SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 32
Golpe Militar - 1964
O Golpe:
• Conjunto de eventos ocorridos em 31 de
março de 1964 no Brasil, que culminaram, no dia 1
de abril de 1964, com um golpe de estado que
encerrou o governo do presidente João Goulart
(Jango).
• O regime militar durou até 1985, quando Tancredo
Neves foi eleito o primeiro presidente civil desde
1964.
Comandantes:
 Marechal Castelo Branco (1964-1967)
 Marechal Costa e Silva (1967-1969)
 Emílio Garrastazu Médici (1969-1974)
 General Geisel (1974-1979)
 João Batista Figueiredo (1979-1985)
Castelo Branco Costa e Silva
Médici Geisel Figueiredo
1) Castelo Branco (1964-1967)
• Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco
 Fortaleza (20 de setembro de 1897 -–- 18 de julho de 1967)
 Morreu quando o avião do Exército em que viajava chocou-se no ar com
um jato da FAB (Força Aérea Brasileira).
• Iniciou sua carreira numa Escola Militar do Rio Grande do Sul e
em 1918 na Escola Militar de Realengo.
• Participou da Revolução de 1930.
• Foi chefe de seção de operações da Força Expedicionária
Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra Mundial, na Itália.
• Em 1955: apoiou o movimento militar que garantiu a posse de JK
Foto de dias antes do Golpe em 1º de Abril de 1964
Fonte: Mário Magalhães – Editora Abril
http://bravonline.abril.com.br/materia/autopsia-de-uma-conspiracao
• “Inaugurou” o regime militar no país – Nomeado pelo
Congresso
• Instaurou o AI 1 (Ato Institucional nº 1)
 Diminui o poder dos cargos públicos
 Poder para invalidar mandatos e suspender poderes políticos de qualquer indivíduo
 Poderia impor retificações à Constituição
• Foram aprisionados líderes sindicais, operários, religiosos,
bem como estudantes, professores e militares acusados de
agitação.
 Governo interviu nas atividades dos sindicatos, na supressão das instituições
estudantis, ocupando as universidades e decretando prisões, levando muita gente a
optar pelo exílio.
Governo Castelo Branco e o início do Regime Militar no
Brasil:
• Expansão e fortalecimento do poder Executivo
• Interrompeu sua relação diplomática com Cuba, contando a partir
de então com amparo econômico, político e militar dos Estados
Unidos.
 Barrar o comunismo
• Criação da SNI: Serviço Nacional de Informações
• Criação do Banco Central, instituiu o Fundo de Garantia por
Tempo de Serviço (FGTS) e o Instituto Nacional de Previdência
Social (INPS)
• Em 1965 é decretado o AI-2 (Ato Institucional nº2)
 as eleições para presidente tornam-se indiretas e todos os partidos políticos
são suprimidos. Deste momento em diante só é permitida a existência de dois
partidos políticos no país: Arena (situação) e MDB (oposição).
• O AI-3 estabelece eleições indiretas também para governadores
e prefeitos das capitais.
• O AI-4 reabre o Congresso Nacional, fechado desde 1966, para
a aprovação da nova Constituição.
• O AI-5 foi instaurado no comando de Costa e Silva.
• Castelo Branco morre quatro meses depois de deixar a
presidência, em uma colisão aérea com um avião militar fora da
rota.
Nasceu em 03 de outubro de 1899, cidade de Taquaral, No Rio Grande do Sul . Estudou no colégio
Militar em Porto Alegre.
Integrou-se no Movimento Tenentista e participou da Revolução de 1930 e em 1932, aliou-se às
forças que lutaram contra a Revolução Constitucionalista de São Paulo.
Foi um dos principais articuladores do golpe de 1964 que
depôs o presidente João Goulart.
Foi Ministro de Guerra de Castelo Branco (1964-1966),
candidatou-se a presidente juntamente com seu vice Pedro
