Ágil X Tradicional: quem ganha com esta discussão?

2.074 visualizações

Publicada em

Ágil X Tradicional: quem ganha com esta discussão?

  1. 1. Ágil X Tradicional: quem ganha com esta discussão? Júnior Alves junior.ms@gmail.com
  2. 2. A CONFUSÃO
  3. 3. ÁGILQue tem grande facilidade de se mover; ligeiro, leve.
  4. 4. TRADICIONALQue se funda em tradição. Que se incorporou aos hábitos, ao uso; costumeiro.
  5. 5. ENTÃO, ESTAMOS FALANDO DISSO?!?!?! X
  6. 6. NA VERDADE, TEM OUTRA ORIGEM:“[...] a ativação de um modelo mental induz à ativação de alguns elementos que lhe são associados.” Os Burocratas O pessoal do Post-it (Pietraróia, Cristina. Percursos de Leitura. Léxico e Construção do Sentido da Leitura)
  7. 7. NÓS SOMOS “VÍTIMAS” DO NOSSO MODELO MENTAL Momento da dinâmica.
  8. 8. NÓS SOMOS “VÍTIMAS” DO NOSSO MODELO MENTAL 1 1 2 2
  9. 9. NÓS SOMOS “VÍTIMAS” DO NOSSO MODELO MENTAL 2 1 1 1 2 2"Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade“ (Joseph Goebbels, Ministro da Propaganda do Governo Nazista)
  10. 10. POR EXEMPLO... “A abordagem iterativa responde a ambientesindefinidos, incertos e em rápida transformação. Entregas continuas de incremento de produto e priorização dos requisitos a cada iteração”. Guia PMBOK, Quarta Edição, página 22 "Não são feitas mudanças que podem afetar o objetivo da entrega" Scrum Guide página 8
  11. 11. MODELOS MENTAIS CRIAM ISSO: Ágil não documenta Ágil ignora custos e prazo Gerente de Projetos = Scrum Master + POPMBOK defende o triangulo das restrições PMBOK é Walterfall Gerente de Projeto é comando controle
  12. 12. PORTANTO... ...ninguém ganha nada com a discussão Ágil X Tradicional e......não façam críticas aprofundadas baseadas em conhecimentos superficiais!!!
  13. 13. ESCLARECENDO
  14. 14. EM RELAÇÃO À ORIGEM...“Ágil” foi apenas um adjetivo para expressar um conjunto de valores e de princípios. (http://agilemanifesto.org/iso/ptbr/)
  15. 15. EM RELAÇÃO À ORIGEM...O PMBOK é apenas um guia de Boas Práticas. (Guia PMBOK, Quarta Edição, página 4)
  16. 16. EM RELAÇÃO AO PROCESSO...Projetos de Escopo Aberto (Change-Driven) - Desenvolvimento de Portais; - Melhoria continua de produto; -Projetos de escopo indefinido.Projetos de Escopo Fechado (Plan-Driven) - Móveis sob medida; - Construção Civil; - Infraestrutura de TI.
  17. 17. ALIÁS, VOCÊ DESCOBRIRÁ QUE HÁ MUITA COISA EM COMUM Ambos são utópicosUma boa equipe precisa ser Uma boa equipe precisa ser auto- disciplinada organizadas
  18. 18. ALIÁS, VOCÊ DESCOBRIRÁ QUE HÁ MUITA COISA EM COMUMPor falar em pessoas, ainda terão casos como: Não quero ser disciplinado ou auto- organizado. A propósito: Sou da CIPA!
  19. 19. ALIÁS, VOCÊ DESCOBRIRÁ QUE HÁ MUITA COISA EM COMUMAmbos dependem da interação do clienteVocê aprova a mudança e Você prioriza o backlog e detalha a compartilha o risco? próxima sprint?
  20. 20. ALIÁS, VOCÊ DESCOBRIRÁ QUE HÁ MUITA COISA EM COMUM Ambos controlamDashboard de Projetos Burndown e Kanban.
  21. 21. ALIÁS, VOCÊ DESCOBRIRÁ QUE HÁ MUITA COISA EM COMUM Ambos estão certosProjeto precisa ter business Construa projetos emcase; torno de indivíduos Todo projeto é único; motivados. Dê a eles oTodo projeto possui um ambiente e o suporteSponsor; necessário e confie nelesGerencie a expectativa das para fazer o trabalho;partes interessadas; Simplicidade (a arte deControle os riscos; maximizar a quantidade deDeixe as responsabilidades trabalho não realizado)éclaras. essencial.
  22. 22. UM POUCO DE PRÁTICA
  23. 23. TUDO BEM QUE ALGUMAS PERGUNTAS SÃO IDIOTAS...
  24. 24. MAS NEM TODAS SÃO... Entendi a origem e o papo sobre cultura, porém, já que o assunto é projeto, quando eu uso ........ um e quando uso o outro?
  25. 25. CONTEXTO É A RESPOSTA!!! Melhores Boas Práticas Práticas Práticas Emergentes DICAS IMPORTANTES: Nenhum projeto é simples!!! Cuidado ao criar “Metodologias”. Some forças;Ilustração baseada na teoria de sistemas complexos de Ralph Stacey(STACEY, Ralph. Complexity and Creativity in Organizations. San Francisco: Berrett-Koehler Publishers, 1996.)
  26. 26. EXEMPLOS, EXEMPLOS!!!
  27. 27. PROJETOS 100% ESCOPO ABERTO
  28. 28. PROJETOS 100% ESCOPO FECHADODuplicação da BR101 Projeto Arena
  29. 29. PROJETOS “MISTOS”Nota Fiscal para Jornais
  30. 30. PROJETOS “MISTOS”Nota Fiscal para Jornais
  31. 31. PROJETOS “MISTOS”Nota Fiscal para Jornais
  32. 32. PROJETOS “MISTOS”Nota Fiscal para Jornais
  33. 33. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  34. 34. NÃO DEFENDA OS MEIOS; DEFENDA OS FINS!Entenda que sistemas e processos são meios para um fim maior.
  35. 35. PLANEJAMENTO É BOM, MAS.. ..Planeje até o ponto em que oplanejamento oriente a sua execução. Nãotente transformar um pedaço de papel em bola de cristal.
  36. 36. ATENÇÃO AOS REQUISITOS
  37. 37. ATENÇÃO AO BUSINESS CASEProduto FRACASSADO = projeto DE FRACASSO; Produto DE SUCESSO = projeto DE SUCESSO
  38. 38. FORTES RECOMENDAÇÕES
  39. 39. Contatos Júnior César Alvesjunior.ms@gmail.com@JuniorAlves_BRJuniorAlves_BRhttp://taosofia.blogspot.com.br

×