SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
“Mergulhando na benção da oração”
Parte 03
Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje
Paulo Francisco dos Santos1
Tu és o meu Deus. Tem compaixão de mim, Senhor,
pois eu oro a ti o dia inteiro! Ó Senhor, alegra o coração
deste teu servo, pois os meus pensamentos sobem a ti!
Salmos 86.03,04
Orar conduz a vitória! Quem não quer abraçar o almejado momento de
triunfo? Todavia, para quem entende o que significa entrar na presença do
Altíssimo escolherá sempre o caminho da adoração... Não há como passar um
período razoável diante de Deus e não adora-lo... Isso mesmo! Não é possível
adentrar nos átrios da oração apenas para pedir e pedir e também pedir... Faz-
se necessário entender que apesar do Senhor da Glória querer ouvir as súplicas
de seus filhos, Ele não quer somente ouvir pedidos de uma espécie de
reprodutor sonoro com defeito que está emperrado em apenas uma pequena
sequencia repetitiva, mas Ele quer uma conversa viva e com sentido. Alguém já
teve a experiência de conversar com alguém que não sabe falar mais que uma
frase? Rezar é mais ou menos assim... Imagine-se conversando com uma pessoa
que repete constantemente a frase: “Bom dia! O sábado está lindo e estou
muito bem!” Você encontra com ela diz: “Bom dia, tudo bem?” Ela responde o
que já está escrito. Ai surge a pergunta: “E sua família como está?” Imagine a
mesma resposta... Você vai estranhar, pois não tem nexo a resposta que você
recebeu. Imagine ainda que você pergunte: “Aonde você está trabalhando?” E
surge a mesma frase. Neste momento há apenas uma conclusão: “O receptor
não sabe se comunicar!” Não devemos se colocar diante de Deus e ficar
lançando frases pré-montadas repetidamente, pois isto não caracteriza-se em
um diálogo com o Divino, mas numa busca unilateral que desagrada-o (lembre
das palavras de Jesus em Mateus 6.07,08). Cada momento de oração exige um
diálogo diferente, assim como cada conversa entre pessoas exige seu próprio
diálogo. O salmista tem o conhecimento e a comunhão que o impulsiona a ter
uma oração que podemos classificar como uma empolgante conversa entre um
adorador e seu Deus. Após as súplicas iniciais ele começa o versículo três
exaltando o Senhor afirmando que sua fidelidade e seu amor pertencem a Ele,
pois não existe outro em sua vida que seja reverenciado... Lembre-se que o
salmista afirma: “Tu és o meu Deus”. Ele afirma que a prática da oração é algo
que está intrínseco em sua vida, pois devido a sua situação está orando o dia
1
Pastor, escritor, poeta, Teólogo e advogado.
1
“Mergulhando na benção da oração”
Parte 03
inteiro. (retornando ao assunto explorado anteriormente: “Imagine alguém o
dia inteiro repetindo e repetindo a mesma coisa! Que horror! Por incrível que
pareça existem várias pessoas que fazem isso. Oremos por elas!) A adoração é
seguida de uma súplica linda, pois revela que Deus é a fonte da alegria do ser
humano e Ele é quem concede condições para que o coração se torne
radiante... Muitos buscam alegria nos prazeres transitórios, mas a bíblia nos
ensina que a alegria vem do Senhor e Ele a destina as pessoas e a súplica é um
dos caminhos para recebe-la. É impressionante a comunhão deste adorador que
escreveu o salmo 86, pois seus pensamentos estão fixos em Deus e extrapolam
as barreiras do tempo e espaço para se apresentarem diante do Altíssimo em
sua habitação celeste. Os pensamentos devem comunicar-se... Os nossos com
os de Deus (bíblia e oração)... Infelizmente há pessoas que estão convencidas
que são cristãs, mas não elevam seus pensamentos a Deus em nenhum
momento do dia e passam por vezes dias a fio sem sequer lembrarem dEle até a
chegada do culto que é semanal... Quando não se falta e torna-se quinzenal ou
numa conduta anual... O que dirá daqueles que só vão em eventos esporádicos
(morte, casamento etc)... Quem foi chamado para viver o Evangelho não
permite que seus pensamentos fiquem presos neste mundo que se distancia
dos propósitos divinos, mas os condiciona pela Palavra Viva a viver o que Jesus o
Emanuel2
veio realizar – Restaurar, reconciliar e ampliar o que fora perdido no
Éden: “Comunhão e a bênção de mergulhar na oração!”
SP, dezembro de 2015.
2
Mateus 1.23
2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Sentindo a tensão da infidelidade
Sentindo a tensão da infidelidadeSentindo a tensão da infidelidade
Sentindo a tensão da infidelidadeAna Elisa
 
