Ensino 4 preparação e condução da reunião de oração

79.769 visualizações

Publicada em

Publicada em: Espiritual
1 comentário
27 gostaram
Estatísticas
Notas
  • preciso de apostilas de formação de coordenadores, grato.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
79.769
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10.565
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.616
Comentários
1
Gostaram
27
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ensino 4 preparação e condução da reunião de oração

  1. 1. PREPARAÇÃO E CONDUÇÃO DA REUNIÃO DE ORAÇÃOEnsino 04Módulo 3 Grupo de OraçãoMarcelo Berninimarcelobernini.formador@ymail.com.br https://ministerioformacao.wordpress.com/
  2. 2. 1. INTRODUÇÃO Os responsáveis pela preparação e condução da reunião de oração são os membros do núcleo de serviço do Grupo de Oração ou, mais raramente, aqueles por estes designados. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  3. 3. 2. PREPARAÇÃO A preparação da reunião de oração é um dos itens de grande importância. Alguns líderes, sob pretexto de que confiam na ação do Espírito Santo, vão para a reunião sem nenhum tipo de elaboração, achando que “no final vai dar tudo certo”. A palavra de Deus tem um apelo muito forte a esse respeito: “Não negligencies que está em ti (...) Põe nisto toda a diligência e empenho, de tal modo que se torne manifesto a todos o teu aproveitamento” (1 Tm 4, 14-15). https://ministerioformacao.wordpress.com/
  4. 4. É necessário dedicar esforço e carinho na preparação da reunião, dando liberdade para que o Espírito Santo possa mudar tudo, adequando à vontade do Pai. Assim, a preparação do local, arrumação das cadeiras, colocação das mensagens evangelizadoras, tudo deve estar em ordem antes que cheguem os primeiros participantes. Porém, é comum observar em muitas reuniões de oração, que as pessoas estão chegando e a equipe de música ainda está afinando os instrumentos, escolhendo cantos ou instalando equipamentos. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  5. 5. Entre os aspectos  Intercessão – ajuda nopreliminares à reunião de discernimento do núcleo,oração, três coisas são através de palavras eparticularmente moções dadas por Deus.importantes: Porém, a equipe intercessora não deve interferir diretamente na preparação da reunião, tomando iniciativas ou dando ordens que supõe vir de Deus. Qualquer palavra, moção, profecia ou ciência deve ser encaminhada ao coordenador do grupo. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  6. 6.  Rhema - a reunião de oração é livre e inédita. Porém, o núcleo de serviço, em sua reunião, recebe de Deus uma moção em forma de rhema, como um princípio norteador da oração. O rhema auxilia na preparação e ambientação da reunião. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  7. 7.  Oração antecedenteABASTECIMENTO da Equipe – é conveniente que se encontrem meia hora antes da reunião de oração: o dirigente principal, a equipe auxiliar, o ministério de música, o responsável pelo ensino daquele dia e a equipe de acolhimento. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  8. 8. 3. CONDUÇÃO PRELIMINARESANIMAÇÃO ORAÇÃOSUCEDENTES https://ministerioformacao.wordpress.com/
  9. 9. 3.1. PRELIMINARES A reunião de oração, de certo modo, já se inicia quando os primeiros participantes chegam. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  10. 10. 3.2. ANIMAÇÃO É preciso evitar A animação inicial pode ser feita por um ministro de muita agitação e música ou pelo próprio buscar um dirigente da reunião. ambiente propício Em qualquer dos casos, à oração. deve-se evitar interrupções das músicas animadas para entrar nas músicas lentas. O movimento seria:1°. Músicas animadas;2°. Músicas moderadas;3°. Músicas lentas. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  11. 11. 3.3. A ORAÇÃO: O PAPEL DO DIRIGENTE O dirigente da reunião de oração é, por assim dizer, o responsável por introduzir as pessoas na presença de Deus. O dirigente deve estar atento às ações e reações da assembléia, o modo como cantam, rezam, aderem ou não às ordens emitidas. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  12. 12. SINAL DE ALERTA Quando a oração não estiver decorrendo satisfatoriamente, é preciso discernir o que está acontecendo e o que fazer para alterar a situação. No contexto da reunião de oração também é preciso evitar:A. Introduções longas;B. Ordens incompreensíveis;C. Fragmentação das moções. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  13. 13. 3.4. SUCEDENTES Após a oração, segue-se a pregação e, logo após esta, apêndices como: avisos, testemunhos, outros. É importante que a reunião, no seu final, seja sintetizada em sua mensagem ou ação principal. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  14. 14. Outrossim, o EspíritoSanto é soberano e oque Ele pode quererfazer numa reunião deoração talvez seja algonunca antes realizado,algo diferente do que jáconhecemos e, noentanto, se é obra sua,é tão importante quenão lhe devemos opornenhum obstáculo.
  15. 15. 4. CONCLUSÃO Para dirigir bem umaA reunião de oração é necessário, antes oração será mais de tudo, ter o carisma confirmado para esse proveitosa tanto ministério. quanto for bem preparada e dirigida, criando assim melhores condições para a ação do Espírito. https://ministerioformacao.wordpress.com/
  16. 16. VIMOS HOJE... Preparação e Condução da Reunião de Oração Preparação Condução  Preliminares  Animação  A oração: o papel do dirigente  Sucedentes https://ministerioformacao.wordpress.com/
  17. 17. DÚVIDAS https://ministerioformacao.wordpress.com/
  18. 18. VAMOS REZAR... https://ministerioformacao.wordpress.com/

×