANTO CONSEGUIMOS LEMBRAR?85%do que Ouvimos, Vimos eParticipamos
  12. 12. QUAL O IMPACTO DAQUILO QUE EU FALO?O IMPACTO DA MINHA MENSAGEM NA VIDA DOOUVINTE É MEDIDA DA SEGUINTE FORMA:8%Conteúdo
  13. 13. QUAL O IMPACTO DAQUILO QUE EU FALO?37%Tom devoz
  14. 14. QUAL O IMPACTO DAQUILO QUE EU FALO?55%Gestos e Expressões Faciais.
  15. 15. Não conector número 1: Esse político falou de forma totalmentemonótoma. Falou sem parar, sua voz eratotalmente desprovida de paixão ouconvicção. Ele falou quase como se nãoestivéssemos lá. E não tínhamos muitacerteza se ele também estava lá!
  16. 16. Não conector número 2: Outro político, esse orador foi bastanteagradável. Ele transmitiu um clima do tipovovozão. Ele falou por cinquentaminutos, mas não disse absolutamentenada.
  17. 17. Não conector número 3: Uma jornalista de Washington, ela falouolhando a platéia como inferior. Estava claroque ela se sentia superior. Sei que ela fezcom que me sentisse inferior. Tudo que eladisse transmitiu uma mensagem clara:“sei algo que você não sabe.”
  18. 18. Não conector número 4: Esse orador é autor de um livro de negóciose, para ser honesto, estava ansioso para ouví-lo falar. No entanto, fiquei surpreso edesapontado com seu comportamentozangado. Sua linguagem facial, corporale verbal mostravam uma atitudenegativa. Não gostaria de passar cincominutos com ele sozinho. E ele nãoofereceu aplicações práticas durante suapalestra.
  19. 19. NÃO CONECTORES1. Fala mansa e sem energia;2. Me transmite um clima de vovozão, masnão fala nada com nada;3. Transmite muito conhecimento de formaclara, mas me deixa a impressão de “Seialgo que você não sabe”;4. Experiente, mas transmite uma linguagemfacial, corporal e verbal zangada.
  20. 20. Conteúdo8%Tom de Voz37%Gestos eExpressões55%QUAL O IMPACTO DAQUILO QUE EU FALO?
  21. 21. ATENÇÃO!A CADA 7 MINUTOSVOCÊ PRECISA FAZER ALGONOVO PARA ATRAIR AATENÇÃO DOS SEUSOUVINTES!Um dos melhores auxílios para desenvolver aoratória é a leitura. Portanto, você jamais seráum bom orador se não for um bom leitor.
  22. 22.  A maior parte das pessoas que preferem Sensorial “Gosto de saber os números, fatos.” Ênfase no pragmático. Prefere fatos, detalhes, números, estatísticas einformações específicas. Orientado para apresentar realidades. Da valor ao realismo. Observa e lembra-se de coisas específicas. Realiza conclusões caminhando cuidadosa eextensivamente pelas informações. Confia em experiência.Como você prefere receber a informação?
  23. 23. Como você prefere receber a informação? A maior parte das pessoas que preferem Intuitivo “Gosta de imaginar as possibilidades.” Ênfase no teórico. Prefere conceitos gerais e planos de alto nível. Orientado para possibilidades futuras. Dar valor a imaginação. Vê tendências e movimentos em dadosespecíficos. Move rapidamente para conclusões, seguepalpites. Confia na inspiração.
  24. 24.  A maior parte das pessoas quepreferem Sensitivo “Gosto de saber osnúmeros, fatos.” Ênfase no pragmático. Preferefatos, detalhes, números, estatísticas e informações específicas. Orientado para apresentarrealidades. Da valor ao realismo. Observa e lembra-se de coisasespecíficas. Realiza conclusões caminhandocuidadosa e extensivamentepelas informações. Confia em experiência. A maior parte das pessoas quepreferem Intuitivo “Gosta de imaginar aspossibilidades.” Ênfase no teórico. Prefere conceitos gerais eplanos de alto nível. Orientado parapossibilidades futuras. Dar valor a imaginação. Vê tendências e movimentosem dados específicos. Move rapidamente paraconclusões, segue palpites. Confia na inspiração.Como você prefere receber a informação?
  25. 25. Qual é sua preferência S – N? S – Sensorial N – INtuitivo Por que escolheu estemodelo de carro? Estamarca? Que tipos de informaçõesvoce usou para selecioná-lo?
  26. 26. DICAS:POSTURA DO PROFESSOR• "Encare cada aula como a única,e sempre a primeira"
  27. 27. DICAS:PREPARAÇÃO DAS AULAS• Além da transmissão doconteúdo, o professor deve estaratento à sequência de suaaula, ou seja, ela deve tercomeço, meio e fim.
  28. 28. DICAS:TRANSMISSÃO DO CONTEÚDO• Conte estórias e histórias... Relateexperiências, encante, desperte ointeresse e a curiosidade de seusalunos.
  29. 29. By Pr. Marcio Pereira

×