A luz de deus em nós
A luz de deus em nósA luz de deus em nós
A luz de deus em nósArcy Nísia
 
Superando as Mágoas para Viver Feliz
Superando as Mágoas para Viver FelizSuperando as Mágoas para Viver Feliz
Superando as Mágoas para Viver FelizIBMemorialJC
 
Folheto evangélico
Folheto evangélicoFolheto evangélico
Folheto evangélicofelipe_higa
 
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos MensageirosReflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos MensageirosLisandra Rego
 
A feliz resposta à oração perseverante - Thomas Boston
A feliz resposta à oração perseverante  -  Thomas BostonA feliz resposta à oração perseverante  -  Thomas Boston
A feliz resposta à oração perseverante - Thomas BostonSilvio Dutra
 
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de MagdalaPatricia Farias
 
Eita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoares
Eita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoaresEita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoares
Eita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoaresSeduc MT
 
JORMI - Jornal Missionário n° 91
JORMI - Jornal Missionário n° 91JORMI - Jornal Missionário n° 91
JORMI - Jornal Missionário n° 91Almir Rodrigues
 

Mais procurados (20)

JORMI - jornal missionário n° 78
JORMI -  jornal missionário n° 78JORMI -  jornal missionário n° 78
JORMI - jornal missionário n° 78
 
Prece de Pai Fabrício
Prece de Pai FabrícioPrece de Pai Fabrício
Prece de Pai Fabrício
 
Como evitar a frieza espiritual
Como evitar a frieza espiritualComo evitar a frieza espiritual
Como evitar a frieza espiritual
 
Novena perdao
Novena perdaoNovena perdao
Novena perdao
 
Novena dos enfermos
Novena dos enfermosNovena dos enfermos
Novena dos enfermos
 
Sentindo a tensão da infidelidade
Sentindo a tensão da infidelidadeSentindo a tensão da infidelidade
Sentindo a tensão da infidelidade
 
Já estou crucificado com cristo
Já estou crucificado com cristoJá estou crucificado com cristo
Já estou crucificado com cristo
 
A luz de deus em nós
A luz de deus em nósA luz de deus em nós
A luz de deus em nós
 
Superando as Mágoas para Viver Feliz
Superando as Mágoas para Viver FelizSuperando as Mágoas para Viver Feliz
Superando as Mágoas para Viver Feliz
 
Novena da família
Novena da famíliaNovena da família
Novena da família
 
Aprenda Ouvir o Silêncio de Deus
Aprenda Ouvir o Silêncio de DeusAprenda Ouvir o Silêncio de Deus
Aprenda Ouvir o Silêncio de Deus
 
Folheto evangélico
Folheto evangélicoFolheto evangélico
Folheto evangélico
 
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos MensageirosReflexão do Retiro dos Mensageiros
Reflexão do Retiro dos Mensageiros
 
Com Jesus no Getsêmani
Com Jesus no GetsêmaniCom Jesus no Getsêmani
Com Jesus no Getsêmani
 
A feliz resposta à oração perseverante - Thomas Boston
A feliz resposta à oração perseverante  -  Thomas BostonA feliz resposta à oração perseverante  -  Thomas Boston
A feliz resposta à oração perseverante - Thomas Boston
 
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala
 
Eita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoares
Eita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoaresEita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoares
Eita Thalles Roberto. Desabafo de um músico e adorador cristão.prrsoares
 
