SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
SUMÁRIO
O sentido etimológico do termo «filosofia»
Caracterização da Filosofia
Especificidade da Filosofia
Iniciação à Atividade Filosófica
1.1 O que é a Filosofia?
1
Sentido etimológico do termo «filosofia»
Deriva de philo (amor) e sophia (sabedoria)
- significa amor à sabedoria
Foi criado por Pitágoras
e indica a atitude
de quem busca
o conhecimento
e a sabedoria
Πυθαγόρας
Pitágoras
(571/570 a.C. - 497/496 a.C.)
2
Caracterização da Filosofia
a. Atividade intelectual:
busca do conhecimento
b. Reflexão crítica sobre o conhecimento:
teorias acerca do mundo, do Homem e da vida
c. Atividade prática:
definir projeto de existência
3
a. Atividade intelectual
• Atitude reflexiva e problematizadora
• Atitude crítica e anti-dogmática
• Exercício da dúvida
• Curiosidade e desejo de conhecer
Problematizar é perguntar acerca das razões que fazem
com que aquilo que nos rodeia pareça ser de uma certa maneira
4
• Teorias acerca das várias facetas da realidade
b. Reflexão crítica sobre o conhecimento
• Conhecimento diferente do conhecimento
das ciências
5
• Define o projecto da nossa existência
• Estabelece novas formas de conceber
o mundo e a vida
• Procura o auto-aperfeiçoamento e uma
arte de viver
c. Atividade prática
6
Uma vida não examinada não merece ser vivida
Jacques Louis David, A Morte de Sócrates Richard Wagner, Tannhäuser, Abertura
7
• Autonomia – faz uso próprio da Razão
• Radicalidade – procura os fundamentos de todas
as coisas
• Historicidade – desenvolve uma reflexão pessoal
inserida na história do pensamento
• Universalidade – aborda problemas que dizem
respeito a toda a Humanidade
Especificidade da Filosofia
8
Iniciação à atividade filosófica
1.2 Quais as questões da Filosofia?
SUMÁRIO
Filosofia e Ciência
Problemas e questões da Filosofia
9
Filosofia e Ciência
• Há problemas
especificamente filosóficos
• Há problemas comuns à
Filosofia e às ciências
• A Ciência procura explicar o
funcionamento da realidade,
usando metodologia própria
• A Filosofia procura
compreender os princípios que
devem orientar a existência,
usando metodologia própria
>>>
10
>>>
Semelhanças
• Exigem ambas
metodologia adequada,
justificação e rigor dos
conceitos
• Nenhuma teoria,
científica ou filosófica,
pode ser considerada
solução definitiva
>>>
11
>>>
Diferenças
• As teorias filosóficas não
exigem reconhecimento e
aceitação universais
• As teorias científicas exigem
reconhecimento da
comunidade científica
• A validação do conhecimento
filosófico depende da
qualidade da argumentação
• A validação do conhecimento
científico exige a
demonstração experimental
12
Problemas e questões da Filosofia
• 1.Problemas gnosiológicos/epistemológicos –
sobre o conhecimento
• 2.Problemas ontológicos – sobre a realidade
• 3.Problemas antropológicos – sobre a natureza
humana
• 4.Problemas existenciais e axiológicos – sobre os
valores
• 5.Problemas metafísicos - sobre os fundamentos
da realidade
>>>
13
Os cientistas estudam um objetivo
específico
Exemplos
• Biologia
O que é a matéria viva?
Como se reproduz?
• Sociologia
Como se organizam os grupos
sociais?
Os filósofos elegem como objecto
de estudo o próprio
conhecimento
Perguntam
• O que é o conhecimento?
• O que é a verdade?
• Podemos conhecer a verdade?
• Há várias formas de apreender
a realidade?
• De onde vem o conhecimento?
>>>
14
Os cientistas respondem a
perguntas
Exemplos
• Que é a matéria?
• Qual a sua constituição?
• Que é a luz?
• Que se passou em
determinado século?
>>>
2. Problemas ontológicos
Os filósofos formulam perguntas
Exemplos
• Que é a realidade?
• O que é tudo que é?
• Vivemos num sonho, numa
ilusão?
• É possível despertar?
>>>
15
As ciências sociais estudam
• o ser humano e as suas
manifestações culturais
• utilizam técnicas para
quantificar os resultados
• têm uma preocupação
descritiva
>>>
3. Problemas antropológicos
Os filósofos problematizam
a natureza do ser humano,
a sua origem e o seu destino
Perguntam
• O que é o Homem (antropos)?
• O que é a vida?
• Os seres humanos têm alma?
>>>
16
• Os cientistas, como seres
humanos, podem fazer as
mesmas perguntas que os
filósofos
• Como investigadores não as
podem fazer porque não lhes
podem responder
• O método experimental não
pode decidir se é preferível ser
honesto ou ser desonesto
>>>
4. Problemas existenciais e axiológicos
Os filósofos perguntam
• Que valores devem guiar a
nossa existência?
• Que é a consciência moral?
• Por que devemos respeitar a
vida?
• Que é o bem e que é o mal?
• Que é o belo e que é o feio?
>>>
17
Os cientistas perguntam
• Há universos paralelos?
• Qual a origem do Universo?
• Que «idade» tem a nossa
galáxia?
>>>
5. Problemas metafísicos
Os filósofos perguntam
• Há vida depois da morte?
• Deus existe?
• A existência tem sentido?
• Qual a origem do bem e qual a
origem do mal?
18
Qual o sentido
da existência?
Como devemos
viver?
O que é o
Homem?
O que é a
realidade?
O que é o
conhecimento?
metafísicosaxiológicosantropológicosontológicosepistemológicos
▼▼▼▼▼
Aborda e procura responder a problemas
 define o projeto da
nossa existência
 estabelece novas
formas de conceber
o mundo e a vida
 procura o auto-
-aperfeiçoamento
e uma arte de viver
 conjunto das teorias acerca
da totalidade do real
 conhecimento diferente
da Ciência, caracterizado pela
autonomia, radicalidade,
historicidade e universalidade
Atitude
 reflexiva
e problematizadora
 crítica e anti-dogmática
 exercício da dúvida
 curiosidade e desejo
de conhecer
Atividade práticaReflexão sobre o conhecimentoActividade inteletual
▼▼▼
FILOSOFIA
ORGANOGRAMA CONCETUAL
19