Aleixo.
No dia 03 de outro de 1966, foi eleito pelo Congresso Nacional
e em 15 de março de 1967 foi empossado à presidência.
2) Artur da Costa e Silva(1967 -1969)
Movimento de oposição
Nos dois primeiros anos de seu governo ficou marcado pelo crescimento da oposição:
Carlos Lacerda, formou a Frente Ampla, com o apoio Juscelino Kubitschek e João
Goulart
Objetivo: luta pela redemocratização, anistia, eleições diretas para presidente e uma
nova constituinte;
Em 1967, ficou marcado pelo crescimento dos protestos . As manifestações
estudantis denunciavam através de protestos a falta de verbas para a educação e
eram contra o profeto de privatização do ensino público.
*Os estudantes ganharam força após a morte do estudante Edson Luís, que
foi morto em conflito com a polícia militar no Rio de Janeiro -28 de março de
1968;
*Devido a morte do estudante, houve uma greve estudantil nacional,
comícios e manifestações urbanas;
*Passeata dos Cem Mil ocorrida no Rio de Janeiro- 26 de Junho de 1968 ;
Ficou mais tenso ainda o governo de Costa e Silva, quando em abril ocorreu
a proibição do partido Frente Ampla , tornando-se ilegal suas reuniões,
manifestações e publicações pelo governo – 05 de abril de 1968;
• Passeata dos Cem Mil
(Rio de Janeiro, 26 de junho de 1968)
30 de março de 1968
Capa do jornal Última Hora-
26 de junho de 1968,
• 13 de dezembro, do ato institucional nº 5 (AI-5), que ampliou os
poderes presidenciais, possibilitando:
*O fechamento do Legislativo pelo presidente da República;
*A suspensão dos direitos políticos e garantias constitucionais;
*A intervenção federal em estados e municípios e a demissão e aposentadoria de
funcionários públicos, entre outras medidas;
*O fechamento do Congresso foi acompanhado pela cassação de diversos
parlamentares.
Primeira página da
edição de 14 de
dezembro de 1968
do jornal Última
Hora
Economia e administração do governo
*Na área econômica, o período foi de crescimento, conciliando expansão industrial,
facilidade de crédito, política salarial contencionista (controlada) e controle da inflação
em torno de 23% ao ano.
*No campo administrativo, o governo criou, em 1967, o Movimento Brasileiro de
Alfabetização (Mobral);
*Transformou o Serviço de Proteção ao Índio (SPI) em Fundação Nacional do Índio
(Funai).
*Foi criadas ainda a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) e a Companhia de
Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM).
Fim do governo
Após contrair um derrame cerebral em 1969, Arthur Costa e Silva foi
afastado do governo;
Seu vice, Pedro Aleixo, chegou a ser cogitado a substituí-lo no governo,
mas os militares decidiram organizar uma Junta Militar Governativa,
que seria provisória, até que o próximo presidente, Emílio Médici,
pudesse assumir.
3) Emílio Garrastazu Médici(1969-1974)
“Homem da fronteira, creio em um mundo
sem fronteiras entre os homens”.
• Nascimento: Bagé-RS, em 04/12/1905.
• Profissão: Militar
• Período do Governo: 30/10/1969 a 15/03/1974.
• Idade ao assumir o governo: 64 anos
• Tipo de Eleição: Indireta.
• Votos recebidos: 239
• Posse: 30 de Outubro de 1969, em sessão
conjunta do Congresso Nacional, presidida pelo
Senador Gilberto Marinho.
• Falecimento: Rio de Janeiro-RJ, em 09/10/1985.
Principais inovações introduzidas foram:
 Mando presidencial de 5 anos
 Confirmação de todos os Atos Institucionais, só suspensos por
decretos presidenciais
 Eleições indiretas para governador no ano de 1974
 Pena de morte para os casos de guerra revolucionaria