JORMI - Jornal Missionário n° 91
JORMI - Jornal Missionário n° 91JORMI - Jornal Missionário n° 91
JORMI - Jornal Missionário n° 91
 
Adoracao e louvor
Adoracao e louvorAdoracao e louvor
Adoracao e louvor
 
A essência do perdão
A essência do perdãoA essência do perdão
A essência do perdão
 

Destaque

Lista de candidatos del MSM por Tarija
Lista de candidatos del MSM por TarijaLista de candidatos del MSM por Tarija
Lista de candidatos del MSM por TarijaKyrios Digital
 
Sales-Link, Inc. Introduction
Sales-Link, Inc. IntroductionSales-Link, Inc. Introduction
Sales-Link, Inc. IntroductionSusan Walsh
 
New microsoft word document
New microsoft word documentNew microsoft word document
New microsoft word documentAiman Naim
 
Onesermonslides
OnesermonslidesOnesermonslides
OnesermonslidesDavid Sr.
 
Wisdom sermon slides
Wisdom sermon slidesWisdom sermon slides
Wisdom sermon slidesDavid Sr.
 
Federalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the Union
Federalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the UnionFederalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the Union
Federalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the UnionChuck Thompson
 
Newlifesermonslides
NewlifesermonslidesNewlifesermonslides
NewlifesermonslidesDavid Sr.
 
Advert analysis detailed v2 (1)
Advert analysis detailed v2 (1)Advert analysis detailed v2 (1)
Advert analysis detailed v2 (1)mw4684
 
Grace sermon slides
Grace sermon slidesGrace sermon slides
Grace sermon slidesDavid Sr.
 

Destaque (12)

Lista de candidatos del MSM por Tarija
Lista de candidatos del MSM por TarijaLista de candidatos del MSM por Tarija
Lista de candidatos del MSM por Tarija
 
Sales-Link, Inc. Introduction
Sales-Link, Inc. IntroductionSales-Link, Inc. Introduction
Sales-Link, Inc. Introduction
 
New microsoft word document
New microsoft word documentNew microsoft word document
New microsoft word document
 
Onesermonslides
OnesermonslidesOnesermonslides
Onesermonslides
 
Wisdom sermon slides
Wisdom sermon slidesWisdom sermon slides
Wisdom sermon slides
 
Tesoura
TesouraTesoura
Tesoura
 
Federalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the Union
Federalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the UnionFederalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the Union
Federalist Papers No 15 Insufficiency to Preserve the Union
 
Newlifesermonslides
NewlifesermonslidesNewlifesermonslides
Newlifesermonslides
 
Advert analysis detailed v2 (1)
Advert analysis detailed v2 (1)Advert analysis detailed v2 (1)
Advert analysis detailed v2 (1)
 
12 guion docente n5
12 guion docente n512 guion docente n5
12 guion docente n5
 
Goiztiri AEK 2013/ 14 eskaintza
Goiztiri AEK 2013/ 14 eskaintzaGoiztiri AEK 2013/ 14 eskaintza
Goiztiri AEK 2013/ 14 eskaintza
 
Grace sermon slides
Grace sermon slidesGrace sermon slides
Grace sermon slides
 

Semelhante a Mergulhando na benção da oração. parte 03

Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãobaixarlivros1
 
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoOs Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoRubens José Terra Campos
 
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço   meditação - instrumentalOs pontos concretos de esforço   meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumentalRubens José Terra Campos
 
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagresA oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagresAngela Venancio
 
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagresA oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagresSandra Regina De Souza
 
A oração para um mundo melhor
A oração para um mundo melhorA oração para um mundo melhor
A oração para um mundo melhorEmerson Rodrigues
 
estudo vida de oração.pptx
estudo vida de oração.pptxestudo vida de oração.pptx
estudo vida de oração.pptxWalaceSantiago3
 
Jesus Procurai O Reino De Deus
Jesus   Procurai O Reino De DeusJesus   Procurai O Reino De Deus
Jesus Procurai O Reino De DeusLeone Orlando
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosedbtr
 
