SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 83
Domínios Morfoclimáticos
Brasil
Corresponde a
interação e a
interdependência
entre os diversos
elementos da
paisagem (relevo,
clima, vegetação,
hidrografia, solo,
fauna, etc.)
Domínios Morfoclimáticos
Domínios Morfoclimáticos
Aziz Nacib Ab’Saber
Domínios Morfoclimáticos
Quantos e quais são os
Domínios?Amazônico
Cerrado
Pradarias
Araucárias
Mares de Morro
Caatinga
Transição
Domínios Morfoclimáticos
Quais os elementos que mais
influenciam para caracterizarmos
cada domínio?
Relevo
Clima
E a
Vegetação?
Elemento
síntese.
Geologia brasileira.
Características Gerais:
Escudos Cristalinos
Bacias Sedimentares
Terrenos Vulcânicos
ESCUDOS CRISTALINOSESCUDOS CRISTALINOS
Abrangem 36% da superfície total, sendo 32% composto por estrutura
arqueozoica pré-cambriano, compostos pro granito e gnaisses, e 4% de
proterozoica, geralmente associadas a jazidas minerais.
Ou seja, grandes áreas formadas por rochas magmáticas ou
metamórficas, muito resistentes,que remontam a gênese da Terra.
ESCUDOS CRISTALINOSESCUDOS CRISTALINOS
Agrupados em dois grandes blocos principais:
 Escudo das Guianas
 Escudo Brasileiro, subdividido em Sul-
Amazônico, Atlântico, Araguaio-Tocantins, Bolívio-
Matogrossense e Uruguaio-Sul Rio-Grandense.
Principais jazidas minerais do Brasil:
 Serra do Espinhaço (MG)
 Maciço Urucum (MS)
 Serra dos Carajás (PA)
BACIAS SEDIMENTARESBACIAS SEDIMENTARES
Correspondem a 64% do território brasileiro e são formadas por
deposição de sedimentos que preencheram áreas mais baixas do relevo. Esses
sedimentos foram transportados pela ação dos ventos, das águas e dos rios ou
mares
A exploração econômica das bacias sedimentares está relacionada aos
minerais energéticos, como carvão, petróleo, xisto e gás.
BACIAS SEDIMENTARESBACIAS SEDIMENTARES
Podem ser agrupadas de acordo com a Era em que foram
sedimentados:
PALEOZOICAS:PALEOZOICAS:
 São Franciscana
 Paranaica
MESOZOICA:
 Parnaíba
 Recôncavo Baiano
CENOZOICASCENOZOICAS
 Amazônica
 Costeira
 Pantanal
TERRA ROXATERRA ROXA
O derrame de Trapp foi um grande derramamento vulcânico de
basalto, ocorrido na era MesozóicaMesozóica, e que deu origem a um dos solos
mais férteis do Brasil (Terra Roxa), que se estendem nas porções
ocidentais de São Paulo ao Rio Grande do Sul.
BRASIL – MAPA HIPSOMÉTRICOBRASIL – MAPA HIPSOMÉTRICO
O Brasil
apresenta
relevos baixos,
que sofreram
um longo
processo de
erosão, sendo
assim seu relevo
é datado da era
Pré-Cambriana.
FORMAÇÃO DO RELEVO BRASILEIROFORMAÇÃO DO RELEVO BRASILEIRO
O RELEVO É FORMADO A PARTIR DA
ATUAÇÃO DOS AGENTES
INTERNOS OU ENDÓGENOSINTERNOS OU ENDÓGENOS
E
EXTERNOS OU EXÓGENOSEXTERNOS OU EXÓGENOS
AGENTES INTERNOS OU ENDÓGENOSAGENTES INTERNOS OU ENDÓGENOS
A orogênese é o conjunto de processos que levam à formação
ou rejuvenescimento de montanhas ou cadeias de montanhas
produzido principalmente pelo diastrofismo (dobramentos,
falhas ou a combinação dos dois), ou seja, pela deformação
compressiva da litosfera continental.
AGENTES INTERNOS OU ENDÓGENOSAGENTES INTERNOS OU ENDÓGENOS
Epirogênese é um conjunto de processos que resultam no
movimento da crosta terrestre, no sentido ascendente ou
descendente. Além disso, atinge vastas áreas continentais de
forma lenta, ocasionando regressões e transgressões
marinhas.
AGENTES EXTERNOS OU EXÓGENOSAGENTES EXTERNOS OU EXÓGENOS
MODELADORES DO RELEVO:
CHUVAS, VENTOS, RIOS, HOMEM
CLASSIFICAÇÃO DE AROLDO DE AZEVEDOCLASSIFICAÇÃO DE AROLDO DE AZEVEDO
É a mais antiga utilizada, dividindo o Brasil em quatro planaltos e
quatro planícies. O principal critério para essa classificação foi a altimetria.
Planícies todas as áreas inferiores a 200 metros de altitude
Planaltos as áreas com elevações superiores a 200 metros
CLASSIFICAÇÃO DE AZIZ AB´SÁBERCLASSIFICAÇÃO DE AZIZ AB´SÁBER
Os planaltos deixam de ser classificado apenas pelo critério de altitude
e passaram a ser vistos como elementos onde ocorrem processos erosivos em
maior proporção que os processos de sedimentação.
As planícies, por sua vez, recebem mais sedimentos do que são
desgastadas, em função da sua baixa altitude.
