Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica

9.326 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica

  1. 1. Inovação Rio de Janeiro Fone: +55 21 2287.3293 São Paulo Fone: +55 11 3285.5634 Brasília Fone: +61 11 3328.6504 José Paulo Silveira Glaucio Neves Fernandez 28 de Maio de 2008 Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica Conferência de Inovação Competitiva
  2. 2. Gestão Estratégica da Inovação Tecnológica <ul><li>Contextualização </li></ul><ul><li>Inovação: De que estamos falando? </li></ul><ul><li>Casos de sucesso no Brasil </li></ul><ul><li>Condicionantes do ambiente de negócios </li></ul><ul><li>Avaliação da capacidade de gestão </li></ul><ul><li>Implantação da gestão estratégica da inovação tecnológica </li></ul><ul><li>Conclusões </li></ul>
  3. 3. Inovação: De que estamos falando? Empresa inovadora Árvore de conhecimentos e tecnologia Invenção & Inovação Inovação tecnológica
  4. 4. Invenção e Inovação <ul><li>Invenção: Resultado de processo criativo de pesquisa científica ou experimentação </li></ul><ul><li>Inovação: Resultado de processo de desenvolvimento que conduz a novos produtos ou processos comercializáveis </li></ul>Fonte: C.M. Christensen et alli, Strategic Management of Technology and Innovation, 2004 Inovação radical: Produto ou processo inteiramente novo Inovação incremental: Adaptação, aperfeiçoamento ou melhoria de produtos ou processos existentes Inovação não é invenção EUA: Apenas 0,2% das invenções chegam ao mercado Fonte: US Patent & Trademark Office, 2000 Critério de sucesso: originalidade Critério de sucesso:desempenho no mercado
  5. 5. Empresa inovadora A inovação pode se dar em todas as áreas da empresa Processo (Hbio) 2 Serviço (Design) 3 Distribuição, logística e comercialização (Exportação de minérios) 4 Cadeia de valor (Fornecedores) 5 Gestão e organização (Produção enxuta) 6 Modelo de negócio (Comercialização) 7 Produto (Reciclato) 1
  6. 6. Árvore de conhecimentos e tecnologias Produtos e serviços Conhecimentos básicos <ul><li>Recursos humanos </li></ul><ul><li>Tecnologias de suporte </li></ul><ul><li>Infra-estrutura </li></ul><ul><li>Capacidade industrial </li></ul><ul><li>Gestão </li></ul>Capacidade empresarial Desenvolvimento de produtos e serviços Fonte : Michel Godet, Scenarios and Strategic Management
  7. 7. Inovação Tecnológica Fonte: Baseado em C.M. Christensen et alli, Strategic Management of Technology and Innovation, 2004. Capacidade de gestão tecnológica Resultados Atividades Experi-mentação Invenções e descobertas Tecnologias Inovações tecnológicas Pesquisa Básica Pesquisa Aplicada Desenvolvi-mento de produto ou processo Desenvolvi-mento de mercado
  8. 8. Alguns casos de sucesso no Brasil 4º maior fabricante mundial de aeronaves Liderança e inovação no segmento de jatos regionais Líder na produção de petróleo em águas profundas Petrobras: US$ 287 bilhões em valor de mercado
  9. 9. Alguns casos de sucesso no Brasil Produção competitiva no cerrado brasileiro R$ 14,00 de benefícios econômicos e sociais para cada R$ 1,00 aplicado em P&D Pioneira na produção de celulose de eucalipto no Brasil Uma das maiores produtoras integradas do setor de Papel e Celulose da AL
  10. 10. Gestão estratégica da inovação tecnológica Condicionantes tecnológicos do ambiente de negócios Dinâmica da inovação tecnológica na rede de valor Análise dos Condicionantes Fundamentos da gestão tecnológica Capacidade de inovação Portfólio de produtos e projetos Avaliação da gestão Implantação da gestão estratégica Organização e priorização da carteira de projetos Otimização de recursos humanos e financeiros Estratégia e metas tecnológicas Governança tecnológica Processo decisório Monitoramento estratégico da carteira de projetos Sensibilização e motivação para inovação Gestão integrada
  11. 11. Condicionantes tecnológicos do ambiente de negócios <ul><li>Características e intensidade da competição no mercado </li></ul><ul><li>Suprimento de matérias-primas, equipamentos e serviços </li></ul><ul><li>Legislação e grau de exigência do consumidor </li></ul><ul><li>Dinâmica setorial da inovação tecnológica </li></ul><ul><li>Barreiras técnicas à comercialização </li></ul>