Procurai O Reino De Deus
Procurai O Reino De DeusProcurai O Reino De Deus
Procurai O Reino De DeusLeone Orlando
 
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...Instituto Teológico Gamaliel
 
Pai Nosso Meditado
Pai Nosso MeditadoPai Nosso Meditado
Pai Nosso MeditadoFifacarmona
 
Como orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher LoveComo orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher LoveSilvio Dutra
 
Aquietai vos - sergio franco
Aquietai vos - sergio francoAquietai vos - sergio franco
Aquietai vos - sergio francoDeusdete Soares
 
01Por que muitas pessoas oram.docx
01Por que muitas pessoas oram.docx01Por que muitas pessoas oram.docx
01Por que muitas pessoas oram.docxCleberMantegaBatista
 
Pai nossomeditado
Pai nossomeditadoPai nossomeditado
Pai nossomeditadoregins
 

Semelhante a Mergulhando na benção da oração. parte 03 (20)

Praticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oraçãoPraticando os cinco tipos de oração
Praticando os cinco tipos de oração
 
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - MeditaçãoOs Pontos Concretos de Esforço - Meditação
Os Pontos Concretos de Esforço - Meditação
 
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço   meditação - instrumentalOs pontos concretos de esforço   meditação - instrumental
Os pontos concretos de esforço meditação - instrumental
 
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagresA oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
 
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagresA oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
A oracao operdaoacuraumaampliacaodeumcursoemmilagres
 
A oração para um mundo melhor
A oração para um mundo melhorA oração para um mundo melhor
A oração para um mundo melhor
 
A oração ns escrts de samz
A oração ns escrts de samzA oração ns escrts de samz
A oração ns escrts de samz
 
estudo vida de oração.pptx
estudo vida de oração.pptxestudo vida de oração.pptx
estudo vida de oração.pptx
 
Jesus Procurai O Reino De Deus
Jesus   Procurai O Reino De DeusJesus   Procurai O Reino De Deus
Jesus Procurai O Reino De Deus
 
O Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversosO Poder da Oração - Autores diversos
O Poder da Oração - Autores diversos
 
A oração nos escritos de samz
A oração nos escritos de samzA oração nos escritos de samz
A oração nos escritos de samz
 
FRASES PONDERÁVEIS EVANGÉLICAS
FRASES PONDERÁVEIS EVANGÉLICASFRASES PONDERÁVEIS EVANGÉLICAS
FRASES PONDERÁVEIS EVANGÉLICAS
 
Procurai O Reino De Deus
Procurai O Reino De DeusProcurai O Reino De Deus
Procurai O Reino De Deus
 
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
Alimento bíblico semanal 32“o segredo para a vitória” parte 2 persistência na...
 
Pai Nosso Meditado
Pai Nosso MeditadoPai Nosso Meditado
Pai Nosso Meditado
 
Como orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher LoveComo orar com Importunação 1 - Christopher Love
Como orar com Importunação 1 - Christopher Love
 
Encarte lo-encontro
Encarte lo-encontroEncarte lo-encontro
Encarte lo-encontro
 
Aquietai vos - sergio franco
Aquietai vos - sergio francoAquietai vos - sergio franco
Aquietai vos - sergio franco
 
01Por que muitas pessoas oram.docx
01Por que muitas pessoas oram.docx01Por que muitas pessoas oram.docx
01Por que muitas pessoas oram.docx
 
Pai nossomeditado
Pai nossomeditadoPai nossomeditado
Pai nossomeditado
 

Mais de Pastor Paulo Francisco

Resultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristoResultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristoPastor Paulo Francisco
 
A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02Pastor Paulo Francisco
 
A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01Pastor Paulo Francisco
 
Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02Pastor Paulo Francisco
 
Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01Pastor Paulo Francisco
 

Mais de Pastor Paulo Francisco (20)

Inumanos e o caso neymar
Inumanos e o caso neymarInumanos e o caso neymar
Inumanos e o caso neymar
 
A diminuição de deus
A diminuição de deusA diminuição de deus
A diminuição de deus
 
Senso de direção
Senso de direçãoSenso de direção
Senso de direção
 
Construtora celeste
Construtora celesteConstrutora celeste
Construtora celeste
 
Multiplicação da luz
Multiplicação da luzMultiplicação da luz
Multiplicação da luz
 
O futuro chegou
O futuro chegouO futuro chegou
O futuro chegou
 
Espelho, espelho seu...
Espelho, espelho seu...Espelho, espelho seu...
Espelho, espelho seu...
 