 Número de deputados calculado de acordo com o número de
eleitores e não mais pelo total da população
Milagre Econômico
• No consumo entre as classes médias, aumentou a
compra de bens duráveis nas residências como o
televisor em cores, inserido no Brasil em 1973, e a
geladeira. O brasileiro também passou a andar mais de
carro.
• No setor de infraestrutura, o seu governo foi responsável
para a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu
Futebol e propaganda política
• Além da tortura e da repressão, o governo Médici
usou a propaganda como arma política.
• O presidente Médici era apresentado como um
"homem do povo" e "apaixonado por futebol".
• A vitória da seleção brasileira sobre a seleção italiana
por 4 a 1, na final, foi bastante explorada pela
propaganda do governo Médici em slogans do tipo
"Ninguém segura este país" ou "Brasil; ame-o ou
deixe-o".
Slogan de propaganda para o governo de Médici
• Porém, em 1974, a seleção brasileira decepcionou os
torcedores, ao não conseguir repetir a conquista da Copa
anterior.
• Regime Militar  Queda da popularidade.
• Inflação e Arrocho do Salário
(quando o valor do salário não acompanha os reajustes da inflação)
4) Ernesto Beckmann Geisel (1974-1979)
• Nasceu em 03 de Agosto de
1907 em Bento Gonçalves-RS
Filho de imigrantes Alemães
 Estudou no Colégio Militar
• De Porto Alegre
• Tornou-se oficial formado pela
Escola Militar de Realengo
• Foi militar brasileiro por toda sua
vida até ingressar na carreira
política em 1964
Candidatura General Geisel
 1974: No dia 15 de Março, Geisel assumiu a
presidência sucedendo Garrastazu Médici.
 Brasil: Período mais agudo da Ditadura Militar
 Governo de Ernesto Geisel: Ficou caracterizado
pela ABERTURA POLÍTICA (que promoveria certa
amenização do rigor vigente na Ditadura Militar).
Durante seu governo enfrenta a alta da inflação.
Foi o responsável pelo processo de REDEMOCRATIZAÇÃO
do país (tornar democrático).
 Projeto de abertura política: “Lento, gradual e seguro”.
Caso do jornalista Herzog
• Em outubro de 1975 houve
uma morte que ficou famosa
na época da ditadura:
• Vladimir Herzog
(acusado de ter ligações com o partido
comunista)
 No dia seguinte de sua prisão, os
militares anunciaram que ele havia
cometido “suicídio”
Obras...
Foi um desenvolvimentista, responsável por
inaugurar as primeiras linhas de METRÔ (em São
Paulo e no Rio de Janeiro) e por buscar novas fontes
de energia, como o álcool.
1979: No dia 15 de Março, Geisel deixou a presidência e foi
sucedido por João Figueiredo.
1985: Continuou influente no exército e apoiou Tancredo
Neves nas eleições.
Faleceu em 12 de setembro de 1996, vítima de câncer.
Término do mandato:
• Indicado por Geisel
• Delicada situação financeira: economia em
baixa
• Elevação dos índices de exportação e a
maior independência do mercado interno,
especialmente em relação ao petróleo,
fizeram com que a condição externa do
Brasil atingisse relativo equilíbrio.
• Acabou o sistema bipartidário (Arena e
MDP)
• Declaração de anistia dos militares
5) João Figueiredo (1979-1985)
Movimento “Diretas Já”
• Início em 1983: determinava a eleição direta para
presidente.
 O povo foi para as ruas em vários lugares do Brasil
para exibir seu apoio.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)Edenilson Morais
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e RedemocratizaçãoDaniel Alves Bronstrup
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da ÁsiaRodrigo Luiz
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistaseiprofessor
 
