ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
VOLEIBOL
FORMAÇÃO
DE
ÁRBITROS
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
Escalão Ano de nascimento Sexo Campo
(m)
Rede
(m)07/08 08/09
Infantis A/B A - 1997/98
B – 199...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 10 elementos,no mínimo, e 12 no máximo;
 Elementos do mesmo sexo;
 Jogar no mínimo 1 part...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
Equipa não apresenta 10 jogadores
Pode jogar ↔ Derrota
1 ponto, com parcial 0 - 25
FORMAÇÃ...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
Equipa não comparece ao jogo
Derrota
0 pontos, com parcial 0 - 25
FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - V...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 Campo: rectângulo de 6,5 por 13 metros;
 Rede: Fem.: 2,15 m Masc: 2,24 m;
 Tempo: 30 minu...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 Pontuação: contínua - “rally point
scoring”;
 Descontos de tempo: inexistentes
 Posições:...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 Toques: 2 no mínimo, excepto bloco;
 Serviço: o 1º é obrigatoriamente por baixo;
 “Penetr...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
2.1.4 Sistema de Competição
CONVÍVIOS
› N.º DE JOGOS POSSÍVEIS
POR EQUIPA
FORMAÇÃO DE ÁRBITRO...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 10 elementos,no mínimo, e 12 no máximo;
 Elementos do mesmo sexo;
 Em cada jogo terão que...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 Equipa não apresenta 10 jogadores
 Pode jogar ↔ Derrota
 1 ponto, com parcias:
0-25, 0-25...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 Equipa não comparece ao jogo
 Derrota
 0 pontos, com parciais:
0-25, 0-25,0-15
FORMAÇÃO D...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 Campo: rectângulo de 9 por 18 metros;
 Rede: Fem.: 2,15 m Masc: 2,24 m;
 Sistema de Marca...
SISTEMA DE PONTUAÇÃO
 à melhor de 3;
 0-25,0-25 e 0-15.
 à melhor de 3;
 0-25,0-25 e 0-15.
 à melhor de 5;
 0-25, 0-...
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
 Serviço: o 1º é obrigatoriamente por baixo;
 “Penetrações”: não são permitidas;
 Substitu...
2.2.4 Sistema de Competição
JORNADAS SIMPLES
FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
CASOS OMISSOS
Os...
 Equipamento próprio;
 Igual para todos os jogadores;
 Identificação da Escola;
 Numerados de 1 a 18.
3. EQUIPAMENTO
E...
5. CLASSIFICAÇÃO/PONTUAÇÃO
 Vitória ....................................... 2 Pontos
 Derrota .............................
6. MESA DE JOGO
6.1 CONSTITUIÇÃO
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
2OFICIAISDEMESA
PREENCHIMENT...
6. MESA DE JOGO
6.2 FUNÇÕES
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
Preencher o boletim de jogo
Cronometrar o tempo de jogo – Fase I
...
6. ARBITRAGEM
6.1 FORMAÇÃO DE ÁRBBITROS
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
Responsáveis
Pro. Car...
6. ARBITRAGEM
6.2 PRÉ-REQUISITO
ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS
FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
FREQUENTAR A FORMAÇÃO
ANEXOS
ANEXO I
( BOLETIM DE JOGO)
BOLETIM DE JOGO
ANEXO II
( SINAIS DE ARBITRAGEM)
SINAIS DE ARBITRAGEM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Formação árbitros - Voleibol

1.696 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.696
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação árbitros - Voleibol

