SlideShare uma empresa Scribd logo

Biomas brasileiros

Os principais biomas brasileiros incluem a Floresta Amazônica, o Cerrado, a Caatinga, as Florestas de Cocais, o Pantanal Mato-Grossense, a Floresta Atlântica, os Manguezais e as Florestas de Araucária. Cada bioma possui características únicas de vegetação, clima e adaptações à sua região.

1 de 47
Baixar para ler offline
PRINCIPAIS BIOMAS 
BRASILEIROS 
Professor: Herbert Galeno 
Blog: herbertgaleno.blogspot.com.br
• Biomas são grandes estruturas ecológicas 
com fisionomias distintas encontradas nos 
diferentes continentes, caracterizados 
principalmente pelos fatores climáticos 
(temperatura e umidade) e formações 
vegetais relacionados à latitude.
São eles: 
• Floresta Amazônica (Hiléia) 
• Floresta Pluvial Costeira (Floresta Atlântica) 
• Floresta de Araucárias 
• Cerrado 
• Pampa 
• Caatinga 
• Floresta de Cocais (Babaçuais) 
• Pantanal mato-grossensse 
• Manguezais
FLORESTA DE COCAIS 
FLORESTA DE ARAUCARIA
FLORESTA AMAZÔNICA 
•Localiza-se na região norte do Brasil 
•Precipitações pluviométricas superior a 1.800mm/ano 
•Floresta apresenta diversos estratos 
•O estrato mais alto localiza-se 30m e 40m acima do solo 
•Apresentam raízes tabulares responsáveis pela sustentação das plantas 
•Árvore mais conhecida da região é a seringueira 
•São abundantes também as epífitas (bromélias)
Raizes tabulares 
Plantas Epífitas

Recomendados

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados (20)

Brasil – Domínios Morfoclimáticos
Brasil – Domínios MorfoclimáticosBrasil – Domínios Morfoclimáticos
Brasil – Domínios Morfoclimáticos
 
Clima e tempo
Clima e tempoClima e tempo
Clima e tempo
 
Aspectos Gerais do Brasil
Aspectos Gerais do BrasilAspectos Gerais do Brasil
Aspectos Gerais do Brasil
 
Domínios do cerrado
Domínios do cerradoDomínios do cerrado
Domínios do cerrado
 
Bioma: Cerrado
Bioma: CerradoBioma: Cerrado
Bioma: Cerrado
 
Caatinga
CaatingaCaatinga
Caatinga
 
Ecologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma AmazôniaEcologia - Bioma Amazônia
Ecologia - Bioma Amazônia
 
Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros Biomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Biomas do mundo
Biomas do mundoBiomas do mundo
Biomas do mundo
 
Os biomas brasileiros
Os biomas brasileirosOs biomas brasileiros
Os biomas brasileiros
 
Vegetação do brasil
Vegetação do brasilVegetação do brasil
Vegetação do brasil
 
Vegetação Brasileira
Vegetação BrasileiraVegetação Brasileira
Vegetação Brasileira
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
Faixas de Transicao
Faixas de Transicao Faixas de Transicao
Faixas de Transicao
 
Biomas
BiomasBiomas
Biomas
 
Ecossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileirosEcossistemas brasileiros
Ecossistemas brasileiros
 
Floresta amazônica
Floresta amazônicaFloresta amazônica
Floresta amazônica
 
Hidrografia
HidrografiaHidrografia
Hidrografia
 
Climas do-brasil
Climas do-brasilClimas do-brasil
Climas do-brasil
 
Conceito de massas de ar e suas atuações no Brasil
Conceito de massas de ar e suas atuações no BrasilConceito de massas de ar e suas atuações no Brasil
Conceito de massas de ar e suas atuações no Brasil
 

Destaque

Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileirosricardohenri
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileirosMaria da Paz
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileirosEstude Mais
 
Projeto meio ambiente fauna e flora
Projeto meio ambiente  fauna e floraProjeto meio ambiente  fauna e flora
Projeto meio ambiente fauna e floraFauFlo
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptRoseliMorais
 
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto baseCampanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto baseAntonio De Assis Ribeiro
 