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no BrasilOs Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no BrasilJanayna Lira
 
O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)Edenilson Morais
 
Ditadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no BrasilDitadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no BrasilEmanuel Leite
 
[c7s] Aula sobre Ditadura Militar
[c7s] Aula sobre Ditadura Militar[c7s] Aula sobre Ditadura Militar
[c7s] Aula sobre Ditadura Militar7 de Setembro
 
Regimes totalitários power point
Regimes totalitários   power pointRegimes totalitários   power point
Regimes totalitários power pointZeze Silva
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargasRafael Noronha
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slideIsabel Aguiar
 
O processo de industrialização e urbanização do Brasil
O processo de industrialização e urbanização do BrasilO processo de industrialização e urbanização do Brasil
O processo de industrialização e urbanização do BrasilCristina Soares
 

Mais procurados (20)

República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)República Populista (1946-1964)
República Populista (1946-1964)
 
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
3º ano - Ditadura Militar e Redemocratização
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Descolonizaçao da África e da Ásia
Descolonizaçao da  África e da ÁsiaDescolonizaçao da  África e da Ásia
Descolonizaçao da África e da Ásia
 
Governos Populistas
Governos PopulistasGovernos Populistas
Governos Populistas
 
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no BrasilOs Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
Os Atos Institucionais e a Ditadura Militar no Brasil
 
Getulio vargas
Getulio vargasGetulio vargas
Getulio vargas
 
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
3º ano - Brasil de 1945 a 1964.
 
O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)O governo João Goulart (1961-1964)
O governo João Goulart (1961-1964)
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Ditadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no BrasilDitadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no Brasil
 
[c7s] Aula sobre Ditadura Militar
[c7s] Aula sobre Ditadura Militar[c7s] Aula sobre Ditadura Militar
[c7s] Aula sobre Ditadura Militar
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Era vargas
Era vargasEra vargas
Era vargas
 
Regimes totalitários power point
Regimes totalitários   power pointRegimes totalitários   power point
Regimes totalitários power point
 
9º ano história rafa - era vargas
9º ano   história   rafa  - era vargas9º ano   história   rafa  - era vargas
9º ano história rafa - era vargas
 
Slide educação da ditadura militar
Slide educação da ditadura militarSlide educação da ditadura militar
Slide educação da ditadura militar
 
A Redemocratização do Brasil
A Redemocratização do BrasilA Redemocratização do Brasil
A Redemocratização do Brasil
 
Revolução russa slide
Revolução russa slideRevolução russa slide
Revolução russa slide
 
O processo de industrialização e urbanização do Brasil
O processo de industrialização e urbanização do BrasilO processo de industrialização e urbanização do Brasil
O processo de industrialização e urbanização do Brasil
 

Destaque

Corpo e movimento 1964
Corpo e movimento 1964Corpo e movimento 1964
Corpo e movimento 1964simone39
 
Corpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVM
Corpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVMCorpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVM
Corpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVMEnder Martins Fontoura
 
Atividade Português
Atividade PortuguêsAtividade Português
Atividade PortuguêsJairtes Lima
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militarailguitar
 
O segredo de Lula e Dilma
O segredo de Lula e DilmaO segredo de Lula e Dilma
O segredo de Lula e DilmaF_Black
 
O ciclista das diretas já! Um herói da cidadania
O ciclista das diretas já!   Um herói da cidadaniaO ciclista das diretas já!   Um herói da cidadania
O ciclista das diretas já! Um herói da cidadaniaJessé Leonel
 
O período sarney
O período sarneyO período sarney
O período sarneyana1935
 
Cartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo LulaCartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo LulaJoao Carlos Passari
 
O Governo Fernando Henrique Cardoso
O Governo Fernando Henrique CardosoO Governo Fernando Henrique Cardoso
O Governo Fernando Henrique CardosoWladmir Coelho
 
Nova ordem mundial bogea
Nova ordem mundial bogeaNova ordem mundial bogea
Nova ordem mundial bogeaAlmir
 
O governo collor e itamar franco
O governo collor e itamar francoO governo collor e itamar franco
O governo collor e itamar francoludmyla123
 
Desintegração do bloco soviético
Desintegração do bloco soviéticoDesintegração do bloco soviético
Desintegração do bloco soviéticoVivian Silva
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialLutero Ramos
 
A educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militarA educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militarLara Utzig
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundialamandamaximo
 

Destaque (20)

Corpo e movimento 1964
Corpo e movimento 1964Corpo e movimento 1964
Corpo e movimento 1964
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
Corpo e movimento
Corpo e movimentoCorpo e movimento
Corpo e movimento
 
Corpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVM
Corpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVMCorpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVM
Corpo e Movimento - Atividade de aprofundamento acadêmico - AVM
 
Atividade Português
Atividade PortuguêsAtividade Português
Atividade Português
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair AguilarTancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
Tancredo Neves - Prof. Altair Aguilar
 
O segredo de Lula e Dilma
O segredo de Lula e DilmaO segredo de Lula e Dilma
O segredo de Lula e Dilma
 
O ciclista das diretas já! Um herói da cidadania
O ciclista das diretas já!   Um herói da cidadaniaO ciclista das diretas já!   Um herói da cidadania
O ciclista das diretas já! Um herói da cidadania
 
O período sarney
O período sarneyO período sarney
O período sarney
 
Cartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo LulaCartilha de realizações no governo Lula
Cartilha de realizações no governo Lula
 
O Governo Fernando Henrique Cardoso
O Governo Fernando Henrique CardosoO Governo Fernando Henrique Cardoso
O Governo Fernando Henrique Cardoso
 
Nova ordem mundial bogea
Nova ordem mundial bogeaNova ordem mundial bogea
Nova ordem mundial bogea
 
O governo collor e itamar franco
O governo collor e itamar francoO governo collor e itamar franco
O governo collor e itamar franco
 
Diretas já!
Diretas já!Diretas já!
Diretas já!
 
Desintegração do bloco soviético
Desintegração do bloco soviéticoDesintegração do bloco soviético
Desintegração do bloco soviético
 
Regime militar
Regime militarRegime militar
Regime militar
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 
A educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militarA educação brasileira durante o período da ditadura militar
A educação brasileira durante o período da ditadura militar
 
Segunda Guerra Mundial
Segunda Guerra MundialSegunda Guerra Mundial
Segunda Guerra Mundial
 

Semelhante a Regime Militar Brasileiro - 1964

Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilguiurey
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilFatima Freitas
 
Ditadura militar parte 2-6
Ditadura militar   parte 2-6Ditadura militar   parte 2-6
Ditadura militar parte 2-6cemem
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilhistoriando
 
O circuito de produção e o espaço industrial
O circuito de produção e  o espaço industrialO circuito de produção e  o espaço industrial
O circuito de produção e o espaço industrialGilberto Pires
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilJainny F.
 
Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02
Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02
Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02Priscila Santos
 
Ditadura militar disma
Ditadura militar dismaDitadura militar disma
Ditadura militar dismaDismael Sagás
 
A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil Adna Myrella
 
Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)
Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)
Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)Ana Carolina Rodrigues
 
Ditadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e político
Ditadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e políticoDitadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e político
Ditadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e políticoamaurygalvaoag
 

Semelhante a Regime Militar Brasileiro - 1964 (20)

Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
 
Regime militar
Regime militarRegime militar
Regime militar
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
Ditadura no brasil 1 parte
Ditadura no brasil   1 parteDitadura no brasil   1 parte
Ditadura no brasil 1 parte
 
Ditadura no brasil 1 parte
Ditadura no brasil   1 parteDitadura no brasil   1 parte
Ditadura no brasil 1 parte
 
Ditadura militar parte 2-6
Ditadura militar   parte 2-6Ditadura militar   parte 2-6
Ditadura militar parte 2-6
 
A ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasilA ditadura militar no brasil
A ditadura militar no brasil
 
O circuito de produção e o espaço industrial
O circuito de produção e  o espaço industrialO circuito de produção e  o espaço industrial
O circuito de produção e o espaço industrial
 
Ditadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no BrasilDitadura Militar no Brasil
Ditadura Militar no Brasil
 
Ditadura militar no brasil
Ditadura militar no brasilDitadura militar no brasil
Ditadura militar no brasil
 
Aula - Ditadura Militar
Aula - Ditadura MilitarAula - Ditadura Militar
Aula - Ditadura Militar
 
