1
LINGUAGENS – 1º ANO
“Aquele que é feliz espalha felicidade.
Aquele que teima na infelicidade, que perde o equilíbrio e a...
1
_________________________________________________________
AUTO-AVALIAÇÃO
Responda à estas questões antes de ler qualquer...
1
e) a adoção de pseudônimos pelos poetas, que se figuravam pastores.
Questão 6 (UFPA) O Arcadismo é um estilo de época qu...
1
encostou na mão o rosto,
no leve sono pegou.
Cupido, que a viu de longe,
contente ao lugar correu;
cuidando que era Marí...
1
c. ( ) 1 – arcadismo; 2 – arcadismo; 3 – barroco
d. ( ) 1 – barroco; 2 – arcadismo; 3 – arcadismo
2. Leia o texto para r...
1
d. I, II e III
e. II, III e IV
7. (UM-SP) Entende-se por literatura árcade:
a. a linha europeia de produção literária co...
1
b. exemplos da poesia biográfica e da literatura epistolar cultivadas no século XVII.
c. exemplos do lirismo amoroso e d...
1
vem depois dos prazeres a desgraça.
Estão os mesmos deuses
sujeitos ao poder do ímpio fado:
Apolo já fugiu do céu brilha...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismo

476 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
476
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismo

  1. 1. 1 LINGUAGENS – 1º ANO “Aquele que é feliz espalha felicidade. Aquele que teima na infelicidade, que perde o equilíbrio e a confiança, perde-se na vida.” Anne Frank ROTEIRO PARA VERIFICAÇÃO DA APRENDIZAGEM E ENCAMINHAMENTO DE ESTUDO. 1 – TEMA: Arcadismo. Contexto histórico. Poesia arcádica e suas principais características. 2 – PRÉ-REQUISITO: • Ler com compreensão. • Conhecer os principais eventos históricos de povos europeus, principalmente da Europa e do Brasil. 3 – META: Ao final do estudo, você deverá ser capaz de: • interpretar textos • relacionar o período literário aos principais eventos históricos ocorridos na Europa e no Brasil. • identificar as características de uma obra simbolista. 4 – PRÉ-AVALIAÇÃO: O objetivo da pré-avaliação é diagnosticar o quanto se tem conhecimento de um assunto. Para isso, basta que você responda à Auto-avaliação que está no início deste Roteiro, antes de ler qualquer texto existente nele. Se você alcançar um resultado igual ou superior a 80 pontos, não precisa estudar o assunto, pois você já o domina suficientemente. Caso contrário, vá direto para as Atividades de Estudo. 5 – ATIVIDADES DE ESTUDO: Ler com entendimento é pré-requisito para se aprender qualquer coisa através da leitura. Portanto, faça o seguinte: a) Tenha um dicionário de Português ao seu alcance, para consultá-lo sobre as palavras que você desconhece o significado; b) Procure um lugar sossegado para ler os textos e fazer os exercícios; c) Leia primeiro o texto; faça em seguida os exercícios; compare suas respostas com o gabarito e veja o que errou; retorne ao texto para verificar o porquê do erro. 6 – PÓS-AVALIAÇÃO: Após ter feito o estudo dos textos e os exercícios, responda às questões propostas na Auto-avaliação. Creio que você agora, acertará todas. Caso isso não aconteça, consulte as orientações dadas nas Atividades Suplementares. 7 – ATIVIDADES SUPLEMENTARES: Se você não conseguiu alcançar 80 pontos na Pós-avaliação, volte à leitura dos textos, agora com mais atenção. Sem pressa. A leitura com compreensão é a base da aprendizagem.
