FUNDAÇÃO E EVOLUÇÃO Nov Transferência para a Sede na Barra Lançamento dos produtos Inovadores: WebMailer(Email Mkt) e Virt...
“ A introdução, com êxito no mercado, de produtos, serviços, processos, métodos e sistemas que não existiam anteriormente,...
<ul><li>Pode ter alto conteúdo científico, ou não  </li></ul><ul><li>Pode ser incremental  (pequenas mudanças) </li></ul><...
<ul><li>Depende: </li></ul><ul><li>Fundamentalmente das pessoas , mas também de processos, ferramentas de gestão, metodolo...
O medo é  inerente a qualquer ser humano normal Esse é, certamente, o maior estimulador do atraso.   Impede muitos países,...
<ul><li>Luiz Hayne  >  analista de ciência e tecnologia do CNPq </li></ul><ul><li>Defende a tese de inovação tecnológica c...
<ul><li>A variável tecnológica passou de um meio de se alcançar o progresso social, para um fim em si mesma.  </li></ul><u...
<ul><li>BRASIL  > a partir da década de 70 </li></ul><ul><li>Construção de um sólido sistema de pós-graduação,  </li></ul>...
<ul><li>Ainda exibe um baixo nível de inovação: </li></ul><ul><li>Brasil produz cerca de 1,7% do conhecimento internaciona...
QUADRO 1: Setores da Atividade Econômica Paulista TAXA DE INOVAÇÃO <ul><li>Empresas com 5 ou mais pessoas ocupadas </li></...
DESAFIOS OS GRANDES DESAFIOS PARA O SETOR SÃO: <ul><li>Aproximar as universidades, os centros de pesquisas e as empresas d...
DISTRIBUIÇÃO INSTITUCIONAL DA ATIVIDADE DE P&D P&D
Inovar tecnologicamente é questão de sobrevivência no mundo dos negócios, é o que traz os diferenciais. <ul><li>A Inovação...
BRASIL E CORÉIA: CIENTISTAS E ENGENHEIROS COMPARAÇÃO 8.765 56.760 12.336 54.078 28.618 16.068
<ul><li>Fundamento para: </li></ul><ul><li>Desenvolvimento de novos produtos </li></ul><ul><li>Tornar os existentes mais a...
<ul><li>PAUL JOHNSON  >  Historiador inglês </li></ul><ul><li>“ A criatividade é hoje, a arma mais poderosa para o progres...
Fonte: Thadeu Martins AS 4 ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO ELABORAÇÃO
Fonte: Thadeu Martins <ul><li>O tema, o problema, a questão ou o propósito é estudado, compreendido, tratado em suas possi...
Fonte: Thadeu Martins <ul><li>É um  momento de organização  de tudo o que ficou do estudo, já não há surgimento de nada ad...
Fonte:  Thadeu Martins <ul><li>O que chama a atenção é que a  “coisa”, o insight , surge por si, depois da saturação. Como...
Fonte: Thadeu Martins <ul><li>Elaborar o modo da solução vislumbrada se realizar.  </li></ul><ul><li>É o desafio técnico, ...
Nesse processo criativo genérico, se caminha da divergência para a convergência, do adiamento da crítica para a organizaçã...
<ul><li>Cerca de 80% da produção mundial destinam-se a 20% da população </li></ul><ul><li>A renda nacional per capita das ...
<ul><li>O estágio do conhecimento aplicado, que se acumula a partir de observações sistematizadas e de pesquisas científic...
<ul><li>Os novos  conhecimentos que deverão ser gerados na primeira década deste século superarão, em volume, tudo quanto ...
<ul><li>Compromissos com o desenvolvimento tecnológico são, e serão cada vez mais, compromissos de alto interesse social <...
RECADO ÀS TELES:  “ O SKYPE ESTÁ MATANDO VOCÊS ”  Ben Hammersley Editor da revista norte-americana Wired COMO DIFERENCIAL ...
<ul><li>ESTUDO DIVULGADO PELA TELEGEOGRAPHY  (2011) </li></ul><ul><li>A utilização do Skype continua crescendo e está paul...
<ul><li>PEQUENAS E EFICIENTES   </li></ul><ul><li>Hammersley: </li></ul><ul><li>O melhor desempenho das empresas de comuni...
<ul><li>PEQUENAS E EFICIENTES   </li></ul><ul><li>Hammersley: </li></ul><ul><li>O fato de serem pequenas, as pontocom prec...
<ul><li>Pequenas empresas investem em produtos com selos ambientais e crescem no País. Mercado para produtos cosméticos su...