Ditadura 1964
Ditadura 1964Ditadura 1964
Ditadura 1964
 
Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02
Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02
Ditaduramilitar2 110628114759-phpapp02
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Ditadura militar disma
Ditadura militar dismaDitadura militar disma
Ditadura militar disma
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil A Ditadura Militar no Brasil
A Ditadura Militar no Brasil
 
Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)
Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)
Governos de Vargas até Sarney (Ditadura e Nova República)
 
Texto ditadura 2[1]
Texto ditadura 2[1]Texto ditadura 2[1]
Texto ditadura 2[1]
 
Ditadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e político
Ditadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e políticoDitadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e político
Ditadura Militar 1964 a 1985 , processo educacional e político
 

Último

Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdfaulasgege
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfCsarBaltazar1
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 

Último (20)

Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
1. Aula de sociologia - 1º Ano - Émile Durkheim.pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdfTestes de avaliação português 6º ano .pdf
Testes de avaliação português 6º ano .pdf
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 

Regime Militar Brasileiro - 1964

  • 2. O Golpe: • Conjunto de eventos ocorridos em 31 de março de 1964 no Brasil, que culminaram, no dia 1 de abril de 1964, com um golpe de estado que encerrou o governo do presidente João Goulart (Jango). • O regime militar durou até 1985, quando Tancredo Neves foi eleito o primeiro presidente civil desde 1964.
  • 3. Comandantes:  Marechal Castelo Branco (1964-1967)  Marechal Costa e Silva (1967-1969)  Emílio Garrastazu Médici (1969-1974)  General Geisel (1974-1979)  João Batista Figueiredo (1979-1985)
  • 6. 1) Castelo Branco (1964-1967) • Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco  Fortaleza (20 de setembro de 1897 -–- 18 de julho de 1967)  Morreu quando o avião do Exército em que viajava chocou-se no ar com um jato da FAB (Força Aérea Brasileira). • Iniciou sua carreira numa Escola Militar do Rio Grande do Sul e em 1918 na Escola Militar de Realengo. • Participou da Revolução de 1930. • Foi chefe de seção de operações da Força Expedicionária Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra Mundial, na Itália. • Em 1955: apoiou o movimento militar que garantiu a posse de JK
  • 7. Foto de dias antes do Golpe em 1º de Abril de 1964 Fonte: Mário Magalhães – Editora Abril http://bravonline.abril.com.br/materia/autopsia-de-uma-conspiracao
  • 8. • “Inaugurou” o regime militar no país – Nomeado pelo Congresso • Instaurou o AI 1 (Ato Institucional nº 1)  Diminui o poder dos cargos públicos  Poder para invalidar mandatos e suspender poderes políticos de qualquer indivíduo  Poderia impor retificações à Constituição • Foram aprisionados líderes sindicais, operários, religiosos, bem como estudantes, professores e militares acusados de agitação.  Governo interviu nas atividades dos sindicatos, na supressão das instituições estudantis, ocupando as universidades e decretando prisões, levando muita gente a optar pelo exílio. Governo Castelo Branco e o início do Regime Militar no Brasil:
  • 9. • Expansão e fortalecimento do poder Executivo • Interrompeu sua relação diplomática com Cuba, contando a partir de então com amparo econômico, político e militar dos Estados Unidos.  Barrar o comunismo • Criação da SNI: Serviço Nacional de Informações • Criação do Banco Central, instituiu o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o Instituto Nacional de Previdência Social (INPS)
