Aula de 14. modulo I. a célula de evangelismo e sua estrutura. parte II

429 visualizações

Publicada em

CÉLULA DE CAPACITAÇÃO

CURSO:

MODULO I - LÍDER DE CÉLULA DE EVANGELISMO.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
429
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de 14. modulo I. a célula de evangelismo e sua estrutura. parte II

  1. 1. FATOR CELULAR 1.Célula de capacitação CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  2. 2. O quê é Célula de Capacitação? CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  3. 3. Essa célula é semanal nos horários das 15h00 e as 20h00 Duração 1h30 O quê é célula de capacitação? É reunião semanal de todos os discípulos (as) para serem ensinados na igreja (templo). CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  4. 4. A CÉLULA DE CONSOLIDAÇÃO E LIDERANÇA Trás ensinamento, porém também trata de assuntos sobre projetos, metas e o que vamos realizar na igreja. A CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Trata apenas do ensino da palavra e está dividida em temas para facilitar a compreensão . CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  5. 5. A IMPORTÂNCIA DA CAPACITAÇÃO CAPACITAÇÃO SIGNIFICA TORNAR-SE APITO PARA REALIZAÇÃO DE ALGO ATRAVÉS DO ENSINO E PRÁTICA. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  6. 6. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Aula anterior: A Célula de Evangelismo e sua estrutura. Parte I
  7. 7. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Lemos a Palavra em Atos dos Apóstolos 2.42,46,47; 5.42 A Célula de Evangelismo é a reunião semanal dos irmãos e irmãs em uma casa com o propósito de alcançar vidas, crescer na fé e se ajudar mutuamente. O número de participantes desta Célula é reduzido em comparação a que ocorre no templo (Célula Macro) e devido a sua estrutura é possível haver proximidade e relacionamentos mais íntimos tornando a tarefa de evangelização, discipulado e apascentamento eficaz. OBJETIVO; Estrutura; O Horário; Conhecendo a Oração na Célula de Evangelismo; Conhecendo o Quebra-Gelo; Considerações sobre o Quebra-Gelo; Conclusão
  8. 8. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO CONCLUÍMOS QUE: A estrutura da Célula de Evangelismo é extremamente necessária e seu formato fundamental para atingir seus propósitos. A parte I da aula anterior que abordou o horário, a oração e o quebra-gelo que são elementos da estrutura da Célula de Evangelismo demonstram o dever de sua realização na perspectiva correta, pois proporciona a todos os participantes interação e conforto.
  9. 9. Todos os dias, unidos, se reuniam no pátio do Templo. E nas suas casas partiam o pão e participavam das refeições com alegria e humildade. Louvavam a Deus por tudo e eram estimados por todos. E cada dia o Senhor juntava ao grupo as pessoas que iam sendo salvas. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Atos dos Apóstolos 2.46,47 Atos dos Apóstolos 2.42 E todos continuavam firmes, seguindo os ensinamentos dos apóstolos, vivendo em amor cristão, partindo o pão juntos e fazendo orações. Atos dos Apóstolos 5.42 E, todos os dias, no pátio do Templo e de casa em casa, eles continuavam a ensinar e a anunciar a boa notícia a respeito de Jesus, o Messias.
  10. 10. TEMA DA AULA CÉLULA DE CAPACITAÇÃO A Célula de Evangelismo e sua estrutura. Parte II
  11. 11. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO A CÉLULA DE EVANGELISMO Já aprendemos que a Célula de Evangelismo é a reunião semanal dos irmãos e irmãs em uma casa com o propósito de alcançar vidas, crescer na fé e se ajudar mutuamente. Sua estrutura permite interação, proximidade e relacionamentos mais íntimos dando as tarefas de evangelização, discipulado e apascentamento condições de serem realizadas com eficiência atingindo o objetivo final que é a multiplicação.
  12. 12. TEXTO REFLEXIVO CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Na parte I falamos sobre Horário, Orações e o Quebra-gelo que dentro da estrutura de um Célula de Evangelismo se demonstram importantíssimos, porém nesta aula abordaremos que o Louvor é um elemento essencial para ampliar o conceito sobre Estrutura e fortalecer o entendimento para se alcançar a eficiência necessária na liderança da Célula de Evangelismo.
  13. 13. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Objetivo: A aula de hoje continuaremos abordagem da estrutura da Célula de Evangelismo tratando de sua realização e forma.
  14. 14. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO ESTRUTURA 1. Horário; 2. Orações; Abordados na aula 3. Quebra-gelo; anterior 4. Louvor/adoração; Abordaremos na aula hoje 5. Edificação pela Palavra; Abordaremos 6. Compartilhar a Palavra; na próxima aula 7. Vinculo participativo; Abordaremos 8. Confraternização. Daqui a duas aulas
  15. 15. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO O Louvor O louvor é um dos quesitos que não pode faltar em uma Célula de Evangelismo, pois abre as portas para o poderoso agir de Deus, pois Ele não somente habita entre os louvores, mas trabalha a favor de todos na Célula e o líder é figura fundamental para que esse agir se desenvolva, porque a liderança é responsável para mostrar o caminho da adoração aos membros sendo um exemplo de incentivo, espontaneidade, o primeiro a levantar as mãos, cantar, adorar (não esqueça que o líder discipula com sua maneira de ser e viver).