CLASSIFICAÇÃO DE AZIZ AB´SÁBERCLASSIFICAÇÃO DE AZIZ AB´SÁBER
CLASSIFICAÇÃO DE JURANDYR ROSSCLASSIFICAÇÃO DE JURANDYR ROSS
Esta classificação é a mais recente, baseada no levantamento do
Projeto Radambrasil.
Nesta classificação foram associados a modernos estudos
geomorfológicos (processos de erosão, transporte e sedimentação, cotas
altimétricas e estruturas geológicas).
CLASSIFICAÇÃO DE JURANDYR ROSSCLASSIFICAÇÃO DE JURANDYR ROSS
Nesta classificação utiliza-se critérios semelhantes a Aziz Ab´Saber
onde planalto são regiões altas que sofrem processo de erosão e planície regiões
baixas que recebem sedimentos , porém Jurandyr classifica depressão como
sendo a região intermediária entre a planície e o planalto.
CLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIROCLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIRO
Aroldo de Azevedo:
Planície 0 a 200 m
Planalto 200 m para cima
Aziz Ab´ Sáber
Planície recebe sedimentos
Planaltos sofre erosão
JURANDYR ROSS
Planície recebe sedimentos
Planaltos sofre erosão
Depressão
CLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIROCLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIRO
PLANALTO: Área de altitude elevada, onde os processos erosivos superam os de
sedimentação, podendo ter uma topografia acidentada ou relativamente plana.
CLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIROCLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIRO
PLANÍCIE: Região onde os processos de deposição superam os erosivos.
Geralmente as planícies se situam em baixas altitudes, mas também podem ser
encontradas em áreas planálticas; exemplo disso são as planícies fluviais.
RELEVORELEVO
CLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIROCLASSIFICAÇÃO DO RELEVO BRASILEIRO
DEPRESSÃO: Áreas aonde os processos erosivos são mais intensos que os de
deposição. No Brasil, as depressões são relativas e localizadas em áreas entre
planaltos.
Características Gerais:
1 - Predomínio das formações sedimentares
recentes. (64%)
2 - Origem cristalina. (36%)
3 - Baixa altimetria: predomínio das baixas e
médias altitudes.
4 - Não sofreu ação dos movimentos orogenéticos
recentes.
5 - Três grandes formas: Planaltos, as depressões
e as planícies.
6 - 95% planaltos e depressões de origem tanto
cristalina quanto sedimentar.
7 - Planícies representam 5% do território brasileiro e
são exclusivamente de origem sedimentar
Climas
do
Brasil
Predomínio de climas quentes
Por que?
Fatores e Elementos
climáticos que
influenciam no Brasil
LATITUDE
Menor Lat. = Maior Temp.
Maior Lat. = Menor Temp.
Perpendicular
Oblíqua
Oblíqua
Altitude
Menor Alt. = Maior Temp.
Maior Alt. = Menor Temp.
Vegetação
Pequena variação de temperatura
Vegetação
Grande variação de temperatura
Continentalidade e Maritimidade
Baixa
Amp. Térmica
Elevada
Amp. Térmica
Relevo
Massas de ar
Domínio Amazônico
Clima
Vegetação
Orografia
Depressões
Terras Baixas
Baixos Platôs
Planalto das
Guianas
Ponto culminante
Pico da Neblina, 31 de Março e
Monte Roraima
Pedologia
Lixiviado
Várzea
Terra Preta
Hidrografia
Domínio dos Cerrados
Orografia
Chapadas
Chapadões
Planalto
Meridional
Planalto Central
Clima
Vegetação
Pedologia
Lixiviado
Laterizado
Hidrografia
Domínio dos
Mares de Morro
Orografia
Mares de Morro
Planalto
Atlântico
Serra e
Planaltos do
Leste Sudeste
Planície
Litorânea
Clima
Vegetação
Devastação da Mata Atlântica
Devastação da Mata Atlântica
Hidrografia
Pedologia
Massapê Salmourão
Domínio da Caatinga
Orografia
Depressões
Planaltos
Serras e
ChapadasInselbergs
Predomina Intemperismo Físico.
CE e PICE e PI
RNRN
AL, PE, PB
e RN
AL, PE, PB
e RN
CE, PI e PECE, PI e PE
Clima
Vegetação
Hidrografia
Pedologia
Raso e Rachado
Litossolo
Domínio das Araucárias
Orografia
Planalto
Depressões
Cuestas
Clima
Vegetação
Hidrografia
Brunizém
Avermelhado
Terra
Roxa
Pedologia
Domínio das Pradarias
Orografia
Coxilhas
Cerros
Presença
de Restinga
Clima
Vegetação
Hidrografia
Pedologia
Presença de solos
férteis e arenosos.
Áreas de Transição
Pantanal
Agreste
Mata dos Cocais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (20)

