Aula+7+ +comunicação

1.373 visualizações

Publicada em

comunicaçao

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
35
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula+7+ +comunicação

  1. 1. COMUNICAÇÃO O Processo de Comunicação compreende a transmissão de informação e de significados. Da qualidade no processo de comunicação depende a eficácia das relações interpessoais nas organizações. Negociação, venda de idéias e de produtos, liderança, motivação, organização, delegação, orientação de funcionários e avaliação de desempenho, entre outras funções gerencias, além da coordenação entre unidades de trabalho e a eficácia do processo decisório.
  2. 2. COMUNICAÇÃO Em qualquer Processo de Comunicação sempre há os seguintes elementos: Emissor Receptor Mensagem Canal de Comunicação Ruídos Feedbacks
  3. 3. COMUNICAÇÃO Emissor e Receptor – O processo de comunicação sempre envolve uma fonte (ou emissor) que transmite uma mensagem, por algum meio, para um destinatário (ou receptor). Antes de transmitir, a fonte codifica a mensagem, convertendo-a em símbolos: idioma, sons, letras, numeros e outros tipos de sinais, que segue por um canal ou meio de comunicação: conversação, telefonema, e-mail, memorando ou outro. Na outra ponta da linha, o receptor decodifica a mensagem, desde que esteja usando o mesmo sistema de símbolos do emissor. A mensagem é, entao, interpretada pelo receptor.
  4. 4. COMUNICAÇÃO Ruídos – O processo de comunicação é sujeito a ruídos e interferência, que distorcem a mensagem ou impedem a transmissão e recepção eficazes da informação. Ruídos e interferências são: excesso de mensagens que disputam a atenção dos destinatários, destenção por parte do receptor, dificuldades de expressão ou linguagem incorreta por parte do emissor e ruídos propriamente ditos no ambiente ou nos canais de comunicação.
  5. 5. COMUNICAÇÃO Feedback – Significa realimentação, ou seja, o retorno da informação para o emissor. Este pode ser natural, ou seja, uma reação expontanea de algo que o emissor tenha dito ou feito ou induzido, quando o emissor, por exemplo, pede a opinião de outra pessoa sobre uma idéia que apresentou. O Feedback é uma garantia de eficácia do processo de comunicação.
  6. 6. COMUNICAÇÃO Meios de Comunicação – Há duas formas de comunicação: Oral e Escrita. Tanto uma como a outra podem ser auxiliadas por recursos visuais, como gráficos, fotografias, mapas e objetos: • Comunicação Oral – é o primeiro e mais importante canal de comunicação. A comunicação oral, além do domínio do idioma, envolve a escolha das palavras, o tom de voz e a correção da linguagem. Quem não fala direito, além de não se fazer entender, dificilmente conseguirá dominar os outros meios de comunicação.
  7. 7. COMUNICAÇÃO Comunicação Escrita – A competência na comunicação oral não significa propriamente competência na comunicação escrita. A comunicação escrita é muito mais complexa que a oral, porque envolve um segundo sistema de codificação, além da fala. Nas organizações, a comunicação escrita desempenha um papel muito importante. Desde os bilhetes e e-mails até os relatórios para a Diretoria e propostas para clientes. Diante de tantas mensagens um alto nível de competência em comunicação escrita é essencial para os gerentes e em todas as pessoas que trabalham na organizações.
  8. 8. COMUNICAÇÃO Recursos Visuais – Os recursos visuais, como as imagens de todos os tipos, complementam a comunicação verbal e escrita. As imagens e os símbolos carregam significado sintético, que facilitam a comunicação. Por isso são muito usados nas apresentações executivas, em que uma pessoa precisa dirigir- se a um grupo ou outrra pessoa para expor de forma sucinta, um relatório ou proposta, projeto ou idéia.
  9. 9. COMUNICAÇÃO Linguagem Corporal – Querendo ou não, a figura e os movimentos de quem se comunica transmitem significado. Olhas, expressão facial, gestos, postura, vestuário, odor corporal e mesmo o toque são formas de comunicação. A energia que o comunicador transmite “contamina” seu público. Entao se quer como comunicador, atenção e participação de uma audiência, escolha cuidadosamente os recursos da linguagem corporal.