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Deixis pessoal temporal_espacial
Deixis pessoal temporal_espacialDeixis pessoal temporal_espacial
Deixis pessoal temporal_espacialEconomicSintese
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Dina Baptista
 
Relativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo MoralRelativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo MoralJorge Lopes
 
Determinismo Radical
Determinismo RadicalDeterminismo Radical
Determinismo Radicalpauloricardom
 
Cap v repreensões particular
Cap v repreensões particularCap v repreensões particular
Cap v repreensões particularHelena Coutinho
 
Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"
Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"
Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"Maria Góis
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesGijasilvelitz 2
 
Filosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresFilosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresInesTeixeiraDuarte
 
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António VieiraCapítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António VieiraAlexandra Madail
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoquintaldasletras
 

Mais procurados (20)

Tipos de conhecimento
Tipos de conhecimentoTipos de conhecimento
Tipos de conhecimento
 
As cantigas de amigo
As cantigas de amigoAs cantigas de amigo
As cantigas de amigo
 
Deixis pessoal temporal_espacial
Deixis pessoal temporal_espacialDeixis pessoal temporal_espacial
Deixis pessoal temporal_espacial
 
Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)Camões Lírico (10.ºano/Português)
Camões Lírico (10.ºano/Português)
 
Atos de fala
Atos de falaAtos de fala
Atos de fala
 
Relativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo MoralRelativismo e Subjetivismo Moral
Relativismo e Subjetivismo Moral
 
Determinismo Radical
Determinismo RadicalDeterminismo Radical
Determinismo Radical
 
Valor aspetual
Valor aspetualValor aspetual
Valor aspetual
 
Cap v repreensões particular
Cap v repreensões particularCap v repreensões particular
Cap v repreensões particular
 
Kant e Stuart Mill
Kant e Stuart MillKant e Stuart Mill
Kant e Stuart Mill
 
Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"
Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"
Estruturas externa-e-interna de "Frei Luís de Sousa"
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
Cantigas de amor
Cantigas de amorCantigas de amor
Cantigas de amor
 
Filosofia 10. ano
Filosofia   10. anoFilosofia   10. ano
Filosofia 10. ano
 
Oracoes subordinadas
Oracoes subordinadasOracoes subordinadas
Oracoes subordinadas
 
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão LopesCrónica de D. João I de Fernão Lopes
Crónica de D. João I de Fernão Lopes
 
Filosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os ValoresFilosofia 10º Ano - Os Valores
Filosofia 10º Ano - Os Valores
 
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António VieiraCapítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
Capítulo V Sermão Santo António aos Peixes Padre António Vieira
 
Actos Ilocutórios
Actos IlocutóriosActos Ilocutórios
Actos Ilocutórios
 
Predicativo do complemento direto
Predicativo do complemento diretoPredicativo do complemento direto
Predicativo do complemento direto
 

Semelhante a Filosofia 10. ano - o que é a filosofia

Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")Jorge Barbosa
 
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptxApresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptxAdão Silva
 
Introdução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdfIntrodução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdfMatildeSilva37
 
Introdução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptxIntrodução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptxAdão Silva
 
Introdução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptxIntrodução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptxMarianaMximo2
 
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdfFilosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdflanasouza16
 