  16. 16. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO A influência do louvor na Célula de Evangelismo O louvor é uma ferramenta que não deve ser usada em separado dos demais elementos que dão forma a Célula de Evangelismo. É recomendável que para realização de cada reunião seja aplicado a oração intercessória a favor dela, ou seja, a liderança em membros devem ter o hábito de orar pela Célula. A escolha dos louvores é um quesito fundamental para o fluir e por isso, recomendamos que cada líder dedique tempo buscando em Deus o direcionamento do louvor (nunca esqueça que o Senhor Espírito Santo é o guia da Igreja).
  17. 17. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Objetivos do Louvor na Célula de Evangelismo 1. Adoração; 2. Ensinar os novos convertidos e visitantes a adorar a Deus; 3. Abrir as portas do mover sobrenatural do Espírito Santo entre todos os participantes da Célula; 4. O louvor prepara os corações para receberem a Palavra de Edificação; 5. Temos aprendido que o objetivo da Célula de Evangelismo é multiplicar, por isso, toda Célula deve ter um padrão que seja facilmente realizado na nova Célula que será aberta e pensando neste objetivo aconselhamos aos lideres de Célula evitarem usar instrumentação nas reuniões (violão, teclado etc) porque talvez a nova Célula não terá quem toque e em um aspecto negativo passar a ideia que é impossível fazer uma reunião de Célula por não haver um músico; 6. O líder da Célula ou a pessoa escalada neste momento deve procurar dirigir o louvor e não simplesmente menciona-lo sendo o ponto de referencia (exemplo) na adoração; 7. Cabe ao líder da Célula fazer uma seleção de louvores ou delegar esta responsabilidade estando a par dos louvores que são escolhidos; 8. É bom delegar a responsabilidade de escolha e direcionamento dos louvores em cada reunião para treinamento; 9. É bom fornecer aos participantes cópias dos louvores que serão entoados para a participação de todos;
  18. 18. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO 10. Todos estarem sentados próximos é algo que também é bom ser observado, pois em um ambiente grande a distancia inibe o calor humano; 11. Lembre-se que o exemplo sempre é o melhor caminho, por isso, tente evitar constranger as pessoas apontando que elas não estão cantando ou coisa desse tipo; 12. Devemos estimular expressões físicas como palmas, danças, assobios, prostrar-se, levantar de mãos, choro e etc; 13. Cada reunião terá uma direção nos cânticos, pois a presença de visitantes ou apenas dos membros requerem o discernimento da liderança; 14. É bom evitar sermões no meio do cânticos, pois já temos um momento para a palavra; 15. O louvor é um instrumento maravilhoso, mas não deve extrapolar o período máximo de 15 minutos, pois há outras partes a serem realizadas (o equilíbrio com o tempo é extremamente necessário); 16. Deve se ter em mente que um período prolongado de Louvor diminui os demais elementos da estrutura da Célula. Objetivos do Louvor na Célula de Evangelismo
  19. 19. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Cuidados no momento do Louvor 1. O líder não deve deixar de utilizar os louvores; 2. A liderança deve estar atenta a possíveis distrações causadas por elementos alheios a reunião e deve procurar corrigi-las; 3. Talvez a liderança nova gere uma certa insegurança nos membros da Célula por não estarem acostumados, mas isso não deve desanimar o novo líder de Célula porque todos se acostumarão; 4. Partindo da liderança a dependência deve ser total a Deus; 5. Se a maioria dos membros teve um dia cansativo de trabalho e o líder notar o cansaço pode optar em entoar os louvores com todos sentados para melhor fluir o louvor; 6. É bom acrescentar novos cânticos ao rol já escolhido para não tornar costumeiros e cansativos os já conhecidos.
  20. 20. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO CONCLUSÃO A estrutura da Célula de Evangelismo é extremamente necessária e seu formato fundamental para atingir seus propósitos. A parte II da aula de hoje abordou o Louvor que é um dos elementos da estrutura e que também demonstra importância, pois sua realização na perspectiva correta proporciona a todos os participantes um ambiente agradável para receber tudo o que Deus quer realizar na reunião.
  21. 21. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Atividade interativa na sala de aula Em grupo de até 04 (quatro) pessoas: Juntos reflitam e respondam: Qual é o papel do louvor na estrutura da Célula de Evangelismo e qual sua necessidade?
  22. 22. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO NÃO SE ESQUEÇAM QUE VOCÊS TEM OS SEGUINTES TRABALHOS INTERDISCIPLINARES: 1.LER O CAPITULO 03 DE 1 TIMOTEO e FAZER RESUMO DIZENDO O QUE ENTENDEU. 2.LER O CAPITULO 18 DE ÊXODO DO VERSÍCULO 1 AO 17 (ÊX. 18.1-17) e FAZER RESUMO e ESCREVER EM SEGUIDA O QUE ENTENDEU. 3.FAZER RESUMO DAS AULAS DE 05 À 08 e AO FINAL ESCREVER O QUE ENTENDEU. 4.FAZER UMA REDAÇÃO SOBRE “A IMPORTÂNCIA DO DISCIPULADO E COMO DISCIPULAR BENEFICIA O CRESCIMENTO E FORTALECIMENTO DA IGREJA DE CRISTO.” 5.FAZER UMA REDAÇÃO SOBRE “A CÉLULA DE EVANGELISMO E A IMPORTÂNCIA DA MULTIPLICAÇÃO PARA CONCRETIZAÇÃO DO PROPÓSITO DO REINO.” OBS: “ESSES TRABALHOS EQUIVALEM A 5 (CINCO) HORAS CADA, SOMANDO 25 HORAS”

×