Biomas brasileiros prof ismael 2
Biomas brasileiros prof ismael 2Biomas brasileiros prof ismael 2
Biomas brasileiros prof ismael 2professorismael
 
Ecossistema Brasileiro de Startups
Ecossistema Brasileiro de StartupsEcossistema Brasileiro de Startups
Ecossistema Brasileiro de Startupsccsl-usp
 
Ifes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasil
Ifes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasilIfes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasil
Ifes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasilKéliton Ferreira
 
Qué estudia la ecología, cómo y cuando surgió
Qué estudia la ecología, cómo y cuando surgióQué estudia la ecología, cómo y cuando surgió
Qué estudia la ecología, cómo y cuando surgióPilar Pacheco Osorio
 
Bioma Costeiros Marinhos
Bioma Costeiros MarinhosBioma Costeiros Marinhos
Bioma Costeiros MarinhosJade
 

Destaque (20)

Plano de aula amazônia
Plano de aula amazôniaPlano de aula amazônia
Plano de aula amazônia
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Projeto meio ambiente fauna e flora
Projeto meio ambiente  fauna e floraProjeto meio ambiente  fauna e flora
Projeto meio ambiente fauna e flora
 
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula pptOs biomas brasileiros , plano de aula ppt
Os biomas brasileiros , plano de aula ppt
 
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto baseCampanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
Campanha da fraternidade 2017 cf 2017 biomas brasileiros resumo do texto base
 
Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Campanha da fraternidade 2017 agir
Campanha da fraternidade 2017   agirCampanha da fraternidade 2017   agir
Campanha da fraternidade 2017 agir
 
Biomas brasileiros prof ismael 2
Biomas brasileiros prof ismael 2Biomas brasileiros prof ismael 2
Biomas brasileiros prof ismael 2
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Ecossistema Brasileiro de Startups
Ecossistema Brasileiro de StartupsEcossistema Brasileiro de Startups
Ecossistema Brasileiro de Startups
 
Ifes aula 15-16-17-revião
Ifes aula 15-16-17-reviãoIfes aula 15-16-17-revião
Ifes aula 15-16-17-revião
 
Alunos destaque aes
Alunos destaque aesAlunos destaque aes
Alunos destaque aes
 
Ifes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasil
Ifes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasilIfes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasil
Ifes aula 10-as-fronteiras_naturais_do_brasil
 
kkkkkkk
kkkkkkkkkkkkkk
kkkkkkk
 
Os biomas brasileiros
Os biomas brasileirosOs biomas brasileiros
Os biomas brasileiros
 
Qué estudia la ecología, cómo y cuando surgió
Qué estudia la ecología, cómo y cuando surgióQué estudia la ecología, cómo y cuando surgió
Qué estudia la ecología, cómo y cuando surgió
 
Bioma Costeiros Marinhos
Bioma Costeiros MarinhosBioma Costeiros Marinhos
Bioma Costeiros Marinhos
 
Africa hidrografia comparativa
Africa hidrografia comparativa Africa hidrografia comparativa
Africa hidrografia comparativa
 

Semelhante a Biomas brasileiros

Biomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhorBiomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhorIara Caetano
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-eunamahcado
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Euna Machado
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeitamyr
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeitamyr
 
Biomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticosBiomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticosCamila Brito
 
biomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdfbiomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdfWarlenSilva10
 
TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.Joemille Leal
 
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio Morfoclimático
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio MorfoclimáticoDOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio Morfoclimático
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio MorfoclimáticoSlviaVieira13
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasilItalo Alan
 
Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]
Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]
Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]Nery Costa
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasilItalo Alan
 
Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01
Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01
Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01Italo Alan
 
Aula 05 vegetação do brasil e hidrografia
Aula 05   vegetação do brasil e hidrografiaAula 05   vegetação do brasil e hidrografia
Aula 05 vegetação do brasil e hidrografiaJonatas Carlos
 

Semelhante a Biomas brasileiros (20)

Biomas Brasileiros
Biomas BrasileirosBiomas Brasileiros
Biomas Brasileiros
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhorBiomas brasileiros o melhor
Biomas brasileiros o melhor
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-
 
Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-Biomas brasileiros-
Biomas brasileiros-
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidade
 
Capacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidadeCapacitação biodiversidade
Capacitação biodiversidade
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
Biomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticosBiomas.dominiosmorfoclimaticos
Biomas.dominiosmorfoclimaticos
 
biomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdfbiomasbrasileiros-160712140018.pdf
biomasbrasileiros-160712140018.pdf
 
TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.TODOS Biomas Brasileiros.
TODOS Biomas Brasileiros.
 
Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010Vegeta. brasileira 2010
Vegeta. brasileira 2010
 
Biomas brasileiros
Biomas brasileirosBiomas brasileiros
Biomas brasileiros
 
BIOMAS BRASILEIROS
BIOMAS BRASILEIROSBIOMAS BRASILEIROS
BIOMAS BRASILEIROS
 
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio Morfoclimático
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio MorfoclimáticoDOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio Morfoclimático
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS. Quql a diferença entre Bioma e Domínio Morfoclimático
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasil
 
Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]
Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]
Paisagens naturais brasileiras_e_expressãµes_culturais_regionais[1]
 
Biomas do brasil
Biomas do brasilBiomas do brasil
Biomas do brasil
 
Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01
Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01
Osdomniosmorfoclimticosdobrasil 100307172448-phpapp01
 
Aula 05 vegetação do brasil e hidrografia
Aula 05   vegetação do brasil e hidrografiaAula 05   vegetação do brasil e hidrografia
Aula 05 vegetação do brasil e hidrografia
 

Mais de Colégio Nova Geração COC

A nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundial
A nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundialA nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundial
A nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundialColégio Nova Geração COC
 

Mais de Colégio Nova Geração COC (20)

China comunismo e economia
China   comunismo e economiaChina   comunismo e economia
China comunismo e economia
 
As estruturas do relevo brasileiro
As estruturas do relevo brasileiroAs estruturas do relevo brasileiro
As estruturas do relevo brasileiro
 
A nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundial
A nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundialA nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundial
A nova ordem mundial - Os novos atores da economia mundial
 
A desordem mundial
A desordem mundialA desordem mundial
A desordem mundial
 
A crise de 1929 e o keynesianismo
A crise de 1929 e o keynesianismoA crise de 1929 e o keynesianismo
A crise de 1929 e o keynesianismo
 
Filosofia e arte na modernidade
Filosofia e arte na modernidadeFilosofia e arte na modernidade
Filosofia e arte na modernidade
 
Filosofia e arte na modernidade
Filosofia e arte na modernidadeFilosofia e arte na modernidade
Filosofia e arte na modernidade
 
Filosofia e arte no medievo
Filosofia e arte no medievoFilosofia e arte no medievo
Filosofia e arte no medievo
 
Filosofia e arte na antiguidade
Filosofia e arte na antiguidadeFilosofia e arte na antiguidade
Filosofia e arte na antiguidade
 
John Rawls
John RawlsJohn Rawls
John Rawls
 
Michel Foucalt e o biopoder
Michel Foucalt e o biopoderMichel Foucalt e o biopoder
Michel Foucalt e o biopoder
 
Immanuel Kant e o criticismo kantiano
Immanuel Kant e o criticismo kantianoImmanuel Kant e o criticismo kantiano
Immanuel Kant e o criticismo kantiano
 
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionaisGuerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
Guerrilhas, terrorismo e conflitos regionais
 
Estados Unidos economia
Estados Unidos economiaEstados Unidos economia
Estados Unidos economia
 
Francis Bacon
Francis BaconFrancis Bacon
Francis Bacon
 
Direitos e cidadania no Brasil
Direitos e cidadania no BrasilDireitos e cidadania no Brasil
Direitos e cidadania no Brasil
 
David Hume
David HumeDavid Hume
David Hume
 
O conceito de homem na antropologia
O conceito de homem na antropologiaO conceito de homem na antropologia
O conceito de homem na antropologia
 
Fenomenologia
FenomenologiaFenomenologia
Fenomenologia
 
Nietzsche - tragédia e existência
Nietzsche - tragédia e existênciaNietzsche - tragédia e existência
Nietzsche - tragédia e existência
 