<ul><li>A Magia dos Aromas, de Botucatu (SP), apostou na certificação em 2004, com o objetivo de explorar uma lacuna no me...
<ul><li>É preciso levar para toda a organização – o que significa pessoas e processos, que fazem parte dela, até clientes,...
<ul><li>Para se ter uma visão sistêmica da gestão organizacional e da qualidade, deve-se levar em conta o Modelo de Excelê...
<ul><li>MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO®   </li></ul>A Gestão da Qualidade
<ul><li>Arquitetura distribuída </li></ul><ul><li>Software baseado em browsers </li></ul><ul><li>Escalabilidade transparen...
Perguntas  Dúvidas  Respostas
<ul><li>Cláudio Seixas </li></ul><ul><li>Diretor do INDE </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Diretor e Con...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Palestra inovação tecnológica e desenvolvimento econômico e social

3.646 visualizações

Publicada em

Palestra proferida no Evento do INDE, dia 15/02/2011, no Clube Militar, por Cláudio Seixas, com ênfase na definição de Inovação Tecnológica, fatores/fatos e sua influência no desenvolvimento econômico e social do país

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.646
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
156
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
66
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra inovação tecnológica e desenvolvimento econômico e social

  1. 2. FUNDAÇÃO E EVOLUÇÃO Nov Transferência para a Sede na Barra Lançamento dos produtos Inovadores: WebMailer(Email Mkt) e Virto(ERP + CRM) Inauguração de Sede própria, no Centro-RJ Lançamento do Solutto (Gestão de Franquias) Fundação e lançamento do Site Transferência da Sede para o Tecnopolo I da Petrópolis Tecnópolis Dez 2000 Mai 2002 Abr 2003 Fev 2004 Ago 2010
  2. 3. “ A introdução, com êxito no mercado, de produtos, serviços, processos, métodos e sistemas que não existiam anteriormente, ou contendo alguma característica nova e diferente da até então em vigor”. Não se deve confundir: Fazer inovação com fazer tecnologia DEFINIÇÃO
  3. 4. <ul><li>Pode ter alto conteúdo científico, ou não </li></ul><ul><li>Pode ser incremental (pequenas mudanças) </li></ul><ul><li>Radical (novas tecnologias que substituem outras) ou mesmo </li></ul><ul><li>Induzir à emergência de um novo paradigma técnico e econômico (Disruptiva). </li></ul>Mas é a introdução de algo – “produtos, serviços, processos...” – pensado, criado, desenvolvido, experimentado e adotado pela sociedade. INOVAÇÃO
  4. 5. <ul><li>Depende: </li></ul><ul><li>Fundamentalmente das pessoas , mas também de processos, ferramentas de gestão, metodologias e métricas. </li></ul><ul><li>De um ambiente inovador: aquele que aceita a tentativa e o erro, a dúvida e o questionamento. </li></ul><ul><li>De uma cultura transversal: que faz o conhecimento fluir com liberdade e valoriza a contribuição de todos, em hierarquia horizontal. </li></ul>Só inova quem tem coragem para quebrar!
  5. 6. O medo é inerente a qualquer ser humano normal Esse é, certamente, o maior estimulador do atraso. Impede muitos países, de usar energia nuclear, de forma consciente e pacífica, em substituição à outras formas de energia muito mais poluentes. Inovar, Criar, Experimentar, é Ousar! DESAFIOS Determinação
  6. 7. <ul><li>Luiz Hayne > analista de ciência e tecnologia do CNPq </li></ul><ul><li>Defende a tese de inovação tecnológica como indutora do desenvolvimento social e econômico. </li></ul><ul><li>A tecnologia, por servir aos interesses do sistema dominante é fundamental no contexto, pois permitiu ao progresso econômico (quantitativo), uma relevância sobre o progresso social (qualitativo). </li></ul>DESENVOLVIMENTO
  7. 8. <ul><li>A variável tecnológica passou de um meio de se alcançar o progresso social, para um fim em si mesma. </li></ul><ul><li>Provocando um movimento mundial em torno da necessidade da capacitação tecnológica em nome do desenvolvimento. </li></ul><ul><li>O Brasil tem sido capaz de produzir ciência na fronteira do conhecimento. </li></ul><ul><li>Sua participação em publicações científicas internacionais aumentou de 0,3% para 1,5% desde 1980 </li></ul><ul><li>Artigos científicos equivalem a pesquisas realizadas. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>BRASIL > a partir da década de 70 </li></ul><ul><li>Construção de um sólido sistema de pós-graduação, </li></ul><ul><li>Está entre os raros países capazes de formar sete mil doutores por ano. </li></ul><ul><li>Boa parte deles engenheiros aptos a formular, gerar e desenvolver inovação. </li></ul>GERAÇÃO