  12. 12. Fontes de inovação Fonte: Adaptado de: The Sources of Innovation, Eric Von Hippel, Oxford University Press, 1988 Segmento Usuário Fabricante Fornecedor Outros Instrumentos científicos 77% 23% 0% 0% Semicondutores e circuitos impressos 67 21 0 12 Tratores 6 94 0 0 Plásticos de engenharia 10 90 0 0 Aditivos para plásticos 8 92 0 0 Termoplásticos 43 14 36 7
  13. 13. Rede de valor Insumos CT&I Equipamentos Serviços Logística Consumidor Lead-User Produção 3 Produção 2 Produção 1 Matérias-primas Sub-fornecedor
  14. 14. Rede de valor e inovação <ul><li>Empresas: Onde estão os nós de maior capacidade e velocidade de inovação? </li></ul><ul><li>Tecnologias: Quais são as tecnologias de maior impacto e os nós detentores dessas tecnologias? </li></ul><ul><li>Gestão: Processos e recursos empresariais críticos </li></ul>
  15. 15. Gestão estratégica da inovação tecnológica Condicionantes tecnológicos do ambiente de negócios Dinâmica da inovação tecnológica na rede de valor Análise dos Condicionantes Fundamentos da gestão tecnológica Capacidade de inovação Portfólio de produtos e projetos Avaliação da gestão Implantação da gestão estratégica Organização e priorização da carteira de projetos Otimização de recursos humanos e financeiros Estratégia e metas tecnológicas Governança tecnológica Processo decisório Monitoramento estratégico da carteira de projetos Sensibilização e motivação para inovação Gestão integrada
  16. 16. Avaliação da gestão tecnológica <ul><li>Recursos humanos </li></ul><ul><li>Estratégia empresarial, estratégia tecnológica, investimentos em P&D e desempenho inovador </li></ul><ul><li>Governança tecnológica: gestão e processo decisório </li></ul><ul><li>Articulação com a rede de valor </li></ul><ul><li>Gestão da carteira de projetos </li></ul><ul><li>Gestão da carteira de produtos e serviços </li></ul><ul><li>Desenvolvimento de produtos, processos e serviços </li></ul><ul><li>Práticas de propriedade intelectual </li></ul><ul><li>Gestão do conhecimento e prospecção tecnológica </li></ul><ul><li>Recursos laboratoriais </li></ul>
  17. 17. Estratégia e metas tecnológicas <ul><li>Processo de formulação: </li></ul><ul><li>Avaliação da dinâmica da inovação na rede de valor </li></ul><ul><li>Prospecção tecnológica multi-focal </li></ul><ul><li>Análise integrada da cadeia de valor </li></ul>Resultados da empresa no mercado Estratégia empresarial Estratégia e metas tecnológicas Carteira de projetos Elaboração Execução
  18. 18. Organização da carteira de projetos <ul><li>Composição da carteira </li></ul>Impacto estratégico Projetos estratégicos Ano X Ano Y A B C
  19. 19. Organização da carteira de projetos Projeto estratégico Portador de futuro Efeito estruturante : grande capacidade de transformação para a nova capacidade competitiva Implica mudanças de escala ou grandes saltos de desempenho Maior risco : exige gerenciamento diferenciado e mais intenso Alta motricidade e sinergia em relação aos demais projetos da carteira
  20. 20. Organização da carteira de projetos <ul><li>Análise multi-critério </li></ul><ul><ul><li>Avaliação da coerência dos projetos com a estratégia de inovação </li></ul></ul><ul><ul><li>Determinação da intensidade de gerenciamento </li></ul></ul><ul><ul><li>Avaliação e otimização da alocação de recursos humanos e financeiros </li></ul></ul><ul><ul><li>Identificação dos pontos de melhoria na qualidade dos projetos </li></ul></ul>
  21. 21. Critérios de análise 2.4 Grau de incerteza quanto aos custos de investimento e operação para implantação dos resultados 2.5 Risco regulatório, de licenciamento, jurídico- institucional e SMS na implantação dos resultados Análise da carteira de projetos <ul><li>Contribuição do projeto para </li></ul><ul><li>os resultados empresariais </li></ul>2. Riscos do projeto 2.1 Incerteza quanto ao desempenho de parcerias externas no projeto 2.2 Carência de capacitação própria e de terceiros nas tecnologias envolvidas 2.3 Grau de incerteza quanto ao alcance dos resultados do projeto nos prazos programados 2.6 Risco de mercado 3. Custo do projeto 1.1 Contribuição para o alcance das metas tecnológicas 1.2 Contribuição para demais fatores do desempenho empresarial 3.1 Recursos Financeiros 3.2 Recursos humanos 3.3 Recursos físicos
  22. 22. Análise da carteira de projetos Plano 1: Resultados x Riscos Riscos dos Projetos Contribuição para os resultados empresariais A H J I G F F B C D E L M 0 0,1 0,2 0,3 0,4 0,5 0,6 0,7 0,8 0,9 1 0 0,1 0,2 0,3 0,4 0,5 0,6 0,7 0,8 0,9 1