Último

08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da MulherMary Alvarenga
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...excellenceeducaciona
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMHisrelBlog
 
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...azulassessoriaacadem3
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...apoioacademicoead
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioProfessor Belinaso
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...apoioacademicoead
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...azulassessoriaacadem3
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;azulassessoriaacadem3
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoMariaJoão Agualuza
 

Último (20)

08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher08 de março - Dia Internacional da Mulher
08 de março - Dia Internacional da Mulher
 
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
a) Como você pode utilizar plataformas digitais, como o Canva e o Book Creato...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIMSOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
SOCIOLOGIA: O PENSAMENTO DE ÉMILE DURKHEIM
 
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
3) A legislação brasileira prevê a proteção à educação e a sua divisão? Apont...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
Com base nas informações apresentadas, responda: a. Qual o Índice de Massa Co...
 
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médioElementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
Elementos da Formação Social: sociologia no ensino médio
 
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
5. Na sua opinião, em que medida os princípios da ORT de Taylor ainda são rel...
 
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
Nesse sentido, considerando a situação hipotética apresentada sobre o projeto...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
1 – O nome de cada uma das tendências pedagógicas, em ordem cronológica;
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º anoReprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
Reprodução nos Animais - 2.º ciclo 5.º ano
 

Biomas brasileiros

  • 1. PRINCIPAIS BIOMAS BRASILEIROS Professor: Herbert Galeno Blog: herbertgaleno.blogspot.com.br
  • 2. • Biomas são grandes estruturas ecológicas com fisionomias distintas encontradas nos diferentes continentes, caracterizados principalmente pelos fatores climáticos (temperatura e umidade) e formações vegetais relacionados à latitude.
  • 3. São eles: • Floresta Amazônica (Hiléia) • Floresta Pluvial Costeira (Floresta Atlântica) • Floresta de Araucárias • Cerrado • Pampa • Caatinga • Floresta de Cocais (Babaçuais) • Pantanal mato-grossensse • Manguezais
  • 4. FLORESTA DE COCAIS FLORESTA DE ARAUCARIA
  • 5. FLORESTA AMAZÔNICA •Localiza-se na região norte do Brasil •Precipitações pluviométricas superior a 1.800mm/ano •Floresta apresenta diversos estratos •O estrato mais alto localiza-se 30m e 40m acima do solo •Apresentam raízes tabulares responsáveis pela sustentação das plantas •Árvore mais conhecida da região é a seringueira •São abundantes também as epífitas (bromélias)
  • 8. • Região da bacia amazônica ostenta a maior variedade de aves, primatas, roedores, jacarés, sapos, insetos, lagartos e peixes de água doce de todo o planeta. • Por ali circulam 324 espécies de mamíferos, como a onça-pintada, a ariranha, a preguiça e o macacos. • Vivem cerca de 25% da população de primatas do globo e 70 das 334 espécies de papagaios existentes. • Com relação a peixe de água doce, concentra de 2500 a 3000 espécies diferentes. Só no Rio Negro podem ser encontradas 450 espécies enquanto que na Europa não se contam mais de 200.
  • 9. CERRADO • As árvores do cerrado são muitos peculiares, com troncos tortos, cobertos por uma cortiça grossa, e de folhas geralmente grandes e rígidas. Muitas plantas herbáceas têm órgãos subterrâneos para armazenar água e nutrientes.
  • 10. • Cortiça grossa e estruturas subterrâneas podem ser interpretadas como algumas das muitas adaptações desta vegetação às queimadas periódicas. • Acredita-se que, como em muitas savanas do mundo, os ecossistemas de cerrado vêm co-existindo com o fogo desde tempos remotos, inicialmente como incêndios naturais causados por relâmpagos ou atividades vulcânicas e, posteriormente, causados pelo homem.
