Aula de 11. modulo I. o perfil do anfitrião e a cobertura espiritual exercida pela supervisão

177 visualizações

Publicada em

CÉLULA DE CAPACITAÇÃO

CURSO:

MODULO I - LÍDER DE CÉLULA DE EVANGELISMO.

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
177
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula de 11. modulo I. o perfil do anfitrião e a cobertura espiritual exercida pela supervisão

  1. 1. FATOR CELULAR 1.Célula de capacitação CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  2. 2. O quê é Célula de Capacitação? CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  3. 3. Essa célula é semanal nos horários das 15h00 e as 20h00 Duração 1h30 O quê é célula de capacitação? É reunião semanal de todos os discípulos (as) para serem ensinados na igreja (templo). CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  4. 4. A CÉLULA DE CONSOLIDAÇÃO E LIDERANÇA Trás ensinamento, porém também trata de assuntos sobre projetos, metas e o que vamos realizar na igreja. A CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Trata apenas do ensino da palavra e está dividida em temas para facilitar a compreensão . CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  5. 5. A IMPORTÂNCIA DA CAPACITAÇÃO CAPACITAÇÃO SIGNIFICA TORNAR-SE APITO PARA REALIZAÇÃO DE ALGO ATRAVÉS DO ENSINO E PRÁTICA. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO
  6. 6. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Aula anterior: A ARTE DE DISCIPULAR E DESENVOLVER DISCIPULADORES NA CÉLULA DE EVANGELISMO
  7. 7. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Lemos a Palavra em São Mateus 28.18 e 2 Timóteo 2.2 A arte de discipular é envolta ao amor e ao chamado divino, pois discipular é compartilhar o conhecimento que foi compartilhado, ou seja, não existe ninguém que é cristão que aprendeu sobre sua fé sozinho e que não foi instruído por alguém, e este fato é a chave que impulsiona esta atitude de discipular, porque se fui abençoado sendo ensinado é meu dever também abençoar ensinando a verdade do Evangelho. O que talvez muitos ignoram é que quando se compartilha a fé através do discipulado o discipulador relembra o que lhe foi ensinado e isso produz também amadurecimento e ampliação do entendimento cristão que lhe beneficia e também ao discípulo. OBJETIVO; A CULTURA DO DISCIPULADO; MULTIPLICANDO DISCIPULADORES; AS RESPONSABILIDADES DISCIPULADOR;
  8. 8. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO CONCLUÍMOS QUE: A formação de discipuladores na Célula de Evangelismo é responsabilidade do líder. Aquele (a) que foi ensinado deve ter em mente que também deverá ensinar, ou seja, quem foi discipulado também discipulará!. A prática é uma eficiente ferramenta quando unida a dedicação, estudo e submissão.
  9. 9. Hospedem uns aos outros, sem reclamar. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO 1 Pedro 4.09 Romanos 16.03-05 Mando saudações a Priscila e ao seu marido Áquila, meus companheiros no serviço de Cristo Jesus. Eles arriscaram a sua vida por mim. Sou muito agradecido a eles; e não somente eu, mas também todas as igrejas dos que não são judeus. Saudações também à igreja que se reúne na casa deles. Obedeçam às autoridades, todos vocês. Romanos 13.01 Hebreus 13.17 Obedeçam aos seus líderes e sigam as suas ordens, pois eles cuidam sempre das necessidades espirituais de vocês porque sabem que vão prestar contas disso a Deus.
  10. 10. TEMA DA AULA CÉLULA DE CAPACITAÇÃO O perfil do anfitrião e a Cobertura espiritual exercida pela Supervisão
  11. 11. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Anfitrião e Supervisão O anfitrião exerce um papel importantíssimo no que se refere a realização e prosseguimento da Célula de Evangelismo, pois é a autoridade constituída por Deus que possui o território (casa) que irá ser usado para a Edificação dos membros da Célula e a Salvação de Almas. A supervisão é a liderança imediata acima do líder de Célula de Evangelismo que exerce o papel de discipulador e apascentador do líder e também lhe auxilia em todas as questões que envolvem sua liderança.
  12. 12. TEXTO REFLEXIVO CÉLULA DE CAPACITAÇÃO O anfitrião deve entender que está sendo privilegiado com honra de ceder o local para realização da Célula de Evangelismo e então deve propiciar um ambiente adequado que possua atenção, cuidado, gentileza e hospitalidade devendo ser autor e mantenedor deste ambiente e conhecedor que será recompensado pelo Senhor Deus. A supervisão é sem dúvida o braço forte que apoia a realização e continuidade da Célula de Evangelismo, pois trabalha diretamente como a retaguarda que ampara, encaminha, intercede e orienta o líder da Célula.
  13. 13. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Objetivo: A aula de hoje aborda dois personagens de suma importância na existência da Célula de Evangelismo: “Anfitrião e Supervisão”. Sem a presença destas duas pessoas não há como realizar a Célula e por isso iremos refletir sobre seus requisitos e responsabilidades.