  2. 2. 1 _________________________________________________________ AUTO-AVALIAÇÃO Responda à estas questões antes de ler qualquer texto deste Roteiro. Atribua 08 pontos para cada resposta correta. Se você alcançar 80 pontos na soma total, parabéns! Você está mesmo por dentro do conteúdo e vai precisar apenas revisá-lo. Caso contrário, leia as orientações das Atividades de Estudo e estude u pouco mais, anotando as suas dúvidas para saná-las com o professor. Questão 1 (VUNESP) Há no Arcadismo brasileiro uma obra satírica de forma epistolar que suscitou dúvidas de autoria durante mais de um século. Assinale abaixo a alternativa que apresente o nome correto dessa obra e seu autor mais provável: a) O Reino da estupidez e Francisco de Melo Franco b) Viola de Lereno e Domingos Caldas Barbosa c) O desertor e Manuel Inácio da Silva Alvarenga d) Cartas chilenas e Tomás Antônio Gonzaga e) Os Bruzundangas e Lima Barreto Questão 2 (UFPE) Assinale as afirmativas verdadeiras e as afirmativas falsas. 0) O arcadismo tem como um dos traços principais a inspiração clássica 1) A natureza é a base da sabedoria para os árcades 2) O Arcadismo Brasileiro se caracteriza por sua forte religiosidade 3) Tomás Antônio Gonzaga nos deixou uma poesia marcada pela pobreza de expressão e pela banalidade 4) O melhor da produção dos árcades brasileiros está no teatro Questão 3 (UFPE) Assinale as afirmativas verdadeiras e as afirmativas falsas. 0) A maior parte da lírica de Tomás Antônio Gonzaga é composta por poemas de difícil compreensão. 1) Com a literatura dos árcades surge na poesia a exaltação da paisagem brasileira e temas como a família. 2) Pastores e pastoras numa paisagem bucólica, este é um dos elementos da literatura arcádica brasileira. 3) Vários poetas pertencentes ao Arcadismo brasileiro foram presos por escreverem romances com assuntos políticos. 4) O Arcadismo brasileiro não nos deixou poemas épicos, estando sua produção limitada à poesia lírica. Questão 4 (UFPE) "É bom, minha Marília, é bom ser dono De um rebanho, que cubra monte e prado; Porém, gentil Pastora, o teu agrado; Vale mais que um rebanho, e mais que um trono Graças, Marília bela, Graças à minha Estrela." Tomas A. Gonzaga No poema acima, as marcas do Arcadismo são. Assinale as afirmativas verdadeiras e as falsas. 0) Tema da vida pastoril no contato com a natureza idealizada. 1) Ideal de vida simples retratado através de uma linguagem despojada. Inversões e paradoxos, próprios do Barroco, caem em desuso. 2) Percepção do mundo terreno como efêmero e vão, o que resulta no sentimento de nulidade diante do poder divino. 3) Descrição de um episódio pastoril num ambiente de harmonia, onde inexistem conflitos. 4) Tom épico, relatando grandes feitos heróicos. Questão 5 (UFPB) Na poesia arcádica ou neoclássica, NÃO se encontra a) a influência das idéias iluministas. b) a valorização do campo em detrimento da cidade. c) a ênfase na interpretação subjetiva da realidade. d) o retorno aos ideais greco-latinos.
  3. 3. 1 e) a adoção de pseudônimos pelos poetas, que se figuravam pastores. Questão 6 (UFPA) O Arcadismo é um estilo de época que pode ser definido, segundo o que determina a seguinte afirmação: a) Nesse período o homem é regido pelas leis físico-químicas, pela hereditariedade e pelo meio social b) A poesia dessa época dá ênfase ao poder de vidência do artista c) Destaca-se nessa fase certo gosto pelo equilíbrio, pela simplicidade e pela harmonia, a partir dos modelos clássicos antigos d) Há nessa Escola literária uma tendência à valorização do humor, com vistas a afugentar as circunstâncias desagradáveis da vida e) Enfatiza-se na criação poética, desse momento, a utilização do valor sugestivo da música Questão 7 (UFMG) Leia o soneto que se segue, de Cláudio Manuel da Costa. Pastores, que levais ao monte o gado, Vede lá como andais por essa serra; Que para dar contágio a toda a terra, Basta ver-se o meu rosto magoado: Eu ando (vós me vedes) tão pesado; E a pastora infiel, que me faz guerra, É a mesma, que em seu semblante encerra A causa de um martírio tão cansado. Se a quereis conhecer, vinde comigo, Vereis a formosura, que eu adoro; Mas não; tanto não sou vosso inimigo: Deixai, não a vejais; eu vo-lo imploro; Que se seguir quiserdes, o que eu sigo, Chorareis, ó pastores, o que eu choro . Todas as alternativas contêm afirmações corretas sobre esse soneto,EXCETO a) O poema opõe um estilo de vida simples a um estilo de vida dissimulado. b) A palavra "guerra" enfatiza a recusa da pastora a corresponder aos afetos do