  • 10. • Em 1965 é decretado o AI-2 (Ato Institucional nº2)  as eleições para presidente tornam-se indiretas e todos os partidos políticos são suprimidos. Deste momento em diante só é permitida a existência de dois partidos políticos no país: Arena (situação) e MDB (oposição). • O AI-3 estabelece eleições indiretas também para governadores e prefeitos das capitais. • O AI-4 reabre o Congresso Nacional, fechado desde 1966, para a aprovação da nova Constituição. • O AI-5 foi instaurado no comando de Costa e Silva. • Castelo Branco morre quatro meses depois de deixar a presidência, em uma colisão aérea com um avião militar fora da rota.
  • 11. Nasceu em 03 de outubro de 1899, cidade de Taquaral, No Rio Grande do Sul . Estudou no colégio Militar em Porto Alegre. Integrou-se no Movimento Tenentista e participou da Revolução de 1930 e em 1932, aliou-se às forças que lutaram contra a Revolução Constitucionalista de São Paulo. Foi um dos principais articuladores do golpe de 1964 que depôs o presidente João Goulart. Foi Ministro de Guerra de Castelo Branco (1964-1966), candidatou-se a presidente juntamente com seu vice Pedro Aleixo. No dia 03 de outro de 1966, foi eleito pelo Congresso Nacional e em 15 de março de 1967 foi empossado à presidência. 2) Artur da Costa e Silva(1967 -1969)
  • 12. Movimento de oposição Nos dois primeiros anos de seu governo ficou marcado pelo crescimento da oposição: Carlos Lacerda, formou a Frente Ampla, com o apoio Juscelino Kubitschek e João Goulart Objetivo: luta pela redemocratização, anistia, eleições diretas para presidente e uma nova constituinte; Em 1967, ficou marcado pelo crescimento dos protestos . As manifestações estudantis denunciavam através de protestos a falta de verbas para a educação e eram contra o profeto de privatização do ensino público.
  • 13. *Os estudantes ganharam força após a morte do estudante Edson Luís, que foi morto em conflito com a polícia militar no Rio de Janeiro -28 de março de 1968; *Devido a morte do estudante, houve uma greve estudantil nacional, comícios e manifestações urbanas; *Passeata dos Cem Mil ocorrida no Rio de Janeiro- 26 de Junho de 1968 ; Ficou mais tenso ainda o governo de Costa e Silva, quando em abril ocorreu a proibição do partido Frente Ampla , tornando-se ilegal suas reuniões, manifestações e publicações pelo governo – 05 de abril de 1968;
  • 14. • Passeata dos Cem Mil (Rio de Janeiro, 26 de junho de 1968)
  • 15. 30 de março de 1968 Capa do jornal Última Hora- 26 de junho de 1968,
  • 16. • 13 de dezembro, do ato institucional nº 5 (AI-5), que ampliou os poderes presidenciais, possibilitando: *O fechamento do Legislativo pelo presidente da República; *A suspensão dos direitos políticos e garantias constitucionais; *A intervenção federal em estados e municípios e a demissão e aposentadoria de funcionários públicos, entre outras medidas; *O fechamento do Congresso foi acompanhado pela cassação de diversos parlamentares.
  • 17. Primeira página da edição de 14 de dezembro de 1968 do jornal Última Hora
  • 18. Economia e administração do governo *Na área econômica, o período foi de crescimento, conciliando expansão industrial, facilidade de crédito, política salarial contencionista (controlada) e controle da inflação em torno de 23% ao ano. *No campo administrativo, o governo criou, em 1967, o Movimento Brasileiro de Alfabetização (Mobral); *Transformou o Serviço de Proteção ao Índio (SPI) em Fundação Nacional do Índio (Funai). *Foi criadas ainda a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) e a Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM).
  • 19. Fim do governo Após contrair um derrame cerebral em 1969, Arthur Costa e Silva foi afastado do governo; Seu vice, Pedro Aleixo, chegou a ser cogitado a substituí-lo no governo, mas os militares decidiram organizar uma Junta Militar Governativa, que seria provisória, até que o próximo presidente, Emílio Médici, pudesse assumir.