  1. 1. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS VOLEIBOL FORMAÇÃO DE ÁRBITROS
  2. 2. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS Escalão Ano de nascimento Sexo Campo (m) Rede (m)07/08 08/09 Infantis A/B A - 1997/98 B – 1995/96 A - 1998/99 B –1996/97 M/F FASE 1: 8.00 x 4.00 FASE 2: 13.00 x 6.50 2.10 Iniciados 1993/1994 1994/199 5 M/F FASE 1: 13x 6.5 FASE 2: 18.00x9.00 M - 2.24 F - 2.15 Juvenis 1991/1992 1992/199 3 M/F 18.00 x 9.00 M - 2.35 F - 2.20 Juniores 1990 e anteriores 1991 e Ant. M/F 18.00 x 9.00 M - 2.43 F - 2.24 FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 1. ESCALÕES ETÁRIOS
  3. 3. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  10 elementos,no mínimo, e 12 no máximo;  Elementos do mesmo sexo;  Jogar no mínimo 1 parte e no máximo 2. FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2. REGULAMENTO TÉCNICO-PEDAGÓGICO DE INICIADOS 2.1. FASE 1 2.1.1. Formas de jogo: 4x4 2.1.2. Constituição das equipas e utilização dos jogadores:
  4. 4. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS Equipa não apresenta 10 jogadores Pode jogar ↔ Derrota 1 ponto, com parcial 0 - 25 FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2.1.3 Faltas 2.1.3.1.Falta Administrativa
  5. 5. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS Equipa não comparece ao jogo Derrota 0 pontos, com parcial 0 - 25 FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2.1.3 Faltas 2.1.3.2.Falta de Comparência
  6. 6. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  Campo: rectângulo de 6,5 por 13 metros;  Rede: Fem.: 2,15 m Masc: 2,24 m;  Tempo: 30 minutos 3x10 2 min intervalo Nota: A jogada que estiver a decorrer não deve ser interrompida ao sinal do cronometrista até conclusão da mesma. FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2.1.4 Regras do jogo
  7. 7. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  Pontuação: contínua - “rally point scoring”;  Descontos de tempo: inexistentes  Posições: Jogador que serve (1) 2.1.4 Regras do jogo Ataque por cima do nível da rede FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
  8. 8. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  Toques: 2 no mínimo, excepto bloco;  Serviço: o 1º é obrigatoriamente por baixo;  “Penetrações”: não são permitidas;  Substituições: não são permitidas, excepto por lesão;  Vencedor: equipa que totalizar maior n.º de pontos. Empate Diferença de 2 pts 2.1.4 Regras do jogo FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
  9. 9. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS 2.1.4 Sistema de Competição CONVÍVIOS › N.º DE JOGOS POSSÍVEIS POR EQUIPA FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
  10. 10. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  10 elementos,no mínimo, e 12 no máximo;  Elementos do mesmo sexo;  Em cada jogo terão que jogar 10, obrigatoriamente. FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2. REGULAMENTO TÉCNICO-PEDAGÓGICO DE INICIADOS 2.2. FASE 2 2.2.1. Formas de jogo: 6x6 2.2.2. Constituição das equipas e utilização dos jogadores:
  11. 11. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  Equipa não apresenta 10 jogadores  Pode jogar ↔ Derrota  1 ponto, com parcias: 0-25, 0-25 e 0-15 FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2.2.3 Faltas 2.2.3.1.Falta Administrativa
  12. 12. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  Equipa não comparece ao jogo  Derrota  0 pontos, com parciais: 0-25, 0-25,0-15 FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2.2.3 Faltas 2.2.3.2.Falta de Comparência
  13. 13. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  Campo: rectângulo de 9 por 18 metros;  Rede: Fem.: 2,15 m Masc: 2,24 m;  Sistema de Marcação:  “Rally point scoring”;  Diferença de 2 pts.  Sistema de Pontuação:  à melhor de 3;  0-25,0-25 e 0-15. FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2.2.4 Regras do jogo
  14. 14. SISTEMA DE PONTUAÇÃO  à melhor de 3;  0-25,0-25 e 0-15.  à melhor de 3;  0-25,0-25 e 0-15.  à melhor de 5;  0-25, 0-25 e 0-25;  0-25,0-25,0-25,0-25 e 0,15 FASE LOCAL FASE REGIONAL/NACIONAL ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS 2.2.4 Regras do jogo FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
  15. 15. ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS  Serviço: o 1º é obrigatoriamente por baixo;  “Penetrações”: não são permitidas;  Substituições:  Durante o set: não são permitidas, excepto por lesão;  Entre os sets: 3 obrigatoriamente. Nota: Nenhum jogador poderá jogar mais de 2 (dois) sets consecutivos.  Tempos de desconto:  2 por set;  30 seg cd. 2.2.4 Regras do jogo FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
  16. 16. 2.2.4 Sistema de Competição JORNADAS SIMPLES FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS CASOS OMISSOS Os casos omissos neste Regulamento Específico, são analisados e resolvidos pelos Coordenadores do Desporto Escolar da EAE, DRE e, em última instância, pela Direcção Geral de Inovação e Desenvolvimento Curricular – Gabinete Coordenador do Desporto Escolar e da sua decisão não cabe recurso.
  17. 17.  Equipamento próprio;  Igual para todos os jogadores;  Identificação da Escola;  Numerados de 1 a 18. 3. EQUIPAMENTO ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 4. BOLA DE JOGO o Bola oficial: FPV (Mikasa – MVP 200).
  18. 18. 5. CLASSIFICAÇÃO/PONTUAÇÃO  Vitória ....................................... 2 Pontos  Derrota ........................................ 1 Ponto  Falta Administrativa ............... 1 Ponto  Falta de Comparência ........... 0 Pontos ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
  19. 19. 6. MESA DE JOGO 6.1 CONSTITUIÇÃO ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL 2OFICIAISDEMESA PREENCHIMENTO BOLETIM DE JOGO MARCAÇÃOPONTOS CRONOMETRISTA
  20. 20. 6. MESA DE JOGO 6.2 FUNÇÕES ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS Preencher o boletim de jogo Cronometrar o tempo de jogo – Fase I Registar a identificação dos participantes Registar os resultados parciais e final Registar as eventuais ocorrências disciplinares Auxiliar e colaborar com a equipa de arbitragem FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL
  21. 21. 6. ARBITRAGEM 6.1 FORMAÇÃO DE ÁRBBITROS ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL Responsáveis Pro. Carolina Francisco Árbitro/Jog. Rodrigo Viana
  22. 22. 6. ARBITRAGEM 6.2 PRÉ-REQUISITO ESCOLA E.B. 2,3 GUALDIM PAIS FORMAÇÃO DE ÁRBITROS - VOLEIBOL FREQUENTAR A FORMAÇÃO
  23. 23. ANEXOS
  24. 24. ANEXO I ( BOLETIM DE JOGO)
  25. 25. BOLETIM DE JOGO
  26. 26. ANEXO II ( SINAIS DE ARBITRAGEM)
  27. 27. SINAIS DE ARBITRAGEM

×