O que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxO que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxTercioSantana2
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestreAndrea Parlen
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de FilosofiaRita Camilo
 
Introdução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptxIntrodução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptxssusera1ec45
 
Jogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptxJogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptxHerosFalco1
 
Filosofia exame resumoglobal (1)
Filosofia exame  resumoglobal (1)Filosofia exame  resumoglobal (1)
Filosofia exame resumoglobal (1)Sandra Bolinhas
 
6º ano o que é a filosofia.
6º ano   o que é a filosofia.6º ano   o que é a filosofia.
6º ano o que é a filosofia.danieldtf
 
Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia mluisavalente
 
O que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofosO que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofosArtur Weidmann
 
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosóficoFilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosóficomro5060
 

Semelhante a Filosofia 10. ano - o que é a filosofia (20)

Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
Introdução à Filosofia (de acordo com "Pensar Azul")
 
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptxApresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
Apresentação PPT Capítulo 1 - O que é a Filosofia_ As questões da Filosofia.pptx
 
Introdução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdfIntrodução à filosofia.pdf
Introdução à filosofia.pdf
 
Introdução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptxIntrodução à Filosofia.pptx
Introdução à Filosofia.pptx
 
Introdução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptxIntrodução à Filosofia 1.pptx
Introdução à Filosofia 1.pptx
 
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdfFilosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
Filosofia Para Leigos - Martin Cohen.pdf
 
O que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptxO que é a Filosofia.pptx
O que é a Filosofia.pptx
 
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia   6o ef - 1o bimestreApostila de filosofia   6o ef - 1o bimestre
Apostila de filosofia 6o ef - 1o bimestre
 
1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia1ª unidade de Filosofia
1ª unidade de Filosofia
 
Introdução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptxIntrodução-à-Filosofia.pptx
Introdução-à-Filosofia.pptx
 
filosofia
filosofiafilosofia
filosofia
 
Jogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptxJogos de Filosofia.pptx
Jogos de Filosofia.pptx
 
Filosofia exame resumoglobal (1)
Filosofia exame  resumoglobal (1)Filosofia exame  resumoglobal (1)
Filosofia exame resumoglobal (1)
 
O que é filosofia
O que é filosofiaO que é filosofia
O que é filosofia
 
6º ano o que é a filosofia.
6º ano   o que é a filosofia.6º ano   o que é a filosofia.
6º ano o que é a filosofia.
 
Filosofia e psicologia
Filosofia e psicologiaFilosofia e psicologia
Filosofia e psicologia
 
Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia Filosofia, retórica e democracia
Filosofia, retórica e democracia
 
O que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofosO que perguntavam os primeiros filósofos
O que perguntavam os primeiros filósofos
 
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosóficoFilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
FilosofiaIntrodução a filosofia e senso comum e filosófico
 
Aprender
AprenderAprender
Aprender
 

Último

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfGisellySobral
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfAnaAugustaLagesZuqui
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...GisellySobral
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdfHistória concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
História concisa da literatura brasileira- Alfredo Bosi..pdf
 
Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja Poema - Maio Laranja
Poema - Maio Laranja
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdfTema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
Tema de redação - A prática do catfish e seus perigos.pdf
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
472037515-Coelho-Nelly-Novaes-Literatura-Infantil-teoria-analise-e-didatica-p...
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptxSlides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
Slides Lição 7, CPAD, O Perigo Da Murmuração, 2Tr24.pptx
 