  23. 23. Análise da carteira de projetos Plano1 + Plano2 + Plano3 Risco Custo 0 Contribuição para os resultados Moderada Alta Moderado Alto 5 9 3 4 13 31 47 48 58 68 71 74 77 79 Cubo de Gerenciamento Intensivo
  24. 24. Otimização de recursos humanos e financeiros <ul><li>Alocação de recursos </li></ul><ul><ul><li>Programação física, motricidade, equacionamento de restrições e nivelamento de recursos </li></ul></ul><ul><li>Recursos humanos </li></ul><ul><ul><li>Articulação de recursos externos à empresa (equipe expandida) </li></ul></ul><ul><li>Identificação e captação de financiamento de terceiros </li></ul><ul><li>Seleção e estabelecimento de parceiros tecnológicos </li></ul>
  25. 25. Governança tecnológica Gestão integrada <ul><li>Comitês de Inovação </li></ul><ul><ul><li>Estratégico: Monitoramento da estratégia e dos resultados globais do esforço de inovação, desempenho da carteira de projetos tecnológica e aprovação de parcerias estratégicas </li></ul></ul><ul><ul><li>Tático: Gestão da carteira de projetos , análise e aprovação de projetos e otimização de recursos </li></ul></ul><ul><li>Gestão do esforço de inovação </li></ul>
  26. 26. Governança tecnológica Processo decisório <ul><li>Participativo e motivador </li></ul><ul><li>Captação ampla de idéias internas e externas </li></ul><ul><li>Crivos sucessivos: otimização de recursos e garantia da qualidade dos projetos </li></ul><ul><li>Gestão do tempo: monitoramento das fases críticas e da execução dos projetos e mecanismo de “via rápida” </li></ul><ul><li>Avaliação de resultados </li></ul><ul><li>Aberto a novos negócios </li></ul>
  27. 27. Governança tecnológica Processo decisório Desenvolvimento Idéias Pesquisa e Prospecção de mercado Produto Processo Serviço Desempenho no mercado Inovação Fechada P1 P2 P3 P4 P5
  28. 28. Governança tecnológica Processo decisório Modelo de negócio atual Mercado atual ou novo Modelo de negócio atual Mercado atual ou novo Novo modelo de negócio e novo mercado Novo modelo de negócio e novo mercado Empresa A Empresa B Inovação Aberta
  29. 29. <ul><li>Tem por objetivo provocar decisões para eliminar obstáculos à implantação dos projetos </li></ul><ul><li>Tempo real </li></ul><ul><li>Toma por base os marcos críticos e o esforço de superação </li></ul><ul><li>Gestão de restrições : Acionamento dos níveis gerenciais além do alcance do gerente do projeto </li></ul><ul><li>Níveis diferenciados de intensidade de gerenciamento </li></ul>Monitoramento estratégico da carteira de projetos
  30. 30. SIGEOR: Informações para monitoramento estratégico Relatórios Executivos on line e em uma folha Gestão de Restrições Visão geral da Carteira de Projetos Gestão estratégica do processo decisório
  31. 31. Sensibilização e motivação para a inovação <ul><li>Capacitação: desmistificação da inovação </li></ul><ul><li>Interação externa: exposição estruturada às idéias da rede de valor, clientes, parceiros e entidades de CT&I </li></ul><ul><li>Reconhecimento e premiação referenciados a resultados concretos </li></ul><ul><li>Comunicação interna </li></ul>
  32. 32. Fontes de idéias e inovação 0 5 15 25 35 45 Parceiros Clientes Consultores Competidores Associações Empresariais Academia 0 5 15 25 35 45 Colaboradores Unidades de Vendas ou Serviços Pesquisa e Desenvolvimento Outros Think Tanks Internet Externas Internas Fonte: Expanding the Innovation Horizon The Global CEO Study 2006 IBM Global Business Services
  33. 33. Conclusões <ul><li>O desenvolvimento competitivo das empresas brasileiras ingressa em nova etapa: a essencialidade da inovação </li></ul><ul><li>Impulsionada pelos setores inovadores mais rápidos, a gestão tecnológica assume novas características </li></ul><ul><li>A gestão estratégica da inovação tecnológica responde aos novos desafios com abordagens renovadas, quanto a: </li></ul><ul><ul><li>Formulação da estratégia de inovação </li></ul></ul><ul><ul><li>Governança tecnológica </li></ul></ul><ul><ul><li>Gestão da carteira de projetos </li></ul></ul><ul><ul><li>Parcerias tecnológicas </li></ul></ul><ul><ul><li>Gestão de recursos humanos </li></ul></ul><ul><ul><li>Inovação aberta e novos negócios </li></ul></ul>

×