Comunicação

10.809 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Comunicação

  1. 1. Comunicação (Síntese)1. Conceito2. Entendimentos Preliminares3. O Processo da Comunicação Objetivo da Aula: 3.1 Sistema de comunicação • Habilitar o participante ao 3.2 Exemplos de sistemas de comunicação entendimento básico do4. Comunicação Interpessoal Processo de Comunicação. 4.1 Complicadores e aspectos relevantes • Provocar uma reflexão sobre 4.2 Aspectos da percepção social a Comunicação humana e na comunicação interpessoal seus aspectos relevantes. 4.3 Funções básicas • Despertar no participante a 4.4 Modos de comunicação necessidade de identificar e5. Comunicação Organizacional evitar as barreiras para uma 5.1 Funções comunicação eficaz. 5.2 Redes de comunicação • Facilitar a relação6. Barreiras à Comunicação interpessoal e o trabalho em equipe nas empresas de 6.1 Tipos serviços. 6.2 Males 6.3 Figuras e quadros exemplificadores
  2. 2. Comunicação Fator facilitador da Gestão de Pessoal.1. Conceito É a transferência de informação e significado de uma pessoa para outra. É a maneira de se relacionar com outras pessoas através de idéias, fatos, pensamentos e valores. Não só passar informação mas também compreensão de uma pessoa para outra.2. Entendimentos Preliminares Dado: é um registro a respeito de determinado evento ou ocorrência. Informação: é um conjunto de dados com determinado significado, permitindo o conhecimento a respeito de algo. Comunicação: é quando a informação é transmitida a alguém, sendo então compartilhada também por esse alguém.
  3. 3. Comunicação3. O Processo da Comunicação  O simples ato de receber a mensagem não garante que esta tenha sido interpretada corretamente.  O significado de uma mensagem é influenciado pela: - própria informação; - contexto da mensagem.
  4. 4. Comunicação3. O Processo da Comunicação (cont.) Para se entender esse processo é imprescindível considerar os seguintes fatores: Quem são as pessoas que estão se comunicando, em termos de “papéis” desempenhados; Os tipos de linguagem e símbolos; O canal / meio de comunicação; O conteúdo da comunicação (ex.: boas ou más notícias ); As características e as relações interpessoais entre o emissor e o receptor; O contexto no qual a comunicação ocorre, em termos de estrutura organizacional, espaço físico e o ambiente social.
  5. 5. Comunicação3. O Processo da Comunicação (cont.) 3.1 Sistema de Comunicação Fonte Transmissor Canal Receptor Destino Sinal Enviado Fonte de Sinal Recebido Ruído Feedback Há um processo de codificação, ruídos,interpretação e decodificação da mensagem.
  6. 6. Comunicação 3. O Processo da Comunicação (cont.) 3.2 Exemplos de Sistemas de Comunicação SISTEMA Sistema Telefônico Porta Automática Televisão Fonte Voz Humana Afluência de Programa de TV pessoas rompendo raio de luz Transmissor Aparelho Telefônico Célula fotoelétrica e Câmara, circuitos auxiliares transmissor e antena transmissora Canal Rede de fios condutores Fio conduzindo ao Espaço livre que ligam um aparelho a solenóide que move outro a porta automática Receptor Outro aparelho telefônico Mecanismo Antena receptora e solenoidal aparelho de TV Destino Ouvido humano Porta automática Telespectador Ruído Estática, ruídos, linhas Mau funcionamento Estática, cruzadas, interferências dos dispositivos interferência, chuviscos, disfuncionamento dos componentesFonte: CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração. São Paulo:Makron Books, 1995. p. 710.
  7. 7. Comunicação4. Comunicação Interpessoal A Comunicação Interpessoal é um processo essencialmente interativo e didático 4.1 Complicadores / Aspectos Relevantes:  Filtro codificador – cada pessoa tem seu próprio sistema cognitivo (percepções, valores pessoais e motivações), constituindo um padrão pessoal de referência. Condiciona a aceitação e o processamento da informação. • Percepção Seletiva: Bloqueio de informações indesejáveis. • Percepção Social: Impressão a respeito dos outros. Meio pelo qual a pessoa forma impressões de outra, tentando compreendê-la. A Percepção Social resulta do padrão pessoal de referência de cada um de nós. EMPATIA Processo de compreensão dos outros. Também chamada de sensibilidade social, é o meio pelo qual a pessoa consegue desenvolver Impressões Acuradas a respeito dos outros.
  8. 8. Comunicação4. Comunicação Interpessoal (cont.) 4.2 Aspectos da Percepção Social: O Percebedor / O Percebido / A Situação Influenciadores da Percepção Social: Estereótipos (distorções) Generalizações (hallo effect) Projeção (mecanismos de defesa) Defesa Perceptual (mais distorções) Pode ser melhorada quando se considera que: Conhecendo-se a si mesmo, é mais fácil ver os outros acuradamente. As características do observador afetam as características que ele está propenso a ver nos outros. A pessoa que se aceita é mais propensa a ver favoravelmente aspectos de outra pessoa.