  10. 10. COMUNICAÇÃO Desenvolvendo as Competências do Emissor – Em sua grande maioria, as mensagens nas organizações, especialmente quando escritas, são informativas. Uma mensagem informativa apenas transmite informações e aciona o processo de tomar decisão. Ex. “quinta-feira, dia 19, das 9:00 às 11:00, no auditório B, será realizada a reunião dos gerentes. Todos os destinatários dessa mensagem deverão estar presentes.” Quanto mais direta e sucinta a mensagem informativa, melhor para a eficácia da comunicação.
  11. 11. COMUNICAÇÃO • Dificuldade com o receptor – Do lado do receptor, há três problemas mais comuns: falta de disposição para ouvir, desatenção e reação apressada às mensagens. • Dificuldade com o processo – A falta de um sistema comum de códigos e a falta de feedback são dois problemas para os quais a administração dever ter medidas preventivas.
  12. 12. COMUNICAÇÃO Desenvolvendo as Competências do Emissor Compreensão do Receptor – Existe um princípio de comunicação retratado na idéia de que, “para ensinar matemática a alguém, é preciso conhecer muito bem tanto a matemática quanto esse alguém”. Compreender o receptor é uma das principais competências dos grandes comunicadores e uma das bases da liderança. Articulação de Idéias – Tudo o que comunicamos está, primeiro, no plano das idéias. Se você não tem clareza para si próprio, não terá para outros. As competências intelectuais devem ser usadas para cultivar a capacidade de articular idéias e transformá-las em mensagens claras.
  13. 13. COMUNICAÇÃO Estrutura – Estruturar uma mensagem significa quais idéias ou informações será apresentadas ao destinatário e em que ordem aparecerão na mensagem. Mensagens muito longas – como relatórios ou manuais de instruções – exigem obrigatoriamente uma estrutura, mas de forma geral, todas as mensagens devem ser organizadas. Organização exige planejamento. Para apresentar mensagens com clareza, é necessário planejar o processo de comunicação estruturando a informação, definindo a ordem de apresentação dos tópicos e decidindo quanto tempo será dedicado a cada um. Segundo Theodor Adorno, em uma mensagem, tudo o que não esta diretamente relacionado com o tem, ou que não contribui para sua compreensão, deve ser sumariamente eliminado. Informações desnecessárias são formas de ruídos.
  14. 14. COMUNICAÇÃO Desenvolvendo as Competências do Receptor Tão importante quanto a eficiência do emissor e de sua mensagem, o comportamento do receptor é fundamental para o processo de comunicação. Entao temos que treinar o receptor para receber mensagens. Três formas de fazer isso são: analisar a lógica, identificar a estrutura da mensagem e aprimorar o papel de ouvinte.
  15. 15. COMUNICAÇÃO Análise Logica da Mensagem – Quem tem a obrigação profissional de receber e processar mensagens, como auditores, controladores, juízes, promotores, entre outros deve aprender a procurar a essência: a lógica, a estrutra e o objetivo da mensagem. • O Objetivo deve estar claro e, de preferencia, no começo de uma mensagem profissional escrita; • A Lógica diz respeito à coerência entre os componentes da mensagem. Quanto mais dados ou argumentos sustentar a tese ou proposta mais coerentes são esses elementos.
  16. 16. COMUNICAÇÃO • Identificação da Estrutura ou organização diz respeito tanto à quantidade quanto à sequencia dos tópicos (ou partes) da mesnagem Eficácia no Papel de Ouvinte – um dos grandes problemas na comunicação é o comportamento das pessoas como ouvintes. A capacidade de ouvir eficazmente é uma competência de primeira necessidade nas comunicações entre pessoas de culturas diferentes. Por outro lado, a conversação é uma ferramenta básica da vida social e de todos os processos da administração. A maneira como se ouve é uma evidência do nível de civilidade e, portanto, da qualidade da conversação.

×