Filosofia 10. ano - o que é a filosofia

  • 1. SUMÁRIO O sentido etimológico do termo «filosofia» Caracterização da Filosofia Especificidade da Filosofia Iniciação à Atividade Filosófica 1.1 O que é a Filosofia? 1
  • 2. Sentido etimológico do termo «filosofia» Deriva de philo (amor) e sophia (sabedoria) - significa amor à sabedoria Foi criado por Pitágoras e indica a atitude de quem busca o conhecimento e a sabedoria Πυθαγόρας Pitágoras (571/570 a.C. - 497/496 a.C.) 2
  • 3. Caracterização da Filosofia a. Atividade intelectual: busca do conhecimento b. Reflexão crítica sobre o conhecimento: teorias acerca do mundo, do Homem e da vida c. Atividade prática: definir projeto de existência 3
  • 4. a. Atividade intelectual • Atitude reflexiva e problematizadora • Atitude crítica e anti-dogmática • Exercício da dúvida • Curiosidade e desejo de conhecer Problematizar é perguntar acerca das razões que fazem com que aquilo que nos rodeia pareça ser de uma certa maneira 4
  • 5. • Teorias acerca das várias facetas da realidade b. Reflexão crítica sobre o conhecimento • Conhecimento diferente do conhecimento das ciências 5
  • 6. • Define o projecto da nossa existência • Estabelece novas formas de conceber o mundo e a vida • Procura o auto-aperfeiçoamento e uma arte de viver c. Atividade prática 6
  • 7. Uma vida não examinada não merece ser vivida Jacques Louis David, A Morte de Sócrates Richard Wagner, Tannhäuser, Abertura 7
  • 8. • Autonomia – faz uso próprio da Razão • Radicalidade – procura os fundamentos de todas as coisas • Historicidade – desenvolve uma reflexão pessoal inserida na história do pensamento • Universalidade – aborda problemas que dizem respeito a toda a Humanidade Especificidade da Filosofia 8
  • 9. Iniciação à atividade filosófica 1.2 Quais as questões da Filosofia? SUMÁRIO Filosofia e Ciência Problemas e questões da Filosofia 9
  • 10. Filosofia e Ciência • Há problemas especificamente filosóficos • Há problemas comuns à Filosofia e às ciências • A Ciência procura explicar o funcionamento da realidade, usando metodologia própria • A Filosofia procura compreender os princípios que devem orientar a existência, usando metodologia própria >>> 10
  • 11. >>> Semelhanças • Exigem ambas metodologia adequada, justificação e rigor dos conceitos • Nenhuma teoria, científica ou filosófica, pode ser considerada solução definitiva >>> 11
  • 12. >>> Diferenças • As teorias filosóficas não exigem reconhecimento e aceitação universais • As teorias científicas exigem reconhecimento da comunidade científica • A validação do conhecimento filosófico depende da qualidade da argumentação • A validação do conhecimento científico exige a demonstração experimental 12
  • 13. Problemas e questões da Filosofia • 1.Problemas gnosiológicos/epistemológicos – sobre o conhecimento • 2.Problemas ontológicos – sobre a realidade • 3.Problemas antropológicos – sobre a natureza humana • 4.Problemas existenciais e axiológicos – sobre os valores • 5.Problemas metafísicos - sobre os fundamentos da realidade >>> 13
  • 14. Os cientistas estudam um objetivo específico Exemplos • Biologia O que é a matéria viva? Como se reproduz? • Sociologia Como se organizam os grupos sociais? Os filósofos elegem como objecto de estudo o próprio conhecimento Perguntam • O que é o conhecimento? • O que é a verdade? • Podemos conhecer a verdade? • Há várias formas de apreender a realidade? • De onde vem o conhecimento? >>> 14
  • 15. Os cientistas respondem a perguntas Exemplos • Que é a matéria? • Qual a sua constituição? • Que é a luz? • Que se passou em determinado século? >>> 2. Problemas ontológicos Os filósofos formulam perguntas Exemplos • Que é a realidade? • O que é tudo que é? • Vivemos num sonho, numa ilusão? • É possível despertar? >>> 15
  • 16. As ciências sociais estudam • o ser humano e as suas manifestações culturais • utilizam técnicas para quantificar os resultados • têm uma preocupação descritiva >>> 3. Problemas antropológicos Os filósofos problematizam a natureza do ser humano, a sua origem e o seu destino Perguntam • O que é o Homem (antropos)? • O que é a vida? • Os seres humanos têm alma? >>> 16
  • 17. • Os cientistas, como seres humanos, podem fazer as mesmas perguntas que os filósofos • Como investigadores não as podem fazer porque não lhes podem responder • O método experimental não pode decidir se é preferível ser honesto ou ser desonesto >>> 4. Problemas existenciais e axiológicos Os filósofos perguntam • Que valores devem guiar a nossa existência? • Que é a consciência moral? • Por que devemos respeitar a vida? • Que é o bem e que é o mal? • Que é o belo e que é o feio? >>> 17
  • 18. Os cientistas perguntam • Há universos paralelos? • Qual a origem do Universo? • Que «idade» tem a nossa galáxia? >>> 5. Problemas metafísicos Os filósofos perguntam • Há vida depois da morte? • Deus existe? • A existência tem sentido? • Qual a origem do bem e qual a origem do mal? 18
  • 19. Qual o sentido da existência? Como devemos viver? O que é o Homem? O que é a realidade? O que é o conhecimento? metafísicosaxiológicosantropológicosontológicosepistemológicos ▼▼▼▼▼ Aborda e procura responder a problemas  define o projeto da nossa existência  estabelece novas formas de conceber o mundo e a vida  procura o auto- -aperfeiçoamento e uma arte de viver  conjunto das teorias acerca da totalidade do real  conhecimento diferente da Ciência, caracterizado pela autonomia, radicalidade, historicidade e universalidade Atitude  reflexiva e problematizadora  crítica e anti-dogmática  exercício da dúvida  curiosidade e desejo de conhecer Atividade práticaReflexão sobre o conhecimentoActividade inteletual ▼▼▼ FILOSOFIA ORGANOGRAMA CONCETUAL 19