  9. 9. Comunicação4. Comunicação Interpessoal (cont.) 4.3 Funções básicas da Comunicação Interpessoal: • Controle - esclarece as obrigações, implanta normas e estabelece autoridade e responsabilidade. • Informação - Propicia a base para a tomada de decisão e execução de ordens e instruções. • Motivação - Influencia as pessoas, obtendo cooperação e compromisso para com as metas e objetivos organizacionais. • Emoção - Expressa sentimentos e emoções.
  10. 10. Comunicação4. Comunicação Interpessoal (cont.) 4.4 Modos de Comunicação: • Verbal - modo mais familiar e freqüentemente utilizado. • Simbólica - utilização de símbolos. Ex.: a roupa que utilizamos, o lugar em que fazemos reunião com nossos subordinados etc. • Não-Verbal - Vai além da linguagem dos sinais, e incorpora coisas como o modo com que usamos o nosso corpo, nossos gestos e nossa voz. “O objetivo da Comunicação Eficaz é o entendimento” Anthony Buono
  11. 11. Comunicação5. Comunicação Organizacional 5.1 Funções: • Produção e Controle - dirigida à realização do trabalho e ao cumprimento de objetivos de produção da organização, tais como controle de qualidade. • Inovação - mensagens sobre novas idéias e mudanças de procedimentos que ajudam a Organização a se adaptar e responder ao seu meio ambiente. • Socialização e Manutenção - voltada para os meios de realização do trabalho e não o trabalho em si, e para o envolvimento pessoal, as relações interpessoais e a motivação das pessoas na empresa.
  12. 12. Comunicação5. Comunicação Organizacional (cont.) 5.2 Redes de Comunicação  Redes Formais: Redes Centralizadas: exige que uma pessoa receba as informações das outras pessoas. São mais eficientes na resolução de problemas simples, mas a satisfação é baixa. Ex.: Roda, Cadeia e Y. Anthony Buono Comportamento Organizacional
  13. 13. Comunicação5. Comunicação Organizacional (cont.) 5.2 Redes de Comunicação (cont.)  Redes Formais: Redes Descentralizadas: Maior integração entre os membros. Logo, a satisfação é maior, porém a comunicação tende a ser mais lenta. Entretanto, como tarefas complexas exigem uma variedade maior de recursos, esses tipos tendem a ser mais precisos do que as redes centralizadas. Ex.: Círculo e Todos os Canais. Anthony Buono
  14. 14. Comunicação5. Comunicação Organizacional (cont.) 5.2 Redes de Comunicação (cont.)  Redes Informais: São os caminhos primários através dos quais tanto rumores, boatos e fofocas, como informações oficiais são transmitidos às pessoas. Papel dos gerentes evitar ambigüidade e o sigilo que criam as ansiedades, formando os rumores que podem prejudicar a Organização.
  15. 15. Comunicação6. Barreiras à Comunicação 6.1 Tipos: Pessoais - interferências decorrentes das limitações, emoções e valores humanos de cada pessoa. Físicas - interferências decorrentes do ambiente: ruídos, paredes, distâncias, aparelhos, etc. Semânticas - interferência decorrente dos símbolos utilizados na Comunicação: diferenças de interpretação. 6.2 Males Omissão - partes importantes da Comunicação são omitidas, canceladas ou cortadas por alguma razão. Distorção - alteração, deturpação, modificação da mensagem, alterando o conteúdo original. Sobrecarga - volume e quantidade da mensagem é muito grande, ultrapassando a capacidade do destinatário.
  16. 16. Comunicação 6.3 Figuras e Quadros BARREIRAS AO PROCESSO DE COMUNICAÇÃO HUMANA Entrada Variáveis intervenientes Saída Barreiras à comunicação • Idéias preconcebidas • Significados personalizados • Motivação e interesse Mensagem • Credibilidade da fonte Mensagem tal como é • Recusa de informação contrária tal como é enviada • Habilidade de comunicação recebida • Complexidade dos canais • Clima organizacional • Problemas e conflitos pessoaisFonte: CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos. Edição Compacta. São Paulo: Atlas, 2002.p. 101.
  17. 17. Comunicação TRÊS TIPOS DE BARREIRAS À COMUNICAÇÃO Humanas Físicas SemânticasLimitações pessoais Espaço físico Interpretação de palavrasHábitos de ouvir Interferências físicas Translação de linguagemEmoções Falhas mecânicas Significado de sinaisPreocupações Ruídos ambientais Significado de símbolosSentimentos pessoais Distância Decodificação de gestosMotivações Ocorrências locais Sentido das lembranças Fonte: CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos. Edição Compacta. São Paulo: Atlas, 2002. p. 102.
  18. 18. Comunicação COMO FUNCIONAM AS BARREIRAS À COMUNICAÇÃO Barreiras Mensagem filtrada pessoais Barreiras Mensagem Fonte X Destino físicas bloqueada Barreiras Mensagem semânticas incorretaFonte: CHIAVENATO, Idalberto. Recursos Humanos. Edição Compacta. São Paulo: Atlas,2002. p. 102.

×