  9. 10. <ul><li>Ainda exibe um baixo nível de inovação: </li></ul><ul><li>Brasil produz cerca de 1,7% do conhecimento internacional </li></ul><ul><li>Reino Unido: 8-9%. </li></ul><ul><li>Isso se deve a uma série de fatores interligados: </li></ul><ul><li>Alto custo e do risco de investir em inovação no Brasil </li></ul><ul><li>Falta de recursos humanos altamente qualificados </li></ul><ul><li>O Brasil é um retardatário no campo da ciência e tecnologia </li></ul>
  10. 11. QUADRO 1: Setores da Atividade Econômica Paulista TAXA DE INOVAÇÃO <ul><li>Empresas com 5 ou mais pessoas ocupadas </li></ul><ul><li>Empresas com 20 ou mais pessoas ocupadas </li></ul>
  11. 12. DESAFIOS OS GRANDES DESAFIOS PARA O SETOR SÃO: <ul><li>Aproximar as universidades, os centros de pesquisas e as empresas de base tecnológica </li></ul><ul><li>Combinar o desenvolvimento das atividades de ciência e tecnologia com o desenvolvimento social </li></ul><ul><li>Avançar no conhecimento e promover, ao mesmo tempo, mais investimentos empresariais na inovação </li></ul>
  12. 13. DISTRIBUIÇÃO INSTITUCIONAL DA ATIVIDADE DE P&D P&D
  13. 14. Inovar tecnologicamente é questão de sobrevivência no mundo dos negócios, é o que traz os diferenciais. <ul><li>A Inovação Tecnológica Pode ser desenvolvida em sua própria empresa: </li></ul><ul><li>em parceria ou não, com Universidades e Institutos de pesquisa, </li></ul><ul><li>ou comprada de outras empresas nacionais e estrangeiras. </li></ul><ul><li>Seja onde for desenvolvida, a inovação tecnológica se dá nas empresas, porque é aí que ela se transforma em produtos e serviços, disponíveis para a economia. </li></ul>COMPETITIVIDADE Caminhão de cachorro quente
  14. 15. BRASIL E CORÉIA: CIENTISTAS E ENGENHEIROS COMPARAÇÃO 8.765 56.760 12.336 54.078 28.618 16.068
  15. 16. <ul><li>Fundamento para: </li></ul><ul><li>Desenvolvimento de novos produtos </li></ul><ul><li>Tornar os existentes mais adequados à demanda atual ou futura </li></ul><ul><li>Fazer inovação tecnológica: </li></ul><ul><li>Criar ou modificar um produto, ou um processo, utilizando ou desenvolvendo uma nova tecnologia. </li></ul><ul><li>Adquirir equipamento novo ou introduzir modificações em seu processo de produção ou de gestão. </li></ul>Essencial para que sua empresa continue a ser competitiva. TECNOLOGIA
  16. 17. <ul><li>PAUL JOHNSON > Historiador inglês </li></ul><ul><li>“ A criatividade é hoje, a arma mais poderosa para o progresso das nações.” </li></ul><ul><li>&quot;Só a criatividade pode garantir o progresso! O problema é que o homem tem uma propensão negativa a encontrar razões científicas ou morais para frear a criatividade, seja na economia, na política ou nas artes&quot; </li></ul><ul><li>&quot;Até agora a Índia e a China não produziram novas ideias. Se continuarem assim, suas economias vão estagnar, como ocorreu com o Japão&quot;. </li></ul>CRIATIVIDADE
  17. 18. Fonte: Thadeu Martins AS 4 ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO ELABORAÇÃO
  18. 19. Fonte: Thadeu Martins <ul><li>O tema, o problema, a questão ou o propósito é estudado, compreendido, tratado em suas possibilidades de compreensão, até à exaustão permitida pelo tempo e outros recursos dos interessados ou dedicados ao assunto. </li></ul>
  19. 20. Fonte: Thadeu Martins <ul><li>É um momento de organização de tudo o que ficou do estudo, já não há surgimento de nada adicional. </li></ul><ul><li>Estruturação do material produzido no estudo, resumo, conclusão. </li></ul><ul><li>É a hora de dar um tempo, não se consegue mais prosseguir, e a “coisa” ainda não surgiu. </li></ul>
  20. 21. Fonte: Thadeu Martins <ul><li>O que chama a atenção é que a “coisa”, o insight , surge por si, depois da saturação. Como se tem acesso ao insight, ninguém sabe (nem a religião, nem a ciência), mas de fato, assim é que surge. </li></ul><ul><li>Ele ocorre depois da não-ação , quando parece que esquecemos do desafio, ou “não estamos nem aí”, surge do nada uma luz, uma idéia, uma lembrança de algo que pode dar sentido a tudo que se compreendeu no estudo e se organizou durante a saturação. </li></ul>É a coisa, o insight. A solução e o caminho surgiu!