poeta. c) O sentido da visão é o predominante em todas as estrofes do poema. d) A expressão "para dar contágio a toda a terra" revela a intensidade do sofrimento do pastor. Questão 8 (PUC-MG) A QUESTÃO APRESENTA TRECHOS DE TEXTOS QUE PERTENCEM A DETERMINADO ESTILO DE ÉPOCA. RELACIONE CADA TRECHO AO SEU RESPECTIVO ESTILO, DE ACORDO COM AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NAS ALTERNATIVAS A SEGUIR. "Sou pastor, não te nego; os meus montados São esses, que aí vês; vivo contente Ao trazer entre a relva florescente A doce companhia dos meus gados." a) Barroco: homem barroco é angustiado, vive entre religiosidade e paganismo, espírito e matéria, perdão e pecado. As obras refletem tal dualismo, permeado pela instabilidade das coisas. b) Arcadismo: Em oposição ao Barroco, esse estilo procura atingir o ideal de simplicidade. Os árcades buscam na natureza o ideal de uma vida simples, bucólica, pastoril. c) Romantismo: A arte romântica valoriza o folclórico, o nacional, que se manifesta pela exaltação da natureza pátria, pelo retorno ao passado histórico e pela criação do herói nacional. d) Parnasianismo: A poesia é descritiva, com exatidão e economia de imagens e metáforas. e) Modernismo: Original e polêmico, o nacionalismo nele se manifesta pela busca de uma língua brasileira e informal, pelas paródias e pela valorização do índio verdadeiramente brasileiro. Questão 9 (UFRRJ) TEXTO Lira XXX Junto a uma clara fonte a mãe do Amor se sentou;
  4. 4. 1 encostou na mão o rosto, no leve sono pegou. Cupido, que a viu de longe, contente ao lugar correu; cuidando que era Marília, na face um beijo lhe deu. Acorda Vênus irada: Amor a conhece; e então, da ousadia que teve assim lhe pede perdão: - Foi fácil, ó mãe formosa, foi fácil o engano meu; que o semblante de Marília é todo o semblante teu. (In: GONZAGA, Tomás Antônio. Marília de Dirceu. Rio de Janeiro, Edições de Ouro, [s/d].p.86-87.) A reação de Vênus, descrita no poema, se deve ao fato de ter sido a) confundida por Cupido. b) acordada por Amor. c) reconhecida por Amor. d) identificada por Cupido. e) comparada com Marília. Questão 10 (UFRRJ) TEXTO Lira XXX Junto a uma clara fonte a mãe do Amor se sentou; encostou na mão o rosto, no leve sono pegou. Cupido, que a viu de longe, contente ao lugar correu; cuidando que era Marília, na face um beijo lhe deu. Acorda Vênus irada: Amor a conhece; e então, da ousadia que teve assim lhe pede perdão: - Foi fácil, ó mãe formosa, foi fácil o engano meu; que o semblante de Marília é todo o semblante teu. (In: GONZAGA, Tomás Antônio. Marília de Dirceu. Rio de Janeiro, Edições de Ouro, [s/d].p.86-87.) No texto, o engano de Cupido pode ser antevisto em a) "Cupido, que a viu de longe," b) "cuidando que era Marília," c) "Junto a uma clara fonte" d) "e então, da ousadia que teve" e) "Amor a conhece" APÓS A REALIZAÇÃO DA AUTO-AVALIAÇÃO E DA LEITURA DOS ANEXOS, FAÇA A ATIVIDADE A SEGUIR. Assinale a única alternativa que apresenta a seqüência correta das palavras Barroco e Arcadismo, ao preencher a lacuna das frases abaixo: 1. A poesia do ___________ fundamenta-se no dualismo, na oposição e no contraste, tentando conciliar esses pólos antagônicos. 2. O ___________ busca a simplicidade formal, a clareza das idéias e valoriza a natureza como base da harmonia e sabedoria. 3. O ____________ idealiza uma paisagem campestre bucólica, onde o homem vive em perfeita harmonia com a natureza. a. ( ) 1 – barroco; 2 – barroco; 3 – arcadismo b. ( ) 1 – arcadismo; 2 – barroco; 3 – barroco
  5. 5. 1 c. ( ) 1 – arcadismo; 2 – arcadismo; 3 – barroco d. ( ) 1 – barroco; 2 – arcadismo; 3 – arcadismo 2. Leia o texto para responder à questão, assinalando a única alternativa correta. “Neste bosque alegre e rindo Sou amante afortunado E desejo ser mudado No mais lindo beija-flor Todo o corpo num instante Se atenua, exala e perde: E já de ouro, prata e verde A brilhante e nova cor.” Os versos acima, de Silva Alvarenga, expressam algumas características do Arcadismo, que são: a. ( ) a procura de plenitude, a visão mística e transcendente da realidade; a idealização e sacralização da mulher e do amor. b. ( ) a recusa do sentido conotativo das palavras; o apego aos aspectos mais imediatos do mundo. c. ( ) o sentimentalismo apaixonado que dá forma à realidade; a linguagem marcada por fortes contrastes, antíteses e metáforas. d. ( ) a busca da simplicidade; a clareza dos enunciados; a ideia de que é na natureza que está a harmonia para as coisas do mundo. 