Região Nordeste
Região NordesteRegião Nordeste
Região Nordeste
 
Nordeste
NordesteNordeste
Nordeste
 
Geografia Do Brasil RegiõEs
Geografia Do Brasil   RegiõEsGeografia Do Brasil   RegiõEs
Geografia Do Brasil RegiõEs
 
Regionalização do continente africano
Regionalização do continente africanoRegionalização do continente africano
Regionalização do continente africano
 
Região nordeste 7º ano
Região nordeste  7º anoRegião nordeste  7º ano
Região nordeste 7º ano
 
Aspectos naturais europa
Aspectos naturais europaAspectos naturais europa
Aspectos naturais europa
 
Dominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticosDominios morfoclimáticos
Dominios morfoclimáticos
 
Relevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivosRelevo agentes formadores e erosivos
Relevo agentes formadores e erosivos
 
Continente asiático
Continente asiáticoContinente asiático
Continente asiático
 
Localização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasilLocalização geográfica do brasil
Localização geográfica do brasil
 
Brasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e climaBrasil – massas de ar e clima
Brasil – massas de ar e clima
 
A formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º anoA formação do território brasileiro - 7º ano
A formação do território brasileiro - 7º ano
 
Vegetação do brasil
Vegetação do brasilVegetação do brasil
Vegetação do brasil
 
Climas do Brasil
Climas do BrasilClimas do Brasil
Climas do Brasil
 
Vegetação Brasileira
Vegetação BrasileiraVegetação Brasileira
Vegetação Brasileira
 
O relevo e as suas formas
O relevo e as suas formasO relevo e as suas formas
O relevo e as suas formas
 
Fusos horarios completo
Fusos horarios completoFusos horarios completo
Fusos horarios completo
 
Hidrosfera: as Águas Continentais
Hidrosfera: as Águas ContinentaisHidrosfera: as Águas Continentais
Hidrosfera: as Águas Continentais
 
7º ano unidade 5 - Região Norte
7º ano   unidade 5 - Região Norte7º ano   unidade 5 - Região Norte
7º ano unidade 5 - Região Norte
 
Ásia
ÁsiaÁsia
Ásia
 

Semelhante a Domínios Morfoclimáticos do Brasil

Agentes externos e Relevo Brasileiro
Agentes externos e Relevo BrasileiroAgentes externos e Relevo Brasileiro
Agentes externos e Relevo BrasileiroRogério Bartilotti
 
Relevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacaoRelevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacaodanielcpacheco2
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiroUFES
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileirokarolpoa
 
Aula de relevo
Aula de relevoAula de relevo
Aula de relevoGoogle
 
Ifes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológica
Ifes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológicaIfes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológica
Ifes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológicaKéliton Ferreira
 
Atividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicadaAtividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicadanairaeliza
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilProf.Paulo/geografia
 
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevoProf demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevoDeto - Geografia
 
Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro
Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro
Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro Geisa Andrade
 
Classifcação de relevo geisa_jeferson
Classifcação de relevo geisa_jefersonClassifcação de relevo geisa_jeferson
Classifcação de relevo geisa_jefersonCarolina Corrêa
 
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturaisAlexandre Alves
 
Relevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptxRelevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptxSalvioli1
 
Dominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileirosDominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileirosMarcelo Nascimento
 
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETO
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETODOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETO
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETOMarcosHenriquePierob
 

Semelhante a Domínios Morfoclimáticos do Brasil (20)

Agentes externos e Relevo Brasileiro
Agentes externos e Relevo BrasileiroAgentes externos e Relevo Brasileiro
Agentes externos e Relevo Brasileiro
 
Relevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacaoRelevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacao
 
Relevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacaoRelevo brasileiro-e-sua-classificacao
Relevo brasileiro-e-sua-classificacao
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
Relevo brasileiro
Relevo brasileiroRelevo brasileiro
Relevo brasileiro
 
RELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTALRELEVO CONTINENTAL
RELEVO CONTINENTAL
 
Aula de relevo
Aula de relevoAula de relevo
Aula de relevo
 
Ifes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológica
Ifes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológicaIfes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológica
Ifes aula 7-brasil-relevo_e_estrutura_geológica
 
Atividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicadaAtividade 02 curso geografia aplicada
Atividade 02 curso geografia aplicada
 
As paisagens e o relevo
As paisagens e o relevoAs paisagens e o relevo
As paisagens e o relevo
 
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasilGeologia geomorfologia e mineraçao no brasil
Geologia geomorfologia e mineraçao no brasil
 
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevoProf demetrio melo   brasil estrutura geológica e relevo
Prof demetrio melo brasil estrutura geológica e relevo
 
Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro
Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro
Aula 2 Classificações do Relevo Brasileiro
 
Classifcação de relevo geisa_jeferson
Classifcação de relevo geisa_jefersonClassifcação de relevo geisa_jeferson
Classifcação de relevo geisa_jeferson
 
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
3º ano E.M (mod. 24) Brasil: Aspectos naturais
 
Relevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptxRelevo e Solos.pptx
Relevo e Solos.pptx
 
Dominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileirosDominios climatobotanicos-brasileiros
Dominios climatobotanicos-brasileiros
 
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETO
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETODOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETO
DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS DO BRASIL - MATERIAL COMPLETO
 
1 aula
1 aula1 aula
1 aula
 

Mais de Rogério Bartilotti

Treinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte IITreinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte IIRogério Bartilotti
 
Fatores e elementos do clima parte ii
Fatores e elementos do clima   parte iiFatores e elementos do clima   parte ii
Fatores e elementos do clima parte iiRogério Bartilotti
 
Treinamento: Geologia, Geomorfologia e Solos
Treinamento: Geologia, Geomorfologia e SolosTreinamento: Geologia, Geomorfologia e Solos
Treinamento: Geologia, Geomorfologia e SolosRogério Bartilotti
 
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. AmbientaisTreinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. AmbientaisRogério Bartilotti
 
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do ClimaTreinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do ClimaRogério Bartilotti
 
Domínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, Transição
Domínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, TransiçãoDomínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, Transição
Domínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, TransiçãoRogério Bartilotti
 
Treinamento - Recursos Minerais e Fontes de Energia
Treinamento - Recursos Minerais e Fontes de EnergiaTreinamento - Recursos Minerais e Fontes de Energia
Treinamento - Recursos Minerais e Fontes de EnergiaRogério Bartilotti
 
Migrações internacionais Teoria e Questões
Migrações internacionais Teoria e QuestõesMigrações internacionais Teoria e Questões
Migrações internacionais Teoria e QuestõesRogério Bartilotti
 
Fases do crescimento populacional
Fases do crescimento populacionalFases do crescimento populacional
Fases do crescimento populacionalRogério Bartilotti
 

Mais de Rogério Bartilotti (20)

Transportes
TransportesTransportes
Transportes
 
Treinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte IITreinamento - Climatologia - parte II
Treinamento - Climatologia - parte II
 
Fatores e elementos do clima parte ii
Fatores e elementos do clima   parte iiFatores e elementos do clima   parte ii
Fatores e elementos do clima parte ii
 
Treinamento blocos
Treinamento blocosTreinamento blocos
Treinamento blocos
 
Treinamento: Geologia, Geomorfologia e Solos
Treinamento: Geologia, Geomorfologia e SolosTreinamento: Geologia, Geomorfologia e Solos
Treinamento: Geologia, Geomorfologia e Solos
 
Pedologia
PedologiaPedologia
Pedologia
 
Revisao 2 - Aulas de Sexta
Revisao 2 - Aulas de SextaRevisao 2 - Aulas de Sexta
Revisao 2 - Aulas de Sexta
 
Da URSS a Rússia
Da URSS a RússiaDa URSS a Rússia
Da URSS a Rússia
 
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. AmbientaisTreinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
Treinamento: Hidrografia, Pedologia e Prob. Ambientais
 
Treinamento Cartografia
Treinamento CartografiaTreinamento Cartografia
Treinamento Cartografia
 
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do ClimaTreinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
Treinamento do Bartinho - Fatores e Elementos do Clima
 