Família. modelo humano ou divino.
Família. modelo humano ou divino.Família. modelo humano ou divino.
Família. modelo humano ou divino.
 
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristoResultado do discipulado. altura espiritual de cristo
Resultado do discipulado. altura espiritual de cristo
 
A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02A atualidade da alegria eterna. parte 02
A atualidade da alegria eterna. parte 02
 
A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01A atualidade da alegria eterna. parte 01
A atualidade da alegria eterna. parte 01
 
Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02Mergulhando na benção da oração. parte 02
Mergulhando na benção da oração. parte 02
 
Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01Mergulhando na benção da oração. parte 01
Mergulhando na benção da oração. parte 01
 
Superando a mim mesmo. parte 02
Superando a mim mesmo. parte 02Superando a mim mesmo. parte 02
Superando a mim mesmo. parte 02
 
Superando a mim mesmo. parte 01
Superando a mim mesmo. parte 01Superando a mim mesmo. parte 01
Superando a mim mesmo. parte 01
 
Livrai nos do mal. parte 02
Livrai nos do mal. parte 02Livrai nos do mal. parte 02
Livrai nos do mal. parte 02
 
Livrai nos do mal. parte 01
Livrai nos do mal. parte 01Livrai nos do mal. parte 01
Livrai nos do mal. parte 01
 
A fé que quero ter. parte 03
A fé que quero ter. parte 03A fé que quero ter. parte 03
A fé que quero ter. parte 03
 
Vamos orar!?
Vamos orar!?Vamos orar!?
Vamos orar!?
 
A morte do juiz interior
A morte do juiz interiorA morte do juiz interior
A morte do juiz interior
 

Último

Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...silvana30986
 
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptxhenrygabrielsilvarib
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalAmaroJunior21
 
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JAhenrygabrielsilvarib
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresAntonino Silva
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaWillemarSousa1
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EMicheleRosa39
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxCelso Napoleon
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José OperárioNilson Almeida
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxSebastioFerreira34
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoRicardo Azevedo
 

Último (12)

Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus:  Verdadeira Pureza , ...
Bem aventurados os puros de coração, pois verão a Deus: Verdadeira Pureza , ...
 
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.pptFluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
Fluido Cósmico Universal e Perispírito.ppt
 
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
2024 - PPT_Sermֶo 01 - Quartas de Poder - PT.pptx
 
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica DominicalLIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
LIÇÃO 02 - JOVENS - Escola Bíblica Dominical
 
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
07 - SINAIS DA VOLTA DE JESUS.ppt.IASD>JA
 
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns EsclarecedoresEvangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
Evangeliza - Diálogo com os Espíritos - Médiuns Esclarecedores
 
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semanaLIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
LIÇÕES - PG my life usar uma vez por semana
 
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 EGÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
GÊNESIS A-2.pptx ESTUDO INTEGRADO DE CAPITULO 1 E
 
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptxLição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
Lição 3 - O céu - o Destino do Cristão.pptx
 
10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário10 Orações Para Honrar São José Operário
10 Orações Para Honrar São José Operário
 
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptxGestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
Gestos e Posturas na Santa Missa_20240414_055304_0000.pptx
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pãoSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 129 - Ao partir do pão
 