4. Assinale a única alternativa correta. Duas obras narrativas do Arcadismo Brasileiro introduzem o indianismo com caráter nacionalista. A primeira narra a vinda de Diogo Álvares Correia para o Brasil; a segunda trata da luta entre espanhóis e portugueses contra os jesuítas e os índios dos Sete Povos das Missões. Trata-se de: a. ( ) Cartas Chilenas e Os Lusíadas b. ( ) Vozes D’África e Marília de Dirceu c. ( ) Caramuru e Uraguai d. ( ) Iracema e Canto do Piaga 5. Assinale a única opção correta: O poema épico CARAMURU, de Santa Rita Durão, conta sobre: a. ( ) a permanência de Diogo Álvares Correia entre os índios e seu casamento com a bela índia Moema. b. ( ) a luta entre Caramuru e Tabajara para a chefia dos índios tupis. c. ( ) o sacrifício da índia Lindóia para salvar a vida de Diogo Álvares Correia, na sua fuga da aldeia dos índios tapuias. d. ( ) a vinda de Diogo Álvares Correia para o Brasil, sua permanência entre os índios e sua partida para a França, levando a índia Paraguaçu. 6. (UFPB) Das afirmações abaixo, em torno do Barroco e do Arcadismo no Brasil, I – O Cultismo (jogo de palavras) e o conceptismo (jogo de idéias) são típicos do Arcadismo brasileiro, preso a uma concepção neoclássica de arte. II - Pessimismo, gosto pelo paradoxo e pelas antíteses, culto do contraste são algumas das características do estilo barroco. III - Profundamente relacionado com a Contra-Reforma, o estilo barroco procura a síntese entre o teocentrismo e o antropocentrismo. IV - Os poetas Gregório de Matos, Tomás Antônio Gonzaga e Basílio da Gama são representantes típicos do Arcadismo no Brasil. são corretas, apenas, a. I e II. b. II e III c. III e IV
  6. 6. 1 d. I, II e III e. II, III e IV 7. (UM-SP) Entende-se por literatura árcade: a. a linha europeia de produção literária com linguagem rebuscada. b. a linha europeia de produção literária que volta aos padrões clássicos. c. a produção de poesia lírico-amorosa da geração byroniana. d. a produção de poesia lírica nacional com retórica aprimorada. e. a linha europeia que prega a "arte pela arte". 8. (F.C.CHAGAS-BA) "A ciência e o racionalismo constituem as 'luzes' com que se costuma caracterizar o século. Razão que 'ilumina', que ilustra, que esclarece os homens, que os conduz ao progresso. Daí as palavras 'Iluminismo' e 'Ilustração', que caracterizam as manifestações culturais do momento, o conjunto de tendências características do século." O texto refere-se: a. ao século XVI, correspondente ao florescimento da literatura informativa no Brasil. b. ao século XVII, momento em que se cultiva a literatura barroca. c. ao século XVIII, época que se identifica com o Neoclassicismo. d. às primeiras décadas do século XIX, quando se instaura o Realismo na literatura brasileira. e. à última década do século XIX, correspondente à vigência da literatura simbolista. 9. (FUVEST-SP) "Por fim, acentua o polimorfismo cultural desta época o fato de se desenrolarem acontecimentos historicamente relevantes, como a Inconfidência Mineira e a transladação da corte de D.João VI para o Rio de Janeiro." (Massaud Moisés) A época histórica a que se refere o crítico é a do: a. Simbolismo b. Arcadismo c. Parnasianismo d. Realismo e. Romantismo 10. (UFPA) A pastora Marília, conforme nos é apresentada nas liras de Tomás Antônio Gonzaga, carece de unidade de enfoques; por isso é muito difícil precisar, por exemplo, seu tipo físico. Esta imprecisão da pastora: a. é suficiente para seu autor ser apontado como pré-romântico. b. é fundamental para situar o leitor dentro do drama amoroso do autor. c. reflete o caráter genérico e impessoal que a poesia neoclássica deveria assumir. d. é responsável pela atmosfera de mistério, essencial para a poesia neoclássica. e. mostra a intenção do autor em não revelar o objeto do seu amor. 11. (UFPE) "Tanto a busca da simplicidade formal quanto a da clareza e eficácia das idéias se ligam ao grande valor dado à natureza, como base da harmonia e da sabedoria. Daí o apreço pela convenção pastoral, isto é, pelos gêneros bucólicos que visam representar a inocência e a sadia rusticidade pelos costumes rurais, sobretudo dos pastores." (A. Candido & A. Castello) Esse excerto relaciona-se a um determinado estilo literário. Assinale, então, o autor que não pertence ao estilo em questão. a. Tomás Antônio Gonzaga. b. Cláudio M. da Costa c. Santa Rita Durão d. Manuel Botelho de Oliveira e. Basílio da Gama. 12. (PUCC-SP) Pode-se afirmar que Marília de Dirceu e as Cartas chilenas são, respectivamente: a. altas expressões do lirismo amoroso e da sátira política, na literatura do século XVIII.