Eras Geológicas
Eras GeológicasEras Geológicas
Eras Geológicas
 
Ordens Mundiais
Ordens MundiaisOrdens Mundiais
Ordens Mundiais
 
Capitalismo
CapitalismoCapitalismo
Capitalismo
 
Domínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, Transição
Domínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, TransiçãoDomínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, Transição
Domínio: Caatinga, Araucária, Pradarias, Transição
 
Treinamento - Recursos Minerais e Fontes de Energia
Treinamento - Recursos Minerais e Fontes de EnergiaTreinamento - Recursos Minerais e Fontes de Energia
Treinamento - Recursos Minerais e Fontes de Energia
 
Focos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na ÁfrciaFocos de tensão na Áfrcia
Focos de tensão na Áfrcia
 
Recursos Minerais
Recursos MineraisRecursos Minerais
Recursos Minerais
 
Migrações internacionais Teoria e Questões
Migrações internacionais Teoria e QuestõesMigrações internacionais Teoria e Questões
Migrações internacionais Teoria e Questões
 
Fases do crescimento populacional
Fases do crescimento populacionalFases do crescimento populacional
Fases do crescimento populacional
 

Último

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASEdinardo Aguiar
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfEditoraEnovus
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPanandatss1
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfdio7ff
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasRicardo Diniz campos
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Centro Jacques Delors
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 

Último (20)

QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNASQUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
QUIZ DE MATEMATICA SHOW DO MILHÃO PREPARAÇÃO ÇPARA AVALIAÇÕES EXTERNAS
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdfSimulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
Simulado 1 Etapa - 2024 Proximo Passo.pdf
 
Em tempo de Quaresma .
Em tempo de Quaresma                            .Em tempo de Quaresma                            .
Em tempo de Quaresma .
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Educação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SPEducação São Paulo centro de mídias da SP
Educação São Paulo centro de mídias da SP
 
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdfHABILIDADES ESSENCIAIS  - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
HABILIDADES ESSENCIAIS - MATEMÁTICA 4º ANO.pdf
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecasMesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
Mesoamérica.Astecas,inca,maias , olmecas
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptxSlides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
Slides Lição 2, Central Gospel, A Volta Do Senhor Jesus , 1Tr24.pptx
 
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
Apresentação | Eleições Europeias 2024-2029
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA      -
XI OLIMPÍADAS DA LÍNGUA PORTUGUESA -
 

Domínios Morfoclimáticos do Brasil

Notas do Editor

  1. ESCUDOS CRISTALINOS: Formação pré-cambriana. Terrenos arqueozóicos: Serra do Mar (granito). Terrenos proterozóicos: jazidas de minerais (ferro e manganês). BACIAS SEDIMENTARES: Formação recente. Terrenos paleozóicos: jazidas carboníferas do sul. Área mesozóica: depósitos petrolíferos do litoral. Terrenos cenozóicos: planícies. TERRENOS VULCÂNICOS: Áreas que durante a era mesozóica sofreram intensos derrames vulcânicos. (bacia do Paraná) Rochas basálticas. Solo fértil (terra roxa)
  2. Pico da neblina, 31 de março e monte Roraima.
  3. Destacam-se nesse planalto as chapadas dos Parecis, dos Guimarães, das Mangabeiras e o Espigão Mestre, que divide as águas das bacias do São Francisco e Tocantins.
  4. Latossolo
  5. As terras altas do Sudeste dividem as águas de várias bacias hidrográficas: bacia do São Francisco, bacia Paranaica (Grande, Tietê, etc.), bacias Secundárias do Leste (Paraíba do Sul, Doce) e Sul. A maior parte dos rios são planálticos, encachoeirados, com grande número de quedas ou saltos, corredeiras e com elevado poder de erosão. O potencial hidráulico é também elevado, não somente dos rios das bacias Paranaica e São Francisco, mas também de vários rios de maior extensão que correm diretamente para o mar (bacias Secundárias). A serra do Mar representa uma linha de falhas que possibilita, também, a produção energética (exemplo: usinas Henry Borden I e II que aproveitam as águas do sistema Tietê – Pinheiros – Billings). Esses rios apresentam cheias de verão e vazante de inverno (regime pluvial tropical).
  6. Na Zona da Mata Nordestina encontra-se um solo de grande fertilidade, denominado massapé; originou-se da decomposição do granito, gnaisse e, às vezes, do calcário. No Sudeste, ocorre a presença de um solo argiloso de razoável fertilidade, formado, principalmente, pela decomposição do granito em climas úmidos, denominado salmourão.
  7. Pediplanaçao.
  8. Falar da Desertificaçao