Mergulhando na benção da oração. parte 03

  • 1. “Mergulhando na benção da oração” Parte 03 Texto bíblico na Nova Tradução na Linguagem de Hoje Paulo Francisco dos Santos1 Tu és o meu Deus. Tem compaixão de mim, Senhor, pois eu oro a ti o dia inteiro! Ó Senhor, alegra o coração deste teu servo, pois os meus pensamentos sobem a ti! Salmos 86.03,04 Orar conduz a vitória! Quem não quer abraçar o almejado momento de triunfo? Todavia, para quem entende o que significa entrar na presença do Altíssimo escolherá sempre o caminho da adoração... Não há como passar um período razoável diante de Deus e não adora-lo... Isso mesmo! Não é possível adentrar nos átrios da oração apenas para pedir e pedir e também pedir... Faz- se necessário entender que apesar do Senhor da Glória querer ouvir as súplicas de seus filhos, Ele não quer somente ouvir pedidos de uma espécie de reprodutor sonoro com defeito que está emperrado em apenas uma pequena sequencia repetitiva, mas Ele quer uma conversa viva e com sentido. Alguém já teve a experiência de conversar com alguém que não sabe falar mais que uma frase? Rezar é mais ou menos assim... Imagine-se conversando com uma pessoa que repete constantemente a frase: “Bom dia! O sábado está lindo e estou muito bem!” Você encontra com ela diz: “Bom dia, tudo bem?” Ela responde o que já está escrito. Ai surge a pergunta: “E sua família como está?” Imagine a mesma resposta... Você vai estranhar, pois não tem nexo a resposta que você recebeu. Imagine ainda que você pergunte: “Aonde você está trabalhando?” E surge a mesma frase. Neste momento há apenas uma conclusão: “O receptor não sabe se comunicar!” Não devemos se colocar diante de Deus e ficar lançando frases pré-montadas repetidamente, pois isto não caracteriza-se em um diálogo com o Divino, mas numa busca unilateral que desagrada-o (lembre das palavras de Jesus em Mateus 6.07,08). Cada momento de oração exige um diálogo diferente, assim como cada conversa entre pessoas exige seu próprio diálogo. O salmista tem o conhecimento e a comunhão que o impulsiona a ter uma oração que podemos classificar como uma empolgante conversa entre um adorador e seu Deus. Após as súplicas iniciais ele começa o versículo três exaltando o Senhor afirmando que sua fidelidade e seu amor pertencem a Ele, pois não existe outro em sua vida que seja reverenciado... Lembre-se que o salmista afirma: “Tu és o meu Deus”. Ele afirma que a prática da oração é algo que está intrínseco em sua vida, pois devido a sua situação está orando o dia 1 Pastor, escritor, poeta, Teólogo e advogado. 1
  • 2. “Mergulhando na benção da oração” Parte 03 inteiro. (retornando ao assunto explorado anteriormente: “Imagine alguém o dia inteiro repetindo e repetindo a mesma coisa! Que horror! Por incrível que pareça existem várias pessoas que fazem isso. Oremos por elas!) A adoração é seguida de uma súplica linda, pois revela que Deus é a fonte da alegria do ser humano e Ele é quem concede condições para que o coração se torne radiante... Muitos buscam alegria nos prazeres transitórios, mas a bíblia nos ensina que a alegria vem do Senhor e Ele a destina as pessoas e a súplica é um dos caminhos para recebe-la. É impressionante a comunhão deste adorador que escreveu o salmo 86, pois seus pensamentos estão fixos em Deus e extrapolam as barreiras do tempo e espaço para se apresentarem diante do Altíssimo em sua habitação celeste. Os pensamentos devem comunicar-se... Os nossos com os de Deus (bíblia e oração)... Infelizmente há pessoas que estão convencidas que são cristãs, mas não elevam seus pensamentos a Deus em nenhum momento do dia e passam por vezes dias a fio sem sequer lembrarem dEle até a chegada do culto que é semanal... Quando não se falta e torna-se quinzenal ou numa conduta anual... O que dirá daqueles que só vão em eventos esporádicos (morte, casamento etc)... Quem foi chamado para viver o Evangelho não permite que seus pensamentos fiquem presos neste mundo que se distancia dos propósitos divinos, mas os condiciona pela Palavra Viva a viver o que Jesus o Emanuel2 veio realizar – Restaurar, reconciliar e ampliar o que fora perdido no Éden: “Comunhão e a bênção de mergulhar na oração!” SP, dezembro de 2015. 2 Mateus 1.23 2