  7. 7. 1 b. exemplos da poesia biográfica e da literatura epistolar cultivadas no século XVII. c. exemplos do lirismo amoroso e da poesia de combate, cultivados sobretudo pelos poetas românticos da chamada "terceira geração". d. altas expressões do lirismo e da sátira da nossa poesia barroca. e. expressões menores da prosa e da poesia de nosso Arcadismo, cultivadas no interior das Academias. 13. (FESP) Aponte a alternativa cujo conteúdo não se aplica ao Arcadismo. a. Desenvolvimento do gênero épico, registrando o início da corrente indianista na poesia brasileira. b. Presença da mitologia grega na poesia de alguns poetas desse período. c. Propagação do gênero lírico em que os poetas assumem a postura de pastores e transformam a realidade num quadro idealizado. d. Circulação de manuscritos anônimos de teor satírico e conteúdo político. e. Penetração da tendência mística e religiosa, vinculada a expressão de ter ou não fé. 14. (PUCCAMP-SP) A poesia pastoral não terá grande encanto se for tão grosseira quanto o natural ou limitar-se minuciosamente às coisas rurais. Falar de cabras e carneiros e dos cuidados que requerem nada tem de agradável em si; o que agrada é a ideia de tranqüilidade, ligada à vida dos que cuidam das cabras e dos carneiros. A busca do "encanto" acima referido, num momento em que a arte busca uma linguagem racional e simples, e o poeta tenta dissolver qualquer notação subjetiva, encontra-se nos versos: a) Se tu viesses, donzela, Verias que a vida é bela No deserto do sertão! Lá têm mais aromas as flores E mais amor os amores Que falam no coração! b) E sonho-me eu também me meio dos pastores. Menalcas é o meu nome, ou Hano, ou Tirses. Canto E cajado e surrão às plantas te deponho. Enastrado por ti o meu rabel de flores, Em contendas me travo a celebrar-te o encanto. Oh! tempos que lá vão! oh! vida antiga... oh! sonho! c) Longe, a tarde es estorce, em violácea agonia. Essas horas de susto e de melancolia, como é triste ao pastor transviado compreendê-las! d) Enquanto a luta jogam os Pastores, E emparelhados correm nas campinas, Toucarei teus cabelos de boninas, Nos troncos gravarei os teus louvores. e) Esta a imagem da vaca, a mais pura e singela que do fundo do sonho eu às vezes esposo e confunde-se à noite à outra imagem daquela que ama me amamentou e jaz no último pouso. 15. (CEETPS) Bucolismo; vida simples; refúgio na natureza; pastores, retomada de valores da antigüidade clássica greco-latina. Essas expressões caracterizam: a. a poesia romântica, cuja expressão primeira no Brasil, está na "Canção do Exílio" de Gonçalves Dias. b. a prosa naturalista, representada pelas obras de Aluísio Azevedo. c. a prosa modernista, especialmente o romance Macunaíma, de Mário de Andrade. d. Parnasianismo, cuja expressão máxima está na poesia de Olavo Bilac. e. a poesia do Arcadismo, de que são representantes Cláudio Manuel da Costa e Thomás Antônio Gonzaga. 16. (CENTEC-BAHIA) Assinale a alternativa correta. "Minha bela Marília, tudo passa; a sorte deste mundo é mal segura; se vem depois dos males a ventura,
  8. 8. 1 vem depois dos prazeres a desgraça. Estão os mesmos deuses sujeitos ao poder do ímpio fado: Apolo já fugiu do céu brilhante, já foi pastor de gado." A única idéia não expressa pelo poeta, nesse texto, é: a. a vida é breve e a felicidade inconstante. b. os prazeres da vida vêm, sempre, seguidos da desventura. c. os homens e os deuses estão sujeitos às mesmas leis. d. destino determina a existência humana. e. a existência é considerada sob o prisma da religiosidade.

×