Necessidades e desafios da sexualidade vale sonhar 2013

1.385 visualizações

Publicada em

Necessidades e desafios da sexualidade vale sonhar 2013

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.385
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
13
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Necessidades e desafios da sexualidade vale sonhar 2013

  1. 1. DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE JACAREÍ NÚCLEO PEDAGÓGICO “Necessidades e desafios da sexualidade: Vale Sonhar” FERNANDA REZENDE PEDROZA PROFESSOR COORDENADOR DE NÚCLEO PEDAGOGICO DIRETORIA DE ENSINO DA REGIÃO DE JACAREÍ JUNHO-2013
  2. 2. Objetivos: • Apresentar o projeto Vale Sonhar implementado desde 2008 com por meio do Caderno de apoio ao currículo de biologia e do kit de oficinas do Instituto Kaplan para as turmas de 1ª série das escolas de ensino médio; • Apresentar o material proposto para a realização das atividades. • Vivenciar as três atividades propostas para as oficinas; • Esclarecer dúvidas e elaborar um cronograma de datas para a realização de cada atividade.
  3. 3. Pauta 9h30 – café • Breve apresentação do projeto • Demonstrativos de pesquisas sobre o tema • Leitura do texto: “Primeira vez – Quando é chegada a hora?” • Realização das Oficinas do Vale Sonhar: • 1ª oficina: “O despertar para o sonho” • 2ª oficina: “Nem toda relação sexual engravida” Almoço • 3ª oficina: “Engravidar é uma Escolha” • Orientações sobre o preenchimento dos instrumentos para a DE • Leitura do texto para reflexão: “Educação para valores” • Vídeo: “Era uma vez outra Maria” 16h30 – encerramento e avaliação
  4. 4. Estratégia de motivação “ O sonho é próprio de todos nós. Não há nenhuma realidade, sem que antes, se tenha sonhado com ela.” Teotônio Vilela
  5. 5. Gravidez na Adolescência • No Brasil, 24% dos nascidos vivos são filhos de garotas entre 10 - 19 anos. • São Paulo o índice é de 17% (Datasus – 2006) • Início do relacionamento sexual: média 14 a 15 anos ambos os sexos • Evasão escolar - 25% das meninas entre 15 e 17 anos que deixam a escola fazem isso por causa da gravidez • Aumento da pobreza: A escolaridade da mulher é um fator relevante na avaliação do IDH de uma população. 80% dos lares brasileiros contam com a contribuição financeira da mulher. 25% dependen exclusivamente da renda da mulher.
  6. 6. Leitura compartilhada: “Primeira vez – Quando é chegada a hora?” O QUE MOSTRAM AS PESQUISAS
  7. 7. Preservativo na 1a relação: fonte: V. Paiva e col., Pesquisa MS/IBOPE, 2003 in www.aids.gov.br Uso de preservativo na 1ª relação sexual Masc Fem 14- 25 26- 40 41- 55 56 e + Usou preservativo na primeira relação sexual 29,3 23,2 54,5 20,6 12,8 11,9 Não usou preservativo na primeira relação sexual 70,7 76,8 45,5 79,4 87,2 88,1
  8. 8. Uso de camisinha de acordo com a escolaridade 16-20 anos, Brasil, 2003. Anos de Escola Mulheres Homens Menos de 4 15% 43% 4 – 8 anos 50% 56% Ensino Médio ou Universidade 70% 87%
  9. 9. Deve-se falar de sexo com pessoa s menor es de 15 anos? Com relação aos jovens de 15 a 19 anos Qual é a sua opinião? Mulheres jovens deveriam esperar o casamento para ter relações sexuais Homen s jovens deveria m esperar o casame nto Jovens devem receber informaçõ es nas escolas sobre contracep Jovens devem receber informaçõ es nas escolas sobre camisinha Jovens devem ter acesso camisin ha na escola Jovens devem ter acesso camisin ha nos serviço s de saúde Religião Catolica romana 61,8 48,1 98,3 98,5 84,6 96,1 75,5 Protestantis mo historico 84,4 77,3 96,0 93,1 79,2 89,2 72,5 Pentecostal 81,9 75,0 96,6 95,5 78,8 92,8 72,4 Espirita 30,1 24,4 98,3 100,0 88,7 98,6 88,0 kardecista Afro-brasileira 44,9 38,1 100,0 100,0 96,6 100,0 94,5 Nenhuma 45,6 34,2 98,2 98,0 88,6 95,8 82,3 Outras 71,3 66,7 92,3 90,8 69,7 84,3 86,2 Total 63,9 52,4 97,8 97,5 83,7 95,0 76,2 Região N e NE 73,4 53,8 97,4 97,6 81,1 96,0 66,8 CO e SD 65,6 56,1 97,4 96,8 82,7 93,0 76,0 S. Paulo 58,0 50,1 98,2 97,8 87,7 95,5 80,8 Sul 54,6 46,4 98,2 98,2 82,2 96,1 84,1 Total 63,9 52,4 97,8 97,5 83,6 94,9 76,1