  • 20. 3) Emílio Garrastazu Médici(1969-1974) “Homem da fronteira, creio em um mundo sem fronteiras entre os homens”. • Nascimento: Bagé-RS, em 04/12/1905. • Profissão: Militar • Período do Governo: 30/10/1969 a 15/03/1974. • Idade ao assumir o governo: 64 anos • Tipo de Eleição: Indireta. • Votos recebidos: 239 • Posse: 30 de Outubro de 1969, em sessão conjunta do Congresso Nacional, presidida pelo Senador Gilberto Marinho. • Falecimento: Rio de Janeiro-RJ, em 09/10/1985.
  • 21. Principais inovações introduzidas foram:  Mando presidencial de 5 anos  Confirmação de todos os Atos Institucionais, só suspensos por decretos presidenciais  Eleições indiretas para governador no ano de 1974  Pena de morte para os casos de guerra revolucionaria  Número de deputados calculado de acordo com o número de eleitores e não mais pelo total da população
  • 22. Milagre Econômico • No consumo entre as classes médias, aumentou a compra de bens duráveis nas residências como o televisor em cores, inserido no Brasil em 1973, e a geladeira. O brasileiro também passou a andar mais de carro. • No setor de infraestrutura, o seu governo foi responsável para a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu
  • 23. Futebol e propaganda política • Além da tortura e da repressão, o governo Médici usou a propaganda como arma política. • O presidente Médici era apresentado como um "homem do povo" e "apaixonado por futebol". • A vitória da seleção brasileira sobre a seleção italiana por 4 a 1, na final, foi bastante explorada pela propaganda do governo Médici em slogans do tipo "Ninguém segura este país" ou "Brasil; ame-o ou deixe-o".
  • 24. Slogan de propaganda para o governo de Médici
  • 25. • Porém, em 1974, a seleção brasileira decepcionou os torcedores, ao não conseguir repetir a conquista da Copa anterior. • Regime Militar  Queda da popularidade. • Inflação e Arrocho do Salário (quando o valor do salário não acompanha os reajustes da inflação)
  • 26. 4) Ernesto Beckmann Geisel (1974-1979) • Nasceu em 03 de Agosto de 1907 em Bento Gonçalves-RS Filho de imigrantes Alemães  Estudou no Colégio Militar • De Porto Alegre • Tornou-se oficial formado pela Escola Militar de Realengo • Foi militar brasileiro por toda sua vida até ingressar na carreira política em 1964
  • 27. Candidatura General Geisel  1974: No dia 15 de Março, Geisel assumiu a presidência sucedendo Garrastazu Médici.  Brasil: Período mais agudo da Ditadura Militar  Governo de Ernesto Geisel: Ficou caracterizado pela ABERTURA POLÍTICA (que promoveria certa amenização do rigor vigente na Ditadura Militar).
  • 28. Durante seu governo enfrenta a alta da inflação. Foi o responsável pelo processo de REDEMOCRATIZAÇÃO do país (tornar democrático).  Projeto de abertura política: “Lento, gradual e seguro”.
  • 29. Caso do jornalista Herzog • Em outubro de 1975 houve uma morte que ficou famosa na época da ditadura: • Vladimir Herzog (acusado de ter ligações com o partido comunista)  No dia seguinte de sua prisão, os militares anunciaram que ele havia cometido “suicídio”
  • 30. Obras... Foi um desenvolvimentista, responsável por inaugurar as primeiras linhas de METRÔ (em São Paulo e no Rio de Janeiro) e por buscar novas fontes de energia, como o álcool. 1979: No dia 15 de Março, Geisel deixou a presidência e foi sucedido por João Figueiredo. 1985: Continuou influente no exército e apoiou Tancredo Neves nas eleições. Faleceu em 12 de setembro de 1996, vítima de câncer. Término do mandato:
  • 31. • Indicado por Geisel • Delicada situação financeira: economia em baixa • Elevação dos índices de exportação e a maior independência do mercado interno, especialmente em relação ao petróleo, fizeram com que a condição externa do Brasil atingisse relativo equilíbrio. • Acabou o sistema bipartidário (Arena e MDP) • Declaração de anistia dos militares 5) João Figueiredo (1979-1985)
  • 32. Movimento “Diretas Já” • Início em 1983: determinava a eleição direta para presidente.  O povo foi para as ruas em vários lugares do Brasil para exibir seu apoio.