  21. 22. Fonte: Thadeu Martins <ul><li>Elaborar o modo da solução vislumbrada se realizar. </li></ul><ul><li>É o desafio técnico, das especificações, dos ajustes finais aos requisitos, dos orçamentos e planos. </li></ul><ul><li>A hora do projeto de execução e mãos à obra. </li></ul>ELABORAÇÃO
  22. 23. Nesse processo criativo genérico, se caminha da divergência para a convergência, do adiamento da crítica para a organização das informações e idéias, da busca para a aceitação, da ação para a não-ação e para a ação outra vez. Fonte: Thadeu Martins http://www.youtube.com/watch?v=llku8EUmtz4&feature=fvsr Filminho do garoto que quer Irmão pra jogar
  23. 24. <ul><li>Cerca de 80% da produção mundial destinam-se a 20% da população </li></ul><ul><li>A renda nacional per capita das nações mais ricas é 100 vezes maior que a das mais pobres – US$ 40.000 contra US$ 400 </li></ul><ul><li>55% da humanidade ainda vivem de extrativismo primitivo </li></ul><ul><li>Só países com Inovação Tecnológica crescem econômica e socialmente! </li></ul>A Tecnologia COMO FATOR DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Vídeo da evolução dos países em 200 anos - BBC
  24. 25. <ul><li>O estágio do conhecimento aplicado, que se acumula a partir de observações sistematizadas e de pesquisas científicas e que se manifesta pelos padrões do desenvolvimento tecnológico aplicado </li></ul><ul><li>As mudanças ocorrem por fluxos crescentes de informações, de conhecimento sedimentado e constante superação dos métodos desenvolvidos pelos antecessores </li></ul>A Tecnologia
  25. 26. <ul><li>Os novos conhecimentos que deverão ser gerados na primeira década deste século superarão, em volume, tudo quanto a humanidade gerou até o final do século anterior </li></ul><ul><li>Mais do que em épocas precedentes, a tecnologia deverá ser um dos fatores cruciais do desenvolvimento sustentável </li></ul><ul><li>O estágio do conhecimento aplicado, os padrões do desenvolvimento e a sustentabilidade são condições inseparáveis </li></ul>A Tecnologia
  26. 27. <ul><li>Compromissos com o desenvolvimento tecnológico são, e serão cada vez mais, compromissos de alto interesse social </li></ul><ul><li>Difusão do conhecimento técnico-científico e de gestão, nas atividades da área de Tecnologia da Informação e Comunicação </li></ul><ul><li>A sustentabilidade como a expressão-chave de nossa orientação para o desenvolvimento. </li></ul><ul><li>Assim, estou convicto de que o desenvolvimento tecnológico é um dos mais importantes fatores do desenvolvimento econômico sustentável. </li></ul>A Tecnologia Vídeo da palestra do TOM Peters
  27. 28. RECADO ÀS TELES: “ O SKYPE ESTÁ MATANDO VOCÊS ”  Ben Hammersley Editor da revista norte-americana Wired COMO DIFERENCIAL COMPETITIVO Tecnologia e Inovação
  28. 29. <ul><li>ESTUDO DIVULGADO PELA TELEGEOGRAPHY (2011) </li></ul><ul><li>A utilização do Skype continua crescendo e está paulatinamente substituindo as ligações internacionais. </li></ul><ul><li>O tráfego do Skype deve sair dos 102,5 bilhões de minutos em 2010, para mais do que o dobro do volume de todas as operadoras do mundo unidas em 2011. </li></ul><ul><li>Em 2009, o Skype ultrapassou pela primeira vez o número de ligações de longa distância. </li></ul>Tecnologia e Inovação
  29. 30. <ul><li>PEQUENAS E EFICIENTES   </li></ul><ul><li>Hammersley: </li></ul><ul><li>O melhor desempenho das empresas de comunicação digitais, como o Skype, se dá por conta da cultura da inovação, impregnada em todos os seus colaboradores. </li></ul><ul><li>“ As grandes operadoras acham que a inovação deve fazer parte somente de 5% dos seus funcionários. A verdade é que todos devem pensar em inovação, das áreas de empacotamento e logística até o desenvolvimento dos produtos e serviços” </li></ul>Tecnologia e Inovação