  • 11. • Situa-se nos estados de Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no oeste de São Paulo e Paraná • Trata-se de um bioma do tipo savana, com vegetação arbórea esparsa formada por pequenas árvores e arbustos
  • 12. • O clima do cerrado é relativamente quente (26 ºC) e índice pluviométrico de 1600 ‘a 2000 mm/ano concentrados no verão. • Solo pobre em determinados minerais • Entre a diversidade de invertebrados, os mais notáveis são os térmitas (cupins) e as formigas cortadeiras (saúvas
  • 13. • Atualmente, a região contribui com mais de 70% da produção de carne bovina do País (Corrêa, 1989).
  • 15. • É também um importante centro de produção de grãos (soja, feijão, milho e arroz). • Como uma atividade secundária, grandes extensões de cerrado são ainda utilizadas na produção de polpa de celulose para a indústria de papel.
  • 16. CAATINGA • Considerado como o único bioma exclusivamente brasileiro, está localizado na faixa sub-equatorial, entre a floresta amazônica e a floresta atlântica, compreendendo quase 10% da área total do território brasileiro
  • 17. • Abrange os estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Sergipe, Alagoas, Bahia, sul e leste do Piauí e norte de Minas Gerais. • Possui um clima semi-árido com temperaturas médias anuais entre 27ºC e 29ºC, e índices pluviométricos irregulares variando de 250 a 1000mm por ano, concentrando-se durante 3 a 5 meses. Na estação seca a temperatura do solo, que é raso, pedregoso e alcalino, pode chegar a 60ºC.
  • 18. VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE ESTIAGEM
  • 19. VISÃO DA CAATINGA EM ÉPOCA DE CHUVA
  • 20. • A vegetação da caatinga é extremamente diversificada proporcionando a ocorrência de espécies adaptadas às condições do ambiente (solo e clima). • As espécies arbóreas e arbustivas apresentam folhas pequenas (caducifolia)ou modificadas em espinhos, outras, com raízes superficiais para absorver o máximo de águas pluviais. • Algumas das espécies nativas da caatinga são: barriguda, amburana, aroeira, umbu, baraúna, maniçoba, macambira, mandacaru e juazeiro MANDACARU
  • 22. FLORESTAS DE COCAIS (BABAÇUAIS) • Localiza-se em certas áreas dos estados do Maranhão, Piauí e Rio Grande do Norte
  • 23. • Planta típica é o Babaçu (Orbignya martiana)
  • 24. • A floresta de babaçu é economicamente importante; das sementes da palmeira extrai-se o óleo, as folhas são utilizadas para a cobertura de casas e para a fabricação de utensílios domésticos
  • 29. • Abriga uma das mais ricas reservas de vida selvagem do mundo • Em alguns locais mais elevados onde o solo não retém água a vegetação pode apresentar a vegetação típica de caatinga como cactus • Nas áreas que são inundadas durante as cheias anuais crescem gramíneas formando pastagens naturais
  • 30. FLORESTA ATLÂNTICA OU MATA ATLÂNTICA
  • 31. • Apresenta um alto índice pluviométrico chegando a valores entre 1800 a 3600mm por ano, devido a condensação da brisa oceânica carregada de vapor que é empurrada para as regiões continentais. • Nesse bioma a maioria dos rios é perene, possuindo rios de águas claras e rios de águas pretas.
  • 37. • Agricultores e pecuaristas foram atraídos para a região devido ao seu solo fértil e condições naturais favoráveis, o que ocasionou uma desordenada expansão, gerando um acelerado desgaste do solo e iniciando um processo de desertificação em algumas áreas desse bioma.
  • 41. • Estende-se do nordeste até o litoral catarinenese • É formada por plantas com raízes respiratórias. • Mais importantes (Rhizophora mangle e Avicennia tomentosa) • Desenvolve-se em solo lodoso e salgado
  • 42. FLORESTAS DE ARAUCÁRIA • Situa-se em certas regiões os estados do RS, SC, PR, SP • Índices pluviométricos em torno de 1400mm anuais
  • 43. Apresenta 3 estratos bem definidos: • Arbóreo: Pinheiro –do- paraná (Araucaria angustifolia) e Podocarpus
  • 45. Estrato Arbustivo: • Muito denso • Diversos tipos de arbustos e samabaias (Dicksonia)
  • 46. • Os “troncos” destas samambaias são formados por rizomas secos e compactados - o xaxim-
  • 47. Estrato Herbaceo • Vegetação rasteira, epífitas como orquídeas e bromélias