  14. 14. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO O anfitrião O anfitrião é aquele que possui a autoridade sobre a região geográfica (casa ou outro local) que será realizada a Célula de Evangelismo e recebe a incumbência de produzir o ambiente físico propício para realização da Célula sendo uma pessoa comprometida, amável, hospitaleira, observadora, agradável, prestativa, com senso organizacional e acima de tudo voltada para o propósito do Reino que a Célula representa.
  15. 15. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Responsabilidades do Anfitrião a. “PRESENÇA”: Sua presença é essencial, pois como será realizada uma Célula na casa do Anfitrião com sua ausência? Eventualidades devem ser antecipadas para soluções e remanejamentos; b. “VIDA DE COMUNHÃO”: A realização da Célula de Evangelismo requer uma vida de comunhão com o Senhor e participação nos propósitos de oração estabelecidos pela liderança; c. “RECEPÇÃO”: Uma boa recepção faz a diferença e o Anfitrião deve receber bem os membros e visitantes da Célula expressando satisfação, alegria, cordialidade e sem formalidades que possam atrapalhar o fluir da Célula; d. “AMBIENTE”: A casa é território/posse do Anfitrião que esta sendo usada para os propósitos do Reino e deve ser preparada de forma a receber a reunião da Célula de Evangelismo e por isso, deve se desligar televisão e outros aparelhos para organizar assentos e estar em oração; e. “COLABORAÇÃO”: O Anfitrião deve participar ativamente da Célula de Evangelismo e incentivar o surgimento de outros anfitriões mostrando a honra e o privilégio de ceder a casa para os propósitos do Reino de Deus; f. “CRITERIOSO”: O Anfitrião também deve observar tudo o que ocorre na Célula de Evangelismo e informar o Líder sobre possíveis abusos ou prejuízos que os membros da Célula causarem. g. “SUBMISSÃO”: O Anfitrião deve entender que esta submisso ao líder da Célula de Evangelismo e que deve prestar relatório pessoal e de suas responsabilidades com Célula;
  16. 16. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO A supervisão A supervisão possui papel orientador e colaborativo, pois dá suporte ao Líder da Célula de Evangelismo prestando auxilio em dificuldade e exercendo apoio intercessório, bem como recebendo a prestação de contas, corrigindo erros e ensinando. Gerar supervisores e estabelecer todo aparato para que os lideres de Célula estejam em comunhão com o Ministério.
  17. 17. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO 1.Estar aliançado com a visão de trabalho do Ministério e com sua liderança; 2.Ter uma vida de Comunhão com o Senhor; 3.Ter uma vida frutífera quando liderando Célula de Evangelismo, ou seja, haver multiplicado várias vezes as Células que liderou; Pré-requesitos:
  18. 18. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Visão Pormenorizada: 1.Reunir-se semanalmente e individualmente com os líderes de Célula de Evangelismo para exercer orientação, discipulado, supervisão e apascentamento; 2.Participar das reuniões Ministeriais e incentivar seus liderados a também participar ; 3.Prestar Contas de sua supervisão entregando os relatórios mensais; 4.O(A) supervisor(a) também é discípulo(a) e deve participar das reuniões de discipulado com sua liderança; 5.Gerar novos supervisores; 6.Supervisionar a Célula de Evangelismo e verificar se está sendo realizada a Ceia do Senhor e as ofertas; 7.Verificar se esta sendo realizado o programa de discipulado; 8.Acompanhar o crescimento das Células de Evangelismo, bem com a frequência dos membros; 9.Verificar se cada Célula de Evangelismo já possui líder em treinamento; 10.Manter atualizada a listagem das Células de Evangelismo sobre sua responsabilidade; 11.Verificar se todos os eventos (fixos e eventuais) estão sendo realizados; 12.Colaborar para que os lideres incentivem a participação dos membros de Célula na Célula Macro e na Célula de intercessão e da liderança (discipuladores, lideres em treinamento e os líderes da Célula de Evangelismo) também na Célula de Consolidação e liderança; 13.Supervisionar a assistência aos carentes; Reponsabilidades da supervisão:
  19. 19. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO CONCLUSÃO O Anfitrião e a Supervisão são elementos essenciais para que a Célula de Evangelismo aconteça e quando cada um exerce seu papel sob a direção divina as Células conquistarão seus propósitos tornando-se uma extensão dos Céus aqui na terra.
  20. 20. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO Atividade interativa na sala de aula Em grupo de até 04 (quatro) pessoas: Juntos reflitam e respondam: Qual é a importância do Anfitrião? O que acontece com uma Célula de Evangelismo que não tem uma boa recepção? Na opinião de vocês o que pode acontecer com uma Célula de Evangelismo que não tem supervisão? Porque há necessidade de supervisão?
  21. 21. CÉLULA DE CAPACITAÇÃO NÃO SE ESQUEÇAM QUE VOCÊS TEM OS SEGUINTES TRABALHOS INTERDISCIPLINARES: 1.LER O CAPITULO 03 DE 1 TIMOTEO e FAZER RESUMO DIZENDO O QUE ENTENDEU. 2.LER O CAPITULO 18 DE ÊXODO DO VERSÍCULO 1 AO 17 (ÊX. 18.1-17) e FAZER RESUMO e ESCREVER EM SEGUIDA O QUE ENTENDEU. 3.FAZER RESUMO DAS AULAS DE 05 À 08 e AO FINAL ESCREVER O QUE ENTENDEU. 4.FAZER UMA REDAÇÃO SOBRE “A IMPORTÂNCIA DO DISCIPULADO E COMO DISCIPULAR BENEFICIA O CRESCIMENTO E FORTALECIMENTO DA IGREJA DE CRISTO.” OBS: “ESSES TRABALHOS EQUIVALEM A 5 (CINCO) HORAS CADA, SOMANDO 20 HORAS”

×