  30. 31. <ul><li>PEQUENAS E EFICIENTES   </li></ul><ul><li>Hammersley: </li></ul><ul><li>O fato de serem pequenas, as pontocom precisam ser mais enxutas e ágeis, com empregados que valem por cem funcionários das grandes empresas. </li></ul><ul><li>“ Nessas pequenas companhias, 99% dos colaboradores são engenheiros. Já as grandes empresas gostam de contratar gerentes, que contratam mais gerentes e inventam muitos processos. Esses processos muitas vezes matam a inovação”, acrescenta. </li></ul>Tecnologia e Inovação
  31. 32. <ul><li>Pequenas empresas investem em produtos com selos ambientais e crescem no País. Mercado para produtos cosméticos sustentáveis é estimado em US$ 6 bilhões. </li></ul><ul><li>As pequenas empresas do segmento de cosméticos e higiene pessoal, começam a investir em certificações socioambientais para conseguir uma diferenciação de mercado e também para atender à crescente/firme demanda por produtos com apelo natural. </li></ul><ul><li>O mercado para cosméticos &quot;sustentáveis&quot;, com matérias-primas de origem certificada, é estimado em US$ 6 bilhões e cresce a taxas de 20% ao ano. </li></ul>COMO FATOR DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Tecnologia e Inovação
  32. 33. <ul><li>A Magia dos Aromas, de Botucatu (SP), apostou na certificação em 2004, com o objetivo de explorar uma lacuna no mercado brasileiro. </li></ul><ul><li>A empresa, formada por uma família de farmacêuticos com experiência no ramo de manipulação de medicamentos, começou vendendo no interior de São Paulo, mas ampliou a presença para as principais capitais e está negociando os primeiros contratos de exportação. </li></ul><ul><li>A produção ainda é pequena, pois são 2 mil produtos por mês, mas vêm conquistando a preferência de consumidores vegeranos, que não utilizam produtos de origem animal. &quot;É um nicho interessante, pois são clientes fiéis&quot;, diz Marcos Caram, sócio da Magia dos Aromas. </li></ul>Tecnologia e Inovação
  33. 34. <ul><li>É preciso levar para toda a organização – o que significa pessoas e processos, que fazem parte dela, até clientes, fornecedores e a Sociedade – padrões de altíssima qualidade que fazem parte de um modelo de excelência em gestão. </li></ul><ul><li>É a forma de entender a organização como sendo um sistema integrado inclusive à Sociedade. Justamente por ser um sistema integrado, o desempenho de um componente pode afetar não apenas a própria organização, mas todas as suas partes interessadas. </li></ul>VISÃO SISTÊMICA A Gestão da Qualidade
  34. 35. <ul><li>Para se ter uma visão sistêmica da gestão organizacional e da qualidade, deve-se levar em conta o Modelo de Excelência da Gestão (MEG), que envolve liderança, estratégias e planos, pessoas, informações e conhecimento, processos, clientes e sociedade. </li></ul><ul><li>Exige que a empresa seja capaz de atender às necessidades de seus clientes, bem como satisfazer às necessidades da Sociedade e das comunidades com as quais interage, sempre agindo de forma ética na busca da sustentabilidade organizacional, social, ambiental e econômica. </li></ul>A Gestão da Qualidade
  35. 36. <ul><li>MODELO DE EXCELÊNCIA DA GESTÃO® </li></ul>A Gestão da Qualidade
  36. 37. <ul><li>Arquitetura distribuída </li></ul><ul><li>Software baseado em browsers </li></ul><ul><li>Escalabilidade transparente </li></ul><ul><li>Integração e segurança total </li></ul><ul><li>Inteligência artificial </li></ul><ul><li>Estabilidade </li></ul><ul><li>Usabilidade </li></ul><ul><li>Disponibilidade </li></ul><ul><li>Flexibilidade e Mobilidade </li></ul>A Empresa VANTAGENS DA TECNOLOGIA
  37. 38. Perguntas Dúvidas Respostas
  38. 39. <ul><li>Cláudio Seixas </li></ul><ul><li>Diretor do INDE </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Diretor e Conselheiro – WebSoftware </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Rio São Paulo </li></ul><ul><li>(21) 9627-4127 (11) 2626-8801 </li></ul><ul><li>(21) 2532-1783 </li></ul><ul><li>Blog:www.claudioseixas.blogspot.com </li></ul>www.websoftware.com.br

×