  10. 10. Oficinas do “Vale Sonhar” 1ª oficina – O despertar para o sonho 2ª oficina – Nem toda relação sexual engravida 3ª oficina – Engravidar é uma Escolha Comentários: aspectos facilitadores e dificultadores
  11. 11. Leitura compartilhada : “Primeira vez – Quando é chegada a hora”?
  12. 12. Ferramentas de acompanhamento Modelo 1 – sugestão de enquete com alunos (não deve ser enviado para o Núcleo Pedagógico) Modelo 2 – resultado da enquete (PC deve enviar para o Núcleo Pedagógico) Modelo 3 – sugestão de controle de frequência nas oficinas para auxiliar o professor de Biologia (não deve ser enviado para o Núcleo Pedagógico) Modelo 4 – sugestão para compilação dos dados das oficinas para auxiliar o professor de Biologia (não deve ser enviado para o Núcleo Pedagógico) Modelo 5 – Resultado sobre número de participantes nas oficinas (PC deve enviar para o Núcleo Pedagógico)
  13. 13. Modelo 1 - Enquete alunos “grávidos” ENQUETE – GRAVIDEZ na ADOLESCÊNCIA Idade: Sexo: M ( ) F ( ) Série: 1ª ( ) 2ª ( ) 3ª ( ) 1.Meninos Você engravidou alguma menina nos últimos 12 meses? Sim ( ) Não ( ) •Meninas Você engravidou ou esteve grávida nos últimos 12 meses? Sim ( ) Não ( )
  14. 14. MODELO 2 – RESULTADO ENQUETE – GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA ESCOLA DER: JACAREÍ Município: Escola: Multiplicador (PC): ALUNOS QUE PARTICIPARAM DA ENQUETE SÉRIE TOTAL ALUNOS ALUNOS DE 14-19 ANOS NO DE ALUNOS (14-19 ANOS) QUE RESPONDERAM SIM M F Total 1a 2a 3a Total
  15. 15. MODELO 3 - FREQUÊNCIA DOS ALUNOS NAS OFICINAS PARA AUXILIAR NO CONTROLE DOS RESULTADOS No Nome do aluno 1a oficina 2a oficina 3a oficina Participação nas 3 oficinas 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40
  16. 16. MODELO 4 - OFICINAS VALE SONHAR SÉRIE N° TOTAL DE ALUNOS DA TURMA N° DE ALUNOS N° DE ALUNOS QUE PARTICIPARAM DAS 3 OFICINAS, sem faltar em nehuma 1ª oficina 2ª oficina 3ª oficina TOTAL
  17. 17. MODELO 5 – RESULTADOS OFICINAS VALE SONHAR ESCOLA DE: Jacareí Município: Escola: Multiplicador (PC): SÉRIE N° TOTAL DE ALUNOS DO 1° EM N° DE ALUNOS N° DE ALUNOS QUE PARTICIPARAM DAS 3 OFICINAS, sem faltar em nenhuma delas 1ª oficina 2ª oficina 3ª oficina Total
  18. 18. Reunião de Pais – E.E. Dr. Francisco Gomes da Silva Prado Currículo de Biologia – 1ª série Ensino Médio Senhores pais ou responsáveis, Neste 4º bimestre, nas aulas de biologia serão abordados temas que envolvem a sexualidade e a educação sexual. Muitas pesquisas realizadas no Brasil constataram que mais de 90% dos adolescentes tem sua primeira relação sexual aos 15 anos de idade, independente de classe social, cor ou religião. A grande maioria desses adolescentes que possuem vida sexual ativa não se previne de forma adequada e muitos deles acabam se tornando mães e pais ainda muito jovens, além de correrem o risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis, entre elas a Aids.Diante desse fato, a escola pode ser um espaço de aprendizado e diálogo para que os jovens conheçam melhor seu próprio corpo, possam refletir, discutir o assunto e então tomar suas decisões de forma mais consciente e responsável. A educação sexual é um direito de todos, de acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais (tema transversal) e Estatuto da Criança e do Adolescente e também está prevista no currículo escolar. Estou à disposição para quaisquer esclarecimentos. Jacareí, 20 de outubro de 2011. Profa. Fernanda Rezende Pedroza
  19. 19. Leitura compartilhada : “Educação para valores” “Os motivos que levam à gravidez nos anos iniciais da vida reprodutiva podem ser inúmeros: acaso; ingenuidade; submissão; violência; dificuldade de obter algum método contraceptivo; dificuldade em negociar o uso do preservativo; forte desejo pela paternidade, com expectativas de mudança de status social e de obtenção de autonomia; desejo de estabelecer uma união estável” Oficina9º ano: Valores em Jogo – Projeto “Quebra Tabu”
  20. 20. Vídeo: Era uma vez outra Maria
  21. 21. Referências: •Material do kit Vale Sonhar – Instituto Kaplan •Material do kit Quebra tabu – Instituto Kaplan •Pesquisa disponibilizada em encontro de formação – Vera Paiva – USP •Vídeo – Material do projeto “Prevenção Também se Ensina” – kit 2009
  22. 22. Obrigada!

×