Os microrganismos

464 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
464
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
27
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os microrganismos

  1. 1. Os microrganismos são criaturas invisíveis a olho nu sob a forma unicelular. Existem vários tipos de microrganismos como: os vírus ,as bactérias, os fungos,… e são diferentes por tamanho e forma.
  2. 2. A maior parte dos microrganismos reproduz-se assexuadamente, ou seja, uma célula dá origem a duas células-filhas ao fim de um certo tempo. Cada microrganismo tem condições específicas, como a temperatura, a humidade e nutrientes para atingir o seu desenvolvimento.
  3. 3. • Também existem microrganismos úteis como: as leveduras que produzem pão, cerveja e vinho; algumas bactérias que transforma leite em iogurte e queijo; os fungos que são a principal fonte de antibióticos e medicamentos; as bactérias que habitam no intestino do homem e ajudam no funcionamento normal do intestino na produção de vitaminas e na formação de fezes; e.t.c
  4. 4. • Apesar de existirem muitos microrganismos, apenas um pequeno número é responsável por doenças e chamam-se microrganismos patogénicos. • Alguns microrganismos patogénicos são: o vírus que provoca a gripe; as bactérias que provoca a tuberculose; os protozoários que provocam a malária; os fungos que causam o pé de atleta; e.t.c
  5. 5. • Os microrganismos patogénicos podem entrar no corpo humano por vias de transmissões como: o ar ,como por exemplo alguém tosse para cima de uma pessoa; os alimentos, que estão mal cozinhados ou lavados; a água como por exemplo, quando se toma banho num lago contaminado que está cheio cheia de fungos; o contacto direto com lesões superficiais e agentes portadores, como por exemplo, um inseto.
  6. 6. • Existem barreiras que impedem os microrganismos de entrarem no corpo que chamam-se defesas externas e internas. • As defesas externas são constituidas pela pele que é a primeira linha de defesa e que é raro que os microrganismos passem e os revestimentos (mucosas) de alguns orgãos.
  7. 7. • As defesas internas são constituidas por a inflamação e a fogocitose que é quando os globos brancos se dirigem para os agentes patogénicos e destroem-nos.
  8. 8. • Também existem formas de evitar os microrganismos que são a vacinação; a desinfeção e a esterilização • A vacina é um medicamento constituído por partes de bactérias ou vírus inativados (ou mortos) ou por toxinas por si produzidas. Uma vez aplicadas, provocam reações no organismo que levam á formação de defesas (anticorpos) específicas contra uma infeção provocada pelas mesmas bactérias ou vírus.
  9. 9. • A desinfeção é um processo de antissepsia (um conjunto de medidas destinadas a impedir a existência dos microrganismos). Consiste no uso de produtos (desinfetantes e antissépticos) de modo a eliminar agentes patogénicos como por exemplo: soluções dérmicas para limpeza de feridas. • A esterilização é um processo de assepsia (conjunto de processos preventidos de defesa contra agentes de infeção). Consiste na remoção ou destruição de todos os microrganismos existentes num dado local como por exemplo, por ação de temperaturas elevadas ou substâncias químicas.
  10. 10.
  11. 11. O FIM Daniel Sousa 6º D Nº: 4

×